Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Compartilhe
    Nazamura
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 306
    Reputação : 6

    A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Nazamura em Ter 27 Nov - 9:13


    Taiga desce do carro com um misto de raiva e auto-controle, tentando manter-se séria ela dá de ombros as críticas dos alunos e as fofoquinhas paralelas, ela então caminha até sentar-se em uma bancada do jardim da entrada, as pessoas continuam observando-a e falando mal de sua reputação. Olhando novamente o celular ela percebe que ainda não recebeu nenhum recado de Gin, ficando ainda mais apreensiva, queria ter alguém para conversar que não fosse tão critica com ela, já não bastasse sua situação diferente. Entretanto, taiga fica toda arrepiada sentindo um calafrio correr a espinha.



    Depois de um tempo, os alunos deixaram Assami Taiga sentada sozinha no banco, Kusanagi nota a expressão nos olhos de Taiga, já conhecia aquele olhar antes de quem quer explodir por dentro e se controla, entretanto, algo chama mais a atenção dela. Talvez por que seu poder de invisibilidade permite a ela não só ficar invisível mas parece ter lhe dado a habilidade de ver o invisível. Algo ou alguém está próximo de Taiga e está olhando pra ela. Mas parece que ninguém da escola percebe, só ela.



    Akane escreveu: -Eu estou bem irmão, vamos antes que Naomi volte a reclamar. - Dizia sem pensar em quanto me levantava caminhando com minha bengala até chegarmos na escola depois de algum tempo.
    - Sei que Naomi é geniosa, mas ela é uma boa pessoa. Eu vou pra sala do terceiro ano com a Naomi pra preparar a barraquinha do dia das bruxas, vc já escolheu um tema? já tem um grupo?  - então Takeshi começa a falar diversas e gestos, mas Akane não consegue ouvir, entretanto Akane nota um áudio mais grave, ecoando em gotas indo na direção de uma garota que estava sentada no banco do patio logo na entrada (Taiga), é uma cadencia de passos, compassadas entre semíninas e pausas de colcheias


    O relógio da escola bate 08:30h... hoje as aulas iniciam as 9h

    Aparição:
    Vocês três notam alguém com poderes se aproximando de Taiga, ele está invisível, embora Kusanagi consiga vê-lo e só está observando Taiga que fica toda arrepiada. Akane ouve seus movimentos e sabe mais ou menos onde ele está. Até agora ele não atacou, só está observando a garota. Se o post estiver muito travado, mandem um whats que agente vai ajeitando a historia.  
    Katerine Le Blanc
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 252
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Katerine Le Blanc em Ter 27 Nov - 19:10

    Meu irmão logo começava a falar algo sem sentido, porém, eu já não prestava atenção no mesmo e logo respirava fundo em quanto caminhava em passos leves ouvindo um som grave com se fosse batidas de música misturadas com passos, percebi que o som se aproximava de uma menina esta era Taiga uma das poucas garotas que conhecia apenas de nome em quanto continuava caminhando.

    -Meu irmão podemos conversar depois está bem vai logo com sua... - Dizia parando por alguns instantes levantando minha cabeça um pouco ainda ouvindo aquele ritmo. -Namorada. - Terminava de fala em quanto ia me aproximando ainda mais de Taiga abrindo um sorriso para a mesma tentando tirar uma leve tensão que havia em mim enquanto ainda ouvia aquele ritmo em forma de passo. -Posso me sentar? - Questionava com meu olhar perdido ainda sorrindo.
    Nazamura
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 306
    Reputação : 6

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Nazamura em Qua 28 Nov - 6:44

     
     Hiroshi Kawabushi
    - Ei, você disse que ia conseguir quebrar a vidraça, o que houve?
    diz Hiroshi - Pra onde estão indo seus amigos ? é melhor agente ir pra escola e tentar filar um lanche lá, já são 08:30h.  


    A caminhada até a escola flui a passos largos de Lana e Gin, não demora muito e eles chegam algum tempo depois vendo aquela garota musicista indo conversar com Taiga.
    Guilix
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 144
    Reputação : 5

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Guilix em Sex 30 Nov - 20:04

    @Nazamura escreveu:  
     Hiroshi Kawabushi
    - Ei, você disse que ia conseguir quebrar a vidraça, o que houve?
    diz Hiroshi - Pra onde estão indo seus amigos ? é melhor agente ir pra escola e tentar filar um lanche lá, já são 08:30h.  



    — Acho que esse lance não funciona com a barriga vazia.

