Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Recomeço

    Compartilhe
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6153
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Recomeço

    Mensagem por Soviet em Ter Dez 31, 2013 12:16 am

    Milhares de bocas torciam-se em um grito inumano.

    O grito era feroz, agudo e grave ao mesmo tempo e parecia ecoar em centenas de tons diferentes. Nasri conseguia sentir todo o ódio, a fúria e a morte. Tudo era palpável e o corpo inteiro da humana tremia em resposta. Havia dor também. Os pulsos de Nasri doiam; seus ombros e pernas também. As costas pareciam suportar o peso do mundo e a cabeça latejava com uma dor aguda, como se uma lâmina de espada incandescente atravessasse o cérebro de Nasri.

    Os olhos encaravam-na com fome. Centenas de pares iguais. Não na forma, mas todos eram do mesmo cinzento maligno, fumaça enevoando das órbitas vazias para o breu ao redor deles para escorrer até o chão, cobrindo-o por completo e escondendo as raízes daquela criatura. O grito ainda reverberava ao redor, em um misto de vozes de velhos e crianças, homens e mulheres.

    Antes que Nasri pudesse pensar em qualquer coisa, as bocas tornaram a gritar. Por reflexo, a humana cobriu os ouvidos com as mãos pesadas e doloridas. Nasri reabriu os olhos e notou que os rostos se aproximavam, lentamente os olhos cinzentos estavam cada vez mais próximos, devorando Nasri por dentro, consumindo sua alma e suas forças.

    A humana desviu o olhar e virou a cabeça para baixo, para os próprios pés, e só então notou que não havia um chão. Nasri flutuava em uma névoa cinzenta de muitos tons e densidades, e descobrir isso apenas fez a humana se sentir ainda mais exausta. Nasri sentia os vapores gelados entre seus pés, agarrando-se em suas coxas e joelhos, envolvendo sua cintura... Nasri entendeu que aquilo era a essências dos gritos, a visão de milhares de olhos famintos que desejavam se alimentar da alma da humana.

    O desespero tomou Nasri. A humana desejou com todas as forças fugir dali, fugir daqueles olhos, fugir do grito... O grito ainda ecoava e parecia nunca ter um fim. Quando Nasri tinha a impressão de que teria um momento de silêncio, milhares de bocas torciam-se em um grito novamente, e a humana tinha a impressão de ouvir a sua própria carne se rasgando, de sentir o sangue jorrar quente de suas veias e escorrer por sua pele.

    Outro grito, mais alto, mas dessa vez saia apenas de uma das bocas. Fúria, ódio e fome jorravam da boca negra repleta de dentes negros e cinzentos. Névoa escorria de seus olhos. Fria, densa. Nasri cobriu os ouvidos. Uma dor intensa percorreu sua espinha, as mãos e os pés da humana latejavam com força e a cabeça de Nasri doía de tal forma que por um momento a humana pensou que desmaiaria.

    Não, não poderia desmaiar aqui. Nasri seria consumida pelos milhares de olhos e estaria perdida para sempre. Uma casca vazia sem alma. Outra voz se uniu ao grito. Nasri sentiu as mãos se partirem, dedos rasgados até os ossos, que agora estavam em pedaços. A humana urrava de dor, mas não ouvia o som da própria voz. Tentou se levantar, mas tropeçou e caiu. A névoa recebeu Nasri e a envolveu com um abraço gelado, entrando na boca e nariz da humana, sufocando-a, queimando sua mão dilacerada.

    Nasri tentou se levantar, desesperada, mas não havia chão onde se apoiar. Tentou arrancar a névoa de dentro de si, mas as mãos da humana não conseguiam tocar o ar. Outra voz se uniu ao grito, e outra e mais uma. A cada uma, o grita parecia aumentar em intensidade duas, cinco, dez vezes. Nasri deixou de sentir as mãos quando seus joelhos explodiram em sangue, ossos e carne. A violência dos urros eram insuportável e Nasri já não se importava. Quase não sentiu quando seu peito foi perfurado pelas próprias costelas e o que restava de suas coxas eram devorada pela névoa faminta. Uma fome voraz e insaciável. O abraço gélido já se tornava agradável e Nasri não encontrava mais forças para resistir.

