Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Compartilhe
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2791
    Reputação : 199
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Bravos em Qui Out 18, 2018 2:48 pm


    Entraram na Dedosdemel e ainda estavam se deslumbrando com aquela loja quando March chamou May. A situação, porém, mudou num instante e outros alunos de anos mais avançados se amontoaram, a maioria da Sonserina, para chacotar e ameaçar o grupo deles. O monitor da Corvinal tentou dissuadi-los, sem muito efeito, porque havia um outro monitor bastante interessado naquele conflito. Eles culpavam os garotos por... Por que mesmo? Era admirável como as pessoas cismavam com as outras sem tem uma razão sequer.

    Daemon tomou a dianteira, passando na frente de sua prima e um pouco provocando a turma de agitadores. De fato, grandes coisas seria um grupo de alunos do quinto ano arranjar encrenca com um grupo do primeiro ano. Clément tocou no ombro de Daemon e falou diretamente com ele, sem encarar o grupo de baderneiros: - Deixe-os para lá, Daemon. Eles só querem arranjar confusão. Vamos ver os doces daquele outro lado da loja. - O garoto francês apostava na autoridade de March para impedir que algo acontecesse se eles não se mostrassem agressivos ou interessados na mesma confusão. - Deve ter muito mais coisa para ver por aqui do que ficar trocando xingamentos com eles. - Não pretendia pegar uma outra suspensão por conta de problemas que vieram de fora.  
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2157
    Reputação : 142
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por shamps em Seg Out 22, 2018 1:31 am



    As quatro crianças se entreolharam diante do beco e decidiram por ir para a loja e depois conversar com Lunma.

    - Tem razão, ela deve ser muito ocupada. Vamos comprar os doces e depois ver as outras lojas - concordou com a ideia de Clement.

    A loja era adorável e aconchegante com suas cores e sabores. A garota nem sabia por onde por onde começar sua jornada de compras.

    - Uau... olha lá, May - ela apontava várias coisas e comentava com os amigos.

    Ela demorou um pouco para notar que as outras crianças e jovens se afastavam deles ou saiam da loja, mas mal teve tempo de formular alguma opinião à respeito, pois logo March chegava e ela notou que ele estava em defesa de seu irmão e dos amiguinhos dele. Ela ficou radiante ao ver seu ídolo entre os Woodburn, tão feliz que mal cabia em si.

    - May - ela cutucava o amigo de forma repetitiva - é o March. Que alegria - e quando o monitor se aproximou da turma, ela ficou mais feliz ainda - olá March - cumprimentou o jovem em questão, com um sorriso de orelha a orelha.

    A pequena ruiva até ia falar mais coisas, mas foi interrompida pelos alunos mais velhos da Sonserina que chegavam com implicância para cima das crianças. Ao invés de sentir medo deles, Alanna sentiu-se orgulhosa por ter seu valente monitor a defende-los, meros primeiranistas e de casas diferentes. Claro que, apesar de toda a admiração pelo jovem, ela não deixou de notar que o clima ficava pesado e estranho entre os mais velhos, como se eles estivessem a ponto de brigar. Aqueles alunos estavam hostis e Alanna não queria que uma briga acontece, logo ali, naquela loja tão bonitinha.
    A pequena ruiva pôs-se diante de March para defende-lo das ameaças do monitor da casa da cobra e Daemon se locou diante dela com a mesma intensão. Ela não queria que ele se metesse em encrenca e se machucasse, mas ficou orgulhosa ao saber o quão valente ele era.

    - Cuidado, Daemon! - ela segurou nos ombros do primo - o... o que você disse a eles? - indagou o primo após a fala da aluna sonsa. O garoto da Grifinória ainda retrucava os alunos mais velhos da outra casa, mas Alanna entendia as palavras dele e até concordava: que vantagem os mais velhos teriam em brigar com crianças - o Daemon está certo. Não devemos brigar! Somos colegas!

    Clement também tinha uma postura contra brigas, o que enchia Alanna de tranquilidade, mas ouvir aqueles alunos xingando seu primo, seu querido primo, a pessoa com quem ela passou boa parte da infância quando a escola levou sua irmã e o trabalho levava seus pais, era com Daemon que passava seu tempo. Alanna franziu o cenho e encarou Freya.

    - Peça desculpas ao Daemon agora mesmo! Você não tem direito de falar assim com ele. Os Finnicks deveriam ser educados e não é o que está aparecendo aqui - ela ainda segurava o primo e o puxou para longe deles - vamos com o Clement - também segurou no braço de March - deixa eles para lá, por favor. Não queremos brigas! - ela não via porque alimentar aquela discussão.

    Hylian
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 462
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Hylian em Seg Out 22, 2018 5:34 pm





    Mas o que virou isso aqui, crianças? – Perguntou um dos funcionários do estabelecimento ao notar o aglomeração dos discentes – Vamos, não briguem, tenho doces grátis para todo mundo! –  Disse o velho homem com um sorriso  pacifico no rosto e trazendo nas mãos um pequeno saco de couro onde retirou um pequeno pirulito da cor do arco-íris e ele ofereceu um pirulito a cada um que lá estivesse – Você deve ser a Srta. Oshier, estou certo? Tome... Ah, Vaganay, correto? Aqui está o seu, Griffiths, é claro, tome, Dois Woodburn’s, tomem...

    Vamos, há coisas mais importantes do que se preocupar com gentinha... – Comentou Freiya ao torcer o nariz com a presença indesejável do velho funcionário. A quartanista ignorou a revolta de Alanna e de nariz empinado ela deixou o local seguida por sua tropa.

    Os protagonistas notaram que o velho funcionário carregava junto ao peito um distintivo com o seu nome “Sr. Mendley, Harold – Funcionáro Dedosdemel desde 2004”.

    Freiya guiou seu grupo de capangas sonserinos junto com o primo, Bowick, para fora da loja, ao ver algo mais interessante no exterior, deixando finalmente nossos heróis em paz agora que eles estavam sobre a vigilância de um adulto. Finalmente, eles poderiam cumprir sua missão naquele local e explorá-lo a fim de buscar pelos doces de seus interesses em um local com centenas de milhares de opções.

