Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Uma Antessala Vermelha - Ezra

    Lnrd
    Tecnocrata
    Lnrd
    Tecnocrata

    Mensagens : 481
    Reputação : 23

    Uma Antessala Vermelha - Ezra - Página 4 Empty Re: Uma Antessala Vermelha - Ezra

    Mensagem por Lnrd em Sab Maio 11, 2019 9:39 pm

    - Ora, ora, ora - Apesar daquela máscara feral, Kadir continuava capaz se comunicar-se de forma perfeitamente "humana", numa voz que parecia até demais calma – Parece que a escolha foi acertada... Você é forte. Quase me escapou.

    Afora o absurdo daquele delírio impossível, inesperado pesadelo no que seria apenas uma negociação comercial, o que tomara por completo o corpo de Ezra era uma sensação simplesmente definível como estranha: não perdera de todo o controle dos próprios movimentos ou da mente, não ficando “paralisado”. Ao contrário, a única coisa que parecia incapaz de fazer era desobedecer aquela instrução simples de, literalmente, não resistir – por mais que algo no fundo dissesse-lhe que havia algo de terrivelmente errado, a ideia de fugir parecia evanescer e tornar-se pó na cabeça dele, substituída por algo entre a curiosidade pelo desconhecido e a resignação religiosa. Fosse qual fosse o destino, era o momento de encará-lo de frente.

    Aquele homem, cuja existência era ignorada até aquela maldita carta ser aberta, agora rodeava-o como um felino cruelmente encarando a refeição já dominada. Levara lentamente a mão à cabeça do jovem e, inclinando-lhe o rosto, deixou-lhe o pescoço exposto à luz difusa do ambiente.

    E sem mais cerimônias, cravou nele os pontiagudos dentes fundos na carne, nalgo que não era exatamente dor.

    À medida que tinha a vida sugada num movimento quase erótico, um prazer insuportável, mais agudo que qualquer experiência pela qual pudesse ter passado anteriormente, ou mesmo sonhado, invadia cada canto do corpo daquela vítima. Um desejo único de querer mais daquela morte preenchia as veias esvaziadas, até que fora largado quase inconsciente no chão, sem forças para mais nada além de esperar pelo que pudesse seguir.
    - Você está no limiar da mortalidade - disse de forma cavernosa - Guarde esse momento na memória.

    Se continuasse assim por muito tempo, era certo que o túmulo seria o destino dele. Aquele monstro havia mentido para ele? Tudo o que pretendia era matá-lo, deixando-o à mercê do tempo?
    Se ainda houvesse lugar para o medo, o momento era agora.
    Ou isso ou deixar o mundo de maneira brava e serena.
    Lnrd
    Tecnocrata
    Lnrd
    Tecnocrata

    Mensagens : 481
    Reputação : 23

    Uma Antessala Vermelha - Ezra - Página 4 Empty Re: Uma Antessala Vermelha - Ezra

    Mensagem por Lnrd em Ter Maio 14, 2019 1:28 pm

    - Primeiro, o beijo – disse Kadir àquele Ezra moribundo, pisando mais no terreno da morte do que partilhando o mundo mortal – Depois, o abraço.

    No limiar da passagem, os séculos se arrastaram entre aquele homem rasgar, com os dentes, o próprio pulso.

    Aquele líquido escuro e avermelhado pingou como o rosto de uma santa chorando e foi pressionado contra os lábios da vítima inerte.

    Não que tal fosse a preocupação do jovem Mendell àquela altura, mas as luzes da casa principal estavam acesas e o segurança saia para o jardim munido de uma lanterna. Ao menos era o reparável.
    - Tudo bem aí? Alô!?

    O tiro.
    Aquele reverberar na calada da noite certamente o alertara e, por mais que comprado pelo dinheiro – ou outras coisas – do "37", aquele era um mau sinal. E se o "patrão" tivesse sido ferido? Não podia ignorar tal perigo.

    Afastando-se daquele corpo estirado, o qual alimentara com parte da própria vida, Kadir ocultou-se entre as sombras da mata, esperando para ver como aquele encontro se desenrolaria.
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2612
    Reputação : 3

    Uma Antessala Vermelha - Ezra - Página 4 Empty Re: Uma Antessala Vermelha - Ezra

    Mensagem por gaijin386 em Qua Maio 15, 2019 11:49 am

    Ezra foi solto ou melhor dizendo largado ao chão como uma garrafa de uísque barato que ao ser terminada é descartada pelo consumidor. Sua cabeça estava girando e sentia-se no limiar da loucura, pois todas convenções que possuía foram testadas em apenas um momento ele foi vitima de um "Alukah" ou de um filho de "Lilith" havia lido sobre os mitos como curiosidade de diletante que era, mas a cortina entre verdade e mito acabavam de se abrir e o mito não tão mito assim...

