Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Compartilhe
    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 588
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Hylian em Qua Fev 06, 2019 10:12 pm






    @@Raijecki
    31 de Agosto de 1930
    Estação: Verão, Temperatura: 17ºC, Previsão: Sem Previsões.
    Localização: Berlin – Alemanha.


    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 10
    Pontos Mágicos: 10
    Casa: Feuer
    Profissão: Obliviador

    Ficha do Personagem




    Os países do norte e leste europeu despertaram naquela manhã compactuando com a grande dor que os demais pertencentes a união europeia sentiam. Não somente Hogwarts e Beuaxbatons haviam sido reduzido a meras ruínas, mas a honrosa Durmtrang também tivera o mesmo fim e ainda pior, já que a escola fora tomada por uma avalanche deixando-a parte soterrada e parte submersa no congelante oceano.

    Vito passara os últimos momentos desde que acordara lendo o sério jornal bruxo local, o “Berlumos” e as péssimas noticias certamente o faziam recordar dos velhos tempos em que estudara na majestosa instituição de magia e bruxaria cuja educação era rígida, ali não havia lugares para bruxos de sangue “fraco” e isso não significava apenas que não aceitavam mestiços e sangue-trouxas, mas também diariamente os puro de sangue eram avaliados se estavam dignos de continuarem ali ou que fossem para Hogwarts...

    Os céus de Berlin amanheceram tão vermelhos quanto o próprio sangue e a impressão que se tinha era que o céu estava fervendo. Trouxas e bruxos de diversas partes da cidade contemplavam assustados o fenômeno sem terem qualquer ideia do que pudesse ter causado aquilo, exceto alguns poucos que imaginavam ser algum tipo de magia das trevas, afinal, não se poderia pensar em outra coisa a não ser algum maluco que tenha feito algo do tipo.

    Da janela de seu apartamento, Vito pode ver uma aglomeração de pessoas que se juntavam nos becos e ruas curiosos com a situação. Tudo estava muito estranho e era provável que aquele dia de trabalho começaria muito mais cedo e fosse bem mais cansativo do que de costume.

    O protagonista escutara quatro batidas suaves na porta de entrada e a voz de alguém que ele conhecia muito bem, Roger Tasslehöff, seu companheiro de serviço no setor 17 – Sessão Oficial de Obliviadores do Ministério da Magia Alemão.

    Vito! – Chamou Roger voltando a bater na porta – Vamos, eu sei que está ai! Alemanha está um caos...




    Raijecki
    Troubleshooter
    Raijecki
    Troubleshooter

    Mensagens : 852
    Reputação : 21
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Raijecki em Qui Fev 07, 2019 10:26 am



    I grandi uomini non nascono alla grande, crescono alla grande.
    Never let anyone know what you are thinking.


    "Durmstrang só aceita os fortes e de sangue puro... Que piada..." - Pensava Vito Enzonelli, sentado em uma das quatro cadeiras da mesa da cozinha de seu aconchegante apartamento. Tomava seu café preto matinal com torradas, bacon e ovos, enquanto lia o jornal que relatava a tragédia das escolas mais famosas da Europa.

    Vito havia estudado sua vida toda na severa escola de magia de Durmstrang, e descobrir que toda aquela rigidez sobre "apenas formar os melhores" teria sido enterrada sem misericórdia embaixo de toneladas de neve, era de certa forma, irônica.

    Grande parte do que era Vito hoje, fora formado naquela escola. Mais precisamente na casa dos dragões de fogo, a Haus Feuer. Por mais que desconfiasse das habilidades daqueles que guardavam o local durante o acontecido, teria de admitir que o culpado tinha muito poder para tal terrível - e ousada - ação. No fundo, torcia para que seus antigos "inimigos" do tempo de escola estivessem lá na hora do ocorrido. Para ele, aquilo seria de gargalhar, como justiça divina. Mas então se lembrou que a maioria nem mais sabia quem eram, cortesias das magias obliviadoras de Vito.

