Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Dungeon

    Compartilhe
    hello
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 954
    Reputação : 6

    Re: Dungeon

    Mensagem por hello em Ter Nov 27, 2018 9:42 am

    Dimble novamente ataca o lobo com sua besta.

    OFF: +5 de bônus para acertar e +3 de dano se não me engano, tenho que rever o uso da proficiência. Pelo inimigo adjacente ao meu inimigo eu tenho o efeito do ataque surpresa.
    hello efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    16
    hello efetuou 1 lançamento(s) de dados (d8.) :
    1
    hello efetuou 1 lançamento(s) de dados (d6.) :
    5
    Sayd
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 942
    Reputação : 36

    Re: Dungeon

    Mensagem por Sayd em Ter Nov 27, 2018 10:45 am

    Permaneço lutando contra a morte!

    Sayd efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    12
    Mr.Frost
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 203
    Reputação : 3

    Re: Dungeon

    Mensagem por Mr.Frost em Ter Nov 27, 2018 10:57 am






    Bastou um golpe para que o sangue do animal imundo a frente espirrasse em seu rosto, a cabeça do lider estava decapitada e a atenção dos demais se voltava para ela, ótimo, era isso que queria, se virou com força chamando a responsabilidade para si, principalmente quando o Lobo e o Goblin começaram a atacá-la, sem sucesso.

    - Levantem os caídos... Eu darei um jeitinho nesses dois imundos a minha frente, ninguém morre enquanto Myev estiver presente. –

    Avançou em direção ao Goblin que errou o ataque miseravelmente, deixando o Lobo que estava a receber o ataque de um dos colegas, se desse certo, o Goblin seria enviado ao mundo dos mortos.

    Rolagem de Dado:
    Abaixo estão as Rolagens de Dado para Indicar a minha ação de Ataque.

    Ataque com a Machado de Duas Mãos (d20+5)
    Mr.Frost efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    6
    Em caso de acerto (d12+3) Ataque normal e +2 por estar em Fúria.
    Mr.Frost efetuou 1 lançamento(s) de dados (d12.) :
    10

    Em caso de acerto com 20 (2d12+6) + Dado Extra (1d12 por ser Meio-Orc) +2 por estar em Fúria.
    Mr.Frost efetuou 3 lançamento(s) de dados (d12.) :
    3 , 10 , 9
    AVCastello
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 6
    Reputação : 0

    Re: Dungeon

    Mensagem por AVCastello em Ter Nov 27, 2018 1:49 pm

    Recapitulação da apresentação do personagem::


    Dentre os reféns que vocês libertaram, estava um draconito de escamas levemente prateadas, que agradece humildemente enquanto pega os seus equipamentos (e bota equipamento nisso). Ele se demonstra gentil e sábio, apesar da aparência escamosa, oferecendo comida aos famintos e auxiliando nos curativos. Após se equipar e antes dos grupos se separarem ele vira para vocês e se apresenta, com um sotaque draconico e voz metálica:


    "Benditos aventureiros, a sua chegada foi escrita nas estrelas como o momento mais glorioso dos nossos últimos dias. Aceitem os agradecimentos deste druida. Meu nome é Gesh Shestendeliath, estava peregrinando por essas regiões, resolvendo questões da natureza, quando fui emboscado e capturado por essas criaturas. Sinto que devo ajudá-los, porém este grupo de reféns feridos também depende de suporte. Por isso, acompanharei eles até a segurança, e pretendo retornar para auxiliá-los.

    Agora se retirando com os demais do grupo com o clérigo, Gesh reflete. É verdade que após este tempo todo, o que o escamoso druida deseja é sair daí, sentir o ar limpo e a natureza novamente. Porém foi inspirado por Rurik, o Anão guerreiro, e os outros, que apesar de terem passado dias prisioneiros, ainda reúnem forças para batalhar. Também motivado por uma vontade pessoal de fazer essas criaturas pútridas pagarem, Gesh, o draconito, confirma com o grupo se voltarão em segurança sem ele, se despede e abandona aqueles que voltavam.


