Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    O sabor da esperança

    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1760
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Christiano Keller em Sab Out 05, 2019 2:07 pm

    Nishizawa,

           Amanda sorri para Nishizawa e quando escuta "juntinhas" assim baixinho no pé do ouvido rouba um beijo, um selinho.

           A noite está tranquila e as três vão até a direção da casa do anão enquanto confabulam. A casa tem bastante espaço ao redor dela, do lado leste tem um córrego, ao sul tem o gramado com o círculo, ao oeste a rua com um muro e ao norte um espaço similar ao gramado sul, porém a grama está bem verde e cortada.
           - Seguirei pelo córrego tentando ficar escondida indo do norte para o Sul. Marina observa a face de Nishizawa. Amanda pode deixar você na frente da casa e seguir para o sul já que é o caminho para fora da cidade. Mais uma vez Marina aguarda uma confirmação. Amanda pode dar cobertura pra gente com o arco, talvez até acertar o anão com um sinal seu. Outra pausa para confirmar as ações. Quando você der um sinal, talvez chamando o miserável, eu tento invadir. Para Amanda atirar você pode fazer um outro movimento discreto com os braços. Marina montou um plano. Assim levaria Nishizawa e Amanda para essa aventura.

           Alguns momentos depois Amanda pergunta:
           - Como saberei que devo levar a carroça até a entrada? Quando vocês entrarem também? Marina percebe que faltou este detalhe.
           - Então quando Nishizawa entrar na casa você trás a carroça. Marina tinha um plano, mas não era lá tão bem organizada.
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 3672
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Srta. Moon em Dom Out 06, 2019 2:05 am

    Envergonhafa Nishizawa continuava a sorrir, prestou atenção no plano da Marina e acenava em positivo com a cabeça, não conhecia muito bem o terreno por isso achou mais sensata a ideia de seguir com o plano da Marina. Falou para Marina e principalmete Amanda tomarem cuidado pois provavelmente teria armadilhas naqueles lugares ela colocaria não saberia dizer se o anão também seguia seu raciocínio de defesas.

    -Assim que eu entrar pode trazer a carroça para perto mas espere um pouco se tiver mais inimigos dentro da casa eu saio no mesmo instante que entrar para eles tornarem alvos faceis para você Amanda, mas tome muito cuidado se ver que pode se colocar em perigo fique escondida, não me perdoaria em coloca-las em perigo principalmente você...

    Logo que a carroça chegou a uma boa distância segura da casa Ela saiu em direçao a porta do anão. Batia bem forte.

    -oi esterco de ponei, estou aqui para comprar o Iodo, seu anão filho de um goblin, você você e tão pequeno até mesmo para o padrão de sua raça... Claro eu posso ir ai consertar sua cara feia, se for me vender o iodo por favor coloque um saco de estopa na cabeça para que eu tenha que evitar em olhar para sua feiura isso me ofende agride a minha beleza...coisa que você nunca vai ter...

    OFF Vou bater com aminha lança naquela parte de que eusa para espiar quando ele abrir se dor abrir vou atacar por ali em estocada com a lança que se dane... Este npc vou ter o prazer que arrancar a cabeça.
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1760
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Christiano Keller em Seg Out 07, 2019 1:31 pm

    Nishizawa,

          Amanda observava Nishizawa na porta do anão. O arco era áspero em suas mãos suaves, flecha fica sobre o dedo e o olhar na área procurando alvos. Fazia bastante tempo que Amanda não ficava numa tocaia, mas aquilo não era uma novidade, a experiência fala alto nestas horas de necessidade. A casa do anão era um local de interesse para Nishizawa e ao se lembrar de eventos de combate Amanda percebe que há alguns detalhes relevantes. O rio pode fornecer água e os espaços abertos ao redor da casa oferecem ampla visão. A porta reforçada, as paredes sem janelas, aquilo parecia um forte para guardar algo precioso. Locais assim sempre chamam a atenção da pessoas.
          A distância Amanda consegue identificar olheiros que vigiavam a casa do anão. Ambos observam Nishizawa e sua interação com o anão. A casa do anão aparentemente tem alguma relevância para alguém além de Nishizawa. Seria a lenda do ouro?

