Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Sandinus
    Wyrm
    Sandinus
    Wyrm

    Mensagens : 9017
    Reputação : 59
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Sandinus em Qui 23 Maio 2019 - 7:32

    Nalklyr estava ansioso e bastante preocupado, o grupo já estava bastante ferido, porém o suporte de Rachel e do mago sobre o bárbaro parece encaminhar para inverter a situação de desvantagem. o Meio-Orc estava enorme, quase do mesmo tamanho do elemental e seu golpe desce severo contra a criatura, fazendo jorrar muita água para todo o lado.

    Então a canção de cabelo de fogo espalha-se pelo ambiente trazendo mais confiança para Nalklyr, porém, não dirime sua dúvida quanto a curar o bárbaro ou invocar alguma criatura para auxílio, mas logo ele lembra que a casa poderia ter muitos caminhos ainda para ir e muitos outros problemas, ele precisava economizar recursos. Com isso em mente ele saca sua varinha de curar ferimento e toca o Meio-Orc, buscando revigora-lo ainda mais.

    Logo em seguida ele desloca-se para P3.

    -Shivra, e Tufo, escondam-se!

    Ambos obedecem imediatamente Nalklyr e escondem-se embaixo da cama.
    Obsservador
    Mutante
    Obsservador
    Mutante

    Mensagens : 517
    Reputação : 15

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Obsservador em Qui 23 Maio 2019 - 11:11

    George Mayhew era um pequenino halfling que andara muito desde que recebera a carta de seu tio Ubyn - andara bastante até mesmo para os padrões humanos, imagine para um halfling. A carta de despedida não o convidava para seu funeral (algo que George achara estranho, o funeral) mas sim o solicitava que fosse tratar com o mago Angus Stonehard sobre os preparativos para a chegada de um grupo de aventureiros com o diário codificado. George não era do tipo de dizer não para o tio, principalmente quando se tratava de assuntos que o deixavam curioso. E seu tio sempre tivera o dom de o deixar curioso.

    Já na residência do Stonehard o pequenino acompanhava o aprendiz do mago (que também era seu porteiro pelo que se podia deduzir) até a sala de espera, onde o mago anão o encontraria. George apreciava as pinturas e esculturas do anão. As pinturas não chegavam aos pés de uma bela peça élfica ou halfling mas as esculturas possuíam detalhes e curvas de tirar o folego!

    Após uma leve espera o pequenino sentiu uma forte necessidade de ir ao banheiro, veja que vestindo uma armadura completa de batalha o alívio do pequenino não seria imediato pois a retirada da proteção lhe cobraria belos minutos. Decidiu então procurar o toalet. Avançou até as escadas mas antes mesmo de pisar no segundo degrau sentiu uma fisgada no pescoço. Que começou a arder, Gerge então levou a mão até o mesmo e para sua surpresa encontrou uma seta com um líquido verde escuro em sua ponta. Tentou ver de onde vinha a seta mas sentiu sua visão embaçar e as pernas fraquejarem. Caiu ao chão da escadaria dos fundos com um grande barulho de metal se chocando com metal e madeira. Um leve esquentar molhado surgiu entre suas pernas.
    Antes que seus olhos se fechassem por completo conseguiu ver o porteiro/aprendiz amordaçado e sendo carregado por 3 sombras negras através de uma porta.


    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 C4af437a8b4cfda44abd6df9d100e3b2

    Piscou ao ouvir um batuque ao longe.
    Piscou de novo sentindo a cabeça latejar.
    Piscou de novo sentindo a visão voltar.
    Piscou de novo várias vezes ao levantar-se.

    George estava levemente atordoado com o acontecimento, aos poucos seu cérebro pequenino foi acordando e compreendendo o que acontecera. Levou a mão entremeio as pernas e viu que já estava tudo seco apesar do pequeno mal cheiro, o que queria dizer que havia dormido por algum tempo. Compreendeu perfeitamente o que havia acontecido. Haviam sido atacados e o rapaz porteiro/aprendiz sequestrado... provavelmente Stonehard também... Isso o deixava ainda mais curioso.

    A única coisa que o pequenino não conseguia entender no momento era quem estava ouvindo música a uma hora dessas na casa?

    Seguiu o som dos batuques corredor a frente e ao virar a primeira porta vislumbrou um grande elemental de água em uma peleja com outro grande....Orc? Era difícil ter certeza através do corpo aguado do elemental.

    Imaginou que tivera sorte de não ter ido até o local mais cedo, caso contrário urinar nas calças seria o menor de seus problemas.

    Pensa consigo mesmo
    "Será que o mago ativou defesas para protege-lo dos sequestradores? Será que esses aí são os sequestradores? Não estão vestidos de negro como vi, mas posso estar enganado... Droga! Preciso de mais informação!"

    O pequenino fica parado onde esta, aproveitando o fato de que não foi notado para  pensar em como reagir... Estava claro que seria mais fácil dialogar com os outros do que com o elemental então ele precisava ajuda-los. Sua primeira ideia é de jogar toda a água do local fora pelo ralo, mas como?



    Ficha:

    OFF:

    O pequenino se desloca pelo corredor até P14
    Farei os testes de conhecimento Arcano para ter informações sobre a criatura e Observar para ver se há alguma possibilidade de usar o plano de "jogar a água fora"
    scorpion
    Tecnocrata
    scorpion
    Tecnocrata

    Mensagens : 477
    Reputação : 58

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por scorpion em Qui 23 Maio 2019 - 12:04

    Os heróis começaram a reagir...

    A Bruxa e Nalkyr usaram as varinhas para curar os ferimentos do Bárbaro, enquanto Jack e Galladon se afastaram. O Bardo começou a tocar uma canção para inspirar os companheiros, enquanto que o Mago usou a sua varinha no Bárbaro. A Elfa usou sua espada para desferir um golpe no Elemental, jogando água para todos os lados...

