Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Compartilhe
    Gelatto
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1023
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Gelatto em Qui Ago 16, 2018 2:59 pm

    As Ruínas da Torre de Xortan-Troel
       


    O sentimento de que esta seria a última noite que dormiriam calmanente revela se tratar de uma falácia. Não há sons de animais, não há sons da natureza, uma noite sem ruídos, e o sinistro som do silêncio os incomoda.

    O dia amanhece. Apesar da noite incômoda, vocês conseguiram descansar. Vocês fazem um desjejum apressado, fazem seus ritos matinais, desmontam o acampamento, e seguem viagem pela mata em direção à pequena montanha que abriga as ruínas da torre. Hayang, Dhele'anarah e Nemeia espantavam a insegurança com a ajuda do fumo provido por Elvyn Galienyr.

    Poucas horas de caminhada depois e estão aos pés da montanha. Uma estrada larga escavada na rocha leva até o cume, onde podem visualizar as ruínas que insistem em permanecer em pé. A estrada está severiamente danificada, carroças não passariam por ela, mas animais soltos podem desviar dos buracos normalmente, e é isso que vocês fazem com as mulas.

    Vocês avançam pela estrada. O lugar é quieto, abandonado, trás uma sensação de mau agouro. Não há qualquer sinal que aquela estrada fora utilizada recentemente. Concluem que o grupo que identificaram pelas pegadas no dia anterior não veio para este lugar. Eles parecem mais sensatos que vocês.

    A barda Nemeia não ousa cantarolar, nem emitir qualquer som, sua alegria rotineira dá lugar a um semblante triste e preocupado. Ela teme pelo pior.

    Estão próximos do cume quando notam que a estrada passa por baixo de um arco em forma de uma ponte. Percebem que a estrada dá a volta pelo outro lado e retorna pela ponte, em direção aos portões do pátio interno da torre. Há um caminho lateral antes do arco da ponte, deixando a estrada, e seguindo por uma escadaria danificada que leva até a entrada da torre, porém, as mulas não conseguem ir por aquele caminho.

    Há uma sensação de mal estar, de mau agouro, mas a decisão fora tomada, não há mais volta: era conquistar as ruínas da torre de Xorta-Troel ou serem conquistados por ela.


    Equipe de Exploração:

    @Matsu: Ladon Siannodel, alto elfo da lua artesão da guilda (escriba) mago 2
    @Dycleal: Bachara Lannesclif, elfa da floresta artesã da guilda (marceneira) druida 2
    @Simon Black: Jamuel, humano variante forasteiro (mateiro) patrulheiro 2
    @Sergerpg: Sun Haiyang, humano variante forasteiro guerreiro 2
    @Sademon: Dhele’anarah, elfa da floresta órfã patrulheira 2

    NPC: Nemeia, tiefling menestrel


    Animais:

    Mula A: equipamento para prospecção, acampamento e mantimento (20 dias) suficientes para duas pessoas.
    Mula B: equipamento para prospecção, acampamento e mantimento (20 dias) suficientes para duas pessoas.
    Mula C: equipamento para prospecção, acampamento e mantimento (20 dias) suficientes para duas pessoas.


    Informações Pertinentes:

      Fornecida pelos druidas: as ruínas de Xortan-Troel são de uma torre que pertencia ao mago de mesmo nome, servo de Volken, morto durante a guerra. Sua torre foi destruída pelo exército de Vallys e o local abandonado.
      Fornecida por Elvyn Galienyr: Xortan-Troel era um necromante. Um grupo de três patrulheiros uma vez foi até a torre e nunca mais fora visto.
    Sademon
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 159
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Sademon em Qui Ago 16, 2018 6:26 pm

    "A maldição do ser é instalado no âmago da ambição."

    Aquela noite havia sido fria - não como uma medida simples, daquela que os druidas e os outros magos verificavam para o preparo de determinadas poções, mas fria como um manto de dúvidas e gélida pelas possibilidades duras e terríveis que permeavam o grupo. Não houve muita conversa no desjejum. Dhele'anarah já havia percebido uma mudança súbita no humor de sua companheira tiefling: seus olhos pareciam semicerrados durante quase todo tempo, suas mãos sempre ocupadas com algo aqui e outro ali, seus lábios mudos por dedos fantasmagóricos... . No entanto, o sol surgia por entre as fissuras do horizonte, atiçando cores acobreadas sobre a estrada que avançava tortuosa.

