Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    A Partida de Futebol

    Nazamura
    Tecnocrata
    Nazamura
    Tecnocrata

    Mensagens : 426
    Reputação : 25
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Partida de Futebol Empty A Partida de Futebol

    Mensagem por Nazamura em Seg Abr 15, 2019 10:29 am

    Tokyo High vs Urami-esh

    Lapso de Memoria 15h





    Lana, Keiko, Gin, Akane e Kiritsugo ouvem o apito do arbitro de futebol e a partida entre Tokyo High e a escola Urami-esh tem inicio, porém algo inusitado estava acontecendo, os reis, rainhas e valetes agora estavam no mesmo time do capitão Ahara em posições diversas tal qual aconteceu no filme do "Harry Potter e a pedra filosofal" - onde eles estavam jogando xadrês, agora os guardiões estavam jogando futebol... e sem a menor idéia de como foram parar lá!

    A bola estava com Gin e a partida acaba de iniciar!



    Todo Mundo:
    Cada um deve escolher uma posição no time do Gin entre Goleiro, Defensor, Atacante ou Meio-campista (sim, está simplificado) rs. As garotas estão temporariamente no corpo dos garotos nas posições escolhidas e sem muita habilidade para jogar bola podem produzir transtornos pra testar a liderança (e a paciência) de Gin que deve bolar um jeito de coordenar todo mundo ou vão acabar perdendo feio



    Flashback da Lana

    mal tinha se despedido de Kiritsugo com um beijo pra ir poder almoçar rapidamente e logo as Bumblees Bees chegaram anunciando.

    - Lana, vamos nos apresentar agora, engole isso rapido!

    O relógio ainda marcava 14h e alguma coisa mas os ponteiros começaram a disparar em alta velocidade Lana via a preparação das meninas, se via saltando no ar agitando os pompons e comandando a celebração antes do jogo em uma performance que deixou as garotas da Urami-esh com inveja


    Lana liderava a apresentação hipontizando os garotos com seu rebolado ao mesmo tempo que puxava os gritos de guerra da escola animando todos no festival, pode ver que Kiritsugo estava na tribuna de honra ao lado dos diretores e tudo indica que Keiko tambem estava la e tudo era transmitido online via youtube.

    Entretanto tudo passava tão desconexadamente como flashes de um seriado da TV. Lana só se lembra de ser acordada com o apito do juiz e estava com roupas do time de futebol... e estava em um corpo de garoto pronta pra jogar bola!

    Show das Bees:
    Capriche na descrição saindo do vestuario ate a apresentação ao som da Avril Lavigne - Girlfriend, ao termino no caminho de volta pro vestuario (ou pros braços do Kiritsugo como quiser) vc tem um apagão e acorda com o apito do arbitro no campo marcando o inicio do jogo)



    Flashback de Keiko e Gin

    A professora de Quimica andava em passos apertados com os dois braços esticados para baixo e o punho fechado (tal qual criança mimada que perdeu o sorvete) e a uma distancia relativamente segura, Keiko e Gin seguiram-na ate a entre ala dos laboratorios. Ren olhou para trás com lagrimas nos olhos mas não viu ninguem e foi para o laboratorio de quimica, logo Kiritsugo anunciava o festival e eles puderam ficar alguns minutos juntos no patio antes dos jogos e das apresentações começarem

    Freedom voa ate Keiko e pousa em seu ombro estava tentando transmitir alguma mensagem de perigo e preocupação indecifravel enquanto agitava as asinhas, tudo o que Keiko se lembra em seguida era de ver a apresentação das Lideres de Torcida, de ver Gin entrar no campo de futebol com sua equipe e logo depois, de estar no campo ao lado dele quando ele deu o pontapé inicial.

    Gin recorda-se entretanto de ter visto a apresentação das Bees do banco de suplentes, via Keiko na arquibancada ao lado de Kiritsugo e depois toca a bola iniciando a partida.

