Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    William McLeod

    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 261
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    William McLeod Empty William McLeod

    Mensagem por Askalians em Seg Fev 18, 2019 2:50 pm


    William McLeod Images?q=tbn:ANd9GcRkG9zYO4hz6A1pvmrjimxddgUuXVM9s8ztiHwx7mzyzWbNzjICXA


    Day 1

    A
    noite era de lua cheia, bem alta e clara em pleno verão. Eram 19:00 e ainda havia uma imensa quantidade de pessoas andando pelas ruas, como se aquela cidade jamais parasse. Luminosos piscavam, música ecoava no ar, instrumentos rugindo e o falatório sem fim de pessoas era o que diariamente ecoava pelas ruas da cidade. Lojas, armazéns, bares, clubes, padarias... tudo quanto era comércio ainda estava aberto naquele horário e não precisava nem ser alta estação ou período de férias para tal. Sempre cheia de visitantes e moradores locais, as ruas estreitas não tinham descanso nunca. Os bares e casas noturnas trabalhavam já a toda velocidade naquela hora da noite na Bourbon St.

    Ainda nem era Mardi Gras e a cidade já estava ceia de pessoas e tudo funcionava a pleno vapor.

    A cidade também possuía outros tipos de atrações apreciados por muitas pessoas: a comida creoule, procurada por muitos. A fama do famoso Gumbo, Po Boy's, Jambalaya e Beignets havia cruzado o país e agora muitas pessoas desbravavam a noite da cidade procurando por algum desses práticos típicos e um bom drink para beber em meio à toda aquela agitação, música e show de luzes.

    A medida que as pessoas andavam pela cidade, os diferentes cheiros iam atraindo pessoas para as diversas diversões que poderiam imaginar, desde a comida, desde os drinks exóticos, desde as belas mulheres até o cheiro de produtos e frutos do mar frescos que vinham do grande mercado da cidade.
    Boatos do ocorrido cruzaram o país para todos os povos, desde humanos, vampiros, lobisomens e bruxos, o que acabou trazendo alguns curiosos à cidade.

    No caso de outros, nada havia mudado em suas vidas e esse era o caso de William, que já conhecia muito bem as mudanças daquele lugar no decorrer dos anos...

    William McLeod 636268159043834041-GettyImages-584753934





    Guss
    Investigador
    Guss
    Investigador

    Mensagens : 72
    Reputação : 7

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Guss em Seg Fev 18, 2019 10:07 pm

    William McLeod Vlcsnap-2014-01-09-06h24m54s214


    William andava pelas ruas cheias de gente. Havia algum tempo que estava ali, naquele pedaço da França
    encravado no meio da Louisiana. Andar por ali era o mais perto que chegaria daquele tempo em que
    viveu em Paris com Remi.

    Em sua mente, a missão que havia se proposto a cumprir ainda lhe tirava o sono, por assim dizer. Sabia
    que devia aquilo àquele que era o melhor amigo que já tivera, tanto em sua vida quanto na sua não vida.

    "Quem poderia querer uma regente como Cláudia morta em definitivo?"

    Ele não tinha muito o que reclamar de Alec, é verdade. Este o havia permitido ficar em New Orleans sem
    maiores problemas, desde que respeitasse as regras da cidade e que fizesse jus à confiança de Remi.
    Obviamente ambos não revelaram ao atual Príncipe quais eram seus reais planos com a chegada do
    escocês à cidade, já que muito provavelmente, em algum momento, a desconfiança do assassinato poderia
    recair sobre o próprio Alec. Talvez por isso fosse tão difícil chegar ao âmago daquela questão. Mac teria de
    ser esperto se quisesse agir sem levantar suspeitas e os Nosferatu de New Orleans eram gananciosos. Era
    preciso em certo nível a mais de... incentivo... para mantê-los de boca fechada e isso era um problema.

    Os pensamentos de William se desvaneceram quando ele passou em frente a uma Boulangerie e sentiu
    o cheiro de croissants recém assados.

    "Preciso parar de divagar enquanto ando pela cidade..."

    Decidiu por entrar e comprar alguns para levar à casa de Remi.

    Com os croissants ainda quentes em um embrulho luxuoso, o Brujah bateu à porta da casa de seu amigo
    francês.
    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 261
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Askalians em Qui Fev 21, 2019 8:54 am


    ...

