Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    [!ON!] Meados de Abril

    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 3604
    Reputação : 252
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Bravos em Dom Out 27, 2019 3:03 pm




    Arkell
    @Raijecki

    A complexa política dos Fae era algo completamente alienígena para quem estava de fora. No Vale Feérico agora a Corte da Primavera reinava. O que queria dizer que aqui, na cidade de Paris, ela reinava também. Mas o jogo político das fadas é baseado em tratados, traições e revoltas. Já faz tempo que a Corte do Inverno ameaça tomar o poder. O mesmo acontece aqui em Paris. Como dois lugares que não compartilham nem mesmo as leis naturais podem estar em igual consonância? Isso era complicado de explicar até mesmo para os Fae.

    Arkell recebeu um carta de Lythain, a rainha da Corte da Primavera. Usualmente isso é sinônimo de garbo. Hoje era um contra-gosto. Ele a havia avisado sobre os rumores do surgimento do novo Drácula. Imaginou que a carta de resposta fosse seguir o que ele pretendia. Mas as ordens eram claras: os fae não deveriam entrar em conflito sangrento com os vampiros. A justificativa era simples: estavam por um fio de perder o trono para a Corte do Inverno, qualquer conflito serviria de brecha para tomada do poder. Se conseguissem manter tudo calmo, mesmo uma rixa imemorável, indicaria uma estabilidade imbatível.

    Ele pensava em como agir diante daquilo, quando o garçom chegou ao seu lado e com um pigarro chamou-lhe a atenção. - Com licença, senhor, aquela senhora deseja falar com você. - Indicou-se. Era Nathalie, uma outra Fae. Logo que seus olhares se cruzaram, ela caminhou até a mesa e sentou-se.

    - Obrigado... - Balbuciou para o garçom que entendeu a deixa e os deixou às sós. - Arkell,... começou. Tem muitos vampiros rondando as ruas. Mais que o normal. Eu ouvi dizer que será hoje o grande encontro nas catacumbas e que o tal Duncan vai levantar do torpor. Ele ainda nem voltou do seu sono, mas já vimos grupos de vampiros rondando nossos territórios. - Ela falou tudo isso num fôlego só. - Tenho medo que eles queiram tomar o Mosteiro das Promessas.

    [!ON!] Meados de Abril Catacumbas-de-paris

    Perguntas a serem respondidas: O que guarda o Mosteiro das Promessas? Qual a sua importância? Quem mora/frequenta/guarda esse local?





    Nympha
    @Hylian

    O dia se arrastou para Nympha. Ela tinha seus afazeres 'mundanos', mas desde a noite anterior sua mente enchia-se com o sonho - ou visão ou seja lá o que for - que tivera. Assim que pôde, foi em direção do seu Santuário. Ela sabia que lá tinha algo de que precisaria. No caminho, percebeu algumas pichações novas nas esquinas. Paris era uma cidade bem cuidada na área mais nobre, pois estava cheia de turistas, mas quanto mais longe do olhar dos visitantes, mais ela se parece com uma cidade qualquer. Normalmente ela não teria notado pichações, mas não dava para ignorar quando viu pela terceira vez o mesmo símbolo.

    Ainda que aquilo a intrigasse, apressava o passo para chegar ao Santuário. Pôs os pés sobre a soleira da porta com o sol quase se pondo. Seu familiar a cumprimentou, como costumava fazer e ela se pôs a procurar entre as várias coisas que havia ali.

    Finalmente encontrou uma pequena caixinha enfiada dentro de uma gaveta cheia de miudezas. Era revestida de veludo vermelho vinho. Ela então abriu-a. Dentro havia um anel. Definitivamente não era uma jóia. Era metálico, mas fosco, esculpida a face de um carneiro. Pessoalmente, ela não sabia porque aquele anel seria útil, mas sua intuição dizia que deveria estar com ele. Lembrou-se de todo o sonho e a tal profecia e lembrou-se de Perseu... Ele também estava no sonho e era ele que ela procurava primeiro. Estaria ele a par daquela profecia?

    [!ON!] Meados de Abril 00f44eeeaecd6e4de4de7e92a210d920

    Por o Anel de Aríete
    Quando puser o Anel de Arìete, rola com +Espírito. Com um 10+, você recebe Aríete 3. Com um 7-9, recebe Aríete 2 e escolhe 1 opção abaixo. Se falhar, recebe Ariete 1 e escolhe 2 opções:

    • Marcar Corrupção.
    • -1 permanente enquanto estiver usado o Anel em todos os testes com +Mente.

    Gaste 1 ponto de Aríete para por abaixo portas ou barreiras físicas que estejam em seu caminho, mesmo que elas estejam seladas magicamente.

    Perguntas a serem respondidas: Onde é o Santuário de Nympha? Como é o familiar dela?






    Raijecki
    Mestre Jedi
    Raijecki
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1107
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Raijecki em Dom Out 27, 2019 10:17 pm




    Arkell

    As coisas estavam novamente agitadas em Paris, mas não de jeito que os mortais pensariam, nada de revoluções patéticas e fracassadas e cabeças rolando, bem, talvez algumas cabeças iriam mesmo rolar, mas de formas bem diferentes.

    Arkell era um Fae, um ser de outro mundo que há muito tempo vivia em Paris, até mesmo antes daquela região ser denominada daquele jeito e antes mesmo daquele país se chamar França, pelos Deuses, talvez o Fae fosse mais velho que a própria velhice, vai saber. Durantes as várias eras em que prosperava em prol de seus iguais, sendo principalmente eles membros da corte da Primavera, a atual gestora do trono do mundo dos Fae, Arkell enfrentara todo o tipo de adversidade, desde caçadores em tempos imemoriáveis á vampiros e lobisomens sanguinários.

    E uma daquelas eras parecia estar de volta, para total desagrado do respeitado e venerável Fae. "Sou respeitado por ser velho ou já sou velho por ser respeitado?" - Era o que se questionava muito ultimamente. Os motivos de tamanhas preocupações e incertezas que vinham tomando conta de seus pensamentos e reflexões não poderiam ser outros se não o surgimento de um novo "Conde Drácula" e um inusitado rival Fae, este que supostamente estaria envolvido na morte de sua amada irmã Faduil. Parece muita informação de um só vez? Não se preocupe, ao longo da história irei explicar melhor, mas por hora voltamos aos sanguessugas.