    "Quer um pouco de fumo?" - perguntou a elfa, apontando o cachimbo já aceso para Nemeia. Ela tentou sorrir, mas pareceu mais um semblante histérico do que qualquer outra coisa. Tragaram a fumaça por algum tempo, caminhando com certa dificuldade pelo terreno irregular e pelas rochas que haviam se desfeito em milhares de pequenas lâminas de pedra escura. Dhele'anarah não era de muita conversa. Sempre foi de tomar decisões baseadas na intuição, na eminência do perigo e no ímpeto da sobrevivência. Apesar disso, ver que o improvável destino de ambas estaria borrado por um mau agouro e que aquilo havia afetado gravemente o estado de espírito da tiefling fez com que ela se sentisse de certa forma protetora.

    "Tenho certeza que conseguiremos alguns artefatos mágicos nessa expedição..." - disse Dhele'anarah inalando a fumaça cinza novamente. "Não devemos fazer muito barulho enquanto nos aproximamos dessa maldita torre Nem, mas quero pense em uma canção para essas estradas. Depois que tivermos saído desse mausoléu, quero que nos fartemos com uma comida quente, bebida boa e canções sobre as batalhas que vencemos. O que acha disso?"

    Xortan-Troel  havia transformado o alvorecer daquele dia em um crepúsculo prematuro. O silêncio era ensurdecedor e o ar parecia pesado próximo das construções abandonadas. As mulas também exibiam sinais de cansaço, encarando tristes a estrada que rumava em direção à torre. F

    "E agora, por onde seguimos?" - perguntou a elfa, colocando as mãos na cintura.
    Sergerpg
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 552
    Reputação : 19

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Sergerpg em Qui Ago 16, 2018 10:57 pm

    Sun é um tanto acostumado a entrar em situações de risco, mas a energia daquele lugar é diferente, ele olha bem para as escadarias que dão entrada para a torre e pensa:

    "Um dia estaremos unidos, mas hoje não!"

    Ele dá um beijo no broche e o guarda novamente, saca sua espada grande e reflete:

    "Bom acho que não tem mais volta, melhor termos cuidado!"

    Logo ouve a pergunta feita pela companheira Dhele'anarah e responde:

    Agora vamos entrar e ver o que há lá dentro! Digo para seguirmos pelas escadarias e acabar logo com isso! Se nosso amigo Elvyn Galienyr estiver certo, o necromante ou alguma outra criatura deve estar nesse lugar, pelo mal-estar que estou sentindo eu apostaria no necromante! Não sei muito sobre necromantes, Nemeia você conhece alguma história que possa nos dar alguma pista de que tipo de criatura poderíamos enfrentar caso esse necromante esteja vivo?

    Dito isso Sun começa a cutucar o caminho com a sua espada, ele pretende investigar a entrada para se certificar que não há armadilhas no local.
    Simon Black
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 499
    Reputação : 11

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Simon Black em Dom Ago 19, 2018 6:15 pm

    O jantar transcorreu tranquilamente, embora a comida não fosse farta, todos puderam se alimentar. A noite passou e, pela manhã, após o desjejum, eles partiram finalmente em direção à Torre.

    O mau agouro parecia inebriá-los. Todos estavam em silêncio. Jamuel, que já andara por lugares tenebrosos antes, sentiu os pêlos se sua nuca se eriçarem. Eles seguiam viagem, conduzindo as mulas e analisando o caminho. Passos, armadilhas, tudo era rastreado. Foi então que um arrepio perpassou seu corpo ao ver a Torre.

    Os donos das pegadas que vira na noite anterior não tinham seguido por aquele caminho. Ninguém, em sã consciência, visitaria aquele local. Mas eles precisavam mapeá-lo, descobrir se havia algo que pudesse ir de encontro à cidade.