    M
    uitas dúvidas e indagações rolava pela cabeça de todos naquela cidade, principalmente todos os membros daquele grupo tão seleto de imortais que habitava o lugar. William não era muito diferente disso, mas se pretendia investigar o que estava acontecendo na cidade e quem foi responsável por tamanha atrocidade quanto a morte de Claudia, ele precisaria fazer muito mais do que aquilo. A tarefa não seria nada fácil de ser feita, ainda mais por que outra pessoa também tomou as dores e estava investigando por conta própria.

    Não havia sido nada difícil poder permanecer na cidade, uma vez que as regras fossem cumpridas. De qualquer forma, por mais que William não gostasse da instituição da Camarilla que o criou, era parte dela de qualquer forma, mesmo levando sua vida como se fosse um membro sem clã. Gostando ou não, ele era parte daquilo e nada mudaria esse fato.

    Andando pela cidade, foi atraído pelo cheiro de deliciosos Croissant que acabaram de sair do forno.

    Dentro da boulangerie, uma bela jovem de cabelos negros organizava todos os croissant em uma assadeira e ajustava tudo sobre uma vitrine de vidro. A jovem cantarolava e zanzava de um canto para o outro, indo e vindo com novas delícias para poder alimentar aquela bela vitrine.

    William entrou no lugar, foi muito bem atendido pela bela jovem sorridente e saiu do lugar com um saquinho generoso de croissant. Mas porque comprou aquilo? O que pretendia fazer com os croissant? Talvez velhos hábitos nunca mudam...

    Partiu então para a casa de Remi, que não parecia ser muito longe daquele lugar.

    Sentado em sua poltrona favorita no meio da sala estava o imortal. Ele olhava para a lareira acesa naquela noite enquanto pensava. Talvez pensasse em onde William estaria, sobre o que estava acontecendo na cidade ou estava apenas divagando. Sua cabeça estava muito cheia de ideias e de coisas que estava acontecendo.




    Guss
    Investigador
    Guss
    Investigador

    Mensagens : 72
    Reputação : 7

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Guss em Qui Fev 21, 2019 9:44 pm









    Após ser atendido por uma criada de seu querido amigo Remi,
    William lhe entregou seu casaco e seguiu para a sala, onde o francês sempre
    estava a sua espera. Levou consigo os croissants, pois sabia que o Brujah,
    mesmo não podendo comê-los, gostava de sentir o cheiro daqueles pequenos
    pães que costumava saborear ainda em vida. Com certeza eles seriam
    degustados pelos humanos da casa mais tarde.

    William sabia que o francês se agarrava a todo e qualquer resquício de
    humanidade que ainda lhe restava e isso o agradava enormemente. Isso
    lhe mostrava o quanto o amigo ainda lutava contra a besta interior. Aquela
    mesma besta que quase havia tomado conta da mente de Mac tantas
    décadas atrás.

    A visão do amigo pensativo em frente à lareira sempre deixou o Brujah
    impressionado. Havia se relacionado com membros de seu clã que eram
    completamente diferentes daquilo que Remi transparecia e era com
    orgulho que Mac se espelhava naquele que o salvara há tantos anos.

    Com suavidade, William falou:

    "Lhe trouxe alguns croissants, Remi. Estavam bem quentes
    quando os peguei. Sei que o aroma deles o agrada."


    Aproximando-se do francês, William o cumprimentou enquanto segurava o
    embrulho na outra mão. O semblante pensativo do amigo não era novidade.
    Desde que se mudara da Escócia para New Orleans, Remi estava sempre
    taciturno. Mac sabia que boa parte dessa preocupação se dava pelo fato de
    ainda não terem descoberto nada sobre o assassinato de Cláudia e o escocês
    não podia deixar de pensar que aquela preocupação era sua culpa.

    "Preciso me empenhar mais em cumprir minha missão. Remi merece
    descanso de tudo isso."

    Fitando o amigo com atenção, William continuou.

    "Vim para falarmos sobre minha missão. Tenho de ser mais
    enfático em minhas  investigações, mesmo que isso implique em me expor
    mais a riscos."


