Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Compartilhe
    1o0oP (Lui)
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 616
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Sex Set 14, 2018 2:39 am


    1o0oP (Lui)
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 616
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Ter Set 25, 2018 2:04 am




    Após o encontro com os góblin e terem vencido um desafio mortal, os membros desta comitiva decidem encontrar um lugar seguro para descansar. Caminham um pouco pela mata, afastando-se da estrada, Ted carrega o patrulheiro inconsciente e os outros dois caminham. Enquanto procuram a noite avança velozmente, o sol já se pôs quando finalmente encontram um lugar. Acomodam-se entre as raízes de uma grande árvore, gama macia cobrem o terreno, um frio leve começa incomodá-los e tochas se fazem necessárias. Em pouco tempo já estão preparados para o descanso, sacos de dormir, comida velha, e casacos extras para se proteger do frio começam a "brotar" das mochilas. E Alíce, procura um local para entrar em transe, enquanto Amem e Ted preparam-se para tirar um cochilo. Ali eles ficam, passam boas horas descansando. A noite então cai, muitos grilos cantam e eventualmente eles ouvem sons de criaturas ao longe, e o vento balança os galhos fazendo o som das folhas ser incessante.

    Amem acorda após um cochilo de horas, devagar lutando contra as dores e o cansaço ainda presente ele se levanta. Seus olhos caminham pesados pelo ambiente a procura de algum rosto amigo, e logo encontra Ted, ainda dormindo ao lado do patrulheiro perto de uma outra raiz. — Onde foi parar aquela garota? — Fala em voz alta. Caminha um pouco pra aqui e pra ali mas nada encontra, e não demora a voltar para próximo do urso, aquele ambiente não parecia mais tão seguro naquele momento. — Precisamos sair daqui. Pensa ele. Vai até Ted e o acorda, em silêncio para não despertar o patrulheiro, passa seus olhos por ele mas nada vê de diferente. — Ei amigão, precisamos partir daqui, não me parece seguro, a garota desapareceu, e este aqui, Deus o ajude pobre coitado, que destino foi ter. — Resmunga Amem falando com Ted. O urso parece não estar interessado, recebe um carinho, empurra o corpo do patrulheiro com o focinho como se estivesse averiguando se o homem não havia morrido, então caminha afastando-se. Amem volta a falar, — Precisamos ao menos esconder o corpo dele, quem sabe assim terá alguma chance — Diz isso enquanto começa a arrastá-lo para dentro de uma espécie de "gaiola natural", feita das raízes daquela árvore. Então chama o Urso, — Vamos garoto, precisamos arranjar comida na mata estou com muita fome, deixemo-lo aqui por enquanto, duvido muito que algo ou alguém o encontre nesse local tão camuflado. O urso não responde. Ele junta as coisas, e parte com o urso com a intensão de voltar logo, pelo menos era o que ele queria, contudo, seu destino era outro.

    Assim, o patrulheiro é deixado no meio daquelas raízes, e ali ele dorme por muitas horas, durante todo esse tempo muita coisa acontece, insetos o picam, várias pequenos animais vão até lá cheirá-lo, lambê-lo, mordê-lo, urinar nele, deixar suas fezes por perto, entre outras coisas, e talvez, algum Deus tenha o protegido de coisas ainda piores que poderiam ter acontecido. Assim o tempo passa, naquelas péssimas horas de descanso o patrulheiro teve diversos pesadelos com góblins e mais góblins, exércitos de góblins, saindo de buracos, descendo de árvores, correndo atrás dele, cercando-o, amarrando-o, levando-o para suas cavernas, escravizando-o, e por fim, quando no momento mais tenso, quando cinco criaturinhas verdes cheias de dentes e olhos maléficos estavam prestes a morder seu crânio, quebrando-o para então mastigar seu cérebro, ele acorda!




    — Meu Deus, o que aconteceu? Que lugar é esse?
    Diz o patrulheiro enquanto faz toda sua força para se mexer. Com muito custo consegue pôr sua cabeça sobre os ombros, erguer seu peso, com as mãos apoiadas nas raízes, e sentar-se.
    — Oooh, que que é isso!? Diz quando percebe que estava deitado sobre uma meleca gelada e fedida, balança as mãos tentando limpá-la.