    O Bárbaro e os outros membros no quarto podiam ver Tal'burz crescendo,.... crescendo muito, até ficar do tamanho do Elemental. Quando isso aconteceu, ele empurrou Lin para o canto do quarto... Então, o Meio-Orc ergueu o seu machado e desferiu um poderoso golpe de baixo para cima... O golpe pegou em cheio no Elemental, partindo-o em dois... mas logo a água se juntou e o Elemental ainda estava ali.... e muito enfurecido. O ataque fez com que Tal'burz fosse o alvo do Elemental naquele momento, mostrando que a criatura era um tanto quanto... rancorosa.

    Enquanto isso, do outro lado, mas sem que ninguém pudesse ver, o pequeno halfling aparecia e observava o que acontecia...

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Banhei14

    TURNO: 17
    Edu
    Wyrm
    Edu
    Wyrm

    Mensagens : 7576
    Reputação : 113

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Edu em Qui 23 Maio 2019 - 14:16

    Rachel com o andar das coisas fica feliz com o golpe que o Barbaro deu no gigante de água. Talvez no final de tudo eles tenham uma chance de derrotar o monstro no final das contas. Agora que chegava a sua vez ela botava a sua mente para trabalha se concentrando em acumular energia para o seu golpe no elemental.

    Ela foi bem sucedida no seu processo mental com isso consegue fazer o seus braços pegarem fogo com a energia oriunda do seu pacto, tomando uma posição defensiva para o ataque dispara uma rajada no monstro.

    Mecânica:


    Rachel conjura na defensiva e também ataca na defensiva tambem. -4 no ataque e +2 na defesa.

    scorpion
    Tecnocrata
    scorpion
    Tecnocrata

    Mensagens : 477
    Reputação : 58

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por scorpion em Qui 23 Maio 2019 - 15:38

    Irado com o golpe que levou do Bárbaro, o Elemental junta os dois enormes punhos acima da sua "cabeça" e desce-os sobre a cabeça do Bárbaro!

    Talburz nunca sentiu tamanha pancada na vida... Foi como ser acertado por uma onda de 10m de altura, com muita fúria concentrada.... a visão do Bárbaro já começava a ficar turva.... Ele sabia que não aguentaria nem mais um sopro direito... apenas a fornalha da fúria queimando em seu peito é o que o mantinha de pé....
    shamps
    Sacerdote de Cthulhu
    shamps
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2516
    Reputação : 161
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por shamps em Qui 23 Maio 2019 - 21:05





    Não estava sendo uma luta fácil contra aquele elemental, mesmo impressionada, a elfa golpeia com maestria a criatura, mas seu golpe parecia não surtir qualquer efeito no bicho aquoso, por mais que ela tivesse certeza que tinha sido um bom ataque.
    Ela vê o meio-orc dar um golpe forte em seu adversário, o que irritou bastante tal ser, quando de repente o bárbaro começa a aumentar de tamanho ao seu lado. Ela fica surpresa, mas sem tempo de esboçar qualquer reação, ainda mais quando ela empurrada para o lado.
    Com sua concentração no combate, a elfa não via o que os outros preparavam para o empasse, ela apenas tinha uma visão da peleja entre elemental e orc, com o segundo aparentemente ficando muito ferido. A pancada do elemental fez as paredes vibrarem e o barulho de rebentação a fez ter certeza de que um golpe dele poderia ser fatal e a ela só restava continuar batendo na criatura e afastar o ser do bárbaro ferido, inspirada pela fúria do selvagem e pela canção do bardo – mas que disposição tinha ele para cantar num momento como aqueles.
    Lin se prepara para um novo golpe na criatura, dando um golpe de baixo para cima, num movimento oposto ao primeiro ataque.



    Claude Speedy
    Garou de Posto Cinco
    Claude Speedy
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2156
    Reputação : 49

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Claude Speedy em Sex 24 Maio 2019 - 23:06


    Jack se vendo distante do elemental se concentra e começa a fazer gestos e recitar palavras mágicas enquato colocava sobre a palma da mão da manopla de Bane uma pequena pedra com desenhos.


    Punho de Pedra:
    Punho de Pedra. (Complete Arcane pg. 108)
    Transmação [Terra]
    Level: Sorcerer/wizard 1, warmage 1
    Componentes: V, S, M
    Tempo de lançamento: 1 ação padrão
    Alcance: Pessoal
    Alvo: você
    Duração: 1 minuto
    Você transforma uma das suas mãos em um poderoso punho de pedra viva, ganhando um bônus de melhoria de +6 em Força para fins de ataques, luta, cheques de aguarrar ou quebra e esmagamento. Além disso, você ganha a habilidade de fazer um ataque natural como uma ação padrão, dando 1d6 pontos de dano mais sua nova força bônus (ou 1-1 / 2 vezes sua força bônus se você não fizer nenhum outro ataque essa rodada). Você pode fazer o
    ataque como um ataque secundário natural com a penalidade normal de –5 (ou –2 penalidade se você tiver o Talento Multiattack;  veja a página 304 do monstro Manual) como parte de uma ação de ataque total.
    No entanto, você não pode ganhar mais do que um ataque de pancada por rodada com este soletrar devido a um bônus de ataque de base alta (+6 ou superior). Seu punho não sofre alterações
    tamanho ou forma, permanecendo como é, flexível como seria normalmente sob o efeito da magia.
    Componente Material: Um seixo inscrito com um design estilizado.
    raviollius
    Investigador
    raviollius
    Investigador

    Mensagens : 59
    Reputação : 3

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por raviollius em Sab 25 Maio 2019 - 11:03