    Caminhando em direção a um aparador e deixando os croissants sobre o
    mesmo,  Mac se virou para encarar novamente Remi e finalizou:

    "Essa noite procurarei os Nosferatus da cidade e farei as
    perguntas  que tenho de fazer. Já não posso mais suportar o peso de não
    resolver este caso e de vê-lo preocupado e de olhar distante toda vez que
    nos vemos."

    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 261
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Askalians em Dom Fev 24, 2019 3:20 pm


    ...

    O
    cheiro dos croissant enchiam a sala de remi daquele cheiro delicioso que o vampiro gostava tanto em sua época de humano. Chega a ser uma mistura de melancolia e saudosismo vindo daqueles croissant do qual o imortal não desapegava de forma alguma. Não importava quanto tempos fazia, quantos anos ou séculos já haviam se passado, ele sempre gostava de sentir aquele cheiro. Lembranças iam e vinha de sua mente como em um flash a medida que aquele cheiro entrava por suas narinas.

    -Obrigada meu amigo! Deixe-os sobre a mesa... -disse ele saindo do transe daquele momento cheio de lembranças. era como se aquele cheiro acalmasse sua besta interior, como se a alimentasse e fizesse com que ela adormecesse um pouco, esquecendo o que quera, quem era.

    Cumprimentou o amigo de volta e continuou dizendo:

    - Ainda preocupado? tem coisas que acabam acontecendo, quer você queira ou não... e você vai se arriscar muito nessa missão suicida... devem ter outros cuidando disso.. você pretende mesmo se expor?

    Fez uma breve pausa e continuou falando ainda de forma pensativa:

    - Já falaste com o novo regente? Você não pode tomar atitudes assim sem um "backup"...
    Essas pausas chegavam a ser perturbadoras, justamente porque a linha de raciocínio que ele seguia era bem peculiar e muitas vezes parecia complexa demais e até sem sentido algum.

    - Nosferatu!? você tem certeza disso? eu lhe apoio no que for fazer, apenas lhe peço que tinha cuidado William... cuidado... pois existem alguns poucos nos arredores da cidade, pelos último senso que foi feito. Outros eu acredito que saíram da cidade ou simplesmente morreram...




    Guss
    Investigador
    Guss
    Investigador

    Mensagens : 72
    Reputação : 7

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Guss em Qua Fev 27, 2019 4:39 pm



    Mac se surpreende com o amigo. Todo o motivo de ele ter se mudado para New Orleans era o de investigar a morte de Cláudia. Havia um tempo que Remi estava estranho e o Brujah não conseguia entender o motivo. Parecia que outras coisas passavam pela cabeça do francês e esse não lhe dizia o que o estava preocupando.

    Por um momento William respira fundo e recompõe os pensamentos.

    "Será que alguém andou dizendo algo a Remi e ele não quer me contar? Ele anda muito estranho ultimamente."


    Se aproximando do amigo, o escocês coloca a mão sobre seu ombro e aperta levemente, em sinal de afeto. Olhando profundamente em seus olhos, pergunta:


    "O que há com você, Remi? Você anda mais preocupado e distante que o seu normal. Você sabe que pode contar comigo, não sabe?"


    Diminuindo a distância entre os dois para apenas meio braço, o Brujah faz uma pausa esperando a reação do amigo. Após alguns instantes, continua:

    "Você me convidou para esta cidade e me pediu ajuda com essa investigação. Foi por esse motivo que vim. Mas se houver outra coisa o incomodando, me diga e podemos tratar dela. Mas preciso que me fale se houver qualquer coisa errada."


    William via Remi como seu irmão mais velho. O tempo fizera com que o considerasse como a única família que lhe restara. Ele sabia quando o amigo estava mal e aquela com certeza era uma dessas ocasiões. Esperava que o francês se abrisse com ele e explicasse o que o deixava tão distante naqueles últimos tempos.




    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 261
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Askalians em Qui Fev 28, 2019 4:36 pm


    ...

    E
    Remi suspira profundamente. Será que ele estaria em devaneios junto com os croissant de novo?

    - Será que não devem existir outros investigando a morte dela? será que estaremos nos arriscando demais!?

    Muitos pensamentos iam e viam em sua mente. A reunião com o prefeito havia sido bem esclarecedora e lá ele pode ver o quanto Alec estava preparado para tudo. O antigo Senescal tinha muitos inimigos e muitos não respeitavam sua autoridade, mas sua competência e execução eram impecáveis. Cedo ou tarde, todos os que fossem contra suas ordens seriam mortos e aqueles que cometeram tal crime seriam pegos, mas será que tudo isso não estaria levando tempo demais.