    Então veio o súbito silêncio.

    Uma brisa fria corria sobre o corpo de Nasri, folhas farfalhavam acima da humana e pássaros cantavam ao longe. Um arrepio estremeceu o corpo da humana. Nasri abriu os olhos e tudo o que viu foi uma imensidão branca. Assustada, a humana se virou e se afastou apenas para ver que o aquilo que ela viu não era nada além de um monte de neve onde ela estava deitada. Tocou o rosto, duro e gelado, e notou que ele estava úmido, assim como suas roupas e parte do cabelo.

    Desorientada, Nasri se levantou devagar, equilibrou-se nas pernas doloridas e caiu de joelhos sobre a neve depois que uma cãibra atacou sua coxa. A humana deitou novamente e respirou. Não sabia onde estava, não sabia em que dia ou mês estava... Verdade seja dita, Nasri não se lembrava nem mesmo quem ela própria era. De onde vinha, quem era, qual o nome de seus pais, se tinha irmãos ou um marido. Se tinha filhos que esperavam por ela.

    Deitada no chão de uma floresta desconhecida, Nasri tinha certeza apenas de seu nome e de que algo em si havia mudado; a humana apenas não sabia se para melhor ou pior. Isso fez Nasri se sentir um pouco mais calma. Respirando fundo, a humana tornou a se levantar e olhou ao redor. Tudo o que Nasri via eram árvores, folhas, montes de neve e animais em um dia que parecia ter acabado de nascer.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6910
    Reputação : 71

    Re: Recomeço

    Mensagem por Edu em Ter Dez 31, 2013 7:20 am

    Nasri era esse o seu nome? Sentia um desconforto, mas não sabia do que era. Frio? Ou seria de pelo fato de se sentir como um concha vazia? Deitada na neve olhando pro céu e pras arvores nada lhe vinha na cabeça a não ser esse nome "Nasri" parecia de alguma forma ser a sua identidade. Estava com a roupa úmida e aparentemente perdida. Mas será que perdida seria o termo correto pra classificar a sua situação? Caso ela conhece algo estaria certo, mas não conhecia nada ao seu redor. Aonde seria a sua casa? Qual lugar viveria? Não estava perdida e apenas tinha chegado a um lugar novo, e tinha faze-lo conhecido.

    Levantou-se novamente e olhou ao redor. Estava frio, sim, estava; então precisa de algum abrigo ou algo pra aquece-la. Precisa de coisas simples no momento, depois iniciaria sua jornada rumo a sua identidade anterior. Seus pés ainda doiam, assim como seus joelhos. Parece que não teria tarefa facil pela frente.

    Caminhou a duras penas até a proxima arvore e se apoio nela. Tinha esquecido de algo importante que ela não poderia começar sem. Comida! Estava faminta e fraca pela falta de alimentação. Teria que achar algo pra comer naquela floresta. Teria que caçar? Provavelmente sim, mas será que consegueria? Mal conseguia andar, sentia muita dor. Antes de acordar naquele monte de neve será que sentia dor assim? Olhou ao redor novamente em busca de alguma coisa ou animal que pudesse começar a caçar.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6153
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Recomeço

    Mensagem por Soviet em Qui Jan 02, 2014 5:17 pm

    Nasri se levanta com dificuldade, firmando os dois pés no chão para não cair novamente, e procura por comida, o que não seria uma tarefa simples. A humana sentia que pode ter sido de tudo um dia, menos uma caçadora. Mas Nasri precisava comer, portanto não havia opção.

    Ao redor, Nasri viu apenas árvores desfolhadas e com folhas avermelhadas, pássaros e neve. Nem um simples e pequeno animal que pudesse tentar caçar. Cobriu os olhos e olhou para o céu, e a garota pode ver que o dia estava claro e o céu azul e com poucas nuvens, o que era um bom sinal. Nasri baixou a cabeça novamente e, sem querer, viu algo no meio da neve.

