Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Forjando o Destino (Ka)

    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1896
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Christiano Keller em Qua Fev 13, 2019 12:49 pm

    Ka,

    Vivo, isso já era um resultado aceitável. Agora preciso retornar aos afazeres, mas o que conseguirei fazer com estes machucados? Acho que nada e vou ter que esperar passar.
    Ainda bem que Ricardo foi embora. Vou comer alguma coisa e recolher algumas sobras de metal, talvez até couro, para montar um capacete provisório. O local para conseguir as sobras me parece que seja na própria forja. Uma vez lá vou trabalhar na armadura, com o problema com Ricardo quero me ver livre deste serviço o mais breve possível.

    Já na forja com algumas sobras em mãos penso no formato que poderia fazer para minha proteção, qual seria mais adequado? Uma proteção para o rosto, mas que abra para os momentos em que não estou trabalhando na forja? O rosto, penso na face do homem durante a luta, como fiz aquilo? Olhando para as sucatas recolhidas a minha frente repito o gesto que fiz durante a batalha, penso em Jussara, como esticou a mão, como eu mesmo havia feito e então estico minha mão na direção das sucatas pensando em calor, chamas, fogo e na cor do metal quando em brasa. No entanto nada acontece na primeira vez. Repito o processo mais 10 vezes, mas fico cansado.
    Começo a trabalhar na sucata para fazer uma proteção provisória para então trabalhar na armadura. Lembro que esqueci que preciso de um tecido para proteger meu nariz e boca da fumaça ou fuligem.

    Proteção provisória:

    Vamos ver como ficou? Pela minha sorte... vai ficar uma porcaria e vou usar o que sair dos dados.
    Christiano Keller efetuou 2 lançamento(s) de dados Forjando o Destino (Ka) - Página 4 D10 (d10.) :
    8 , 9
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1329
    Reputação : 23
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Leomar em Qua Fev 13, 2019 1:54 pm

    Fica uma porcaria. (off: vamos tentar evitar dados antes que tenha que fazer outra ficha)

    Os irmãos chegam até a forja, e veem Ka mexendo no lixo. Não era incomum fazerem trabalhos reaproveitando materiais, mas eles percebem de cara que Ka não tava bem.

    Lester: - Aí Ka, cê não parece bem, o que foi?

    Eles dão breves explicações.

    Lester e Nester voltavam com os moldes, os cavalos de Ĥarin não deram qualquer problema, e aquilo para Lester era a maior moleza. Ele fizera os moldes de gesso e já fizera o contra molde de argila e o molde definitivo de cerâmica. Os irmãos comentavam sobre os cavalos (aparentemente de muito boas raças) quando entravam na forja.

    - Cê foi no mercado negro? Que merda heim! Agora é esperar que o Ricardo resolva esta cagada toda... Mas cara, cê precisa dar um tempo. Seria bom tirar um pouco esta armadura, tá certo que ela salvou sua vida, e eu também iria de armadura para o marcado negro, mas tipo, você vai para qualquer lugar com ela... talvez seja bom descansar os músculos antes que os hematomas apareçam, ou ir dar uma volta mais tranquila, sei lá. Aproveita que os moldes estão prontos já e sai pra beber alguma coisa.

    Ele olha o metal semi-fundido que Ka trabalhava.

    - Não vai conseguir fazer outro elmo com isto. Melhor preocupar com outras coisas primeiro, depois pode até comprar outro, se não tiver tempo de fazer um como deve ser feito.
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1896
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Christiano Keller em Qua Fev 13, 2019 2:28 pm

    Ka,

    -- Vocês tem razão. Estão cobertos de razão. Vou descansar. Pelo formato do novo elmo os deuses da sorte não estão do meu lado.
    Tiro o resto da tarde de folga. Em um canto mais tranquilo da forja retiro a armadura e vejo os ferimentos. Espero que as contusões não sejam graves, não percebi nada quebrado, mas certamente isso vai doer. Organizo minhas coisas para dormir sem a armadura hoje. Não faço isso muitas vezes, mas como vou ficar dolorido a mobilidade será melhor.
    Enquanto descanso o corpo a mente fica agitada. Fico pensando nas condições de como a magia aconteceu. Repito o processo com meu braço mais algumas vezes. Enquanto estudava na ICB penso nas frases que o mestre ensinou e busco por alguma referência em algo parecido com a magia que fiz.

