Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Norox
    Tecnocrata
    Norox
    Tecnocrata

    Mensagens : 341
    Reputação : 14

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Norox em Sex Maio 03, 2019 2:59 pm

    Ta'burz estava no canto, curvado para frente, com as mãos apoiadas nos joelhos e seu machado apoiado ao lado. Respirava fundo, cansado, se recuperando do esforço que acabaram de gastar contra duas cortinas e um tapete. Quando as risadas sádicas do Mago chegaram ao seus ouvidos, o Bárbaro apenas o encarou hesitante, com uma das sobrancelhas erguida, e a explicação dos objetos animados o fez ficar ainda mais desconfiado. Olhando para o lado, Crohar vê seu machado apoiado em um candelabro e, resmungando, ele pega sua arma com violência e se afasta, indo para perto dos outros.

    - Hunf...

    Todos tinham um olhar abalado, assustados com o que acabaram de presenciar, mas tinham que seguir seu caminho, deveriam encontrar logo o dono da casa.

    - Se ele não está em casa, de quem era a silhueta na janela do segundo andar? - Falou a esmo, para quem quisesse ouvir.

    E logo o Bardo e a Guerreira seguiam para as escadas.

    @Kvothe escreveu:– Avante, amigos! Vamos resolver de uma vez por todas para sairmos logo daqui!

    Lin escreveu:– hey vocês, deixem a cortina para lá, vamos subir.

    O Bárbaro então empunha seu machado e segue o grupo, ao passar pela Bruxa ele resmunga baixinho.

    - Hunf... Agradecer ninguém quer... - Não se referia à bruxa, isso era claro, tanto que seu olhar estava fixo nos outros. E aumentando a voz continua. - Vamos então!!
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    shamps
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2451
    Reputação : 158
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por shamps em Sex Maio 03, 2019 7:28 pm





    Ao ver Nalklyr rir das palavras dela, a elfa arregalou os olhos e ficou com cara de quem tenta entender o que acontece.

    - Isso se chama educação, algo que, pelo visto, já estou vendo que o senhor não tem. Me dirijo a pessoas estranhas e mais velhas com polidez. Vejo que é indigno da minha classe e educação, portanto, não perderei meu tempo “você” – e fez uma careta ao falar isso – ignorar-te-ei, seu velhaco.

    Ela sentiu uma imensa raiva dentro de si, mas foi distraída dela pelo despertar do mago, o que a alegrou bastante. Ela sorriu ao ver que ele se recuperava e ajudou-o a levantar-se.

    - Cuidado, senhor Galadon. Respire devagar e puxando o ar com força – ela amparava o mago quando ele começa a rir descompassadamente, deixando-a um pouco confusa e olhando-o com espanto – eeeerrrr... senhor Galad... ué... ele está maluco! Culpa sua, druida – e olha com braveza para Nalklyr – sua magia estragada deixou ele assim... calma senhor Galadon – ela não sabia o que fazer naquela situação estranha.

    Por fim ela deixa Galadon terminar de falar, todo aquele papo de mago cheio de complexidades, respira fundo e olha em volta, pensando em seus companheiros de viagem. Tinha alguém normal ali? Normal para ela queria dizer não-mago-não-conjurador-não-qualquer-coisa-que-soltasse-faíca-dos-dedos. Sério que só restava o meio-orc? Talvez Jack, mas ela não tinha certeza. Ela suspira profundamente e balança a cabeça.

    - Corellon Larethian, meu senhor... dai-me paciência, por que se me der força, eu quebro um – ela suplicou em seu idioma natal.

    Ela ouviu o comentário do bárbaro sobre o segundo andar e ponderou.

    - Depois de cortinas animadas, quem sabe não seja um boneco animado! – ela se indignou ao imaginar aquilo.



    scorpion
    Tecnocrata
    scorpion
    Tecnocrata

    Mensagens : 457
    Reputação : 55

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por scorpion em Sab Maio 04, 2019 1:57 am

    Os heróis então resolveram deixar as cortinas em paz... Então, alguns deles (considerei o Bardo, mas se mais alguém subiu, pode se considerar lá em cima) subiram as escadas, que eram forradas por um tapete meio acarpetado e muito bem acabado. Eram muitos degraus... a escadaria subia reta e fazia uma curva para a esquerda e depois se alinhava novamente com mais degraus... o segundo andar deveria ficar há 4,5m do chão. Quando se chegava ao topo, os heróis poderiam ver um corredor de paredes brancas, mas com alicerces de madeira. Era um corredor não muito longo... deveria ter por volta de 7m de comprimento. O chão era feito em madeira lisa e haviam diversos quadros nas paredes, todos de anões... mas eram anões diferentes do que estava no grande quadro lá embaixo, porém, estes não tinham nomes embaixo.