    Quando finalmente consegue se livrar daquela meleca, respira fundo e se arrasta para fora daquele lugar apertado e escuro, empurrando com as pernas e puxando seu corpo para fora com as mãos apoiadas naquelas raízes, finalmente consegue encontrar sua liberdade, segundos depois está ele deitado, estendido no chão macio, olhando para cima naquele lugar escuro, sentindo o vento frio batendo, ouvindo as folhas e nada mais. De repente lembra-se, — Espera aí. — Diz isso enquanto leva sua mão rapidamente em suas costas, de imediato percebe que há faixas, ataduras, panos molhados e apertados sobre uma região dolorida. — É verdade então, quase morri, oras ... Mas e agora, o que faço? Onde foi parar aquele urso afinal, e o cara, e a garota? Droga, era meu único sinal, voltei a estaca zero.

    Naquela situação complicada acorda o patrulheiro, ferido, confuso, perdido, ao menos com suas energias um pouco recuperadas. E agora, o que fará?





    @Drako, por enquanto vamos eu e você, pensei numa saída para o imprevisto. Por enquanto, apenas dê sequência nas postagens, pode fazer o que quiser, caminharemos juntos e em breve mais jogadores participarão deste tópico.



    Drako
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 67
    Reputação : 6

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por Drako em Ter Set 25, 2018 4:23 pm


    O Elfo sacudia a cabeça negativamente, havia perdido uma oportunidade de ouro apenas por ter sido impulsivo demais, um defeito que estava cada vez sendo mais recorrente em sua vida.

    — Ah não... Não... Droga, droga e droga. Como foi que eu deixei isso acontecer.

    Enquanto esbravejava pelo seu fracasso o Patrulheiro se dá conta de verificar se seus pertences ainda estavam todos ali e a quanto estava suas feridas.

    "Será que ainda consigo encontrar o Urso?" - Pensava enquanto estava olhando uma atadura.

    — Como eu deixei acontecer isso, sou um Arqueiro não posso ficar ao alcance dos meus inimigos, Forza sempre se queixou disso, que ia acabava sendo impulsivo demais... - Artigle sacudia a cabeça pra tentar espantar os pensamentos e começava a andar de um lado para o outro - Foco... Foco... Foco... Não posso ficar me prendendo ao passado, tenho uma missão e vou cumprir, será que tem algum rastro deles?

    Então o Dorso começa a procurar algum rastro que tivesse sido deixado por Ted.

    1o0oP (Lui)
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 616
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qui Set 27, 2018 1:17 am





    Artigle acalma-se um pouco e foca-se na procura por rastros, sendo um experiente andarilho, não demorou para que seus sentidos notassem alguns elementos chamativos, gravetos e capim espalhados quebrando o padrão, mato remechido, espécies de pegadas sobre o gramado.



    — Humm, devem ter seguido por aqui. Pensa em voz alta.



    Os rastros seguem pelo ermo num caminho pouco inclinado, que corta o bosque subindo relevo, enquanto caminha o patrulheiro imagina. — Morros são bons em locais como este, podem haver nascentes mais no alto, nada melhor do que água boa para beber! — Sua boca está seca. A noite está escura e pouco silenciosa, sons de animais ecoam pelas sombras, uivados bem ao longe, sapos, insetos, e muitos outros sons de criaturas se misturam, e o vento continua soprando, esfriando, castigando.





    Drako
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 67
    Reputação : 6

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por Drako em Qui Set 27, 2018 2:45 pm


    O Andarilho apalpou seu cantil de pele de Hiena pra verificar se ainda havia água mas não... A secura de sua boca já incomodava e pra piorar o vento frio castigava seu corpo.

    — Droga... Se já não bastasse eu ter me perdido do Urso ainda estou morrendo de sede e com frio.

    O Arqueiro chuta uma pequena pedra em sua frente que sai rolando, era melhor encontrar uma fonte de água, um local para acampar e algo pra se alimentar mas obviamente tentando não perder os rastros no animal.