    Em poucos momentos, a situação havia se deteriorado: o forte golpe do bárbaro contra o elemental fora respondido por duas pancadas terríveis, estas que chegaram a tremer as paredes de pedra da mansão. E de alguma forma impossível Tal'buz ainda estava em pé. Severamente ferido e prestes a se tornar uma mancha no chão, sim, mas em pé.
    Nada pôde nos parar até agora,
    Não será dessa vez que iremos cair!
    Ele vai morrer. A observação fora espontânea, quase clínica. Elementais não eram um inimigo a se subestimar - lembrava vagamente de Davos lhe ensinando que seu tamanho era diretamente proporcional ao estrago que causavam. Vendo o resultado com os próprios olhos, ele tinha que concordar. Mochila mais uma vez em mãos, o mago procurava o pergaminho que guardava para emergências: duvidava que os demais seriam capazes de sobreviver aos ataques da criatura após o meio-orc cair. Pelo menos este último ganharia tempo pra ele invocar seu substituto.
    NÓS VAMOS VENCER!!!
    Suas mãos tremiam, se recordando da exploração do mausoléu próximo à sua vila - e de uma enorme garra branca atravessando o peito de Kaden, a luz deixando os olhos do guerreiro que segurava o monstro enquanto os demais fugiam. Era irônico que Galadon se via invocando o mesmo monstro ali, numa situação tão similar. Para enfrentar algo pior. Sentia uma pontada de culpa por considerar Tal'buz como morto, mas o mago não via uma foma de salvá-lo: as magias que preparara não eram úteis para aquela situação, e já usara a sua varinha-
    Acreditem em suas capacidades,
    Somos fortes, somos especiais,
    A varinha! Galadon puxou a varinha de Imagem Silenciosa com estranho entusiasmo. Talvez pudesse ganhar tempo com a tal, mas ainda precisaria do pergaminho o mais rápido possível. Tomando a decisão num instante, moveu-se em direção à sala enquanto chamava o companheiro mais próximo: Kvothe! Rápido, pegue o porta-pergaminho negro! gritou, sinalizando a própria mochila com uma varinha enquanto se concentrava na outra, apontada entre o bárbaro e o elemental. O timing da ilusão era a parte crucial de seu plano. Tal'buz, pra trás!
    Nosso destino é a vitória!
    NÓS VAMOS VENCER!!!
    Ação Preparada:
    No momento que o Bárbaro se deslocar, conjurar Imagem Silenciosa ocupando os quadrados P6 e O6 do chão até o teto. Do lado do elemental, a ilusão é idêntica à parede do quarto. Do outro lado, porém, parece uma folha de pergaminho 3mx3m em pé com as palavras "PAREDE ILUSÓRIA" repetidas sobre sua extensão.
    ______________
    OFF:
    Spoiler:

    Puxar a Varinha de Imagem Silenciosa(ação de movimento), passo de ajuste para L5(livre), preparar ação(Padrão).

    Conjurando Imagem Silenciosa a partir da varinha(19->18 cargas)

    Silent Image
    Illusion (Figment)
    Level: Brd 1, Sor/Wiz 1
    Components: V, S, F
    Casting Time: 1 standard action
    Range: Long (400 ft. + 40 ft./level)
    Effect: Visual figment that cannot extend beyond four 10-ft. cubes + one 10-ft. cube/level (S)
    Duration: Concentration
    Saving Throw: Will disbelief (if interacted with)
    Spell Resistance: No
    This spell creates the visual illusion of an object, creature, or force, as visualized by you. The illusion does not create sound, smell, texture, or temperature. You can move the image within the limits of the size of the effect.

    http://www.d20srd.org/srd/combat/specialInitiativeActions.htm#ready

    Norox
    Tecnocrata
    Norox
    Tecnocrata

    Mensagens : 344
    Reputação : 14

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Norox em Sab 25 Maio 2019 - 16:52

    Após seu ataque bem sucedido Ta'burz se sentiu confiante, o golpe pegou em cheio e ele estava pronto para outra. Seus amigos também pareciam mais confiantes e, no momento em que o Bardo começou a cantar, o Bárbaro sorriu timidamente.

    "Não acredito que vou concordar com isso... Mas cante cabeça de fósforo, cante pois esse monstro vai cair."

    Mas a vida não era assim, ela nos prega muitas peças. Logo após o ataque da Bruxa na criatura, veio o culpe que jogaria ao chão não só o Bárbaro, mas também a confiança que segundos atrás tinha inflamado o peito de todos os presentes. O Homem-D'água não era tolo, levar uma pancada do bárbaro só poderia ser respondido de uma forma: Ataques.

    Os dois golpes vieram de cima para baixo, aquelas mãos enormes e pesadas feitas de água, mas que batiam como se fossem pedra. Golpes secos, rápidos e muito poderosos.

    BLAM-BLAM

    As paredes tremeram, Ta'burz caiu sobre um joelho, olhares espantados o observavam e a própria visão do Bárbaro começava a ficar turva.

    Galadon escreveu:Tal'buz, pra trás!

    Eco escreveu:Ta'burz Ta'burz Ta'burz... pra trás pra trás pra trás!! Ta'burz Ta'burz Ta'burz!! Ta'burz Ta'burz Ta'burz??

    Flashback:
    - Ta'burz? - A doce voz feminina chamou. - Ta'burz, meu amor. Está na hora.

    O Grandalhão murmurou aluma coisa inaudível e abriu os olhos. Estava deitado em um quarto aconchegante, piso de madeira, paredes de alvenaria, lareira ligada, um armário de madeira escura, a cama do mesmo material cheias de peles que cobriam o Homem e ela, a humana mais bela de todas, de pé ao lado da cama, com seus longos cabelos vermelhos e encaracolados, seus olhos verdes, pele branca e o sorriso que só ela tinha.

    O Grandalhão se espreguiçou e, sorrindo, pegou na mão de Michele.

    - Estou no céu? - Perguntou.

    - Vai estar se não levantar dessa cama agora! - Respondeu a mulher com um sorriso desafiador no rosto. Começava a puxar as peles para descobrir o Meio-Orc. - Anda... Você não pode ficar o dia todo dormindo. Até parece que enfrentou um exército ontem para estar tão cansado assim.

    - Ahahaha... - Ele riu e sentou na cama. - De certa forma você tem razão, meu exército...

    Crohar a encarou sabendo que ela havia entendido. Sorridente e um pouco sem graça, Michele já dobrava os lençóis.