    Hirosaki e Hiroshi chegam logo após Lana e Gin. Hirosaki está com uma aparência bastante cansada. Ao chegar a escola, o irmão mais velho sente também um calafrio. ele fica bastante confuso com as sensações. Fome, cansaço e agora esse calafrio. "Nossa, eu tô quebrado. Nunca mais tento de novo usar o meu lance de barriga vazia. Acho que vou dar um pulo na enfermaria".
    bcdomingues
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 16
    Reputação : 1

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por bcdomingues em Sex 30 Nov - 20:52

    Os assuntos dos eventos escolares eram debatidos enquanto Gin e Lana iam se aproximando da escola. Felizmente eles caminharam a um bom passo, dando tempo de sobra para chegarem antes do início das aulas. Logo já era possível vislumbrar o contorno do prédio por cima das árvores e outros alunos que se esgueiravam pelos caminhos até o seu destino. Enquanto conversava com sua amiga, uma parte de sua mente ainda estava fixada nos acontecimentos de alguns minutos atrás. Era quase como um incômodo e sentia que precisava fazer algo com relação a esse sentimento, apesar de não saber o que.

    * Olha para mim, todo pensativo * Pensou, com um leve maneio de cabeça. * Isso nem assunto seu é Gin, se concentra no que importa e deixe de lado.

    Com isso, chegaram até os portões, ainda escancarados para admitir a entrada dos alunos. Suspirou, em paz. Apesar de ser sua escola, Gin se sentia muito confortável no ambiente. Ali tinha a rotina, o futebol e seus amigos, que pareciam cada vez com sua família com a ausência dos próprios pais. No entanto algo perturbava a movimentação costumeira de alunos e não demorou muito a perceber o que era e quem, ainda mais com a confirmação vindo em forma da sensação que sempre sentia na barriga ao vê-la: Asami estava sentada em um banco e as pessoas ora desviavam o seu curso da garota, como se a mesma estivesse infectada, ou se reuniam em grupos e fofocavam sobre ela, de longe. Irritado, Gin deixou Lana para trás sem perceber e foi se aproximando mais do banco.

    Fez questão de encarar todas as pessoas que via falando mal de Taiga enquanto passava por elas, seus olhos estreitos. Já mais próximo viu outra garota, de longe parecia que era uma de suas companheiras de sala, se aproximar da Asami e murmurar algo para ela. Tirando isso não percebeu mais nada de estranho, talvez um leve arrepio que desmereceu achando que fosse, talvez, alguma corrente de vento gelado.

    - Bom dia Asami-san - Disse, sua voz quase falhando ao encarar os belos olhos de Asami. - Vi sua mensagem mas preferi esperar para falar com você ao vivo, desculpe se te magoei por causa disso. - Estava começando a falar sem parar, nervoso. Respirou fundo. - Você está bem? - Completou, agora com mais preocupação. Sabia que deveria estar o mais longe possível de bem, mas Gin queria esperar ela começar a falar. Olhou para a outra garota que estava ao lado de Taiga, sua suspeita de confirmando. Era, sim, de sua sala, mas nunca chegou a conversar muito com ela. Lembrava-se de seu nome por conta das chamadas dos professores.

    - Olá Sato-san, bom dia - Falou, de forma educada, sabendo que havia interrompido uma conversa e se sentindo um tanto culpado por isso.
    Mellorienna
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 183
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Mellorienna em Sex 30 Nov - 22:37





    Portão da Escola

    Lana + Todos os personagens - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - ♥️


    Eles ainda tinham muito a conversar sobre o baile - que era um evento grandioso para qualquer estudante do 2º ano. Mas, Gin simplesmente a deixou para trás e correu até Asami, praticamente mordendo as pessoas que olhavam feio para a garota cuja família parecia envolvida em algum tipo de escândalo político.

    Lana sabia pouco do que estava acontecendo, tendo apenas visto uma manchete breve dentro do metrô, mas o fato é que não se importava muito. Conhecia Asami, e não tinha problemas com ela - até era possível dizer que se davam bem, como boas colegas. Contudo, não eram amigas. Por mais que Gin parecesse pensar o contrário - por mais que o colégio inteiro parecesse pensar o contrário - Lana não tinha amigos. Deu de ombros diante do abandono no meio da conversa com o jogador de futebol e continuou seu caminho para a sala de aula.

    Viu que o garoto com as baquetas nos bolsos tinha acabado indo para a escola afinal. E tinha junto um menino mais novinho. A loirinha se pegou pensando se seriam irmãos. Ela mesma tinha grande amor por Yeva e - quase sem querer - começou a observar o garoto baterista com maior interesse. Talvez por isso, quando deu por si estava com uma mão nos cabelos menininho mais novo, em um cafuné rápido para chamar sua atenção, enquanto estendia um saco de balas coloridas para a criança, com um sorriso caloroso animando sua expressão.

