Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    A caça ao gato.

    Claude Speedy
    Adepto da Virtualidade
    Claude Speedy
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1776
    Reputação : 32

    A caça ao gato. - Página 5 Empty Re: A caça ao gato.

    Mensagem por Claude Speedy em Qua Mar 13, 2019 1:42 pm

    -Não tenho escolha, morcego - respondo suspirando levemente alivado - Eu até gostaria de acompanhar o garoto Balthazar, certamente ele é um grande guerreiro, mas precisa do conselho de alguém mais experiente. Porém temo pela segurança de ambos os territórios. Na minha visão estão conspirando contra ambas as casas. - Comento ao receber o aperto de mão de Bruce - Temo que seja a única saída possível e infelizmente o sacrifício dessa jovem e o descaso de quem lhe tirou a vida talvez possa ser a saída para não haverem mais mortes e para que ela também seja vingada.


    Ajudo piedosa e gentilmente a colocar o corpo da garota na carroça, enquanto tento acalmar os garotos, especialmente Ragnar e Zarin

    -Acalmem-se. Eu também não creio que podemos confiar no que quer que Balthazar foi fazer, como notou os cavaleiros locais são violentos com o povo. Porém creio que é melhor que mesmo alguém como ele vá ter com o Tio de Cedric para saber mais informações do que o caso seja abandonado, infelizmente minha preocupação com vocês é tamanha que eu não ousei questionar que informações Balthazar busca, mas imagino que sejam suspeitos do assassinato... Por hora temos de ir até o castelo, juntos temos uma chance de resolver essa confusão toda e responsabilizar os cavaleiros pela morte de Kobe. Sinto por ele... Eu por pouco não ataquei aqueles homens, mas certamente eu teria morrido também.

    As palavras do Morcego soam cheias de empolgação e afetamento típicos da nobreza. Mas por mais que eu odeie admitir inclusive para ele, esse homem mimado é a única chance de pararmos um conflito que alguém esta querendo iniciar. Não sei se um casamento em si, mas ampliar os cortejos possam evitar isso. Então resolvo ser atencioso em responder todas as perguntas, porém seletivo em minhas respostas. Como tenho sido até agora para conseguir a confiança deles.

    -Na verdade eu fui próximo da mãe de Naehrys, trabalhei mais ajudando o jovem Robin nas caças e buscas ao redor da cidade. Não posso dizer que sou um servo direto deles, mas conheço todos os em destaque mais do que um simples apanhador de sanguessugas para fins curativos poderia saber. Eu vim de Essos. Aliás, sou melhor ajudando a me esgueirar por entre as presas, do que as usando que as caçando. Eu sempre contei com o conhecimento de Robin sobre a região, tenho vivido na cidade há um bom tempo e tenho ido à fortaleza apenas levar caça. Vejo pouco a donzela, em raros momentos de pronunciamentos. Já nunca vi seu pai Brandon

    Os suspiros silenciados de Ragnar por Jarden eram em seguidos de mais motivação da parte de uma admiração pelo cavaleiro de arma escura.

    Talvez seja de ébano. Li que é uma madeira negra como carvão Comento tentando me lembrar o que eu sabia sobre John Darkblade... E guardando essa memória para mim.-
    nunessoares
    Cavaleiro Jedi
    nunessoares
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 172
    Reputação : 0

    A caça ao gato. - Página 5 Empty Re: A caça ao gato.

    Mensagem por nunessoares em Sex Mar 22, 2019 7:44 pm

    -Ébano ? Haha - Bruce solda uma gargalhada espontânea - Não acredito que um homem vá para uma luta com uma espada de madeira, ou seria ela apenas um simbolo? É comum cavaleiros criarem mitos sobre si mesmos para espalhar seu nome com mais facilidade. Seria John desse tipo? - A noite já tomava o mundo a essa altura e o céu era um deserto negro salpicado de estrelas brilhantes - Lord Brandon é um homem adorável pela nobreza da região. Você sabe que nossas casas já lutaram juntas? Foi uma guerra curta, mas com muita tensão envolvida. Na ocasião Brandon uniu-se a Lord Rickar Tollett, pai de Uthor Tollett, atual senhor de Vale Cinzento, afim de se rebelarem contra os Royce. A intenção era que a casa Goldwing e Tollett saísse dos domínios Royce e passassem a responder direto aos Arryn de Ninho da Águia. Foi apenas uma batalha e ocorreu sob as sombras das muralhas de Pedraruna. Rickar liderava o exercito rebelde enquanto Brandon que nunca foi um guerreiro preparava o envio de reforços e suprimentos para um possível cerco, o que não aconteceu. Lord Yohn Royce saiu de sua fortaleza com seu exercito para ter com os rebeldes no cambo de batalha. Dizem que a batalha começou pela manhã e terminou ao anoitecer, os rebeldes foram subjugados e Rickar capturado. Lord Royce julgou Rickar como culpado por liderar a rebelião e o executou por traição, enquanto Brandon foi polpado e esquecido. Alguns chamaram a guerra de a Rebelião Tollett, outros de a Rebelião de Brandon. No final nunca saberemos quem de fato estava por trás.