    Vamos, divirtam-se pela loja, há muitos doces que possam escolher! – Disse Harold com um sorriso simpático – Que tal uma Vassoura Skylight de chocolate? – Ele ofereceu apontando com seu dedo torto para uma sessão não muito longe deles onde havia uma enorme vassoura em tamanho real feita de chocolate suíço ao leite com creme, o acabamento era tão perfeito que se poderia confundir com uma vassoura de corrida de verdade.

    Nossa, e quem consegue comer isso tudo de chocolate? – perguntou May inocentemente...

    Acredite, muitos fazem um esforço – Riu o funcionário.

    A Vassoura, em questão, custava 180 galeões.

    Olhem! – Exclamou May – Bala sanguinária! Elas fazem você sangrar de mentirinha, é para o Halloween, só 10 galeões, vou levar!



    • Abacaxi cristalizado - Pequenos cubos de abacaxi cozido em calda de açúcar, um doce muito comum no mundo bruxo. Recupera 8 PV's Preço G$ 20
    • Bolos de caldeirão - Bolo do tamanho de um caldeirão médio Recupera 30 PV's Preço G$ 100
    • Bombons explosivos - Bombons de vários sabores com teor explosivo ao saboreá-lo. Recupera 10 PV's, Preço G$ 30
    • Caramelos cor de mel - Pequenos caramelos comuns. Recupera 5 PV's, Preço G$ 10
    • Chapéu pontudo de chocolate - Um chapéu médio feito de chocolate Recupera 15 PV's, Preço G$ 40
    • Chicles de baba-bola - Chicletes que formam uma bola tão grande fazendo com que a pessoa flutue Turno 1 a 3, Preço G$ 40
    • Chocobolas - Parecidos com Cupcukes, são bolinhos de chocolate com creme e mousse de morango Recupera 6 PV's, Preço G$ 25
    • Choco-Loco - Um chocolate peculiar, ele deixa o personagem insano, capaz de tomar atitudes que em sã consciência não o faria. Turno 1 a 3, Preço G$ 80
    • Cupcake de Caldeirão - Um Cupcake em forma de caldeirão, o recheio é sempre uma surpresa Recupera 8 PV's, Preço G$ 25
    • Delícias gasosas - Um aroma extremamente forte. É sempre uma surpresa que tipo de cheiro se pode encontrar, desde um peido, passando por ovo podre, até mesmo rosas bem cheirosas. Algumas pessoas entraram em extasie devido aos prazeres sombrios das Delicias Gasosas. Turno 1 a 3, Preço G$ 80
    • Diabinhos de pimenta - Pequenos diabinhos com sabor pimenta. Quem os comer fica com o rosto escurecido devido a mágica Turno 1 a 3, Recupera 5 PV's Preço G$ 12
    • Esqueletos de chocolate - Esqueletos de chocolate tão bem feitos que parecem ser reais, não fossem pela cor marrom Recuperam 10 PV's, Preço G$ 20
    • Feijõezinhos de todos os sabores - Feijõezinhos coloridos de todos os sabores inimagináveis Preço G$ 5
    • Glacial flocos de neve - Um doce que simula flocos de neve tão gelado e adocicado, um dos preferidos da criançada, muito parecido com um sorvete, faz a língua ficar azul Turno 1 a 3, Recupera 10 PV's Preço G$ 20
    • Lesmas de Geléia - Pequenas lesmas tão bem feitas que parecem reais, são usadas pelas mães para acalmarem seus filhos, já que o doce tem efeito calmante Turno 1 a 3, Recupera 8 PV's, Preço G$ 40
    • Madame borboleta - Um doce, um ritual infantil. Reza o ritual que você deve comer primeiro as asas, depois a cabeça, então as patinhas, as antenas e por ultimo o corpo, ou será amaldiçoado pela eternidade. Recupera 12 PV's, Preço G$ 22
    • Algodão doce - Um doce originalmente trouxa, porém enfeitiçado ele muda de cor conforme é mordido Recupera 3 PV's, Preço G$ 5
    • Pirulitos com sabor de sangue - Pirulitos que simulam o sabor do sangue, os favoritos do Conde Drácula e seus vampiros Recupera 8 PV's. Preço G$ 20
    • Pirulitos Arco-íris Descubram...
    • Sapos de chocolate - Sapos de chocolate enfeitiçados para fugir de seu algoz. Trazem consigo sempre uma figurinha de Bruxas e Bruxos Famosos Recupera 5 PV's, Preço G$ 50
    • Tortinhas de abóbora - Tortinha doce de abóbora Recupera 12 PV's, Preço G$ 22
    • Varinhas de alcaçuz - Varinha açucarada Recupera 6 PV's, Preço G$ 40
    • Varinhas de chocolateVarinha muito bem feita de chocolate quase tão real quanto as de madeira. Recupera 12 PV's, Preço G$ 25



    OFF - Informações escreveu: Ainda não foi desta vez que começamos a dular novamente, mas acalmem a ansiedade q estamos chegando lá! Por enquanto, deixei uma pequena lista de doces que vocês podem comprar, lembrem-se que vocês tem um limite de objetos que podem carregar nos bolsos, excedendo o limite o resto ficará no baú de vocês dentro do salão comunal e, mais uma vez, excedendo o baú pessoal de voces, terão de ir até gringottes. Então este post é mais tranquilo só explorar as lojas e comprar o que quiserem!

    PS: Vcs podem dividir o valor de uma compra, por exemplo - q

    Taça das Casas ON:

    Gryffindor 375
    Hufflpuff 350
    Ravenclaw 435
    Slytherin 450

    ESTADO ATUAL:


    DAEMON GRIFFITHS
    Ano 1
    PVS: 30
    PMS: 20
    Bônus: + 2 em Feitiços que alterem o "Estado"; + 2 em AR; Sedução Meio-Veela; x2 em feitiços de Fogo.
    Penalidades:


    ALANNA O’SHIER
    Ano 1
    PVS: 40
    PMS: 25
    Bônus: + 2 em feitiços do tipo "Contra-Azaração"; + 2 em AR; x2 em feitiços de Vento.
    Penalidades:


    CLÉMENT VAGANAY
    Ano 1
    PVS: 20
    PMS: 30
    Bônus:+2 em feitiços do tipo "Transfiguração"; + 2 em AR; x2 em Feitiços de Terra.
    Penalidades:

    Diricawl
    PVS: 10
    PMS: 8
    Bônus: Pode aparatar (teletransportar) dentro de uma pequena área.
    Penalidade:
    Raijecki
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 738
    Reputação : 10
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Raijecki em Seg Out 22, 2018 6:37 pm


    Daemon sorriu de orelha a orelha por ter conseguido se livrar de ter de duelar contra alunos bem mais velhos do que ele. Mesmo sendo confiante de suas habilidades, admitia que não tinham chance contra alunos muito mais experientes. Guardou sua varinha e seguiu o puxão de sua prima e a agradeceu por telo defendido:

    - Obrigado Alanna, a verdade é que não ligo muito para o dizem de mim, o que importa é não se meterem com as pessoas que amo. - Dizia com outro sorriso, mas dessa vez de alegria, pois logo ganhavam doces de graça de um dos funcionários da loja. May ainda conversava com o homem sobre uma vassoura de chocolate e depois comprava algumas balas sanguinárias, algo que fez Daemon ter varias ideias de pegadinhas, mas infelizmente o seu porte financeiro não era um dos melhores e ainda tinha prometido levar alguns doces para seus outros amigos que acabaram ficando em detenção.

    - Vou levar duas Tortinhas de abóbora e mais dois algodões-doces, por favor. - Avisava ao vendedor e encarava sua prima, na esperança que ela lhe pagaria pelo menos mais um doce, afinal ela tinha prometido e era a mais rica dos três. Após as compras, o jovem Griffiths dava uma ideia de onde poderiam seguir:

    - E então, que tal irmos explorar a casa dos gritos? Se não me engano ela não estava entre os lugares proibidos...

    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2157
    Reputação : 142
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por shamps em Qui Out 25, 2018 10:31 pm



    Foi um alívio quando o funcionário da loja apareceu e dispersou os alunos da Sonserina, evitando um conflito entre as crianças e os mais velhos. A garota suspirou de alívio, para só depois agradecer o senhor Mendley e aceitar os doces. Ela ficou encantada com a gentileza do homem ao lhes entregar pirulitos, deliciosos por sinal, e pelo fato de saber que eram.

    - Ah! Obrigada, senhor Mendley. Como o senhor sabe quem somos? - disse enquanto desembrulhava o doce colorido.

    A pequena Alanna abraçou seu primo com força, feliz por saber que ele escapara daquela encrenca e por ser mútuo o carinho que recebia dele.

    - Eu não quero que você se encrenque, só isso. E obrigada por me defender.

    Ela andou pela loja que decidiu comprar alguns bombons explosivos e alguns flocos de neve, e para seu ídolo comprou uma tortinha de abobora.

    - Essa é para você, monitor March! - ofereceu o doce sorrindo - por ter se preocupado com a gente.

    Como não podia deixar de ser, o pequeno Daemon sempre tinha umas ideias estranhas que não agradavam nada a prima irlandesa.

    - Nem pensar, Daemon. Com esse nome, deve ser um lugar horripilante - disse cruzando os braços - por que quer ir lá?

    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2791
    Reputação : 199
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Bravos em Sex Out 26, 2018 8:34 am


    Por sorte, um funcionário da loja interviu e aquilo desencorajou os garotos do quinto ano da Sonserina de arranjar confusão com eles. O senhor que os havia salvo entregou para cada um um doce. Clément pegou o seu e guardou. Gostava de doces, mas a iminência de um conflito com quintoanistas ainda estava entalando sua garganta.

    Admirou-se com a vassoura de chocolate em tamanho natural, poderia mesmo dizer que era uma vassoura de verdade. Na França era comum ver em lojas trouxas estátuas de chocolate como aquela. A da Dedosdemel, contudo, tinha um acabamento que ia além de qualquer virtuose trouxa. Alanna falava com seu primo dizendo-lhe que queria vê-lo longe de encrencas e o francês aproveitou para um gracejo: - Você não entende, Alanna, as encrencas que procuram seu primo hahaha - Passou então a escolher seus doces. Tinha que escolher bem, pois com a mudança para Inglaterra, sua família teve muitos gastos e, por isso, o dinheiro que tinha era pouco. Não pôde deixar de pensar como doces eram caros. - Vou ficar com dois Glaciais Floco de Neve. - Além disso, tinha o pirulito multicolorido dado pelo Sr. Mendley.

    Vendo que Alanna não estava muito inclinada a ir para a Casa dos Gritos, Clément deu uma outra sugestão: - Por que não vamos à Zonkos? Acho que é aqui perto, tenho impressão de ter visto a vitrine quando estávamos aqui na frente. Ou podemos ser mais estudiosos e ir na loja de itens e equipamentos mágicos e quem sabe aprender alguma coisa!
    Hylian
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 462
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Hylian em Sex Out 26, 2018 5:55 pm





     Que bom que você não se afetou com o que disseram, Griffiths – Disse March Woodburn aliviado com a saída dos Finnick’s e de seu grupo de sonserinos que o acompanhavam para fora da loja de doces – Sinceramente esta família tem problemas...

    Eu entendo o descontentamento de vocês, crianças... – Interrompeu a  voz esganiçada do Sr. Harold olhando-os com seriedade – Porém a família a qual o Senhor se refere tem muito mais do que “problemas”, March... – Completou ele demonstrando profundamente entristecido com a maneira como o monitor da corvinal se referiu a eles – Tudo está ficando tão triste ultimamente e eu temo por todos...

    O que quer dizer? – Perguntou May arqueando a sobrancelha direita curioso com o modo como o funcionário misteriosamente respondeu seu irmão mais velho.

    Muito obrigado, Alanna! – Agradecera March ao receber a tortinha de abóbora de suas mãos sem tirar os olhos castanhos do misterioso funcionário diante dele – A casa do grito não é um lugar perigoso, pelo menos não é para ser, é bem divertido, vocês podem ir, vão se gostar de lá! – Ele explicou aos primeiranistas.

    Uma mulher levemente obesa e de estatura alta cabelos encaracolados, olhos protegidos por um óculos dourados e um vestido belíssimo adentrou a Dedosdemel parecendo profundamente cansada e aborrecida com o que quer que tivesse recentemente acontecido e estava acompanhada de um elfo doméstico barrigudo que trajava apenas uma tanguinha e dois bruxos-Aurores que pareciam escolta-la para dentro mantendo-a livre do assédio da população que se aglomerava para tirar fotos ou pedir por autógrafos.