    Se apressando entre os corredores, buscando alcançar os passos do anão que fora por último, Gesh se mantêm concentrado no caminho percorrido (para passar alguns minutos, o Druida ativa o seu truque Criar Chamas, e se aproxima dos sons de batalha com atenção. Assim que chega, avista aquela quantidade de corpos no chão (inclusive de alguns aliados), e percebe que ainda alguns inimigos estão de pé. Com a sensação de urgência, pois a vida daqueles que o salvaram corre perigo, ele desloca o necessário para adquirir o alcance e atira a chama em sua mão no alvo mais fácil, o Lobo Atroz.

    Jogada de ataque mágico (1d20+4 - alcance: 9m)


    Caso acerte
    Jogada de dano (1d8)


    É nítido para todos que presenciam a cena, que mais um aliado ingressou o grupo. Gesh demonstra em seu olhar preocupação e a intenção de curar os membros caídos logo em seguida.
    Obsservador
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 277
    Reputação : 7

    Re: Dungeon

    Mensagem por Obsservador em Ter Nov 27, 2018 3:17 pm

    Petrus erra mais uma vez seu ataque contra o Goblin e o mesmo também o erra.
    A disputa entre os dois parece acirrada já que ambos se defendem muito bem. Mesmo o goblin ainda tendo alguma vantagem ele decide ignorar Petrus e atacar o mago Janjão.
    Por uma questão de segundos o bardo fica indeciso se deve continuar a perseguir o goblin maldito ou auxiliar o grupo contra o maldito lobo e seus ataques ferozes.
    Sua indecisão se desfaz quando vê a criatura de quatro patas atacar novamente, agora aparentemente mais feroz após a morte de Klarg, O Bugbear.

    *Petrus se movimenta, de modo a ter uma visão limpa do lobo e ainda assim ficar protegido. Ele se concentra e conjura um encantamento para ferir e atormentar o canino feroz* --Ugh, o que é isso na sua cara?! Ah... É só sua cara. [zombaria viciosa]

    OFF:


    PERDIÇÃO (268)
    1° nível de encantamento
    Tempo de Conjuração: 1 ação
    Alcance: 9 metros
    Componentes: V, S, M (uma gota de sangue)
    Duração: Concentração, até 1 minuto
    Até três criaturas, à sua escolha, que você possa ver dentro do alcance, devem realizar um teste de resistência de Carisma. Sempre que um alvo que falhou nessa resistência realizar uma jogada de ataque ou um teste de resistência antes da magia acabar, o alvo deve rolar um d4 e subtrair o valor rolado da jogada de ataque ou teste de resistência.
    CD: 13


    ZOMBARIA VICIOSA (página 289)
    Truque de encantamento
    Tempo de Conjuração: 1 ação
    Alcance: 18 metros
    Componentes: V
    Duração: Instantânea
    Você libera uma série de insultos atados com encantamentos sutis numa criatura que você possa ver, dentro do alcance. Se o alvo puder ouvir você (apesar de não precisar compreende-lo), ele deve ser bem sucedido num teste de resistência de Sabedoria ou sofrerá 1d4 de dano psíquico e terá desvantagem na próxima jogada de ataque que ele fizer antes do final do próximo turno dele.
    O dano dessa magia aumenta em 1d4 quando você alcança o 5° nível (2d4), 11° nível (3d4) e 17° nível (4d4).

    Obsservador efetuou 1 lançamento(s) de dados (d4.) :
    4

    AVCastello
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 6
    Reputação : 0

    Re: Dungeon

    Mensagem por AVCastello em Ter Nov 27, 2018 6:26 pm

    Desculpa galera, parece que não saiu as rolagens direito
    segue certinho agora:

    Rolagem de dados:


    Jogada de ataque mágico (1d20+4 - alcance: 9m)
    AVCastello efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    11


    Caso acerte, jogada de dano: 1d8
    AVCastello efetuou 1 lançamento(s) de dados (d8.) :
    6

    rhsdc3
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 13
    Reputação : 0

    Re: Dungeon

    Mensagem por rhsdc3 em Dom Dez 02, 2018 9:27 pm

    O anão estava surpreso com o atual curso da batalha.
    - Quem diria uma sangue ruim luta tão bem quanto um anão.
    Exclamava o barbudo com martelo de guerra e escudo em punhos. Porem com um sorriso no rosto e olhos vidrados Rurik larga seu escudo e segura seu martelo com as duas mãos.
    - Vou mostrar para vocês como um anão de Rumnaheim luta!