    Haviam chegado em uma encruzilhada. Ou algo parecido com isso. O que importava era que para seguirem em frente, as mulas não poderiam ir. Dhele'anarah perguntou o que fariam e Sun foi quem respondeu. Jamuel estava calado, ele procurava um local onde pudesse deixar as mulas em segurança. E falou, apenas ao achar um local assim:

    - Acho que devemos amarrá-las aqui e seguirmos! - e apontou para a pilastra que encontrara.
    Sademon
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 159
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Sademon em Seg Ago 20, 2018 6:08 pm

    Dhele'anarah ouviu atentamente as ideias dos membros da companhia, esticando seus olhos sobre  as pontas dos dedos daquela torre fúnebre. Abaixou-se, colocando um joelho sobre o terreno pedregoso, cobriu os lábios com ambas as mãos espalmadas em um formato estranho e girou pelos calcanhares para que o som fosse direcionado para floresta deixada para trás. Assim sendo, assoviou rapidamente, esperançosa que um dos pássaros que sobrevoassem aqueles terrenos pudesse lhe contar algo que aquela construção mórbida se recusava a contar.

    Ação do Personagem:
    Dhele'anarah tenta falar com animais
    Falar Com Animais
    1º nível de adivinhação (ritual)

    Conjuradores:  bardo druida patrulheiro
    Tempo De Conjuração: 1 ação

    Alcance: pessoal

    Componentes: V S
    Duração: 10 minutos

    Você adquire a habilidade de compreender e se comunicar verbalmente com bestas, pela duração. O conhecimento e consciência de muitas bestas é limitado pela inteligência delas mas, no mínimo, as bestas poderão dar informações a você sobre os locais e monstros próximos, incluindo tudo que eles possam perceber ou tenham percebido no dia anterior. Você pode tentar persuadir uma besta a lhe prestar um favor, à critério do Mestre.

    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1641
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Dycleal em Seg Ago 27, 2018 1:41 pm

    Bechara faz suas orações logo cedo e parte a frente como proposto por Siannodel e ao chegar perto do topo, não dá para prosseguir com as mulas e segue com Jamuel para amarrar os animais e investe um tempo em acalma-las e só depois de vê-las bem e tranquilas se arma, faz uma breve oração para o seu deus da natureza e se prepara física, mentalmente e magicamente para qualquer situação que apareça e segue em frente de forma furtiva e escondida pelo caminho de acesso a torre.
    Matsu
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 111
    Reputação : 1

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Matsu em Qui Ago 30, 2018 1:54 pm




    Finalmente, então, chegamos ao lugar maldito. A torre ousa, numa imponência decrépita, marcar a terra com a influência que teve outrora. Quanta empáfia. Saiba,
    construto alquebrado, que em nada me intimidas. Você agradeceria, se pudesse, ter o tempo como seu único e mais cruel inimigo. Eu, porém, cheguei e seu antigo mestre não pode te proteger.

    - Pois que o local não está ocupado, então. Jamuel, Lannescliff, aproveitem o terreno alto para averiguar os arredores e procurar algum lugar onde possamos atravessar o rio.
    Eu averiguarei a integridade da torre. Ela pode se provar de alguma utilidade.
    - digo, caminhando até o portão, atravessando os sinistros arcos que decoram o local. Espero que o desdém não esteja estampado no meu rosto.

    Ao mestre:

    Preciso fazer algum teste para avaliar a torre? Vou rolar uma inteligência aqui, só pra adiantar, caso seja necessária. Caso não, desconsidere. Matsu efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    9
    +3

    Discretamente saco meu cristal (que é meu foco arcano) e conjuro num ritual Detectar magia. Vamos ver quanto tempo consigo manter minha ligação com a magia em segredo. O bom dos rituais é que eles não gastam espaços de magia  Laughing

    Detectar Magia (V, G) [Ritual]: Pela duração, você sente a presença de magia a até 9 metros [30 feet] de você. Se você sentir magia dessa forma, você pode usar sua ação para ver uma aura suave em volta de qualquer criatura ou objeto visível, na área que carrega magia, e você descobre a escolha de magia, se houver uma.
    A magia pode penetrar a maioria das barreiras, mas é bloqueada por 30 centímetros [1 foot] de rocha, 2,5 centímetros [1 inch] de metal comum, uma fina camada de chumbo, ou 90 centímetros [3 feet] de madeira ou terra.