    O ódio e guerra travados entre Vampiros e Fae já era muito famoso e conhecido, mesmo para seres de fora daquela disputa. Os vampiros estavam se movimentando muito mais que o normal, e Arkell esperava ansiosamente o retorno de seus avisos da líder dos Primavera e Fae, Lythain. Esperava que ela enfim autorizasse a ordem "Allium Ignis" e decretasse o começo de uma nova cruzada pelo controle do mundo mortal e imortal.

    Por isso vocês já devem imaginar a decepção estampada em sua carismática face, quando terminara de ler a resposta de sua estimada senhora. "Não devemos entrar em conflito sangrento com os vampiros!? Será que não percebem que tudo o que estes seres desprezíveis e amaldiçoados fazem é sangrento?!"

    Seu semblante de raiva terminara rapidamente quando ouvira o garçom anunciar que tinha uma visita a sua espera. Ele acenava prontamente com um sorriso falso e entregava uma gorjeta ao homem por seus serviços prestados, mesmo que na verdade não desse a minima para isso. "As aparências são tudo para os mortais..."

    A visita era de Nathalie, uma outra Fae. Arkell indicou para que a mesma se sentasse, e então ela lhe passou o ultimo relatório. Nada de novo no começo dele, vampiros se movimentando em catacumbas, um novo Drácula talvez se erguendo, até ali Arkell sentia vontade de mandar a colega fazer seu trabalho melhor, porém a parte final era o que o deixava de chifres firmes, se eles de fato estivessem visíveis.

    - Como eles ficaram sabendo sobre o Mosteiro das Promessas, minha cara Nathalie? - Perguntara com tom ameaçador, como se aquilo fosse um sacrilégio imenso.

    Na verdade era até mais do que isso, pois o tal "Mosteiro das Promessas" não somente era um lugar sagrado para os Fae, como também era secreto e como todos eles imaginavam, impenetrável.

    Explicando melhor para estas pobres almas mortais que vos leem, o mosteiro é uma espécie de templo e seminário, onde se encontra o único altar da divindade máxima Fae na terra, bem como sua relíquia mais poderosa, tão poderosa que apenas os guardiões do mosteiro, espécies de padres dos Fae e as autoridades máximas do local, tem permissão e conhecimento para vê-lo.

    Lá, os Fae que decidem não se unir a nenhuma corte podem estudar sobre sua religião e se tornarem futuramente Guardiões, prometendo assim suas almas a Divindade e jurando nunca se envolver nos assuntos fora dali, por isso o nome de "Mosteiro das promessas", quer dizer, eu acho que é por isso, mas os Fae são bastantes fechados para este tipo de coisa, então nada é definitivamente definitivo, com o perdão da redundância.

    Diferente das cortes e suas políticas, o mosteiro é um local neutro e sagrado, portanto qualquer Fae pode visita-lo quando lhe for conveniente e também autorizado, e toda e qualquer espécie de rixa ou violência é extremamente proibida, pois lá, todos são irmãos Fae e iguais perante sua Divindade. Apenas o mero rumor de vampiros, seres considerados tão repugnantes e corrompidos, rondando próximos a este lugar tão puro, é de uma audácia imensurável, e certamente uma declaração oficial de guerra.

    - Temos de avisar os guardiões imediatamente, junte os outros Fae e reúna mais informações sobre este suposto ataque e as repasse imediatamente a Lythain e a todas as outras cortes, já eu preciso cobrar algumas dívidas, se é que você me entende. - Por mais que as cortes brigassem entre si pela supremacia do Vale - Faérico, não o do rio doce, acostumem-se pois é assim que vamos chama-lo daqui em diante - os mosteiros e templos eram umas das poucas coisas que poderiam uni-los sem ressentimentos, pois talvez fossem os mais importantes pilares da tão complicada sociedade Fae.

    Arkell se despedia de Nathalie e de todos ali esbanjando a etiqueta, como um bom senhor de posse faria, um senhor elegante e bem visto na sociedade, com roupas caras e finas, o típico cidadão que causa o pecado da inveja aos mais humildes, essa era a atual máscara de Arkell naquele mundo. As outras? Bem, isso seria história para próximas ocasiões.

    Ele então seguiria á sua mansão, localizada aos arredores de Paris, para que pudesse organizar melhor suas idéias e se preparar para o que estava por vir, acredito que uma espada bastarda de quase dois metros serviria bem quando precisasse, mas esse sou eu, um mero narrador que nem principal sou nesta história. Mas voltando, se os vampiros queriam guerra, guerra eles teriam.

    O Fae resolvera então entrar em contato com um dividendo, Balthazar, um lobisomem, a fins que descobriremos nos próximos capítulos, caso esta novela não seja cancelada e eu não perca meu emprego. Por favor não riem, isso não tem graça.

    Sua mensagem, enviado pela maior e mais inestimável invenção daquela época, o smartphone, era mais ou menos assim:

    "Baltazhar, da ultima vez que precisei de você, bem, você sabe o que aconteceu.
    Pois bem, agora estou cobrando uma dívida que você tem comigo, então leia com atenção.
    Me encontre na rua **** do bairro **** ás 22H, se prepare bem, pois vamos caçar."

    Se você não entendeu o porque dos "*", resumindo é porque não possuo nenhum conhecimento sobre Paris e suas localidades, portando as deixo sob responsabilidade de nosso estimado - as vezes nem tanto, afinal não da pra deixa-lo se achar demais - principal narrador, que com sua sabedoria e humildade as preencherá sem pestanejar.






    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 644
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Hylian em Ter Out 29, 2019 5:40 pm






    the last nightmare




    Amor... Esperança... Amizade e...,
    ... Medo!

    Nympha alisava seus cabelos loiros e compridos enquanto se mantinha aturdida em seus devaneios mais íntimos que ela não estava disposta a dividir com mais ninguém, exceto Cordélia. Ela se perguntava sobre o que aquelas quatro palavras podiam ter em relação, mesmo sem obter qualquer resposta imediata.

    A passos largos ela caminhava pelas largas ruas de París, uma cidade que aprendera a amar como se fosse uma verdadeira parisiense, o que estava longe de ser ainda que ocultasse sua verdadeira identidade para a maioria. Mesmo presa nos enigmas deixados pelo seu último pesadelo, ela não pode deixar de notar alguns símbolos estranhos que surgiam nas paredes da cidade, outrora eram apenas pichações comuns e que ela já acostumada não daria atenção, porém, como uma jovem estudante de magia ela tinha consciência de que aqueles símbolos não eram meramente representativos...