    Eu uso uma ação bonûs para ativar minha habilidade Retornar Folêgo.
    RETOMAR O FÔLEGO:
    Descrição:
    Você possui uma reserva de estamina e pode usá-la para proteger a si mesmo contra danos. No seu turno, você pode usar uma ação bônus para recuperar pontos de vida igual a 1d10 + seu nível de guerreiro.

    Uma vez que você use essa característica, você precisa terminar um descanso curto ou longo para usá-la de novo.
    Rolagem de Dados: rhsdc3 efetuou 1 lançamento(s) de dados (d10.) :
    8
    + 1

    O anão Rurik ataca o Lobo Atroz com seu martelo de guerra.

    Ataque com o Martelo de Guerra:

    Ataque (1d20 +7): rhsdc3 efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    5
    Dano ( 1d8 +3 + 2 Pela habilidade estilo de luta: Duelismo) rhsdc3 efetuou 1 lançamento(s) de dados (d8.) :
    3
    Se Crítico: Dano ( 1d8 +3 + 2 Pela habilidade estilo de luta: Duelismo) rhsdc3 efetuou 1 lançamento(s) de dados (d8.) :
    7

    Duelismo:
    Quando você empunhar uma arma de ataque corpo-a-corpo em uma mão e nenhuma outra arma, você ganha +2 de bônus nas jogadas de dano com essa arma.
    Odin Aesir
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 41
    Reputação : -1

    Re: Dungeon

    Mensagem por Odin Aesir em Seg Dez 03, 2018 9:32 pm

    03/12/18

    Primeira Semana de Dezembro

    Posicionamento em combate da esquerda para direita em linha.

    Valerian, Paladino, meio-elfo
    Ivor, Patrulheiro, humano
    Myev, Bárbara, meio-orc
    Rurik, guerreiro, anão
    Dimble, Ladino, gnomo
    Ravi, Monge, humano
    Janjão, Mago, humano
    Petrus, Bardo, meio-elfo

    Finalizando a Rodada da quarta semana de Novembro

    Resultado dos ataques dos monstros nos aventureiros

    Goblins vs Myev, erra o ataque.
    Lobo atroz, erra o ataque em Myev.
    Goblin vs Janjão, causa 7 pontos de dano, Janjão está com 1 ponto de vida.

    Resultado dos ataques dos aventureiros nos monstros:

    Janjão acerta o ataque e mata o goblin
    Dimble acertou o lobo atroz e causou 9 pontos e dano.
    Valerian, obtém sucesso no teste de resistência contra a morte e estabiliza.
    Myev acerta o ataque e mata o goblin
    Gesh acerta a chama no lobo atroz e causa, 6 pontos de dano.
    Rurik recuperou 9 pontos de vida.
    Rurik acerta o ataque e mata o lobo atroz.

    Fim da rodada da quarta semana de novembro.

    Inicio da primeira semana de Dezembro.

    Para os pesonagens dos jogadores.

    Vocês conseguiram eliminar todos os goblins, os lobos, e o líder deles Klarg o Bugbear.

    Sildar Hallwinter.

    - Bravos aventureiros, não há palavras para agradecer-lhes. Meu amigo, Gundren Buscapedra e eu fomos pegos de surpressa pelos goblins, fomos emboscados, amarrados e trazidos para este esconderijo.

    Para os jogadores:

    Os três irmãos Buscapedra (Gundren, Tharden e Nundro) recentemente encontraram a entrada da perdida Caverna Onda Eco, local das minas do Pacto de Phandelver

    Mais de quinhentos anos atrás, clãs de anões e gnomos fizeram um acordo conhecido como o Pacto de Phandelver, no qual eles iriam dividir uma rica mina em uma surpreendente caverna conhecida como Caverna Onda de Eco. Em conjunto com sua vasta quantidade de minerais, a mina continha grandes poderes mágicos. Conjuradores humanos se aliaram com os anões e os gnomos para canalizar e selar aquela energia em uma grande forja (chamada de Forja das Magias), onde itens mágicos podiam ser criados. Os tempos foram bons, e a vila de humanos próxima chamada Phandalin prosperou junto. Mas então um desastre ocorreu quando orcs vieram do Norte e devastaram tudo em seu caminho.

