Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Dante Alighieri

    Askalians
    Tecnocrata
    Askalians
    Tecnocrata

    Mensagens : 332
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Dante Alighieri Empty Dante Alighieri

    Mensagem por Askalians em Seg Jul 08, 2019 10:31 pm


    Dante Alighieri Images?q=tbn:ANd9GcRkG9zYO4hz6A1pvmrjimxddgUuXVM9s8ztiHwx7mzyzWbNzjICXA


    Day 1

    A
    noite era de lua cheia, bem alta e clara em pleno verão. Eram 19:00 e ainda havia uma imensa quantidade de pessoas andando pelas ruas, como se aquela cidade jamais parasse. Luminosos piscavam, música ecoava no ar, instrumentos rugindo e o falatório sem fim de pessoas era o que diariamente ecoava pelas ruas da cidade. Lojas, armazéns, bares, clubes, padarias... tudo quanto era comércio ainda estava aberto naquele horário e não precisava nem ser alta estação ou período de férias para tal. Sempre cheia de visitantes e moradores locais, as ruas estreitas não tinham descanso nunca. Os bares e casas noturnas trabalhavam já a toda velocidade naquela hora da noite na Bourbon St.

    Ainda nem era Mardi Gras e a cidade já estava ceia de pessoas e tudo funciova a pleno vapor.

    A cidade também possuía outros tipos de atrações apreciados por muitas pessoas: a comida creoule, procurada por muitos. A fama do famoso Gumbo, Po Boy's, Jambalaya e Beignets havia cruzado o país e agora muitas pessoas desbravavam a noite da cidade procurando por algum desses práticos típicos e um bom drink para beber em meio à toda aquela agitação, música e show de luzes.

    A medida que as pessoas andavam pela cidade, os diferentes cheiros iam atraindo pessoas para as diversas diversões que poderiam imaginar, desde a comida, desde os drinks exóticos, desde as belas mulheres até o cheiro de produtos e frutos do mar frescos que vinham do grande mercado da cidade.
    Boatos do ocorrido cruzaram o país para todos os povos, desde humanos, vampiros, lobisomens e bruxos, o que acabou trazendo alguns curiosos à cidade.

    No caso de outros, nada havia mudado em suas vidas e esse era o caso de Dante, que já conhecia muito bem as mudanças daquele lugar no decorrer dos anos...

    Dante Alighieri 636268159043834041-GettyImages-584753934





    Projeto
    Forasteiro
    Projeto
    Forasteiro

    Mensagens : 10
    Reputação : 5

    Dante Alighieri Empty Re: Dante Alighieri

    Mensagem por Projeto em Seg Jul 08, 2019 11:35 pm

    .

    Dante Alighieri - ventrue

    New Orleans foi a cidade que Dante escolheu para viver a vida, uma cidade de médio porte, quente e que era recheada de turistas, tudo poderia acontecer, todas as tribos eram bem vindas, era como um buffet, um rodízio de alimento para os abraçados, toda hora carne nova, sangue novo, e excelentes oportunidades para se viver. Alighieri aproveita que o sol já não está mais presente, vestia calças sociais, uma camisa branca aberta no peito e um paletó também aberto com as mãos nos bolsos do mesmo, sapatos nos pés, que já estavam apertados onde sua noite mal havia começado, não tinha clientes para atender, muito menos problemas para resolver, era dia de se alimentar, caminhava em meio às pessoas, onde seu olhar pairava pelas mulheres que via a frente, respirava profundamente e como todo bom Ventrue, tentava se portar com classe mesmo que em meio a multidão, encontrava o bar mais chique e caro que tinha ali, pelo menos em aparência e adentrava com passos curtos, repousava sobre o balcão, e pedia uma dose de Whisky com gelo, era bom para manter a aparência, enquanto caçava com o olhar qual seria sua próxima presa, recebeu o copo levou aos lábios, e bebeu um curto gole, apenas o suficiente para molhar os mesmos até voltar a respirar com calma. - Como está o movimento hoje aqui? - Puxou assunto sem ver a pessoa que estava mais próxima, talvez fosse uma mulher, um garçom, ou até mesmo um segurança, era alguém que estava fora do seu ângulo de visão logo atrás de si a direita.