    - Eu o convidei para esta terra com o pretexto de descobrir isso, mas será que não seja o melhor tentarmos viver pacificamente por aqui!? Este é um lugar tão agradável... cheio de festas por todos os lados...

    Por alguns instantes ele olha pela janela e vê algumas luzes na rua. Na certa algum bar ou casa noturna deveria estar começando suas atividades naquelas horas. Era Nova Orleans, então tudo isso era comum nas noites da cidade.

    - Você disse que falaria com os nosferatu... bom... eu estava pensando aqui... vamos falar com o regente... eu vou com você.. é mais seguro assim...

    Remi tinha um bom plano. Ele queria ir falar com o regente sobre suas intenções de ajudar em uma possível investigação sobre a morte de Cláudia e então conseguir ganhar uns favores com o regente em benefício próprio dele e de William. Agora só faltava o amigo aceitar ir conversar com Alec...

    Ele se levanta e dá mais um olhada para os croissant sobre a mesa, fecha os olhos, inspira fundo pois, afinal de contas aquele cheiro de croissant lhe dava as forças que precisaria para sair de casa. Não gostava muito mas era algo que precisava ser feito.

    - Vamos!?




    Guss
    Investigador
    Guss
    Investigador

    Mensagens : 72
    Reputação : 7

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Guss em Ter Mar 05, 2019 9:01 pm



    William para por um instante para analisar o que o amigo havia falado. Estaria ele levando essa coisa de investigação longe demais? Haveria, realmente, mais alguém debruçado sobre aquele caso? Não era algo que ele poderia responder sem falar com o Regente e, aparentemente, Remi fazia questão de que fizessem isso.

    Ele não via mal em seguir a sugestão do francês. Quanto a viver a vida pacificamente em New Orleans, seria ótimo, mas Mac não sabia fazer nada além de investigar e ser um soldado. Esses foram os únicos dois ofícios que aprendera em toda a sua vida. Talvez pudesse até mesmo tentar um cargo dentro da organização da cidade. Apesar de tudo o que passou nas mãos dos Nazistas durante a guerra, podia ver agora que não eram todos os membros da Camarilla que eram como aqueles que o aprisionaram e conduziram experimentos horrendos.

    O Brujah sacode a cabeça espantando esses últimos pensamentos. Como poderia estar amolecendo daquele jeito? A Camarilla nada fez durante a guerra para policiar aqueles entre suas fileiras que cometeram atrocidades. Ele sabia, graças a Remi, que aquele experimento não foi o único a acontecer e que, em algum lugar do mundo, ainda hoje, membros da Camarilla ainda poderiam estar fazendo o mesmo.

    Com um suspiro fundo e melancólico, ele se recompõe.

    "Não. Não devo pensar nisso. Não devo pensar na guerra e naquilo que fizeram comigo e com os outros."


    Olhando para o amigo francês, ele fala.

    "Muito bem, mon ami. Podemos falar com o Regente. Se você considera mais seguro seguirmos dessa forma, eu acatarei sua opinião."


    Fazendo um aceno com a mão para a criada de Remi, ele solicita seu casaco para poderem seguir até o Elísio.




    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 261
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Askalians em Qua Mar 06, 2019 12:14 am


    ...

    O
    caminho para o Elisium não era difícil, pois todos os vampiros da Camarilla conheciam o caminho. O que era mais chato eram todos os proformes necessários para se entrar naquele lugar como um vampiro, pois era necessário primeiramente ter um certo cartão de identificação e uma série de outras coisas. Então, antes de sair Remi certificou de pegar o seu cartão e alertar William de pegar o dele também.

    Com os casacos já vestidos, era hora de seguir o famigerado caminho ao local de encontro e torcer para que o regente estivesse lá naquela noite.

    Para muitos, aquele cartão não passava de um simples cartão de plástico como outro qualquer. Era bem isso o que ele achava, mas o chip daquele cartão era bem valioso e continha algumas liberações iniciais para sua entrada. Havia ainda outras coisas a serem feitas para poder entrar nos andares subterrâneos do House 1850. Remi tomou a dianteira e seria sempre o cartão dele a ser usado. Vai que o de William fosse recusado por alguma bobagem interna...