    Nympha apertara os passos para driblar os civis que transitavam naquela zona, sua intenção era chegar o quanto antes em seu santuário, talvez o lugar onde mais se sentisse cômoda e segura em todo o mundo, pelo menos por enquanto.

    Não tardou muito para chegasse a sua humilde residência onde fora recebida por seu familiar. Um felino de tamanho um tanto maior do que os gatos de rua, tinha uma pelagem azul marinho quase negra e um brilho diferente. Seus olhos arroxeados se destacavam sobre aquela pelagem escura e, na testa, ela tinha um sinal curioso em formato de duas meias-luas sobre uma cruz invertida o que denunciava sua origem para os mais estudados que tinham consciência de que aquele sinal se tratava do símbolo de Lilith, a Rainha do Inferno.





    [!ON!] Meados de Abril Db3b3b5740acbc66129f5472b7a560d6 [!ON!] Meados de Abril 37e2dcc6155429d5c32febedfa40c317



    “- Cordélia!” Exclamou Nympha aproximando-se do familiar para acariciar seu cangote e, embora rabugenta, a felina não podia negar um dengo.

    Nympha fechou a porta de seu santuário tão rápido quando entrou, mas tivera algumas frações de segundos para espiar uma última vez por sobre os ombros para se certificar de que não havia ninguém que a estivesse vigiando. Ela tomava tal precaução desde que deixara a casa de seu pai.

    Aflita e ansiosa, a jovem maga começou a buscar um objeto muito específico em seus pertences no interior da residência. Encontrou finalmente uma caixinha curiosa revestida de veludo vermelho que era sua cor preferida. A garota abriu a caixinha revelando em seu interior um anel que de longe não era uma joia com grandes valores comerciais, mas parecia ter enorme valor para a jovem maga que não demorou muito em vestir seu penúltimo dedo da mão direita com ele. A real utilidade do anel ainda era um enigma para Nympha, mas por alguma estranha razão era como se seu subconsciente lhe ordenasse manter o objeto junto a si.

    Mais uma vez ela voltou a repassar o sonho com detalhes como se fosse um filme em sua mente e apertara o anel contra o dedo nos momentos de grande emoção. “Perseus!” pensou, ele era o único que estava em seu sonho, ou deveria dizer premonição? Decidida ela sairia a procura-lo primeiro.


    “- Cordélia,  hora de ir... Coisas estranhas estão acontecendo...”.





    [!ON!] Meados de Abril WjswMnj

    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 3604
    Reputação : 252
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Bravos em Qua Out 30, 2019 1:55 pm




    Arkell
    @Raijecki

    Quando Arkell perguntou sobre como os vampiros descobriram o Mosteiro, Nathalie ergueu os ombros em sinal de dúvida. - Na verdade, não sei se eles sabem do Mosteiro. Mas eu mesma já cruzei com alguns grupos mal encarados nas proximidades. Talvez alguém tenha dado com a língua entre os dentes e contou a localização. Talvez eles nem saibam o que existe lá, só que é de importância para nós. Se eles souberem... - Ela bufou enquanto arregalava os olhos. - Estaremos em maus bocados. - O garçom se aproximou deixando uma jarra de água além de dois copos. Nathalie se serviu.

    - Tem certeza de que quer avisar às outras cortes? Se Vicent vir nisso uma fraqueza ele vai cair com tudo. - Questionou. Era sabido por todos que as coisas estavam num equilíbrio delicado. - O Drácula ainda não acordou. Esse Duncan parece ter sido o príncipe da cidade durante a Idade Média, ou seja, ele é bem mais velho que isso. - A palavra velho ecoou na cabeça de Arkell, que se questionava acerca disso. - Talvez possamos tentar um acordo com Thordis, a príncipe atual... Argh... Não sei. Vou fazer o que você me pediu.

    A garota Fae se levantou e acenou com a cabeça afirmativamente e saiu. Arkell se afastou depois com toda sua pompa e elegância e enquanto ia para sua mansão, enviou mensagens para Balthazar. Ele fazia parte de uma alcatéia menor que era subalterna à de Corta-Garganta, que dominava uma faixa de território relativamente grande e próxima à mansão onde o Fae morava. Não demorou muito até que ele recebesse no celular uma resposta lacônica: 'Ok'.

    Duas horas mais tarde ele estava no Square Marcel Pagnol, bem ao lado da Igreja de Santo Agostinho. Obviamente o square estava fechado. Mas, como se fosse dono do local, Arkell abriu o pequeno portão de entrada e caminhou até o centro do local. Lá já estava Balthazar e seus companheiros. Ele se vestia com moletons de cores vivas e tinha a cabeça raspada. - E aí? Nous sommes là. O que você tem em mente?

    [!ON!] Meados de Abril 28003410

    Off: Raijecki, quando você lembrou ao Balthazar sua dívida, você iniciou um movimento de Cobrar uma Dívida, veja a lista de movimentos as opções possíveis para cobrar dívidas de personagens não-jogadores. Como você parece que vai pedir para Balthazar e sua alcatéia acompanhá-lo como segurança/capanga/algo assim, me parece que você quer obter +3 no movimento Convencer um Personagem Não-Jogador. Mas veja lá e me confirme.





    Nympha
    @Hylian

    Nympha mandou uma mensagem para Perseus e eles combinaram de se encontrar num pequeno café próximo à praça da Bastilha. Quando chegou, ele já estava sentado no terraço. Era uma noite de primavera então estava agradável. Perseus fumava um cigarro eletrônico e praticamente se escondia atrás da cortina de fumaça espessa que saía daquele pen drive de nicotina.

    Ele sorriu e ergueu as sobrancelhas ao ver Nympha se aproximando. - Ora, ora, quem temos aqui... - Ele parecia relaxado. Seria bom que não fosse por conta do cigarro eletrônico. Mas não daria para saber, pois aqueles aparelhos lançavam uma fumaça sem odor. - Como vai a senhorita? Fazendo longas caminhadas pela cidade de Paris? - Soprou para o lado direito e para cima uma última baforada enquanto guardava o aparelho no bolso do casaco leve que levava.

    - Já pedi uma cerveja, vai me acompanhar? - Perguntou já quase se virando para fazer um gesto ao garçom. Se ela dissesse que sim, ele pediria uma segunda. Depois ele se voltou um pouco mais sério: - Mas sim, você veio caminhando? Notou algo fora do comum nas ruas... Talvez, nos muros?