    Para "ajudar", o céu tinha surgido em tom escarlate, como se estivesse  prestes a coagular. Reparou também que várias pessoas, trouxas também, se juntavam para observar a situação. "Mais um dia de trabalho..." - Pensava, com uma expressão de cansaço estampada em seu rosto.

    Ao terminar seu café, sacudiu sua varinha de fibra de coração de dragão e limpou toda a louça e arrumou o local. Odiava deixar sua casa desarrumada. Então puxou de um dos bolsos de seu belo terno negro um charuto italiano e o acendeu com um estalar de dedos. Antes que pudesse dar a primeira tragada, ouviu batidas em sua porta e a voz de um colega de trabalho, Roger Tasslehöff era seu nome e ele parecia um tanto nervoso e apressado para começar o trabalho. Vito tranquilamente sugou a fumaça de seu charuto como se aquilo fosse o maior calmante do mundo, pegou seu guarda chuva e se dirigiu até a porta, a abrindo em seguida e passando por Roger. Com sutileza, moveu sua varinha e aporta se fechava em frente a seu colega.

    - Hora de limpar a sujeira dos ratos. - Falou, enquanto a fumaça saía de sua boca e nariz. Mesmo que o dia fosse cheio, de certa forma sentia prazer em seu trabalho, era muito bom no que fazia e isso era algo que o reconfortava.      

    thanks weird for ♣️
    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 588
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Hylian em Sab Fev 09, 2019 9:29 pm





    @Raijecki
    31 de Agosto de 1930
    Estação: Verão, Temperatura: 17ºC, Previsão: Sem Previsões.
    Localização: Berlin – Alemanha.


    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 10
    Pontos Mágicos: 10
    Casa: Feuer
    Profissão: Obliviador

    Ficha do Personagem






    –  Desta vez os “ratos” são bem grandes, porquê não é qualquer um que faz o que fizeram... Que tristeza, centenas de anos reduzidos a pó...  – Lamentava-se Tasslehöff, a medida que ambos se distanciavam do apartamento e desciam as escadas em direção à rua frontal. – Já viu isso?

    Roger apontava para o céu vermelho como sangue que parecia não ter fim. E ele não era o único a olhar os céus. Dezenas de pessoas se agrupavam pela rua, desde trouxas e até alguns bruxos camuflados para contemplar os mistérios da cor que céu trazia consigo. Mas os dois não tiveram muito tempo para isso.

    O ronco do motor do que parecia ser um ônibus enorme de três andares cortava os murmúrios para todos os lados. Vito sentira um bafo quente esquentá-lo ao se aproximar do Noitibûs, o transporte coletivo dos bruxos.

    Teremos que ir de Noitibus, não é seguro voar... – Tasslehöff comentou tentando fazer uma expressão que dissesse “está tudo bem”, mesmo com a certeza do contrário.

    São três peças de galeões a viagem, cavalheiros... – Disse o maquinista. Um bruxinho tão pequeno que era muitas vezes confundido com um anão, embora não fosse (talvez um hobbit?). O cobrador estendeu a mão suja com unhas afiadas e empoeiradas para receber seu pagamento.

    Três peças? – Indagou Tasslehöff arqueando a sobrancelha – Achei que Graham já teria pago...

    Graham? Que Graham? – Interrompeu o maquinista interessado.

    Graham Bornhöffer! – Respondeu Tasslehöff impaciente.

    Ah! Agora me lembro, sim sim, ele já pagou... heheh...

    O maquinista abriu espaço para que ambos os bruxos avançassem para o primeiro andar do veículo. George olhou para Vito como alguém que queria dizer o obvio “Este malandro tentou nos roubar...”, mas era educado demais para fala-lo abertamente.

    O Primeiro andar do Noitibus parecia uma sala de estar. Havia algumas mesas e cadeiras ocupadas por outros viajantes, nenhum deles interrompeu seus afazeres para se quer olhar quem adentrava o transporte, exceto um elfo doméstico que possuía uma corrente grossa e pesada que o prendia em uma escravidão solitária.