    No meio de todo aquele branco refletindo a luz do sol, um brilho roxo se destacava. Esperando os olhos se acostumarem ao brilho repentino, Nasri pode ver o que parecia ser um pedaço de vidro ou cristal roxo, meio enterrado na neve a alguns passos de onde ela estava.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6910
    Reputação : 71

    Re: Recomeço

    Mensagem por Edu em Dom Jan 05, 2014 12:23 am

    Arvores, arvores e folhas; era tudo o que tinha ali pra seu desespero. O que iria comer? Não tinha nada ali pra ela. Talvez fosse a sua imaginação desesperada por comida, mas ela pensou ver em meio a neve um leve brilho roxo. Sua fome era tanta que pensou primeiramente que poderia ser algo de comer.

    Ela correu tropega até a coisa e desencavou desesperada. Infelizmente pra sua tristeza não era algo de comer e sim apenas um cristal. Sentada sobre os joelhos Nasri observou o cristal e sentiu raiva, teve vontade de tacar-lo longe, mas alguma coisa em sua mente a impediu.

    Fome corroia as suas entranhas, mas o que ela poderia fazer? Deitou no chão em desespero e olhou o céu. Queria comer, sentia o seu estomago revirar na sua barriga a espera de um pedaço de comida.

    - Ahhh !!!!! - gritou desesperada.

    Socou a neve, fracamente pois não possuia forças. Voltou a ficar de pé e olhou ao redor o seu grito não foi tão desesperado assim. Talvez ele chamasse a atenção de alguma criatura ou fizesse se assustar e correr, fazendo-a aparecer no seu campo de visão e permitindo que perseguisse-a.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6153
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Recomeço

    Mensagem por Soviet em Seg Jan 06, 2014 10:57 pm

    O grito de Nasri logo desaparece na imensidão da floresta. Alguns pássaros nas copas acima dela alçaram vôo e a mulher ouviu o som de passos na neve por uma lebre atrás de si. Quando Nasri se colocou de pé, o animal já tinha desaparecido. Com o pedaço de cristal roxo na mão, a humana olha mais uma vez ao redor, sem ver nada além do que já tinha visto.

    Nasri olhou para o céu mais uma vez, as nuvens passavam vagarosas e Nasri percebeu que era possível ver Selûne, mesmo agora sendo dia. Com poucas opções e sem saber onde está, Nasri ouve o vento balançar as folhas e um monte de neve cair de um galho. Um longo suspiro e um minuto depois, nada havia mudado.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6910
    Reputação : 71

    Re: Recomeço

    Mensagem por Edu em Ter Jan 07, 2014 10:05 pm

    Nasri não tinha mais opções. O coelhinho que apareceu,sumiu rapidamente. A fome continuava junto com a sua fraqueza. Tinha folhas no chão, será que elas serviriam pra saciar a sua fome? Com os joelhos tremulos ela foi andando e catando folhas pra comer.

    A partir do momento que já tinha uma quantidade boa de folhas na mão, ela passou a comer uma por uma enquanto ia andando rumo a uma direção aleatoria. Não sabia pra onde ia, não sabia aonde estava e não sabia quem era. Tudo o que tinha era esse nome Nasri.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6153
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Recomeço

    Mensagem por Soviet em Qui Jan 09, 2014 7:21 pm

    Nasri juntou um punhado de folhas na mão, pegou uma e colocou na boca. Mordeu e mastigou. Um gosto amargo invadiu a boca da mulher, que começou a cuspir os restos de folha que não havia engolido. A boca de Nasri salivava de tal forma que a humana começou a cuspir bolas de saliva grossa e esverdeda. Apoiada em uma árvore, Nasri sentia que o gosto estava por toda a boca e era possível senti-lo até na garganta. Não havia sido uma boa idéia comer folhas a esmo, afinal.

    - Você tem sorte por não ter sido envenenada - As voz surgiu alta e clara, à esquerda de Nasri. Era a voz grave de um homem, mas Nasri notou uma certa fragilidade nela - Se você tivesse comido flor verde, teria caído desacordada na neve e poderia muito bem morrer congelada.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6910
    Reputação : 71

    Re: Recomeço

    Mensagem por Edu em Qui Jan 09, 2014 9:19 pm

    Nasri olhou em busca da voz, se virando pra esquerda. Nesse meio tempo cuspia fora os restos das folha que tinha mastigado. Faz uma cara feia de desgosto e limpa a boca com as mãos.