    Indo até o fim do corredor, podia-se ver uma grande porta dupla de pedra obsidiana. A maçaneta era em algum metal precioso... talvez platina e muito bem ornada. Porém, o que mais chamava a atenção naquela porta não era aquilo. Quando os heróis se aproximaram, eles podiam ver que runas em torno da porta, em sua estrutura de pedra se acendiam numa coloração azulada e muito brilhante... tão brilhante que tendia ao branco. Os heróis mais inteligentes (INT 15 ou mais) sabiam que aquelas runas estavam escritas no dialeto dos Anões (se alguém tiver este dialeto na ficha, me avise que saberá o que está escrito), porém, os conjuradores arcanos podiam sentir que havia magia naquela porta.... Uma magia forte!

    No centro da porta, uma espécie de cabeça de pedra, do tamanho de um escudo grande estava esculpido (como aquelas aldravas antigas para se bater em uma porta)... Quando as runas terminaram de se acender, os olhos desta cabeça se acenderam e ela se moveu com dificuldade, fazendo um barulho rangente de pedra. Ela falou numa voz grossa que ecoou pelo pequeno corredor.

    Cabeça: Barak SUnan Damijin Haad Jaggar'l!

    Era um idioma estranho para a maioria dos heróis (se alguém falar anão, saberá o que ela disse).
    Claude Speedy
    Garou de Posto Cinco
    Claude Speedy
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2134
    Reputação : 49

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Claude Speedy em Sab Maio 04, 2019 7:47 am

    -Hummm... Isso não é o tipo de Arte com a qual eu mexeria... Talvez Galadon ou Kvothe possam entender melhor isso...

    Por um momento o Trapaceiro procura armadilhas, amaldiçoando o fato da Elfa não ter sido aplicada também nas artes arcanas. Pois se o druida se sentia com 50 anos ao ser chamado de senhor, isso seria só metade do tempo que ela usaria estudando... Ele se arrependia de muitas coisas naquele momento.
    Edu
    Wyrm
    Edu
    Wyrm

    Mensagens : 7523
    Reputação : 93

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Edu em Sab Maio 04, 2019 3:40 pm

    A bruxa subiu andando de forma devagar seguindo os outros, procurou ficar por ultimo no grupo observando bem o que vinha atrás caso algum móvel a mais ganhava vida.

    Chegando na porta no segunda andar ela olha frustada sem entender nada.

    - Não tenho a menor ideia do que significa as runas e muito menos o que cabeça fala. Tem alguma ideia mago? - diz se virando para Galadon - A proposito estou te devendo 2 moedas de ouro pela aposta - termina dizendo rindo.
    Sandinus
    Wyrm
    Sandinus
    Wyrm

    Mensagens : 8542
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Sandinus em Sab Maio 04, 2019 4:52 pm

    Nalklyr segue o grupo, ele não parava de sorri com as ações de Lin, não de deboche, mas sim era um característica inata a moça que aguardava muito o druida. Inicialmente ele não diz nada com as palavas dela, mas quando ela sobe as escadas e passando a fren te do Druida ele sussurra no ouvido dela:

    -Fique a vontade para seguir a frente, vovó... Você provavelmente deve ser bem mais velha do que eu, apesar de não parecer nem um pouco...

    Ele segura um sorriso e olha para seu ombro. Shivra estava lá, encarando a Elfa impassível.

    "Eu sei no que você esta pensando Shivra...contenha-se ela não é ameaça para nós..."

    Ele segue o grupo cautelosamente, Nalklyr observa atento em todas as direções, até chegarem a porta que começa a emitir runas estranhas.

    -Não tenho ideia do que está escrito aí, mas acho que não preciso dizer até aos leigos em magia, que tem algo forte e mágico aí. O significado, eu não sei, alguém entende?
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    shamps
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2451
    Reputação : 158
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por shamps em Sab Maio 04, 2019 8:00 pm





    Seguindo o bardo, Lin subia as escadas calmamente, até onde era possível estar calma numa situação como aquelas, e olhou uma vez para trás para ver se os outros os seguiriam. Por sorte a maioria se moveu rumo à escada.
    Ao que tudo indicava a escadaria era enorme e Lin seguia tranquilamente observando a beleza do local, os tapetes, os quadros, tudo era ricamente detalhado e o olhar apurado da elfa deixava isso evidente. Aparentemente era tudo anão. Curioso que ela não tinha familiaridade com obras anãs e se impressionou com a capacidade de fazer coisas bonitas. Ela murmurava em élfico palavras de admiração. A sociedade em que vivia era muito fechada e pouco tinha interesse nas coisas externas às suas muralhas naturais. Ela tinha herdado de seu avô a vontade de explorar o que tinha do outro lado das montanhas de Evereska.
    O corredor chegava ao fim e Lin passava à frente dos demais e pode ouvir um comentário vindo de Nalklyr, que a deixou confusa. Por que ele a chamou de vovó se ela era tão jovem, recém passada pela cerimonia de maioridade. Não fazia o menor sentido. Seria que o vergão do ataque a deixou com cara de velha? E que audácia ele se aproximar dela assim, ela levou a mão até a orelha, não acreditando que ele tinha feito aquilo.