    Keiko:
    A mensagem era algo sobre uma invocação que estava sendo feita do laboratorio e Freedom viu tudo, mas não deu tempo de assimilar e logo a garota estava em um corpo de um garoto pronto para jogar bola... com Gin. Como um apagão que lhe tirou a memoria do que acontecera.

    Para Gin, tudo aconteceu normal, a apresentação, o grito de guerra no vestiario, Jezreel estava de volta, mas disse que ia entrar no segundo tempo pq viu que o outro goleiro estava escalado. Tudo normal como deveria ser.



    Flashback de Kiritsugo
    O presidente fora aplaudido de pé pelos professores e toda a escola gritou UHAAAA, a alegria era efusiva e contagiava todos, visitantes, alunos, pais, mestres, funcionarios e logo a banda da escola animava a celebração.

    O festival estava sendo transmitido pelo Youtube e logo diversas mensagens começaram a apitar no celular de Kiritsugo, porem uma delas foi a mais impactante. era de seu pai.

    "Omedeto"

    Diversos alunos cercavam o presidente do conselho tirando selfies e acompanhando-o ate a tribuna onde ele poderia escolher alguns alunos para entrarem com ele e assistirem a apresentação das lideres de torcida e em seguida da partida de futebol. ver Lana dançando e rodopiando foi a ultima coisa que Kiritsugo se lembra antes do juiz apitar o inicio da partida e ele mesmo se ver no campo como um dos jogadores.



    Flashback de Akane

    - Claro, te encontro la daqui a pouco - disse o garoto se levantando e plugando os fones de ouvido como sempre, logo ele se misturava aos demais alunos e sumiu do alcance de Akane.

    Algum tempo depois, Gin e Keiko apareceram convidando-a para ir com eles perseguir a professora, mas a garota de cabelos verdes preferiu ir treinar para se preparar melhor. Quando ela chega no conservatorio ele estava vazio exceto por uma musica  vinda do fundo da sala

    Acordes de violão marcavam "Hotel California" tocados por Akira


    Ele estava tocando de olhos fechados e não errava nenhuma nota

    Um momento magico estava no ar, a vibração das cordas reverberavam o som no ar ricocheteando na acustica do conservatorio e em tons monocromaticos de azul com preto ela pode ver por dentro do garoto, ele parecia triste, seguro de si, confuso e botava muita energia no dedilhado.

    O "momentum" entre os dois estava montado, o cenário era perfeito, ao termino da apresentação ela quase pode ver ele sorrindo pra ela, lembra deles terem passado algum momento juntos antes de ser interrompida por um apito de futebol.

    "Mas como diabos foi parar ali? e onde estava Akira? e que roupas são essas"? Nota Akane ao perceber estar em um corpo de garoto.

    O quase beijo:
    Você é livre pra descrever toda a cena após o dedilhado e se teve namorico ou não, lembre-se que Akira é enigmatico e não se abre facilmente, pode descrever tambem se treinou no piano ou se nem estava com cabeça para isso, mas na hora H (é sempre nessa hora) vc apaga e quando se dá conta está em alguma posição no campo de futebol de Gin
    Katerine Le Blanc
    Troubleshooter
    Katerine Le Blanc
    Troubleshooter

    Mensagens : 785
    Reputação : 15
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    A Partida de Futebol Empty Re: A Partida de Futebol

    Mensagem por Katerine Le Blanc em Seg Abr 15, 2019 12:47 pm


    I Was Born To Love You




    No Conservatório (Flashback)


    Akane adentrava o conservatório em quanto sentia seu coração ser iluminado pela música que vinha do mesmo e sentir que Akira estava lá com ela era muito bom em quanto ela caminhava para o seu lado se sentando logo em seguida em quanto ele terminava de tocar os acordes de Hotel Califórnia, porém, ela tinha de ensaiar e mesmo assim seu coração estava saltitante de felicidade e logo ela abria um sorriso em quanto ela pegava em sua mão e o puxava para perto do piano que havia ali se sentando logo em seguida.