    Você sabe que o meu personagem tem um desgosto pessoal por tudo que é relacionado à antiga cultura de Volken, né? Ou será que eu só contei ao Bravos?
    Gelatto
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1023
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Gelatto em Sex Ago 31, 2018 10:26 am

    [OFF: @Matsu: deve ter contado somente ao Bravos, mas agora eu sei. /OFF]
    [OFF: achei perfeito colarem a descrição da magia quando a forem utilizar, facilita muito o jogo! Parabéns pela iniciativa!/OFF]

    A primeira preocupação do grupo é se o local está sendo utilizado seja por bandidos ou criaturas ou algo mais. E nenhum rastro indicando seu uso foi encontrado. Um problema a menos.

    A segunda preocupação era deixar as mulas em segurança. Jamuel encontrara um poste e com a ajuda de Bachara as deixam presas em um pequeno poste próximo da parte baixa da ponte. Pelo menos ali, estariam fora de vista.

    Siannodel pede a Bachara e Jamuel investigarem a região externa, do alto. Apesar do desejo de entrarem nas ruínas, a prudência pede que se conheça a região primeiro. Ambos caminham em torno da construção, por fora, passando por rochas e restos de construções antigas, destruídas pela guerra. Alguns restos enferrujados de equipamento e ossos quebrados dos corpos mortos e abandonados podem ser visto em alguns lugares. Do topo da montanha, trezentos metros abaixo pelo lado oposto a que vieram, vislumbram o rio fluindo caudalosamente. Ambos, com sua visão treinada, conseguem ver os restos de barcos espalhados na margem, totalmente destruídos.
    Bachara e Jamuel, após sua ação, teste de Percepção CD 20.

    Dhele'anarah não fica parada. Uma aura branca-acizentada emana da elfa enquanto conjura sua magia e começa a assoviar e chamar um dos corvos que circundam o alto das ruínas da torre. Uma das aves, curiosa, atende ao chamado, vindo pousar sob uma rocha próxima, longe do alcance de todos. -"Crá! Crá!"[x3]
    Dhele'anarah:
    -"Que quer? Que quer? Tem semente? Tem semente? Tem fruta? Tem fruta?", grita o corvo para você.
    [OFF: Faça suas perguntas e lembre-se que a mente dele é de um animal. Se for pedir algum favor (e apenas um por causa do seu baixo Carisma), teste Adestrar Animais CD 15 (no seu caso, é 1d20+5)]

    Em resposta a pergunta de Sun, Nemeia fica pensativa. Ela dá uma última tragada no cachimbo antes de responder.
    -"Sempre ouvi muitas histórias, sabe. Dizem que necromantes gostam de eliminar logo seus inimigos para não danificarem o material para suas pesquisas. Uma vez ouvi em uma taverna de um grupo de magos que suas pesquisas geram sempre lacaios acelera... acefa... acefado..., ah, sem cérebros, vai! Como se não tivessem vontade própria. Sei que Xortan-Troel foi morto na guerra, isso eu sei. Mas como Elvyn Galienyr disse, eles insistem em não permanecer mortos. Acho estranho... ouvi dizer que o corpo dele fora decapitado quando derrotado, para que não pudesse retornar. Mas estamos livando com Volken, não? E volken mexe com magia proibida."

    A meditação de Siannodel termina. Uma pequena aura branca-acizentada sútil emana dos olhos, confundindo com seus longos cabelos brancos, fazendo com que a magia passe despercebida pelos demais. O líder dos exploradores juntamente com Sun se dirigem para a entrada das ruínas.
    O local é calmo, apesar do gralhar dos corvos sobrevoando o local. Sun percebe que fazem deste local seu lar, mas sua área de alimentação é além.
    Siannodel vislumbra todo o pátio. Ruínas. Em um canto, uma pilha de corpos carbonziados e quebrados pelo tempo. Os derrotados da guerra, imagina. O local há predominância da arquitetura gótica de Volken, misturada a outra arquitetura quase imperceptível, lembrando o estilo dos altos elfos, mas um pouco mais antigo, talvez elladrin. Esta torre foi tomada por Volken há muitos séculos, conclui.
    O local emana uma energia amuada, como uma fumaça escura. As experiências necromânticas de Xortan-Troel deixaram sua marca no lugar.
    Há três arcos em torno do largo pátio principal, com suas portas tombadas e destruídas. Uma parece levar para a torre principal, outra para uma cosnturção lateral, provavelmente estábulos pela estrutura, e a terceira para uma cosntrução lateral da torre principal.