    Se os senhores já se acomodaram, acredito que seja hora de irmos! – Anunciou o Maquinista e, acomodados ou não, o ronco do motor aumentou como uma grande explosão e em segundos já haviam deixado aquela vizinhança.



    George Tasslehöff


    O Noitibus Andante

    Raijecki
    Troubleshooter
    Raijecki
    Troubleshooter

    Mensagens : 852
    Reputação : 21
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Raijecki em Dom Fev 10, 2019 12:07 am



    I grandi uomini non nascono alla grande, crescono alla grande.
    Never let anyone know what you are thinking.


    Tudo parecia pior quando descia. Tinha de concordar com Tasslehöff, a situação era caótica, para não se dizer outra coisa.

    - A história estará sempre em nós e não em um amontoado de pedras. - Respondia ríspido, como se reprovando a atitude do colega de se lamentar pelo terrorismo sofrido pelas escolas. Pensava que tudo poderia ser reconstruído, desde que aquilo fosse importante para as pessoas.

    - Não, nunca vi nada igual. - O respondera. Era verdade, por mais que se envolvera desde muito jovem com as artes das trevas por sua formação em Durmsrtrang, a noção do poder para realizar tal espantoso feitiço o deixava no minimo, preocupado.

    Então o Noitibus surgia, dando uma bafada quente quando Vito se aproximou. As coisas estavam tão ruins que não poderiam nem voar até o trabalho.

    - Só vamos logo, temos muito trabalho pela frente. - Comentou a fala de Tasslehöff, que também parecia preocupado. O maquinista então cobrava três peças de galeões, o que deixou George indignado, já que elas deveriam estar pagas, o que o próprio comentou com o homem, que os liberou argumentando que havia esquecido. Claramente para Vito e George, o maquinista estava tentando ganhar mais em cima deles, e isso o deixou furioso.

    - Escute aqui seu verme insolente, da próxima vez você não irá esquecer mais disto, se não nunca mais achará o caminho de casa. - Disse em tom bravo, encarando o homem com sua varinha apontada para a garganta do mesmo. - Se sabe quem eu sou, já entendeu o recado. - Terminou e se dirigiu onde estava seu colega. Não era alguém que levava desaforo para casa.

    Vito então indicava um par de cadeiras e se sentava, tentando se acomodar da melhor maneira possível, antes de o maquinista trambiqueiro acionar os motores e arrancar com o ônibus.

    - Quem você acha que teria poder para tal feitiço, Tasslehöff? Não sei nem se Finnick teria... - Perguntava e comentava com o colega. Gostaria de saber o que George pensava daquilo tudo.


    thanks weird for ♣️
    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 588
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Hylian em Sab Fev 23, 2019 7:23 pm





    @Raijecki
    31 de Agosto de 1930
    Estação: Verão, Temperatura: 17ºC, Previsão: Sem Previsões.
    Localização: Berlin – Alemanha.


    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 10
    Pontos Mágicos: 10
    Casa: Feuer
    Profissão: Obliviador

    Ficha do Personagem





    Completamente nervoso e aterrorizado com a situação, o maquinista não teve muita reação ao ser ameaçado por Enzonelli. Suando frio, o motorista agradeceu por não ter lhe acontecido nada, mesmo sentindo raiva por sua tentativa de ludibriar os dois trouxas ter dado errado. Talvez, aqueles dois bruxos não fossem tão trouxas assim.

    –  I-imagine, Senhor, é claro que sei quem é você! – Respondera o maquinista sem jeito.  


    ...


    Fale mais baixo... – Cochichou Tasslehöff olhando para os lados e principalmente na direção do maquinista, esperando que ninguém tivesse escutado nada – Isso não é assunto para falarmos abertamente assim, até por que não temos prova... Mas se quer saber, não duvido de Finnick, nem daquele Warlock, Lyo...

    Naquele momento o noitibús ganhava cada vez mais velocidade e se quer preocupava-se com as leis de trânsito dos não mágicos, até porquê nenhum deles era capaz de ver o grande automóvel que corria feito louco nas pistas e desviando de todos os demais carros e pedestres que atrapalhavam sua chegada ao destino. Finalmente atravessaram a ponte que cortava o “Rio Spree”, um dos mais famosos que existia na grande metrópole.