    - Eu nunca lhe dei informação sobre minha idade, seu maluco! Eu sou jovem! – sua vontade era de dar um chute nele, mas respirou fundo e conteve-se. Então ela espera Rachel se aproximar e pergunta baixinho para ela:

    - Senhorita Rachel, meu rosto está muito feio? – ela parecia preocupada – a marca, quero dizer... é só um vermelhidão, não é mesmo? – Rachel era uma humana muito bonita e era certo que ela deveria entender dessas coisas – er... me desculpe te amolar com essas coisas – pareceu envergonhada e sem jeito.

    Logo estavam de fronte à porta principal do segundo andar e ela se admirou com a beleza do umbral, uma beleza perigosa. Runas que ela não sabia o significado e uma cabeça esculpida que recitava uma magia ou feitiço, ela não sabia dizer. Minhyukllin se dedicou demais à arte da espada negligenciando assim seus estudos acadêmicos, e agora aquela falha poderia pô-la em risco. Não só ela, mas todos ali.

    - Não precisa ser nenhum gênio para saber que aí está escrito encrenca! – ela olhou com audácia para o meio-drow – vai lá, sabichão. Abra a porta!

    Nalklyr, Rachel, Jack e ela não sabiam o que estava escrito ali e, praticamente ao mesmo tempo, os quatro olharam para Galadon.

    - É claro que o senhor Galadon é o mais adequado a nos dizer o que está escrito aí e o que a cabeça falou. Magos conhecem todos os idiomas do universo – e olhou sorridente e esperançosa para ele.




    Edu
    Wyrm
    Edu
    Wyrm

    Mensagens : 7523
    Reputação : 93

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Edu em Sab Maio 04, 2019 9:58 pm

    Rachel que coçava a cabeça tentando entender o que cabeça dizia quando notou o dialogo entre a elfa e o meio-drow. Os dois continuavam trocando farpas como dois adolescentes. Num momento foi pega de surpresa pela indagação de Lin, enquanto apenas observava em silencio.

    Ela olhou para um lado e para outro antes de responder como se usasse isso na sua cabeça como um processo para racionalizar a melhor resposta possivel.

    - Não, não tem nada de errado com o seu rosto Lin. Acho que o Nalklyr se refere ao fato dos elfos terem mais idade que o resto dos mortais. Vocês vivem 7 seculos por ai, nós se dermos sorte chegamos a 1, mas isso não quer dizer que você "velha" no sentido que nós humanos referimos a nós próprios quando chegamos a uma idade avançada e enfrentamos a deterioração física. Resumindo a explicação grande - ela ri - você está tão nova quanto uma rosa recém desabrochada.

    Ela dá um tapinha no ombro de Lin e diz sorriso:

    - Não se preocupe, eu estarei decrepita de velha antes que você tenha um cabelo branco.
    Claude Speedy
    Garou de Posto Cinco
    Claude Speedy
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2134
    Reputação : 49

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Claude Speedy em Sab Maio 04, 2019 10:56 pm

    -Dificilmente ficará decrépita...

    Jack deixa escapar o comentário para Rachel, depois tenta ficar em silêncio.
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    shamps
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2451
    Reputação : 158
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por shamps em Sab Maio 04, 2019 11:20 pm





    Com atenção, Lin ouvia a explicação de Rachel e ainda sim, nada fazia sentido.

    - Então ele não tem que se intrometer na idade das raças alheias. O que a minha idade tem a ver com a história? Ele é maluco, isso sim!

    A elfa fica levemente chocada com a forma como a humana falava dela mesma e de sua raça.

    - Velha decrépita? – nessa hora Jack comenta o que a elfa também pensava – também acho que não ficará decrépita... quer dizer, não sei... a senhorita me parece bem saudável, creio que viverá o máximo que os humanos possam viver – e sorri para ela, repetindo o gesto de dar um tapinha no ombro.





    Artorias
    Troubleshooter
    Artorias
    Troubleshooter

    Mensagens : 801
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Artorias em Dom Maio 05, 2019 1:11 am

    Kvothe

    "O Cabelo de Fogo"


    O tédio desta batalha me entediara, sou um bardo, gosto de emoções, é claro que me preocupo com meus amigos, mas preciso encarar o lado bom das coisas que é: foi divertido e render-me-á algumas peças bem engraçadas... no entanto, não é o suficiente, sinto-me deslocado aqui, então ouço o seguinte:

    Rachel escreveu:– A propósito, estou te devendo duas moedas de ouro pela aposta.