    Elísio:
    William McLeod Images?q=tbn%3AANd9GcSyIfsTx1PsmHdanBz6UtOJLNSwwFMjn25NEhjPR3Hu8LDV_cKG

    Não demorou muito para que ambos chegassem ao local. Era um sobrado histórico da cidade que era visitado por turistas ao longo do ano. Tirando o andar térreo, havia ainda dois andares superiores e alguns inferiores. Para os inferiores, apenas vampiros eram permitidos e para isso, usavam uma espécie de elevador para se locomover.

    Depois de apresentar o cartão na recepção do térreo, iriam até uma determinada porta com um dispositivo no qual deveriam inserir um do cartões. Assim que o cartão era inserido, uma porta se abria e mostraria então as portas do elevador, que se abririam automaticamente para ele poder entrar, sem se esquecer de retirar seu cartão do dispositivo antes de tudo.

    Já dentro do elevador e com as portas fechadas, os vampiros poderiam ver no painel poucos números, apenas 1, 2 e 3. O 1 seria o do terreno onde estava e então os outros dariam sequência, porém havia um botão vermelho que se ele colocasse o dedo, seu dedo iria até a metade. Nesse compartimento, uma fina agulha iria espeta-lo para recolher uma gota de sangue. Automaticamente essa gotinha seria rastreada no banco de dados dos vampiros moradores da cidade e identificado, para então um outro painel com outros números aparecer abaixo do anterior, onde poderia escolher seu destino:

    -1 biblioteca (para pesquisas em livros antigos e na rede de computadores sobre os grandes temas e problemas que assolam o mundo vampírico)
    -2 salão principal (lugar onde as vezes algumas festas são feitas, pois é bastante grande e possui outras salas adjacentes, onde também podem ser feitas reuniões)
    -3 diretoria (onde se encontra o líder do Elísio, sua segurança e as vezes algum senescal e até o regente da cidade, mas tudo depende do dia e do momento)
    - 4 (área restrita)
    - 5 (área restrita)

    Havia lugares que ele não sabia onde iria e nem poderia ir, afinal não tinha permissão para tal. Geralmente, alguns encontros no
    Elísio precisam ser agendados, outros simplesmente acontecem ao acaso. Onde eles iriam afinal?




    Guss
    Investigador
    Guss
    Investigador

    Mensagens : 72
    Reputação : 7

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Guss em Sex Mar 15, 2019 9:45 pm



    Após entrar no Elísio com Remi, Mac se sente um pouco desconfortável. Ele não gostava muito de adentrar aqueles locais. Em Glasgow ele passava o mais longe possível daquele antro de vampiros que estavam sempre conspirando uns contra os outros. Na verdade, ele acreditava que poucos vampiros sabiam de sua existência e condição, já que evitava ao máximo o contato com outros de sua espécie. Já em Nova Orleans ele estava exposto. Até mesmo os humanos sabiam da existência dos Cainitas.

    Sem pensar duas vezes, se dirigiu ao elevador e cumpriu com os protocolos para chegar aos andares subterrâneos. Com certeza ele gostaria de passar uma noite ou duas estudando no primeiro subsolo, mas aquela não seria a ocasião onde aquilo ocorreria.

    Correu os olhos pelo painel e então olhou para Remi.

    "Terceiro subsolo, certo?"


    E, sem esperar a resposta do francês, William pressiona o botão, fazendo com que o elevador desça.




    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 261
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Askalians em Dom Mar 17, 2019 9:03 pm


    ...

    A
    quele elevador era bem ágil apesar de ser relativamente antigo. Seus sistema era moderno e era relativamente com frequência verificado para ver se tudo estava funcionando bem, pois aquele aparelho não poderia ficar sem funcionar. Todo o Elísio dependia do funcionamento dos seus elevadores.

    Logo de imediato, William não esperou a decisão de Remi sobre qual andar, mas era meio óbvio que o terceiro subsolo era o ideal para o que precisavam fazer, afinal tinham que conversar com Alec.

    Não demorou muito  para que o elevador chegasse ao seu destino, então logo que eles saíram do elevador, simultaneamente Alec saiu de outro. Parecia que estava chegando de alguma reunião importante ou quem sabe de algum evento social. Ele trajava um terno cinza chumbo, sapatos sociais pretos e camisa vermelho sangue, do jeito que gostava.