          Pelo córrego, escondida da visão das pessoas, Marina caminhava pela água gelada em direção à casa quando escuta o grito de Nishizawa. Um riso escapa de seus lábios quando Nishizawa chama o anão de "esterco de pônei". Aquilo iria enfurecer o anão, certamente chamaria sua atenção. Escondida das outras pessoas Marina começa a executar seu plano.

          O anão parece ter escutado o chamado de Nishizawa e os gritos começam do lado de dentro da casa:
          - O que? Como ousa me chamar disso sua elfa? Barulhos de passos e alguns metais batendo. O que você fez sua sorrateira de araque? O barulho chega até perto da porta. Ora sua fedida, sinto seu cheiro azedo mesmo com a porta fechada. Como era mesmo seu nome? Xixinagua? O anão ri com o nome bobo como se fosse uma boa piada. Meu seguranças vão pegar você a qualquer instante! Foi muito burra ao vir aqui! O anão ri.

          Nishizawa segura a lança em suas mãos e presta atenção para ver qual das duas portinholas o anão vai usar. No momento que a portinhola se mexe a lança se move.

    Teste:

    Ataque com a lança NH13, alvo pequeno -1, pelo buraco da portinhola -4, aguardava a abertura +2 = 10.
    Christiano Keller efetuou 3 lançamento(s) de dados O sabor da esperança - Página 5 Dice (d6.) :
    3 , 5 , 1
    Se acertar, tem ataque inesperado sem esquiva.
    Dano 1d6+1 impalar x2
    Christiano Keller efetuou 1 lançamento(s) de dados O sabor da esperança - Página 5 Dice (d6.) :
    1
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 3672
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Srta. Moon em Qua Out 09, 2019 1:19 pm

    Nishizawa não estava para brincadeiras tanto é que acertou o anão quando ele abriu a portinhola, não tinha tempo para desperdiçar ali e entraria na casa querendo ele ou não, ela entraria e o mataria, não conseguia pensar em nada além de pegar o Iodo e mata-lo, o considerava um animal e merecia morrer pelo que fez a tantos elfos, aquilo era muita maldade no entanto sua raiva só aumentou em saber que ele mandava violentar as elfas, isso era imperdoavel, independente da raça isso para ela era um crime com a punição de morte, não via a honra naquela cidade podre, seus moradores preso a imundice e corrupçao, Marina era um exemplo de oportunismo no qual a meio elfa não gostava, mas precisava de sua ajuda.
    Logo que acertou postou-se ao lado da porta a procura de um ponto onde provavelmente seria parte da fechadura entre a porta e as pedras, claro provavelmente teria uma barra de ferro segunda segurança atravessada pela parte de dentro, mas arriscaria destruir a fechadura, se não conseguisse abrir a porta teria que partir para as dobradiças. Usou de sua magia criar alimento de forma improvisada na pedra onde poderia ficar a tranca.


    OFF: Usar criar alimentos na pedra onde pode ou não ficar a outra parte da tranca da porta.
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1760
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Christiano Keller em Qua Out 09, 2019 7:00 pm

    Nishizawa,

           - AAAAAAAHHHHHHH!!!!!! - Gritou o miserável.
           O anão foi atingido, Nishizawa não sabe bem onde, mas há sangue na ponta da lança. O calor do momento faz Nishizawa ficar mais empolgada com seu plano. Por um instante Nishizawa olha para a porta e procura onde fica a fechadura. Se houvesse um momento em que a porta foi aberta, saberia onde estavam os furos na parede. Usando toda sua lógica, Nishizawa tenta abrir um buraco que seja grande o suficiente para soltar a porta.
           A magia de criar comida em pedras era desgastante, mas era possível. Com um pouco de concentração e os gritos de dor daquele miserável a magia acontece. Nishizawa se sente cansada, o suor escorre por sua cabeça como se tivesse feito um grande esforço físico. A porta de metal está la encostada, porém estaria aberta?

