Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1230
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) Empty Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Mensagem por Leomar em Ter Fev 26, 2019 10:00 am

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) IMG_20171201_180022

    Marcus Feros estava no encalço de um bandidinho procurado pelo Yüksek Kan, mas teria de deixar este passar; sua perna começava fisgar novamente.

    Era um pouco irônico: desde que fora pego por raios no deserto, ele se sente mais forte e até mais rápido que antes. Poucos dias depois a cidade entrou em guerra com a parte da cidade depois do rio (A Necrópole) e Marcus trabalhara para a Cour des Miracles. Haviam várias facções dentro de Dafodil, mas as que mandavam mesmo eram a Cour des Miracles e o Yüksek Kan, ambas eram rivais ferrenhas, mas como Marcus não era oficialmente ligado a elas, pegava trabalho de ambas.

    Mas ao mesmo tempo que tinha ficado mais forte e rápido, depois daquele dias vinha sofrendo de cãibras constantes. Ele percebe que não daria para forçar agora, se começasse correr, sua presa perceberia, se não começasse, ela escaparia.

    Ele conseguia "administrar" o incômodo até então, mas continuando assim teria de procurar ajuda. Nos mercados de Dafodil eram comuns muitos oferecerem unguentos e garrafadas milagrosas e até poções mágicas que prometiam curar de tudo. Também era comum estes produtos não serem tão bons como os prometidos.

    Em sua área havia uma herbanária que muitos consideravam boa, a qual Marcus até já recorreu algumas vezes.

    E havia a possibilidade de apelar para algum templo. Por morar na Ilha dos Exilados, hoje em dia o fato de ter pai gajano e mãe fajrense já não importava muito, afinal 80% ou mais das pessoas na cidade tinham histórico de vidas fudidas. Ainda assim Marcus não era um cara que costumava ir a templos com frequência. Numa noite de vaca magra foi até o templo de Piro tomar uma sopa grátis, quando cortara o ombro acabou levando uns pontos num templo da Sagrada Conduta e quando ainda era um moleque imberbe se apaixonara por uma sacerdotisa da Igreja Central (em seus sonhos ele chegava pensar que era uma sereia, mas nunca descobriu e ela sumiu do mapa). Mas sua experiência acabava ai.

    Seus pais não eram muito religiosos, embora quando brigavam, costumavam jogar maldições de Tamuz ou Piro um no outro e às vezes debochavam de um ou outro costume (John tinha nojo de carne de porco, enquanto Lily se pudesse poria bacon até no sorvete, foi até pega uma vez roubando costelinha). Eles não brigavam com frequência, mas farpas existiam em qualquer casal. Assim, até o momento, Marcus não sentiu nenhum "chamado espiritual" que lhe desse vontade de seguir nem Tamuz nem Piro.

    Marcus estava numa praça, esperando as fisgadas passarem, o que poderia demorar de dois a vinte minutos. Praças em Dafodil não passavam de lugares abertos onde comerciantes ambulantes e artistas se espremiam em busca de moedas. Não havia nada arborizado na cidade ou com qualquer tipo de "beleza urbana". As poucas manifestações de alegria ali eram um grupinho de crianças brincando barulhentamente com um cachorro e um casal que passava abraçadinho na rua, indiferentes às tristezas da cidade. Um dos poucos bancos da praça tinha espaço para sentar, embora uma súcubo de pele cinza já sentara na outra ponta.

    Um vento frio corria pela cidade. Pelo menos não estava chovendo ou com aquela névoa chata que paira na cidade o ano todo.
    Couren
    Neófito
    Couren
    Neófito

    Mensagens : 22
    Reputação : 0

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) Empty Re: Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Mensagem por Couren em Qua Fev 27, 2019 4:03 pm

    Era bom para Marcus vislumbrar a felicidade e alegria em tempos sombrios. Ver crianças e famílias em um simples lugar se tornava familiar para ele. De alguma forma, conseguia sentir-se seguro e se permitir ficar um pouco contente, o que era raríssimo de acontecer. Talvez depois de tanto tempo e de tudo que aconteceu, Marcus deixou de dar muito valora sua vida.

    Começou a anoitecer e esfriar ainda mais, fazendo as famílias se retirarem e abandonarem Marcus na praça, e o pouco tempo de felicidade foi tomada por um breve momento de solidão e tristeza. "Pelo menos minha mente voltou a ficar no que importa" pensou ele. E de fato, pois o bandido que ele perseguia teve que se abrigar em um velho hotel que estava prestes a desabar, pelo menos foi o que Marcus imaginou. A infraestrutura era péssima e aparentava ser muito pouco frequentado. Por outro lado, aquele momento era perfeito para eliminar o bandido de uma vez. O único problema seria em como fazê-lo. O hotel ficava em um beco movimentado e com muitos demônios, no caso demônios que faziam a patrulha no perímetro e asseguravam de que tudo estava nos conformes.

