Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Uma Entrevista no Alto Palácio

    Compartilhe
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1918
    Reputação : 30
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Dycleal em Ter Ago 28, 2018 12:00 am

    Lua Argêntea 1372 CV




    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1918
    Reputação : 30
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Dycleal em Qua Ago 29, 2018 10:56 pm

    Elentari acordou ainda escuro, tinha hábitos rústicos e não dormia mais que o necessário, a reunião que sua tia convocara era as oito horas e faltava muito para o início e decidiu perambular pelo palácio, pois amava os belos trabalhos em pedra e o mármore usado na construção era um bálsamo para seus olhos, afinal, era filha de um Elemental da terra e não podia ser diferente a sua relação com trabalhos em pedra e alvenaria.

    Estava se dirigindo para as termas pois gostava de um banho quente e revigorante e durante o banho, numa temperatura que queimaria a pele de qualquer humano, sua pele salpicada de pó de diamante, era acariciada com aquele calor e pensava nas palavras da tia. Alustriel mostrava-se feliz de estar com sua sobrinha, mas foi logo lhe dizendo que era segredo a sua relação com ela, tanto ela Alustriel como sua mãe Simbul, tinham muitos inimigos e seria mais seguro que o seu sobrenome ficasse o da Elena, oficialmente sua mãe, e que nos documentos seu nome oficial seria Elentari Lunatoten e os militares e arcanistas já a chamavam, de Zariel, a mulher diamante ou a gaivota de pedra. Todos sabiam das suas capacidades, força e poder e que era uma enviada especial de Aglarond da parte da irmã da grã-senhora e era certeza, que era competente, pois fora selecionada para os assuntos especiais das fronteiras prateadas.

    Alustriel ficou admirada da beleza da sobrinha que parecia uma humana muito forte de cabelos ruivos e olhos azuis, mas ao vê-la de perto, confirma o que ouvira antes, que a sua pele, a pele de uma Genasi da Terra, é formada por micro diamantes, lhe dando um brilho difuso pelo corpo e uma dureza na pele invejável. E seus olhos são duas Água-marinhs de um azul profundo. Enquanto pensava e refletia sobre aqueles dias na cidade e as suas belezas e extrema organização e segurança se surpreende com a batida na porta, ainda faltava uma hora para a reunião e ao abrir a porta fica pasma em ver um homem idoso de longa barba branca, o próprio alto mago de Lua Argêntea, Taern Chifre-Lâmina.

    Ele a convida para o desjejum no salão ao lado do espaço grande salão, local da reunião e ela surpresa e já pronta, aceita. Ela como de costume vai armadurada, porém sem a sua espada e martelo de guerra, apenas com suas duas adagas no cinto e após algumas generalidades e algumas interrupções dos seus colaboradores para assuntos administrativos, Taern avisa que está muito preocupado com o assunto que será tratado mais tarde e diz que a primeira parte da reunião será puramente formal e depois um círculo mais restrito tocara no assunto para o qual ela foi chamada para ajudar e depois ele apresenta alguns vinhos élficos da região e pede que ela os compare com os vinhos dos elfos da floresta de Yuir. E ela emite as suas opiniões e ambos sorriem muito com o assunto e ele agradece a sinceridade como ela apresentou a sua opinião.

    Por fim dirigem-se para a reunião e após um período de assuntos cerimoniais e formais, o arauto convoca apenas sete pessoas, entre elas a genasi e adentram um espaço extradimensional conjurado pela grã-senhora. Sentam-se em uma mesa hexagonal e a grã senhora fica em pé ao lado de alguns mapas e começa: - Senhores, senhoras e olhando para a genasi, complementa e senhoritas. Há algumas semanas, um caçador de Quaervarr foi encontrado morto a uns dois quilômetros da hospedaria Cervo Assobiador, por sorte um clérigo de Oghma estava hospedado na hospedaria e a pedido do arauto Geth Stonar, fez um interrogatório com o morto através de magia e descobriu que a última coisa que ele viu e que provocou a sua morte, foi um encontro muito suspeito entre Artemis Entreveri, o assassino e o capitão Leevoth, da cidade obscura. Provavelmente o coitado do caçador não sabia quem era os dois que conversavam, só descobrimos porque o Clérigo reproduziu as imagens registrados nos olhos do coitado, mais custou a sua vida, estar no lugar errado e na hora errada.