    Onde cada um está agora:
    Jamuel e Bachara estão fora da torre, patrulahndo a região do topo da montanha.
    Siannodel e Sun estão no pátio principal das ruínas da torre.
    Nemeia está viginado as mulas e próxima de Dhele'anarah, que está conversando com o corvo.

    Espero ter respondido a todos, se faltou algo, me avisem por MP que eu edito aqui!
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1641
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Dycleal em Sex Ago 31, 2018 10:53 am

    Bechara observa o em torno da construção e vê muita destruição e as marcas que elas deixaram, olha para baixo pela enconta e observa um belo rio, permeado de restos de embarcações e começa a apurar a vista em busca de mais detalhes que possam ter escapado a uma primeira inspeção.
    Simon Black
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 499
    Reputação : 11

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Simon Black em Sab Set 01, 2018 9:49 am

    Jamuel junto com Bachara termina de prender firmemente as mulas que carregavam as cargas do grupo. O líder da expedição aproxima-se deles e o patrulheiro concorda com um aceno de cabeças sobre o que fazer nesse instante.

    Ele então contorna a construção, tendo a druida ao seu lado. Eles investigam do alto, averiguando os arredores, a melhor maneira de atravessar o rio e também qualquer outra coisa que porventura chama-se a atenção.

    - Veja Bachara. Aqueles barcos ali, com certeza são da época da guerra... - murmurou apontando na direção.


    OFF: Teste postado aqui: http://www.novaerarpg.com/t3711p20-rolagens-e-testes#155268
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1641
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Dycleal em Sab Set 01, 2018 11:16 am

    Bachara ouve os comentários simpáticos de Jamuel e lembra dos conselhos do Lorde Yjo em suas entrevistas como seu mentor que deveria interagir mais com as pessoas e que não deveria deixar a sua dor, torna-la uma pessoas amarga e introspectiva e arrependida por estar tão focada nas sua tarefas, olha para o mateiro e diz: - Sim, tudo aqui cheira a morte e destruição e uma soma de ambição que trouxeram muita luta, morte e dor neste lugar. Dá uma pausa e com sinceridade continua: - Você é muito bom no que faz, é uma honra servir ombro a ombro com você, seria um bom companheiro no círculo.




    Off: Uma dupla que em teste de percepção tiram 18 e 20 resultando em um total de 23 e 24 para vencer uma cd de 20 tem que tirar o chapéu para essa dupla kkkk
    Sergerpg
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 552
    Reputação : 19

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Sergerpg em Dom Set 02, 2018 3:13 pm

    Dirigindo-se ao mestre Siannodel Sun diz:

    Não parecem ter armadilhas aqui senhor, acho que podemos entrar na fortaleza!

    Sun vai indo para a entrada da torre principal e continua cutucando com a espada antes de pisar em algum ponto na esperança de evitar alguma armadilha que se ative por pisar no lugar errado.
    Simon Black
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 499
    Reputação : 11

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Simon Black em Dom Set 02, 2018 3:39 pm

    Jamuel pára por um segundo e encara a druida. Aproxima-se lentamente dela e diz, baixo:

    - Você também é muito boa no que faz, Bachara... - olha novamente ao redor enquanto conclui - Seria uma honra entrar para o Círculo...
    Sademon
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 159
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Sademon em Seg Set 03, 2018 7:44 pm

    Manto das asas negras, traga-me notícias sobre o túmulo de guerra.


    O grito da ave veio como uma resposta aguda e bem-vinda aos ouvidos da elfa. Tratava-se de um corvo de bico torto, um pouco maior do que a maioria daqueles de sua espécie. Girou algumas vezes pelo céu antes de pousar graciosamente em uma das rochas ao lado de Dhele'anarah.

    "Crá! Crá!" [x3]

    Ela sorriu um sorriso mudo para a ave, levou a mão em direção à sua bolsa mágica e retirou sua preciosa fruta do dia. Mordeu um pedaço da maçã verde com a intenção de retirar um pedaço dela, entregou o restante para a Nemeia e disse:

    "É nojento, mas pode ser que precisemos disso mais tarde..."