    Vito, que estava sentado de fronte a George, pudera perceber lá no fundo do andar, na última poltrona um “alguém” que se mantinha quieto, tão silencioso que sua presença era difícil de ser percebida ou importada por outrem. Era difícil saber de quem se tratava, pois usava longas vestes e um capuz que lhe cobria o rosto e, naquele momento, o bruxo olhava fixamente para a janela ao lado contemplando o horizonte da capital alemã.

    Em pouco mais do que dez minutos chegaremos a Grunewald! – Anúnciou o maquinista para os dois bruxos recém acomodados.

    Grunewald, é onde temos que ir para nos encontrar com o Bornhöffer! – Avisara Tasslehöff, pensativo.





    Bruxo (a) Encapuzado Misterioso...


    O Noitibus Andante

    Raijecki
    Troubleshooter
    Raijecki
    Troubleshooter

    Mensagens : 852
    Reputação : 21
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Raijecki em Seg Fev 25, 2019 2:23 pm



    I grandi uomini non nascono alla grande, crescono alla grande.
    Never let anyone know what you are thinking.


    O maquinista parecia ter entendido o recado sem escrúpulos de Vito. Se desculpava em tom de nervosismo e medo, o que  deixava o italiano com um sorriso estrampado no rosto.

    "Este rato nunca mais irá tentar me enganar..." - Pensou, com satisfação. Então passavam pelo maquinista e se sentavam em uma das cadeiras para conversarem sobre o que estava acontecendo. Porém seu colega de trabalho, Tasslehöff, não partilhava do mesma empolgação com tudo aquilo e o pedia para ser mais discreto, mas também dando sua opinião sobre.

    - Entendo, só acho que você deve deixar de ser tão cauteloso as vezes Tasslehöff, como agora. - Falava e sinalizava com a cabeça e seu olhar para o colega na direção de uma figura misteriosa quase imperceptível sentada aos fundos do ônibus. Então o maquinista gritava a plenos pulmões que estavam a menos de dez minutos de Grunewald, lugar lembrado pelo colega a ser onde desceriam para se encontrarem com mais um colega, Bornhöffer.

    - Você feche as saídas aqui caso ele tente escapar, eu irei ver de quem se trata, não se preocupe, agirei com educação. - Falava em to baixo, apenas para que Tasslehöff pudesse ouvir, então se levantava e seguia até onde a figura misteriosa estava.

    - Um dia lindo hoje, não é mesmo? - Perguntara ao encapuzado em tom irônico.

    thanks weird for ♣️
    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 588
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Hylian em Sex Mar 01, 2019 6:22 pm





    @Raijecki
    31 de Agosto de 1930
    Estação: Verão, Temperatura: 17ºC, Previsão: Sem Previsões.
    Localização: Berlin – Alemanha.


    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 10
    Pontos Mágicos: 10
    Casa: Feuer
    Profissão: Obliviador

    Ficha do Personagem







    George desaprovava a maneira como o amigo lidava com as situações e, ameaçar um pobre coitado como o maquinista não era das melhores atitudes que Vito poderia ter, não pelo menos sobre o julgamento de Tasslehöff. Suas preocupações não paravam por ai. Vito tinha o péssimo habito de impor sua presença e “xeretar” onde não era chamado e, por mais que George estivesse acostumado, ele nunca deixava de se preocupar.

    Aproximar-se de um estranho cujo rosto estava completamente coberto pela penumbra feita por um capuz era, no mínimo, audacioso, visto que provavelmente boa pessoa não era se havia necessidade de se esconder. O misterioso por baixo de sua longa veste escura não se movera nem um centímetro quando percebera a aproximação do protagonista e nem mesmo deixou de contemplar o horizonte de Berlin quando Vito lhe fizera uma pergunta irônica.

    –  Você acha? – Ele devolvera a pergunta ignorando o tom irônico de Enzonelli.