    [!ON!] Meados de Abril Ae1ebf833782c584547f3b36dd155fac






    Raijecki
    Mestre Jedi
    Raijecki
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1107
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Raijecki em Qua Out 30, 2019 3:28 pm

    Teste de "Convencer um Personagem Não-Jogador" em Balthazar:

    +1 de Coração, +3 Dívida do Balthazar.

    Raijecki efetuou 2 lançamento(s) de dados [!ON!] Meados de Abril Dice (d6.) :
    6 , 3
    Raijecki
    Mestre Jedi
    Raijecki
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1107
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Raijecki em Qua Out 30, 2019 9:41 pm




    Arkell

    Durante o percurso de carro até o local combinado com o lobisomem, Arkell refletia sobre a conversa que tivera com a Fae Nathalie, poucas horas antes. Ela lhe respondia sobre não saber como e nem quando os vampiros teriam descoberto o mosteiro, isso se eles realmente sabiam sobre, mas que tinha certeza de que estavam rondando locais próximos do inestimável templo Fae.

    - Terão de passar por cima de nossos cadáveres. - Tinha lhe respondido com firmeza, com um olhar em chamas. Todos sabiam que Arkell era líder de um movimento anti-vampiro dentro da sociedade Fae. Como era um dos poucos que vivia a muito e muito tempo, tinha presenciado quase todas as batalhas entre as duas raças, ou seja, detinha um ódio primordial, este que se me perguntassem, diria que seria quase impossível de ser revisto.

    Nathalie então continuava a falar e revelava sua preocupação com as ordens de Arkell. Como vocês devem imaginar, um Fae por natureza já não seria favorável a ser questionado, então um que representava uma era de ouro de seu povo por viver aquele tempo, no mínimo se sentiria ofendido por tal "indelicadeza", para não revelar a verdadeira palavra que ressoava na mente do venerável Fae.

    - Deixe Vincent comigo, apenas cumpra seu dever. - Respondia seco, depois de respirar algumas vezes e se controlar para não repreender a pobre Fae ali mesmo. Talvez no fundo ele não fosse de fato um ser raivoso, mas sim uma vítima de eras distintas e da própria atual, talvez só estivesse pensando no melhor para seus compatriotas, mas o fato era de que quando colocava algo em sua cabeça, para alguém convence-lo a mudar de ideia, bem, digamos que talvez fosse mais fácil fazer chover no deserto mais quente e escaldante até ele se transformar em mar.

    Se aquele atrevimento da jovem - pelo menos comparada a ele - tinha sido difícil de engolir, ouvir da boca de um dos seus que deviriam talvez fazer um acordo com o atual príncipe vampiro, não poderia ser deixado de lado. Arkell arqueou suas sobrancelhas, levantou e se pôs parado, ameaçador e imponente em frente a Fae, como se fosse devora-la apenas com o olhar.

    - Só de sequer pensar em algo tão abismal, você deveria ser exilada ou até executada, então sinta-se honrada por minha misericórdia em apenas deixa-la ir cumprir suas obrigações com este aviso. - Então sua face mudava da água para o vinho e com um gesto sutil, chamava o garçom para fechar a conta.

    Refletia então se não houvesse mais Faes como aquela, hereges, covardes demais para enfrentar seus inimigos e dispostos a vergonha de tentar se conciliar com os infames vampiros. Preferiu entrar em negação, preferiu pensar que aquilo era apenas um incidente isolado, ocasionado pelo medo que uma iminente guerra poderia fazer, ele mesmo entendia que batalhas decisivas como a que estava por vir poderiam mesmo mexer com a fé e a ordem de qualquer um, pois já tinha vivenciado aquilo pelas eras em que existira. Acreditava que só o que precisavam era de alguém para guia-los, assim como outrora precisou.

    "Duncan, Chico, Anísio, Pedro, José, Vincent... Não interessa o nome, todos acabam do mesmo jeito, empalados pela Springbreaker..." - Era o que pensava sobre o novo Drácula e seus outros algozes.

    Estava levando de sua casa algumas roupas formais e sua preciosa espada Springbreaker, sua fiel companheira e uma famosa algoz dos sanguessugas, capaz de fazer tremer o mais inescrupuloso e abominável nosferatu apenas com sua presença milenar. O ponto de encontro ficava no parque Square Marcel Pagnol, logicamente fechado aquela hora da noite, o que pouco importava para um ser que em éons anteriores fora até considerado um deus. O parque ficava bem ao lado da Igreja de Santo Agostinho, e o Fae recordou de um jovem que em outra era, outra máscara, teria lhe suplicado sabedoria e fé para guia-lo ao rumo certo, e ele prontamente o ensinara a filosofia que mais rapidamente lhe surgia em sua mente e a que mais estava na moda na época, o maniqueísmo. "Engraçado aonde a ingenuidade pôde os levar..." - Pensou, com um sorriso de canto de boca, sem nem sequer cogitar o quanto ele mesmo era influenciado pelo povo que tanto se aproveitava. Arkell então adentrou o local pelos portões principais carregando a espada em uma mão e as roupas em outra, e ao centro do lugar avistou seus ajudantes daquela noite.

    - Cavalheiros, vistam-se. - Atirava as roupas caras e estilosas, típicas de grandes figurões de la France para os desajustados lobisomens. - Esta noite vocês se passarão por ricos empresários, bem do tipo que odeiam, e fingirão estarem em Paris a trabalho e, claro, diversão. - O plano de Arkell era o seguinte. Eles sairiam todos juntos em seu carro esportivo até um dos bairros com extrema movimentação de vampiros, se passariam por pessoas normais, visto que somente seres da mesma raça podem se reconhecer, e assim passariam como espécie de isca/armadilha para algum chupador de sangue insaciável que tivesse o desprazer de se envolver com eles. Depois da captura de um ou mais vampiros, os levariam até a mansão do Fae. O motivo disso tudo o Fae obviamente nunca revelaria aos subordinados.

    Explicado todo o plano, Arkell esperava que os caninos fossem não somente acata-lo como aprecia-lo, já que lobisomens geralmente pagavam para terem motivos suficientes para agirem na selvageria, sendo contra vampiros então, a festa era garantida. Lhes parecem um claro caso de esteriótipo? Bem, digamos que lobisomens aparecendo a noite de lua cheia com a cabeça raspada e de moletom colorido da addidas não poderia ser boa coisa, não é mesmo?

