Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    A Chegada dos três. +18

    AndréMarrão
    Tecnocrata
    AndréMarrão
    Tecnocrata

    Mensagens : 481
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Chegada dos três. +18 Empty A Chegada dos três. +18

    Mensagem por AndréMarrão em Ter Ago 06, 2019 12:58 pm


    Parte I: Linnevin e sua sede de poder.

    Linnevin era uma bruxa. Não de histórias de fadas. Uma bruxa de verdade. Sempre houve dúvidas quem era seu senhor. Mas nunca duvidou-se de que era poderoso e cumpria o que prometia, em troca do que era solicitado. Linnevin sofreu tantas alterações, que alguns acreditavam que nem humana ela era mais.
    Linnevin Tinha uma irmã Liana.
    Quando jovens, tinham apena um ano de diferença, Liana era a boazinha, a que fazia o que a irmã pedia, e pegava todas as obrigações da casa para si. Deixando assim Linnevin livre pra brincar, mesmo que liana nem sempre conseguisse ver os amigos da irmã. E dos que via, mesmo que às vezes não gostava muito. Mas sua irmã sempre a protegia. Sempre tomava a frente quando um perigo aparecia. E eram muitos. Um carcaju raivoso quase mordeu Liana. Mas os poderes que Linnevin já demonstrava, mesmo cedo, conseguiram encaminhar o animal para dentro de uma armadilha e liana nunca perguntou a irmã que fim levara o bicho. E foram crescendo. Liana cuidava da casa e ia a igreja com a mãe. Linnevin brincava e brincava, sempre arrumando uma desculpa para não ir ao templo. E assim iam crescendo.
    Para a família Linnevin era a rebelde.
    Para com seus amigos imaginários Linnevin não questionava, fazia.

    De início foram animais especiais. O carcaju por exemplo, atacou a irmã a mando dela. Isto pois os animais Deveriam ser sacrificados de uma forma tal, apenas após terem passado a confiar e gostar dela. Alguma coisa dos animais ficava com ela. Um sentido mais aguçado. Uma melhor capacidade de equilíbrio. Poder ver na penumbra, na escuridão, ver sem precisar de olhos. O processo era demorado, mas valia a pena.
    Cresceram , Liana passou a, cada vez mais, frequentar o templo de Apollo e logo já tinha sonhos de ser sacerdotisa, cleriga de Apollo.
    Linnevin cada dia se tornava mais uma outra pessoa. Mas ainda com a proximidade com a irmã atenuando seus piores traços.
    Chegaram a se aventurar e por anos e anos a fio, mais de 30, sempre que podiam saíam em aventuras, a cada aventura Linnevin alcançava mais um animal diferente e exótico. A irmã nunca questionou, mas com o treinamento de clériga avançado começou a entender a fundo os amigos de Linnevin. Apesar do animal sempre ficar com Linnecin por mais que os animais sempre ficassem um bom tempo com Linnevin e parecerem gostar dela quando mais estavam perto de sua irmã mais dependentes dela. Eles sumiram ou morriam de alguma doença. Até que se confirmou para Liana, depois de conseguirem um gato élfico para a irmã, não era um gato élfico qualquer, era um gato élfico pelo curto das florestas dos altos elfos, que odiaram que um de seus gatos fossem retirados de lá. Liana percebeu que a irmã passou a apresentar os olhos fendidos iguais aos do gato.
    Pela primeira vez as irmãs brigaram.
    E foi uma briga feia. Já tinham mais de 30 anos. Liana acusava Linnevin de usá-la para fins nefastos e Linnevin dizia que era uma cega que só via o que queria, que o mundo é daqueles que estão dispostos a tomar o poder para si.  Não se falaram mais por muitos e muitos anos.

    Um dia Linnevin quis ter juventude de volta, mas isso era mais difícil, exigiria mais que tirar uma vida, exigia criar uma vida, e não poderia criar em outra pessoa, ou usar uma vida que outra pessoa havia criado, tinha que ser a dela mesma. Mas ela não queria viver pouco, ela queria, também, longevidade
    vontheevil
    Elder God
    vontheevil
    Elder God

    Mensagens : 4234
    Reputação : 67
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh35.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por vontheevil em Sex Ago 09, 2019 8:15 am

    é uma boa história cara

    agora um crítica como amigo:

    O carcaju atacou e foi retirado atravez dos poderes de Linnevin?

    e o fim precisa de uma "polida" mas acredito que o texto revisado pode ficar excelente

    mesmo textos feitos em partes com continuação, precisam "funcionar" sozinhos ter começo (que aqui ta muito bom) meio e fim
    AndréMarrão
    Tecnocrata
    AndréMarrão
    Tecnocrata

    Mensagens : 481
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por AndréMarrão em Sex Ago 09, 2019 12:43 pm

    Ele foi instigado por linnevin e depois TB retirado por ela... Para reforçar a gratidão da irmã.
    AndréMarrão
    Tecnocrata
    AndréMarrão
    Tecnocrata

    Mensagens : 481
    Reputação : 6
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por AndréMarrão em Ter Out 08, 2019 1:50 pm

    Parte II - Ladra de formas.