    -Pronto para me seguir nessa? - Ela o questionava assim que ele coloca sua mão no ombro da mesma a fazendo sorriso em quanto começava a tocar A Thousand Years junto a seus dedilhados no piano em quanto ela ia aproximando sua cabeça de seu ombro em quanto ele timidamente se virava para ela erguendo seu queixo para poder beija-la em quanto ela apenas deixava que seus poderes tomassem conta do piano e do violão.

    No Campo de Futebol (Acordando no corpo do atacante)


    Aquilo parecia um sonho até que um apito a fez e certa forma acordar em quanto ela sentia um brisa vir em seu rosto e logo ela perceber que estava no campo de futebol e ao abrir seus olhos ela no corpo de um dos meninos do time. -Ah, mas o que está acontecendo? Porque estou no corpo de um menino e no campo de futebol? - Seu coração começou a acelerar em quanto ela se perguntava o que estava acontecendo ali vendo a bola rolar.

    Aquela não era a hora para se desesperar e sendo assim ela logo fechava os olhos respirando fundo tentando agir como se nada tivesse acontecido, porém, como ela saberia jogar sendo que nunca havia feito aquilo antes e talvez eles iriam perder no primeiro jogo daquele dia.


    Larissa Aprill
    Mutante
    Larissa Aprill
    Mutante

    Mensagens : 716
    Reputação : 81
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    A Partida de Futebol Empty Re: A Partida de Futebol

    Mensagem por Larissa Aprill em Ter Abr 16, 2019 12:24 pm







    Keiko Maeda

    Idade: 15 anos
    Poderes: Falar com os animais e controlar o vento



    Keiko caminha quase colada a Gin, tinha medo do que poderia acontecer. Por sorte a professora Ren não percebeu a espionagem e assim que ela entrou no laboratório, comentou baixinho com o loiro.

    - O que ela vai fazer aí??

    Mas logo tiveram que voltar para o pátio, Keiko acompanhou o discurso do representante de sala e vibrou com a apresentação de Lana, afinal agora tinha amigos por quem torcer.

    Antes que Gin fosse ao vestiário ela o segurou pelo braço e ficou o encarando por alguns segundos sem conseguir dizer nada.

    -Errr….sobre o jogo….eu queria….eu….- Keiko se aproximou do loiro e lhe deu um beijo na bochecha...para dar boa sorte.

    Ela corou após o beijo e abaixou o olhar. Talvez tenha sido algo muito ousado e estava realmente envergonhada por isso.

    Assim que Gin saiu, Freedom voou até a menina e pousou no ombro. Ele falava muito rápido, quase não dava para entender o que dizia.

    A Partida de Futebol Screenshot-20190213-182916-1-1
    “Keiko…. Tomem cuidado…. Estão invocando...no laboratório… a pessoa que fez isso….foi...”

    Keiko ainda estava tentando entender seu passarinho quando viu que algo de estranho estava acontecendo com seu corpo. Num piscar de olhos ela foi teletransportada para o campo de futebol e estava no gol.

    Confusa, analisou suas roupas e mãos, chegou até tocar o rosto e a cabeça procurando pelos longos cabelos prateados. Ela estava no corpo de outra pessoa. A menina olha ao redor assustada, não via nenhum amigo por perto. Exceto Gin que estava no meio do campo e o apito acabou de anunciar o início do jogo.

    “E agora??? O que eu faço???”











    Keiko Maeda

    Idade: 15 anos
    Poderes: Falar com os animais e controlar o vento



    Keiko caminha quase colada a Gin, tinha medo do que poderia acontecer. Por sorte a professora Ren não percebeu a espionagem e assim que ela entrou no laboratório, comentou baixinho com o loiro.

    - O que ela vai fazer aí??

    Mas logo tiveram que voltar para o pátio, Keiko acompanhou o discurso do representante de sala e vibrou com a apresentação de Lana, afinal agora tinha amigos por quem torcer.

    Antes que Gin fosse ao vestiário ela o segurou pelo braço e ficou o encarando por alguns segundos sem conseguir dizer nada.

