Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Introdução - Chris

    Compartilhe
    Hunter
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 132
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Introdução - Chris

    Mensagem por Hunter em Sab 1 Dez - 23:27

    Apesar do barulho, Vincent não acelerou o passo. Continuou como estava, andando em seu ritmo não muito devagar, sem barulhos. Mais um lance de escada e um corredor se apresentava. Salas de ambos os lados, portas fechadas. Não era possível ter um número exato de salas pelo local Talvez umas dez, cinco para cada lado. Vincent da um leve suspiro. Talvez fosse ter um trabalho minucioso até achar o alvo, algo que o deixava desgostoso. Ele se abaixou e chamou com a mão. Sussurrando, orientou:

    Vincent: - Isso aqui é quase uma agulha no palheiro, no entanto, acho que há grande possibilidades de nosso alvo estar em uma dessas salas. A maioria dos casos, esse tipo de AR costuma fugir, mas se estiverem encurralados, tem o perigo de um ataque. Vamos fazer o seguinte, eu dou uma olhada nessa sala da esquerda, enquanto você fica na porta, de olho no corredor. Depois a situação se inverte, você olha a da direita eu te cobro no corredor.  

    Vincente testou a maçaneta. Estava destrancada. Avançou encurvado, fazendo visada com sua arma apontada um pouco afrente do rosto, como se a arma fosse um terceiro olho. Depois ele volta, suando e acena negativamente com a cabeça. Nada havia ali. Agora seria a vez de Chris...
    Christiano Keller
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 250
    Reputação : 3

    Re: Introdução - Chris

    Mensagem por Christiano Keller em Dom 2 Dez - 22:37

    Chris

    Prestei atenção em como Vincent fez com a sala em sua vez, mas tentarei fazer com alguns ajustes. Vou para a primeira sala da direita e observo antes de abrir alguns detalhes: marcas no chão, poeira na maçaneta e luz pela fresta inferior da porta. São detalhes pequenos, mas os considero relevantes pois marcas podem indicar se alguém entrou, a poeira ou mesmo a falta dela indicam que alguém passo a mão recentemente e removeu a poeira, já a luz é algo mais simplório pois penso no mito da caverna de Platão e os homens ficam cegos pela luz do lado de fora.
    Deixo a maleta na frente do corpo abaixado enquanto abro a porta com a mão esquerda e seguro a arma na direita. Tão pronto quando viro a maçaneta para destravar a porta já baixo para a maleta e uso o canto dela para empurrar a porta e abrir.

    Se tudo correr bem, observo a sala rodando os olhos bem rápido em centro, chão, direita, teto, esquerda, de forma a buscar algo destoante e então mais lentamente para confirmar o que sobrou.
    Se tudo correr bem, sigo o processo com Vincent até um de nós achar algo.

      Data/hora atual: Qui 13 Dez - 14:30