    Marcus articulou sua mão direita até o compartimento inferior da mochila, retirando um maço de cigarro e um isqueiro. Acendeu o cigarro, sentou em outro banco que ficava mais próximo do beco e analisou a situação. "Isso vai dar em uma baita confusão" pensou, enquanto fumava e se prepara para adentrar o local.
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1230
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) Empty Re: Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Mensagem por Leomar em Qua Fev 27, 2019 5:38 pm

    - Não é daquelas porcarias mentoladas, ma'bah?

    Marcus vira o rosto para o outro lado do banco, e antes que possa pensar no que estava acontecendo, uma demônio lhe toma o cigarro da boca. Ela tinha ficado sentada em silêncio, por um longo tempo, assim como ele. Marcus tinha olhado para o lado dela duas ou três vezes, mas quase esquecera que ela estava ali, já que ambos estavam imersos em seus próprios pensamentos.

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) 180?cb=20111208105936&path-prefix=pt-br

    Marcus agora observa a demônio, enquanto ela fumava o SEU cigarro. Era bonita, se tivesse asas poderia até ser uma súcubo*. Mas não tinha chifres nem asas, apenhas um rabo, e a pele cinza, que mostrava que, se não era uma demônio "legítima", pelo menos era uma híbrida. Tinha cabelos compridos, brancos com um leve tom de amarelo, uma boca chamativa e usava um decote generoso.

    *obs.: Em Akaŝa há várias raças de demônios, que segundo alguns podem incluir qualquer "coisa" que tenha passado pelo inferno, como harpias, nagas e até mortos-vivos, mas são mais comumente divididos em dois: os íncubos e súcubos de um lado, e os diabos de outro. Súcubos (e íncubos) costumam ser mágica e espiritualmente mais fortes que outros demônios, não raro fazendo pequenos grupos de diabos submissos a elas(es). São também as raças mais parecidas com humanos e costumam ser até sedutoras(es). Algumas diabas PODEM ser bonitas, mas normalmente estão abaixo das súcubos. Algumas raças de diabos podem ser aladas, mas os íncubos/súcubos sempre possuem asas.

    - Mm, este é bem ruinzinho. Mas pelo menos não é mentolado.

    Depois de olhar a parte interessante, Marcus repara que ela estava armada. Bom, em Dafodil até adolescentes andavam armados, mas aquela mulher tinha um say, uma espada curta, duas facas como dos trilheiros de Gaja, uma faca de arremesso presa na coxa, uma katana e um bastão em forma de gancho. Não apenas o número assustava, mas eram armas muito diferentes. Marcus já enfrentara demônios antes, mas não parecia muito boa ideia provocar aquela ali. Mesmo que ela parecesse não estar disposta a devolver o cigarro roubado.

    - Sério, tem lugares melhores para comprar tabaco! - Ela da uma baforada - E aí? O que tá vendo?
    Couren
    Neófito
    Couren
    Neófito

    Mensagens : 22
    Reputação : 0

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) Empty Re: Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Mensagem por Couren em Qua Fev 27, 2019 7:36 pm

    Marcus continuou olhando a demônio durante um tempo, analisando sua estatura que apresentava ser consideravelmente boa, suas armas que estavam bastante afiadas e prontas para combate, e claramente o seu belo decote. De fato, era uma guerreira e provavelmente devia ser habilidosa com lâminas.

    Por um momento, o homem pensou em apanhar rapidamente suas armas, até porque nenhum demônio é confiável, especialmente naquelas redondezas. Mas seria arriscado, não só por ter de iniciar uma luta, mas também iria comprometer sua missão. E já havia perdido tempo demais naquela praça...

    - Nada de interessante - disse de forma inexpressiva.

    A melhor opção de Marcus foi conversar, mas sua desconfiança ainda perdurava sobre ela, de modo que ele ficou atento a cada movimento que ela fazia e a todas as armas que ela provavelmente pegaria para tentar ataca-lo.
    Mas, por sorte, sua espada longa não estava perfeitamente embainhar, permitindo um rápido e leve movimento para pegá-la e investi-la em curso ao coração da demônio.