    - Pois bem, - Ela o encarou de volta de uma forma ameaçadora e, céus, como ela ficava linda assim. - Se você não quer enfrentar o seu exército de uma forma muito diferente que ontem... Trate de levantar. A plantação não crescerá sozinha!

    Ela dá as costas e se retira do quarto, deixando o Meio-Orc sozinho.

    A visão turva do Meio-Orc fez ele bambear desequilibrado quando ficou novamente de pé, seu corpo já não respondia como antes, mas ainda assim sua vontade o deixava de pé. Ou seria sua estupidez?

    Seu coração bombeava sangue como nunca, seus músculos ainda estavam trincados, sua pele avermelhada e sua fúria a todo vapor. Não queria morrer, não podia morrer, não agora, ainda precisava vingar sua família, mas se aquela fosse sua hora, então que caísse lutando como um Bárbaro, não como um covarde.

    - RRAAAAAHHH!!! - Urrou.

    E juntando toda sua força restante, experimentou devolver os golpes do Elemental de Água da mesma forma com que ele batera, de ima para baixo.

    Após o ataque, Ta'Burz dá uma passo vacilante para trás, cai sobre um joelho e, murmurando para aqueles que estivessem por perto, fala.

    - Pessoal eu....... Não estou muito bem....

    A tontura o pega de uma forma que ele já não conseguia ficar mais de pé, seus músculos rígidos como rocha e seu coração bombeando sangue fora do normal era a única coisa que o mantinha ainda acordado.

    E com sua visão turva, ela a viu, cabelos longos e ruivos, olhando para ele, estendendo uma das mãos e tudo ficou preto. O Grandalhão cai desacordado no chão.

    Off:
    Ação do meu Personagem:
    - Ataque no Elemental de Água com Perícia Ataque Poderoso.
    - Dar um passo de ajuste para trás (Esquerda do mapa), ocupando os espaços O4, O5, P4 e P5.
    - Desativar a Fúria.
    Descrição de Todas as Habilidades:
    Fúria - Página 23 do Livro do Jogador:
    Fúria (Ext): Um bárbaro é capaz de mergulhar em uma fúria sanguinária uma determinada quantidade de vezes a cada dia. Enquanto estiver em fúria, ele adquire força e resistência fenomenais, mas se torna inconseqüente e menos capaz de defender a si mesmo. O personagem recebe, temporariamente, +4 de bônus de Força e Constituição e +2 de bônus de moral nos testes de resistência de Vontade, mas sofre -2 de penalidade na Classe de Armadura.
    A alteração da Constituição aumenta a quantidade de pontos de vida do bárbaro em 2 pontos por nível, mas esses pontos de vida desaparecem quando a fúria terminar e o valor de Constituição do personagem voltar ao normal (esses pontos de vida adicionais não são eliminados primeiro, de forma semelhante aos pontos de vida temporários; consulte Pontos de Vida Temporários). Enquanto estiver em fúria, um bárbaro não conseguirá utilizar nenhuma perícia baseada em Carisma, Destreza ou Inteligência (exceto Equilíbrio, Arte da Fuga, Intimidação e Cavalgar), a perícia Concentração, nem qualquer habilidade que exija paciência ou concentração. Ele também não pode conjurar magias ou utilizar itens mágicos acionados com palavras de comando, gatilhos de magia (como uma varinha) ou complementos de magia (como um pergaminho). Um bárbaro em fúria será capaz de usar qualquer talento que tenha, exceto Especialização em Combate, talentos de criação de itens ou metamágicos. A fúria permanece ativa durante uma quantidade de rodadas equivalente a 3 + o modificador de Constituição (recém-ajustado) do personagem. O bárbaro consegue terminar sua fúria prematuramente. Quando voltar ao normal, o bárbaro perderá os modificadores e restrições relacionadas com a fúria e ficará exausto (-2 de Força, -2 de Destreza, incapaz de correr) durante o resto do combate (a menos que seja um bárbaro de 17° nível, quando essa limitação não se aplica mais; veja a seguir).
    O bárbaro somente poderá entrar em fúria uma vez por combate. No 1° nível, ele consegue ativar essa habilidade uma vez a cada dia. No 4° nível, e a cada 4 níveis subseqüentes, ele poderá ativá-la uma vez adicional por dia (limitado a 6 vezes por dia no 20° nível). Acionar a fúria não consome tempo, mas o bárbaro apenas será capaz de fazê-lo durante sua ação (veja Iniciativa), nunca em resposta a uma ação alheia. Por exemplo, um bárbaro não poderia ativar a fúria depois de ser atingido por uma flecha, para aproveitar os pontos de vida adicionais do aumento de Constituição; no entanto, esses pontos de vida o beneficiariam caso já estivesse em fúria na rodada anterior e então fosse alvejado.

    Resumindo:
    +4 de Força
    +4 de Constituição
    +2 em Testes de Vontade
    -2 na CA
    +8 de Vida (+2 por Nível)

    Duração: 8 Rodadas (3 + 5 [Modificador de Constituição recém-ajustado])
    Rodadas Restantes: 7
    Ataque Poderoso - Página 78 do Livro do Jogador:
    ATAQUE PODEROSO [Geral]

    O personagem é capaz de realizar ataques corporais excepcionalmente poderosos.
    Pré-requisito: For 13.

    Benefício: Durante a ação de seu personagem, mas antes de realizar as jogadas de ataque, é possível subtrair um valor de todas as jogadas de ataque e adicioná-lo a todas as jogadas de dano. Esse valor não pode exceder seu bônus base de ataque. As alterações no ataque e no dano continuam válidas até seu próximo turno, inclusive para ataques de oportunidade.

    Especial: Quando estiver atacando com uma arma de duas mãos ou de uma única mão empunhada com as duas mãos, o valor adicionado ao dano será o dobro do valor subtraído da jogada de ataque. O bônus concedido por este talento não se aplica ao dano causado por armas leves (exceto para ataques desarmados e armas naturais), mas a penalidade se aplica normalmente (em geral, considera-se que uma arma dupla é uma arma de uma única mão e outra leve. Elas podem ser usadas como armas de duas mãos caso o personagem ataque com apenas uma extremidade a cada rodada. Neste caso, elas são consideradas armas de duas mãos).