    No dia seguinte visto a armadura e começo os trabalhos na armadura do cavalo com Lester e Nester novamente. Deixo que eles liderem a atividade e comento que vou fazer o básico ou simples pois sinto que a sorte não está do meu lado nestes dias. Vamos ver como o dia prossegue. Nem vou me preocupar com o Ricardo, mas também não vou tratá-lo mal, no entanto aprendi minha lição.
    Em algum momento do dia em que completamos alguma coisa relevante e paramos para tomar um fôlego, pergunto:
    -- Senhores, vocês acham que terminaremos a armadura em mais uns 2 ou 3 dias?
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1329
    Reputação : 23
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Leomar em Qua Fev 13, 2019 9:48 pm

    - Sim, damos sim. Os moldes já estão prontos, se formos usar as ligas que temos, meus ajudantes podem preparar o material e o Nester pode ajudar depois, se quisermos manter a descrição sobre a armadura.

    - Pois é. Mas e o material que Ricardo trouxe? Vamos ou não trabalhar com ele?
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1896
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Christiano Keller em Qui Fev 14, 2019 2:08 pm

    Ka,

    Ricardo, o que fazer com ele? Precisamos do material para evitar custos desnecessários.
    -- Precisamos da ajuda dele, não quero mais custos desnecessários. Eu não sei usar aquele metal, vocês sabem?
    Já imaginando a resposta sendo qualquer coisa vou completar.
    -- Então poderiam falar com ele? Pedir ajuda? Estou um pouco dolorido de ontem e gostaria de fazer uma pausa.
    Logo terei que combinar com o coureiro o acabamento. No entanto agora estou preocupado com minha saúde.
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1329
    Reputação : 23
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Leomar em Qui Fev 14, 2019 9:26 pm

    Os irmãos continuam então sua parte, preparando as peças que já tinham sido acordadas.

    Ka procura descansar um pouco e os três deixam para Ricardo se virar no tratamento do liônio, o que ele começa fazer.

    A maior parte do trabalho em metais é comum para todos os metais, então Ricardo age como agiria com qualquer outro. Colocado na fornalha, o minério começa soltar seu primeiro cheiro. Mesmo com uma máscara de pano o cheiro é forte. Não demora muito para Ricardo ter um forte ataque de tosse. Enquanto le afasta da fornalha, outros percebem que algo não ia bem, e Nester logo dá o alerta:

    - VAPORES! VAPORES! Todos para FORA!

    Não era incomum alguns minérios produzirem vapores tóxicos, dependendo de como e onde eram extraídos, e os ferreiros em geral tomavam certas precauções. Ricardo porém, com seu excesso de confiança, acabara tomando só as medidas básicas para qualquer metal, e a forja em pouco tempo se impregnou de vapores desconhecidos.

    Ricardo é levado para fora, tossia e começava tremer, sintomas característicos de envenenamento. Um pouco irônico ser envenenado pelo metal exótico que insistia em trabalhar, talvez fosse ainda pior se Ka tivesse resolvido trabalhar o minério pessoalmente ou pedido um dos irmãos para trabalhar nele.

    Todos saem de dentro da forja, Ricardo é deitado num monte de feno que serve de colchão improvisado, um dos aprendizes pergunta se o dono da forja deveria ser avisado. Nester também começa tossir, ele logo toma uma garrafada (que tinham a mão para casos destes) e não parece ter sido muito afetado, mas é bom que fiquem de observação.

    Então esta era a armadilha do tal liônio. Poderia ser uma amostra ruim, ou uma particularidade do próprio minério, mas para se trabalhar com ele, era preciso dar um jeito de evitar os vapores.
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1896
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Christiano Keller em Qui Fev 14, 2019 11:19 pm

    Ka,

    Mas que ironia... sinto uma ponta de maldade em meu coração quando vejo o que houve com Ricardo, no entanto não sou assim pois creio que tenho um bom coração. Agora do lado de fora da fornalha penso na ventilação, não queria passar a noite lá se não estivesse seguro. Pergunto aos outros sobre os procedimentos neste momento, já tivemos instruções sobre como abandonar o local ou mesmo sobre o que fazer em caso de acidentes pois isso faz parte do dia a dia, no entanto cada coisa tem sua particularidade e não sabia sobre o liônio.
    -- Pessoal, ele estava usando liônio, alguém sabe quanto tempo devemos esperar até poder usar o local novamente?
    Certamente alguém deve ter ideia sobre isso e então perguntarei mais para quem responder, talvez coisas como:
    -- Este metal solta gases todas as vezes? Qual processo ele deveria ter usado? Houvi dizer que este metal fica frágil para armaduras e é bom para espadas, é verdade? Onde poderia aprender mais sobre o liônio?
    Após alguns minutos vou ver se Nester e Ricardo estão bem.
    -- Nester, está melhor? Precisa de algo?
    Com um pano no rosto e evitando respirar perto ou tocar em Ricardo, pergunto:
    -- Ricardo, quer que avisemos a alguém? Quer algo neste momento?
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1329
    Reputação : 23
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Leomar em Sex Fev 15, 2019 9:40 am

    -- Nester, está melhor? Precisa de algo?

