Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Corin Heartsong

    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Corin Heartsong Empty Corin Heartsong

    Mensagem por Askalians em Seg Dez 31, 2018 7:45 pm


    Day 1



    Corin Heartsong Images?q=tbn:ANd9GcRkG9zYO4hz6A1pvmrjimxddgUuXVM9s8ztiHwx7mzyzWbNzjICXA

    A
     noite era de lua cheia, bem alta e clara em pleno verão. Eram 19:00 e ainda havia uma imensa quantidade de pessoas andando pelas ruas, como se aquela cidade jamais parasse. Luminosos piscavam, música ecoava no ar, instrumentos rugindo e o falatório sem fim de pessoas era o que diariamente ecoava pelas ruas da cidade. Lojas, armazéns, bares, clubes, padarias... tudo quanto era comércio ainda estava aberto naquele horário e não precisava nem ser alta estação ou período de férias para tal. Sempre cheia de visitantes e moradores locais, as ruas estreitas não tinham descanso nunca. Os bares e casas noturnas trabalhavam já a toda velocidade naquela hora da noite na Bourbon St.
    Ainda nem era Mardi Gras e a cidade já estava ceia de pessoas e tudo funcionava a pleno vapor.
    O cidade tambem possuía outros tipos de atrações apreciados por muitas pessoas: a comida creoule, procurada por muitos. A fama do famoso Gumbo, Po Boy's, Jambalaya e Beignets havia cruzado o país e agora muitas pessoas desbravavam a noite da cidade procurando por algum desses práticos típicos e um bom drink para beber em meio à toda aquela agitação, música e show de luzes.
    A medida que as pessoas andavam pela cidade, os diferentes cheiros iam atraindo pessoas para as diversas diversões que poderiam imaginar, desde a comida, desde os drinks exóticos, desde as belas mulheres até o cheiro de produtos e frutos do mar frescos que vinham do grande mercado da cidade.
    Boatos do ocorrido cruzaram o país para todos os povos, desde humanos, vampiros, lobisomens e bruxos, o que acabou trazendo alguns curiosos à cidade. Para outros, nada havia mudado significativamente em suas vidas e nisso se encontra o  vampiro Corin.
    Corin Heartsong 636268159043834041-GettyImages-584753934




    Okley
    Cavaleiro Jedi
    Okley
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 277
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Corin Heartsong Empty Re: Corin Heartsong

    Mensagem por Okley em Ter Jan 01, 2019 11:05 am


    ~ ... Não é justo, apenas me deixe aperfeiçoar isto
    Não quero viver uma vida que foi compreensiva
    Porque pensando melhor seria uma má ideia. ~


    Piscou quatro vezes seguidos de forma rápida, a cabeça apoiada sobre o encosto do sofá, olhando para o teto em começo de infiltração. Insônia, sonhos celestiais, o Armagedom, sempre atrapalharam bastante a visão. Moveu a cabeça para o lado, já era de se esperar algo assim esses tempos de mudanças, poderiam deixar as coisas mais aminadas, o que já era de tempo para isso.

    ~Levando tudo como garantido, mas ainda respeitamos o tempo
    Avançamos juntos com uma nova paixão sabendo que tudo está bem ~


    Respira forte, como aquilo fosse fazer alguma diferença para ele, o tedio era algo sufocante, como um travesseiro. Olhou para as pila de livros, os que queria ler, que já foram lidos, que não iria ler e que daria em um aniversario, assim não precisava pensar em um presente. A vontade de prazer enchia seu corpo, ser ignorado não era algo que gostava o abandono por parte da sociedade fazia sentir um mortal. Para sua infelicidade teria que sair descobrir qual era moda atual e assim saber qual roupa usa, ou talvez, saber o que os imortais estavam fazendo para passar o tempo.

    Andar pela rua sempre lhe aumentava a ansiedade , mas já com o passar dos anos se acostumara. Nova Orleans estava com varias pessoas mesmo, sentiu ate um pouco de saudade do tempo em que preferiam ficar em casa, rezando para suas almas serem salvas. Não estava em seus piores dias, na verdade estava bem calmo, nem parecia preocupado com os acontecimentos, afinal não tinha envolvimento algum sobre aquilo.