    Assim que todos saíram dos elevadores, acabaram se encontrando logo ali no hall. Alec estava com 2 seguranças ai seu lado e 2 atrás, para realmente ser escoltado. Ele detestava andar assim, mas haviam pra insistido tanto que ele não podia negar.

    Ele olhou para os dois vampiros presentes. Será que iriam falar com ele? Ele não sabia, mas havia uma possibilidade...



    Guss
    Investigador
    Guss
    Investigador

    Mensagens : 72
    Reputação : 7

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Guss em Sab Mar 23, 2019 6:52 pm



    William se surpreende com o fato de darem de cara com Alec saindo do elevador. Ele vinha cercado por seguranças e parecia um tanto incomodado com isso. Mac vivia afastado dos demais Cainitas ne Escócia e vivia como um independente. Ele mal saberia como começar uma conversa de forma educada com um "Príncipe". Logo que chegou a Nova Orleans, fora Remi quem fizera as honras de apresenta-lo e de agir praticamente como seu porta-voz.

    Tentando evitar um desconforto qualquer para ambos, ele fala em tom baixo, para que somente Remi o ouça.

    "Por favor, faça as honras Remi. Estou pisando em ovos aqui."


    E com isso ele aguarda que o amigo o socorra nessa situação um tanto quanto incômoda para os seus padrões.




    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 261
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Askalians em Dom Mar 31, 2019 11:43 am


    ...

    A
    sorte daquela dupla parecia começar a sorrir para ambos quando havia encontrado o atual regente naquele momento bem propício, porém não era interessante para que todos pudessem conversar, ainda mais pelos seguranças que estavam por ali. Era necessário fazer um pouco de ceninha formal para conseguir o que queria.

    Como era meio óbvio, William não estava acostumado com essas coisas e também não gostava disso, então teria que atuar como apenas um espectador. Ele estava se sentindo pisando em ovos ali, mas talvez consiga se superar e até falar um pouco com Alec.

    Não podiam falar com o regente ali no corredor assim que saíram do elevador e estavam no meio do corredor, mas vendo os vampiros presentes. Alec sabia que era obvio o que estavam fazendo naquele andar, então convidou ambos a irem para sua sala. Os seguranças foram atrás dele e assim que entrou em uma sala a meia luz, se sentou atrás de uma grande e larga mesa de mogno. Havia duas cadeiras na frente daquela mesa onde deveria ser o lugar que deveriam se sentar.

    Aquela sala, além da meia luz, parecia ser uma sala perfeitamente redonda, com moveis dispostos por todo o seu redor, desde alguns poucos e pequenos quadros, sofá, cadeiras, aparador com algumas bebidas, cristaleira, tudo como se fosse a sala de uma casa dessas de revistas de famosos, tudo para encher as vistas de todos.

    Já dentro do lugar e sentado como um rei ficaria, Alec pediu para que ambos se sentassem e se apresentassem, explicando inclusive qual era o motivo daquela visita, enquanto ele ficava recostado sobre aquela alta cadeira toda estofada, apenas ouvindo o que ambos tinham a dizer.
    Os seguranças não tiram os olhos dos visitantes para que em qualquer momento que fosse necessário, pudessem simplesmente agir.




    Guss
    Investigador
    Guss
    Investigador

    Mensagens : 72
    Reputação : 7

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Guss em Qua Abr 03, 2019 11:09 pm



    Mac não se sentia bem ali. Alec era somente o terceiro Príncipe com quem lidava e aquele ar de realeza que todos eles insistiam em exalar o incomodava no fundo da alma. Ele com certeza preferia lutar novamente contra nazistas a ter de lidar com aquele tipo de cainita.

    Um leve espasmo passa pelo canto da boca de William enquanto ele tenta afastar aqueles pensamentos de sua mente. Já que estava ali, a pedido de Remi, tentaria fazer com que aquilo acabasse o mais rápido possível.

    Respirando fundo e acalmando um pouco os nervos, ele começa.

    "Eu sou William Macleod e este é meu amigo, Remi Lefebrve. Há algum tempo estivemos aqui, quando Remi me apresentou, assim que cheguei de Glasgow."