    Uma poderosa força de orcs em conjunto com magos mercenários malignos atacou a Caverna Onda Eco para roubarem suas riquezas e tesouros mágicos. Magos humanos lutaram junto com seus aliados anões e gnomos para defender a Forja das Magias, e a batalha mágica que ocorreu destruiu grande parte da caverna. Poucos sobreviveram aos desmoronamentos e tremores, e a localização da Caverna Onda Eco foi perdida.

    Klarg, o bugbear que lidera os goblins, tinha ordens de espionar Gundren. Sildar ouviu dos goblins que o Aranha Negra mandou que o anão fosse levado até ele. Sildar não sabe quem ou o que o Aranha Negra é.

    Gundren tinha um mapa com a localização da Caverna Onda Eco, mas os goblin o levaram quando o capturaram. Sildar acredita que levaram o mapa até o chefe dos Dentefino em um lugar chamado Castelo Dentefino. Sildar não sabe onde fica, mas sugere que alguém em Phandalin saiba

    O contato de Sildar em Phandalin é um humano mago chamado Iarno Alberk. O mago viajou há dois meses para estabelecer ordem lá. Depois da Aliança dos Lordes não receber noticia dele, Sildar resolveu investigar.

    Para os personagens dos jogadores:

    Vocês caminham até a pilha de roubo dos goblins, nela, vocês encontram diversas provições roubadas de carroças dos aldeões

    Sildar Hallwinter, dirige a palavra a vocês.
    - Meus salvadores, por favor, me escoltem até Phandalin, e lhes pagarei quando chegarmos lá.

    Vocês buscam a carroça que aviam deixado fora da caverna escondida, levam todas as provições resgatadas da caverna até a carroça. Klarg tem um baú que contém 600 pc, 110 pp, duas poções de cura e uma estatueta de jade de um sapo com pequenos orbes de ouro como olhos (40 po). A estatueta de sapo é pequena o sufi ciente para caber em um bolso ou algibeira.

    Para os jogadores:

    Valerian, Paladino, meio-elfo, ganhou 300 pontos de experiência e foi para level 2.
    Ivor, Patrulheiro, humano; ganhou 200 pontos de experiência
    Myev, Bárbara, meio-orc; ganhou 300 pontos de experiência e foi para o level 2.
    Rurik, guerreiro, anão; ganhou 100 pontos de experiência
    Dimble, Ladino, gnomo, ganhou 300 pontos de experiêcia e foi para o level 2.
    Ravi, Monge, humano; morreu durante o combate contra Klarg
    Janjão, Mago, humano; ganhou 150 pontos de experiência
    Petrus, Bardo, meio-elfo; ganhou 150 pontos de experiência
    Gesh; ganhou 50 pontos de experiência.

    Vocês rumam até Phandalin:

    A trilha esburacada sobe por uma colina arborizada e vocês tem sua primeira visão de Phandalin. A vila consiste de quarenta ou cinquenta simples construções, algumas construídas sobre fundações de pedras antigas. Mais ruinas antigas – muros de pedra em ruínas cobertos de hera e espinheiros – cercam as novas casa e lojas, mostrando que isso deve ter sido uma vila bem maior tempos atrás. A maioria das novas construções está do lado das ruas de tráfego, o que se amplia em uma barrenta rua principal no que segue subindo até uma mansão em ruinas numa colina ao leste da cidade. Conforme se aproximam, observam crianças brincando na grama e trabalhando ou realizando entregas nas lojas. Algumas pessoas olham quando vocês se aproximam, mas todas retornam ao que estavam fazendo quando vocês passam.

    Sildar parece muito mais aliviado.
    - “Meus amigos”, ele diz, “vamos procurar uma hospedagem. Falaram-me que a estalagem local é bem exótica”.

    Vocês podem visitar os seguintes locais:

    Barthen Provisões.
    Transações Escudo Leão.
    Estalagem Stonehill. - Taverna

    Regra da casa, somente 2 personagens de jogadores podem ir para cada localização, depois de 2 já terem ido para uma os outros terão que ir para a outra. No final do dia para dormir vocês todos se encontram. No final todos se encontram em um quarto na Estalagem Stonehill, para dormirem.

    Não existem turnos de 6 segundos, são tempos de interpretações, com tempo livre. Mas somente 1 post por personagem.