    - Prêt? - Perguntava a todos ali, levantando sua enorme espada bastarda com a mão direita como se fosse um pedaço de papel, tamanha era sua facilidade ao maneja-la, e fazendo refletir a luz da lua cheia por entre sua afiadíssima lâmina prateada.






    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 3604
    Reputação : 252
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Bravos em Dom Nov 03, 2019 9:18 am




    Arkell
    @Raijecki

    - Isso vai dar uma merda... - Disse Balthazar com um sorriso meio contido. Arkell era esperto em dar aos lobos aquilo que eles queriam. - Se vistam com as roupas chiques do Monsieur Arkell. Vamos dar um rolé. - Enquanto o bando pegava as roupas e as colocavam, Balthazar se aproximou do Fae, chamou-o para falar-lhe pessoalmente. - Escuta, estou pagando minhas dívidas com você. Por mais divertido que isso pareça, poderá trazer problemas para mim. Corta-Garganta quer passar por essa tempestade sem se envolver. - Disse enquanto metia o blazer emprestado do Fae. Para alguns as roupas ficaram curtas, mas serviriam.

    Entraram no carro de Arkell e rumaram para o Montparnasse. Era lá que ficavam as Catacumbas de Paris e certamente seria o local onde havia mais vampiros rondando. Até porque, mais cedo ou mais tarde, eles estariam todos lá reunidos para encontrar seu novo Drácula. É claro que eles não iriam direto para as catacumbas. Arkell dirigia na frente, com alguns do bando de Balthazar, enquanto vinha atrás um Uber Select trazendo os restantes. Pararam a alguns quarteirões do cemitério do Montparnasse. Aquele bairro era agitado, mesmo durante a noite.

    Deixou o carro e se reuniu com o bando de Balthazar. Eram oito, contando com Arkell. Na rua, grupos iam e voltavam. Não poderiam saber quais eram vampiros ou não. Agora eles precisavam ir caçar.

    Caçar vampiros incautos
    Quando caçar vampiros incautos role com +Mente. Com um 10+, consegues encurralar um ou dois vampiros que não oporão resistência física. Com um 7-9, três vampiros tentarão se defender como puderem. Com um 6-, um grupo pequeno de vampiros o surpreendem.






    Raijecki
    Mestre Jedi
    Raijecki
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1107
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Raijecki em Dom Nov 03, 2019 9:06 pm

    Teste de "Caçar vampiros incautos":

    +1 de Mente.

    Raijecki efetuou 2 lançamento(s) de dados [!ON!] Meados de Abril Dice (d6.) :
    1 , 6
    Raijecki
    Mestre Jedi
    Raijecki
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1107
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Raijecki em Seg Nov 04, 2019 2:58 pm




    Arkell

    - A guerra é uma merda. - Respondia o Fae para Balthazar, com uma autoridade inquestionável em sua voz, como de alguém que já vivenciara aquele tipo de situação milhares de vezes e reprendia as obviedades proferidas pelo lobisomem como um general repreende seu subalterno. Parecia que viver á milhares de anos, as vezes, tinha suas vantagens.

    Enquanto os outros vestiam as roupas cedidas pelo pseudo-empresário, Balthazar o chamava para conversar privativamente, mesmo sabendo que os lobisomens, ainda que em sua forma humana, possuíssem uma audição aprimorada. Ele lhe afirmava que estava quitando suas dividas e que seu líder, Corta-Garganta, não desejava se meter em assuntos que não lhe diziam respeito.

    - Nunca ouse me ter a tolo, Balthazar. - Dissera com um olhar severo. - Lhe salvei a vida, você ainda me deve muito e sobre seu líder, bem, se ele realmente acha possível se manter neutro no meio de uma guerra desta magnitude, talvez seja a hora de procurarem outro... - Dava alguns leves tapas nos largos ombros do lobisomem enquanto o mesmo vestia o blazer estiloso do Fae. - Quem sabe essa não seja a sua hora de se destacar? - Então com sínico sorriso se dirigia ao carro a espera dos outros.

    Rumaram ao movimentado bairro Montparnasse, famoso por entre várias coisas, suas catacumbas vampíricas, estas que o Fae sonhava e muito em erradica-las de uma só vez. Talvez a guerra lhe proporcionasse esta oportunidade, o que leva a um questionamento complicado, Arkell desejava algum tipo de paz? Caso vencesse, sua vida teria mais algum sentido? A unica certeza que tenho é de que o Fae preferia nem sequer arranhar estes questionamentos.

    - Vamos agir como forasteiros em busca de diversão, dentro do porta-malas há um fardo de cerveja. - Lhes dizia ao parar o carro em frente a uma boate muito agitada e também conhecida como um dos meios de caça de vampiros a ingênuos turistas prontos para serem devorados logo após de seduzidos. E era exatamente assim que o plano de Arkell de se desenrolava.

    Lembram que apenas seres do mesmo tipo podem se reconhecer? Bem, depois de milhares de anos travando batalhas sangrentas e aterradoras, o Fae poderia não perceber por sentido de raça a presença de vampiros escondidos em suas máscaras, mas as ações e atitudes estavam lá para quem de fato prestasse atenção, ah, e ele prestava. Os vampiros seduziam suas vitimas como ninguém, eram perfeitos e invejáveis por fora, detinham poderes de enfeitiçar capazes de dobrar o ser humano com mais força de vontade que existe, desde o mais assexuado como um padre até o mais temível caçador.

    Portanto eram iscas perfeitas, pois os seres abomináveis, como próprio Fae os denominava, adoravam presas com poder, e empresários cheios da grana poderiam lhe saciar por vários e vários dias e das mais variadas formas, depois eram apenas descartados como lixo. Arkell fora abordado por uma bela mulher, que com seu toque extremamente sedutor, mas olhar concentrado como se desejasse devora-lo, com um olhar de um predador para com sua presa, entregava sua verdadeira face. O Fae, se aproveitando do momento, deixava ser levado para fora da boate, sem antes sinalizar para que Balthazar e seus colegas o seguisse logo depois.

    "Ah, como são previsíveis..." - Pensava Arkell, enquanto era puxado pela vampira em direção a um beco logo atrás do local. Lá estavam mais dois seres masculinos. "Vampiros, vampiros..." - Pensou o Fae. Antes que a mulher pudesse começar a contar alguma história mentirosa do tipo "Esses são meus amigos, vamos nos divertir?" e "Eles adorariam lhe conhecer, vem conosco para tal lugar?" Balthazar e os outros lobisomens surgiam pela porta de saída e já cercavam os três vampiros, depois de lançarem a Springbreaker a Arkell, que falava em alto e bom som, mas com uma tranquilidade absurda em sua voz:

    - Então, quem será le premier? - Sua expressão de felicidade não deixava esconder, o Fae amava tudo aquilo, aquilo lhe dava sentido a sua existência.      