    - Crucifiquem o Salvador! Mate-o!

    ~ E quem se importa com a intervenção divina?... Só tomara que a policia não me prenda.~

    Na frente do supermercado repara nas promoções, no espumante Chuva de Prata, na água mineral, na carne moída, papel higiênico, no protetor solar. Ficou pensado por que ainda se importavam com isso, como nunca fosse entender, afinal a maioria nem se esforçava para fazer algum sentido. Olha ao redor, queria sair dali.

    ~ Podemos ir logo ao que interessa? ~

    Encontrou um lugar tão repugnante sobre a forma de decoração e cuidado, deu com os ombros de forma brusca. Pensou que estavam escondendo algo, mas não deu importância, a sociedade mortal costuma ser tão previsível. Sentando em uma das mesas, como esperasse alguém, quebrando e mexendo nos palitos de dentes, assim evitava mandar alguém ”tomar no cu”.
    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Corin Heartsong Empty Re: Corin Heartsong

    Mensagem por Askalians em Ter Jan 01, 2019 7:10 pm


    ...

    N
    aquele dia, nos subúrbios da cidade, Corin havia acordado do mesmo jeitinho peculiar que costumava acordar em todas as noites, começando primeiro com uma sequência de várias piscadas, depois admirava o mofo crescendo no teto, suas pilhas de livros e então respirava fundo no sofá antes de se ajeitar e sair de casa. Esse era sempre o ritual diário do vampiro antes de partir do seu refúgio para a noite.

    Naquela noite, assim que saiu, foi primeiro ao mercadinho próximo para observar as coisas. Não que ele precisasse comer alguma daquelas coisas mas ou aquilo já era um velho hábito de quando era humano que até o presado momento não havia conseguido quebrar ou era apenas mais uma das suas loucuras para manter a máscara. Só Deus sabe, ou talvez nem ele...

    Então andando pelas ruas tão conhecidas, resolveu entrar em um bar que aparentemente parecia bem modesto. Para os gostoso do vampiro poderia ser até nojento e repugnante, mas era apenas um lugar um pouco mais simples, pelo bairro em que se localizava. Red Apple era o nome do lugar.

    Assim que entrou, procurou uma mesa para se sentar. O lugar não estava tão cheio assim e parecia que dificilmente ficava. No fim do salão havia um palco, em cada um dos cantos do palco, que ia de parece a parede, havia dois poles para as famosas “pole dance”. Havia também uma porta dupla atrás do palco, bem no centro e na parte de cima havia uma estrutura com algumas luzes, como se ali as vezes fossem feitos pequenas apresentações na noite.

    Como o lugar não era tão grande assim, com cerca de umas 20 mesas, havia 3 garçonetes bem arrumadinhas. Uma era ruiva, a outra morena e a ultima era ruiva. Elas ficavam
    andando pelo local e cuidando de suas mesas. Do lado esquerdo do salario havia o balcão que ia para a cozinha onde as meninas depositavam os pedidos e do lado esquerdo o balcão do bar, onde as bebidas eram feitas.

    Por mais que Corin estivesse sentado em uma mesa em um canto brincando com num paliteiro. Uma das garçonetes se aproximou, pediu licença, deixou rapidamente um cardápio na pessoa e logo se retirou. O cardápio era simples, um pequeno livreto de capa preta, com a maçã na capa e o nome Red Apple. O cardápio tem poucas páginas onde eram listados pratos, bebidas e drinks no geral.

    Por mais que Corin estivesse quase xingando alguém, não teria tempo de fazer isso com a garçonete, que foi bem gentil e bem rápida, para que ele pudesse ficar a vontade para escolher o que iria consumir naquela noite.

    Os preços listados no cardápio eram bem justos. Nada de muito caro e nada de muito barato. Era o que costumava-se encontrar pela região.