           O anão apenas xinga e fala coisas feias sobre Nishizawa.
          - Sua elfa miserável, sua fedida, sua pervertida, acha que pode vir até aqui e mandar nos outros? Não pode! Vou te foder sua miserável, você e toda sua gente!

    Teste:

    Inteligência 13, se passar você conseguiu perceber que a fechadura extra deve ficar na parte de baixo da porta já que o anão é baixo. Se falhar, você tirou um pedaço grande de onde estava a fechadura, mas algo ainda prende a porta.
    Christiano Keller efetuou 3 lançamento(s) de dados O sabor da esperança - Página 5 Dice (d6.) :
    4 , 4 , 1

    Nishizawa não sabe onde Marina está pois está fora de seu campo visual.

    Teste Marina 13 - ação 1
    Christiano Keller efetuou 3 lançamento(s) de dados O sabor da esperança - Página 5 Dice (d6.) :
    6 , 2 , 5

    Teste Marina 12 - ação 2, se falhar na 1 não tem a 2.
    Christiano Keller efetuou 3 lançamento(s) de dados O sabor da esperança - Página 5 Dice (d6.) :
    4 , 2 , 3

    Hit location - só muda o machucado
    1 - cabeça
    2 - braço direito
    3 - braço esquerdo
    4 a 6 - torso
    Christiano Keller efetuou 1 lançamento(s) de dados O sabor da esperança - Página 5 Dice (d6.) :
    2
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 3672
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Srta. Moon em Sex Out 11, 2019 1:21 pm

    Conseguia acertar o maldito anão, seu erro naquele momento foi ter usado de forma afoita sua magia, assim que errou o lugar sentiu a fadiga do preço que aquela magia cobrava em seu corpo, fazer magia era algo realmente perigoso e mortal pelo visto e não deveria ser usada de forma leviana, teria parado ali mesmo, mas graças ao que o anão miserável havia falado ela conjurou novamente a magia desta vez com mais cuidado escolhendo o lugar que deveria usa-la.
    Percebeu que ficaria mais vulnerável, só que arriscaria tudo naquele ataque, seu corpo deveria aguentar mais um pouco.
    -Seu amontoado de esterco de pônei, você nem é um anão de verdade, manda outros fazerem seu serviço sujo seu inútil, quanto ignorância acumulada nesta cabeça oca, eu sou meio - elfa seu animal burro, agora eu vou entrar e arrancar sua cabeça fora, pode começar a rezar para seu deus...
    Assim que terminar ela chutaria a maldita porta para mostrar ao anão qual o tipo de meio- elfa ele havia comprado briga, uma que arrancaria a cabeça dele ali na própria casa dele e mataria até os guardinhas da cidade se precisa-se.


    OFF: usar a magia mesmo que isso me coloque em desvantagem ... No mais olha a Marina ai novamente vou ter que comprar ela como aliada só pelo karma uahuahauauahauhauahu
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1760
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Christiano Keller em Sab Out 12, 2019 11:05 pm

    Nishizawa,

           A porta se abre de forma escandalosa com um chute. A casa do anão é ampla e não é tão suja quanto parecia. Há duas mesas de oito lugares do lado direito. Bem no meio da sala há estantes grandes. Para o centro da casa há uma enorme lareira e um enorme tapete. Marcas de sangue estão no chão onde estava a porta e algumas gotas seguem sobre o tapete até que desaparecem. O ferimento não estava sangrando tanto quanto poderia ou quanto Nishizawa desejava.
          O amontoado de esterco de pônei estava perto de uma porta no fundo da sala a esquerda. Parecia que ele ia fugir. Nishizawa estava um pouco cansada mas nada que alguns trinta minutos descansando não resolvessem. Ainda poderia correr atrás do anão e lutar bastante se necessário.
          Dentro da casa não era possível ver a posição de Amanda, logo ela viria para a frente da casa. De onde Nishizawa estava não era possível ver Marina, sua esperança era que atrás daquela porta que o anão queria fugir ela surgisse como uma predadora para pegar o miserável.