    "Hm... moedas... aposta... acho que tive uma ideia interessante para acabar com essa monotonia!" penso. Então aproximo de Jack, pois conhecendo-o bem, iria se interessar pela ideia de dinheiro fácil, cochicho em seu ouvido, não tão baixo ao ponto de os mais próximos não pudessem ouvir, mas quem estivesse mais afastado não seria capaz de entender Ei, cara, tive uma ideia interessante para colocar emoção aqui, sei que está achando tedioso e que curtirá ganhar dinheiro fácil, que tal apostarmos em quem passará vergonha primeiro e um aposta que sim e outro que não?, olho para os lados e vejo que o Ta'burz estava distante o suficiente para não ouvir e prossigo Eu aposto que o nosso companheiro bárbaro será o primeiro a dar uma vacilada, você viu ele lutando com o tapete? Aquilo foi uma luta homérica... contra um tapete... um tapete!!! Você aposta que não? Vai participar? Se for, o vencedor ganhará 5 moedas de ouro!, após ouvir sua resposta, afasto-me e sigo em frente puxando o bonde.

    [...]

    Coisas suspeitas acontecem...

    Jack escreveu:– Hummm... Isso não é o tipo de Arte com a qual eu mexeria... Talvez Galadon ou Kvothe possam entender melhor isso...

    Ouço a indicação de Jack e decido avaliar o teor mágico presente, mas falho em sua identificação, estou ficando enferrujado nesse tipo de coisa, devo praticar mais, penso eu.

    [...]

    Lin escreveu:– Não precisa ser nenhum gênio para saber que aí está escrito 'encrenca'!

    Cabeça escreveu:– Barak SUnan Damijin Haad Jaggar'l!

    Lin escreveu:– É claro que o senhor Galadon é o mais adequado a nos dizer o que está escrito aí e o que a cabeça falou. Magos conhecem todos os idiomas do universo

    Meu orgulho foi ferido com essa declaração, sou o mais belo e o mais inteligente, como um grande aventureiro e contador de histórias não conheceria esse idioma? Levanto a voz em tom de autoridade, mas mantendo elegância e simpatia – Eu domino esse idioma, a cabeça disse "Você não é o mestre. Diga a palavra de passe." –, olho para meus colegas esperando que pudessem entender o que significaria isso, estava focado demais no dinheiro fácil que tiraria de Jack e com preguiça de raciocinar uma solução para este enigma.

    raviollius
    Investigador
    raviollius
    Investigador

    Mensagens : 59
    Reputação : 3

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por raviollius em Dom Maio 05, 2019 5:44 pm

    Meio-orc escreveu:Se ele não está em casa, de quem era a silhueta na janela do segundo andar?
    Boa pergunta. Duvidava que o grupo fosse abandonar a casa de mãos vazias a essa altura, mas estava ciente que havia certa expectativa dos demais de encontrar o mago no recinto. Algo que parecia se tornar mais improvável a cada minuto - certamente, se ele estivesse presente já teria dado as caras... ou enviado guardas para detê-los. Não que sejam de tão necessários, pensou com amargura ao subir as escadas, lançando um olhar pesaroso em direção à cortina que lhe agarrara. Seu coração clamava por fazer trocentos furos nela com sua besta, mas seu próprio aviso sobre a destruição desnecessária dos bens do mago o impedia.

    Um breve apito e Atlas o acompanhava novamente, a presença de um servindo para ajudar a acalmar o ânimo do outro. O animal fora inútil em seu último aperto, mas Galadon não o culpava por isso: era apenas um ser irracional, incapaz de se adaptar à ideia de ter um objeto como adversário. Rigoroso treinamento resolveria esse problema no futuro, mas isso exigiria tempo, algo que estava escasso no momento.

    Portas de obsidiana barravam o caminho do grupo, visivelmente caras e imbuídas com uma poderosa magia arcana. Não que isso fosse segredo para alguém - mesmo os leigos entendiam que runas inscritas sobre algo era sinal óbvio de magia. A distância que o grupo mantinha dos portões corroborava tal tese.

    Rachel escreveu:Não tenho a menor ideia do que significa as runas e muito menos o que cabeça fala. Tem alguma ideia mago?

    - Vejamos... disse, passando pelos demais ao se dirigir à porta, começando a pensar em teoria sobre que via ali.

    Rachel escreveu:A proposito estou te devendo 2 moedas de ouro pela aposta.

    O mago parou por um momento - tinha esquecido completamente da tal. Me compre alguma bebida bem forte quando acabarmos aqui, disse, voltando-se à análise da porta - e estamos quites. Mystra sabe que eu preciso, depois de hoje.

    Momentos se passavam enquanto seus companheiros se cutucavam animadamente sobre coisas frívolas. Apesar da leve dificuldade em se concentrar no seu trabalho, Galadon não os ressentiu por isso: precisavam lidar com o stress dos acontecimentos de alguma forma, afinal. Num universo de possibilidades, discutir sobre a aparência que teriam em sessenta anos era um passatempo inofensivo.