    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 644
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Hylian em Seg Nov 04, 2019 10:35 pm






    meeting an old friend...





    Nympha havia escolhido um lugar muito incomum e estratégico para chamar de “lar” ou, em outras palavras seu Santuário próprio. Se Zyldon, seu pai, descobrisse ele provavelmente seria contra, ainda que o cemitério central de Paris tivesse um ambiente convidativo para os de sua “raça”. Centenas de mausoléus existiam espalhados por todo o cemitério e ela escolhera aquele que fora construído exatamente no coração do lugar. Uma estrutura pouco chamativa (ainda que ela gostasse de ser notada, tinha a consciência de que deveria viver em um lugar discreto), feito de pedras e com símbolos e runas antigas que leigos nunca imaginariam seu significado. Para os mais curiosos, era possível notar um anjo “obscuro” entre as colunas do telhado do mesmo. A criatura apontava uma flecha vermelho-sangue para o chão próximo a entrada do mesmo.


    [!ON!] Meados de Abril 1200px-Glanum-mausolee
    Nympha's Santuário


    Aos que chegassem mais próximos veriam escrito sobre a porta de carvalho seco e antigo uma singela mensagem, mas apenas antigos estudiosos conseguiriam entende-la:


    “Entre, estranho, mas preste atenção...

    Terrível será o destino que espera o pecado da ambição,

    Porque os que tiram o que não lhes pertence, pagarão com a vida,

    Assim, se procuram algo em meus domínios,

    Um tesouro que nunca enterraram, imbecil, você foi avisado, pois encontrará aqui muito mais do que procuraste!”


    A noite já havia iniciado quando Nympha finalmente deixou o local na companhia de Cordélia, sua fiel escudeira. As duas deixaram a “cidade” dos mortos em direção ao café que Nympha havia combinado de se encontrar com Perseus. “Ele provavelmente já deve estar por lá...” imaginou a jovem maga ajeitando sua vestimenta gótica que lhe caía tão bem. Ela também aproveitou para admirar o anel de Ariete que carregava em seu penúltimo dedo da mão direita, como se ele tivesse um valor inestimável.

    Como imaginado, Perseus já se encontrava no local rodeado por uma espessa fumaça que ele fazia questão de inalar juntamente com os malefícios que aquela geringonça eletrônica lhe traria ao longo dos anos. Nympha fizera uma careta e se aproximara.


    “- Você não...” Koff..In...Koff... “- ... muda, Percy!” comentou a maga sentando-se diante do amigo.  “- Digamos que as noites de Paris me alucinam...” respondera ela “- Mas duvido que você não aproveite este lugar lindo, há algum tempo que não te vejo...” Nympha arqueava a sobrancelha esquerda como se estudasse o amigo esperando captar algum sinal que respondesse suas curiosidades.

    A jovem negara o convite para acompanha-lo com uma cerveja, estava na “vibe” de se aprofundar com um Uísque Apimentado que a garçonete do local fazia muito bem.


    “- É claro que notei...” murmurou Nympha abaixando a voz como se tivesse imenso cuidado para que ninguém pudesse ouví-la “- Símbolos nas paredes... Que símbolos eram aqueles?”

    Nympha continuava a analisar o amigo como se ele ainda fosse um estranho até que ela se convencesse de que realmente estava diante de um velho amigo de confiança. Seus olhos buscavam a Cordélia, por vezes que perambulava sem rumo por ali despreocupada. “Gata tonta...” bufou revirando os olhos.

    Finalmente quando ela se sentiu mais segura para tocar no que mais a preocupava, olhou bem fundo nos olhos de Percy, seu amigo.


    “- Percy... Eu tive um sonho um tanto estranho, você, meu pai e o líder do Oráculo estavam nele. Foi como um pesadelo...” Nympha buscava as melhores palavras para descrever suas lembranças da última noite “- ... Ouvi falar de uma profecia, algo assim...”.





    [!ON!] Meados de Abril WjswMnj

    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 644
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Hylian em Ter Nov 05, 2019 12:41 pm

    Teste do "Anel do não sei das quantas que o Bravos inventou pra encher linguiça...[!ON!] Meados de Abril 5c996e6663a3c2ef1b92ad9ef13ffef7

    +2 de Espírito.

    Hylian efetuou 2 lançamento(s) de dados [!ON!] Meados de Abril Dice (d6.) :
    5 , 3
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 3604
    Reputação : 252
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Bravos em Qua Nov 06, 2019 1:55 pm




    Arkell
    @Raijecki

    Enquanto a vampira achava que estava pegando a isca, ela era devidamente apanhada na rede. Ela estava levando Arkell para uma ruela ao lado de uma boîte noturna. Lá, já esperavam dois outros. Porém, assim que passaram da porta, o bando de Balthazar veio com eles, praticamente cercando-os.

    Um deles jogou para Arkell a Springbreaker. Nesse mesmo instante, com um movimento sobre-humano, a mulher puxou um dos lobos e agarrou-o pelo pescoço, erguendo-o a quase 40 centímetros do chão. Os outros dois supostos vampiros se prepararam também para lutar, assim como todo o bando. - Acha mesmo que isso é uma boa idéia? - O lobo tentava afrouxar a mão da vampira que oprimia sua garganta. - Eu estou ensinando a esses rapazes. Vocês não vão querer ter um problema com a senhora deles.

    Balthazar estava de olho em Arkell, esperando um sinal. Um dos vampiros, vestido com uma jaqueta vermelha, deu uns passos para frente e começou a falar: - É! Thordis¹ vai estripar v... - Antes de ser interrompido pela vampira. - Calado! Quem fala nessa porra aqui sou eu. - O cenho franzido dela mostrava que ela quem mandava ali. - Quem está liderando? É você? - Olhou para Arkell, que segurava a relíquia do Vale. - É melhor você soltar essa merda aí, senão seu amiguinho vai dormir com os peixes. E não vai ser só ele.