    - Por enquanto estou bem. Talvez precisemos saber mais sobre os efeitos destes vapores. Se buscarmos ajuda na Torre do Alquimista? - (não dá mais pra enrolar na trama)

    Nester fazia Ricardo tomar da garrafada também, era uma mistura de ervas para venenos mais típicos, ajudava em pequenas exposições. Por enquanto não havia muito a fazer, ele ficaria deitado, já começava ter febre, se não fossem atrás de alguém que conhecia algo contra venenos, o jeito seria esperar. Enquanto isto a forja ficava parada.
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1896
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Christiano Keller em Sex Fev 15, 2019 11:38 am

    Ka,

    Olho para os dois, olho para a forja e digo:
    -- Vou até a torre então. Alguém tem alguma recomendação para lidar com eles?
    Se ninguém falar nada, vou até a torre correndo mas sem me acabar na corrida. Preciso ter fôlego pra falar e talvez correr novamente.
    -- Olá, houve um acidente na forja que trabalho com liônio. Com quem posso falar sobre a intoxicação?
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1329
    Reputação : 23
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Leomar em Sex Fev 15, 2019 1:45 pm

    -- Vou até a torre então. Alguém tem alguma recomendação para lidar com eles?

    - Normalmente é o Ricardo que lida com esta gente. Mas leve algumas moedas, os alquimistas trabalham por dinheiro. E claro, nunca fale mal do deus deles, mas isto você já sabe.

    Chegando à Torre do Alquimista, Ka explica sua situação para o responsável. Entre outras coisas, Ka fica sabendo que eles possuíam um pergaminho sobre liônio, ao custo de 10 kons. Quanto aborrecimento este documento não poderia ter evitado se tivesse pensado em procurar os alquimistas um dia antes!

    O envenenamento por liônio equivale a um nível três. Eles perguntam se seu amigo vale o antidoto. Um antídoto para envenenamento nível um custava 20 kons, nível dois custava 60 kons e um específico contra vapores de liônio custava 150 kons. Para piorar, o antídoto contra liônio era feito à base de uma planta chamada vestido de bruxa branca, que eles não estavam tendo no momento.

    Poderiam demorar dois, talvez três dias para conseguir. Se você conseguisse o vestido de bruxa branca eles poderiam fazer mais cedo (e talvez dar um desconto.)

    Aplicar um antídoto de nível mais fraco, poderia reduzir os sintomas, mas não garantia cura. Os sintomas do envenenamento são febre, tremores e dores neurológicas, a partir do terceiro dia os sintomas podem ser incapacitantes e permanentes. Apenas 15% dos casos levavam à morte, mas o risco de ter um ou mais membros paralisados, ou pior, com uma dor que impeça de movê-los, é grande, alguns poucos têm a sorte de conseguir de se curar sozinhos, depois de uma evanescência mais ou menos grande, problemas nos olhos também podem acontecer, embora em menor número.
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1896
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Christiano Keller em Sex Fev 15, 2019 9:40 pm

    Ka,

    -- Vou querer o pergaminho. No entanto estou na dúvida se precisarei de 1 ou 2 poções. Descrevo a situação de Nester para esclarecer se preciso de mais uma poção.
    Fico pensando se Ricardo pagaria pela poção... droga ele vai me pagar pela poção. Tenho este dinheiro?
    -- Onde encontro o vestido de bruxa branca? Poderia descrever?
    Enquanto ele descreve a erva penso se já vi algo assim na casa de Jussara. Assim que estiver satisfeito com a descrição da planta, lerei o pergaminho. Ao entender o que está no pergaminho ou eventualmente esclarecer alguma dúvida sobre o texto, retornarei para a forja. Na forja darei a notícia sobre Nester, os sintomas que deve observar, o custo do antídoto de Ricardo, a busca pelo vestido da bruxa branca e o que devem fazer para usar a forja novamente.
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1329
    Reputação : 23
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Leomar em Sab Fev 16, 2019 11:00 am

    Pergaminho:
    O liônio é um metal raro, encontrado próximo a algumas fontes sulfurosas, mas também em água profundas, como a parte costeira da Grande Rochosa, no Mar Venenoso ou próximo à Pontas da Morte. Acredita-se que a maior fonte de liônio possa estar perto (ou dentro) do Anel dos Deuses, mas como é um lugar de difícil acesso não se sabe ao certo.