    Alustriel bebe um vinho colocado a sua frente na mesa e continua: - Esta informação preocupou os harpistas e foi constatada uma intensa irradiação mágica na região e foi seguido os passos dos dois e não achamos rastros do vulto, porém o assassino matou mais duas pessoas na região entre elas um druida da casa do carvalho e desconfiamos disto, pelo método das mortes. Fizemos uma reunião nos vales com Elmister e participou dessa reunião os avatares de Mystra, Oghma, Lathender, Deneir, Sune e Mielikki que indicaram adoradores deles para formarem uma equipe e desvendar o que estão tramando na região e eliminar essa ameaça e você Elentari, vai reunir esta equipe, e você fará isto hoje, pois quatro dessas pessoas estão em Lua Argêntea e uma, o Adorador de Oghma está na Casa do Carvalho, sendo Hospede de Amra das Águas Claras, a druida que lidera o Círculo e passa a lista com os nomes e alguns detalhes sobre os cinco e onde encontra-los.

    A guerreira se levanta e para olhando a lista e conta nos dedos, e pergunta: - Senhora, são seis deuses e aqui tem cinco representantes dos deuses, está faltando o representante de Mystra. A Arquimaga, sorri e pergunta: - Ainda não descobriu querida? E após uma breve pausa declara: - Você é a escolhida por Mystra.
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1918
    Reputação : 30
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Dycleal em Ter Set 04, 2018 1:25 pm

    Elentari chega cansada ao palácio e no átrio se surpreende com Esklindrar lhe aguardando com vários documentos em uma pasta e quando a vê é bastante efusivo e logo a abraça e diz: - Fiquei a manhã toda pensando em você e achei algumas coisas que acho que lhe serão úteis! Ele sempre era carinhoso com ela e a conhecera pequena e um conselho dele quando estava na casa da sua mãe e vira algumas crianças a descriminando por ser genasi em um ambiente só de elfos a ajudara a aceitar a sua condição; Ele falou que o pai dela era mais poderoso que qualquer mortal, ele comandava a alma das pedras, ele era o elemento chefe de todos os elementos das pedras, da rocha, do chão que nós pisamos, sem ele ficaríamos literalmente sem chão. O sorriso dele quebrou o aborrecimento da menina e ele continuou: - Minha pequena andorinha, você não é um pedaço de rocha, na verdade seu coração pulsa com bondade e coragem, você é a rocha da civilização, que quando ela está em perigo, você com sua bondade e com a sua coragem, vai salva-la, não é à toa que o profeta se referia a virtude das mulheres comparando com um rubi, que é uma pedra, lembre-se que você é uma joia e as joias são da terra, são pedras. E Elentari nunca mais esqueceu e se tornou uma mulher forte, bondosa e corajosa.

    Quando voltou ao presente, o ancião estava retirando vários papeis da sua sacola e falou: - Esses são os registros enviados trimestralmente ao conselho das fronteiras prateada pelo Arauto de Quaervarr, Geth Stonar e nestas folhas que copiei para você, refere-se a alguns ataques semelhantes aos que aconteceram recentemente, com a diferença que foram mais esparsos e não foram vistos sinais de semelhança nas execuções pareceu na verdade consequência de um aumento na criminalidade, pois eram ligados a vinganças e acertos de contas e restringia-se a área urbana e envolvia apenas madeireiros. Outro fato que pode estar relacionado foi a queixa de um antigo agente Zentharin que chegou bêbado ao arauto para denunciar ter visto dois membros do culto do dragão que ele conheceu em suas atividades em Iriaebor, os acusados foram interrogados, se afirmaram como apenas comerciantes que recentemente tinham aberto uma taberna para oferecer refeições e divertimento aos trabalhadores. O Arauto aceitou as afirmações, as registrou e passou a observa-los de perto. Acho que esses fatos são interessantes para vocês procurarem por pistas, filha.