    Harold! – Chamou a bruxa aproximando-se dos protagonistas. March abriu o bocão como se não acreditasse em que via e May arregalou os olhos.

    Ursulah Wintterfey – Exclamou Sr. Mendley com um sorriso sincero ao rever uma amiga que há muitos dias não via.

    Mas é a primeira ministra! – Disse May sem poder se conter.

    Não, querido... – Corrigu Ursula olhando-o e aproveitando para olhar os protagonistas que jaziam imóveis diante dela – Sou a vice do primeiro ministro, por enquanto é claro – Sorriu como se quisesse dizer algo, não que ela esperasse que meras crianças entendessem ironias adultas.

    Senhora Vice Ministra... – Chamou um dos Aurores atrás dela educadamente – Desculpe interromper, porém a equipe de investigação do caso do menino Phelpps da Estação de trem de Hogsmeade acredita que encontraram algo e pedem pela sua presença...

    Pois vá você! – Respondeu Ursula impaciente – Agora tenho algo muito importante para tratar com o Harold! E não se esqueçam que este caso deve ser tratado com sigilo. O ministério não precisa de mais alvoroço, a morto daquele menino já foi motivos demais para problemas. Harold, vamos!

    Ursula poderia aparentar ser fria e direta e realmente era, talvez aprendera a ser assim em seus anos de política. O funcionário, Sr. Mendley mudou completamente a feição de seu rosto ao ouvir a amiga se referir ao caso com tanta frieza, porém acompanhou-a como se fosse uma obrigação. Ele se despediu das crianças com um último sorriso que lhe era possível dar e juntos desapareceram escada acima. Um dos aurores os acompanharam, enquanto o outro desapareceu no segundo instante que ela o mandou de volta para a estação, mostrando a todos ali uma “aparatação” perfeita.

    Bom dia, queridos! – Disse uma funcionária do local – Como o Sr. Mendley não poderá mais atende-los eu irei cobrar os doces de vocês e, peço perdão por qualquer situação desagradável que venham a ter presenciado aqui, realmente não compactuamos com nenhuma delas – Disse a mulher guiando eles até um balcão feito de chocolate preto.

    Quando todos haviam pago suas compras era hora de decidir o que fariam naquela manhã livre, já que o almoço estava chegando e com ele a fome também.

    Então é por isso que a estação de Hogsmeade está fechada e é proibida, porque estão investigando o caso ainda... – Comentou May curioso.


    OFF - INFORMAÇÕES escreveu:

    Daemon gastou $ 32

    Clément gastou $ 40

    Alanna gastou  (esperando a shamps corrigir)


    Taça das Casas ON:

    Gryffindor 375
    Hufflpuff 350
    Ravenclaw 435
    Slytherin 450

    ESTADO ATUAL:


    DAEMON GRIFFITHS
    Ano 1
    PVS: 30
    PMS: 20
    Bônus: + 2 em Feitiços que alterem o "Estado"; + 2 em AR; Sedução Meio-Veela; x2 em feitiços de Fogo.
    Penalidades:


    ALANNA O’SHIER
    Ano 1
    PVS: 40
    PMS: 25
    Bônus: + 2 em feitiços do tipo "Contra-Azaração"; + 2 em AR; x2 em feitiços de Vento.
    Penalidades:


    CLÉMENT VAGANAY
    Ano 1
    PVS: 20
    PMS: 30
    Bônus:+2 em feitiços do tipo "Transfiguração"; + 2 em AR; x2 em Feitiços de Terra.
    Penalidades:

    Diricawl
    PVS: 10
    PMS: 8
    Bônus: Pode aparatar (teletransportar) dentro de uma pequena área.
    Penalidade:
    Raijecki
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 738
    Reputação : 10
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Raijecki em Sex Out 26, 2018 8:13 pm


    - Sim, a sorte deles é que não se meteram com meus amigos. - Respondia sério ao monitor irmão de May, mesmo sabendo que provavelmente iria parar na enfermaria em uma caixinha de fósforos enfrentando alunos mais velhos. - Problemas tem famílias normais como a minha, esses aí tem falta de honra mesmo.  - Concluía sobre o comentário de March sobre a família dos sonserinos e logo arqueava sua sobrancelha assim como May quando o Sr. Harold falava sobre tempos tristes e tremer por todos. Porém não obtiveram resposta a aquela pergunta.

    Abriu um sorriso quando March os avisou que a casa do grito não tinha problemas e poderia ser explorada sim. - Viram só? Eu disse, deixem de ser medrosos, e Clement, se você estava contando suas moedinhas tentando não gastar muito, porque ainda quer ir em mais uma loja? Vamos para a casa do grito! - Dizia animado e ansiosos para deslumbrar os mistérios que rondavam o famoso local de Hogsmead. - Eu protejo você Alanna! Pode confiar em mim!

    E então antes que pudessem decidir aonde iriam, para espanto e surpresa de Daemon, a vice ministra da magia adentrava a loja e cumprimentava o Sr. Harold junto de um elfo domestico e mais dois aurores. Estavam investigando a morte de William, o que explicava o motivo da estação de trem estar proibida. Ouvindo atentamente a conversa deles, Daemon não se conteve em se intrometer:

    - Senhora Vice Ministra, me chamo Daemon Griffiths, desculpe me intrometer mas eu era um dos que estavam lá quando aquilo aconteceu, foi horrível e espero que prendam o culpado por isso o mais depressa possível.

    (...)

    Após isso, o Sr. Harold acabava partindo com a vice ministra bem como os aurores e o elfo doméstico, ficando assim uma funcionária para atende-los. May comentava sobre a estação, e Daemon o respondia:

    - Sim, foi o que pensei, será que não conseguiríamos ir la sem sermos notados? Talvez poderíamos descobrir algo espiando os aurores...