    Imagem ilustrativa do local:
    O sabor da esperança - Página 5 Casa_c10
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 3672
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Srta. Moon em Seg Out 14, 2019 1:12 pm

    Assim que entrou seguiu para onde estava o anão, era estranha a casa do infeliz, muitas cadeiras, passou ao lado do tapete sem pensar muito atacou o anão, ele morreria ali na própria casa, novamente atacava com a lança a uma distancia segura da mesma.



    OFF: atacar e atacar...
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1760
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Christiano Keller em Seg Out 14, 2019 10:59 pm

    Nishizawa,

           O anão corre até a porta que leva para o outro cômodo. Ele abre a porta e grita para Nishizawa sem olhar pra dentro.
           - Sua bruxa! Vamos queimar você na fogueira. O anão ri pronto para fechar a porta quando Nishizawa chegasse mais perto.
           Nishizawa avança e atrás do miserável surge Marina que com um chute empurra o anão pra frente ao alcance da arma. Bem posicionada na carga até a porta Nishizawa ataca ao anão e o empala no peito com toda a ponta da lança. O anão fica pendurado, preso na ponta da lança de Nishizawa como um boneco de brinquedo. O som da terrível voz do miserável desaparece e o corpo cai ao chão.
           - Pegou o miserável de jeito. Agora vamos achar as coisas boas. Onde acha que ele esconde a passagem? Será que está sob o tapete? Marina levanta to tapete e não encontra nada. Começa a passar pelas prateleiras e derrubar coisas no chão. Onde esse miserável dorme? Marina regressa para o comodo em que entrou, um buraco no telhado indicava o lugar.

           Do lado de fora o barulho de uma carroça indica que Amanda deveria estar a espera das duas. O círculo é afastado da casa então uma passagem deve estar do lado de dentro de qualquer forma.

    Teste:

    Procurar NH 09
    Christiano Keller efetuou 3 lançamento(s) de dados O sabor da esperança - Página 5 Dice (d6.) :
    1 , 5 , 6

    Se passar, Nishizawa encontra a passagem secreta logo (1 minuto), se não demorarão 5 minutos para encontrar.
    O tempo agora está passando.

           Após encontrar o alçapão no quarto do anão, Marina desce na frente. Nishizawa vai logo atrás. Há um grande salão sob a casa e para o norte, assim como para o Sul. O grande depósito do anão está cheio de coisas.

    OFF:

    Agora temos um evento relacionado ao tempo.
    Marina e Nishizawa, talvez até Amanda podem pegar coisas.
    Cada item que escolher demorará 1 minuto. Tem todos os itens do módulo básico, além de ouro, itens de qualidade superior e outros que você pode inventar que sendo razoáveis eu aprovo a existência.
    A Marina vai pegar 6 coisas, Nishizawa tem que pegar pelo menos o Iodo. Se a Nishizawa ajudar a Marina o mínimo é 4 minutos. Se não ajudar e pegar coisas para si própria são 6 minutos. Pode gastar 2 minutos para pedir ajuda para Amanda.

    Vou apontar suas escolhas e em X minutos algo vai acontecer. Pode ser que você tem tempo e sai mais cedo ou pode ser que você está recolhendo as coisas e o evento acontece antes de sair.
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 3672
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Srta. Moon em Qua Out 16, 2019 1:37 pm

    Não ficou satisfeita com o golpe de sorte, queria arrancar a cabeça do infeliz, mas ele havia alarmado alguém assim como os bandidos que mandou até a pousada para pega-la, ele tinha um plano em mente, ela ainda não sabia qual era, mas provavelmente seria caçada por bruxaria lembrou-se do padre que fez a mesma pergunta para ela e aquilo até então parecia algo que começou enraizar-se em seu futuro.

    Afastou os pensamentos ao perder preciosos minutos finalmente encontrou a passagem secreta, dispendeu mais um pouco de tempo ao pegar o tapete e joga-lo ao chão da passagem secreta.