    Lin escreveu:– É claro que o senhor Galadon é o mais adequado a nos dizer o que está escrito aí e o que a cabeça falou. Magos conhecem todos os idiomas do universo.

    Hah, quem me dera. Ele sabia da existência de uma magia que tornava isso possível, mas em seus estudos ela nunca parecera algo importante para ser estudada, não em seu pequeno vilarejo onde todos se entendiam. Estava prestes a dizer isso à elfa quando fora interrompido pelo bardo, Kvothe.

    @Kvothe escreveu:- Eu domino esse idioma, a cabeça disse "Você não é o mestre. Diga a palavra de passe."

    - Huh, é bom saber, porque eu não falo Anão. Virou-se para os demais, gesticulando com as mãos. Más notícias. As portas estão sob efeito de uma magia de tranca arcana de alto nível... algo muito além da minha capacidade. Tal magia não protege a porta em si, então é perfeitamente plausível quebrá-la para prosseguir - não que destruir obsidiana seja algo fácil. Fora isso, o conjurador escolhe a condição na qual a porta se abrirá: a presença de alguém, uma palavra-passe e um objeto chave são as mais comuns.

    Afastou-se do portal, sinalizando para que os demais fizessem o mesmo. Não recomendo tentar adivinhar a senha; sabe-se lá que tipo de penalidade o mago preparou em tal caso. Em seu lugar, eu faria a estátua cuspir veneno, ou ácido, ou quem sabe gás fétido... enfim, a menos que tragamos Davos até aqui para abrir a porta ou arriscarmos quebrá-la, não nos vejo passando por ela. Muito provavelmente existe uma senha para a tranca arcana, mas, como a conseguiríamos?
    Norox
    Tecnocrata
    Norox
    Tecnocrata

    Mensagens : 341
    Reputação : 14

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Norox em Seg Maio 06, 2019 1:29 am

    Ta'burz foi aquele que subiu a escada por último, fechando o grupo, e em meio à conversas paralelas e olhares estranhos em sua direção -Kvothe e Jack-, ao qual não conseguiu compreender o motivo, o Bárbaro se viu completamente inútil naquela situação. Primeiro que ele não sabia ler, por isso nem percebeu a escrita em volta da porta, e segundo que ele não compreendia a língua Anã, então o que a cabeça mágica falou apenas soou como um dialeto obscuro aos seus ouvidos.

    O Bárbaro apenas permaneceu quieto, confuso e perdido enquanto os outros tentavam resolver aquele mistério.

    @Kvothe escreveu:– Eu domino esse idioma, a cabeça disse "Você não é o mestre. Diga a palavra de passe."

    Galadon escreveu:- Huh, é bom saber, porque eu não falo Anão. Virou-se para os demais, gesticulando com as mãos. Más notícias. As portas estão sob efeito de uma magia de tranca arcana de alto nível... algo muito além da minha capacidade. Tal magia não protege a porta em si, então é perfeitamente plausível quebrá-la para prosseguir - não que destruir obsidiana seja algo fácil. Fora isso, o conjurador escolhe a condição na qual a porta se abrirá: a presença de alguém, uma palavra-passe e um objeto chave são as mais comuns.

    Afastou-se do portal, sinalizando para que os demais fizessem o mesmo. Não recomendo tentar adivinhar a senha; sabe-se lá que tipo de penalidade o mago preparou em tal caso. Em seu lugar, eu faria a estátua cuspir veneno, ou ácido, ou quem sabe gás fétido... enfim, a menos que tragamos Davos até aqui para abrir a porta ou arriscarmos quebrá-la, não nos vejo passando por ela. Muito provavelmente existe uma senha para a tranca arcana, mas, como a conseguiríamos?

    - Maravilha... - Resmungou o Meio-Orc. - E agora? - Por um segundo Crohar olhou envolta, como se fosse encontrar a senha estampada na parede bem diante de seus olhos, o que não mudaria muita coisa já que ele não era alfabetizado, quando de repente lembrou-se de algo. - Hei!! E o diário do Halfling? Será que não poderia ali ter essa tal senha ou alguma coisa que nos ajude?
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    shamps
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2451
    Reputação : 158
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por shamps em Seg Maio 06, 2019 2:24 am





    Conversando com Rachel, a elfa nem prestava atenção na conversa de Kvothe e Jack e apenas viu que eles cochichavam.
    Diante da porta de pedra, Galadon dá uma aula sobre a magia que estava na porta, aquilo era outro idioma para elfa, mas ela sorria empolgada com o mago, mesmo depois que ele disse não entender anão – o que frustrou um pouco a garota – ela seguiu tentando entender o que se passava ali.

    - Senhor Kvothe... hmmm... como vamos saber a senha do mago? – ela estava impressionada com o fato dele falar o idioma dos anões.