    Momentos de silencio pareceram perdurar por alguns segundos até que finalmente o encapuzado voltasse a falar.

    Grunewald... – Ele murmurou tão baixo que parecia ser apenas para Vito escutar – Eu me pergunto o que dois cavalheiros fariam em Grunewald...

    Antes que Vito pudesse responder, o maquinista chacoalhou o sino que alertara que estariam deixando a cidade de Berlin para adentrar a floresta de Grunewald, ao suldoeste da grande metrópole. – Chegaremos em Grunewald em cinco minutos, cavalheiros! – Ele berrou e o noitibós tomou velocidade ainda maior agora que só precisava desviar de árvores e rochas e com trânsito zero talvez chegassem antes do previsto.

    O elfo doméstico arrastava-se puxando as grossas e pesadas correntes que o impediam de fugir e na outra mão, levava equilibrando sobre uma bandeja de madeira um milk-shake de morango até a mesa de fronte do misterioso bruxo que escondia sua identidade.

    Aqui está, Sr... – Disse o elfo com uma careta azeda – Um Milk Shake de morango.

    A criatura reverenciou os bruxos como um ato de respeito, embora no fundo pouco tivesse algum apresso por bruxos, virou-se e se distanciou arrastando a grossa corrente.





    Bruxo (a) Encapuzado Misterioso...


    O Noitibus Andante

    Raijecki
    Troubleshooter
    Raijecki
    Troubleshooter

    Mensagens : 852
    Reputação : 21
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Raijecki em Sab Mar 02, 2019 1:33 pm



    I grandi uomini non nascono alla grande, crescono alla grande.
    Never let anyone know what you are thinking.


    Vito se divertia com as caretas de desaprovação de seu colega. Sabia que ele detinha um perfil "comportado e educado" típico da família Tasslehöff, porém sempre embarcava nas loucuras de Vito. George era o mais próximo de um "amigo" que Vito tinha, por isso tentava confiar nele as vezes.

    - Fica frio Tasslehöff, eu sempre sei o que faço. Por isso ganho mais do que você, hahaha. - Falava rindo e provocando o colega. Então seguia até o encapuzado e o cumprimentava de forma irônica e sarcástica. O misterioso o respondia com um "Você acha?", como se não ligasse para a presença de Vito.

    "O que eu acho é que você está metido em alguma merda muito escura senhorzinho..." - Pensava enquanto o silencio permanecia entre os dois. Era uma situação estranha, porque uma pessoa precisaria ocultar sua identidade em um ônibus bruxo? E ainda mais depois de tudo o que estava acontecendo? Vito não achava que só poderia ser coincidência, apesar de também não crer que o culpado seria tão estupido de estar justamente ali, apreciando sua obra. O silencio durou até ser quebrado pelo comentário do encapuzado sobre eles pararem em Grunewald.

    - Então você gosta de ouvir a conversa dos outros é? - Vito perguntava retoricamente. No mesmo momento, o maquinista acelerava o noitebus e avisava que estavam a cinco minutos de seus destinos, a floresta de Grunewald. A força da aceleração fazia Vito ter de se segurar na barra fixada ao teto do ônibus, e também a decidir se sentar ao lado do encapuzado.

    Ao fazer isso, o elfo domestico que Vito reparara anteriormente levava um milk shake de morango para o misterioso. Vito não perdeu a oportunidade e pegou sem permissão o alimento e agradeceu com a maior cara de despreocupado:

    - Ah obrigado, adoro milk shake, realmente muita generosidade de seu mestre, haha!

    Com o objeto em mãos, mas sem bebe-lo, se virou para o encapuzado e continuou:

    - Acho que deveria conhecer a face e o nome de alguém que me oferece uma gentileza dessas, não? - Então apontava sua varinha e lançava um feitiço de vento para retirar o capuz do sujeito e revelar sua identidade.