    -Derrube tudo que puder em cima do tapete, não temos tempo, vamos carregar o saque nele, não perca tempo escolhendo as coisas mais tarde vemos o que tem valor ou não... Sinto que o anão não estava sozinho e logo teremos visita pelo visto pode ser uma visita religiosa atrás de uma bruxa... Pegue as moedas tanto faz seu valor...mas jogue tudo no tapete rápido...

    Ela por sua vez foi pegar o Iodo, não se importava com o resto das coisas sabia que seria perda de tempo e ganancia demais ficar ali , já estava impaciente com o tempo que estava perdendo, esperava que a Amanda estivesse na carroça a espera pronta para partir, era só isso que tinha em mente partir logo.



    OFF: Gastar tempo pegando o tapete jogando no chão da passagem o resto é com a NPC em querer jogar qualquer coisa sobre ele para carregarmos , no mais vou pegar o Iodo assim que achar o item que para mim é o mais importante. pega-lo em um recipiente protegido e vou puxar o tapete insinuando que terminou o tempo de comprar da NPC independente se ainda tem mais alguns minutos para gastar.
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1760
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Christiano Keller em Qua Out 16, 2019 7:42 pm

    Nishizawa,

           Sabendo que o Iodo poderia ser venenoso e ciente das plantas mortas no quintal, Nishizawa procura um recipiente para transportar apenas um pouco do material. Em uma ampla sala com um braseiro para iluminação, uma pilha enorme de moedas douradas com uma placa escrito "ouro" ocupava o meio do lugar. Nishizawa reconhece como aquela pilha no lugar do Iodo, o material estava sólido em pequenos discos que pareciam moedas de ouro. Não estava em pó. Aquela pilha de material era "iodo" e não ouro. O anão passava aquele veneno para os outros aos poucos.

           Com algumas moedas de iodo no bolso Nishizawa busca por Marina que está pegando peças de uma armadura de metal. Marina joga algumas peças no tapete e diz:
           - Vai, leva isso que estarei logo atrás, vou pegar mais algumas coisas. Você não quer nada mesmo? Tem um colar purpura lindo aqui pra Amanda. Marina percebe que está perdendo tempo e vai pegar as coisas.

           Nishizawa pega as coisas no tapete e sobe pela passagem até o térreo indo para saída o mais rápido possível. Marina ainda estava lá dentro quando Amanda ajudava a colocar as coisas na carroça.
           - Veja, tem algumas pessoas chegando. Onde está a Marina? Amanda estava preocupada e manobra a carroça para o lado da saída da cidade.
           As pessoas se juntavam aos poucos, logo haveriam vinte, talvez mais pessoas se organizando de uma forma parecida a que Nishizawa viu quando tentaram roubar a madeira na estrada.
           Marina então surge de dentro da casa carregando uma mochila e uma lança.
           - Vamos logo. Marina joga as coisas na carroça e até a empurra para ajudar a embalar.

           As três partem para Harkwood. Marina então tira um presente para Nishizawa e diz:
           - Peguei isso pra você dar de presente para Amanda.

    Quero ouvir seu berro daqui quando clicar:

    O sabor da esperança - Página 5 61NwJikXaxL._SY355_
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 3672
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Srta. Moon em Qui Out 17, 2019 5:04 pm