    1o0oP (Lui)
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 616
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Sex Set 28, 2018 9:12 pm





    O patrulheiro caminha por horas em sua busca, no caminho, encontra água boa para beber, satisfaz sua sede, enche seu cantil, mas não desiste, continua a caminhar. As pegadas do urso indicam que seguiram para o oeste, mesmo rumo em que a estrada seguia, no entanto, após muitas léguas, há um desvio, a partir dali, rumam para o norte e depois noroeste, e continuam seguindo. Finalmente, após caminhar muito, a ponto de seu corpo esquentar e suar, abatendo aquele frio, encontra uma nova situação. Vestígios deixados para traz parecem indicar que Amem parou por um tempo.



    — Devem ter parado para descansar.



    Ao observar esse lugar, logo o patrulheiro percebe algo ruim, muito ruim, rastros deixados no local indicam que ouve violência, galhos quebrados, raízes arrancadas, sinais de cortes em troncos de uma das árvores, como se algo pontudo a tivesse rasgado, pela experiência de Artigle ele tende a acreditar que aqueles cortes foram feitos por prezas ou dentes afiados. — ÓH não. Pensa ele. De repente, ao fundo, ouve movimentação, ainda não dá pra ver, mas a direção é clara e esta perto! Sons de rugidos, e árvores chacoalhando e quebrando, um cheiro estranho no ar, "sangue?", Artigle tem um mau pressentimento.









    Drako
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 67
    Reputação : 6

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por Drako em Dom Set 30, 2018 4:38 pm


    Artigle não pensa duas vezes, saca seu arco e quando prepara a disparada em direção ao local...

    "É melhor eu ir com calma, na última vez paguei caro pela minha insensatez."

    Ele então começa a se esgueirar furtivamente tentando captar cada movimento ou som para assim identifica-los e puder surpreender um possível inimigo mas seu arco já estava com uma flecha preparada para agir.

    "Será que é o Urso e seu companheiro?" - o pensamento deixava ele com pressa de agir mas dessa vez ele vai seus levado por impulso. - "Me colocar em perigo pode tirar a única chance de salvação deles, tenho que agir com frieza."

    1o0oP (Lui)
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 616
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qua Out 03, 2018 1:13 am





    Artigle põe em uso suas habilidades furtivas, esgueira-se pela floresta noturna como se fosse uma sombra, avança rapidamente na direção em que ouviu o movimento. Então, após caminhar um pouco, fica chocado com o que vê, pois não esperava se deparar com aquilo num momento como este ... De longe, escondido, seus olhos atentos miram direto na direção de uma silhueta "— Um humanoide." pensa ele. A figura está agachada próximo de uma árvore, de costas para Artigle, porém, no escuro da noite, tudo o que o patrulheiro consegue ver é um contorno. Seja o que for, está ali, agachado, e emanando sons .... "nhac, nhac, nhac ..." E o cheiro é forte, está incendiando o ambiente, um cheiro familiar para Artigle "É cheiro de barrigada! ... Óh não!" ... Os olhos do andarilho escondido lançam-se para averiguar os arredores daquela criatura, e, no chão, o que vê, é o que o choca!



    — São pedaços ...
    Um silêncio angustiante se faz.
    — Pedaços de um humanoide ...



    Pensa isso após ver tripas, pedaços de pés, pernas, braços, ossos, crânio, órgãos internos, e sangue, muito sangue, pra todo lado, um sangue que no escuro não é vermelho, mas preto, e aquele cheiro intenso, que só é emanado do interior de um corpo humanoide, a pouco tempo vivo, e agora despedaçado e fresco. É absolutamente grotesco, uma cena de horror, de dar embrulho no estômago à qualquer um que vesse! Não obstante, o som gradual ainda se mantem, "Nhac, nhac, nhac...". Nesse ponto o patrulheiro entende, o som é da criatura mastigando ... Artigle então, aproveitando sua posição de vantagem, procura com os olhos rapidamente por vestígios que o ajudassem a saber se o companheiro do urso tinha algo a ver com isso, mas estava escuro, e os pedaços muito desfigurados, era impossível saber naquela situação ... E até agora, nem sinal do urso.