    Askalians
    Tecnocrata
    Askalians
    Tecnocrata

    Mensagens : 332
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Dante Alighieri Empty Re: Dante Alighieri

    Mensagem por Askalians em Seg Jul 08, 2019 11:51 pm


    ...

    A
    noite estava agitada como sempre, principalmente naquele bar que Dante escolheu para variar um pouco sua rotina noturna. Era um bar relativamente chique pois nele haviam muitos estrangeiros, tanto que a mulher ao sei lado apenas sorriu  uma vez que não conseguia se expressar muito bem naquele idioma.

    Ele molhava os lábios no copo de whiskey que havia pedido enquanto pessoas iam e vinham daquele bar.

    Caso prestasse atenção nas pessoas, veria uma jovem loira de cabelos compridos com a cara enfiada no celular digitando coisas e vendo coisas. Ao seu lado havia um copo de refrigerante. Caso não prestasse atenção nela  poderia ver que havia em outro lugar um pianista que se aproximava de um piano que sutiã em uma espécie de palco. Provavelmente iria começar a tocar dlgo naquela noite, para o prazer de todos.




    Projeto
    Forasteiro
    Projeto
    Forasteiro

    Mensagens : 10
    Reputação : 5

    Dante Alighieri Empty Re: Dante Alighieri

    Mensagem por Projeto em Ter Jul 09, 2019 12:12 am

    .

    ...

    Desviava o olhar enfim para a garota em silêncio que mexia no celular, pela sua reação ela não sabia direito como se expressar, focando agora o olhar nela e virando o corpo para a mesma, levou a ponta dos dedos gelados, seja por sua condição ou pelo copo de bebida até o queixo da garota e ergueu seu queixo para que tirasse os olhos do celular e olhasse enfim os seus. - Boa noite! Você é de onde? - Falava o básico do inglês, era algo que todo turista entenderia, enquanto levou o copo aos lábios e tomou mais um longo gole da bebida, mantinha um olhar sedutor nos dela, mas ainda querendo a conhecer melhor, roçando a ponta do dedão sobre o queixo da mesma, maxilar querendo a envolver, sabia que era uma presa perfeita e logo o piano começava a tocar uma música, aproveitou para oferecer o copo para a mesma enquanto respirou profundamente. - Qual é seu nome? - Outra pergunta simples, para que a jovem garota não fosse se confundir ali. - Me chamo Dante, sou morador daqui, onde estão seus amigos? Está sozinha nessa cidade? - Logo soltava seu queixo enquanto dava um psso para a frente a oferecendo um pouco mais de bebida.

    ...:

    ...2:



    Askalians
    Tecnocrata
    Askalians
    Tecnocrata

    Mensagens : 332
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Dante Alighieri Empty Re: Dante Alighieri

    Mensagem por Askalians em Ter Jul 09, 2019 11:03 am


    ...

    A
    garota levou um imenso susto quando os dedos gelados tocaram o seu queixo e o rapaz começou a falar com ela levantando o seu rosto. Ela estava bem corada e desconfortável com aquilo, tanto que tentou tirar a mão gelada dele do seu rosto.

    - Boa noite... Eu..  não sou daqui... vim... para estudar... – respondeu ela. Falava com sotaque de alguém quem não era de lá, mas falava bem porém era devagar.

    O olhar sedutor que ele tinha e as feições de um homem forte e maduro deixavam a loira bem corada e desconfortável.

    - Meu nome é Ellen Santos... Eu cheguei a poucos dias e ainda não tenho amigos... Não tive tempo para isso.. apenas estou tentando resolver alguns problemas com a minha hospedagem na cidade...

    Ele oferece bebida mas a garota não bebia nada alcoólico.
    Foto:

    Dante Alighieri Images?q=tbn%3AANd9GcRA5zTfssbQ6Yb8OHVGQu2nVlGt60p11zaz85xe381SARMg4UNg




    Projeto
    Forasteiro
    Projeto
    Forasteiro

    Mensagens : 10
    Reputação : 5

    Dante Alighieri Empty Re: Dante Alighieri

    Mensagem por Projeto em Ter Jul 09, 2019 1:54 pm

    .