     
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2791
    Reputação : 199
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Bravos em Dom Out 28, 2018 10:58 am


    Observou em silêncio o funcionário da Dedosdemel falar sobre os problemas daquela família e de uma tristeza caindo sobre todas as coisas, como uma poeira grossa que se junta em sótãos nunca visitados. Clément não entendeu nada daquilo. Adultos às vezes falavam muito difícil e pareciam não querer dizer nada. O tom da conversa mudou quando foi esclarecido que não havia problema nenhum em ir na Casa dos Gritos e Daemon zombou da contagem de moedas do garoto francês: - Estava contando minhas moedas, mas ainda gastei mais que você, seu mão de vaca! Hahaha - Deu um empurrãozinho com o ombro em Daemon, caçoando da mesquinhez dele.

    Porém, aconteceu algo bastante insólito antes que decidissem para onde iriam: a vice primeira ministra do Ministério da Magia apareceu ali na loja de doces! E pelo jeito que tratou o Sr. Mendley, eram velhos conhecidos. Naquilo tudo, os jovens ali ficaram sabendo o porque não poderiam ir à estação: estavam acontecendo investigações sobre uma morte. E a vice primeira ministra chegou a citar o caso de William que, querendo ou não, envolvia-os todos. Daemon, cheio de iniciativas, foi logo falando com a senhora Wintterfey. Clément tentou pará-lo, sem sucesso.

    Depois que a vice primeira ministra se afastou com o funcionário e eles pagaram seus doces com a nova atendente, o lufano jogou a real para Daemon e Alanna: - As mortes, até agora, não tem relação nenhuma. E Daemon acabou de botar uma bandeira em nós dizendo que estávamos lá quando aconteceu, todos os aurores vão ficar de olho na gente. Como vamos chegar lá sem ser notados? - Disse um tanto quanto emburrado. - Acho que ir para a Casa dos Gritos é uma idéia melhor.
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2157
    Reputação : 142
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por shamps em Sex Nov 02, 2018 2:23 am



    O sorriso mais brilhante a pequena Alanna tinha guardado e só revelado com o agradecimento que March tinha feito, deixando-a muito feliz. Tal felicidade durou tempo suficiente para ela esquecer os problemas, problemas esses que não a abandonavam. O ar de tristeza na voz do velho Harold parecia preocupante, e, assim como seus amigos, Alanna também condoeu-se da situação.

    - Boa pergunta, May. Seu Harold, o que há com eles? - March também estava curioso e mal olhou para ela, mas a ruiva não se importou, já que ela estava igualmente ansiosa.

    O próprio monitor incentivou-os a ir até a casa dos gritos.

    A menina pode ver toda a comoção que a chegada de uma mulher importante causava ao locais e alunos de Hogwarts, nada mais nada menos que a vice Primeira Ministra. A ruiva fez uma saudação cordial para a autoridade, que logo tratou de sair com o funcionário da loja.

    - Ah, claro. Fique à vontade, seu Mendley - depois ela observou os dois deixarem a loja - uau! A vice em pessoa aqui... mas... por que você foi falar aquelas coisas para a senhora Wintterfey, hein Daemon? - disse com seriedade, compreendendo que seu primo não conseguia manter a boca fechada.

    Daemon ainda mantinha a ideia de ir à casa do gritos e a menina continuava relutante, mesmo com o incentivo do seu monitor, o que só piorou quando ele sugeriu seguir até a estação.

    - Clement e Daemon... nada de estação e nada de casa dos gritos... que coisa... - a menina cruzou os braços e batia com velocidade o pé direito - vestido em um lindo sapatinho de verniz - no chão - vocês não ouviram que a estação é perigosa? O Clement está certo, agora todos vão ficar de olho na gente... como se já não estivessem!

    Hylian
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 462
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Hylian em Sex Nov 02, 2018 12:49 pm





    Wintterfrey cessou seus passos atrás de Mendley ao ouvir a declaração de daemon Griffiths sobre um assunto sério. A vice primeira ministra olhou-o por cima de seu ombro como alguém que estudava um suspeito qualquer e seus olhos penetrantes atingiram também Alanna, Clément May e seu irmão velho, March, fazendo-os estremecerem com a imponência da mulher.

     Eu sei querido... – Sibilou Ursulah olhando diretamente nos olhos do meio veela – Centenas de alunos estavam naquele trem naquele dia junto com você e a vítima...

    Wintterfrey olhou novamente para as características físicas de Griffiths percebendo que se tratava de um descente dos Veelas e então deixou claro que de nada gostou do comentário do jovem aluno e que se ele não podia ajudar em nada, que mantivesse seu bico fechado, pois estar no mesmo local de um crime de nada mudaria os fatos afinal era só uma criança.

    Tudo bem, tudo bem... Ursulah, acredito que todos estejam preocupados com o que aconteceu e eles são primeiranistas. A vítima poderia ser um amigo deles se hoje estivesse vivos, tenhamos calma, vamos? – Interrompeu Harold percebendo uma forte tensão entre a vice ministra e os protagonistas.

    Quando finalmente Wintterfrey dera as costas e voltara a subir as escadas aborrecida com a situação, o homem de meia idade piscara para Daemon, Clément, Alanna e May, fazendo um sinal para que eles se cuidassem. Ele desejava ter mais tempo para para doar-se aos quatro, mas naquele momento era impossível, sem delongas ele logo subiu as escadas atrás da autoridade que desaparecera andar acima.

    Daemon, tente não falar essas coisas em público... – Sugeriu March percebendo alguns olhares de reprovação de alunos que se sentiam desconfortáveis com a situação.

    Acho melhor irmos então, para onde? – Perguntou May.


    Taça das Casas ON:

    Gryffindor 375
    Hufflpuff 350
    Ravenclaw 435
    Slytherin 450

    ESTADO ATUAL:


    DAEMON GRIFFITHS
    Ano 1
    PVS: 30
    PMS: 20
    Bônus: + 2 em Feitiços que alterem o "Estado"; + 2 em AR; Sedução Meio-Veela; x2 em feitiços de Fogo.
    Penalidades:


    ALANNA O’SHIER
    Ano 1
    PVS: 40
    PMS: 25
    Bônus: + 2 em feitiços do tipo "Contra-Azaração"; + 2 em AR; x2 em feitiços de Vento.
    Penalidades:


    CLÉMENT VAGANAY
    Ano 1
    PVS: 20
    PMS: 30
    Bônus:+2 em feitiços do tipo "Transfiguração"; + 2 em AR; x2 em Feitiços de Terra.
    Penalidades:

    Diricawl
    PVS: 10
    PMS: 8
    Bônus: Pode aparatar (teletransportar) dentro de uma pequena área.
    Penalidade:
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2157
    Reputação : 142
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por shamps em Seg Nov 05, 2018 2:51 am



    Engolindo em seco, Alanna não conseguia se mexer, paralisada pela imponência da vice ministra. Não agarrou nas roupas do primo, nem de Clement e nem de March, uma reação natural de quem estava assustado. Ela apenas observou a mulher sumir junto com o dono da loja.
    Sua respiração saiu pesada assim que a mulher sumiu de vista, um alívio para as crianças. A ruivinha levou a mão ao peito e suspirou.