    - São as preferidas da minha irmãzinha. - ela se cretificou de que o menino segurava com firmeza o saco de balas antes de fazer uma pequena reverência - que por sua aparência tão europeia quase parecia uma mesura - e adiantar o passo, cumprimentando alguns estudantes do seleto grupo dos "populares" ao cruzar o portão da escola.



    valeu @ cács!



    Bastet
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 418
    Reputação : 21
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Bastet em Sex 30 Nov - 22:49



    Kusanagi Shimizu

    Aparência: >AQUI< | Cor: Azul #55C0E8


    Como não era muito educado encarar, Kusanagi desviou o olhar quando viu a jovem, que era o alvo das fofocas na entrada do colégio, se desviar do caminho e ir para longe das pessoas. A menina se sentou em uma bancada, perto das flores, mas não parecia ver a beleza do lugar... Ela tinha o olhar perdido, pesado, como se o mundo todo pairasse em suas costas, enquanto você só pode sorrir... Kusanagi apertou as unhas curtinhas na palma da mão, tentando se distrair daquilo... Não era problema dela... Era? Havia fugido de um lugar no qual todos iam para se lamentar e pedir ajuda aos deuses, por meio dos sacerdotes. Não queria que se tornasse um costume isso, na nova vida. Sabia que era algo egoísta... Mas todos precisam ser egoístas, em certo momento da vida, para seguir sem se machucar.

    Ia começar a andar, para procurar Masao, quando ergueu o olhar uma última vez na direção da garota... Mas, apesar de ela parecer extremamente sozinha, algo a acompanhava. Não era possível que aquelas coisas também estivessem ali. Dizem que os espíritos somente rondam os locais de sua morte ou onde oram por eles... E, desde o primeiro episódio que os “poderes” da menina haviam se manifestado, ela conseguia ver uma ou outra coisa que devia ser invisível aos olhos humanos. Queria ter certeza se aquela presença era um espírito ou qualquer ser de outro plano astral... Pois eles podem ser bastante opressores para as pessoas suscetíveis. E, bem, se não fosse um, o que aquilo fazia ali, observando sem se deixar ser observado?

    [...]

    Enquanto decidia o que fazer, algumas pessoas se juntaram à jovem no jardim – Ah pronto – falou pra si mesma, frustrada. A melhor forma de fazer qualquer coisa ali seria talvez afastar a outra daquele ser invisível, para ver se ele a estava procurando ou só vagando pela escola, mas, com tanta gente, isso não seria fácil.

    Kusanagi se aproximou, com as bochechas vermelhas e os olhos baixos. Não era boa em falar com pessoas novas. - O...Oi gente – curvou levemente o corpo, em cumprimento, erguendo o olhar para eles e dando um sorriso meio sem graça. Logo, fixou o olhar na criatura. Se ela tivesse olhos, olharia diretamente nos olhos daquilo, deixando claro que a via – Desculpem o incômodo... Eu sou nova no colégio e... Não sei bem como funcionam as aulas... Acho que ficar sozinha não é a melhor opção para achar tudo. – Ainda olhava pro nada, na visão dos jovens ali... Talvez fosse tímida o suficiente para não os encarar? De toda forma, era bem estranho. Logo Kusanagi desviou o olhar da criatura – Algum de você é dessa turma? – perguntou, mostrando o papel dos horários dela para os adolescentes ali.

    Tinha ciência que estava sendo esquisita, mas eles pareciam se conhecer... Então, deviam ser da mesma turma. “Por favor, sejam dessa”, pensou, pois talvez pudessem sair dali em direção à sala.


    Nazamura
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 306
    Reputação : 6

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Nazamura em Qua 5 Dez - 7:33

    Hiroshi e Hirosaki chegam a escola após uma tentativa não eficaz de usar seus poderes pra conseguir comida, planejando ir até a enfermaria quando seu irmão diz
     
     Hiroshi Kawabushi
    - Porque simplesmente não abrimos uma conta na cantina e pagamos depois? - Então ele nota que um grupo de pessoas se aproxima de Taiga
    - Veja, ela é bem popular, todos vão até ela, até aquela garota cega, é da sua sala né ? Bom eu vou ...  

    Quando se deu conta, Lana estava fazendo carinho nos cabelos de Hiroshi
    Lana escreveu:- São as preferidas da minha irmãzinha.
     
     Hiroshi Kawabushi
    - Ah obrigado moça! - dizia o garoto sorrindo de volta para a menina- Veja irmão, consegui umas balas de halloween, agora dá pra enganar o estômago  

    Lana na percebe que Gin vai até Taiga, e sente um leve aperto no peito, seu olhar perdido a levou até Hiroshi irmão do baterista, e ela percebe o joelho machucado de uma aluna, seu impeto de querer ajudar aparece, mas há muitos alunos olhando, seria prudente usar poderes em público?