    Drako
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 67
    Reputação : 6

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por Drako em Sab Out 06, 2018 4:28 am


    Artigle vai contornando a área, queria agir logo e enfiar uma flecha na cabeça do monstro mas sua cota de impulsividade estava paga, ele mantém os olhos e ouvidos atentos, queria saber se tinha mas algo no local e se havia algum sinal do aventureiro e seu companheiro urso.

    Por um momento passa pela sua cabeça que o corpo poderia ser de Amem e aquilo que lhe embrulha o estômago, então rapidamente ele espanta a ideia e enquanto caminha, aumentando a distância para ficar ainda mais seguro mas mantendo o inimigo na distância do arco ele sussurra em Silvestre.

    — Bidh am mathan mòr a 'neartachadh mo shùilean, a' stiùireadh mo làmhan agus a 'dèanamh nach urrainn dhan sealg teicheadh air an sealgair.

    Agora ele podia sentir a sua presa com mais facilidade, os barulhos, sua forma e até seu cheiro eram mais nítidos para o Patrulheiro. Com isso até para abater o monstro o Arqueiro teria mais facilidade, então ainda observava com calma para poder analisar melhor a situação antes de agir.

    1o0oP (Lui)
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 616
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Ter Out 09, 2018 11:40 am






    Artigle, ainda escondido atrás de um tronco, observando aquela cena de horror, caminha furtivamente contornando, e enquanto isso, faz seu sussurro em silvestre para se acalmar. Nesse momento, ao sussurrar em silvestre no mesmo instante em que passa por um tronco bem espesso, o patrulheiro ouve inesperadamente uma resposta ...

    De um orifício desse tronco espesso, Artigle pode ouvir uma resposta aguda.

    Fiu, fiu, fiu ... kuiin, kuiin, ... alfuii elfuoo alfuim, amuiin felisuin, fuiiin!

    Artigle pára e ouve atentamente o sussurro, e daquele orifício aparece um pequenino focinho. A criaturinha sai tímida de sua toca, seu focinho cheirando aquele ar sanguinário ... Os dedos do patrulheiro aproximam-se daquele focinho inofensivo, deixando-o cheirar seus dedos, e ouvindo a resposta da criatura, que aos poucos vai revelando ser um pequeno esquilo assustado.

    Medo, medo, medo ... fera, sangue, morte ... amigo urso, ajuda!

    Enquanto isso, a fera continua onde está, mastigando os pedaços.






    Drako
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 67
    Reputação : 6

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por Drako em Ter Out 09, 2018 5:17 pm


    Mesmo com todo aquele cenário Artigle abri um sorriso para o esquilo, fazendo um pequeno xamego em sua cabeça e o respondendo.

    — Eu vou ajudar, não se preocupe.

    O sorriso se esvai tão rápido quanto sua mão tencionava a flecha para trás e disparava com uma firme pontaria em direção ao monstro.

    1o0oP (Lui)
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 616
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qui Out 11, 2018 3:08 am






    A fera mastiga os pedaços da criatura morta quando, de repente ... "Fiuuu..." Um zunido no ar. A flecha de Artigle perfeitamente apoiada na corda do arco, é lançada com grande precisão na direção da criatura de costas. "Splash!" Ela atinge.


    Roooaaarrr ... — O rugido é como o de um leopardo atingido de surpreza.

    A flecha atinge a parte inferior do bíceps direito, varando-o. A fera, num salto, rápido e ágil como todos os felinos, cai apoiando-se sobre pés e patas. Com suas prezas sob o focinho bigodudo, morde a flecha atravessada no braço direito, e num único puxão, à arranca de uma vez! A visão noturna de Artigle naquele ambiente de penumbra o permite ver dois grandes olhos brancos envoltos por uma pelagem branca e preta. O rosto é de um tigre, contudo o corpo é de um humanóide! A criatura está estranhamente vestindo algumas roupas humanas, banhadas em sangue.

    Ilustração da Fera:



    A fera está tomada por ódio e fúria, seu rosnar é aterrorizante.