    -Errr….sobre o jogo….eu queria….eu….- Keiko se aproximou do loiro e lhe deu um beijo na bochecha...para dar boa sorte.

    Ela corou após o beijo e abaixou o olhar. Talvez tenha sido algo muito ousado e estava realmente envergonhada por isso.

    Assim que Gin saiu, Freedom voou até a menina e pousou no ombro. Ele falava muito rápido, quase não dava para entender o que dizia.

    A Partida de Futebol Screenshot-20190213-182916-1-1
    “Keiko…. Tomem cuidado…. Estão invocando...no laboratório… a pessoa que fez isso….foi...”

    Keiko ainda estava tentando entender seu passarinho quando viu que algo de estranho estava acontecendo com seu corpo. Num piscar de olhos ela foi teletransportada para o campo de futebol e estava no gol.

    Confusa, analisou suas roupas e mãos, chegou até tocar o rosto e a cabeça procurando pelos longos cabelos prateados. Ela estava no corpo de outra pessoa. A menina olha ao redor assustada, não via nenhum amigo por perto. Exceto Gin que estava no meio do campo e o apito acabou de anunciar o início do jogo.

    “E agora??? O que eu faço???”


    Mellorienna
    Mutante
    Mellorienna
    Mutante

    Mensagens : 512
    Reputação : 76
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Partida de Futebol Empty Re: A Partida de Futebol

    Mensagem por Mellorienna em Qui Abr 18, 2019 7:15 pm








     Svetlana Seifert
    Kyrie Eleison Cure Safety Wall Magnus Exorcismus Deo Virtus Sanctuary Turn Undead Blessing Aspersio Heal




    Narrador escreveu:Lana liderava a apresentação hipnotizando os garotos com seu rebolado ao mesmo tempo que puxava os gritos de guerra da escola animando todos no festival, pode ver que Kiritsugo estava na tribuna de honra ao lado dos diretores e tudo indica que Keiko também estava la e tudo era transmitido online via youtube.


    Cerca de uma hora atrás, Lana se olhava no espelho com um desgosto bastante intenso pelas curvas acentuadas que exibia no uniforme preto e amarelo da equipe de torcida da escola. Mas agora, com os olhos fixos em Kiritsugo Mikami na tribuna de honra do colégio, a loirinha se sentia fabulosa com a minissaia plissada. E chegava mesmo a desejar que o uniforme de torcida fosse um pouco mais decotado...

    A torcida reagia à sensualidade inocente e inspirada da garota, e as Baby Bees brilhavam à luz de Lana, que dançava para Kiritsugo como se não houvesse um ginásio lotado a testemunhá-los. "Meu príncipe... milovat... amor do meu coração" - a garota queria impressionar o Presidente do Conselho Estudantil, para que ele a levasse de volta para a Sala do Conselho e a beijasse até que ficasse sem ar. Ela queria que ele a achasse maravilhosa, que só tivesse olhos para ela, e que ficasse tão apaixonado que jamais pudesse amar outra pessoa novamente.

    Porque seu jovem e doce coração jamais chamaria outro nome que não o de Kiritsugo.

    Quando a apresentação terminou, as garotas riam e celebravam. Até o pessoal das outras escolas estava impressionado com a performance delas e olhares eram trocados entre as colegas e alguns dos garotos que estavam ali para competir - fosse no futebol, ou em algum dos outros esportes. Era um ambiente gostoso, de sorrisos e flertes, aventuras e descobertas. E Lana estava feliz como jamais imaginou que seria possível. Porém, não podia correr diretamente para os braços de Kiritsugo: ele estava na tribuna de honra, ao lado do Direitor, dos professores e supervisores. Seria de todo inapropriado agarrar-se com o namorado (que palavra esplêndida!) na frente da direção da escola. Mas precisava falar com ele antes que o jogo começasse - vez que teria que estar na beira do campo, torcendo e animando as pessoas que assistiam - por isso, pegou o celular e mandou uma mensagem para o garoto:

    Quero beijar você até ficar toda vermelha...