    Seu minério normalmente é impregnado de sais sulfurosos e outras impurezas, portanto quando submetido à fusão, tende a liberar vapores em volume superior a outros metais. A melhor forma de purificação é fusão em câmara fechada, ou algum mecanismo de escape forçado ou usando máscara especial. Magos brancos podem contornar o problema usando os ventos como escape forçado. Magos verdes podem usar a magia no próprio corpo numa magia chamada de "Pulmão de Rocha" ou usando "Corpo Elemental", porém são magias que exigem muito do mago, e portanto não é para amadores.

    Outra forma de se purificar o metal é com tratamento alquímico, em especial purificação dranaidista. Encantamentos também surtem efeito, mas é um material resistente, e portanto seu encantamento requer muita força e/ou tempo de preparo.

    Sais de liônio ou seu pó depois de purificado também são tóxicos, de reatividade lenta (cerca de três dias) e atacam principalmente nervos. Servem mais para tortura que para morte. Por não ser insípido, não é eficiente como veneno discreto, portanto não é uma fonte barata nem prática para se usar em venefício, sendo suas propriedades tóxicas mais um efeito colateral mesmo.

    Resíduos de liônio podem ser anulados com tratamento com linamarina, em especial em tanques de decomposição ou decantação. Áreas grandes podem ser tratadas com linamarina e explosão prânica, mas que os deuses protejam de precisar de tais medidas.

    Resíduos de vapores tendem a se precipitar em pouco mais de três horas em ambiente sem muito vento, as superfícies podem ser limpas como qualquer outro resíduo, mas permanecem tóxicas para qualquer animal que lamba ou se esfregue em tais superfícies. A ingestão é dez vezes mais perigosa que o contato cutâneo, ainda assim a pele pode apresentar irritação forte.

    O liônio também pode levar à cegueira enquanto está sendo fundido, mas depois de sólido ele não oferece este perigo. Porém a cegueira devida a seus vapores pode ser permanente. Em exposição, tratamentos com magos brancos são aconselhados imediatamente.

    O melhor tratamento alquímico contra os efeitos é feito com extrato de Vestido de Bruxa Branca fresca e leite. Soluções de gel aloe e bases mágico-alcalinas podem ser ministrados como paliativos. Por ser um tóxico-sanguínio, tratamento com sanguessugas também são recomendados, ou com soluções de pó-de-margzan. Além claro, de poções com madrágora ou datavenia. Para magos contaminados, poções manopotentes também são indicadas (exceto magos rubro-negros).

    O liônio é um metal potente, macio quando puro, mas de grande rigidez em ligas Ln-Ti 1/10 ou 2/10 ou Ln-Nb 2/10 ou 3/10. Sendo estas ligas pesadas mas de dureza extrema, resistentes à perfuração mesmo em chapas finas, porém mais maleáveis que Ti puro. Uma liga Ln-Ti 1/2 é mais fraca para contundência, mas muito resistente contra perfuração, permitindo deformações de 0,5/2denc.

    Pode ser também misturado com alumínio em Al-Ln 1/20, Al-Ln 1/15, Al-Ln 1/10, Al-Ln 2/10, Al-Ln 3/10, e até 4,5/10, criando uma liga bastante leve e bem mais forte que o alumínio, também com grau de quebra muito superior ao alumínio e deformação de 1,5/2denc.

    Liônio puro tem uma cor verde leitosa que pode se assemelhar ao jaspe puro, com ligas com alumínio esta cor se mantem, mas com outros metais se torna prateado. Usando misturas de pigmento "turvo profundo de Gaja" ou "dudano 13-40-15" consegue-se uma cor verde profunda.

    O liônio tem pouca resistência à manas elementais, apresentando uma maior resistência à mana negro. Bem purificado possui boa afinidade com mana verde, sendo desejado por magos da terra. Pode ser temperado com sais ferrosos para facilitar o encantamento com mana do fogo, mas neste caso seria desejado por magos do fogo mais devido a estética, já que há metais mais baratos que canalizam ou acumulam melhor mana vermelha.