    [!ON!] Meados de Abril 08e24454efc55c1ec5f8e7ed856359b9

    1 - Thordis: É a atual Príncipe entre os vampiros. Ela governa a cidade há algumas décadas, ainda poucas para ter seu domínio consolidado. Se ela é senhora desses vampiros, quer dizer que ela os transformou.





    Nympha
    @Hylian

    A garçonete trouxe o pedido de Nympha. A maga teve a impressão de que a garçonete sorriu para ela quando entregou o uísque. Perseus acompanhou com os olhos enquanto ela voltava de costas para dentro do café. - Não sei o que significam as marcas. Mas descobri quem as fez... Os Takers. Uma gangue de meliantes. Muito estúpidos para serem o cérebro por trás disso, mas eles devem estar sendo usados. É nitidamente um símbolo arcano, só não sabemos a que se devota.

    Bebericou seu chopp. Uma cara de espanto se fez em seu semblante quando Nympha falou sobre o sonho. - Não hoje, mas talvez tenha sonhado com algo similar há alguns dias. Não lembro quase nada. - Ajeitou-se na cadeira. - Ande, me conte antes que você esqueça. O que dizia essa profecia?

    Alguns carros de polícia passavam na rotatória. Sua luz banhou o terraço do café e suas sirenes foram se afastando. Perseus olhou as viaturas se distanciarem. - Quando existem profecias não existem coincidências. O que acha que devemos fazer?






    Raijecki
    Mestre Jedi
    Raijecki
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1107
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Raijecki em Sab Nov 09, 2019 9:11 pm




    Arkell

    "Ah esses lobisomens, nunca aprendem..." - Pensou o Fae, um tanto decepcionado com a falta de atenção do subordinado de Balthazar, que além de facilmente rendido pela sedutora vampira, ainda deixava os outros dois capangas em posição de combate e cheios de si. A vampira então revelava que Thordis, a princesa vampira de Paris, era a verdadeira senhora daqueles dois, ou seja, explicando para vós mortais que vos leem, ela havia os transformado, mordido seus pescoços e os feito beber seu sangue, talvez do mesmo modo que seria realizado em Arkell, caso ele fosse apenas mais um humano desmiolado que só pensa com a cabeça de baixo.

    - Vercingetórix virá para sua princesa também. - Respondera Arkell aos vampiros, com uma intonação imponente. "Mas que raios é Vercingetórix?" Vocês devem estar se perguntando, resumindo bem, já que isso será melhor explicado enquanto esta história avança, Vercingetórix era o nome de um grande guerreiro e herói gaulês, isso na história dos humanos, já na dos imortais tais como o próprio Fae, o mesmo fora um grande e lendário caçador, e não, ele não caçava meros animais se é isso que você pensou. Arkell utilizava-se deste pseudônimo já a um bom tempo, sempre que precisava enfrentar inimigos que não deveriam identifica-lo com sua forma real, ou seja, praticamente todos.

    Agora um pequeno flashback, momentos antes, enquanto se dirigiam de automóvel á boate, o Fae ia explicando mais alguns detalhes de seu plano, mesmo que Balthazar já conhecesse os métodos "de caça" do mesmo. Eles nunca deveriam revelar suas verdadeiras identidades até que ele os desse o sinal para tal, e também nunca deveriam chama-lo por seu nome e nem poderiam revelar que ele era um Fae. Caso fosse preciso, o chamariam por outra identidade.

    - Não esqueçam, agora sou apenas um caçador humano, denominado Vercingetórix. Entenderam? - Fazia questão de alerta-los toda vez, pois sabia que a selvageria sempre vinha junto com a ignorância.

    Se me permitem mais uma breve interrupção, antes de continuar com o desenrolar daquela disputa, acredito que mais um fato interessantíssimo sobre os vampiros deve ser citado. Se um vampiro com poder suficiente para tal, transformar seres humanos em outros vampiros, ele se torna seu senhor, sendo assim, os transformados agora respondem diretamente a ele, até sem direito de resposta, caso esse seja o desejo de seu senhor. Porém, se o senhor (a) vampiro vir a falecer de qualquer maneira e os transformados forem relativamente recentes - estima-se que até 5 anos, pouquíssimo tempo para imortais, quase que como um piscar de olhos - todos os convertidos voltarão a serem humanos. Porém, contudo, todavia, uma certa porcentagem podem apresentar várias sequelas psicológicas, como psicopatia - talvez não seja fácil ficar alguns anos bebendo sangue, ingerindo carne humana e queimando á luz solar como se fosse algo normal - , demência - Passar por uma iniciação vampirística e obter seus conhecimentos como sociedade, bem como a descobertas de um outro mundo sobrenatural e então voltar forçadamente para o marasmo do mundo mortal pode ser um choque muito forte para se aguentar - entre outros distúrbios mentais.

    Voltando para a disputa entre o Fae e os vampiros, Arkell então fazia um sinal com a cabeça, enquanto a vampira genérica continuava a falar como só um vilão clássico faria, para que seus colegas lobisomens aproveitassem a luz lunar para que se transformassem rapidamente e voltassem a surpreender seus inimigos. A vampira até perguntara se Arkell era o líder daquela investida, mas o Fae não perdia tempo com conversas fiadas, e com um sorriso largo, digno de mostrar toda a sua perfeita arcada dentária, investia com tudo para cima da vampira que prendia o lobisomem, e com um movimento em arco de baixo para cima, tentava cortar seu pálido braço e depois, caso tivesse sucesso, empalaria a mesma a fins de imobiliza-la, pois precisava que ela estivesse viva para que seu plano avançasse como desejado.

    - Deixem essa comigo, podem se divertir como quiserem com os outros deux transformés. - Ordenava para Balthazar e os outros. A presa maior deveria vir sempre para o líder do bando, e o Fae era o que se achava digno de receber aquela "honraria".                  






    Raijecki
    Mestre Jedi
    Raijecki
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1107
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Raijecki em Sab Nov 09, 2019 10:32 pm

    Teste de "Lançar um ataque" 2d6+Sangue (-1)

    Raijecki efetuou 2 lançamento(s) de dados [!ON!] Meados de Abril Dice (d6.) :
    4 , 5

    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 644
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Hylian em Dom Nov 10, 2019 12:10 pm






    the nightmare will have to wait







    Nympha fingira não notar o breve sorriso que recebera da garçonete. Perguntou-se aquilo poderia significar algo além de um simples sorriso educado, mas não tinha muito tempo para pensar no assunto.