    - Quem é você? E como sabe que essa flor verde é venenosa? Estou com fome e como não tinha um animal pra caçar acabei não tendo escolha - Responde ela olhando pro estranho.


    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6153
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Recomeço

    Mensagem por Soviet em Sex Jan 10, 2014 4:53 pm

    O homem que encarava Nasri era alto e magro, com um rosto ossudo e uma expressão severa. Os olhos eram encovados e a boca eram fina e apertada. Os cabelos cinzentos e lisos caiam sobre as costas, onde o homem levava um saco meio cheio preso por tiras de couro ao tronco. A mão esquerda se apoiava em um bordão simples e a direita levava uma adaga. As roupas do homem eram simples e gastas, ao contrário do corselete de couro que ele vestia; a armadura apresentava sinais de uso, mas o couro ainda brlhava como novo.

    - Eu sei porque devo saber - O homem encarou Nasri dos pés à cabeça, estudando-a e ignorando completamente o que a mulher tinha dito sobre estar com fome - Você parece perdida.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6910
    Reputação : 71

    Re: Recomeço

    Mensagem por Edu em Sex Jan 10, 2014 5:50 pm

    Nasri olha o homem de cima a baixo. Não tinha uma aparencia muito boa pra ela, no entanto não esperava que nada ali naquela floresta tivesse. De qualquer jeito estava bastante desconfiada em relação aquele homem.

    - Você poderia me dizer o seu nome? E talvez eu esteja perdida sim. Poderia me dizer que floresta é essa que estou? - responde Nasri.

    Ela estava totalmente desconfiada, mas carecia de escolhas. Estava,sim, perdida e com fome; aquele homem poderia significar a resolução dos seus dois problemas. Apertava com força o cristal entretanto, era quase como se ele fosse uma especie de amuleto protetor.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6153
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Recomeço

    Mensagem por Soviet em Dom Jan 12, 2014 2:01 pm

    - Você está na Floresta da Lua - O homem olhava para Nasri de forma fria - Na parte ruim da floresta.

    Embainhando a adaga, o homem da um longo assobio. Quase que imediatamente, Nasri ouve outro em resposta, mas este não parecia humano.

    - Não sei o que você pretende fazer agora, mas eu sairia desta floresta o quanto antes.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6910
    Reputação : 71

    Re: Recomeço

    Mensagem por Edu em Dom Jan 12, 2014 3:30 pm

    - Sair dessa floresta é um dos meus objetivos.Mas eu tenho fome e não tem como eu sair daqui assim. Você tem algo pra comer? - Indaga Nasri ao homem com um olhar faminto na cara - E tambem não mudaria muito a minha situação deixar essa floresta, afinal, eu continuaria perdida. Não sei quem sou ou talvez o que sou e não tenho a menor ideia pra onde ir.

    Nasri acreditava que pudesse existir algum sentido de caridade naquele homem e que ele lhe desse algo pra comer. Não gostava da ideia de depender de outra pessoa, mas não tinha escolha e tinha que tentar.

    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6153
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Recomeço

    Mensagem por Soviet em Qua Jan 15, 2014 10:13 pm

    O homem olhava para Nasri com o mesmo olhar, não importava o que mulher falasse para ele. Quando Nasri perguntou se ele tinha comida, o homem moveu a boca sem abri-la, como se quisesse falar algo, mas acabou apenas resmungando algo para si.

    - Eu não tenho nenhuma comida comigo, não moro muito longe daqui. Se você quiser - Um grito agudo corta o ar e uma águia de penas brancas desce através das árvores, pousando no braço recém erguido do homem - Se você quiser, pode vir até minha casa e eu te arranjo algo para comer. Mas devemos partir agora, não quero ficar muito mais tempo neste lugar.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6910
    Reputação : 71

    Re: Recomeço

    Mensagem por Edu em Sex Jan 17, 2014 6:09 pm

    - Hm... O que você teme que tenha por aqui? - Indaga Nasri olhando o homem de cima a baixo e refletindo.