    A guerreira guardou os papeis e perguntou: - Foram registrados os nomes dos comerciantes? O ancião sorriu e disse: - Esta é a minha menina, já está focada. Sim, Jamick Tallock e Even Drakul e não preciso lhe dizer que em menos de um mês o Zhent morreu em uma briga de bar, não é? Bem tenho que ir pequena andorinha, estou com muito trabalho atrasado e a beijou e saiu com agilidade e rapidez. A garota foi para as termas e tomou um banho quente relaxante e enquanto se refrescava, agradeceu a Mystra pela bondade do velho sábio, agora tinha muitas pistas por onde começar e pensou sobre sua condição de ser uma rocha para a civilização e sentiu o peso desta responsabilidade. Ela era uma pessoa como outra qualquer, tinha paladar apurado, uma bela voz e sabia fazer todo tipo de trabalho doméstico, até os mais refinados como o bordado, as palavras generosas de Esklindrar tinham mudado a sua vida, seu coração não era de pedra, era de ouro.

    A genasi se dirigiu para seus aposentos e ao abrir a porta, uma nova surpresa, a sua mãe Simbul e uma outra mulher a acompanhava, uma mulher magnifica e que lhe parecia familiar, mas não lembrava de onde. Sua mãe se levanta e a abraça e diz: - Filha, infelizmente não nos vemos com a frequência que deveríamos e eu sei que você sofre por eu não assumir publicamente a sua maternidade, mas você sabe que é para a sua segurança, mas antes deixe-me lhe apresentar a que é mãe de todas nós, essa é a nossa mentora, a deusa que nos dá a trama e a possibilidade da magia, é Mystra e ela a conhece, e foi ela que a escolheu para liderar esta missão. A guerreira se ajoelha perante o avatar da deusa e a portentosa pede para que ela se levante e diz: - Elentari Shentrantra, filha de Alassara Mão Argêntea, conhecida como a rainha Simbul, criada por Elena Lunatotem, você é uma pessoa especial, fruto das melhores linhagens, vim aqui pessoalmente lhe dar a minha benção, pois não escolho meus preferidos sem lhes dar uma assistência e nosso convênio se dará no símbolo deste anel e retira de um espaço extra dimensional um anel com uma pedra vermelha como uma brasa rubra e coloca no dedo anular da mão direita, e continua: - A partir de hoje, és minha escolhida completando em sete novamente o número de escolhidas vivas em tua família, e em te despertará a magia, porém tuas responsabilidades crescem e tereis que respeitar o arbítrio dos teus pares e deixá-los crescerem rumo aos seus destinos, pois eles também foram escolhidos pelos seus deuses. E afastando-se silencia.

    Simbul olha para a filha, e corre uma lagrima do seu olho direito e ela fala: - Esta lagrima é de tristeza e de alegria. Alegria por ver você chegar ao início da trilha do teu destino e tristeza, por não ter tido o prazer de acompanhar de perto, o teu crescimento, como invejo a minha fiel e leal amiga Elena... Filha isto não é uma despedida, mas tu partes para uma missão difícil e espinhosa, lá estarás só, nem eu e nem os deuses podem intervir porém te deixo a minha benção e coloca a mão no colar que pende do pescoço da genasi, onde estão as suas insígnias, e uma luz azulada é infundida nele e dele irradia uma luz que é absorvida pelos micro diamantes do seu corpo. Ela explica para a filha: - Aprendereis teus poderes, passo a passo, linha por linha, preceito por preceito e serás grande, a maior de todas nós e beija a filha nos lábios e neste momento, A deusa que estava calada, levanta a mão direita, pronuncia algumas palavras em um idioma muito antigo e ela e sua mãe somem no ar deixando um perfume semelhante a almíscar.