    - urrrr... ele deixa escapar tentando se movimentar.
    Lnrd
    Tecnocrata
    Lnrd
    Tecnocrata

    Mensagens : 481
    Reputação : 23

    Uma Antessala Vermelha - Ezra - Página 4 Empty Re: Uma Antessala Vermelha - Ezra

    Mensagem por Lnrd em Qui Maio 16, 2019 10:40 pm

    O facho de luz da lanterna captura aquele corpo estirado no chão, visão estranha não só factualmente, mas ressaltada pelo contraste da elegância que o homem havia imputado no jovem que entrara com Kadir. Não parecia algo que lhe “pertencia” pertencente à sarjeta.
    - Meu Deus! – exclamou o segurança com um grunhido de espanto, varrendo o ambiente ao redor em busca de uma explicação possível para aquilo.

    Não achara aquele que o havia subornado.

    De imediato, jogou-se na direção Ezra, tentando verificar o estado dele.
    - Você está bem?

    Aquela pergunta instigava uma investigação interior, a qual podia trazer constatações imediatas assustadoras: sem batimentos cardíacos, sem respiração. Além, uma mudança nos ossos, na pele, nos músculos, no cérebro. Ele havia se transformado.

    No topo de tudo, como logo sentiria, uma fome avassaladora, um desejo mais que sexual instintivamente – ou mais, ferozmente, insanamente – dirigido ao pescoço daquele guarda cujas veias, agora tão próximas, pareciam ressoar como tambores de uma guerra.
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2612
    Reputação : 3

    Uma Antessala Vermelha - Ezra - Página 4 Empty Re: Uma Antessala Vermelha - Ezra

    Mensagem por gaijin386 em Sex Maio 17, 2019 2:07 am

    Os olhos vidram na figura do guarda, mas no momento ele não era um guarda tampouco uma pessoa era sim presa... E ele hesita por um instante quando se senta e encara o vigilante. Algo dentro dele ainda estava decidindo o que fazer ...

    Pois a vida da carne está no sangue, e eu o dei a vocês para fazerem propiciação por vocês mesmos no altar; é o sangue que faz propiciação pela vida.
    Levítico 17:11


    - Eu .... Acho que sim ... Diz ainda encarando o guarda.

    Spoiler:
    OOC: 10's são rolados novamente? 4 , 6 , 3 , 10 , 10 , 7
    Lnrd
    Tecnocrata
    Lnrd
    Tecnocrata

    Mensagens : 481
    Reputação : 23

    Uma Antessala Vermelha - Ezra - Página 4 Empty Re: Uma Antessala Vermelha - Ezra

    Mensagem por Lnrd em Ter Maio 21, 2019 4:20 pm

    Não seria estranho se sentir golpeado por uma onda de choque não apenas pelo ataque monstruoso, mas também pela transformação que se apossava dos corpos naquela situação. Muitas almas passaram por aquilo. Nada espantoso aí.

    Não seria incomum que persistisse a marca do inesperado prazer que costumava acompanhar aquela passagem, apesar do contrário não ser raro. Uma boa porcentagem das almas que lembrava daquilo como a coisa mais terrível pela qual passaram, chegando à desfiguração física ou mentalmente – em graus mais sutil ou verdadeiramente brutais.

    Não seria a primeira vez que um rompante animalesco tentaria esgueirar-se e, aliado a uma fome assassina, provocar estragos irreparáveis tanto na vítima quanto no algoz. Matar não era algo fácil. Ao menos não na primeira vez.

    Esses dois últimos, entretanto, refrearam-se e silenciaram-se no interior de Ezra. A “fera interior” fora momentaneamente dominada. Ao menos em parte: o desejo de alimentar-se de sangue continuava lá, como uma rachadura num espelho – era possível de se acostumar com ela, mas que nunca permite um reflexo totalmente perfeito.

    No geral, de fora, não parecia ter sido uma transição tão traumática.

    Após verificar que o rapaz caído estava consciente e não possuía nenhum ferimento visível, o segurança mudara as prioridades, pondo-se rapidamente de pé.
    - Eu ouvi um tiro ou foi só impressão? Alguém tentou assaltar vocês? Onde está o outro homem?

    Ele agia em meio à indecisão, entre a defesa e partir no encalço de alguém, entre saber se era melhor ficar e acudir o jovem, mesmo que não houvesse nenhuma marca em particular – nem no pescoço dele, como Ezra poderia descobrir em breve – ou se devia bancar o herói e vasculhar o ambiente.