    Que comece a Rodada. Lembrando, cada jogador que postar, seu turno acontece imediatamente, o jogador que postar depois do outro, tem sua ação acontece depois da ação do post acima.
    AVCastello
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 6
    Reputação : 0

    Re: Dungeon

    Mensagem por AVCastello em Ter Dez 04, 2018 10:30 am

    Aliviado por ter chegado a tempo e participado do combate, Gesh gasta suas magias de cura preparadas e se adianta em curar os aliados necessitados, e os anões, caso necessário. Faz uma referência druídica natural de passagem em homenagem ao monge falecido. Não demonstra nenhum interesse nos itens encontrados,e opina que as poções devem ser usadas por aqueles que mais necessitarem, e caso não havendo mais necessidade, devem ser guardadas por aqueles que mais correm riscos pelo grupo. Feliz em sair dali, durante a viagem, o Draconito presta auxílios (magias de cura, se preciso) enquanto conhece melhor os integrantes do grupo, com interesse em suas histórias e respondendo questões sinceramente.
    Ao chegar no destino, acompanha os demais até o ponto de separação, e apresenta uma vontade distinta das opções na cidade: checar o perímetro selvagem, o estado dos animais e da natureza na região. Não se importa em ser acompanhado, caso haja a vontade de alguém.

    Passa o tempo restante do dia avaliando o estado e a diversidade da vegetação, do clima e da fauna da região. Realiza sua perícia de Natureza para isso, e em busca de alguma matéria prima digna de ser coletada e trabalhada com suas habilidades de herbalismo. Além disso, busca uma amizade animal, alguma criatura capaz de ser adestrada e capaz de sobreviver e acompanhar Gesh em suas aventuras. Após achar e selecionar, usa de suas magias e de sua proficiência em adestrar, além de uns pedaços de carne conservada, para convencer o animal à acompanhá-lo.

    Com ou sem sucesso, o Druida volta para a taberna ao anoitecer, socializa com os demais do grupo, toma os cuidados pessoas necessários (e os do animal caso bem sucedido anteriormente), e descansa em um quarto alugado na taberna.

    OFF:

    Magias preparadas:
    -Curar Ferimentos
    -Amizade Animal
    Usado no dia, primeiro contato com animal selecionado - Alvo Ideal: Animal capaz de combate (se possível, inteligência 3, que não seja peçonhento e de preferência solitário, ou talvez um que, por algum motivo, esteja sem grupo.
    Obs.: Carne usada no processo (componente material)
    -Falar com Animais
    Usado no dia, segundo contato com o animal (10 min de conversa) - Assuntos: Se o animal se sente bem, locais e monstros percebidos na região ontem e hoje, e se ele gostaria aprender truques e me acompanhar em uma aventura (esse último, o favor da magia poderia ser usado pra isso).

    Perícias usadas:
    -Natureza:
    Objetivo: Encontrar matéria prima para herbalismo, e suprimentos naturais, além de checar o estado da fauna e flora.
    -Adestrar Animais:
    Objetivo: Adquirir simpatia e ensinar o animal a acompanhar. Não achei a descrição dos possíveis resultados da perícia, mas o objetivo é começar a treinar um animal para ser um companheiro, e ensinar truques para dentro e fora de combate.

    Rolagens de dado:

    Natureza  1d20+3
    AVCastello efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    14

    Adestrar Animais 1d20+2
    AVCastello efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    4

    Gostaria também de passar os momentos em viagem atento aos caminhos tomados e os trajetos, e tentar reproduzir os trajetos em linhas em um livro que busco realizar mapas. Não tenho proficiência mas gostaria de tentar mesmo assim, se possível.

    hello
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 954
    Reputação : 6