    O Volga nasce nas montanhas ao norte atrás de Pena de Ouro, é largo, feroz e suas águas de um azul escuro tenebroso. Ramificava-se em três menores rios, o Rio do Ouro, Rio da Prata e o Rio Silencioso.

    -Dizem que essa donzela de Pena de Ouro, Naehrys, é a mais linda do Vale. Poderíamos abrir o jogo pra ela, o que acham? -Zarin sugere.
    -Ideia duvidosa - Comentava Bruce - Ela ainda é jovem e pode não saber lidar com a situação.
    -Talvez ela nos jogue em uma masmorra - Diz Jarden.
    -Ou talvez nos ajude e nos liberte, o que acha Gaspar? - A expressão de Zarin é de entusiasmo e confiança.
    Claude Speedy
    Adepto da Virtualidade
    Claude Speedy
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1776
    Reputação : 32

    A caça ao gato. - Página 5 Empty Re: A caça ao gato.

    Mensagem por Claude Speedy em Sex Mar 22, 2019 10:19 pm

    Era minha intenção fazer Bruce rir, um morcego risonho apaga de si seus próprios radares. Bem sei que a nobreza é cheia de ganância e talvez o Lorde da lâmina de metal seja de fato alguém para se ter precauções para lidar, conforme ele me fala de seus feitos herdados e de como Rickar foi morto e Brandon escapou e penso como são arbitrários os ajoelhadores em seus hábitos de liderança e julgamento. Punindo por cruel futilidade quem convém conforme o poder em suas mãos se concentra. E é nisso que vejo não posso vacilar com ele, ou com a Lady.

    Eu preciso cumprir minha promessa e saber objetivamente se a jovem estará segura.
    Sinceramente não sei se o morcego é um bom partido para ela, mas no atual momento talvez seja o único modo de evitar maiores tragédias.

    -Escute, Bruce e Jarden, meu caro Zarin. Vamos nos focar na ajuda para investigar a morte dessa jovem, esqueçam o ocorrido na caçada por enquanto, eu irei falar com os cavaleiros e Robyn e verificarei onde estão alojados. A partir disso, só então, vocês poderão aparecer e dar suas explicações se necessárias. Mas tendo em vista o tumulto que esta se aglomerando, creio que seja difícil que a prisão de vocês seja lembrada. Os cavaleiros devem estar ocupados com as revoltas. É nisso que vamos trabalhar para que mais do que suas condenações sejam perdoadas, elas sejam na verdade ignoradas. Agora... Me digam... Quem exatamente atribuiu aquela distância em que vocês estavam caçando como terra dos Tollet? Eu creio que é provável que alguém os tenha induzido a se afastar para começar uma contenda. Alguém quer que os Royce e Tollet entrem conflito para controlar a ambos mais facilmente. Ou vocês meramente se perderam? Sinceramente eu não sei exatamente até onde determinadas terras vão, mas tenho por certo que tal engano não merecia o rigor que os cavaleiros empregaram... Mas fiquemos todos em silêncio, seremos apenas uma humilde comitiva sob a liderança de Sir Bruce. Só assim poderemos descobrir o que esta havendo, pois desconfio de um plano para desestabilizar a Lady. Creio que para impedir isso, Sir Bruce poderá ajudar. Com sorte vocês saem disso tranquilamente.


    Enquanto seguimos pelo caminho em direção ao castelo, eu passo por perto das águas indiferente a toda beleza daqueles três rios ansioso em encontrar a filha de minha falecida amada e tentar intervir na trama que se desenha.
    nunessoares
    Cavaleiro Jedi
    nunessoares
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 172
    Reputação : 0

    A caça ao gato. - Página 5 Empty Re: A caça ao gato.

    Mensagem por nunessoares em Sex Mar 29, 2019 3:08 pm

    -Talvez Robin já tenha chegado e dado o relatório - Diz bruce - Quando notarem que você ainda não chegou é provável que montem um grupo de busca. Talvez Naehrys já saiba de tudo .