    Off: vou ter que sair hoje, mas a noite eu edito o tópico com observações sobre o pergaminho
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1329
    Reputação : 23
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Leomar em Sab Fev 16, 2019 10:03 pm

    Considerações sobre o pergaminho:

    Grande Rochosa é uma enorme falésia (montanha costeira praticamente vertical) que ocupa quase toda costa de Fajr-Regno.
    Mar Venenoso fica em uma ilha próxima a Nag, reino de Akvlando
    As Pontas da Morte são formações marinhas em forma de estalagmites no mar de Fajr-Regno cuja navegação é tão difícil que nem sereias nadam por lá.
    Anel dos Deuses é um lugar em Akvlando de formação quase circular, onde as águas são quente a ponto de expelir vapor quase o tempo todo, estes vapores são sulfurosos e é uma região onde quase ninguém consegue chegar.

    A forja não tem câmara fechada, não é difícil fazer uma de pequeno porte, já uma de grande porte exigiria muitos recursos, em ambas o mais complicado é projetar uma chaminé de escape que não jogue gases onde pode prejudicar alguém. A máscara especial serio o contrário: uma mascara hermética com um cano até o lado de fora onde puxaria o ar (pode ser mais complicada que uma câmara fechada.

    Ka não faz ideia do que seja purificação dranaidista, obviamente um termo alquímico. Reatividade de três dias quer dizer que tem dois dias para o Ricardo não ter danos permanentes, depois disto é contar com a sorte (ou azar). Se quiser deixá-lo morrer, é o tempo que terá de aguentá-lo.

    Linamarina é uma substância extremamente tóxica. Vocês usam em pequena quantidade com muito cuidado para trabalhos muito importantes para galvanizar. Como a forja raramente tem trabalhos tão importantes, a linamarina fica num pequeno saco num armário trancado por dois cadeados. A linamarina pode matar em menos de dez minutos com menos de meia colher. Explosão prânica é um termo mágico e também não faz sentido para Ka.

    A forja também não tem tanques de decantação, pois Tiberys achou que não valia o investimento, e também não tem um tanque próprio para decomposição, usando gambiarras ou improvisações quando precisam de um.

    Como mantiveram a forja fechada, as três horas já passaram, com mais uma hora de segurança pois provavelmente o metal queimou por mais tempo depois que Ricardo saiu. Como o resíduo costuma ser sulfuroso, podem medir a segurança a partir do momento que o cheiro de ovo pobre sair da forja.

    Pó-de-margzan é um composto não muito difícil de achar com boticários, o problema é que ele também é tóxico, portanto trata de um veneno, depois tem que tratar de outro. Mandrágora e datavenia são duas plantas cujas lendas dizem que curam 90% de qualquer doença, mas são mais difíceis de achar e caras do que qualquer outra planta.

    Se o liônio (Ln) faz ligas com o titânio (Ti) e o Nióbio (Nb) nas proporções citadas, é bem possível que se liguem ao cromo ou molibdênio mais ou menos da mesma forma, criando uma liga pesada, mas super-dura. Ao que tudo indica o liônio fornece uma proteção principalmente contra flechas. A medida 0,5/2denc. significa que a armadura criaria um pequeno "calo", mas não furaria. Na chapa com alumínio está 1,5/2denc. que é uma deformação três vezes maior, mas ainda é menos da metade que alumínio comum.

    Pigmento "turvo profundo de Gaja" ou "dudano 13-40-15" são temperos para metais (normalmente um tipo de sal), o turvo profundo de Gaja e um pouco mais difícil de achar, sais dudanos vem de partes de Akvlando e os números representam diversas escalas deles, que podem dar muitas cores diferentes a metais. Alguns pigmentos podem influenciar em outras propriedades, mas normalmente influenciam quase só na cor.




    O alquimista descreve mais ou menos a flor, dizendo que as pétalas parecem um hibisco branco, ele fala de sépalas e pistilo, mas isto não faz sentido para Ka, diz também que a flor macho (chamada de "consorte da bruxa") é dez vezes menos eficiente que a fêmea, e que portanto só a fêmea tem importância. Se Ka estiver realmente interessado em conhecer, deve procurar um desenho da flor em algum livro na biblioteca de Piro. Porém Ka pensa que o tempo perdido nisto pode ser muito grande e pouco útil, afinal, quem tiver esta flor deve saber como ela é (mas é possível achar o livro, se quiser assim mesmo).