    Na sequencia de eventos que se deu a entrada da escola, Akane chega com o joelho um pouco ralado, se apoiando na bengala, seu irmão e sua namorada a deixam sozinhas e ela se aproxima de Taiga tentando puxar assunto
    Akane escreveu:-Posso me sentar?

    Gin encara as pessoas que estão olhando feio pra ela e os alunos logo se dispersam indo tocar a vida, afinal conheciam a reputação do jogador e seu "populômetro" era bem alto. Ele então entabula conversa
    Gin escreveu:- Bom dia Asami-san. Vi sua mensagem mas preferi esperar para falar com você ao vivo, desculpe se te magoei por causa disso. Você está bem?
    e depois ainda tentou puxar papo com Hirosaki
    Gin escreveu:- Olá Sato-san, bom dia

    Kusanagi criou coragem e se dirigiu ate o grupo que estava se formando em torno da aluna da qual todos falavam, porem mantinha os olhos na aparição e ao chegar mais perto pode ver que era um aluno usando o uniforme da escola, ele gesticulava e falava em sons abafados "fantasmagóricos" que Akane conseguia sentir como musica de desespero, Hirosaki sente o calafrio descer a espinha como se realmente tivesse alguém próximo de Taiga que fica totalmente "oriçada" e se tivesse na forma felina estaria com os pelos em pé. porém ao ver que o garoto era visto por Kusanagi ele olha pra ela e diz algo impronunciável, mas facilmente interpretável como "você consegue me ver?"

    Kusanagi escreveu: - O...Oi gente, desculpem o incômodo... Eu sou nova no colégio e... Não sei bem como funcionam as aulas... Acho que ficar sozinha não é a melhor opção para achar tudo. Algum de você é dessa turma?


     
     Asami Taiga
    - Ah ola, pode se sentar sim, eu estou um pouco avoada tá acontecendo tanta coisa - respondia a Akane  - Você frequenta o clube de musica né? uma musica cairia bem pra levantar o astral agora cedo

    Então ela olha para Gin-san e diz
    - Ah oi Gin-san, eu não me magoei não, tá acontecendo tanta coisa que minha cabeça está a mil. e Bem vinda, deixe-me ver seu folheto ... hmm... vc é da nossa turma, prazer, eu me chamo Assami Taiga e vc? - respondia pra Kusanagi enquanto conversava com Gin e Akane - Vocês vão er... participar do evento? - dizia tentando disfarçar sua tristeza e ansiedade

    Ainda há algum tempo antes que todos tenham que subir pra aula, mas fica evidente na movimentação na portaria da escola que hoje será um dia atípico, é possível ver alunos entrando fantasiados e muita empolgação pelo evento que se aproxima. Garotas falando de montar par para o baile e em um outro canto, um grupo de garotos falando sobre a lista de eventos esportivos e artísticos que vai acontecer no sabado e que logo as inscrições seriam abertas.

    ainda na portaria:
    Todos estão na mesma cena e fica a critério de vcs interagirem entre si, ainda há um espaço para postagem antes de dar o sinal pra todos subirem, essa é mais ou menos a ideia.
    Guilix
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 144
    Reputação : 5

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Guilix em Qua 5 Dez - 20:45

    @Nazamura escreveu:
     
     Hiroshi Kawabushi
    - Porque simplesmente não abrimos uma conta na cantina e pagamos depois? - Então ele nota que um grupo de pessoas se aproxima de Taiga
    - Veja, ela é bem popular, todos vão até ela, até aquela garota cega, é da sua sala né ? Bom eu vou ...  


     
     
    Hirosaki Kawabushi
    - Caraca maninho. Por isso que eu falo que você é minha esperança. Toda parte inteligente da família ficou com você. - O irmão mais velho afaga a cabeça do mais novo e os dois sorriem. - Ela é da minha sala mesmo... mas nem falo com ela.  


    Quando Hirosaki percebeu que Lana estava acariciando o cabelo de seu irmão ele ficou surpreso. "o que essa menina quer com a gente? Será que tenho alguma chance? Acho que já sei o que vou fazer"
    Lana escreveu:- São as preferidas da minha irmãzinha.