    A guerreira sente- se fraca e adormece. Em seus sonhos é instruída quanto ao básico da sua condição e ao acordar está bastante tonta e senta-se na cama por um bom tempo e lembra-se do portal e da hora que marcara e se dirige a sala de Merck onde preparara o portal e chagando lá já estão lhe esperando Denargt e Aust Calaham que ficam boquiaberto ao vê-la e a garota um tanto rude diz: - Nunca me viram para estar assim, boquiabertos? Mas folgo em vê-los aqui tão rápido. Os dois estão surpresos com a aura que a cobre e sentem ela com mais autoridade e beleza, mas ficam calados e ela diz: - Podemos aproveitar enquanto os outros dois não chegam e podem tirar dúvidas...





    Off: - Esperarei até domingo as 17h, horário de Brasília, para que postem na sala da travessia do portal, quem não postar a sua chegada a sala de Merck até lá considerarei como desistente da mesa, exceto os personagens que serão introduzidos no círculo da Casa do Carvalho.
    Obsservador
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 239
    Reputação : 7

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Obsservador em Qua Set 05, 2018 8:17 am

    Aust nunca vira uma deusa ou semideusa ou algo do tipo em sua vida. Mas após ver Elentari adentrar ao salão nesta manhã: ele imagina que deve ser algo parecido.

    *Mesmo após A Genesi da Terra falar-lhes o jovem meio-elfo demora-se para conseguir retomar a compostura. Ainda boquiaberto indaga* --Você esta... diferente de hoje mais cedo...mais radiante...

    Ele soa bobo e vago mas não consegue encontrar palavras para descrever as mudanças que sente na moça.
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1918
    Reputação : 30
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Dycleal em Qua Set 05, 2018 1:49 pm

    A guerreira fica um tanto sem graça com a insistente ideia de que está diferente e se justifica: - Deve ser o banho que tomei nas termas, não tem outro motivo... Pensa um pouco e pergunta: - O que exatamente, está diferente?
    hello
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 784
    Reputação : 5

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por hello em Sex Set 07, 2018 8:30 pm

    Degnart ao contrário de Aust não demora tanto tempo para voltar a sua compostura pois no final auras são legais, isso deve se admitir, porém:
    -Pois bem então, falaram algo de atravessarmos um portal, para onde ele leva? Qual o seu formato? Qual a cor dele e sua profundidade? Esse portal é ...
    Uma enxurrada de perguntas começa, sua cara é séria parecendo como se essa enxurrada de perguntas aparentemente malucas ou sem sentido fossem completamente normais(apesar de ser para ele), carregando um livro velho e uma pena ele olha para ela e anota as respostas em uma folha branca e começa a divagar, realmente estranho de ser visto porém ele ignora qualquer coisa que faça menção de sua anormalidade como se não fosse com ele tipo o olhar da Elentari de "oque foi isso?".
    OFF: Em on game só presisa responder as 2 primeiras perguntas, o resto é só pela interpretação.
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1918
    Reputação : 30
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Dycleal em Sex Set 07, 2018 10:39 pm

    A guerreira sorri com o jeito estabanado do mago perguntar as coisas em enxurrada e diz: - Está vendo esse grande espelho na parede à esquerda de vocês? Quando eu ativa-lo ele vai adquirir uma cor azulada e será um porta só de ida para próximo da pousada "O Cervo Assobiador" em Quaervarr, nosso destino inicial.
    1o0oP (Lui)
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 498
    Reputação : 17

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Dom Set 09, 2018 1:17 pm





    Astrim caminha apressada pelas ruas de Lua, seu coração acelerado, ansiosa para chegar e com medo de perder a hora.