    Queria muito ter alguns anos de volta. Mas seu mestre disse que primeiro ela deveria aumentar seu intelecto e para isso tinha que fazer o processo com um filho seu, tinha que gerar a criança dentro de si. Mas que ele a iria ajudar. Como sempre ela já tinha muito e resolveu juntar o útil ao agradável.
    Seduziu um jovem aventureiro com auxílio de seu mestre. Um druida. Foi difícil, mas ela conseguiu, ela queria poder se transformar em animais, mesmo que de uma forma corrupta, ela iria conseguir. Fingia ser alguém preocupada com as florestas e que gostava de animais, mesmo que eles não gostassem dela. O jovem druida ficou apaixonado, mesmo contra os conselhos de seu companheiro animal. Era uma ursa. Hranillar era o nome do druida. A ursa se chamava Bellisia.
    Hranillar nascera com o dom de mudar de forma. Desde sempre virava um urso e foi por isso deixado aos cuidados dos druidas e criado por eles para também ser um druida. Sempre sentiu falta de contato humano e quando sabiam de sua capacidade achavam estranho e se afastavam. E aquela linda mulher admirava sua capacidade de se tornar animais. Chegou, numa noite, a pedido dela, virar urso para que dormissem mais quentinhos. Tanto ela fez que, mais que apaixonado, ele confiava completamente nela. Tanto amor que ele pediu para ter um filho com ela. Queria chamá-lo de Hranson. E assim foi feito.
    Consumou-se a criança dentro da bruxa. Eles passaram nove meses como um casal feliz. Até a criança nascer. Ela parecia ter as mesmas características de transformação do pai.
    Um dia Hrannilar acordou amarrado de cabeça para baixo. Com seu filho logo abaixo dele, sobre um pentagrama de metal que também estava suspenso. Abaixo do pentagrama estava seu amor. Linnevin, se possível, estava mais bela que nunca, nua. Havia um aparato estranho, parecia um caixão com facas em seu interior, na posição certa para fechar em torno dele. Quando a bruxa perguntou se ele a amava e teve a confirmação puxou uma corda e a dama de ferro se fechou entorno ao druida. Que ainda tentou se transformar em urso, mas morreu em uma forma híbrida. Um meio termo entre homem e fera. O sangue dele foi guiado todo para que caísse sobre seu filho e depois sobre a mãe da criança.
    Assim a mãe ganhava a possibilidade da criança de toda inteligência que ela poderia desenvolver e ao mesmo tempo recebia o dom de se tornar um animal, uma ursa, a seu bel prazer. Uma ursa que sempre aparece ensanguentada. E quando se transformava sujava o entorno dela todo com uma gosma que tornava a área escorregadia. Ela também não podia se transformar de forma rápida entre as formas. Tinha sempre que demorar um tempo numa forma para poder reverter a outra.
    Ao mesmo tempo que sua capacidade de intelecto cresceu a da criança diminuiu, até tornar-se quase um animal. Foi deixado na frente da igreja de Apollo onde a irmã de Linnevin, Liana, residia, e o jovem Hranson nunca aprendeu a falar, realmente tinha a mesma capacidade que o pai e cada vez mais, com o tempo, ficava na forma de urso. Um dia, alguns meses depois, Bellisia apareceu na frente da igreja. Liana tinha uma outra visita. O Chefe do círculo druidico da floresta de Guardiana também junto estava a sacerdotisa do templo de Dao e com sua sabedoria e capacidade divina conseguiram falar com a ursa. E entenderam que ela queria cuidar de Hranson. E essa foi a última vez que viram Hranson, se transformando em urso e deixando a cidade por muitos e muitos anos. O jovem Hranson foi treinado e ensinado a mudar para outras formas a se tornar um shifter. O protetor do círculo druídico era um sacerdote de Dao, Throkar, um anão que cuidou de Hranson como se fosse um filho em conjunto com a ursa Bellisia.
    Conteúdo patrocinado


    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Out 19, 2019 9:33 am