    - Mas, de fato, é péssimo para se fumar - concordou com a demônio - Pena que é difícil encontrar coisa melhor por aqui.
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1230
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) Empty Re: Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Mensagem por Leomar em Sex Mar 01, 2019 1:43 pm

    Percebendo que Marcus a admirava, ela sorri, curvando-se levemente para que o decote ficasse em mais evidência ainda. Muitos demônios, em especial I/S (íncubos e súcubos) adoravam atenção, para muitos a sedução era quase um vício, e eles agiam de forma sedutora mesmo quando não estavam de fato querendo ser sedutores.

    Ela não parecia predisposta a atacar, não por enquanto. Demonstrava uma confiança que parecia certa conseguir vencê-lo mesmo se Marcus sacasse primeiro.

    (R.Oc. 4,5)

    Ela tinha um perfume doce, agradável, embora um pouco forte. Estava relaxada, não parecia em busca de problema, e sim de diversão. Ainda não era o bastante para Marcus baixar a guarda, mas ele evita movimentos bruscos desnecessários.

    Quando ele diz que era difícil achar algo melhor, ela joga suavemente a fumaça no rosto dele, fazendo biquinho com os lábios.

    - Bobinho. Em Dafodil é difícil achar qualquer coisa de qualidade, MENOS tabaco ou bebida. Isto aqui pode matá-lo, mas se quiser morrer com classe, posso lhe mostrar como escolher um fumo melhor. Tem no mínimo quinze lojas ou comerciantes confiáveis que posso lhe mostrar. E isto se quiser só um tabaco melhor, pois caso fosse um cavalheiro afim de me convidar para beber algo, eu poderia lhe mostrar lugares que você jamais sonharia em conhecer...

    Ela pronuncia "jamais" de uma forma que Marcus até arrepia. Enquanto falava, ela mantinha total contato visual com o caçador de recompensas, mas depois começa observar as outras partes além dos olhos, e diz num tom ainda extrovertido, mas não tão sedutor:

    - Você por acaso e gajano?

    Podia ser uma suposição pelos traços físicos, já que Marcus não tinha sotaque e nem mesmo falava o Krefal do pai (preferiu aprender o Tareno da mãe), ou talvez suas facas o tenha entregado (ela tinha um par igual, portanto sabia que eram armas de Gaja, mas ela tinha armas de tudo que era continente), já ela tinha 82,5% de probabilidade de ser de Fajr-Regno, já que o Reino e a Ilha dos Exilados eram os únicos lugares onde demônios tinham liberdade total de andar pelas ruas como cidadães. De uma forma ou de outra, parece que ia ser difícil se livrar daquela demônio de forma rápida.
    Couren
    Neófito
    Couren
    Neófito

    Mensagens : 22
    Reputação : 0

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) Empty Re: Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Mensagem por Couren em Sex Mar 08, 2019 11:09 pm

    Marcus evitou a sedução, ainda se focando no objetivo. Aparentemente, ele não teria de lutar tão cedo, mas estava preparado para fazê-lo. Evitava o contato visual com a sedutora, olhando apenas para o hotel ao longo do beco. Havia muitos demônios lá, e aproximar-se seria uma péssima ideia. Mas Marcus tinha uma opção um tanto que arriscada.
    Não fazia seu tipo concordar com algo daquele tipo, até porque envolver desconhecidos nas suas tarefas era fracasso na certa e o gajano não se dava bem com pessoas normais.
    Após se relutar por um tempo decidiu agir rapidamente e disse em um tom zombeteiro:

    - Morrer? Eu vou morrer mais cedo ou mais tarde, afinal todos estamos na lista da morte, não é? - afirmou com indiferença - Mas já que citou sobre lugares interessantes, o que acha de eu te levar em um belo hotel?

    De qualquer maneira, aquela conversa teria de terminar, mas Marcus queria que terminasse da melhor forma, ou seja, com ela aceitando. Infelizmente, teria de focar em 2 pessoas, caso a demônio aceitasse, e isso dificultaria mais o serviço. Porém, era a melhor chance de concluí-lo rapidamente.
    Marcus poderia parecer distraído e inexpressivo, mas sua capacidade de convencimento, suas estratégias e habilidades para executar suas tarefas o tornavam um caçador de alto valor para os demônios que lhe entregavam os serviços, até já foi convidado para subfacções de demônios de elite, mas ele trabalha melhor sozinho.
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1230
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) Empty Re: Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Mensagem por Leomar em Sab Mar 09, 2019 12:09 pm

    - Hotel é?

    O tom de voz dela era cético, e não era pra menos, pois haviam pouquíssimos hotéis que eram de fato hotéis de Dafodil, menos ainda que pudessem ser chamados de "belos".

    (R.Oc.)

    Ela dá um sorrisinho como se tivesse numa brincadeira.

    - Então tá!