    Como ele não descreve de forma precisa, não dá para saber se tinha na casa de Jussara, porém Jussara tinha dezenas de flores e raízes, a maioria seca, então seria difícil dizer que ele tenha visto AQUELA flor.

    Ricardo está meio inconsciente, então falar com ele será perda de tempo.
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1896
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Christiano Keller em Dom Fev 17, 2019 12:09 pm

    Ka,

    Xiii, tá mais difícil do que pensei. Vou precisar de ajuda dos outros ferreiros.
    -- Muito obrigado Sr. Alquimista. Vou procurar a flor.
    Retorno para a forja também correndo, mas sei que vou passar o dia correndo então não me acabo na corrida.

    Ao chegar na forja, observo como está tudo ali. Se chegaram novas pessoas ou outra coisa. No entanto procuro por Lester e Nester.
    -- Amigos, trouxe um pergaminho que fala sobre o Liônio, mas é algo complexo. Querem que eu leia? Passo o pergaminho para eles lerem (imagino que saibam ler). No entanto se precisarem eu posso ler pra eles. Também falo das coisas que o Alquimista comentou.
    -- Nester, acho que você pode precisar de uma dose, mesmo assim preciso achar a tal da flor. Vocês tem alguma sugestão?
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1329
    Reputação : 23
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Leomar em Qua Fev 20, 2019 11:22 am

    Nester, embora soubesse ler, não gostava muito, mas Lester lê as observações.

    - Mas que ótimo! Tem até as proporções aqui. Não fala das ligas com cromo ou molibdênio, mas fala das de titânio e Nióbio, é só a gente adaptar! Era bem mais fácil que ter ido ao mercado negro.

    - É, quem diria que eles vender pergaminhos de alquimia na Torre do Alquimista! - Dá para ficar em dúvida se Nester estava sendo sarcástico ou só meio desligado como sempre.

    -- Nester, acho que você pode precisar de uma dose, mesmo assim preciso achar a tal da flor. Vocês tem alguma sugestão?

    - Bom, vou procurar com o boticário que conheço. Se não acharmos nada, e ele morrer, posso ficar com as ferramentas dele?

    Parece que Nester não se importava tanto com Ricardo.

    (R.Oc.)

    Nester volta depois de um tempo, estava com várias marcas no pescoço e braços, provavelmente foi tomar banho com sanguessugas, uma terapia bem comum por ali. Ele também trás um boticário que faz uma sangria em Ricardo (outra prática comum). Este observa o sangue contra a luz, e o cheira.

    - É, com certeza há indícios de envenenamento. Talvez fique mais fraco por causa da sangria, mas se não morrer de fraqueza, pode vir a se recuperar.

    Tiberys aparece por ali, querendo saber porque estavam todos fora da forja e ela estava parada. Lester explica, dizendo também que se a forja tivesse mais estrutura (câmara fechada, tanques próprios, etc.) eles não precisariam "improvisar" tanto.

    - Ah, não tenho tempo para isto. As ampliações que pretendo fazer serão muito mais vantajosas. Quanto Ricardo, se ele não melhorar, precisaremos encontrar outra pessoa que negocie com a Corte dos Milagres, pois o Yüksek Kan está patrulhando esta parte da cidade hoje, e se tivermos problemas, eles podem querer tomar esta forja para eles, caso souberem que nossa proteção pode ser comprometida. Justo hoje ele vai se meter a fazer merda!

    Percebendo que não ia conseguir muita coisa com a prioridade de Tiberys, Lester chama Ka num canto:

    - Se formos continuar tentando trabalhar este minério, ou precisaremos de alquimistas, ou vamos a outra forja e alugamos uma câmara fechada. Caso contrário jogamos tudo fora para limpar a fornalha e damos o minério como material e tempo perdido. Eu posso tentar em outra forja alugada, se você concordar.
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1896
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Christiano Keller em Qua Fev 20, 2019 3:42 pm

    Ka,

    -- Lester, acha que podemos usar o material em outro lugar? Tiberys ficará bravo? Não importa, de um jeito, estou confiante em você. No entanto estou apreensivo com a saúde de Ricardo e vou procurar uma opção de tratamento. Faço um sinal pra ele esperar. Estou ciente de que ele não faria o mesmo por mim, mas este sou eu e faria o mesmo por vocês. Vou deixar o pergaminho com você e pego ele depois quando formos trabalhar o material. Tem muita coisa e gostaria de rever antes de trabalhar nele.
    Vou até a casa de Jussara, talvez ela saiba onde encontrar a tal "vestido de bruxa branca".
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1329
    Reputação : 23
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Leomar em Qua Fev 20, 2019 4:33 pm

    Lester:

    - Ficar bravo ele vai, se alguém contar para ele, mas eu não pretendo contar. Não sei se algum dos aprendizes teriam apresso suficiente por ele para dar com a língua nos dentes, e mesmo assim, não pretendo falar com eles também.