    Assim que Kiritsugo a olhasse, a loirinha sorriria de um jeito quente e meigo, mandando um beijinho discreto para o garoto na arquibancada. Então, munida de seus pompons coloridos, lideraria as meninas na recepção a Gin Ahara e seu time de fut-----

    ---- MAS O QUÊ?

    - ... šoustat kurva! - o palavrão em tcheco saiu com uma voz que não era a sua. Parada no meio-campo como uma pateta, em chuteiras em PÉS ENORMES e "oh meu Deus onde estão os meus peitos?", Lana começou instantaneamente a suar. E seu suor tinha cheiro de homem.

    Desesperada, a primeira coisa que a garota fez foi empurrar alguns idiotas que corriam na direção dela por causa de uma bola estúpida e correr para a beirada do campo. Se ela estava ali...

    ... onde estava seu corpo?!



    Lana ♥️
    Raijecki
    Mestre Jedi
    Raijecki
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1055
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    A Partida de Futebol Empty Re: A Partida de Futebol

    Mensagem por Raijecki em Qui Abr 18, 2019 7:23 pm

    Kiritsugo sentia um alivio gigantesco seguido de uma euforia tremenda quando ouviu os aplausos dos professores e a frenética agitação não só de seus colegas, mas como de todos ali presentes, que reagiam gritando do mesmo jeito que ele em seu discurso. Apesar de se considerar um bom líder, sua ansiedade atrapalhava em muitas de suas habilidades sociais, de modo a ser sempre receoso para aquele tipo de eventos, em que necessitava de se expor e arriscar tudo de uma vez.

    - UHAAA! – Respondia a plenos pulmões para todos os outros, de modo a agradecer toda a consideração dos mesmos.

    Tinha até se esquecido de que o festival estava sendo transmitido via internet para todo o mundo, uma “inovação” que o próprio conselho estudantil havia sugerido. Logo seu celular era “infestado” por mensagens eufóricas e elogios. Porém, uma simples e curta mensagem, de apenas uma única palavra, era a que chamava mais a atenção do herdeiro Mikami. Era um simples – porém de importância extrema – “Omedeto”. Um parabéns, uma congratulação, um tão esperado e desejado reconhecimento de seu próprio pai.

    O garoto apertou fortemente o aparelho com um olhar de triunfo tremendo, pois havia conquistado algo que estimava desde que se lembrava por gente. “Estou no caminho certo!” – Pensou, eufórico. De repente, vários alunos surgiam diante do presidente do conselho e passavam a “tietar” pedindo para tirarem fotos com o mesmo. Como estava feliz como nunca e também como um alto membro do conselho, acatou a todos os pedidos que conseguiu dar conta antes da apresentação de sua amada Lana-chan e do resto das líderes de torcidas.

    Seguiu então para a tribuna de honra junto do corpo docente da escola e dos os outros membros do conselho que havia levado anteriormente além de alguns alunos da “tietagem” para fazer um agrado de vez em quando. E então as líderes de torcida entravam em cena e Kiritsugo nem imaginava como aquilo tocaria em suas vontades e emoções.

    Os movimentos da angelical e doce garota mexiam demais com o jovem Mikami. Sentia um “Boom clap!” tão forte em seu coração que sentia até vontade de interromper o belo espetáculo só para toma-la em seus braços novamente. Lutando bravamente contra seus mais audaciosos e excitantes desejos, conseguiu apenas observar e vibrar com a performance perfeita de Lana e suas pupilas.

    Todos aqueles sentimentos eram ainda mais fortes dos que com os de sua família, pois aquilo era verdadeiro, presente, físico. Se lutava com sucesso para não partir para cima de Lana, o mesmo não poderia ser dito do calor que inundava certa região  – agora um tanto volumosa – de seus “países baixos”. Corava com violência e aguardava até o fim da apresentação, quando finalmente poderia se acalmar e conter seus ânimos. Pelo menos era o que pensava, pois observar de longe sua amada pulando e rodopiando com vigor e beleza impares fora sua ultima lembrança antes de acordar em um corpo que não era seu, bem ao campo da partida de futebol.