    Galadon falou das várias possibilidades de armadilhas que a porta podia guardar e ela coçou a cabeça tentando pensar algo, mas não conseguiu, o que a deixou se sentindo incapaz naquele instante. Ela virou o rosto para a parede fingindo observar algo, mas na verdade estava escondendo sua expressão magoada. Depois de alguns segundos para recuperar sua postura altiva, ela fala:

    - Mas senhor Galadon, como vamos entrar aí? O senhor não consegue pensar em uma maneira... uma magia que exploda a porta? Todo mago explode coisas, exploda essa daí! Alguém tem alguma ideia? – e olha para todos. O bárbaro dá uma sugestão um tanto óbvia, mas como nada era fácil ali, a elfa baixa a cabeça, coça os olhos e fala baixo, só para ela – meio-orc burro – depois ela ergue a cabeça novamente e fala em tom normal – nós viemos ver o mago justamente para ele nos ajudar a ler o diário porque ele está escrito em código e ninguém consegue ler, nem o senhor Galadon.



    Sandinus
    Wyrm
    Sandinus
    Wyrm

    Mensagens : 8542
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Sandinus em Seg Maio 06, 2019 8:12 am

    As palavras de Nalklyr afeta ama  elfa, ela parecia preocupada com questão de idade foi indagar Rachel, que foi bastante gentil coma, ao mesmo tempo Kvothe e Jack cochichavam algo com ar de riso e o mago dirige-se a porta talvez para confirmar o que Cabelo de Fogo disse quanto ao que estava escrito lá. Porém:

    - Huh, é bom saber, porque eu não falo Anão. Virou-se para os demais, gesticulando com as mãos. Más notícias. As portas estão sob efeito de uma magia de tranca arcana de alto nível... algo muito além da minha capacidade. Tal magia não protege a porta em si, então é perfeitamente plausível quebrá-la para prosseguir - não que destruir obsidiana seja algo fácil. Fora isso, o conjurador escolhe a condição na qual a porta se abrirá: a presença de alguém, uma palavra-passe e um objeto chave são as mais comuns.

    Afastou-se do portal, sinalizando para que os demais fizessem o mesmo. Não recomendo tentar adivinhar a senha; sabe-se lá que tipo de penalidade o mago preparou em tal caso. Em seu lugar, eu faria a estátua cuspir veneno, ou ácido, ou quem sabe gás fétido... enfim, a menos que tragamos Davos até aqui para abrir a porta ou arriscarmos quebrá-la, não nos vejo passando por ela. Muito provavelmente existe uma senha para a tranca arcana, mas, como a conseguiríamos?

    O druida fica pensativo sobre a situação, nunca foi dos mais inteligentes para charadas, mas sabia que essas coisas sempre exigem a palavra correta para abri-la.

    -O problema era saber qual era a palavra-passe e se errassem quais as consequências?

    O Meio-orc resmunga como sempre, mas pensa como nunca:

    - Hei!! E o diário do Halfling? Será que não poderia ali ter essa tal senha ou alguma coisa que nos ajude?

    Nalçklyr arregala os olhos com certa supresa, apesar dele ser um meio-drow ele tinha certo pre-concento acerca de meio- orcs, principalmente pelo fato de não serem muito inteligentes. Mas aquela ideia de Tab'uz faz Nalklyr vira-se para o meio-orc com ar de surpresa.

    -Excelente ideia Tab'uz! Enquanto eu estava imerso em meus pensamentos ainda aguardando algum que guiasse meu caminho, você foi preciso! Você parece não ser tão comum de sua raça, o que é ótimo! Porém, não temos como ler o diário com esses códigos. Se não encontrarmos a palavra-passe você pode derrubar a porta. Confessos que não queria causar muitos danos a propriedade do mago...mas se ão tivermos alternativa...

    Nalklyr coça o queixo e afasta-se da porta ficando ao lado de Galadon.
    scorpion
    Tecnocrata
    scorpion
    Tecnocrata

    Mensagens : 457
    Reputação : 55

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por scorpion em Seg Maio 06, 2019 9:59 am

    TURNO 7
    raviollius
    Investigador
    raviollius
    Investigador

    Mensagens : 59
    Reputação : 3

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por raviollius em Seg Maio 06, 2019 2:30 pm

    Galadon observa em silêncio seus companheiros discutindo entre si quanto o diário, lembrando-se das árduas horas tentando decifrá-lo com certa irritação. A ironia do meio-drow dizer para Tab'uz - então esse é o seu nome - que o tal não era um representante comum de sua raça não lhe passou despercebida. O sujo e o mal lavado. Ou seria limpo e bem lavado, no caso?

    Balançando a cabeça para banir a estranha questão, retirou o diário da mochila e o apresentou aos demais, abrindo-o numa página aleatória: Passei horas analisando esse diário, ontem, então se existe uma senha escondida nele ela me escapou completamente. Talvez um de vocês queira folheá-lo? Dizia o mago, embora seu tom deixasse clara a sua falta de fé num resultado diferente.