    - São as preferidas do meu irmãozinho também. Que coincidência né... - Hiroshi tenta interromper para desmentir o irmão, mas o irmão mais velho apoia o cotovelo sobre sua cabeça com certa violência impedindo o mais novo de falar.. - Então. Deixa eu te perguntar. Você tem comida ai? Não tomamos café hoje. Acho que você percebeu que eu tô com uma cara de doente hoje. Pelo menos mais doente do que o normal. Meu irmãozinho tá morrendo de fome, tadinho né? - Enquanto falava, Hirosaki abriu aquele sorriso galante que "sabia" que fazia sucesso com as garotas.
    Mellorienna
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 183
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Mellorienna em Qui 6 Dez - 18:09





    Portão da Escola

    Lana + Hirosaki - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - ♥️


    Normalmente, a líder de torcida teria revirado os olhos, dado as costas e saído batido dali. Não se construía uma reputação sendo nice com qualquer um. Era preciso uma boa dose de blasè e uma pitada de crueldade juvenil para se tornar topo da pirâmide. E Lana era o topo da pirâmide.

    E assim lá ia ela, pisando fundo sem nem se dignar a olhar na direção do rapaz com as baquetas, quando ele mencionou que o irmãozinho estava com fome.

    Seria verdade? Lana diminuiu o passo e então parou de caminhar, virando-se na direção dos dois. O movimento fez a saia plissada balançar com a brisa de outono, enquanto a loirinha fixava os olhos muito verdes na criança. Só depois notou que o rapaz sorria pra ela, como se tivesse um excelente conceito de si mesmo.

    - Você não está mentindo só para me fazer parar e falar com você, ou está? Porque isso seria o cúmulo da derrota... - a líder de torcida tinha usado aquele tom "SAIA DAQUI ESCÓRIA DO UNIVERSO", mas o rapaz tinha mesmo um sorriso daqueles e Lana sentia que começaria a corar em breve. Espertamente, desviou sua atenção novamente para a criança, suavizando seu tom para uma doçura próxima daquela que usava para falar com Yeva - Se estiver mesmo com fome, vamos à cantina. Eu adoraria a companhia de um jovem tão distinto!

    Ela sorriu e estendeu a mão para o menininho, esperando que ele a tomasse, enquanto completava:

    - Eu sou Lana-chan. E você?


    valeu @ cács!



    Guilix
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 144
    Reputação : 5

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Guilix em Seg 10 Dez - 9:46

    Existem duas coisas que meninas não resistem. Crianças e cachorros. Se for então um filhote canino, é super efetivo em 100% dos casos.

    Hiroshi já não era tão novo assim. Mas era pequeno, fofo e sabia fazer cara de coitado como todo irmão caçula faz. É uma questão de sobrevivência.

     
     Hiroshi Kawabushi
    - Posso ir, Saki-chan?  - O pequeno puxou a camisa do irmão na esperança de uma resposta positiva. Hirosaki apenas concordou com a cabeça, e o mais jovem abriu um sorriso e segurou a mão da moça.- Obrigado, Lana-kun. Me chamo Hiroshi, mas todos me chamam de Hiro-chan. Você é muito gentil. - e bonita, pensou o jovem.


    Ao ver que seu irmão e a moça estavam indo embora como se o mais velho não existisse, Hirosaki tenta sua última cartada antes que eles se afastassem.
     
     
    Hirosaki Kawabushi
    - Maninho. Tô indo pra enfermaria mesmo. Qualquer coisa apareça lá mais tarde. - Gradativamente o volume de sua voz foi aumentando, já que a distância entre eles também ia. - Valeu, Lana-chan. Vou ficar te devendo uma.  


    Hirosaki realmente não estava se sentindo bem... Tá bom. Talvez estivesse fazendo um pouco de corpo mole. Mas ele não podia perder a oportunidade de perder aula, poder dormir em uma cama, tomar algum droga e de quebra talvez ganhar um lanchinho. O que poderia dar errado?
    Katerine Le Blanc
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 252
    Reputação : 1
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Katerine Le Blanc em Seg 10 Dez - 10:24

    Aquele clima um pouco tenso me deixava levemente desconfortável e eu sabia que havia mais alguém ali que eu só conseguia ouvir em sons de dessespero, porém, tentei não manter meu desconforto e logo me sentava ao seu lado com cuidado para não cair de novo.

    -Sim faço parte do clube de música e se quiser podemos ir para lá, talvez isso vai te ajudar a melhorar antes de irmos para a sala. - Dizia em quanto percebia que haviam mais alguém colegas ali perto de nós e logo sorria descontraida. -Bom dia pessoal, tudo bem com vocês? - Terminava de fala assim que minha mente pensava positivo em tentar fazer novas amizades, porém, o som que escutava me deixa muito desconfortável e eu queria fazer algo para que aquilo parece, mas impossível.
    Mellorienna
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 183
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Mellorienna em Seg 10 Dez - 14:51





    Portão da Escola

    Lana + Hirosaki - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - ♥️


    - Hiro-chan. Que nome bonito. O que você ach--- - Lana interrompeu a frase, e a caminhada, quando ouviu a palavra Enfermaria. Então ele estava realmente doente? Era por isso que estava agachado com a mão no chão na estação de trem?