    “Ah vá se fo” – Quase pensou, mas antes percebera que o arbitro estava para apitar e seu pé estava em cima da bola. Ele era aquele que daria o “pontapé” inicial daquela disputa. Não precisava olhar para a tribuna e ver seu corpo verdadeiro lá para saber que aquele não era ele, mas como já estava naquela situação, deveria se virar e dar o seu melhor para ajudar o time da escola vencer os adversários com louvor. Em sua frente estava Gin, e sabia que o garoto entenderia se explicasse o que estava acontecendo. Antes de rolar a bola para ele e começar de fato o jogo, o disse:

    - Vai parecer estranho, mas sou o Kiritsugo e não sei como vim parar no corpo deste seu amigo aqui. Talvez isso tenha acontecido com os outros também. - Agora era torcer para que conseguisse superar sua falta de talento e ajudar ao máximo sua equipe antes de tentar sair daquela situação e questionar o verdadeiro culpado dela. Ou quem sabe ele fosse bom no futebol e nem sabia?


    Spoiler:
    Vou de atacante então, camisa 9, já que o Brenno fez questão de ser o 10 e estragar meu sonho ¬¬'

    PS: Musiquinha da referência ^^

    bcdomingues
    Investigador
    bcdomingues
    Investigador

    Mensagens : 75
    Reputação : 10

    A Partida de Futebol Empty Re: A Partida de Futebol

    Mensagem por bcdomingues em Seg Abr 22, 2019 2:19 pm



    Estava preparado para o jogo. Focado e com sua total concentração voltada para a partida, Gin já não prestava atenção em muita coisa à sua volta. Viu sua equipe passar por ele em direção ao vestiário, seus rostos em variados tons de emoções que só uma partida daquele calibre faz com um time. Já sabia que tinha que fazer um bom discurso no vestiário. Tinha uma ideia quanto a isso, mas antes de qualquer outra coisa virou-se para Keiko, segurando sua mão enquanto olhava em seus olhos e sorriu por nenhum motivo aparente. No entanto foi ela que falou antes.


    Keiko xuxu escreveu:-Errr….sobre o jogo….eu queria….eu….- Keiko se aproximou do loiro e lhe deu um beijo na bochecha...para dar boa sorte.


    Gin também corou. Apesar de sua concentração no jogo, uma nova emoção começou a se espalhar pelo seu corpo originando, pelo que podia perceber, do beijo em sua bochecha.

    - Ahm.. - Começou, com um pouco de dificuldade para começar a frase. - .. obrigado. Sei que se você tiver ali torcendo por mim na arquibancada que isso vai me ajudar muito.. - Falou essa última fala com mais rapidez que pretendia. Em seguida hesitou por alguns instantes antes de puxar Keiko levemente para perto de si depois que ela o beijou. Deu seu próprio beijo na bochecha dela, tocando seu nariz com o de Keiko na hora em que foi se afastar. Sorriu uma última vez, virou-se e foi pro vestiário.

    --/--

    - Então é isso gente! - Finalizou, após quase 10 minutos discutindo táticas e situações de jogo, além do discurso de inspiração para deixar o time pilhado. -  Vamos lá e mostrar quem somos!


    COLETIVO escreveu:VAMOS!


    Puxou Jazreel de lado enquanto todos se preparavam para entrar.

    - Vamos esperar para ver como será esse jogo. - Disse, bem baixinho. - Nosso outro goleiro precisa de tempo de jogo também, concorda?

    Entraram em campo sob aplausos da arquibancada. Olhou em volta, sua expectativa aumentando enquanto via todos entusiasmados. Viu Keiko logo à frente e seu coração parecia mais leve, a tensão abandonando seu corpo. Estava tudo pronto no meio do campo e o juiz estava para apitar o início.