    Okley
    Cavaleiro Jedi
    Okley
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 277
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Corin Heartsong Empty Re: Corin Heartsong

    Mensagem por Okley em Qua Jan 02, 2019 8:59 am


    Estava mais confuso ainda, talvez era um bom momento par ter ficado em casa em vez de ter entrado naquele bar. Em um breve momento de vislumbre, poderia ver uma aventura bastante inesperada. mas o que faria. Seus pensamentos ficavam viajando enquanto procurando um lugar para sentar naquele bar nojento incrivelmente irresistível, talvez tenha visto isso em algum filme. Puxa a cadeira e senta, parando em meio do corredor. Prestou a atenção na musica que tocava ao fundo do bar, como em transe talvez se esqueceram onde estava.

    ~Você não poderia estar mais errado, querido
    Eu nunca te dei esses sinais
    Você entendeu tudo errado
    Saia dessa
    Eu não vou ter uma recaída ~


    Ficou imaginando se não tinha entendido o anuncio das promoções na rua, talvez elas queriam prever algo que aconteceria esse dia, odiava aquilo mas ao mesmo tempo o intrigavam. A simpática garçonete vem mesmo assim lhe atender, deixando o cardápio, ele não queria nada daquilo. Ela saiu tão rápido, ficou imaginado que poderia estar com cara de maluco, com o tempo já se acostumara com aquilo. Mesmo assim não se esqueceu de agradecer a moça.

    - Obrigado... Vadia.

    ~ Se você acha que é tão fácil assim
    Então para quê você precisa de mim?
    Apenas olhe para o seu estado ~


    Deixou aquele cardápio de lado não era o que queria, voltou a mexer nos palitos quebrados em cima da mesa. Aparentemente ali não tinha o que queria, ficou imaginando como esses vampiros estava se escondendo tão bem ou se só restou ele, então logo ele era o príncipe dali, já poderia se autoproclamar. Seria muito bom e até divertido se proclamar príncipe bem ali no meio do bar horrível.

    ~ Não faça movimentos súbitos
    E ninguém precisa se machucar
    Você está me deixando nervosa
    Se você sabe o que é bom para mim
    Por que eu estaria te deixando? ~


    Chegou ate a tentar subir na cadeira, mas desistiu no meio do caminho, a voz em seu ouvido era incrivelmente irritante. Cansou de passar vergonha ali, não tinha nada que desejasse ali, virou e se preparava para sair dali. As crises de ansiedade estava aumentado, sair de casa foi uma péssima ideia, estava indo para a porta de saída.

    - Filha de um puta.

    ~Agora, eu estou farta
    Nunca mais tente isso
    Por que você está tão quieto de repente?~
    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Corin Heartsong Empty Re: Corin Heartsong

    Mensagem por Askalians em Sex Jan 04, 2019 8:08 am


    ...

    S
    uas ações eram muito loucas e doidas para serem entendidas ppr qualquer ser, principalmente quando ele tentava se camuflar um pouco, mas não dava muito certo, já que suas perturbações eram fortes demais. Será que realmente havia sido uma boa terra entrado naquele lugar?

    A garçonete que lhe atendeu fez uma cara emburrada quando ouviu o “vadia”. Não era nada educado e nem gentil, mas infelizmente era suscetível de ouvir por ali.

    O auge de sua insanidade se deu quando subiu na cadeira e disse aquilo. Se ele pretendia chamar a atenção de todos naquele lugar, havia finalmente conseguido mas planejava ir embora depois, então porque chamar toda a atenção?

    Realmente não dava para entender suas atitudes e pior ainda suas palavras, mas enquanto se dirigia a porta para sair, a garçonete que havia lhe atendido antes foi atrás dele quase que já na porta e disse fofinha segurando duas canecas de cerveja.

    Garçonete:
    Corin Heartsong Images?q=tbn%3AANd9GcS3efWUGEmGPxs9394qdNopTzjkF-lZEQ1yq4GCRqhmG3RrJOB7

    Ela cutucou ele levemente no ombro para chamar a atenção de Corin e disse:

    - Senhor, bom licença, mas o senhor não gostou de nada? Não gostaria nem de esperar para o primeiro show, que começa em meia hora?

    A garçonete parecia realmente bem preocupada com o fato de Corin não ter gostado do cardápio do lugar, mas como ele tinha uma postura meio estranha para ela, manteve um pouco de distância por sua segurança, afinal nunca se sabe sempre cliente vai dar um tapa na cara dela ou xinga-la por acaso.