    >>>

    Ao notar que a mesma fica um pouco desconfortável com o toque, o homem então desvia os dedos do queixo da mesma, seu rosto atingia diretamente em sua fraqueza o que o faz respirar profundamente, o fato de não ser dali, de estar estudando o transformava em uma presa perfeita, porém inocente demais para que ele possa resistir.

    Repousa a mão sobre o balcão logo ao seu lado, enquanto leva mais uma vez o copo à boca bebendo mais um longo gole, enquanto sentia seu corpo aquecer, os dedos fortes do mesmo apertam o balcão de madeira rústica, até que a voz sai grave. - Entendo, sou corretor, trabalho com imóveis, na verdade venda dos mesmos, mas posso te ajudar se quiser. Ah! Me chamo Dante Alighieri. - Faz a pergunta até começar a cair em si, o local lotado, não tinha certeza quantos abraçados haviam ali, bruxos, não sabia quantos humanos estavam presentes, e estava correndo um grande risco de perder o controle de si, precisava se afastar. Para um ventrue como ele deixar cair a máscara em público era algo inaceitável por seus anciões, então tenta forçar seu afastamento deitando o olhar sobre o corpo dela, dos pés a cabeça até voltar a olhar em seus olhos. - Um minuto, preciso ir ao toilet… - Falava tentando se esquivar da armadilha que o mesmo havia se metido.



    Askalians
    Tecnocrata
    Askalians
    Tecnocrata

    Mensagens : 332
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Dante Alighieri Empty Re: Dante Alighieri

    Mensagem por Askalians em Ter Jul 09, 2019 5:29 pm


    ...

    A
    garota observou o que o homem chamado Dante fazia. Parecia estar apenas aproveitando a noite como ela. Ela pega então o copo comprido de refrigerante que estava na sua frente com 2 longos canudos coloridos de papel e da um grande gole. Pela cor do líquido dentro parecia coca-cola com vários cubos de gelo dançando dentro. A cada gole que a garota dava os cubos de gelo dançavam dentro daquele copo e chegavam a tilintar um contra o outro.

    - Que bom que você é corretor de imóveis mas infelizmente eu não tenho dinheiro para pagar. Eu preciso resolver o meu problema com a agência pois eu realmente não tenho como pagar para comprar nenhum lugar apenas alugar por um curto período de tempo. Será que você poderia me ajudar com isso? Eu realmente não sei muito o que eu posso fazer senhor Dante...

    Estava preocupada e com aquele encontro parecia que tinha alguma esperança para resolver sua situação. Talvez tivesse um pouco de sorte para encontrar um homem como aquele naquele lugar e bem quando precisava.

    Seus olhos tinham um brilho que implorava por ajuda em meio ao desespero, de alguém que realmente não conhecia aquela cidade. Sabia que se aquele problema continuasse precisaria voltar ao seu país e conta a sua família que o dinheiro havia sido jogado fora e não quetia decepcionar ninguém.

    Ela se aproximou um pouco mais de Dante colocou as mãos em seu ombro e com olhar de súplica lhe pediu:

    - Por favor, Senhor Dante... eu não terei como lhe pagar mas, por favor... me ajude... O que eu posso fazer?

    O homem estava desconfortável com aquela situação e precisava de um minuto sozinho no banheiro, como havia pedido, mas Ellen não sabia o que fazer. Tinha medo de ele nunca mais sair daquele banheiro e ela ficar ali esperando feito boba. Só faltava ela se jogar aos pés dele, de joelhos implorando ajuda...

    Voltou então a pegar o seu refrigerante e dar outras grandes goladas, tentando abafar as lágrimas pesadas que começava a rolar pelos cantos de seus olhos. Não podia ficar passando a noite em mais nenhum hotel. Precisava arrumar um emprego para então poder conseguir mais um dinheiro e poder sobreviver ali, afinal o dinheiro que havia trazido iria chegar ao fim cedo ou tarde... O que ela podia fazer então!?