    Minhyukllin escreveu:- Mas senhor Galadon, como vamos entrar aí? O senhor não consegue pensar em uma maneira... uma magia que exploda a porta? Todo mago explode coisas, exploda essa daí! Alguém tem alguma ideia?

    Já era a segunda vez que ela sugeria que resolvesse um problema de maneira explosiva em poucos minutos. A elfa parecia possuir certo respeito por ele - não, não por ele, por magos - mas seu conhecimento deixava a desejar. Por pouco não a respondeu em élfico, se lembrando da presença dos demais. Minhyukllin, eu poderia derreter essas portas, mas hoje você me pegou despreparado para uma demolição. De qualquer forma, meus talentos se encontram em outro lugar - lembra da pequena demonstração de Davos na casa do halfling? Tenho algumas surpresas em reserva, mas nada relevante para resolver esse problema. Falando nisso...

    Voltou a buscar algo em sua mochila, puxando dois pergaminhos amarrotados. Kvothe, Nalkyr. Nesses pergaminhos está contido um feitiço que torna o alvo escorregadio como uma rã - seja ele uma arma, o chão ou as roupas de alguém. Pelo amor da Dama dos Mistérios, não vamos deixar que o que ocorreu ali em baixo se repita, sim?
    Norox
    Tecnocrata
    Norox
    Tecnocrata

    Mensagens : 341
    Reputação : 14

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Norox em Seg Maio 06, 2019 4:43 pm

    Crohar estava tão frustrado quanto seus colegas já que a situação se encaminhava para um beco sem saída, mas ele não queria ficar de fora, só queria ajudar da forma que pudesse. Porém ele acaba entendendo que talvez a resposta não seria tão simples assim.

    Lin escreveu:– nós viemos ver o mago justamente para ele nos ajudar a ler o diário porque ele está escrito em código e ninguém consegue ler, nem o senhor Galadon.

    - Hei... - Ta'burz levantou uma das mãos como se a Elfa tivesse apontado a arma pra ele. Não pôde deixar de sentir o tom de voz levemente irritado da Guerreira. - Tá bom, tá bom...

    Nalklyr escreveu:-Excelente ideia Tab'uz! Enquanto eu estava imerso em meus pensamentos ainda aguardando algum que guiasse meu caminho, você foi preciso! Você parece não ser tão comum de sua raça, o que é ótimo! Porém, não temos como ler o diário com esses códigos. Se não encontrarmos a palavra-passe você pode derrubar a porta. Confessos que não queria causar muitos danos a propriedade do mago...mas se ão tivermos alternativa...

    Dessa vez o Bárbaro ficou quieto, tentando analisar - com certo esforço - se Nalklyr não estaria sendo sarcástico com ele.

    Galadon escreveu:Passei horas analisando esse diário, ontem, então se existe uma senha escondida nele ela me escapou completamente. Talvez um de vocês queira folheá-lo? Dizia o mago, embora seu tom deixasse clara a sua falta de fé num resultado diferente.

    O Meio-Orc se mexe desconfortável, trocando o peso nas pernas. Nitidamente estava desconfortável naquela situação, sua pele esverdeada ganhou cor na área das bochechas, mas sua expressão era raivosa. Ninguém ali sabia que o Bárbaro era analfabeto, e ele tão pouco queria que essa informação vazasse, principalmente por estar envolto de Magos, Feiticeiros, Guerreiros, Bardos... Ah o Bardo, com certeza seria o primeiro a zombar de Ta'burz. Quando Galadon mostrou o livro e ofereceu pra quem quisesse, o Meio-Orc deu um passo pra trás e desviou o olhar.

    - Olha, tá bom... Eu entendi... - Mais uma vez fez um movimento esquivo com a mão. - Eu só... Estava tentando ajudar... Eu acho que... Vou dar uma olhada por aí e assim deixo vocês pensarem em alguma coisa útil, okay? - Ele dá mais alguns passos para trás. - Vou estar... Aqui do lado... Qualquer coisa gritem.

    E dando as costas de cabeça baixa, o Bárbaro sai pisando firme pelo corredor e desce as escadas, voltando para o salão principal. Sua respiração era pesada, estava suando bastante e sentia raiva de si mesmo, sem ter um motivo principal, apenas uma confusão de pensamentos.

    Acostumado a viver sozinho por quase toda sua vida, o que ele mais temia eram os julgamentos que a sociedade teria a seu respeito, sua raça ou até seu jeito de viver, por isso Ta'burz muitas vezes se afastava, escolhendo uma vida selvagem no lugar de uma cidade bonitinha e bem estruturada. Estar só fazia com que ele conseguisse organizar seus pensamentos e, muitas vezes, controlar sua raiva, pena que sempre havia o lado oposto: Ficar sozinho também o fazia lembrar de sua falecida família.