    Marcus faz uma última avaliação. A demônio não mostrava mesmo nenhum sinal de ameaça. Fora mera coincidência ele ter se sentado ao lado dela, e se não fosse pelo cigarro que chamou atenção da demônio, ela nem o teria abordado. Não demonstrava hostilidade ou medo, apenas tinha se interessado pelo humano, e demônios raramente se incomodam em ser inconvenientes. Para uma demônio, roubar um cigarro e dar em cima de um humano descaradamente não era nada demais. Alguns demônios tratavam tudo e todos como se fossem direitos seus.

    Pelo menos ela tava "de boa".
    Couren
    Neófito
    Couren
    Neófito

    Mensagens : 22
    Reputação : 0

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) Empty Re: Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Mensagem por Couren em Seg Mar 18, 2019 4:21 pm

    Marcus nunca pensou que teria de sair com um demônio para concluir uma de suas missões, até porque isso era bastante improvável para um caçador de recompensas. A demônio parecia estar tranquila, por enquanto. Mas isso não dava a oportunidade para o caçador abaixar a guarda, pois sempre esteve com um pé atrás em relação a demônios.

    Sendo assim, ele caminhou juntamente com ela até o beco, passando sem problema algum pelos guardas e indo até o hotel, porém ele não esperava que o hotel fosse tão repugnante por dentro. Ele olhou bem e percebeu que o lugar parecia ter sido abandonado por vários anos. Os sofás da entrada estavam velhos e rasgados, enquanto a própria mesa e os bancos distantes estavam quebrados e empoeirados. Inclusive a mesa da recepção estava arrebentada no centro e com um demônio gordo repousando a cabeça sobre ela.

    Só depois de um tempo, Marcus percebeu a presença daquele ser que supostamente estava morto. Então se aproximou e o demônio saltou do seu banco como um vulto, quase assustando os dois visitantes.

    Então, sem se preocupar muito, o caçador disse:

    - Nós queremos um quarto.
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1230
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) Empty Re: Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Mensagem por Leomar em Dom Mar 24, 2019 7:14 pm

    Ao entrar, Marcus percebe que o cara que estava procurando estava próximo à porta dos fundos do hotel caindo aos pedaços. Pela sua experiência ele parecia estar esperando um bom momento para sair pelo beco. Talvez estivesse observando movimentações de possíveis vigias do lado de fora. Marcus tenta ser discreto, mas sua acompanhante é o oposto disto.

    (R.Oc.)

    - Aff, isto aqui me lembra de casa. Não Fajr-Regno, mas o inferno mesmo. O cheiro é igualzinho!

    Era um elefante na loja de louças. Por sorte o cara que Marcus estava perseguindo parece não saber que estava sendo perseguido, pois ele vê os dois, mas não sai correndo porta afora.

    - Nós queremos um quarto.

    - É sério mesmo? Olha, você não sabe agradar uma fêmea. Seu gosto para hotel é pior que seu gosto para cigarros. - Ela continua falando numa altura que qualquer um do hotel podia ouvir. - Não devia ter um gosto tão ruim, gajano, afinal suas armas não são tão ruins. Se é tão pão-duro era só falar, eu tenho grana para pagar algo bem melhor que esta sucursal do inferno, e não tenho vergonha de pagar para meus machos. - Depois ela termina num tom debochado: - Ou você é daqueles bobinhos com a masculinidade frágil que não aceitam ser bancados por uma fêmea?

    Um elefante dançando balé numa loja de louças.

    off: Ela não estava afim de continuar ali. O cara que estava perseguindo ainda não sacou a sua, mas ele já está se dirigindo à porta. Ele move devagar, pois não quer chamar atenção.

    Caso queira dispensar a demônio, é bem possível que ela não insista muito e simplesmente se vire e vá embora, ela já não tinha um olhar tão interessada assim.

    Caso queira segui-la, ela vai sugerir outro lugar para ir, mas aí a recompensa do Yüksek Kan já era.

    Se disser que tem que "resolver uma coisinha primeiro", ou algo parecido, talvez ela te espere, talvez não.
    Couren
    Neófito
    Couren
    Neófito

    Mensagens : 22
    Reputação : 0

    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) Empty Re: Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Mensagem por Couren em Seg Abr 22, 2019 12:05 pm

    - Me espera aqui por um momento, eu já volto - disse e saiu pela porta em direção ao alvo.

    Marcus seguiu o alvo até uma praça vazia, se aproximando lentamente. Apanhou sua espada na bainha e se preparou para atacá-lo na garganta.
    Conteúdo patrocinado


    Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros) Empty Re: Sobrevivendo em Dafodil (Marcus Feros)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Jun 20, 2019 4:08 pm