    Projeto
    Forasteiro
    Projeto
    Forasteiro

    Mensagens : 10
    Reputação : 5

    Dante Alighieri Empty Re: Dante Alighieri

    Mensagem por Projeto em Qua Jul 10, 2019 8:14 pm

    .

    ...

    Os olhos famintos de Dante eram ocultados com extremo esforço, ela o segura, súplica, e quase chora perante a seu desespero, e ele um Ventrue abraçado a muito tempo, acaba se colocando em uma situação completamente mortal para si, e perdido em seu olhar esverdeado fala com um tom de voz calmo. - Calma, eu vou te ajudar aguarde um pouco… - Fala enquanto se afasta procurando alguma pessoa conhecida, seu colarinho parecia ferver do calor que sentia por todo o corpo caminhava trombando nas pessoas dali com passos longos, enquanto qualquer olhar mais perfurante que davam para o mesmo já se sentia sendo julgado, observado, não sabia quem era quem ali, enfim abre a porta com o choque do ombro, adentra o banheiro e procura uma pia livre, onde liga mesmo e leva a água no rosto, pega um papel e o seca, enquanto agora molha um pouco a nuca com água, enquanto observa sua imagem no reflexo do espelho, aguarda longos segundos e respira fundo, como todo bom vampiro era a hora de ir embora, fugir para evitar problemas maiores com aquela garota, porém sua fraqueza quase o coloca em xeque, oh nobre ventrue, tão cuidadoso como se pôs em essa situação, torcia para ela não estar na porta quando saísse, se recompôs, respirou profundamente e quando se olhou novamente no espelho decidiu tentar se equilibrar, precisava resistir.

    Ao sair do banheiro um olhar mais sereno ficou no seu olhar, caso consiga resistir, iria até ela, e ao olhar para seus olhos iria fazer a proposta. - Venha comigo, fique em minha casa por hoje, e amanhã procuramos cedo um apartamento para você, enquanto isso pode ir ficando nos meus aposentos. - Fala enquanto respira profundamente, olhava de canto para ela tentando evitar qualquer olhar mais profundo tentando enganar a mente dos seus próprios desejos, até que enfim se retira dali junto com ela ou não, em direção ao carro e logo para sua cobertura no centro da cidade.

    Carro:
    Dante Alighieri 0,,40978366,00

    Cobertura:
    Dante Alighieri Maxresdefault




    Askalians
    Tecnocrata
    Askalians
    Tecnocrata

    Mensagens : 332
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Dante Alighieri Empty Re: Dante Alighieri

    Mensagem por Askalians em Sex Jul 12, 2019 12:45 pm


    ...

    A
    garota então faz o que ele pediu e esperou enquanto Dante voltava do banheiro e ela terminava de tomar o refrigerante.

    Alguns minutos de passaram mas não muitos para que Dante voltasse. Isso acabava facilitando as coisas para que a agonia da espera não acabasse por afligir mais o coração da jovem Elle.

    Não conseguiu evitar de exibir um belo sorriso quando regressou, pena que Dante estava um pouco diferente e não estava olhando muito para ela. Ellen percebeu isso mas devia apenas ser tímido como ela então não pensou muito sobre o assunto.

    A proposta de ficar na casa dele caiu como uma luva para a garota desesperada:

    - Obrigada senhor Dante, mas isso não vai encomoda-lo? Tem certeza disso? Eu ficaria muito honrada, mas preciso pegar minha mala na pensão, se o senhor não se importar..

    Ela ficou tão feliz e saltitante feito criança com tal proposta que se jogou nos braços dele e lhe deu um beijo estalado na bochecha sem se preocupar com a reação que ele poderia ter. Logo em seguida colocou uma nota sobre o balcão para poder pagar seu refrigerante e o suficiente para aquilo render alguma gorjeta. Não sabia como calcular a gorjeta, pois em seu país aquilo não existia, então fez do jeito que sabia.