    — Droga, por que fui ficar enrolando. — Pensa a maga lembrando-se de ter ficado horas em casa escolhendo as roupas que levaria, perfumes que colocaria em sua mochila, em que pastas carregaria seus materiais, qual capa levaria para se proteger de chuvas e eventuais climas extremos, que objetos de valor levaria, que maquiagens passaria, que penteado usaria, que sapatos, que cores, averiguando se seus utensílios estavam funcionando bem, se tudo estava combinando, se cada detalhe encaixava com os demais levando em conta seu estado mental, emocional, e tudo mais ... Por vezes, inclusive, sua mãe aparecia e tentava acalmá-la, ajudando-lhe a reunir tudo.




    Finalmente, Astrim despede-se dos pais e parte para sua jornada, com a mochila cheia, bem pesada, maquiagem discreta, dando um aspecto elegante e comportado, cabelos ondulados, valorizando um pouco de volume e brilho, um longo vestido branco, com poucos detalhes simples, de costuras, na região do decote e cintura, e nos ombros enfeitado com correntes de pedras brancas, brilhosas, bem polidas, mas não muito valiosas, apenas com uma leve camada de prata, vestido que ganhou de sua mãe assim que chegou à idade adulta, e que agora era para ela uma lembrança bonita, confortável e gostosa. Para completar o visual, um sapatinho social de cor preta, e um leve batom, discreto, acentuando a cor avermelhada de seus lábios, sobrancelhas e olhos bem feitos, retocados com pinceladas discretas que apenas acentuam seus intensos olhos azuis.

    Caminha um bom tempo pelas ruas, chamando atenção por onde passa, como sempre, mas não pára nenhum segundo. Finalmente, avista a grande construção, e adentra. Logo vê as maravilhosas escadarias de prata, para um único momento para apreciar sua beleza, uma leve sensação de paz se deita sobre a garota, era lindo, trazia calma, era muito bom. Então, devagar, começa a lutar contra os degraus, um após o outro, subindo, sentia-se como se estivesse subindo aos céus para encontrar-se com Sune, lembranças boas de sua infância com sua família lhe vieram a mente, aquele momento à fez conscientizar-se.
    — Quanta beleza! Quanto amor! E eu ingrata. — Pensa ela.
    Sobe seus olhos em direção ao céu, embora se depare com a bela arquitetura daquele local, não obstante, faz uma prece.
    — Perdoe-me Sune, tenho deixado minhas vivências e pensamentos me vencerem, e me esqueci de quanto você foi boa para mim e para minha família, seguir nesta missão é o mínimo de retribuição que lhe devo, me esforçarei para levar sua beleza e seu amor por onde eu for, e aplicarei tudo o que aprendi para desvendar o que está acontecendo e parar seus inimigos, você nunca me abandonou, não te abandonarei agora. — Diz a maga, baixinho, mas intensamente, comovendo-se com o turbilhão de emoções que está sentindo, e por fim, agradece a Sune por tê-la feito enxergar, mesmo que no último momento.
    Assim, continua seguindo, iluminada, até que enfim vence a escadaria e chega ao salão de boas vindas, lá, ela se identifica ao mordomo, que à recebe bem, e à conduz até a sala de encontro, lugar marcado para pegarem o portal.




    Assim que chega e avista os demais, já apresenta a melhor versão de si, cumprimentando a todos com seu melhor sorriso e um gesto simples de sua mão, abanando-a aos demais.
    — Olá! — Diz ela, passando seus olhos por cada um dos presentes, inclusive, Elentari, e dá uma piscadinha para ela, como se já fossem amigas.








    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1918
    Reputação : 30
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Dycleal em Dom Set 09, 2018 10:15 pm

    Elentari fica feliz em ver Astrim chegar ainda à tempo e vê que ela veio preparada, até demais e sorri enquanto ela cumprimenta a todos e lhe dá uma piscadela como desculpa e perdão ao mesmo tempo e aquela comunicação não verbal entre duas mulheres, põe uma pedra em cima do mal jeito do primeiro contato.

    Ela olha pela película vítrea da grande janela no oeste da sala e observa que ainda lhe resta alguns minutos e começa a se concentrar no ritual de ativação do portal. Após alguns minutos ela aponta para o portal e o grande espelho é inundado por uma cor laranja que é a cor do raio que sai dos dedos da guerreira e aos poucos o laranja vai adquirindo uma tonalidade de azul claro que vai substituindo o laranja inicial e aos poucos vai escurecendo e estabiliza em um azul marinho.