    Assim que pegou o que venho buscar com aquelas moedas de iodo no bolso, tratou de jogar o braseiro ao chão para queimar a casa, passava por Marina que parecia estar muito empolgada com o roubo, logo apenas tratou de levar o tapete acenando que aceitaria o tal colar, para dar de presente a Amanda.
        Pelo caminho jogava o que estivesse fogo pela casa toda, sabia que Marina sairia logo, respondia para Amanda que Marina era ambiciosa demais não sabia a hora de parar por isso estava um pouco atrasada. Novamente jogava algo que encontra-se pela casa com fogo tipo tocha ou vela que iluminava o lugar a fim de tentar colocar fogo na casa, sabia que não podia deixar aquelas pessoas pegarem as moedas, seu medo era que alguém começasse a comentar que ela amaldiçoou o lugar e as pessoas que ali chegam ficam doentes, pois já estava sendo chamada de bruxa.
        Quando jogou-se na carroça exausta, queria apenas dormir, guardou as moedas com todo o cuidado em um pano e enrolou ainda mais outro pano nelas para tentar neutralizar um pouco seu efeito explicou a ambas oque era aquilo e quão perigoso era naquela forma que se encontrava por isso era bom evitar pegar, tocar ou cheirar o Iodo, por fim guardou novamente em um canto seguro da carroça. No entanto Marina ainda a incomodava com seu roubo. Envergonhada por ganhar algo ela respondia.
    -Obrigada, mas que tipo de enfeite é este? Para que serve...
        Segurava os objetos sem entender para que serviam provavelmente era uma peça decorativa inútil, logo foi até Amanda.
    -Tome Marina falou que era para eu te dar estes enfeites estranhos? Mas você esta bem...não viu nada de estranho a não ser esta trupe de ladrões? e você quer mesmo ir embora comigo deixar este maldito lugar, use seu antigo nome ou outro abandone "Amanda", agora você é parte do meu clã, usará nosso sobrenome e está sob minha proteção e mais tarde vamos comemorar a morte do maldito anão...Sem contar que eu preciso de um bom banho morno já experimentou um se não você vai gostar e pior pode ficar viciada ...Sorria ao falar isso, pois estava satisfeita em fazer sua justiça distorcida, mas no final abraçava Amanda e segurava em sua mão.
    -Agora vamos dar um jeito no seu machucado, aquela elfa pode te ajudar... Ficou ali sentada ao lado da Amanda segurava em sua mão, logo estava muito cansada, apenas a beijou com ternura e foi dormir.
    -Vou descansar um pouco, usar magia requer muito do meu corpo...
        Apenas acomodava-se com a cabeça na coxa da Amanda sem maldade alguma, logo apagou no sono se ninguém a incomoda-se.
    OFF: só descansar já tenho o Iodo
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade
    Christiano Keller
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1760
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Christiano Keller Ontem à(s) 12:39 am

    Nishizawa,

          Ao ver o presente Amanda ri por alguns momentos sem parar. Quando se controla, Amanda agradece para Amanda e Marina, "será um prazer usar isso" fez Marina rir também. De qualquer forma os "brinquedos" são de ouro maciço com pedras muito valiosas, então era um belo presente. O peso de cada um nas mãos não é muito grande, são leves e sólidos. O toque na pele das mãos é gelado e liso.

           A viagem para Harkwood era meio longa, mas na carroça tudo parecia tranquilo. Amanda agora contara que seu verdadeiro nome era: Yrlissa. Ela conhecia Nordolin e algumas das pessoas em Harkwood. Ela ainda estava preocupada que talvez não conseguisse se recuperar do que aconteceu. Marina por sua vez colocou sua roupa nova, pelo jeito a armadura roubada do anão é importante pra alguém. O acabamento é muito bom e maleável só o capacete e as luvas que deixar um pouco a desejar.

          Sobre os ladrões, Yrlissa diz que viu olheiros de longe tomando conta do local. Parece que esse pessoal que roubou o anão estava de olho no local a algum tempo. Marina confirmou que alguns malucos estavam atacando comerciantes ou pessoas com cargas pela estrada. Os roubos eram estranhos pois pegavam de tudo sem um padrão ou lado.

           Com uma sorte ou pelo destino, os dias de viagem são rápidos e nenhum evento aleatório aconteceu durante o trajeto.

    OFF:
    podemos fazer cenas durante a viagem, perguntas para conhecer as personagens, o mundo ou qualquer coisa assim. Se não, vamos direto para Harkwood.

    Imagem ilustrativa da Marina:

    O sabor da esperança - Página 5 1653-86
    Conteúdo patrocinado


    O sabor da esperança - Página 5 Empty Re: O sabor da esperança

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Out 19, 2019 3:03 pm