    De qualquer forma, Kadir não era visível nos arredores, sendo incerto deduzir se ainda estava escondido por entre o mato e as estátuas ou se já partira na noite. Igualmente, de onde estavam, não dava para saber se o carro ainda permanecia ou não do lado de fora do parque.
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2612
    Reputação : 3

    Uma Antessala Vermelha - Ezra - Página 4 Empty Re: Uma Antessala Vermelha - Ezra

    Mensagem por gaijin386 em Qua Maio 22, 2019 11:40 am

    Ezra agora de pé por um instante coloca a mão ao pescoço e ao nada encontrar (um ferimento) e ao constatar que não estava respirando ele toma conhecimento do que havia acontecido e no que tinha se tornado...

    Kadir ... O Alukah não mais estava a vista aparente e agora Ezra sentia-se sem chão e indeciso sobre o que devia fazer no momento, mas ele sabia que devia dizer alguma coisa e que não gerasse confusão e pânico então ele arrumou o terno bagunçado e o cabelo em desalinho e bem ele responde ao guarda.

    - Sim. Ouvimos também e ao escutar o ruído fui ao chão, mas de mau jeito. O senhor Kadir foi investigar ... Agora não sei quem foi, mas onde ele está? Diz em questionamento.
    Lnrd
    Tecnocrata
    Lnrd
    Tecnocrata

    Mensagens : 481
    Reputação : 23

    Uma Antessala Vermelha - Ezra - Página 4 Empty Re: Uma Antessala Vermelha - Ezra

    Mensagem por Lnrd em Qui Maio 23, 2019 4:23 pm

    Um ligeiro aceno de cabeça em conformidade e o homem de uniforme virou-se para o vazio.
    Sacou do coldre gasto um revolver barato ao qual, usando um conveniente "plug", acoplou a lanterna que trazia consigo.
    Era bastante óbvio que pretendia seguir o caminho de pedra principal à procura do outro visitante, apesar de não desconfiar que ele não havia seguido em tal direção.
    Levando a mão livre à segunda arma dele - um celular qualquer da moda -, partiu com um "vou verificar na trilha", deixando o rapaz não-mais-humano para trás.

    Totalmente ignorante daquele pequeno evento, a cidade de Santa Dômina seguia o próprio rumo: assaltos noturnos em becos mal iluminados; brigas domésticas ignoradas por vizinhos ensimesmados; acidentes provocados por bebedeiras imprudentes; policiais despreparados causando tanta violência quanto os bandidos; políticos firmando conchavos em ricas mesas de culinária estrangeira; sangue das veias derramados nas ruas... .

    Fora do esconderijo – quando havia ele saído? –, Kadir encontrava-se de pé a certa distância, com uma expressão que denunciava algo de satisfação. “Você foi bem esta noite. Vá para casa. Você será contatado”. Falava agora não mais como a besta que havia dado o bote faz pouco tempo, mas como o homem cordial que havia se apresentado como o cliente 37 mais cedo. Voltara a ver – ou ao menos fingia bem – Ezra como alguém digno, não mais como um pedaço de carne salgada dependurada para secar num varal.

    A última coisa que disse antes de deixar aquele lugar para traz foi um aviso curioso, no estilo enigmático e pouco direto de sempre:
    - "Imortal" é uma ideia muito, muito romantizada. Tema não só pelo seu corpo, mas pela sua mente.

    Dentro de pouco não estava mais lá, deixando o discípulo só sob a noite naquele parque fora do tempo onde só as estátuas de olhos de pedra e lábios mudos poderiam prestar testemunho sobre o ocorrido.


    FIM DO PRELÚDIO

    Uma Antessala Vermelha - Ezra - Página 4 0610
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2612
    Reputação : 3

    Uma Antessala Vermelha - Ezra - Página 4 Empty Re: Uma Antessala Vermelha - Ezra

    Mensagem por gaijin386 em Sab Maio 25, 2019 11:33 pm

    “A morte não é o sono eterno. [...] A morte é o início da imortalidade!.”
    Robespierre


    Ezra apalpou o bolso interno procurando o revolver e o encontrou enquanto ouvia as palavras de Kadir que do nada apareceu e ao nem ao menos pode ponderar sobre as mesmas, pois tão rapido quanto surgiu ele novamente desaparecera e nem ao menos explicara o que Ezra poderia simplificar como regras do jogo...

    Não tendo remédio ele saiu daquele lugar e retornou ao estacionamento e a seu carro e percebia que novamente uma chuva começaria talvez fosse a morte da inocência? A eternidade para o saber seja profano quanto sagrado? Ezra tinha questões, mas agora ele devia esperar e o mais importante ele devia sair dali e ir para casa.

    Não mais Ezra o pesquisador ou erudito, mas sim o vampiro...

    Deu a partida no carro e foi para casa.
    Conteúdo patrocinado


    Uma Antessala Vermelha - Ezra - Página 4 Empty Re: Uma Antessala Vermelha - Ezra

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Nov 13, 2019 11:09 pm