    A loirinha se virou para Hirosaki (agora sabia o nome dele, o irmãozinho havia chamado de Saki-chan e ela finalmente se lembrou) e apertou bem gentilmente a mãozinha da criança, com os olhos no irmão mais velho:

    - Quer correr na frente, Hiro-chan? Pode ir escolhendo seus lanches. Eu vou só ter certeza que seu irmão está bem. - então se virou para o menino e sorriu - Vamos vamos, pode ir. Antes que acabe todo o mochi! - ela incentivou o pequeno antes de caminhar devagar para perto do garoto mais velho, com as baquetas nos bolsos.

    Era a primeira vez que usaria suas habilidades recém-descobertas em alguém que não era da família. Yeva disse que não havia sentido nada além de um calor no coração quando Lana a curou do resfriado, na semana passada, mas... a irmãzinha era meio poética às vezes. A garota se deteve diante de Hirosaki, encarando-o com os grandes olhos verdes cheios de dúvidas.

    - Então você não está mesmo se sentindo bem? Está com febre? - ficando na ponta dos pés, a loirinha tocou a testa de Hirosaki com a palma da mão esquerda. Imediatamente se concentrou. Ela podia sentir. Parâmetros normais, tecidos, sistemas. Lana nem ao menos sabia o que estava procurando ou como era capaz de scanear o garoto com apenas um toque. Mas ela sabia que ele não estava doente. Só exausto. E faminto.

    Tirando a mão da testa de Hirosaki, a moça se perguntava silenciosamente porque aqueles dois haviam saído de casa sem comer. E por que Hirosaki parecia tão exausto, como se fosse cair no chão a qualquer momento. Mas, fosse como fosse, o rapaz não parecia ter meios de resolver a situação: a menina notou que ele não carregava uma lancheira e, portanto, nem mesmo poderia almoçar!

    - Saki-kun, talvez eu precise de alguma ajuda com Hiro-chan na cantina. Você não qu--- - a ideia de que seria vista na cantina da escola em companhia do baterista fez com que Lana engasgasse, corando violentamente antes de desviar os olhos para o chão - Eu pensei que... eu---

    A menina torceu para que ele pelo menos não houvesse sentido a analisada clínica que deu no estado de saúde dele.


    valeu @ cács!



    bcdomingues
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 16
    Reputação : 1

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por bcdomingues em Seg 10 Dez - 19:12

    Ficou em silêncio e com os braços cruzados, franzindo a testa enquanto olhava com cuidado para Asami. Conhecia sua amiga a tempos para saber que ela não estava nada bem e que procurava mudar de assunto deliberadamente. Porém também sabia que ela conversaria caso precisasse. Por ora bastava estar lá por ela.


    Asami Taiga escreveu:- Vocês vão er... participar do evento?


    - Claro. Além do evento em si vou dar uma olhada na programação esportiva que teremos. Creio que as inscrições abrirão em breve.


    Akane Sato escreveu:-Bom dia pessoal, tudo bem com vocês?


    - Tudo bem e com você? - Gin se viu simpatizando com Akane, já que ela havia sugerido algo para distrair a mente de Asami. Tentou ser simpático também, ainda mais que a garota raramente falava com alguém da sala.

    - Sato-chan, poderia acompanhá-las? - Perguntou, com um sorriso. Obviamente não era tão bom nesse assunto, mas tentava.

    Nesse meio tempo outra garota se aproximou e logo descobriram que era uma nova aluna de sua sala.


    Kusanagi escreveu:- O...Oi gente, desculpem o incômodo... Eu sou nova no colégio e... Não sei bem como funcionam as aulas... Acho que ficar sozinha não é a melhor opção para achar tudo. Algum de você é dessa turma?


    - Olá, me chamo Gin Ahara e somos todos da mesma sala. Bem vinda ao Tokyo High. - Completou, com um maneio de cabeça.
    Guilix
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 144
    Reputação : 5

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Guilix em Ter 11 Dez - 10:24

    Hiroshi estava realmente faminto e não recusou a proposta de ir para lanchonete antes da aula começar. O menino não gostava de chegar atrasado na sala e isso poderia acontecer se não corresse. Seu irmão mais velho tinha construído uma reputação muito ruim naquela escola, e o irmão mais novo tinha que trabalhar dobrado para desconstruir a imagem negativa da família. Mas isso não o deixava triste.