    Flashback:
    - Papai!! Papai!! Olha o que eu achei!!

    Um garotinho pequeno, de no máximo 7 anos, pele esverdeada, cabelos pretos desgrenhados e dentes caninos protuberantes entrou correndo na casa segurando uma pena azul de algum pássaro silvestre e, por muito pouco, não trombou com o Grandalhão que vinha saindo.

    - Olha!! Olha!! Olha!! Estava caído aqui atrás de casa.

    Ta'burz abaixou para ficar na altura do menino, colocou sua mãozorra na cabeça do garoto e sorriu.

    - Que bonito filhote, muito mesmo. Parece que temos um explorador na família. - O Garotinho abriu um sorriso mais largo que o do pai. - Pois bem, por que você não procura o dono dessa pena bonita? E assim, quando o papai voltar do trabalho no campo, você me conta tudo o que conseguiu descobrir a respeito dessa ave misteriosa.

    O Bárbaro puxa uma das cadeiras que tinha na sala, pousa seu machado sobre a mesa - empurrando pratos, talheres e copos - e olha na direção da cortina, ainda irritado. O objeto animado, do outro lado da sala, ainda mantinha sua posição em "S" e parecia mirar o Meio-Orc.

    - Idiota... - Estava falando com uma cortina, de novo, mas no fundo ele se referia a si mesmo, se culpando.
    Claude Speedy
    Garou de Posto Cinco
    Claude Speedy
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2134
    Reputação : 49

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Claude Speedy em Seg Maio 06, 2019 5:04 pm

    -Ao que parece nosso nobre clérigo que saiu com a ladina tinha notado que havia alguém vivo atrás dessa porta... Minha dúvida é se o casalzinho não preparou isso para gente. E creio que não temos muito tempo, pelo papo legalista do sacerdote e pelo tempo que ambos andavam "de mãos dadas pelo jardim" não duvido que "convenientemente" foram chamar os guardas ...E não duvidaria que ele não "sentiu vida" nenhuma na outra sala...

    Comentava olhando na direção oposta das runas, tentando achar uma janela nesse andar para onde pudesse ver a rua, mas ao lembrar do que fazem as cortinas nesse lugar desiste. Depois se volta para Bruxa.

    -Eu até pediria para você derreter a porta com suas rajadas, Rachel, porque notei que não precisa se preocupar em preparar-se... Mas pelo visto precisa treinar sua mira um pouco. Eu não vi nenhuma armadilha por hora na porta, mas...Eu já estive enganado antes. Só sei que não temos muito tempo, temo até pelas crianças que deixamos com a chaveira e o seu namorado de Tyr.
    shamps
    Garou de Posto Cinco
    shamps
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2451
    Reputação : 158
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por shamps em Seg Maio 06, 2019 7:59 pm





    Os heróis conversavam diante da porta, dando suas opiniões, o que na verdade, não levavam à nada. Nem mesmo do mago, que era sua esperança, ela obteve uma resposta favorável. Ah, mas que raiva ela estava sentindo dos magos agora. Suas bochechas ficam vermelhas com a irritação dela.

    - Sério, senhor Galadon? – ela lançou um olhar incrédulo para ele – o senhor tem uma magia dessas e não pode usar? – desapontada, ela bufa e balança a cabeça negativamente.

    O druida conversava com o bárbaro enquanto a menina caminhava de um lado para o outro tentando esfriar a cabeça, o que parecia não estar dando certo. Aquele meio-drow metido a besta falava de mais, pensava demais e nada resolvia.

    - Quanta baboseira, druida... E todo esse pensamento te levou a algum lugar? Tem a resposta já? – ela estava indignada – não acredito que com um monte de conjurador aqui e ninguém consegue explodir uma porta?

    Um tanto aborrecida, ela caminha até a porta e apenas a observa, com as mãos na cintura. Manteve uma distância segura.

    - Se eu não tivesse certeza que essa encrenca vai me desintegrar, eu mesma já tinha estourado essa coisa. Por Corellon! Nós vamos simplesmente ficar parados aqui olhando para ela? Ahhhhrr... estou muito brava! Quero chutar algo ou alguém – ela se afasta da porta, já que não podia fazer nada mesmo, pelo menos, não sem se machucar gravemente. Mas se não tivesse outro jeito, talvez ela arriscasse. Caminhou até Jack e parou ao seu lado – eu posso chutar o druida? – sua pergunta era inocente, sincera e raivosa. Nisso, ainda tinha o meio-orc que se afastava. Será que Rachel conseguiria explodir tudo? A essa altura, ela já tinha perdido as esperanças, mas a ideia de Jack e Rachel poderia ser uma esperança.



    Conteúdo patrocinado


    Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando - Página 5 Empty Re: Capítulo 3: Coisas que se mexem quando não se está olhando

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Jul 19, 2019 6:30 pm