    "Ha! Não esperava por essa, não é?"      

    thanks weird for ♣️
    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 588
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Hylian em Sex Mar 08, 2019 6:42 am





    @Raijecki
    31 de Agosto de 1930
    Estação: Verão, Temperatura: 17ºC, Previsão: Sem Previsões.
    Localização: Berlin – Alemanha.



    Vito Enzonelli


    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 10
    Pontos Mágicos: 10
    Casa: Feuer
    Profissão: Obliviador

    Ficha do Personagem







    A ousadia era característica dos Feuers, porém, Berghaman Feuerkok, lendário criador da casa sabiamente dizia aos seus aprendizes há pouco menos de mil anos atrás: “Um Feuer tem a alma de um dragão, forte, astuto, seres determinados a atingirem seus objetivos, mas... Aos que pequem pela ousadia em terreno não seguro, eu vos aviso, jovens, o resultado pode ser desastroso e a morte não terá pena...”.

    Vito Enzonelli era conhecido em seu tempo de estudos na grandiosa fortaleza de magia e bruxaria de Durmstrang, a ser um típico e fiel “Feueriano”, isto porquê sempre demonstrara sua ousadia desmascarada para quem ousasse se colocar em seu caminho. Seus péssimos hábitos contra as regras a serem seguidas quase sempre tinha um feito só: As duras detenções nórdicas da época.

    Ao que cometa o pecado da ousadia, sem conhecer seu terreno, ah... Dragão eu lhe avisei, esteja pronto para encarar seus triunfos ou que a morte o leve com segurança, estúpido dragão.

    O feitiço de vento criou um agito no ar levantando o capuz do ser misterioso que criava um breu intenso capaz de esconder sua verdadeira identidade. Se o que o protagonista buscava eram problemas, aqui ele achou ao se deparar com um rosto esquelético, olhos como a morte tinham um tom amarelo-cinzento, quase não havia pele humana em sua cara, os ossos e os dentes sem gengivas se destacavam de forma grotesca. O aroma de quem fora enterrado, mas sobrevivera aos mandos do submundo invadira o Noitibus por inteiro em um piscar de olhos.

    Uma risadinha prolongada e aguda que incomodava os ouvidos de quem quer que lá estivesse soou fortemente da garganta da criatura, mesmo com sua boca parcialmente fechada.

    –  Eu trago um recado muito importante – Sua voz verdadeira era melancólica e aterrorizante – O INFERNO TE ESPERA!

    Um esqueleto vivo! – Exclamou Tasslehöff de olhos arregalados.

    Esqueletos nada mais era do que o que sobrara dos primeiros estágios da decomposição de um cadáver. Era obviamente proibido usar magias antigas e sem leis para devolver a vida aqueles que já se foram, fosse o motivo que fosse, mesmo que injustamente, a pena era surreal e Azkaban seria brincadeira de criança para o lugar onde iriam tais criminosos da vida. De qualquer maneira, Inferius e esqueletos abusando de uma vida que não lhes pertenciam naturalmente não era um fenômeno que se poderia ver com muita frequência, a verdade era que nem Vito, George ou qualquer um ali havia visto algum antes. E pela ignorância do mundo bruxo, acreditavam que não passava de meras lendas das noites antigas.







    Criatura vinda dos mortos revelada

    Iniciativa do Esqueleto:
    Hylian efetuou 1 lançamento(s) de dados (d6.) :
    4

    Iniciativa de George Tasslehöff:
    Hylian efetuou 1 lançamento(s) de dados (d6.) :
    6



    O Noitibus Andante


    Informações Adicionais (OFF) escreveu:Um inimigo bem peculiar apareceu. Não vá enlouquecendo e já lançando mil e uma magias, Sr. Raijieckson! Ele lançou a iniciativa dele, é hora de você fazer o mesmo para iniciar o duelo (ou também pode fugir feito um covardaum). Role 1D6, neste caso o maior valor da iniciativa se remete aquele que iniciara o turno de combate, se caso for você, pode já postar a narrativa iniciando o mesmo, se não, você posta uma narrativa sem ações ativas a duelo e o inimigo começará no próximo turno.