    - Eles eram três e os selvagens muitos. Espero que tenham morrido - Jarden praguejava - Os sete cobra o preço. Fomos mortos e espancados a troco de nada. O Véu de Prata é dos Tollett, vocês que não deveriam estar naquelas terras.

    -Lembro que Robin havia dito que o Véu de Prata era Goldwing - Zarin lembrava - Sobre informações da caçada Gaspar, não sabemos de nada, apenas Kobe sabia dos detalhes.

    -De fato, o Véu de Prata é Tollett e todos em Vale cinzento sabem disso. E se Robin e os cavaleiros estiverem de fato mortos, nós temos alguma chance. Caso contrario acho difícil que eles não falem - Dizia Bruce.

    O grupo avista na beira da estrada uma pequena multidão formada ao redor de uma mulher em cima de um caixote velho. Ela segura uma tocha na mão esquerda enquanto discursa palavras sobre um deus vermelho.

    - A guerra é travada desde o começo do tempos, e, antes de chegar ao fim, todos os homens devem escolher de que lado se encontram. De um lado está R'hllor, o Senhor da Luz, o Coração de Fogo, o Deus da Chama e da Sombra. Contra ele ergue-se o Grande Outro, cujo nome não pode ser pronunciado, o Senhor das Trevas, a Alma do Gelo, o Deus da Noite e do Terror - A voz da mulher é firme e intuitiva. Um grande rubi parece pulsar com esplendor próprio em um colar preso em seu pescoço. Seu cabelo é castanho, sua pele branca e os lábios carnudos. Carrega traços delicados e uma bochecha levemente ruborizada.

    -Isso é um problema - A expressão de Bruce mesclava-se entre irritado e preocupado. O cavaleiro se aproxima, passando por entre o aglomerado de pessoas gritando - Pare mulher! É proibido o culto a deuses menores em todo o Vale! Apenas os sete é a verdade!.

    -Não existe sete deuses, nem 5 ou três, apenas dois, cavaleiro tolo! - A mulher contra atacava - O que escolhemos é a morte ou vida. A escuridão ou a luz - O povo ao redor mostrava-se fascinados com a mulher. Alguns sussurravam ''sim'' ou ''vida'', enquanto outros fazia sinal de positivo com a cabeça. Bruce nota que estava cercado e o povo parecia não estar do seu lado, alguns carregam tochas e outros tridentes de fazenda ou foices.


    -Faça algo Gaspar, tire-o de lá - Implorava Ragnar

    A mulher
    Spoiler:
    A caça ao gato. - Página 5 0e1e4a11
    Claude Speedy
    Adepto da Virtualidade
    Claude Speedy
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1776
    Reputação : 32

    A caça ao gato. - Página 5 Empty Re: A caça ao gato.

    Mensagem por Claude Speedy em Sex Mar 29, 2019 10:10 pm




    Deuses...



    A caça ao gato. - Página 5 Latest?cb=20170130033714

    Só há um Deus: A Morte.

    O som das pessoas disputando dizem que os deuses verdadeiros são os sete me fazem pensar quantos conflitos podem estar eclodindo, também penso se a jovem pregadora...

    Seria ela sincera sobre suas crenças? Elas me rementem aos deuses que eu ouvia falar nas ruas de Lys.  Mas eu comparei sempre com o medo da Morte...Em Braavos isso era bem explicito. As terras de Essos veem a morte como único deus verdadeiro e a liberdade é questiona-la. A morte... O fogo, a luz... tudo isso nos deixa cego em excesso.

    Quando Ragnar implora que eu intervenha...
    Eu resolvo aceitar a proposta.
    Mas é claro, sem perder os jovens de vista.

    -Bruce, chame atenção da multidão, diga que os Sete sãos verdadeiros deuses e comece a falar qualquer coisa sobre ele! Vocês protejam Bruce! Saquem suas espadas e as levantem, chamem atenção enquanto eu vou salvar a moça...

    Não tenho paz. Será que ela esta envolvida na desarticulação da região?

    Peço para eles chamarem atenção, enquanto eu sorrateiramente me esgueiro pela multidão, aproveitando do barulho do metal de Bruce e aguarro a garota pela cintura e comento em seu ouvido.

    -Jovem, se quiser pregar seja lá o que você quiser pregar novamente, é bom fazer uma pequena pausa estratégica por hoje...

    Tento convence-la que não é saudável continuar falando, mas que não sou contra ela defender a fé dela seja qual for.


    Conteúdo patrocinado


    A caça ao gato. - Página 5 Empty Re: A caça ao gato.

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Abr 20, 2019 7:34 am