    Ela olha para Aust, para Degnart e a própria Astrim e diz: - O portal está pronto, completamente energizado, falta apenas eu pronunciar a palavra de comando e dá uma pausa proposital e continua: - Estão todos prontos e seguros? Ao atravessar este portal, saímos do conforto e proteção de Lua Argêntea e vamos para uma liça com o que há de pior em Faerun... Mas estou com os escolhidos dos deuses, é uma boa companhia e espero que dê tempo do escolhido por Lathander chegue, antes de passarmos. E pega na sua Insígnia Thelbane para acionar o portal e proferir a palavra de comando se todos estiverem prontos.
    hello
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 784
    Reputação : 5

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por hello em Seg Set 10, 2018 4:11 pm

    Degnart que estava vendo o portal ouve a moça e diz:
    -Pera ai, calma...
    Ele saiu do lugar que estava, se afasta um pouco e se ajeita em uma posição na diagonal do portal onde dava para ver tanto as laterais como a frente do mesmo.
     ...aqui está bom, vou conseguir ver bem daqui, pode iniciar por mim!
    1o0oP (Lui)
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 498
    Reputação : 17

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Ter Set 11, 2018 1:41 am





    Astrim observa interessada a ativação do portal atenta aos detalhes, como estudiosa da magia, não gosta de deixar nenhuma conjuração lhe passar despercebida ou descompreendida. Posiciona-se mais próximo e vê o espelho responder aos Gestos da Genasi, estimulada, comenta.





    — É muito interessante como as linhas da trama interagem entre si para "grudar" lugares distantes, gosto muito dessa linha de pesquisa, ainda compreendo pouco. Haha! — Diz ela, empolgada.
    — Onde devo me posicionar, ou não importa? — Pergunta para Elentari.



    Continua parada, próximo, esperando.






    Obsservador
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 239
    Reputação : 7

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Obsservador em Ter Set 11, 2018 9:00 am

    Aust se aproveitou da enxurrada de perguntas de Degnart e da chegada da bela Astrim para se esquivar da pergunta feita por Elentari, pois a verdade é que ele não conseguiria colocar em palavras o que via na gênese. Ia além da sua compreensão.
    Observou aquele grupo tão distinto socializando-se com uma curiosidade ávida em compreender não só seus papéis naquela aventura mas também o que os fazia serem escolhido pelos deuses.
    Não que duvidasse da capacidade de qualquer um ali, o meio-elfo imagina que sejam pessoas maravilhosas e de um poder ímpar. O que ele não compreende é o seu papel ali.
    *Levantando-se de sua cadeira Aust coloca sua mochila e arco nas costas e indaga*--Como procedemos? *se posiciona da forma correta para o ritual*

    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1918
    Reputação : 30
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Dycleal em Ter Set 11, 2018 9:20 am

    A genasi, após energizar o portal relaxa e saí do seu transe e concentração, está prestes a fazer a parte mais mecânica da magia e para para ouvir os seus pares. Alguns lhe perguntam quanto ao posicionamento em relação ao portal o que ela explica: - Esse é um ritual de energização de um portal, a trama é bastante alterada nestes momentos, pois os plano físicos são, digamos, ludibriados pela magia de modo que possamos ir e vir instantaneamente em uma simples fração do tempo, o que levaria dias , levará segundos. Para que isso ocorra, precisamos energizar o portal e foi isso que fiz nesta primeira fase. A cor laranja representa a resistencia do mundo real sendo agredido pelas forças da trama, o azul claro, mostra as energias se moldando, como se fosse uma negociação e o azul marinho, a trama arcana vitoriosa, domina as energias e o portal está pronto para funcionar... Olha para todos e pergunta: - Compreenderam o que aconteceu?