    Certificando que o cheiro de ovo podre tinha quase passado, e ainda usando um lenço sobre o rosto Lester joga água na fornalha e retira a "soca" que ficou de lá. Pega também um pouco de linamarina e pulveriza com cuidado nas bordas, lavando as mãos três vezes depois. Ele embrulha a soca em uma lâmina de alumínio e depois faz uma trouxa com algumas outras coisas, chamando também uma de suas ajudantes, a Naari, que parecia discreta. Tiberys acaba percebendo aquela movimentação toda.

    - O que está fazendo?

    - Tirando o resto deste minério daqui, já que não temos como purificá-lo.

    - Mas porque usou o pó de linamarina? E para onde vai levar isto?

    - Não quer a forja funcionando de novo? Se não tirarmos isto daqui, ela vai ter que ficar parada até os resíduos esfriarem e ser varridos. E as informações que Ka conseguiu dizem que a linamarina pode ser usada para limpeza de resíduos.

    - Ah, mas é um gasto inútil, poderia ter só esperado e limpado tudo só com água mesmo... - Ele resmunga mais algumas mesquinharias, mas vocês não dão tanta atenção. A linamarina era perigosa, e não tão fácil de conseguir pura, mas também não era nem de longe a substância mais cara que existia, Lester dá de ombros, sem se importar se mais tarde ele pediria para repor ou não o pouco de linamarina que usou.

    Spoiler:
    Teste para desconfiança do Tiberys, só não pode sair 8
    Leomar efetuou 1 lançamento(s) de dados Forjando o Destino (Ka) - Página 4 D8 (d8.) :
    7

    - Temos que fazer alguma coisa, se o pessoal do Yüksek Kan passar na rua e ver vocês fora da forja... se não vão fazer nada melhor sair e fechar, e...

    Ka também dá um jeito de sumir antes que Tiberys enchesse seu saco a um ponto que o saco nunca mais voltasse ao tamanho normal.

    Ele vai até a casa de Jussara, estava fechada. A vizinha (em Dafodil é cheio de vizinhos fofoqueiros e vigiadores) diz que ela foi até o mercado do centro.

    Spoiler:
    Teste para ver se aparece alguém do Kan, abaixo de 7 tá de boa.
    Leomar efetuou 1 lançamento(s) de dados Forjando o Destino (Ka) - Página 4 D8 (d8.) :
    5
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1329
    Reputação : 23
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Leomar em Qua Fev 20, 2019 4:47 pm

    Jussara demora uns minutos, mas não muito.

    - Oh, olá! Bom ve-lo. Assim começo me sentir lisonjeada. - Ela dá um pequeno riso um tanto tímido.

    Ka explica sua desventura.

    - Está procurando o vestido da bruxa branca e nem a Torre tem? Se eles estão sem, será dificílimo achar! Flores frescas em Dafodil são muito raras. Eu... bom se tiver algo, serão flores secas. Mesmo assim... Bom, entre, deixe ver se consigo achar alguma.

    Ela procura em alguns "envelopes" de pergaminho ou couro em suas estantes mais altas.

    - Não... Não... Não... mmm, não... Não... Por aqui... Não... Mmm, acho que é isto!

    Entre duas folhas de pergaminho estavam algumas flores secas, de cor levemente azulada.

    - Olha, será impossível achar o vestido da bruxa branca fresca. Quando secas elas perdem parte de seu efeito, mas talvez seja o suficiente. A envenenação foi recente não é? É provável que ele responda a uma infusão feita com leite e estas pétalas, tem que deixá-las com os pistilos também. Seria bom se a infusão pudesse ser potencializada por alguma maga da água ou de magia branca. Eu até poderia tentar algo mais, mas não sei se ela responderia a um pouco de mana vermelha.
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1896
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Christiano Keller em Qua Fev 20, 2019 8:24 pm

    Ka,

    Até que Ricardo deu sorte, talvez essas folhas secas que Jussara tem sejam a sua salvação.
    -- Jussara, muito obrigado. Vou tentar usar isso pra salvar a vida dele. Agora estou devendo a você por este favor. Pense em algo, talvez possa levar você pra jantar? Dou um sorriso e vou. Preciso realmente ir, o veneno está trabalhando sem parar.