    - Que mulher assustadora! Coitado do senhor Harold.

    A menina concordou com o monitor e olhava para o primo, concordando com cada palavra do irmão de May. O próprio colega de casa já queria sair de lá.

    - Sim, May... também quero sair - assim como March, ela também viu os olhares curiosos das outras crianças - ah, monitor, meu primo fala demais. Ah... nós não íamos a outras lojas? E depois iriamos falar com a Lunma. March, sabe se a casa do beco é da Lunma?

    Raijecki
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 738
    Reputação : 10
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Raijecki em Qua Nov 07, 2018 12:08 pm


    - Primeiramente eu disse que eu estava lá, e não vocês... - Respondia ríspido com a bochechas avermelhadas de indignação pela repreensão de seus amigos e sua prima. - E eu falo o que eu quiser falar, pois falo por mim mesmo e não vocês, seus chatos. - William tinha sido seu primeiro amigo desde que partira de sua casa para estudar em Hogwarts e ter de se calar diante de uma situação como aquela o deixava extremamente irritado e estressado.

    Alanna e Clement refutavam todas as ideias de Griffiths em tentar visitar locais menos "convencionais" e isso frustava o grifano a ponto de desistir de convence-los a irem junto com ele. E claro que as criticas - mesmo que de certa forma corretas - sobre o mesmo falar demais não ajudavam muito.

    - Façam o que bem entender, eu vou para a casa do grito seus medrosos. - Jogava suas compras - com exceção de uma tortinha de abobora que iria levar consigo caso desse vontade -  nas mãos de Clément e falava uma ultima vez antes de partir em direção a placa que apontava a direção da casa do grito. - Entregue isso para Lillo e os outros se não lhe for muito incômodo.- Chegando lá, pegaria o lampião e seguiria até o local.
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2791
    Reputação : 199
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Bravos em Qua Nov 07, 2018 12:33 pm


    Clément reagiu à pequena explosão de Daemon com certa surpresa. Sabia que o amigo era esquentado, mas a afetação foi maior do que a esperada. - Oh, calma lá, você tá muito estressado. - Disse enquanto pegava as compras que o grifino jogava em suas mãos. Deixou que ele fosse embora e virou-se para Alanna. - Acho que ele precisa de um tempo para passar a chateação. A Casa dos Gritos tem um nome estranho, porém não fomos proibidos de ir lá... Então não deve ter perigo nenhum. Deve ser como há em parques de diversão, você entra e tem pessoas fantasiadas para lhe dar sustos. Claro, que com magia... - Tentou acalmar a corvina que sem dúvidas já deveria estar aflita com a saída abrupta do primo.

    - Vamos dar uma passada na Zonko's! Seria muito sem graça vir até Hogsmeade e não passar por lá. Depois nós vamos encontrar Daemon na frente da Casa dos Gritos. Ele vai estar mais tranquilo e aí poderemos fazer outra coisa juntos. Que tal? - Sugeriu a todos. Quando saíssem da Dedosdemel, o garoto francês olharia mais uma vez para o beco onde passaram antes de entrar, só para ver se de fato via a monitora Lumna. Mas não se demoraria nisso. Mesmo que não comprasse nada, visitar a Zonko's deveria ser bastante divertido!

    - Allez, on y va! - Disse abrindo a porta da loja de doces e olhando para a rua.
    Hylian
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 462
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Hylian em Qua Nov 07, 2018 7:35 pm





    Quando os três protagonistas e May acessaram novamente as ruas de pedra de Hogsmeade deixando para trás a Dedosdemel, encontraram um céu parcialmente nublado avisando o tempo estava começando a mudar e aquela tarde poderia ser de chuva e a temperatura esfriava ligeiramente corando as bochechas dos estudantes, mas ninguém ali se importava com isso quanto tinha tantos locais divertidos e misteriosos para conhecer ou visitar novamente.

    Nem bem nossos heróis deram alguns poucos passos para fora e Clément olhara uma última vez no beco e desta vez descobrindo que a porta redonda estava semiaberta e a janela que antes encontrara Lumna com seus belos e sedosos cabelos prateados agora davam lugar aos cabelos escorridos e negros de uma menina qualquer que estava de perfil. O francês tivera a impressão de que se tratava de Annabelle, mas não podia ter certeza e como poder ser ela se a mesma ainda se encontrava em Hogwarts? Um grito estridente de uma mulher que parecia pedir por socorro ecoou pelos quatro cantos do vilarejo provocando uma sensação de pânico imediata nos alunos mais novos e desavisados, May arrepiou-se amedrontado e seus olhos buscavam o lugar de onde vinha o grito.

    Eles ouviram os veteranos comentarem que era a tal bruxa misteriosa que vivia na casa dos gritos que de tanto berrar deu o nome a sua própria casa, porém ninguém jamais a vira, era apenas um mito. – Ainda quer ir lá, Daemon? – Perguntou May assustado.

    Matthew Tasslehöff surgira de dentro da porta redonda apenas com a cabeça para fora e no momento soltara também um berro de terror, mas logo fora puxado para dentro. Clément, Alanna, Daemon e May ouviram a voz de Scorpius ralhando com ele por ter sido burro demais, pobre primeiranista. O Felino do castelo, Sylpher surgira entre a multidão e dera uma olhada curiosa nos meninos antes de percorrer pelo beco e acessar o local pela janela aberta.

    Aquele era mesmo o Matth? – Perguntou May desacreditado – Mas ele não tem permissão para estar aqui...