    Elentari olha para Aust e o responde: - Nunca saberemos porque fomos escolhidos, devemos concentrar no que vamos fazer mesmo, pois é o que é esperado por quem nos escolheu e o que faremos? Uma investigação para descobrir o que arquiteta os agentes do mal nestas paragens para onde nos dirigiremos e se opor a eles e  depois reportar aos nossos lideres o que descobrimos e os fatos que aconteceram.
    hello
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 784
    Reputação : 5

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por hello em Ter Set 11, 2018 3:53 pm

    -Entendi sim.
    -Ok então, é um bom começo investigar mesmo, se falasse que devia-mos simplesmente começar a lutar com eles seria estranho. Pois bem, acho que seria importante antes de nada saber oque cada um consegue fazer em certa medida para facilitar em qualquer situação que seja necessário. Eu sou um mago com foco em proteção e auxilio apesar de ter uma magia de dano em área pequena bem potente.
    Degnart espera uma pessoa entrar na sua frente para ver a passagem pelo portal e entra no mesmo posteriormente, ao passar completamente ele olha para o portal e espera para ver outra pessoa passar por ele para analisar dessa vez a chegada.
    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1918
    Reputação : 30
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Dycleal em Ter Set 11, 2018 5:25 pm

    A Elentari ouve a proposta do mago e diz: - Muito boa a sua ideia, antes de passarmos pelo portal podemos falar das nossas principais habilidades para nos conhecermos melhor como equipe, por exemplo eu sou uma guerreira que mexe também com magia e sou uma genasi da terra, meu corpo é coberto de micro partículas de diamante e é quase impenetrável, estou com vocês porque fui escolhida pela deusa Mystra e isso também é novo para mim, pois fiquei sabendo, assim como vocês hoje cedo.
    Obsservador
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 239
    Reputação : 7

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Obsservador em Qui Set 13, 2018 8:11 am

    Aust de onde estava em pé acrescenta algum conhecimento sobre si próprio ao grupo, para que saibam o que esperar do jovem meio-elfo.
    *ao seu modo simplório diz* --Meu nome é Aust Calaham. Sou o escolhido de Mielikki. Como seu devoto podem esperar meu comprometimento com a causa. Fui treinado para me tornar um patrulheiro para além das fronteiras civilizadas de nosso plano com o intuito de proteger nosso modo de vida.

    Sua fala é sucinta e direta.
    1o0oP (Lui)
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 498
    Reputação : 17

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Sex Set 14, 2018 4:12 am





    Astrim acha muito interessante quando Elentari lhe devolve várias explicações sobre como a conjuração do portal se dá, depois, o evidente alto elfo com suas pinturas feéricas e cabelos lisos e pretos puxa a atenção para si, sugerindo um proveitoso trabalho em equipe. "Hmm, sensato." pensa Astrim.




    — Bem, primeiramente, meu nome é Astrim. Ela sorri para todos, e dá um "tchausinho".
    — Sou uma acadêmica. Estudo desde a infância, sempre adorei meus livros e as coisas de meu pai. Honestamente, não diria que estou profundamente preparada pra esta missão, mas como todos já sabemos, recebemos um chamado divino não é mesmo? Sune ... Óh, bela Sune. Minha mãe costumava reverenciá-la desde sempre, hehe, eu sempre adorei ela também, mas só a pouco tempo descobri mais a fundo sua importância em minha vida, pouquíssimo tempo eu diria. Tagarela ela, despreocupada a priori.
    — OH! Estou falando de mais não estou? Leva a mão a boca. Perdoem-me, deixe-me ser sucinta, sou uma maga, sim, dedicada, estudiosa e pesquisadora das ciências naturais, história, religião, e claro né, do arcanismo. Venho fazendo diversas experiências a minha vida toda, procurando entender melhor o comportamento da trama, e as consequências de dominar suas reações. Vou dizer que sou versátil, e gosto muito de resolver problemas, de qualquer tipo, principalmente aqueles que exigem mais de nossos intelectuais. haha Se precisarem de mim, quero poder ajudar de mil formas, contudo, se algo ruim acontecer, espero sinceramente que eu não esteja sozinha, confesso que não estou nada acostumada com violência. Completa com olhar um pouco atribulado.