    Re: Dungeon

    Mensagem por hello em Ter Dez 04, 2018 9:10 pm

    Dimble com esforço ouve o irmão, ele realmente quase perdeu sua vida, não foi a primeira e provavelmente não seria a última vez que isso aconteceria, mas realmente, quanto menos, melhor. Ele se senta na frente da pilha, após colocar umas tiras de roupa em seus ferimentos para parar o sangramento, ele começa a catar virotes para besta ou alguma coisa de interessante que possa usar(tipo um kit de arrombamento).
    Ele sente uma tristeza pela saída do clérigo, agora só ele sabia levar a carruagem, não só mais trabalho, mas principalmente a perda daquele companheiro que conversava constantemente enquanto ambos ficavam na frente revezando o movimento da carruagem, não só isso, a dor no seu braço era grande, ele tomou 2 golpes de 2 goblins distintos na mesma região, a sorte era que estava melhorando rapidamente com ajuda do druida e sua constituição acima da média, assim ele seguiu a viagem.
    Chegando lá ele já estava melhor, seu braço não doía mais apesar de coçar um pouco, ele que estava calado(algo realmente incomum) voltou a falar gradualmente com o passar do tempo e parecia normal agora, com seu otimismo de volta à ativa ele fala:
    -Vou para a taverna, não tínhamos isso de onde eu vim, era apenas uma bebida casualmente junto com comida em um restaurante mais formal, mesmo assim sempre ouvi sobre esses locais pelos viajantes, alguém gostaria de me acompanhar nesse ambiente? Gostaria de alguém para me ensinar as tais "regras da bebedeira" que ouvi falar, se não me engano era algo do tipo: beba até não aguentar, nunca pague bebida para outra pessoa a não ser que queira ficar pobre, coisas desse tipo.
    Pimr88
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 15
    Reputação : 0

    Re: Dungeon

    Mensagem por Pimr88 em Qua Dez 05, 2018 9:51 am

    Após ter sido feito cativo Petrus se vê tão agradecido quanto Sildar por ter sido encontrado e salvo. A batalha fora agourenta e o jovem meio-elfo não tivera um grande desempenho além do mágico mas fica satisfeito por somente ter sofrido escoriações do maldito goblin.
    Ele acompanha a trupe animado por ter a oportunidade de compartilhar os espólios da caverna, fato que deixa claro criando uma canção sobre a aventura durante o trajeto até Phandalin enquanto seus novos companheiros averiguam e dividem os espólios encontrados. Entre um verso mal feito e outro de conserto participa da conversa abertamente com todos, esquivando-se apenas sobre perguntas pessoais - apesar de toda a experiência em grupo Petrus não é o tipo de pessoa que confia tão rápido nos outros.

    O fato dos aldeões os vigiarem com os olhares não o incomodava: estava sujo, com alguns ferimentos leves e os demais também não estavam dos melhores. Seria estranho se o povo daqui não lhes desse atenção mesmo que por um breve momento.
    Ao ouvir o companheiro Dimble se referindo à taberna, concorda com ele



    --Eu lhe acompanho Dimble! Exótica ou não, preciso de um banho e uma boa bebida depois dessa aventura! Estou péssimo! *diz em resposta ao convite de Sildar e logo acrescenta* --Certamente posso lhe ensinar os costumes de uma taberna! Quem mais nos acompanha?

    Sayd
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 942
    Reputação : 36

    Re: Dungeon

    Mensagem por Sayd Ontem à(s) 12:40 pm

    Após recuperar a consciência eu agradeço aos companheiros que ajudaram a me curar. Proponho que o dinheiro encontrado seja dividido entre os aventureiros e que alguém fique responsável por guardar as poções de cura e a estatueta de ouro. Faço uma oração pelos mortos e sigo viagem, conversando com os companheiros.

    Chegando à cidade, não tenho muito interesse de ir à taverna, caminho um pouco pelas ruas e acabo indo parar no Transações Escudo Leão. Não tenho muito dinheiro comigo, mas posso observar os itens em exposição na loja...
    Mr.Frost
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 203
    Reputação : 3

    Re: Dungeon

    Mensagem por Mr.Frost Ontem à(s) 4:50 pm






    Feliz ela ficou ao ter o corpo dos Goblins e do Lider em sua mão, verificou todos os corpos, procurando coisas de valor, como espadas, escudos, armaduras e tudo o que pudesse carregar, ou arrastar, para vender posteriormente na cidade.

    - Ótima Diversão Meninos... Ótima diversão... HAHAHAHAHAHA... Vamos repetir isso outra vez –

    Ria enquanto carregava seus pertences e se fosse necessário os corpos dos que ficaram para trás para serem enterrados, ela era Meia-Orc e não uma brutamontes qualquer, assim que chegasse na cidade iria em direção as Transações Escudo de Leão, tentando puxar assunto com o companheiro de viagem, (personagem do Sayd que acredito ser o Valerian) falando bastante.