    Não sabia que se era uma boa ideia seguir com esse homem pra casa dele. Não o conhecia e a sua aparencia não era muito agradavel. Esse poderia fazer alguma maldade pra ela, ainda mais naquele estado fragilizado em que estava, no entanto o que a fazia estranhar essa ideia era o fato dele poder algo a ela já naquele momento. Estavam eles numa floresta sozinhos e com ninguem por perto, porquê precisaria ir pra outro lugar. Ela reflete apenas e não diz mais nada.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6153
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Recomeço

    Mensagem por Soviet em Ter Jan 21, 2014 9:06 pm

    O homem resmunga algo, e Nasri imagina que não seja nada muito simpático.

    - Não estou falando do que eu imagino que exista, estou falando do que existe - O homem acariciava a ave no pescoço, subindo e descendo o dedo entre as penas do animal - Troca-peles, metamorfos, homens-animais... O Povo do Sangue Negro vive nessas terras, canibais malditos adoradores de Malar - O homem cospe no chão.

    - Venha ou fique, você não é um problema meu.

    O homem se vira e começa a caminhar para o leste, de onde veio, deixando Nasri onde estava.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6910
    Reputação : 71

    Re: Recomeço

    Mensagem por Edu em Ter Jan 21, 2014 11:47 pm

    - Oh! Desculpa se um babaca limpou a minha memoria e ainda teve a pachorra de me largar aqui como uma concha vazia. Não queria incomodar a vossa autoridade viajante com perguntas obvias e sem sentido - Disse Nasri pro homem sendo ironica e continuou - É claro que eu vou seguir você, apesar de não depositar muita confiança na vossa autoridade viajante.

    Ela faz uma reverencia obviamente em tom de escarneio e segue o homem pra onde quer que ele fosse.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6153
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Recomeço

    Mensagem por Soviet em Dom Jan 26, 2014 9:42 pm

    O homem não diz nada, nem mesmo se vira para Nasri ou detém o passo enquanto ela fala. A humana tem a sensação de que o homem nem mesmo ouviu o que ela disse e precisa se apressar para alcançá-lo. O falcão logo torna a alçar vôo e sumir além das copas de folhas ressecadas.

    A caminhada foi breve. Saindo dos limites da Floresta da Lua, o que demorou cerca de vinte minutos, Nasri e o homem atravessaram  uma faixa de terra sem árvores, com uma grama alta que começava a rarear ao longo do terreno. Em frente, era possível ver outra floresta de carvalhos altos e escuros. Nasri não via pássaros sobre esta floresta além do falcão do homem que ela acompanhava. A distância entre a Floresta da Lua e a mata adiante era de mais ou menos dois quilômetros, e nenhuma palavra foi dita durante todo o percurso.

    Assim que atravessaram os limites da mata, Nasri começou a notar que aquele era um lugar bem diferente de onde ela estava. Os carvalhos eram altos e possuíam troncos da largura de três ou quatro homens, e suas copas espessas e próximas umas das outras tornavam esta floresta escuro, mesma com o sol brilhando no céu. Foi só depois de alguns minutos caminhando mata adentro que Nasri notou outra coisa, não se ouvia nada. Nenhum canto de pássaros, o farfalhar das folhas sob o vento... Vento aliás, que quase não se sentia, tornando a floresta abafada, mesmo tão próximo do outono. O homem caminhava com calma, deixando seu cajado guiar o caminho.

    - Fique próxima de mim e pise exatamente aonde eu pisar.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6910
    Reputação : 71

    Re: Recomeço

    Mensagem por Edu em Seg Jan 27, 2014 10:40 pm

    Nasri apenas segue calada enquanto vai seguido o homem. Não demoraram muito pra que saíssem da floresta atual pra outra. A nova que haviam entrado tinha uma aparência mais sinistra que a outra. Não havia qualquer especie de barulho ali. Ela obviamente reparou todos esses detalhes, mas não disse qualquer palavra. Estava bem mais preocupada com perguntas internas sobre quem era, como tinha ido parar ali e o que acontecera com ela.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6153
    Reputação : 8
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Recomeço

    Mensagem por Soviet em Sex Jan 31, 2014 11:16 am

    Nasri percorria a mente em busca de lembranças enquanto a floresta passava ao seu redor. Em determinado ponto, a mulher já não sabia com clareza por onde andava e como o fazia. Era como se uma leve tontura tivesse tomado seu corpo, que parecia leve e pesado ao mesmo tempo, e Nasri apenas movia uma perna depois da outra, seguindo o homem.