    Depois disso, pegou o pedaço mordido e caminhou vagarosamente até a ave.

    "Mas é claro que tenho algo para você..." - sorriu ela, levando o alimento até o bico do corvo. "Agora... depois de saborear, cante para mim... conte se viu algo ou alguém dentro destas ruínas. Grasne ave negra!"


    Intenção da ação:
    A intenção de Dhele'anarah é de que ave diga alguma palavra que possa ser relacionada a uma raça, um clã, ou algo que se assemelhe a algum boato ouvido na cidade. Por se tratar de aves que gritam e repetem o que ouviram, pode ser provável que ela emita algum som que ouviu ali dentro em resposta
    Matsu
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 111
    Reputação : 1

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Matsu em Sab Set 08, 2018 11:14 am


    - Veja, Hayang, há algo nestas ruínas ainda mais antigo que a influência de Volken, ainda que oculta por ela. Acredito que esta torre tenha sido tomada e transformada num instrumento pérfido pelo necromante. Temos que descobrir mais sobre este lugar. Convoque os outros: vamos entrar. - digo, decisivo.

    Se nesse lugar um dia houve a mão dos elfos, talvez mão dos Elladrin, eu preciso saber.
    Sergerpg
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 552
    Reputação : 19

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Sergerpg em Sab Set 08, 2018 8:30 pm

    Sun não entende muito bem das influências que o mestre Siannodel está mencionando, mas ele estava muito ansioso para entrar na torre tenebrosa do necromante.

    Imediatamente senhor!

    Dito isso vai até onde consegue ver seus outros companheiros e grita chamando cada membro do grupo para irem até a entrada como o líder da expedição havia instruído.

    JAMUEL, BACHARA VENHAM NÓS VAMOS ENTRAR!

    NEMEIA, DHELE'ANARAH O MESTRE SIANNODEL ESTÁ CHAMANDO VENHAM NÓS VAMOS ENTRAR!

    Após chamar os companheiros Sun se aproxima do mestre Siannodel e espera que os outros se juntem a eles.
    Gelatto
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1023
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Gelatto em Qua Set 12, 2018 8:47 pm

    [OFF: desculpem a demora, semana difícil!/OFF]

    Bachara e Jamuel, conforme olham a lateral da montanha, além dos barcos ao fundo do rio, notam algo mais na lateral da montanha. Mais ou menos a uns cem metros, rente à montanha, notam algo metálico retorcido refletindo a luz do sol. A dupla firma a vista e vê que o metal retorcido parece ser de uma grade. Prestando mais atenção, notam que naquele ponto há alguma caverna que fora antigamente fechada pela grade e esta agora está destruída, deixando a entrada da provável caverna aberta. A parede da montanha é íngreme e rente, e não há qualquer trilha até aquela caverna. [OFF: sim, sim, belos resultados!/OFF]

    Dhele'anarah leva o pedaço da fruta até o corvo. Ele olha desconfiado, virando a cabeça de um lado para o outro. Então ele bica a fruta, mastiga um pouco, e cospe a fruta. -"CRÁ!" [OFF: não sei se aves conseguem cuspir, mas o corvo apenas rejeitou o alimento!"/OFF] Logo depois, Dhele'anarah começa a falar com a ave que responde com o seu grasnar típico. -Crá crá!"x3
    Nemeia pega o resto do fruto, dá uma cheirada e morde o outro lado, mastigando com uma expressão de quem não está gostando. -"Humf! Isso não tem gosto!"  [lembre-se que sua fruta do dia não tem sabor, apenas revigora!]

    Dhele'anarah:

    -"Ruim! Ruim!", e cospe a fruta. Então, vocês começa a conversar com a ave: Não há ninguém! Só você e eles! No tempo do meu avô aqui tinha comida! Muita comida! Agora não tem mais! Tem pouco! Lá embaixo tem! Aqui não tem mais! E gemidos! Gemidos lá embaixo! Tenho ouvido gemidos lá embaixo! Dentro da montanha! Sim! Gemidos dentro da montanha! Crá!"
    Parece que esta torre nunca foi retomada depois da guerra. E estes gemidos dentro da montanha a deixam intrigada. O corvo parece não conhecer mais que isso sobre eles.