    Especial: Um guerreiro pode escolher Ataque Poderoso como um de seus talentos adicionais.
    Inspirar Coragem - Página 26 do Livro do Jogador:
    Inspirar Coragem (Sob): Um bardo com 3 graduações em Atuação é capaz de usar sua música ou poesia para inspirar coragem em seus aliados (incluindo o próprio bardo), amparando-os contra o medo e aprimorando suas habilidades de combate. Para ser afetado, o aliado precisa ouvir o bardo cantar. O efeito permanece ativo enquanto a atuação do bardo continuar e 5 rodadas depois que ela terminar. Os aliados afetados recebem +1 de bônus de moral nos testes de resistência contra efeitos de Encantamento e medo e +1 de bônus de moral nas jogadas de ataque e dano com armas. No 8° nível, e a cada seis níveis de bardo subseqüentes, esse bônus aumenta em 1 ponto (+2 no 8° nível, +3 no 14° nível e +4 no 20°). Inspirar coragem é um efeito de ação mental.
    Aumentar Pessoa - Página 176 do Livro do Jogador:
    Aumentar Pessoa
    Transmutação
    Nível: Fet/Mag 1, Força 1
    Componentes: V, G, M
    Tempo de Execução: 1 rodada
    Alcance: Curto (7,5 m + 1,5 m/2 níveis)
    Alvo: 1 humanóide
    Duração: 1 min,/nível (D)
    Teste de Resistência: Fortitude anula
    Resistência à Magia: Sim

    Esta magia aumenta instantaneamente uma criatura, dobrando sua altura e multiplicando seu peso por 8. Este aumento aumenta em uma categoria o tamanho da criatura. Ela recebe +2 de bônus de tamanho na Força, -2 de penalidade na Destreza (mínimo de 1) e -1 de penalidade nas jogadas de ataque e CA devido ao tamanho.

    Um humanóide Grande ocupa um espaço de 3 m e tem alcance natural de 3 m. Esta magia não altera o deslocamento do alvo. Caso não haja espaço para que a criatura dobre de tamanho, ela atingira o crescimento máximo permitido e poderá realizar um teste de Força (com seu valor de Força recém alterado pela magia) para remover quaisquer barreiras que estejam impedindo seu crescimento.

    Caso fracasse neste teste, ela encolhe sem sofrer dano por esmagamento – esta magia não pode ser usada para esmagar uma criatura aumentando seu tamanho.

    Todo equipamento usado ou carregado pela criatura também é afetado de maneira similar pela magia. As armas brancas e de disparo afetadas pela magia causam mais dano (Tabela 2-2 no Livro do Mestre). Outras propriedades mágicas não são afetadas por esta magia. Qualquer item aumentado que seja largado pelo alvo retorna ao seu tamanho normal (incluindo armas de disparo e arremesso). Isso significa que as armas de arremesso causarão dano normalmente (como se tivessem seu tamanho original), mas os projéteis causam dano conforme a arma que os disparou. As propriedades mágicas dos itens aumentados não são afetadas por esta magia – uma espada +1 aumentada ainda será apenas +1, uma varinha do tamanho de um bastão ainda será considerada uma varinha, uma poção tamanho gigante precisa ser consumida em quantidade maior para surtir o mesmo efeito, e assim por diante.

    Os diversos efeitos mágicos que aumentam o tamanho não se acumulam, o que significa, entre outras coisas, que é impossível usar uma segunda conjuração desta magia sobre uma criatura já aumentada para quadruplicar seu tamanho original.

    Aumentar pessoa serve de contramágica e dissipa reduzir pessoa.

    Esta magia pode se tornar permanentes através da magia permanência.

    Componente Matinal: Um punhado de pó de ferro.
    Informações do Ataque:
    Ataque: 1d20 +1 [Perícia Foco em Arma] +1 [Arma Mágica] +1 [Inspirar Coragem] +11 [Total de Bônus de Ataque Melee] -4 [Perícia Ataque Poderoso que será convertido em Dano em caso de acerto] = 1d20 +10

    Dano em caso de Acerto: 3d6 +1 [Arma Mágica] +1 [Inspirar Coragem] +8 [Modificador de Força] +4 [Metade do Modificador de Força devido à ataque com Arma de Duas Mãos] +8 [Perícia Ataque Poderoso com Arma de Duas Mãos] = 3d6 +22
    scorpion
    Tecnocrata
    scorpion
    Tecnocrata

    Mensagens : 477
    Reputação : 58

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por scorpion em Sab 25 Maio 2019 - 17:45

    A luta finalmente havia acabado... Depois de quase encontrar Grummsh, Tal'Burz deu um berro furioso e ergueu seu machado acima da cabeça, dando uma pancada tão forte no Elemental que o mesmo se partiu em dois! Água voou para todos os lados... a criatura não era agora mais do que uma massa inerte de água que alagou o chão inteiro, mas logo escorreu e infiltrou-se pelas divisórias em pedra.

    Quando ela caiu, três barulhos metálicos se fizeram... um deles muito mais baixo que o outro.

    O primeiro e o segundo eram de pulseiras metálicas. Aquelas pulseiras enormes, feitas em ouro e em algum metal azulado agora eram apenas douradas e o azulada enegrecia ao poucos, até se tornar negro como piche. O brilho dourado delas também sumia... Porém, a outra coisa que caía tratava-se de um objeto cilíndrico metálico, pouco em cobre e pouco em ouro, com partes douradas. Era pouco grande, não tendo mais do que 30cm... Em seu meio haviam 4 marcadores rúnicos que giravam (como aquelas trancas de malas modernas).

    Talburz estava mal... o meio-orc caía de carano chão e parecia respirar com muita dificuldade...