    Saindo daquele lugar com uma pequena mochila nas costas, ela apontou a direção onde ficava a pensão em que se hospedou e era apenas há 2 casas daquele bar onde haviam se encontrado. Logo na recepção ela sorriu e trocou poucas palavras com a senhora de idade da recepção que lhe entregou sua mala. A senhora também disse que ela deveria pagar um certo valor e então a jovem Eike pegou sua carreira e começou a contar as notinhas que tinha ali dentro meio tristonha. Depois de alguns minutos pegou um bolinho de notas e deu para a mulher. Não parecia muito feliz... parecia que o dinheiro estava acabando mais cedo do que o esperado...

    E então seguiu com Dante para o carro dele...



    el
    Projeto
    Forasteiro
    Projeto
    Forasteiro

    Mensagens : 10
    Reputação : 5

    Dante Alighieri Empty Re: Dante Alighieri

    Mensagem por Projeto em Sab Jul 13, 2019 1:10 am

    .

    ...

    Ter ela em seus braços com toda a certeza não era algo bom, nem para ele e nem para ela, tentava se manter firme, equilibrado, enquanto seu olhar perambulava pelos que estavam no local, não era de bom tom expor sua fraqueza, não se sabia onde estavam os inimigos apostos para usar ela contra você, ela então recolheu sua mochila e seguir com o vampiro em direção ao seu carro, poucas palavras eram ditas, onde tentava permanecer em sua timidez, logo que adentraram no carro rapidamente acharam a pensão e ela recuperou as malas, e em um breve olhar para a mesma podia notar sua tristeza por conta do dinheiro que estava acabando, não iria oferecer dinheiro para ela, podia se sentir ofendida, além do mais não teria muitos motivos ainda para fazer isso, liga o carro e dirige até a cobertura, sem falar nada, deixava que o motor do carro ecoasse pelo silêncio enquanto, as luzes dos postes iluminavam o rosto de ambos, naquela dança de luz e escuridão, a face de Dante ia e vinha do seu estado mais puro e animalesco, o mesmo balança a cabeça e tenta voltar para si, até que enfim chegam no local, sem muitas perguntas, ele ajuda ela com a mala. - Deixa que eu levo..

    Sobe Trilha:

    Diz segurando da alça sem muitos problemas, enquanto o recepcionista do prédio não faz pergunta alguma, apenas permanece em silêncio oculto em seu canto, era um prédio que havia vendido apenas para ventrue, o hall era vermelho, a escada era preta, porém era algo apenas de fachada pois todos usavam o elevador, uma trilha calma de uma música clássica era escutada por ambos, ele respirava fundo enquanto a olhava de canto de olho, agora lado a lado dava para notar uma certa diferença de altura, os ombros largos dele ajudavam ainda mais a realçar a diferença, enfim o andar apita onde o elevador cromado se abre dando direto para uma porta escura, com uma maçaneta vermelha, o mesmo a abre e adentro ao local, o apartamento todo em tons preto e branco, uma janela com uma veneziana semi aberta, quadros com arte minimalista, a estofaria do sofá era branca, porém extremamente limpa, uma mesa de centro de vidro, a cozinha era toda cromada, ali conjugada com a sala apenas com uma bancada a dividindo, enquanto o quarto era logo após isso uma cama com cobertas brancas lisas e bem passadas, era de um tamanho médio, nada demais para uma cobertura, o que chamava mais atenção era a sacada enorme, umas três vezes maior que o próprio apartamento, uma piscina, ofurô com iluminação própria, o mesmo então repousa a mala sobre a lateral do sofá, e assim que a porta se fecha as costas da pequena loira, ela vê que a mesma se tranca sozinha, o vampiro já dentro do seu habitat começa a se soltar, coloca ambas as mãos nos bolsos, e vai com toda sua imponência chegando cada vez mais perto dela, até que ela encoste as costas sobre a parede branca, só restando para o mesmo escolher agora, o que fazer com a jovem Ellen, o fato dela ir fundo em sua fraqueza o deixava com poucas opções... - Enfim, chegou a hora de quebrar o silêncio, você sabe que vai ter um preço essa ajuda, mas será que sabe o quão caro eu vou cobrar? - Fala enquanto leva a ponta dos dedos ásperas até o queixo dela o segura para si.