    Raijecki
    Troubleshooter
    Raijecki
    Troubleshooter

    Mensagens : 852
    Reputação : 21
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Raijecki em Sex Mar 08, 2019 9:16 am

    Iniciativa:

    Raijecki efetuou 1 lançamento(s) de dados (d6.) :
    1
    Raijecki
    Troubleshooter
    Raijecki
    Troubleshooter

    Mensagens : 852
    Reputação : 21
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Raijecki em Sex Mar 08, 2019 10:18 am



    I grandi uomini non nascono alla grande, crescono alla grande.
    Never let anyone know what you are thinking.


    O feitiço de vento de Vitto era certeiro, porém não pegava o encapuzado de surpresa. Uma obscuridade era gerada a fins de esconder a verdadeira identidade daquele misterioso ser, só para segundos depois revelar um cadavérico e aterrorizador semblante.

    Apesar do odor altamente desagradável, Vitto permanecia calmamente sentado ao lado da criatura segurando o milk shake sabor morango, isso se aquilo realmente fosse o que aparentava ser.

    - Agora entendi porque escondia esse seu rosto, você é feio pra caramba hein cara. -  Debochava do recém revelado morto-vivo. Então o esqueleto lhe dizia rindo que tinha uma mensagem especifica para o membro da família Enzonelli. Que o inferno o aguardava.

    - Eu sou o inferno. - Vitto o respondia com uma face surpreendente eufórica. Desde que aceitara o trabalho no ministério da magia alemão, nunca tivera muitas missões - para não dizer nenhuma - que realmente estimulassem sua adrenalina. Vivia para apagar memorias de trouxas atrevidos e metidos e era  basicamente isso. Não poderia desperdiçar aquela chance, ainda mais se o cadáver recém desenterrado e revivido tivesse ligação com os recentes e terríveis eventos.

    Tasslehöff tirava uma duvida de Vitto sobre se apenas ele poderia ver o esqueleto, o que o deixara aliviado por não ter caído facilmente em um feitiço que afetaria sua mente.

    - Parabéns Tasslehöff, vou lhe indicar para a vaga de auror na próxima vez que encontrar com nosso superior. - Ria e debochava novamente, desta vez de seu colega por dizer o óbvio com extrema surpresa. A verdade era que Vitto nunca tivera visto tamanha força maligna e mágica a fins de reviver um cadáver como aquele, muito menos uma criatura como aquela. Mas se desesperar era para os fracos, e Vitto era um Dragão.

    - Se puder lançar algum feitiço para imobiliza-lo eu lhe agradeceria George, talvez fosse bom tentar descobrir o que esse simpático ser sabe. - Falou a seu companheiro, já com a varinha apontada para o esqueleto.

    "Será que posso beber esse troço?" - Pensou, enquanto Tasslehöff fazia seu movimento.     

    thanks weird for ♣️
    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 588
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Hylian em Qui Mar 14, 2019 3:14 pm

    Immobulus de George Tasslehöff:
    Hylian efetuou 1 lançamento(s) de dados (d6.) :
    4

    Resistência da criatura "Caveira":
    Hylian efetuou 1 lançamento(s) de dados (d6.) :
    4
    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 588
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Hylian em Sex Mar 15, 2019 6:48 am





    @Raijecki
    31 de Agosto de 1930
    Estação: Verão, Temperatura: 17ºC, Previsão: Sem Previsões.
    Localização: Berlin – Alemanha.



    Vito Enzonelli


    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 10
    Pontos Mágicos: 10
    Casa: Feuer
    Profissão: Obliviador

    Ficha do Personagem







    Aceitando a sugestão de Vitto, George balançara sua varinha cujo núcleo parecia fumegar na ponta do instrumento mágico. Como uma espada, o bruxo apontou-a em direção ao inimigo – Immobulus! – Ele berrara. Um lampejo de cor avermelhada disparou da ponta da varinha em direção a criatura, porém sem grande efeitos, já que o inimigo parecia ser mais resistente do que se poderia imaginar.

    Impossível... – Resmungou George.