    Sun não encontra qualquer sinal de armadilhas. Provavelmente os vencedores do assalto à torre apenas a abandonaram e não deixaram armadilhas.
    Siannodel, enquanto aguarda a chegada dos demais, faz uma última análise das paredes da construção e confirma suas suspeitas: esta era uma antiga torre Eladrin que fora sobreposta com a arquitetura gótica de Volken, profanando a beleza elfica com seu sórdido toque macabro.

    JAMUEL, BACHARA VENHAM NÓS VAMOS ENTRAR!
    NEMEIA, DHELE'ANARAH O MESTRE SIANNODEL ESTÁ CHAMANDO VENHAM NÓS VAMOS ENTRAR!
    Vocês ouvem Sun chamando-os para o pátio das ruínas da torre.
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1641
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Dycleal em Qua Set 12, 2018 9:59 pm

    Bachara fica encantada com a visão da caverna  e seu interesse em investiga-la é imenso, afinal ela adora cavernas, as admira como uma soberba construção natural e tem certeza que ali achará coisas bastante interessantes para desvendar o que aconteceu a torre e seus ocupantes e se vira para Jamuel e diz: - Acho que antes de entrarmos na torre, deveríamos explorar essa caverna, que acha? Vamos comunicar o achado para o Senhor Siannodel e ele decidirá. Mas eu já estou curiosa e tenho um bom palpite que é lá que estão as respostas e torce para estar certa. .
    Sademon
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 159
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Sademon em Sex Set 14, 2018 12:24 pm

    Mesmo tendo rejeitado o pedaço da fruta, o corvo pareceu empático ao contar um pouco sobre aquele lugar. Seu semblante era tristonho até mesmo para uma ave de sua espécie. A elfa ouviu cada grasnado, tentado decifrar as linhas de pensamento do animal a medida em que Nemeia tentava mastiga seu pedaço de comida de forma enojada.

    "Murmúrios... lamentos." - disse Dhele'anarah, alisando as penas das asas com delicadeza até o corvo se sentir desconfortável e alçar voo por entre os dedos das construções. "Me parece que não há ninguém ali dentro. Existe comida... ou algo parecido com isso no níveis inferiores."

    Naquele momento, ouviram a voz de Sun os chamando para que penetrassem o pátio das ruínas. Caminharam com certo cuidado por entre as gigantescas pedras arremessadas no solo, desviando das armações pontiagudas e esticando-se pelas curvas das abóbodas despedaçadas até alcançarem Siannodel.

    "Acredito que devamos tomar cuidado com o que resta nessa prisão." - comentou Dhele'anarah, olhando para seus companheiros. "Todo esse cemitério foi saqueado na época da guerra. O que sobrou pode ser ou irrelevante ao ponto de ser abandonado ou perigoso demais para ser conquistado."
    Simon Black
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 499
    Reputação : 11

    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Simon Black em Dom Set 16, 2018 10:18 am

    Os olhos de Jamuel se estreitam na direção da montanha. Havia uma grade feita de um metal retorcido. Ali provavelmente havia uma caverna que, devido ao tempo, encontrava-se aberta, já que a grade parecia não mais mantê-la fechada.

    Difícil seria chegar ali, pois ao que parecia não havia caminho até a caverna.

    Ouve então o chamado de Sun e logo em seguida sua companheira fala a respeito do que acabaram de ver.

    - Realmente, é bem possível que achemos algo importante ali... - murmura após concordar com um aceno sobre a comunicação a ser feita a Siannodel - Me preocupa, apenas o acesso até a torre!

    Sorri pra ela e segue caminho de volta até os demais companheiros. Ao chegar lá, a primeira a falar é Dhele'anarah.

    - Eu e Bachara encontramos o que parece ser a abertura de caverna que deve seguir para dentro da montanha... - disse e apontou na direção - O problema é que a montanha é íngreme e a caverna está rente à montanha, sem qualquer trilhar até lá... - complementou, voltando seus olhos na direção deles - Fora isso, vimos apenas alguns barcos destruídos no rio, com certeza da época da guerra!
    Conteúdo patrocinado


    Re: Minérios e Mistérios: As Ruínas da Torre de Xortan-Troel [aventura]

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Set 21, 2018 4:41 am