    Taça das Casas ON:

    Gryffindor 375
    Hufflpuff 350
    Ravenclaw 435
    Slytherin 450

    ESTADO ATUAL:


    DAEMON GRIFFITHS
    Ano 1
    PVS: 30
    PMS: 20
    Bônus: + 2 em Feitiços que alterem o "Estado"; + 2 em AR; Sedução Meio-Veela; x2 em feitiços de Fogo.
    Penalidades:


    ALANNA O’SHIER
    Ano 1
    PVS: 40
    PMS: 25
    Bônus: + 2 em feitiços do tipo "Contra-Azaração"; + 2 em AR; x2 em feitiços de Vento.
    Penalidades:


    CLÉMENT VAGANAY
    Ano 1
    PVS: 20
    PMS: 30
    Bônus:+2 em feitiços do tipo "Transfiguração"; + 2 em AR; x2 em Feitiços de Terra.
    Penalidades:

    Diricawl
    PVS: 10
    PMS: 8
    Bônus: Pode aparatar (teletransportar) dentro de uma pequena área.
    Penalidade:
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2157
    Reputação : 142
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por shamps em Qui Nov 08, 2018 1:39 am



    O primo de Alanna era realmente um cabeça dura, por isso ela sempre estava preocupada com ele, pois o perigo de encrenca sempre o rodeava. Ela tentou segurar o primo e argumentar com ele, mas o grifino estava bravo e determinado a ir até a casa.

    - Não saia, por favor... – ela olhou para os doces que o primo jogava nas mãos de Clement – pode ser perigoso lá... eu só... – viu Daemon deixar o lugar e sua voz desistiu de deixar sua garganta para convencê-lo. Olhou para Clement e não quis concordar com ele sobre deixar Daemon sozinho.

    - Mas Clement, e se lá for perigoso? Você sabe que ele sempre está metido em confusão... não quero ele sozinho por lá.

    Os três então saíram da loja e ouviram o grito atormentador da bruxa da casa dos gritos e ela concordou May.

    - Ai... que grito medonho foi esse?

    Logo após esse episódio, eles viram Matthew na casa da portinha redonda que ficava no beco, lugar onde tinham parado para decidir onde iriam.

    - Ué... era o Matthew... – ela e May falaram ao mesmo tempo – mas e a Lunma? Ih... é o gato! Espera... May... ele não ganhou a permissão dos pais para sair? Que estranho... será que eles fugiram do castelo? – as questões se misturavam na cabeça da garota, de tanta coisa que estava acontecendo ao mesmo tempo.


    Raijecki
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 738
    Reputação : 10
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Raijecki em Dom Nov 11, 2018 12:28 am


    Antes que pudesse deixar seus amigos e seguir a casa do grito, por ironia do destino um grito que parecia ecoar por toda a vila chamava sua atenção, fazendo o grifano paralisar na tentativa de entender de onde teria vindo o amedrontador pedido de socorro.

    Acabou ouvindo alguns veteranos comentarem que talvez fosse uma bruxa misteriosa que vivia na casa dos gritos que de tanto berrar deu o nome a sua própria casa, porém ninguém jamais a vira, era apenas uma lenda. May perguntava a Daemon se ele ainda queria ir até lá e recebia uma resposta animada:

    - Ta brincando? Agora é que eu vou pra lá! Imagina se eu sou o primeiro a descobrir a verdade daquela casa?! - Um sorriso de orelha a orelha preenchia seu rosto e uma ansiedade tomava conta de seu corpo, o impulsionando para ir o quanto antes até a misteriosa casa.

    Porém mais uma surpresa ainda prendia Daemon naquele lugar, pois seu colega de casa Matthew era avistado na casa da porta redonda do beco ao lado da loja, o que deixou Daemon confuso, pois ele estava com os outros cumprindo detenção no castelo. Aquilo só significava uma coisa, ele e os outros tinham descoberto uma passagem secreta para poderem chegar até sem serem descobertos, provavelmente com a ajuda de Scorpius, que também podia ser ouvido caçoando de Matthew dentro da casa, e de outros monitores como a menina dos cabelos prateados que seus amigos tinham visto anteriormente, pois dificilmente teriam conseguido alguma autorização para tal.

    - Eles provavelmente acharam uma passagem secreta, só pode... - Dizia a seus amigos. - Vamos até eles, talvez tenham mais coragem do que vocês e possam ir comigo até a casa do grito! - Concluía e seguia até a casa da porta redonda.
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2791
    Reputação : 199
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Bravos em Dom Nov 11, 2018 11:33 am


    Mal saíram e os gritos vindos da Casa dos Gritos ecoaram pelo lugar, se mostrando verdadeiramente pavorosos. Clément sentiu algo correr-lhe na espinha e se perguntava como aquele lugar estava entre a lista dos lugares permitidos. Diante do pequeno beco que haviam parado na ida, viram outra silhueta na janela e essa parecia Annabelle que, no entanto, deveria estar em Hogwarts. - Aquela é Annabelle? - Logo depois surgiu Matthew na porta redonda, outro que também não deveria estar ali. Aquilo começava a ficar estranho e piorar quando ele viu que Matthew gritou e foi puxado porta adentro.

    - Eu não sei se isso é assustador ou divertido, mas todos eles deveriam estar em Hogwarts. - Naquele momento, Sylpher entrou na casa pela janela aberta. - E o Sylpher já apareceu para ver quem está por lá. Eu aposto que se os encontrarmos vamos ser considerados ajudantes dessa fuga deles. - Disse desgostoso já imaginando a nova detenção que pegaria por atitudes alheias.

    - De qualquer forma, com esses gritos talvez seja melhor darmos uma olhada para ver se está tudo bem. - Disse, sem estar muito certo do que estava afirmando. - Vai que eles precisam de ajuda...
    Hylian
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 462
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Hylian em Seg Nov 12, 2018 11:43 am





    Confusos com o que estava acontecendo e a possível fuga de seus amigos que provavelmente se meteriam em encrencas com a ajuda do capitão da Grifinória, alguém que não possuía uma reputação muito boa, nossos protagonistas resolveram averiguar o que se passava por trás da estranha porta redonda nos fins do beco ao lado da incrível loja de doces Dedosdemel. O mais chocante era imaginar que Lumna, a monitora da casa corvinal a quem possuía uma fama tão “certinha” também parecia estar envolvida naqueles crimes, sim, fugir de Hogwarts como aparentemente fizeram era gravíssimo.