    Assim que conclui, fecha a matraca de uma vez, e fica pensando se talvez não estivesse sendo inconveniente.






    Dycleal
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1918
    Reputação : 30
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Dycleal em Sex Set 14, 2018 10:01 am

    Os passos no corredor vão aumentando de intensidade e todos olham para a porta da sala esperando o grupo que está chegando, Elentari sabe que falta apenas um dos aventureiros do grupo chegar, porém os passos denunciam bem mais do que uma pessoa e fica ansiosa para saber quem são os chegantes e respira aliviada ao ver chegar a senhora Alustriel com mais quatro pessoas, duas magas, dois guerreiros com mantos cobrindo as armaduras e o Alto Mago de Lua Argêntea, Taern Chifre-Lâmina.

    Alustriel abre um sorriso e cumprimenta a todos e se dirige a guerreira: - Muito bom trabalho Elentari, que portal maravilhoso temos aqui, Saudações, Srta. Astrim, Sr. Aust e Sr. Denargt e para procurando na sala por mais alguém e com o olhar preocupado pergunta para a genasi: - Então não foi sorte eu os ter pego ainda deste lado do portal, na verdade vocês esperam o representante do Senhor do Amanhecer, o Sr. Brandock.

    Elentari olha para Alustriel e com respeito responde: - Senhora, é uma grande honra que tenha vindo se despedir de nós e lamento que o Sr. Brandock Ravel ainda não tenha se reunido à nós, porém eu o alertei quanto ao horário de partida, creio que ele não tenha acreditado em mim e alegou que tal chamado deveria partir de um dos sacerdotes do templo. Após a sua fala faz uma mesura e fica aguardando uma resposta.

    A poderosa governante e líder das fronteiras prateadas, fala ao ouvido de Taern e ambos balançam a cabeça em concordância e ela diz: - Partam que o assunto é urgente, eu irei tomar as minhas providências junto ao clero.

    Elentari então convida os três aventureiros presentes a se dirigirem ao portal e saúda à maneira militar as autoridades e por último atravessa o portal.
    hello
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 784
    Reputação : 5

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por hello em Sex Set 14, 2018 2:38 pm

    Denargt faz uma pequena reverência quando seu nome é falado e presta atenção na conversa, depois ele vai logo atrás da guerreira pelo portal.
    1o0oP (Lui)
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 498
    Reputação : 17

    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Ter Set 18, 2018 2:08 am





    Quando a majestosa Grã-Senhora traz sua ilustre presença àquela sala, Astrim fica surpresa, não esperava aquele encontro, então, dirige-se para a grande senhora, e à saúda com uma reverência, desde nova sempre admirou muito a governadora de Lua Argêntea, e depois, quando foi aceita na universidade, e finalmente à conheceu pessoalmente, e foi reconhecida por ela, sua admiração aumentou mais ainda. Naquele momento, importante para Astrim, no qual iniciava sua jornada em busca de retribuir à grandiosa Sune todo o amor e beleza que recebera por toda a vida, a chegada da Grã-Senhora, em sua visão, apenas abençoava ainda mais sua partida, portanto, considerando tudo isso, a bela maga cumprimenta os recém chegados com grande respeito.




    — Olá, querida Grã-Senhora e mestra, e também saúdo respeitosamente à todos que à acompanham. E faz a reverência, segurando o vestido e inclinando-se só um pouco, fazendo o movimento de abaixar a cabeça, e depois, retorna a ficar ereta.
    — Agora, por favor, deem-me licença. Olha para Elentari e responde ao chamado da mulher diamantada com um gesto de confirmação.



    Finalmente, assim que Elentari e Degnart atravessam o portal, ela os segue, confiante, e o atravessa também.






    Conteúdo patrocinado


    Re: Uma Entrevista no Alto Palácio

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Nov 12, 2018 3:45 pm