    É tudo que podem fazer? – Debochara a criatura cujo sorrisinho no rosto ossudo demonstrava seu triunfo – Pelo jeito me informei mal sobre estudantes de Durmstrang, achei que seriam uma diversão melhor, mas que pena, me enganei...

    A criatura puxou de baixo da mesa uma espécie de maça feita de ossos. Munido com sua arma, ele a balançou sobre a cabeça com violência e finalmente a lançou em direção a Vito que estava mais próximo.

    Os demais viajantes que ali esperavam para desembarcar em poucos minutos tentavam fugir para o outro lado do noitibus, alguns estupidamente avançavam para os níveis superiores. Gritos seguidos de feitiços de defesa e ataque denunciaram a Enzonelli e Tasslehöff que nos dois andares superiores do veículo também havia mais inimigos.

    O meio dia quase se aproximava e o Noitbus avançava em alta velocidade. O maquinista assistia tudo pelo retrovisor e aparentava estar bem nervoso com aquela situação toda, mas seu serviço levar o veículo até seu destino final.




    Teste de Ataque:
    Hylian efetuou 1 lançamento(s) de dados (d6.) :
    3





    Criatura vinda dos mortos revelada




    O Noitibus Andante


    Informações Adicionais (OFF) escreveu:O feitiço de George não teve êxito. O esqueleto atacou o vito com sua arma de ossos. Vito pode lançar um teste de esquiva ou apenas "resistência" e contra-atacar. Role 1d6 para cada uma das duas opções de ação.

    Raijecki
    Troubleshooter
    Raijecki
    Troubleshooter

    Mensagens : 852
    Reputação : 21
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Raijecki em Sex Mar 15, 2019 11:52 am

    Teste de esquiva:

    Raijecki efetuou 1 lançamento(s) de dados (d6.) :
    5

    Teste de resistência e contra ataque:

    Raijecki efetuou 1 lançamento(s) de dados (d6.) :
    3
    Raijecki
    Troubleshooter
    Raijecki
    Troubleshooter

    Mensagens : 852
    Reputação : 21
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Raijecki em Seg Mar 18, 2019 10:40 am



    I grandi uomini non nascono alla grande, crescono alla grande.
    Never let anyone know what you are thinking.


    George lançara em vão seu feitiço de imobilização e o esqueleto andante apenas debochava de sua ação e desdenhava dos estudantes de Durmstrang. Vitto continuava sentado ao lado da criatura com o milk shake na mão.

    - George, o orgulho da família Tasslehöff. - Comentava em tom sarcástico. O esqueleto então se voltava contra Vitto e lançava uma espécie de maça rustica feita de ossos na direção do italiano, que apenas desviava inclinando o corpo para o lado, sem ao menos se dar o trabalho de sair da cadeira.

    - Parece que temos mais ilustres companhias além deste nosso amigo aqui Tasslehöff. - Falava ao colega, ao perceber a movimentação agitada dos outros andares do ônibus. Então com o milk shake em uma mão e a varinha em outra, lançou seu ataque contra a cadavérica criatura.

    - Fractus. - Pronunciava em tom calmo, porém assertivo. Após o ataque provou do milk shake em um gole pequeno. Esperava que seu colega desta vez conseguisse sucesso em sua magia.

    - Hum, realmente morango não é o que eu gosto. - Largou a taça em uma mesinha ao lado da cadeira e levantou seguindo na direção do elfo doméstico que estava acorrentado ao ônibus.

    - Quer sair daqui? Se aceitar trabalhar para mim posso te libertar. - Dizia ao elfo.    

    thanks weird for ♣️
    Raijecki
    Troubleshooter
    Raijecki
    Troubleshooter

    Mensagens : 852
    Reputação : 21
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Raijecki em Seg Mar 18, 2019 10:41 am

    Teste da magia "Fractus":

    Raijecki efetuou 1 lançamento(s) de dados (d6.) :
    4
    Conteúdo patrocinado


    Re: [!Prólogo!] O Orgulho de Berghaman Feuerkov (Raijecky)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Mar 23, 2019 6:06 pm