    Ao se aproximarem da porta ouviram cochichos, mas logo a mesma se abriu revelando um pequeno cômodo com uma escadaria coberta por um tapete grosso que levava ao andar de cima, havia outra porta de madeira sem graça e um corredorzinho que levava para o que de longe parecia ser a cozinha. O lugar era mal cheiroso, parecia ter sido abandonado há anos. Havia pó e tudo o que era lugar, alguns móveis estavam cobertos e protegidos por lençóis brancos, mas a maioria expostos pelo desgaste do tempo. Na parede existia dois grandes quadros, mas nenhum deles possuía qualquer pintura, pois estas pareciam ter sido queimadas com magia e o que quer que estivesse ali já não mais aparecia. No meio do aposento havia uma pequena mesinha de centro com um vaso de plantas apodrecidas.

    Scorpius Finnick, Graham Bornhöffer, Matthew Tasslehöff e Louie Beauchamp olhavam diretamente para a porta totalmente tensos, e na cena Scorpius levantava Matthew pela gola de sua veste, apontando sua varinha para o rosto do mesmo como se pretendesse dar-lhe uma liçãozinha, os dois monitores presentes, Graham e Louie tentavam separar os dois no exato momento em que a porta se abriu e revelou vários pares de olhos curiosos dos protagonistas e de May.

    –  Viu o que você fez?! – Vociferou Finnick quase incapaz de conter seu ódio.

    Chega, Scorpius! – Gritou Graham – Largue-o!

    Sylpher o felino descia as escadas soltando um sonoro miado de repúdio a situação, como se desejasse se comunicar.

    Sylpher? – Exclamou Louie de olhos arregalados – Estamos encrencados...

    O que esse gato pulguento faz aqui? – Perguntou retoricamente o capitão da Grifinória.

    Não tiveram muito tempo para conversarem. Daemon, Alanna e Clément tiveram a certeza de que Annabelle estava também no interior da casa, porém no andar de cima, quando seu grito de desespero ecoou pelos corredores e arrepiou até mesmo o felino que parecia não se assustar fácil. A voz de Lumna e os passos da mesa avançando pelo corredor em direção aonde possivelmente estaria a sonserina eram ouvidas e, depois um silencio total caíra sobre o lugar.

    DESÇAM, SAIAM DAQUI, JÁ! – Ordenou Lumna abafando a voz incapaz de se conter.



    Taça das Casas ON:

    Gryffindor 375
    Hufflpuff 350
    Ravenclaw 435
    Slytherin 450

    ESTADO ATUAL:


    DAEMON GRIFFITHS
    Ano 1
    PVS: 30
    PMS: 20
    Bônus: + 2 em Feitiços que alterem o "Estado"; + 2 em AR; Sedução Meio-Veela; x2 em feitiços de Fogo.
    Penalidades:


    ALANNA O’SHIER
    Ano 1
    PVS: 40
    PMS: 25
    Bônus: + 2 em feitiços do tipo "Contra-Azaração"; + 2 em AR; x2 em feitiços de Vento.
    Penalidades:


    CLÉMENT VAGANAY
    Ano 1
    PVS: 20
    PMS: 30
    Bônus:+2 em feitiços do tipo "Transfiguração"; + 2 em AR; x2 em Feitiços de Terra.
    Penalidades:

    Diricawl
    PVS: 10
    PMS: 8
    Bônus: Pode aparatar (teletransportar) dentro de uma pequena área.
    Penalidade:
    Raijecki
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 738
    Reputação : 10
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Raijecki em Ter Nov 13, 2018 1:06 am


    Adentrando o local, percebia que o mesmo aparentava estar abandonado a bastante tempo, conclusão que chegava pelos moveis estarem cobertos por panos brancos e a sujeira tomando conta com seu cheiro nada agradável."Um lugar perfeito para usar de passagem, muito espertos eles foram..."- Pensou. Duas molduras sem pinturas chamavam a atenção de Daemon:

    - Melhor não tocar neles, da ultima vez que fiz isso me meti em uma chave de portal e caí de bunda na areia... - Cochichava para seus amigos. Além de uma escadaria que logicamente os lavaria até o andar de cima, o lugar ainda tinha mais uma porta de madeira e um corredor que aparentava levar ate a cozinha. E fora justamente a porta de madeira que se abria e revelava uma desagradável cena.

    O capitão da Grifinória levantava Matthew pela gola de sua roupa, apontando sua varinha para o rosto o ameaçando e os dois monitores presentes, Graham e Louie tentavam separar os dois no exato momento em que a porta se abria. Aquela cena fez Daemon agir imediatamente:

    - Melhor larga-lo Finnick, ou eu mesmo contarei ao corpo docente suas recentes atitudes, me pergunto o que aconteceria com seu título de capitão... - Dizia já apontando sua varinha para Scorpius. Sabia que de nada adiantaria duelar contra seu capitão caso fosse necessário, pois o mesmo era imensuravelmente superior em todos os sentidos, mas a ação era quase involuntária, como se aquilo o deixasse mais confiante de que suas palavras seriam levadas a sério.

    Porém antes que pudessem seguir com as desavenças, Sylpher o gato misterioso aparecia, deixando todos surpresos. A tempo Daemon pensava em como aquele gato agia, e até chegava a teorizar que ele pudesse se comunicar de alguma forma com a chefe da Sonserina, o que os deixariam em uma situação ruim naquele momento. Do segundo andar a voz da monitora da Corvinal, Lumna, era ouvida em alto e bom som, gritando para que todos lá em cima descessem. As impressões de que Annabelle estivesse entre eles agora praticamente se confirmavam.

    - Vão ver o que está acontecendo lá em cima, eu me viro aqui com o Finnick. - Falava a seus amigos. - E então capitão, o que vai ser? - Tentava ser convincente em sua fala, mas seu medo de ser queimado por seu superior era algo que fazia seu ansioso coração bater freneticamente.  

    Conteúdo patrocinado


    Re: CAPÍTULO TRÊS - A profecia das Treze Cartas

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Nov 16, 2018 7:37 am