    Por via das dúvidas, havia um segurança ao lado da porta do lugar, preparado para caso alguma coisa acontecesse por ali. Não era muito incomum de o segurança precisar intervir com algum cliente por começar a criar situações desconfortáveis por uso excessivo de bebida, mas aquela noite ainda estava bem calma para algo do tipo.

    A atenção de todos que estavam no bar agora se concentrava em ambos: Corin e a bela garçonete. Todos aguardavam um desfecho daquela situação, se o rapaz iria ficar por ali sendo persuadido pela bela loira ou não.



    Okley
    Cavaleiro Jedi
    Okley
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 277
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Corin Heartsong Empty Re: Corin Heartsong

    Mensagem por Okley em Dom Jan 06, 2019 3:57 pm


    ~Eu estou andando para a superfície,
    Blah blah blah blah blah blah blah (colapso)
    Eu estou bebendo muito blah blah,
    Blah blah blah blah blah blah blah (caia fora)
    Eu estou realmente sentindo blah blah, ~


    O ar começa a ficar pesado, não por estar acontecer algo, muito pelo contrário por não acontecer não só ali, mas na cidade toda a calmaria reinava, isso era muito enlouquecedor para cabeça dele, como algo tão importante não estar acontecendo, ou deveria ser assim, ou havia uma arma escondida. A cabeça de Corin era inundada de pensamentos tão variados que mal conseguia acompanhar os proprios em sua caminhada.

    ~ Eu quero blah blah blah (colapso)
    E o fim significa eu blah blah blah blah blah blah blah (defenda)
    Eu puxei-me junto, Blah blah blah blah blah blah blah (Fique alerto) ~


    Até que sente um cutucar em seu ombro, se vira em ritmo bastante lento, seguido por um espasmo no pescoço jogando a cabeça para o lado. Era a garçonete de antes, com duas cervejas segurando na mão, ficou imaginando o que ela queria. A cabeça dele passava tanta coisa que nem conseguia assimilar, será que seria uma humana, parecia bem fresca e até apetitosa. Em quando ela falava alguma coisa, que ele não escutou pela quantidade de informação na cabeça, buscou um lugar para manter focado.

    - Puta! -
    A palavra saiu de um espasmo, mesmo assim ficou imaginando que era uma droga afinal agora ele era louco mesmo, tinha que pensar rápido - Tem puta aqui?

    ~Eu não pretendo romper isto, mas eu blah blah blah blah blah (colapso)
    Você não pode andar longe demais, ou eu blah blah blah blah blah (pare) ~


    - Ainda continua entendiante, vou dar uma volta, pela minha mesa.- pisca bastante rápido umas cinco vezes.

    Falava agora aliviado, enquanto observa os seios parecendo um bêbado, não que isso fosse seu objetivo, ainda sim lá não apresentou nada de útil. Virou de volta para seu caminho para a saída do local, indo para a porta, sem se importar com o grandalhão que o observava.
    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Corin Heartsong Empty Re: Corin Heartsong

    Mensagem por Askalians em Qua Jan 09, 2019 12:36 pm


    ...

    As
    palavras de Corin eram realmente estranhas e sem o menor sentido na maioria das vezes. “Puta!?” onde já se viu virar para a garçonete que se preocupava em atende-lo bem e dizer isto!? Só ele mesmo para ter essa grande habilidade.

    A garçonete não conseguiu evitar de fazer uma feição meio de brava e ofendida com aquelas palavras, mas quando teve certeza que ele se referia as mulheres do show, suas feições ficaram um pouco mais tranquilas, principalmente porque não havia perdido o seu cliente.

    - Se elas fazem esse tipo de serviço por fora, eu já não sei, mas elas dançam muito bem senhor.

    Ela entregou as cervejas para sua colega e puxou Corin pela mão para a mesa, mas depois de alguns minutos, Corin acabou indo de volta para a porta, depois de literalmente ter dado uma “volta” na mesa. O segurança grandão o observava, mas quando ele voltou a porta, decidiu simplesmente deixa-lo sair. A garçonete não havia ficado muito feliz também, pois achava que tinha resolvido o problema com aquele cliente, mas era justamente o oposto, mas não podia fazer mais nada para persuadi-lo, então era apenas deixa-lo ir.