    Kiritsugo escreveu:- Vai parecer estranho, mas sou o Kiritsugo e não sei como vim parar no corpo deste seu amigo aqui. Talvez isso tenha acontecido com os outros também. -


    - Ah minha Santa da Garupita ..

    Olhou em volta depois dessa fala, tentando perceber se isso era, de fato, o que havia acontecido. Parecia ser real: seu outro atacante olhava de um lado para o outro completamente perdido. Um de seus meio campistas defensivos correu para o lado, por nenhum motivo aparente e todo o ar de expectativa havia sido drenado de seu goleiro reserva, sendo substituído por confusão.

    - É, você tem razão. - Disse, agora vendo o juiz se aproximando do meio para iniciar o jogo. Balançou sua cabeça, sentindo uma dor de cabeça vindo do nada. - Tá, vamos fazer assim. Já que vocês estão nos corpos do meu time, vamos ter que tentar encaixar isso onde der. Você nunca jogou, mas deve ter uma noção do conceito aqui. - Pensava rápido, imaginando o que faria. - Não vai ter jeito, vamos ter que usar nossos poderes para sair dessa, afinal não sabemos se o mesmo se aplica para nossos adversários. - Avaliou o que faria e como ia conseguir vencer esse jogo. Por sorte sabia que os adversários eram um pouco piores que seu próprio time, mas isso seria facilmente superado pela ausência de quatro jogadores titulares.

    - Kiritsugo, por favor fale com o outro atacante, quem quer que seja, para jogar mais naquele espaço do campo, sempre procurando alguém para tocar a bola e SEMPRE atrás do último homem adversário se não entra em impedimento. - Indicou o lado esquerdo do campo em um arco, terminando em direção ao gol. - Você fique um pouco mais recuado no meio do campo e jogue somente quando os meio-campistas atacarem em bloco. Vamos tentar tocar a bola com rapidez. - Aí então olhou para o defensor perdido e seu goleiro confuso. - Vou falar com o garoto(a) meio campista ali para focar na defesa, na marcação um pra um. Ele(a) vai ficar sempre de frente para o 10 do outro time, em um espaço de no máximo 1 metro do mesmo, já que o corpo dessa pessoa era de um volante marcador mesmo. Desse modo mesmo que o 10 deles ponha a bola de lado para correr ou tocar, um outro defensor poderá interceptar ou tomar a bola. Vou falar com o goleiro(a) para recorrer aos poderes e à memória muscular do atleta para tentar sairmos dessa.

    Após o apito inicial pegou a bola e correu para trás, para espanto geral. Em seguida tocou a bola lá para o lado direito de campo, sabendo que nenhum atleta ali havia sido substituído. Chegou no atleta Lana e segurou em seus ombros, com mais força que o necessário. Tentou tirar o medo do(a) mesmo(a), transmitindo seu plano. Em seguida correu até o(a) goleiro(a). Em poucos segundos de conversa percebeu que era Keiko ali e também tentou passar segurança e confiança para a mesma, informando para usar seus poderes até pegar o jeito.

    Sentia-se um pouco traiçoeiro ao pedir para seus amigos usarem seus poderes, mas que outra escolha tinham? Isso estava tudo errado e tinha que tentar driblar a situação. No caso de Gin, o mesmo teria que atuar intensamente em todos os setores do campo. Resolveu focar mais na defesa antes de atacar, o que era quase o oposto que havia planejado fazer. Ao menos assim todos os atletas ficavam mais juntos e poderia sair jogando em contra ataque. Sempre que isso ocorresse, tentaria carregar a bola ao máximo, usando a movimentação de Kiritsugo e Akane ao seu favor. Tentaria ditar o que fazer aos dois, mas sabia que muito ficaria a cargo deles. Já na defesa iria atuar quase com um defensor se o outro time estivesse com a bola, sempre procurando antecipar a marcação ou o movimento adversário. Mais preocupante era no gol, onde se postaria e incentivaria Keiko o máximo que pudesse.
    Conteúdo patrocinado


    A Partida de Futebol Empty Re: A Partida de Futebol

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Ago 23, 2019 4:38 pm