    O Brujah faz uma pausa, como quem espera que o interlocutor tenha tempo de puxar na memória a informação passada, mas não longa o suficiente para que Alec sentisse que deveria responder algo. E então, Mac continua.

    "Remi entrou em contato comigo para que eu viesse para a América. Havia muito tempo que não nos falávamos e ele utilizou meu trabalho para me trazer até aqui. Depois da guerra, quando voltei para a Escócia, passei a trabalhar como investigador particular. Não somente para cainitas, mas para 'não membros' também. Na ocasião, Remi me falou sobre a morte de Cláudia e isso despertou meu interesse."


    Mais uma breve pausa, para que Alec pudesse absorver a informação e processá-la. William odiava ter de repetir algo que já havia dito e as pausas se mostravam eficientes nesse sentido.

    "Desde que cheguei a Nova Orleans, venho investigando o assassinato de Cláudia. Ou tentando, para ser mais justo em relação aos meus avanços. Incrivelmente, é quase impossível encontrar um Nosferatu em toda Nova Orleans."


    William olha para Remi e depois de volta para o cainita à frente dos dois.

    "Na ocasião de minha apresentação, não mencionamos o fato, pois minhas investigações deveriam abranger todos os cainitas da cidade. Todos. Mas, levando em consideração o pouco avanço que tive e a vontade de meu amigo de que eu abandone esta empreitada para viver pacatamente em Nova Orleans, decidimos por vir até aqui entender até onde as investigações da morte de Cláudia chegaram. Apesar do que meu amigo diz, existem somente duas coisas que sei fazer. Uma delas é ser um soldado e a outra é investigar. Eu não conseguiria viver o resto da minha não vida sentado em frente a uma lareira sem qualquer propóstio."


    Mais uma vez Mac faz uma pausa e respira fundo. Ele já havia dito muito mais do que gostaria e, em algum canto de sua mente, uma voz dizia que talvez não devessem estar ali.

    "Ele só precisa fazer um aceno com a mão e estaremos mortos. Definitivamente..."


    "Dito isso, ponho as cartas na mesa e faço a pergunta que viemos fazer. Existe ainda uma investigação sobre o assassinato de Cláudia? É preciso que mais membros se envolvam nessa tarefa?"


    Por fim, William se cala, ainda tenso na cadeira em que estava sentado. Não se sentia bem. Não queria estar ali, tendo aquela conversa.




    Askalians
    Cavaleiro Jedi
    Askalians
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 261
    Reputação : 44
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Askalians em Qua Abr 10, 2019 8:29 pm


    ...

    A
    lec tinha bastante coisa para absorver, ainda mais o fato de que quando ele William chegou, ele não disse que era investigador e descobrir isso agora era deveras estranho e preocupante. Alec respondeu fundo e com aquele ar de descontentamento com o que ouviu disse:

    - Por que em nenhum momento me informou que gostaria de investigar a morte de Claudia? Agora você simplesmente me diz que já está investigando... Com a autorização de quem? Está querendo se indispor e causar problemas logo de cara e ser expulso da cidade?

    O regente não gostou do que descobriu, afinal todos deveriam lhe dizer tudo sempre. Aquilo ficou entalado em sua garganta. Como é que deixou aquilo acontecer? Será que as regras não estão claras o bastante?

    Definitivamente o fato de William ter tomado a frente e falado tudo deixou Remi bem surpreso. Até que para alguém que não gostava de se envolver com pessoas de uma alta posição ele foi bem, porém enfiou os pés pelas mãos com o que acabou dizendo.

    Alec encarava os dois pensativo e disse a contra gosto ainda com as palavras que ouviu:

    - Agora sem meu consentimento é um grande erro, mas seu erro vai ter um castigo interessante. Sei que outro vampiro está com atitudes suspeitas e pesquisando sobre a morte da nossa ilustre Claudia. Descubra quem é e então eu vou pensar no seu caso. Se não descobrir, terá que sair da cidade com seu amigo e não voltar mais...

    Era um grande desafio que havia sido colocado a prova, ainda mais porque se não conseguissem fazer isso, amigos sairiam da cidade. E agora? O que William e Remi vão fazer?




    Conteúdo patrocinado


    William McLeod Empty Re: William McLeod

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Maio 23, 2019 7:47 am