    - Você quase não voltou vivo... Haha... Me chamo Myev, não pude me apresentar da ultima vez. Vamos ver o que tem para comprar e vender (caso tenha equipamentos para vender). –
    Odin Aesir
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 41
    Reputação : -1

    Re: Dungeon

    Mensagem por Odin Aesir Hoje à(s) 2:17 am

    11/12/18

    Segunda Semana de Dezembro.

    Gesh, você encontra alguns carvalhos pela area florestada ao redor da cidade. O terreno é parcialmente planificado, com o inicio de formações rochososas. Os animais são javalis selvagens, porcos selvagens, lebres e coelhos, bois e vacas, criados em fazendas e galinhas e porcos em fazendas.

    Dimble e Petrus:

    Estalagem Stonehill
    No centro da vida, fica uma grande e recém-construída hospedaria de pedra bruta e madeira rustica. A sala principal é repleta de pessoas bebendo cerveja ou cidra, todos olhando vocês com curiosidade.

    Preço da diária da estalagem modestas é 5 peças de prata, por pessoa, por dia.

    Esta modesta estalagem tem seis quartos para alugar
    (Sildar pegou um).

    O proprietário é um humano baixo, jovem e amigável chamado Toblen Stonehill. Ele é nativo da vila de Triboar ao leste. Veio a Phandalin para prosperar, mas logo descobriu que sabia mais sobre estalagens do que sobre minerar. A nova cidade lhe ofereceu uma boa oportunidade para estabelecer. Toblen esta preocupado com os Marcarrubra que tem assolado a vila, e que o chefe da vila, Harbin Wester, não fez nada para impedilos.

    Entretanto, ele tenta não procurar por problemas, pois teme que os Marcarrubra possam se vingar em sua esposa e filhos.

    Rumores.

    Gastando um tempo na sala principal e conversando com o pessoal da vila, podem surgir boas pistas para explorar a cidade. PDMs presente na
    Estalagem Stonehill e os rumores que passam incluem:

    • Narth, um velho fazendeiro: “A Irmã Garaele, que cuida do Santuário da Sorte, recentemente deixou a vila por uns dias, e depois retornou toda machucada
    e exausta”.

    • Elsa, uma garçonete fofoqueira: “Daran Edermath, o dono do pomar, é um ex-aventureiro”.

    • Lanar, um mineiro: “Assaltantes Orcs foram vistos na ponta leste da Trilha Triboar. O chefe da vila está procurando por alguém para fazê-los ir embora”

    • Trilena, a esposa do dono da estalagem: “Thel Dendrar, um marceneiro local, enfrentou os Marcarrubra há dez dias quando eles foram à sua loja e mexeram com sua esposa. Os bandidos o mataram. Várias pessoas viram isso acontecer. Os Marcarrubra levaram seu corpo, e agora sua esposa, fi lho e filha estão desaparecidos também”

    • Pip, filho mais novo de Toblen: “O filho da Qelline Alderleaf, Carp, disse que encontrou um túnel secreto na floresta, mas os Marcarrubra quase o pegaram”

    • Freda, uma tecelã: “Os Marcarrubra atormentam todos os negócios a vila, exceto pelo Cambio de Minério de Phandalin. Eles não querem encrenca com Halia Thronton, que os comanda”

    Estas pistas devem apontar as oportunidades para os aventureiros. Adicionalmente, qualquer PDM na estalagem pode dizer que os Marcarrubra frequentam a taverna Gigante Adormecido no lado leste da vila – e os bandidos são encrenca.

    Para Valerian e Myev

    Transações Escudo Leão

    Pendurado na porta da frente deste modesto posto de troca está uma placa em formato de escudo de madeira com um leão azul pintado nela.

    Este prédio pertence aos Escudo Leão, uma companhia mercante estabelecida na cidade de Yartar, a 160 km para o leste. Eles enviam bens para Phandalin e outros pequenos estabelecimentos na região, mas este posto tem sido atingido duramente pela bandidagem. A ultima caravana da Escudo Leão nunca chegou em Phandalin (Foi atacada e sua carga capturada pelos goblins Dentefino).