    Ao ouvir a pergunta da garota sobre seu estado o rapaz respondeu com sinceridade.

    - É... Talvez seja febre. Estou com o corpo cansado e sentindo calafrios estranhos.
    - O rapaz ficou sem jeito ao ver a preocupação da garota. As pessoas não costumam perguntar como ele está, e ela já havia feito isso duas vezes no mesmo dia. - Hoje o dia está sendo complicado. Problemas de família...

    A garota o surpreendeu quando tocou sua testa. A mão quente e macia da loirinha o fez se sentir melhor. Ela teve que se aproximar mais do que o normal para tocá-lo, e ele pode sentir o cheiro doce e agradável de seu perfume, que harmonizava perfeitamente com seu sorriso e sua simpatia. Parecia que Lana tinha as coisas sobre o controle, e que realmente sabia quem era ela. Já Hirosaki era o completo caos. De certa forma aquela atenção feminina o fez se lembrar da única mulher, e talvez única pessoa, que realmente um dia se importou com ele, sua mãe desaparecida.

    Logo após isso, a menina se afastou e se confundiu um pouco com as palavras. Hirosaki sabia que não era uma boa companhia para ela, mas achou fofo a dificuldade da pequena em convidá-lo para comer, e a interrompeu para tentar ajudar.

    - Fique tranquila. Eu sei me virar. Amanhã te pago um café. -O jovem se afastou um pouco e sorriu mais uma vez para garota. Seus olhos correram pelo rosto dela até seus olhares se cruzaram. Sem jeito, ele desviou o olhar e também o assunto. - Enfim. Ainda que eu estivesse bem, estou indo pra enfermaria. Lembra que eu disse que ia matar aula? Haha... Ninguém merece matemática.

    Matar aula não é tão difícil, mas matar aula dentro da própria escola sem se ferrar é pra poucos, e com certeza o baterista era o mestre desse seleto grupo.
    Mellorienna
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 183
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Mellorienna Ontem à(s) 16:01





    Portão da Escola

    Lana + Hirosaki - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - ♥️


    Ele era realmente um daqueles bad boys do pior tipo, por tudo que Lana podia notar. Mas a menina tinha certeza do que sentiu: ele estava fraco, com fome, exausto. Quase sem perceber o próprio gesto, a garota inclinou suavemente a cabeça para a direita, encarando Hirosaki com aqueles olhos verdes de europeia. Então, ao contrário do que parecia que faria, deu de ombros e girou nos calcanhares, pronta para marchar para longe dele...

    ... quando sentiu um súbito mal-estar que a fez quase cair.

    Por instinto, agarrou-se ao garoto, literalmente caindo em seus braços. Sentia as pernas tremerem, como se não pudesse se sustentar de pé. Um leve gemidinho de confusão escapou de seus lábios rosados, enquanto os pensamentos voavam loucos por sua cabeça: quando curou Yeva havia se sentida fraca, mas não imaginou que uma análise já pudesse drenar tanto as suas energias!

    - Saki-kun... - Lana tentou se firmar de pé, ainda apoiada aos braços do rapaz - ... desculpe. Eu não estou me sentindo muito bem...


    valeu @ cács!


    Bastet
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 418
    Reputação : 21
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Bastet Ontem à(s) 18:08



    Kusanagi Shimizu

    Aparência: >AQUI< | Cor: Azul #55C0E8


    Kusanagi estava um tanto nervosa. Fazia tempo que não falava com tanta gente... E, para melhorar,  não era só “gente” que havia ali. – Kusanagi Shimizu... Ah, toma, obrigada –  respondeu para Asami, quando ela pegou seu folheto para verificar a turma da menina. Enquanto a outra jovem olhava o folheto, os olhos de Kusanagi voltaram para a criatura sobrenatural ali... Assentiu, apenas, quando a pergunta quase ininteligível fora feita. Não sabia bem o que fazer.

    Ia tentar descobrir qual evento Asami se referia, quando um dos meninos na rodinha a cumprimentou. Sorriu brevemente, olhando para Gin – Oi, muito prazer, sou  Kusanagi Shimizu... Que bom que somos todos da mesma sala... É tudo tão diferente aqui – disse, com a face um tanto enrubescida.  Logo perguntou – Vai ter um evento agora no início do ano? – quis saber, pensando que era uma boa oportunidade de conhecer gente e melhorar as notas.

    Vez ou outra espiava o ser logo atrás deles, torcendo para o sinal tocar.