    @Drako, role iniciativa por favor. O "Tigresomem" rolou um 18. A partir daqui, valem as regras de postagem em situações tensas, descritas aqui.
    @Matsu e @Kayo Ribeiro, atenção total. hahaha Já aproveitem e rolem iniciativa pra mim também, por favor. Exceto o Matsu, pois já rolei pra você.




    Kayo Ribeiro
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 44
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por Kayo Ribeiro em Qui Out 11, 2018 1:44 pm

    Alice olha a situação, um licantropo aparentemente saguinario atras do nobre elfo que lhe devia uma, ela sorri de leve a Black Weapon muda de forma para canhão ela rola e atira nele dizendo "Hey grandalhão, olha eu Aqui" e seus pés na grama começam a ficar mais rápidos, sua agilidade é clara "Trama magica faça com que meus músculos vão alem do alcance" e ela casta(Expeditious Retreat), ela sente os músculos de suas pernas tremerem, ela sente a o fluxo da magia os abrirem e fortificarem. Agora espera o monstro vir até seu alcance.
    1o0oP (Lui)
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 616
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qui Out 11, 2018 1:58 pm






    De repente, Paaaahhh! O canhão de Alíce libera mais um projétil que viaja a toda velocidade, formando um canudo de ar. A bala atinge o ombro esquerdo da fera.

    Roooaaarrr ... — O licantropo olha na direção de Alíce avistando-a ao longe, aqueles olhos frios e furiosos à fitam intensamente enquanto sangue escorre de seu ombro.




    Próximo a agir é @Matsu, finalmente pode estreiar! hahaha =]
    OBs: Essas minhas postagens descritivas não influenciam na iniciativa.
    Iniciativa: >>> Mestre  >  Alíce  >  Tigrosomem  >  Artigle  >  Mestre  >>>  (As vezes posso postar entre vocês, como fiz agora.)




    Matsu
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 125
    Reputação : 2

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por Matsu em Qui Out 11, 2018 4:30 pm


    Tolo é aquele que ataca a fera enquanto ela se alimenta: com o sabor da presa ainda na boca a besta se embebe em seus instintos de luta, para assegurar a refeição. Se soubessem a quanto tempo ansiava por carne teriam reconsiderado, é certo. Já seria erro fatal meramente aproximar-se. Ameaça-la, então, fez-se suicídio.
    Agora ferido, a fúria bestial afasta ainda mais a consciência que lutava para retomar o controle, arremessando-a num abismo vermelho-sangue. Pelos se eriçam e garras se armam, refletindo o brilho prateado da lua. Circulação corre louca. Cheiros traçam caminhos em pleno ar. Olhos brilham, implacáveis. Ouvidos captam cada folha a tremer. A língua anseia pelo sabor da nova presa.


    Rhoaaar!!! Sangrar? Matar? Matar...MATAAAR!!! RHOAARRR!!!

    Músculos em riste: cada fibra se contrai acumulando potência e gerando uma espécie de gemido retorcido. "O lamento de vítimas passadas, ainda preso nas entranhas da fera", diriam os supersticiosos. A fera se lança numa disparada veloz por entre as folhagens num bote assassino, cobrindo a distância que a separa de Alíce. É bom a garota ter um saque rápido, ou pode ser partida em duas num relampejar da luz do luar. Em algum lugar a morte sorri.

    1o0oP (Lui)
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 616
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qui Out 11, 2018 7:45 pm






    A fera é extremamente rápida, Alíce ajustava o passo enquanto a criatura se aproximou, quando preparou-se para correr já era tarde, a criatura deu seu bote sobre Alíce. Embora não esperando por aquele disparate da criatura, a garota com as pernas magicamente reforçadas consegue se mover a ponto de evitar ser atingida, contudo, foi por um fio, e no instante em que escapa, reflete naturalmente. — Se esse golpe tivesse me atingido, teria perdido uma parte de meu corpo!! — Pensa ela, conscientizando-se da situação.




    Nota: Nem sempre que perderem algum HP significará que foram feridos.
    @Kayo Ribeiro, faça um Save de Força para evitar ser derrubada. E é vez de Artigle.