    Parecia que aquele lugar não era feito para ele de qualquer forma, mas onde ele iria afinal? Voltar para a casa, ir para o trabalho quem sabe...

    A noite ainda era uma criança e ela não havia nem perdido meia hora daquele lugar...





    Okley
    Cavaleiro Jedi
    Okley
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 277
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Corin Heartsong Empty Re: Corin Heartsong

    Mensagem por Okley em Qua Jan 16, 2019 3:26 pm


    Ficou olhando para a garçonete, o que queriam dizer com aquilo, não se importava com os serviços extas das garotas, chegou por um minuto a se interresar pelo show delas. Algo lhe dizia que não aquilo, porém as palavras da graçonete o supreenderam, achou incrivel a forma das nuances que o destino tabalhava. Concentrou-se em observar a garçonete e na forma de tentativa de não perder  o cliente.

    ~ Seus olhos me deram uma olhada
    De desespero maçante
    Amarrado com ele e ainda
    Você não está ciente ~


    Enquanto era puxado novamente a sua mesa, como fosse uma criança mal-comportada, chegou a olhar a garganta da garçonete, causando sede eu sua boca, mas ficou imovel se deixando levar pela atitude da garçonete impulsiva. Para na frente da sua então mesa, tira do bolso o pouco dinheiro que carregava, dez dolares e põe na mesa.

    - Te agradeço, você é muito gentil, aqui esta sua gorjeta. Outro dia venho ver o show, agora tenho que ir.


    ~ Que eu posso mudar sua vida
    Se você ousar
    Venha se juntar a este grupo de homens
    Fique e compartilhe ~


    Contorna a mesa para se retirar do local, ainda sim era muito confuso, não seria ali que conseguiria o que buscava, algo intrigante lhe ocorria por dentro. Precisava conversar melhor e compreender os casos ali a sua frente que não conseguia entender.

    ~ Liberte-se e grite bem alto
    Não o melhor
    Tão estúpida, pequena e burra
    Como o resto ~


    Andava em passos quase funebre, pois estão tão introspectivo em seus pensamento, que isso o sufocava.  Se revigora de repente assim que se aproxima da porta.

    - Seu Bosta!

    Vai em direção ao centro da cidade, só precisava arrumar um pouco melhor a gravata cinza metalica, a camisa listada e calça jeans preta, estava com preguiça de colocar uma roupa melhor, mas aquilo era o suficiente.  Vai ate o House 1850, entra com ma cara de serio, afinal estaria participanto de mais um Elisiun.

    ~ Nós somos os profetas da tristeza
    Nós sempre rezamos pela noite
    Nós não construímos vida para o amanhã
    E nunca fale da luz
    Nós somos os profetas da tristeza ~
    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Corin Heartsong Empty Re: Corin Heartsong

    Mensagem por Askalians em Dom Jan 20, 2019 11:55 am


    ...

    A
    garçonete ficou feliz pelo rapaz ter lhe dado uma gorjeta, mas não queria realmente que ele fosse embora, infelizmente. Era bonitinho de se ver que o malcaviano estava sendo fofo e educado, diferente daqueles palavrões que tinha dito antes, completamente sem contexto. Chegou até e a deixar a garçonete corada, por mais que ele estivesse interessado ele pular na garganta dela inicialmente.

    Em meio a tudo aquilo, a promessa de que algum dia ele voltaria para aquele bar para não apenas ver o shows, mas também apreciar o lugar, era algo que agradou bastante aquela garçonete e ela com certeza iria lembrar disso.

    Então ele saiu daquele lugar, arrumou a gravata e se dirigiu para o centro da cidade por algum motivo. O Elísium sempre era um bom lugar para se ir, não apenas para socializar, mas também para buscar conhecimento e iluminação.

    Não era muito difícil chegar ao Elisium, ainda mais por que era um local público, que até certo lugar era também frequentado por seres humanos. Localizado no distrito Francês, aparentemente o lugar possui 3 andares, mas para os vampiros, ainda existem mais alguns andares para o subsolo, onde apenas eles podem ir. Para isso, todo vampiro morador daquela cidade, possui uma espécie de cartão de identificação para poder entrar no local. Caso contrario, teria que permanecer nos andares superiores reservados aos humanos.