    Vou até a torre dos Alquimistas apresentar as folhas que consegui e ver o que ele me diz.
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1329
    Reputação : 23
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Leomar em Qui Fev 21, 2019 7:50 pm

    - Jussara, muito obrigado. Vou tentar usar isso pra salvar a vida dele. Agora estou devendo a você por este favor. Pense em algo, talvez possa levar você pra jantar?

    - Se conseguir fazer o que tem de fazer, pode comprar algo e me trazer a noite, eu preparo para nós.

    Nota: Dafodil não era um lugar com muitas opções para se comer fora. As pessoas até saíam para beber, mas para jantar era bem raro, só para pessoas que não se importavam em realmente pagar um pouco mais para comer bem. Jussara sugere que você compre comida e leve para ela preparar pois esta é a ideia que as pessoas tem de um convite para jantar por ali.

    Mas se a ideia for mesmo sair para jantar, tem que ser algo no máximo até o meio da tarde (por volta das 17:00) pois depois disto as ruas ficam meio perigosas. Ou teria que ser num lugar com possibilidades de se pagar alguém (da Corte ou do Kan) para acompanha-los até a casa dela depois. E quase não há restaurantes que sejam realmente restaurantes, a maioria é no estilo buteco ou pé-sujo.

    Há algumas tavernas (anexas ou não a estalagens) com comida e até música de qualidade aceitável e boa. Em uma estalagem poderia até sugerir passar a noite, para evitar o perigo das ruas a noite, não é certeza que ela aceite...

    Agora, restaurantes do tipo restaurante mesmo tem três opções mais viáveis: o primeiro é o restaurante do porto, cuja qualidade é de boa a muito boa. É um lugar onde pequenos e médios mercadores com algumas posses comem quando chegam à cidade. O lugar possui muitos marinheiros também, que chegam cansado das águas e bebem muito (o que às vezes gera brigas, mas não costumam ser das piores) e a música costuma ser animada, ao estilo marinheiro.

    A segunda opção também é perto do porto, mas é onde a média e alta casta de Akvlando se reúnem. Obviamente o lugar é comandado pelo Yüksek Kan, mas como você não é filiado à Corte dos Milagres, não há problema. A qualidade é entre muito boa a ótima (embora ainda não seja o top). Os preços são um pouco salgados, e civis normais não costumam frequentar o lugar, mas se estiver disposto a pagar, pode comer lá. O ambiente é limpo, calmo, discreto e normalmente possui música lenta.

    A terceira opção é o bairro sul, onde a população é predominante de pessoas vindas (ou exiladas) de Ajros, há lugares para se comer de qualidade aceitável, boa, muito boa, mas a predominância é de comidas no estilo de Ajros: pouca carne (em Ajros os pratos são totalmente vegetarianos, mas por ali eles ainda dão uma tapeada com um pouco de peixe, ou ave) pouco sal e com algumas ervas diferentes. Algumas pessoas acham a comida fraca, mas outros acham exótica. De qualquer forma o ambiente é mais seguro que o resto da cidade.

    Estas são as opções razoáveis, mas existem duas ou três que podemos classificar como alto-luxo (entre elas o Licores de Luas), onde provavelmente ia ter que se desfazer de uma das joias para pagar, mas é uma opção...

    Na Torre do Alquimista os responsáveis confirmam que é a flor certa, perguntam se ele só conseguiu secas, pois frescas fariam mais efeito. Como só tinha aquelas eles dizem que, se o veneno ainda não tiver entranhado nas vísceras (e isto demorava dois ou três dias), então ele teria boas chances de recuperar. Confirmam também que pode preparar as flores com leite fervido, como sugeriu Jussara, o gosto seria ruim, mas era provável que ele melhorasse. Havia o risco à visão, se ele tivesse sido exposto aos vapores direto nos olhos, então o preparado poderia ser insuficiente para impedir todo dano à visão. Quanto ao que Jussara comentou de que, preparado por uma maga do ar ou da água poderia fazer mais efeito, eles também confirmam, mas ali era área da Corte, e eles só conheciam magos rubro-negros.
    Conteúdo patrocinado


    Forjando o Destino (Ka) - Página 4 Empty Re: Forjando o Destino (Ka)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Nov 14, 2019 5:03 pm