    Drako
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 67
    Reputação : 6

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por Drako em Sex Out 12, 2018 11:32 am


    A flecha de Artigle havia acertado com perfeição o seu inimigo porém não fora o suficiente para abate-lo mas sim para causar uma fúria gigantesca no que aparanteva ser um...

    "Trigosomen?!?!?!" - Pensava o Arqueiro, já ouvirá histórias sobre licantropos mas normalmente falavasse de meio homem meio lobo.

    Mas antes mesmo que a criatura pudesse pensar em investir sobre o Patrulheiro, como um relance surge Alice que ele tentará salvar de forma bizonha horas antes, o Elfo rapidamente procura o Urso e seu companheiro mas nenhum sinal deles em priore, sua sorte parecia não o estar seguindo mais desde o combate com os goblins.

    Então atenção voltasse para o combate novamente para o combate e para a ação displicente dessa vez por parte da artífice, Artigle tenta alertar sobre o perigo.

    — Não se aproxime dele, é perigoso...

    E enquanto ele grita... Por um triz ela não é acertada pelas garras do adversário.

    — Droga... Droga... Droga...

    Reclamava o Arqueiro ao ir se aproximando da besta, não tinha nenhuma intenção de ter um combate próximo com a criatura mas iria dividir sua atenção para não deixar Alice ser o único foco, enquanto movimentava em direção seus olhos se fixava mais uma vez na sua presa e mais uma flecha era disparada com maestria.

    1o0oP (Lui)
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 616
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Sex Out 12, 2018 1:16 pm






    Artigle ajusta sua posição para abrir melhor visão e atacar a fera, assim que consegue um bom ângulo lança mais uma flecha certeira, a mesma cruza o bosque zunindo outra vez — Faarp! Finca na perna direita da criatura, mais sangue escorre, mas o ódio, a fúria, a fome, tudo é tão intenso que a criatura mal nota o que aconteceu!

    Todavia, quando Artigle prepara mais uma flecha, seus olhos passam por um momento pelo oeste, e ele vê uma cena inesperada! Logo ali, a uns trinta metros, há uma outra criatura ferida, o sangue espalhado indica que houve luta, mas a respiração rápida demonstra que ainda há vida! A pelagem, o formato, e o som dos pequenos gemidos de dor, agora que o patrulheiro olha com mais atenção, é inconfundível, é Ted!

    Do outro lado, a garota que por pouco escapa do ataque, apoia-se mal com o pé ao aterrissar, e cai com o impulso.




    É vez de Alíce! =]




    Kayo Ribeiro
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 44
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    No corpo a corpo a Parada é outra

    Mensagem por Kayo Ribeiro em Seg Out 15, 2018 11:18 am

    Alice se surpreende com a velocidade da Fera e com seu ataque, caída no chão ela embolsa   um sorriso, "Você é bom", ela transforma da black weapon em uma espada,  a arma se encurva toda se desmantelando e formando uma lamina, então ela rola para o lado, vamos ver sé é bom mesmo passa por de baixo da fera vai para um lado para o outro e prepara sua esquiva(Ação entrar em dodge). "Hey Arqueiro eu confio nos seu potencial faz o melhor, e não erra essas flechas". Ela começa a estudar a criatura e tentar entender o que e como ela é.

    Acréscimo do Mestre: @Matsu, se atacar Alíce, role o ataque com desvantagem, pois ela entrou em "Dodge" ("Esquivar").
    1o0oP (Lui)
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 616
    Reputação : 17
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qui Out 18, 2018 12:21 pm






    Ainda engajada, Alíce encontra um melhor posicionamento e foca sua atenção em esquivar dos próximos ataques, e ao mesmo tempo, raciocina, tentando deduzir algo sobre a criatura a partir do que pôde ver de perto.




    @Kayo Ribeiro, faça um Teste de Investigação pra tentar deduzir algo sobre esta criatura, a partir do que captou sobre ela.
    Próximo a agir é @Matsu, ou melhor, a fera.




    Conteúdo patrocinado


    Re: Uma Noite Fria, Sombria, Traiçoeira. É Noite de Luas Cheias!

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Seg Dez 17, 2018 2:31 pm