    Nazamura
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 306
    Reputação : 6

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Nazamura Hoje à(s) 8:11

    Vendo que estava sendo ignorara, a entidade fantasmagórica desapareceu. Asami então recebe uma ligação no celular preocupada

     
     Asami Taiga
    - Desculpe Gin eu to um pouco estressada, vc vai jogar né? - ela não consegue disfarçar uma certa raiva incontida e se vira para as outras garotas - Kusanagi seja bem vinda a escola, vai ter diversos eventos pelo que fiquei sabendo, todos vão ocorrer amanhã, espero que faça muitos amigos e Akane eu venho no sábado para ver vc tocar, se vc for se inscrever ta, eu não sei qual é meu talento pra falar a verdade, tenho até inveja dos músicos - e ria tentando disfarçar mas fica um pouco sem graça



    O relógio da escola bate 08:50, e alguns alunos começam a subir pra suas salas Hirosaki estava indo pra enfermaria a caminho de matar aula quando Lana passa mal e se desequilibra caindo se apoiando nele. Alguns alunos que estavam passando por ali comentam

    - oia o pegador ali
    - hahaha, boa Hiro
    - mas logo cedo?




     
     Asami Taiga
    - Vamos subir gente? - Asami estava visivelmente longe, mas tentava ser simpática

    Observações:
    Bom pessoal, a jogadora que controla a Asami Taiga saiu do jogo então agora eu irei controla-la, logo devo abrir uma vaga pra entrar outro jogador ou jogadora, sei que muitos de vcs estão quase sem ação pra fazer, mas a cena na portaria se prolongou um pouco mais. Se todos forem subir pra sala de aula eu faço uma nova rodada depois deixando um hiperlink pra nova cena. dependendo de onde for até mesmo a Lana e o Hirosaki podem acabar indo parar em outra cena que seria na enfermaria. To mais como um guia de rodadas do que de fato iniciando o jogo kkk... mas fiquem tranquilos, eu vou tentar postar mais vezes também nas inter-cenas agora q estou controlando a Taiga. Qualquer duvida mandem mp ou via whats. Discord até q é legal, mas não é prático...
    Guilix
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 144
    Reputação : 5

    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Guilix Hoje à(s) 13:54

    Tem dias que são ruins.
    Alguns dizem que para termos dias bons, temos que ter dias ruins também. E esse contraste é o que torna os momentos especiais.
    Outros dizem que todos os dias podem ser bons ou ruins. Depende apenas da forma como você encara cada situação. Hiroshi pensava assim.
    Ainda existem outros que quando percebem uma coisa boa, já ficam esperando que aquilo dê errado. Hirosaki fazia parte desse grupo.
    "Tá ruim? Então pode piorar." pensava ele.

    Sua vida não era fácil, mas esse pessimismo o acompanhava. Poucas coisas o tiravam dessa realidade. Seu sonho de ir embora do país era uma dessas coisas.
    A outra, era a música. Todo seu pensamento cético quanto a vida era transformado em esperança.

    Aquele dia estava sendo um dia ruim para o baterista. Um dia barulhento e confuso, com pouca sintonia. Ele estava com sono, estava com fome e estava cansado. O que ele menos queria agora era ir para a aula. Mas estava lá, na porta da escola. Não sei se você já teve a sensação de estar no lugar certo na hora certa, mas Hirosaki sentiu isso pela primeira vez ao estar ali naquela portaria. Aquela garota estava mudando sua perspectiva.

    Na hora que ela ficou fraca e caiu nos seus braços, o garoto a segurou com cuidado, enrijeceu os músculos para se manter firme e disse:

    -Tá tranquilo. Te peguei.

    Um turbilhão de pensamentos ecoavam por sua cabeça.  "Por que essa garota tá falando comigo mesmo?"."A voz dela me lembra uma flauta transversa". "Como é que chegamos a essa situação?". "Será que ela ta fraca mesmo ou só quer matar aula comigo?". "Essas estrangeiras são rápidas, heim. Gostei". "O corpo dela tá tão próximo ao meu, me sinto melhor assim"."Esses olhos... esses lábios... que cheiro agradável..."

    Ele queria falar alguma coisa, mas não sabia o que perguntar. Até que o sinal da escola tocou o trazendo-o de volta a realidade. "8:50. Já deu a hora, melhor irmos para enfermaria"

    -Loirinha, ignore esses babacas. Vou te levar a enfermaria.

    Caso a garota consiga andar sozinha, Hirosaki vai apenas apoiar o corpo dela sobre o dele para caminharem juntos. Se o caso for mais grave, o garoto vai carregar Lana nos braços, já que ele estava se sentindo melhor graças a garota.
    Conteúdo patrocinado


    Re: A Portaria da Escola (a estranha aparição)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 13 Dez - 14:31