    Quanto mais Nasri penetrava na floresta, mais a humana sentia o ar ficando pesado e opressivo, ao ponto de ser difícil respirar. Um cheiro estranho invadia o nariz da mulher e por mais de uma vez Nasri teve certeza de ver as plantas ao redor se moverem. Sem saber exatamente como, tudo o que Nasri fazia era seguir o homem, pisando exatamente onde ele pisava.

    Apesar da neve que cobria o chão da mesma forma que na Floresta da Lua, essa mata era abafada e claustrofóbica, e logo Nasri estava suando, sentindo gotas escorrevem por seu rosto, em suas costas e entre os seios. A testa da mulher estava ensopada mas mesmo assim ela continuou a andar, mesmo tendo tropeçado várias vezes e caido uma, quando bateu o joelho esquerdo em uma raiz. Por todo o caminho o silêncio na floresta tinha sido absoluto.

    Nasri não sabia mais a quanto tempo eles já estavam andando quando uma clareira se abriu diante deles, iluminada a ampla, com uma pedra alta e estreita no centro. Três homens estavam ao redor dela entoando cantos, e Nasri notou que um dos homens, que estava de costas, era diferente dos outros. Sua pele tinha um tom semelhante ao da terra e o cabelo eram poucos fios grossos que lembravam raízes de pequenas plantas. O silêncio ainda se sustentava, exceto pelos murmúrios dos três homens. O homem que Nasri seguia parou na margem da clareira e, com um gesto, instruiu Nasri a fazer o mesmo. Só quando os três terminaram o que faziam, o homem se pronunciou depois de pigarrear e dar um passo à frente.

    - Senhor, retorno da Floresta da Lua com uma mulher - O homem aponta para Nasri sem olhar para trás - Ela não sabia onde estava e não se lembra de nada sobre sua vida, exceto seu nome. Trouxe-a comigo pois acredito que o senhor poderá guiar o seu caminho.

    Virando-se, o homem se aproximou dos dois com passos precisos e firmes. Nasri pode ver que as diferenças dele para um homem comum iam além da pele e do cabelo. Os olhos dele eram de um verde profundo, com a íris em um tom mais claro. A pele, além do tom terroso, parecia rachada e dura; diversas placas que revestiam o corpo forte e bem constituído. Vestindo nada além de uma calça de algodão, o homem parou à dois passos de Nasri e de seu guia e olhou a humana com calma, dos pés à cabeça.

    - Fez bem, Gawen - Virando-se para Nasri, o homem encara a humana com seus olhos de esmeralda - Qual o seu nome, mulher? À mim, você pode chamar de Desertor das Árvores. Diga-me, é verdade que você não lembra nada de sua vida?

    O homem não faz nenhuma mesura, apenas encara Nasri esperando uma resposta.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6910
    Reputação : 71

    Re: Recomeço

    Mensagem por Edu em Sab Fev 01, 2014 1:51 pm

    - Me chamo Nasri senhor. Sim é verdade não lembro de absolutamente nada. Não tenho a menor ideia de aonde eu nasci, o que fazia, se um dia amei alguem, se tinha filhos, ou do que fazia. Tudo o que lembro é o momento em que acordei na floresta com a cara num monte de neve - Responde Nasri ao Desertor de Arvores.

    Seu estomago ainda roncava de fome. Havia feito aquele caminho todo e não tinha comido nada ainda. O seu caminho até ali foi bastante dificil com um tombo, calor e dor no joelho por causa do esbarrão na raiz e tinha quase esquecido do motivo principal da ida até ali.

    - Senhor, me sinto sem graça ao pedir isso, mas não tens nada pra eu comer? Desde que eu acordei na floresta tenho fome e ainda não consegui nada pra me alimentar - Pede educadamente Nasri.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Recomeço

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Jan 17, 2018 7:53 pm