    Do outro lado, o pequeno halfling podia ver o que acontecia... (mas ninguém ainda havia notado o halfling).

    CERTO, PESSOAL... ESTOU ABRINDO PRA INTERPRETAÇÃO. ALGUMAS REGRAS....

    - Caso resolvam dormir:

    - Recuperar magias: 8h ININTERRUPTAS
    - Recuperar PVs: 8h ININTERRUPTAS recuperam nível x bônus de CON.
    - Se alguém for fazer cuidados médicos, este alguém NÃO poderá dormir, mas pode rolar CURA CD 12 para 1 aliado para cada GRADUAÇÃO em cura... Os que ele passar a CD, recuperam o DOBRO. Não é preciso kit médico, pois ninguém está sangrando... compressas quentes e gelo nos hematomas resolvem isso.
    - Se forem fazer algum tipo de ronda, ou montar guarda, quero os detalhes de quem fica a cada hora.
    - Quem for dormir pode interpretar? PODE! Eu vou sugerir que vocês descansarão 10h, então todos terão ao menos 2h pra fazer coisas como procurar, montar armadilhas, cozinhar, tagarelar, etc...
    - Posts livres, mas sem flood...
    Artorias
    Troubleshooter
    Artorias
    Troubleshooter

    Mensagens : 804
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Artorias em Sab 25 Maio 2019 - 18:04

    Kvothe

    "O Cabelo de Fogo"


    – Não acredito, nós vencemos!!!!!! – grito em comemoração.

    [...]

    Ouço o barulho das coisas caindo do elemental e sigo curioso para ver se é algo que poderia me interessar.


    OFF:


    O que tem de bom aí? Hehe

    Meu post é curto, pois estou na rua mexendo no celular.

    Sandinus
    Wyrm
    Sandinus
    Wyrm

    Mensagens : 9017
    Reputação : 59
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Sandinus em Sab 25 Maio 2019 - 18:09

    Após a cura feita por ele Nalklyr observou todo o transcorrer do combate o avanço do Elemental, o crescimento de Tab'buz por parte do mago e finalmente o tão esperado golpe o plano do grupo funciona em parte mas parece funcionar o gigantesco meio-orc desce seu machado com tudo que tem, partindo o elemental em dois, naquele momento Naklyr já se preparava para comemorar, porém, a criatura junta suas duas parte para o contra-golpe em Tab'buz, ele cerra as duas mãos e desce com tudo que tinha contra o bárbaro o impacto foi avassalador.

    A energia propagou-se através do corpo do meio-orc e reverberou no quarto fazendo tudo tremer, Lysion nunca tinha visto tamanho poder e força bruta, naquele momento ele achava que seu companheiro ia cair, porém o meio-orc se mantém firme aguentando tamanho impacto, mas seu corpo fica do num estado deplorável, era visível que ele estava gravemente ferido, ele não aguentaria mais um ataque daqueles.

    Nãããão...ele não aguenta outro ataque desses!


    -Re-recue Tab'buz!


    O coração de Nalklyr acelera, sua respiração fica ofegante e seu olhos se arregalam num desespero, ele sequer presta atenção ao redor, seu foco era o bárbaro,
    ele deveria ser curado imediatamente. O meio-drow tinha se preocupado bastante porque ele foi um dos membros da equipe que ele mais se aproximou no começo, não só pelo seu jeito engraçado e truncado, mas pela sua situação como um mestiço igual a Nalklyr.

    O bárbaro não deu ouvidos, a adrenalina e foco estavam na criatura e pelo seu olhar ele queria trucida-la. Quando Nalklyr ameaçou se aproximar para cura-lo o bárbaro desce mais uma ataque tão ou mais poderosos do que o ultimo do elemental, ele parte a criatura em dois mais uma vez, porém ela não retorna a sua forma e vira um amontoado de água ao mesmo tempo que Tab'buz cai.

    - Pessoal eu....... Não estou muito bem....


    Num surto de velocidade Nalklyr ajoelha-se próximo ao bárbaro e faz dois toque em seu corpo com sua varinha de cura, tentando restabelecer a saúde do companheiro que foi um monstro em combate.

    -Vamos Tab'buz, Reaja!


    shamps
    Sacerdote de Cthulhu
    shamps
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2516
    Reputação : 161
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por shamps em Sab 25 Maio 2019 - 18:21





    A batalha corria furiosa com o bárbaro urrando e atingindo o monstrengo de água. A água se desfez e o bárbaro cambaleou para trás, tombando em seguida. Sob o olhar atento da elfa, era fácil notar que ele deu tudo de si como um guerreiro deveria fazer, o que a deixou orgulhosa. Mesmo feio como era, houve dignidade em seu ato. A queda do grandalhão deixou a elfa preocupada e sem prestar atenção às peças que caiam do monstro, ela correu até o corpo inerte de Tal’Burz. Ela largou a espada ao seu lado e tocou de leve, meio com medo ainda, mas preocupada, o corpo do meio-orc.

    - Por favor, não morra, senhor Tal’Burz... o senhor lutou bem... foi bravo – seus olhos dourados brilhavam com lágrimas que surgiam – por Corellon... mas o que eu estou falando? – ela pedia para Corellon pela vida de um meio-orc? Mas seu deus era um deus guerreiro e iria entender o pedido da jovem elfa que ainda estava caminhando na trilha da guerra.

    Ela percebeu que ele respirava, mas não sabia até quando ele aguentaria. Ella olhou suplicante para os outros.

    - Ajudem ele, por favor! Eu não sei o que fazer.

    Nesse instante, o druida se aproxima rapidamente dele, empunhando uma varinha na direção do corpanzil do bárbaro. Lin então se afasta para que ele pudesse fazer seu trabalho e procura limpar suas lágrimas depressa e vira de costas para que ninguém notasse.