    Cobertura (ATT):
    Dante Alighieri News-american-psycho-still2



    Askalians
    Tecnocrata
    Askalians
    Tecnocrata

    Mensagens : 332
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Dante Alighieri Empty Re: Dante Alighieri

    Mensagem por Askalians em Sab Jul 13, 2019 9:47 pm


    ...

    S
    eguindo Dante  para fora da pensão,  se sentia ainda um pouco triste, mesmo com a gentileza do rapaz em levar sua mala. Era uma mala daquelas de rodinhas tamanho médio e feito de um material que parecia plástico e era bem liso, para evitar que pudesse ficar preso algo nela ou que algo pudesse molhar o conteúdo interno da mala. Era de uma boa qualidade e servia muito bem para o propósito.

    Depois da mala colocada no porta-malas,  Elle entrou no carro sem dizer nada e seguem juntos para a moradia de Dante. Era um prédio que havia sido vendido apenas para ventrue. O hall era vermelho, a escada era preta, porém era algo apenas de fachada pois todos usavam o elevador, uma trilha calma de uma música clássica era escutada por ambos, ele respirava fundo enquanto a olhava de canto de olho, agora lado a lado dava para notar uma certa diferença de altura, já que Elle possuía apenas 1,60 de altura. Os ombros largos dele ajudavam ainda mais a realçar a diferença, enfim o andar apita onde o elevador cromado se abre dando direto para uma porta escura, com uma maçaneta vermelha, o mesmo a abre e adentro ao local, o apartamento todo em tons preto e branco, uma janela com uma veneziana semi-aberta, quadros com arte minimalista, a estofaria do sofá era branca, porém extremamente limpa, uma mesa de centro de vidro, a cozinha era toda cromada, ali conjugada com a sala apenas com uma bancada a dividindo, enquanto o quarto era logo após isso uma cama com cobertas brancas lisas e bem passadas. O apartamento  era de um tamanho médio, nada demais para uma cobertura, o que chamava mais atenção era a sacada enorme, umas três vezes maior que o próprio apartamento, uma piscina e ofurô com iluminação própria. Dante então repousa a mala sobre a lateral do sofá, e assim que a porta se fecha as costas da pequena loira, ela vê que a mesma se tranca sozinha.

    A loira apenas observava timidamente até onde os seus olhos podiam alcançar. Não sabia o quão perigoso toda aquela situação podia ser, justamente porque não conhecia a natureza do ser humano e muito menos a natureza de um vampiro. Sua inocência era de níveis homéricos, mas talvez estivesse fadada ao sofrimento. Agora estava na casa de alguém que conhecera e que iria ajudá-la,  mas teria um preço? Ela não sabia o que aquilo significava.

    Quando Dante se aproximou dela e levantou o seu queixo e disse algo sobre ter um preço é se sabia o quão caro ele iria cobrar.

    - Eu.. não estou entendendo o que isso significa... você quer que eu lhe pague? Eu não tenho muito dinheiro mas, vou conseguir um emprego e lhe pagar de volta... eu prometo...

    Elle olhava gentilmente para Dante, parecendo uma criança que além da gentileza era essencialmente inocente e curiosa. Talvez fosse algo muito horrível chegar a encarava em lhe fazer algum tipo de mal, seja físico ou psicológico, mas talvez poderia ser extremamente prazeroso para outros. Tudo dependia do ponto de vista.

    Ela não tinha medo daquele rapaz,  mesmo com o fato de que acabaram de se conhecer e ela já estava na casa dele e tudo isso na mesma noite. Em situações reais, uma casal só faria isso em casos de apenas uma noite de prazer. Será que aquela situação seria o mesmo ou tudo questão de entender o que passava na cabeça daquele belo vampiro ?





    Conteúdo patrocinado


    Dante Alighieri Empty Re: Dante Alighieri

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Jul 17, 2019 11:41 am