    Será que por acaso Corin lembrou de sair de casa com esse cartão?





    Okley
    Cavaleiro Jedi
    Okley
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 277
    Reputação : 3
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Corin Heartsong Empty Re: Corin Heartsong

    Mensagem por Okley em Ter Jan 22, 2019 11:28 am

    Corin se arruma conforme o padrão, a roupa que desejava, mesmo que isso poderia indomodar socialmente. Não entendia direito a preocupação e o rigor de regras que não ajudava em absolutamente nada, era dogmas para se sentirem confortáveis.

    Procura o cartão do Elísium entre suas coisas, não demora muito e estava ali o tal cartão sem graça, guarda no bolso da calça para usar.

    Já estava ficando tenso com todo aquele ritual exigido, finalmente poderia ir para o Elisium
    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 290
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Corin Heartsong Empty Re: Corin Heartsong

    Mensagem por Askalians em Sex Jan 25, 2019 1:22 pm


    ...

    O
    caminho para o Elisium não era difícil, pois Corin o conhecia. O que mais chateava aquele malkaviano eram todos os proformes necessários para se entrar naquele lugar como um vampiro, pois era necessário primeiramente aquele cartão de identificação e uma série de outras coisas.

    Para muitos, aquele cartão não passava de um simples cartão de plástico como outro qualquer. Era bem isso o que ele achava, mas o chip daquele cartão era bem valioso e continha algumas liberações iniciais para sua entrada. Havia ainda outras coisas a serem feitas para poder entrar nos andares subterrâneos do House 1850.

    House 1850:

    Corin Heartsong Images?q=tbn%3AANd9GcSyIfsTx1PsmHdanBz6UtOJLNSwwFMjn25NEhjPR3Hu8LDV_cKG

    Não demorou muito para que Corin chegasse ao local. Era um sobrado histórico da cidade que era visitado por turistas ao longo do ano. Tirando o andar térreo, havia ainda dois andares superiores e alguns inferiores. Para os inferiores, apenas vampiros eram permitidos e para isso, usavam uma espécie de elevador para se locomover.

    Depois de apresentar o cartão na recepção do térreo, Corin iria até uma determinada porta com um dispositivo no qual ele deveria inserir o cartão. Assim que o cartão era inserido, uma porta se abria e mostraria então as portas do elevador, que se abririam automaticamente para ele poder entrar, sem se esquecer de retirar seu cartão do dispositivo antes de tudo.

    Já dentro do elevador e com as portas fechadas, o vampiro poderia ver no painel poucos números, apenas 1, 2 e 3. O 1 seria o do terreno onde estava e então os outros dariam sequência, porém havia um botão vermelho que se ele colocasse o dedo, seu dedo iria até a metade. Nesse compartimento, uma fina agulha iria espeta-lo para recolher uma gota de sangue. Automaticamente essa gotinha seria rastreada no banco de dados dos vampiros moradores da cidade e identificado, para então um outro painel com outros números aparecer abaixo do anterior, onde poderia escolher seu destino:

    -1 biblioteca (para pesquisas em livros antigos e na rede de computadores sobre os grandes temas e problemas que assolam o mundo vampírico)
    -2 salão principal (lugar onde as vezes algumas festas são feitas, pois é bastante grande e possui outras salas adjacentes, onde também podem ser feitas reuniões)
    -3 diretoria (onde se encontra o líder do Elísio, sua segurança e as vezes algum senescal e até o regente da cidade, mas tudo depende do dia e do momento)
    - 4 (área restrita)
    - 5 (área restrita)

    Havia lugares que ele não sabia onde iria e nem poderia ir, afinal não tinha permissão para tal. Geralmente, alguns encontros no Elísio precisam ser agendados, outros simplesmente acontecem ao acaso. Onde Corin iria afinal?



    Conteúdo patrocinado


    Corin Heartsong Empty Re: Corin Heartsong

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Jun 17, 2019 1:56 am