    Claude Speedy
    Garou de Posto Cinco
    Claude Speedy
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2156
    Reputação : 49

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Claude Speedy em Sab 25 Maio 2019 - 18:22

    Jack soca o baú com a manopla coberta de pedras, até esse quebrar... Fica pensativo sobre o golpe que levou e no quanto gostaria de usar esse punho na cara do maldito clérigo e sua namorada ladina que prepararam aquela arapuca. Ele também fica bem preocupado com as crianças... Ele sempre foi alertado que aqueles que cultuam essas falsas religiões tendem sempre a serem levianos. Agora que finalmente estava começando a se dar bem com o bárbaro...

    Em um ataque de raiva, o Trapaceiro sem pensar muito bem e acreditando que não há armadilhas no baú, ele golpeia... Naquele momento só vê o ar se empesteando com um gás...
    Obsservador
    Mutante
    Obsservador
    Mutante

    Mensagens : 517
    Reputação : 15

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Obsservador em Sab 25 Maio 2019 - 20:25

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 C4af437a8b4cfda44abd6df9d100e3b2


    George assiste toda a cena com entusiasmo, era uma luta brutal aquela que o meio-orc gigante travava com o elemental. A cada golpe estrondoso o halfling se encolhia. Após ver o meio-orc dar o golpe final no elemental o pequenino não se contem e aplaude entusiasmado enquanto se aproxima..
    --Bravo! Bravo! Mas que lu...
    Antes que conseguisse terminar a frase o meio-orc despenca e... diminui de tamanho? Isso deixa o clérigo curioso.
    Ele continua a se aproximar.
    Então começa a ouvir vozes de desespero, algumas pedindo ajuda, outras pedindo para darem espaço.
    O pequenino apressa o passo e se adiante para ajudar.
    Valia apena ajudar o meio-orc, ele tinha acabado de lhe presentear com um belo de um combate
    --Deem licença, se quiserem vê-lo sobreviver!

    OFF
    Há quem assista a cena um pequeno halfling de pouco mais de meio-metro com uma barriga protuberante e vestindo armadura completa se aproxima do grupo. Ele pisa leve mas a armadura faz um barulho desgraçado de alto. Possui consigo diversos equipamentos e uma mochila carregada às costas (vide imagem)

    Imagem:

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 C4af437a8b4cfda44abd6df9d100e3b2



    Ficha:

    OFF:

    O pequenino se desloca pelo corredor até próximo do meio-orc deitado (acredito que O6).
    Vai lançar uma cura nv 02 no meio-orc também, pra auxiliar o mesmo.
    scorpion
    Tecnocrata
    scorpion
    Tecnocrata

    Mensagens : 477
    Reputação : 58

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por scorpion em Dom 26 Maio 2019 - 0:34

    QUando todos menos esperam, Jack dá um murro na tranca do baú... Talburz acabava de recobrar a consciência, quando uma explosão, seguida de um "TSSSS" vem de onde Jack está. O quarto rapidamente é tomado por um gás esverdeado.... fica muito difícil de ver lá...

    Talbu'rz desmaia de novo, assim como Jack cai de cara no chão. Os outros, com exceção de Rachel, Galladon - que não estava no quarto - e Nalkyr começam a vomitar muito e a se sentir muito mal com aquele odor putrido e venenoso.

    É quando o pequeno halfling que se apresentava se aproximava e pedia ao seu Deus que curasse os ferimentos do orc. Uma energia clara sai de suas mãos e Talbu'rz começava a acordar de novo.

    [Off]: @Observador , você deve me informar que magia cancelou na sua lista pra poder usar a cura no Bárbaro.
    Sandinus
    Wyrm
    Sandinus
    Wyrm

    Mensagens : 9017
    Reputação : 59
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Sandinus em Dom 26 Maio 2019 - 1:01

    Quando finalmente Nalklyr consegue acordar o bárbaro com sua magia um som de algo quebrando é ouvido, o meio-drow sequer tinha se atentado a Jack arrombando o baú pois estava focado em salvar o meio-orc, então um chiado veio em seguida. O primeiro a se atingido foi o proprio Jack que caiu de cara no chão.

    Então um a um o grupo todo é afetado, o meior orc mal tinha abrido seus olhos e já caiu desacordado de novo. Para sorte de Nalklyr ele consegue tapar rapidamente sua boca. Shivra e Tufo por sua vez saíram rapidamente debaixo da cama, ambos foram até o teto evitando serem mais afetados, porém o gás se espalha e mesmo mais fraco atinge os dois. Tufo despenca, mas logo bate suas asas tonto e cai na cama vomitando as frutas que tinha comido mais cedo.

    Shivra também sente, mas foi rápida o suficiente para pregar sua teia no teto, sendo segura quando despencou devido as náuseas.

    Em poucos segundos o gás se dissipa, Nalklyr só tem tempo de tirar a camisa de sua boca, virar-se para trás e vomitar na parede evitando vomitar o bárbaro. Ainda atordoado o druida olha a situação do grupo que estava crítica, ele cata sua varinha no chão mas tudo ainda girava e ele via três delas, tateando sem sucesso. Então de súbito um hafling vem do banheiro e toca o corpo do de Tab'uz, fazendo-o abrir o olho novamente.


    -Qu...quem é vo..você?

    Edu
    Wyrm
    Edu
    Wyrm

    Mensagens : 7576
    Reputação : 113

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Edu em Dom 26 Maio 2019 - 1:38

    Rachel senti uma faisca de raiva surgir no seu coração quando ela erra o seu ataque no elemental que tinha acordado. Sentimento esse que é logo substituído pelo espanto e preocupação com o golpe que o Barbaro levou do monstro, mas novamente a sensação se transforma em surpresa e alegria com o surpreendente ataque do meio orc na criatura de água.

    Seu coração para quando o grandalhão cai, mais uma ação inconsequente sua tinha custado vidas dos seus companheiros, vide Ublyn, mas o alivio vem logo quando o druida Nalklyr cura o bárbaro. Ela respira fundo e relaxa pensando que tudo tinha acabando bem, mas em uma questão de meio segundo ou menos vem um som de uma explosão seguido de um cheiro muito ruim.