    O chefe deste posto em Phandalin é uma mulher humana de língua afiada com trinta e cinco anos, chamada Linene Vento cinza. Ela sabia que bandidos tem atacado as caravanas da Escudo Leão, mas não sabe quem são os responsáveis. Na sala de traz, Linene mantem um suprimento de armaduras e armas, de tudo um pouco estão a venda para compradores interessados

    Linene tem poucos escrúpulos, entretanto, ela não vai vender armas para alguém que considere ser uma ameaça a vila. Entre aqueles que ela se recusa a negociar estão
    os Marcarrubra. Ela adverte os personagens que os bandidos são perigosos e avisa para que evitem a taverna Gigante Adormecido.

    Atenção: vocês recuperarm os tesouros no esconderijo dos Dente Fino, e trouxeram as provisões de volta, elas pertenciam a Transações Escudo de Leão. Vocês aceitam devolver os produtos e recebem 50 PO como compensação pelo resgate. Tanto Myev como Valerian, poderão gastar diretamente 25 PO nesta loja.

    (Veja preços em “Equipamento de Aventura” no livro de regras).

    Para os jogadores:

    Vocês todos se encontram na Estalagem Stonehill, dormem, recuperam todos os pontos de vida, ferimentos. Se alimentam corretamente.

    Sildar por sua vez, dá a cada um de vocês 5 Peças de ouro. O grupo negocia os tesouros conquistados na caverna dente fino, e cada membro do grupo ganha outros 5 peças de ouro.

    Menos Dimble que recebe de Sildar, 25 peças de Ouro.

    Cada membro do grupo tem em suas mãos 10 peças de Ouro.

    Valerian
    Dimble
    Myev

    Possuem cada um 35 peças de ouro para gastar.

    Nesta etapada, cada jogador pode escolher um local mencionado na Estalagem Stonehill para visitar

    Que comecem os turnos!
    Obsservador
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 277
    Reputação : 7

    Estalagem Stonehill com Dimble

    Mensagem por Obsservador Hoje à(s) 8:40 am

    Petrus acompanha Dimble até a recém construída taberna. Após negociarem com o taberneiro humano Toblen Stonehill o custo de suas hospedagens ele sobe para um banho e para trocar suas roupas, sentia-se imundo e fedorento - o que não lhe agradava.
    Após alguns minutos ele desce até o salão principal para usufruir de um pouco do conforto da civilização, estivera por um bom tempo na estrada e depois cativo - sentia-se merecedor de um pouco de conforto no salão principal.
    Devido ao seu alto carisma, entre uma cerveja e outra, logo descobriu diversos rumores locais. Inclusive um possível novo trabalho para todo o bando.
    Ao reencontrar Dimble na taberna convida-o para uma mesa mais reservada aos cantos para somente então comentar com o mesmo em um tom mais baixo




    -Meu camarada! Há muita coisa acontecendo por aqui, creio que teremos um trabalho já de imediato! *diz em um tom baixo porém até um pouco animado todas as coisas que descobrira* -Apesar de os assaltantes na ponta leste da Trilha Triboar me parecer ter um pagamento imediato do chefe da vila, não deixo de me preocupar com o fato de que a esposa e o filho do marceneiro estão desaparecidos...*dá uma olhada aos arredores para averiguar se ninguém esta prestando demasiada atenção à conversa dos dois e então continua* -...devido ao confronto com os Macarrubra.*levanta um dedo em exclamação* -Mas, talvez ainda estejam vivos!!!

    *O meio-elfo deixa o companheiro assimilar toda a conversa antes de continuar* --Vamos tentar descobrir mais sobre esse grupo, creio que todos irão se interessar em resolver a situação. *Dito isto ele procura uma boa fonte de informações garantida em toda taberna: o taberneiro; para saber mais sobre os tal Macarrubra. Petrus toma o cuidado necessário para averiguar qual a posição do taberneiro em relação aos mesmos e até se haveria algo que ajudasse o mesmo a abrir o bico (talvez ele queira algumas moedas a mais ou sinta que possa lucrar algo com a queda do bando dos bandidos ou até mesmo se ressinta com algo em relação) antes de fincar suas unhas nas reais informações que deseja (Quem são? O que querem? Se alguém além da família do marceneiro já os enfrentou e sobreviveu? Se possuem efetivo mágico consigo? Por que as autoridades não intervém? etc.).

    Carisma+5 caso decida ser necessário já vou adiantar.
    Obsservador efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    9
    Conteúdo patrocinado


    Re: Dungeon

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Dez 11, 2018 8:56 am