    Bota a mão nas suas narinas e olha ao redor questionando:

    - Mas que cheiro é esse?

    Tosse um pouco enquanto observa e vê Jack caído. Imediatamente vai até ele puxa a sua varinha e o cura para depois disparar pelo quarto entrar na sala subir na parede da escada e ir que nem uma aranha até a porta de obsidiana. Ela sobe até o teto para evitar o acido jogado pela cabeça e começa a bater na porta com raiva e grita:

    - Eu sei que você está ai!!! Nâo sei o que você pensa que está fazendo, mas não está ajudando ninguém. A sua covardia tá prejudicando aqueles que lutam contra os que te perseguem e só faz os seus inimigos mais fortes. Está cometendo uma burrice.
    Obsservador
    Mutante
    Obsservador
    Mutante

    Mensagens : 517
    Reputação : 15

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Obsservador em Dom 26 Maio 2019 - 8:45

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 C4af437a8b4cfda44abd6df9d100e3b2

    Ao entrar na sala o pequenino halfling George Mayhew franze o cenho e tampa o nariz com cara de nojo
    --Pelos deuses, mas que fedor! Quem foi que exagerou na couve aqui?

    O halfling vê diversas pessoas das mais diferentes raças e estilos reunidos em um grupo um tanto quanto peculiar.
    Alguns vomitavam, outros caíam ao chão. O pequenino só podia pensar que estavam exaustos devido ao combate com o elemental.
    E o mal cheiro, apesar de se dispersar aos poucos não ajudava em nada.

    Um elfo negro lhe dirige a palavra, "Quem é você ele pergunta"
    --George Mayhew, ao seu dispor senhor elfo negro... e vocês? O que fazem na mansão do Senhor Angus Stonehard?

    Alguém bate na porta lá em cima, gritando ao que parece ao mago anão em bravura. O pequenino apenas diz:
    --Acho que seu amigo esta perdendo tempo lá em cima.



    Ficha:

    OFF:

    Tinha marcado só na ficha, malz. Modifiquei uma magia de segundo circulo: Esplendor da Águia (marquei ela na ficha com um x de gasto)
    Norox
    Tecnocrata
    Norox
    Tecnocrata

    Mensagens : 344
    Reputação : 14

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Norox em Dom 26 Maio 2019 - 14:45

    Ta'Burz conseguia se lembrar de algumas vozes em sua cabeça, bem ao longe ouviu a alegria na voz de Kvothe, a preocupação no tom de Nalklyr e até Lin parecia estar sentida, mas não conseguiu entender o que diziam. O Meio-Orc se viu caindo suavemente em um precipício escuro, se afastando cada vez mais daquelas vozes preocupadas, deixando seus amigos para trás. E naquele estado, sozinho e precipitando no eterno limbo, sorriu ao lembrar dos companheiros que havia conhecido dias atrás.

    "Tolos... Não chorem pelo guerreiro caído, sorriem por ele ter caído com honra!"

    "Eles não vou chorar..." A voz invadiu sua cabeça, aquela voz doce e serena que só uma pessoa na terra possuía.

    "Michele?"

    A mulher materializou-se bem à sua frente com roupas brancas, seus cabelos vermelhos soltos e esvoaçantes ao vento, a pele mais clara e brilhante que o normal, os olhos verdes o encarando e seu sorriso típico.

    "Meu amor, eles não vão chorar sua morte." A voz da mulher invadiu sua cabeça sem que ela mexesse a boca. "Não está na sua hora, lembre-se do que você ainda tem que fazer."

    "Michele?? Michele!!"

    O Grandalhão abriu os olhos e murmurou.

    - Michele!?

    Mas quem ele viu foi o Meio-Drow o encarando e Lin de costas em um canto. Confuso, o Bárbaro abriu a boca para perguntar o que estava acontecendo quando uma explosão bem próxima jogou um gás esverdeado por todo o quarto o fazendo apagar novamente.

    E pela segunda vez em poucos segundos, Ta'Burz caia no vazio eterno.

    "Michele!!" Chamou já procurando sua amada. "Michele!!"

    E pela segunda vez, ela materializou-se bem na sua frente. Seu sorriso era maior do que antes.

    "Droga Ta'Burz." A voz da mulher na cabeça do Bárbaro era alegre, descontraída. "Assim vou ficar mal acostumada, será que você pode voltar para eles logo?"

    Ela riu na cabeça do Grandalhão. Mas como se não estivesse prestado atenção, o Meio-Orc perguntou seco e sério.

    "Aonde está meu filho? Cadê Nícolas? Quero vê-lo!!"

    A ruiva, que estava sorridente, ficou séria, de uma forma que Ta'burz nunca tinha visto antes, encarou Crohar como se enxergasse através dele e estendeu um dos braços em sua direção com a palma da mão aberta.

    "Vá!!"

    O solavanco que a mulher deu em seu peito foi de uma força sobrenatural e avassaladora, como se empurrasse sua alma para muito longe dali. Tato que o Meio-Orc acordou pela segunda vez dando também um solavanco para frente e, sentindo sua barriga doer, virou-se para o lado e botou tudo o que tinha no estômago para fora.

    - Cof-Cof... - Tossiu limpando a garganta. - Mas que merda... - E vendo um Halfling totalmente desconhecido próximo à ele, perguntou quase que ao mesmo tempo que Nalklyr - Quem diabos é você?

    O Grandalhão se senta com certa dificuldade.

    George escreveu:--George Mayhew, ao seu dispor senhor elfo negro... e vocês? O que fazem na mansão do Senhor Angus Stonehard?

    - Não diga Nalklyr!! - Falou o Meio-Orc mal humorado. - Não sabemos se este é um Zhentarin infiltrado. E o que o Jack está fazendo ali no canto? - Ta'Burz olha confuso pra o Ladrão Arcano que estava caído no chão.

    Referências:
    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Tumblr_pr8008mZfQ1rwxoyco2_500
    Conteúdo patrocinado


    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 9 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 18 Nov 2019 - 11:27