    “- Takers!” repetira mais para si do que para Perseus, levando ainda alguns segundos para identifica-los em sua memória “- Mas quem poderia estar controlando aqueles imbecis?” A pergunta era quase retórica, já que ela imaginava que seu amigo não teria a resposta de prontidão.

    A jovem maga ficara surpresa e talvez mais angustiada ao descobrir que Perseus também tivera o mesmo pesadelo que ela, o que poderia significar que não se tratava de um mero sonho mal dormido. Mais um motivo para se preocupar com os devaneios que sua mente lhe propunha.


    “- A profecia dizia sobre...”

    Nympha fora interrompida pela a ação da policia que avançava com a sirene e luzes indicando que algo havia acontecido. Mal tivera tempo de bebericar seu uísque apimentado e, demorara um tempo até responder o seu amigo sobre o que deveriam fazer. A maga tomou um ultimo e rápido gole de seu trago. Se sentiria melhor para a ação com um pouco de pimenta e álcool banhando seu cérebro.

    “- Vamos!” Exclamou a jovem decidida “- Vamos atrás dessas viaturas!”.

    Nympha deixara algumas poucas notas de Euro sobre a mesa, o suficiente para pagar o que haviam pedido. Ela pagaria a cerveja de Perseus, mas que ele não se acostumasse com isso e a próxima vez seria dele, obvio! Nympha olhou uma última vez para a garçonete como se buscasse alguma atitude estranha da mesma, virou-se em direção a saída do café rumo as viaturas.







    [!ON!] Meados de Abril WjswMnj

    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 3604
    Reputação : 252
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Bravos em Ter Nov 12, 2019 9:39 am




    Arkell
    @Raijecki

    As coisas acontecem muito rápido. Num instante Arkell estava avançando sobre a vampira com sua espada-relíquia. Ela percebeu a vinda do primeiro golpe e largou o lobisomem, que caiu no chão respirando ruidosamente, porém, não foi rápida o suficiente para desviar do segundo. A espada entrou no seu tórax erguendo-a alguns centímetros do chão. No instante seguinte, o punho da vampira, como um bloco de concreto, acertou o Fae no rosto. Arkell sentiu o gosto de sangue na boca e deu um passo atrás. Isso não seria realmente nada, mas um dos jovens vampiros saltou sobre o Fae, e eles então estavam rolando pelo chão.

    Os grunhidos dos lobos fizeram-se bem audíveis e eles começaram a se digladiar com o vampiro restante e a vampira-quase-empalada. Arkell tentava se desvencilhar do vampiro sobre ele e foi quando notou que a Springbreaker não estava mais em sua mão. Enquanto evitava os golpes do neófito, seus olhos procuraram sua relíquia: ainda estava atravessada no tórax da vampira.

    Off: Os golpes que Arkell levou são narrativos, não causaram dano. Entretanto, um dos jovens vampiros ainda está engalfinhado com ele, eventualmente causará dano se nada for feito Rolling Eyes





    Nympha
    @Hylian

    - Precisamos descobrir. Quem os mandou e o que significa. Só assim para podermos evitar, se for algo a se evitar... - Respondeu-lhe o colega. Quando iam começar a falar da profecia, Nympha se levantou de súbito e disse que deveriam seguir as viaturas. Perseus pareceu um pouco confuso, mas também se colocou de pé.

    A maga colocou para dentro grande parte do uísque e o oráculo tentou fazer o mesmo com a cerveja. Enquanto se afastavam e Nympha olhou para trás, viu que a garçonete olhava para ela da porta do restaurante. Será que significava alguma coisa? - Ande, eu estou com minha scooter. - A voz de Perseus a trouxe de volta. Subiu no ciclomotor do colega e seguiram para mesma direção que ia a polícia.

    Eles iam em direção do Croulebarbe, depois do Quartier Latin. A pequena 'perseguição' durou cerca de dez minutos, passando pelo Jardim das Plantas até chegar ao tal bairro. Perseus parou a scooter um quarteirão mais a baixo do que a barreira da polícia. Havia ali uma cena de crime, aparentemente. Alguns observadores atrapalhavam a visão, mas Nympha teve a impressão de ter visto um carro capotado e destruído, no centro da rua.

    [!ON!] Meados de Abril 4e9dc46c0b33606cd6e284d28839c856






    Raijecki
    Mestre Jedi
    Raijecki
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1107
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Raijecki em Qui Nov 14, 2019 9:17 pm




    Arkell

    A vampira parecia mais rápida do que o previsto pelo Fae e conseguia desviar de seu primeiro ataque, depois é claro, de soltar o lobisomem, o principal objetivo daquela investida. Talvez ser a líder daqueles recém-transformados e incumbida de treina-los fosse realmente um trabalho para vampiros mais experientes e sábios no final das contas. Claro que, para o nosso venerável protagonista, aquilo na verdade não fazia muita diferença, já que acreditava que os sangue-sugas eram seres inferiores que deveriam ser exterminados como insetos.

    Já o segundo era certeiro, eras e mais eras de batalhas traçadas contra diferentes tipos de inimigos traziam grandes experiencias e sabedorias, e Arkell era praticamente mortal em seus ataques, pois mesmo "errando" o primeiro, não perdia a concentração e logo engatava mais um em sequencia, estocando com as duas mãos em punho sua Springbreaker na vampira que mal pode contra-atacar com seu próprio punho, mas o suficiente para mudar a posição de ataque do Fae. A estocada perfurou seu peito a empalando sem misericórdia. Ela talvez sobrevivesse, mas demoraria muito tempo sem sangue para se recuperar, o que para o plano do Fae, era perfeito.

    O que não fora perfeito, infelizmente para ele, era Balthazar e seus colegas caninos que desapontavam mais uma vez, pois até os avisava para cuidarem dos outros dois vampiros e assim deixando Arkell se concentrar somente na verdadeira presa da noite, algo que não acontecia. A mudança de posição de Arkell fora suficiente para um dos vampiros investir contra o mesmo, fazendo os dois rolarem pelo chão e sua espada sagrada permanecer cravada na vampira líder.

    Um grande dilema estava diante de si, pois caso conseguisse se desvencilhar do vampiro para recuperar sua espada e utiliza-la para derrota-lo, livraria a vampira para se mover livremente, mesmo que estivesse com sérios ferimentos. Se utilizasse alguma magia Fae, correria o risco de revelar sua verdadeira identidade e consequentemente enfraqueceria ainda mais a sua relação com as cortes Faéricas, principalmente a sua, a da Primavera. Então só lhe restava uma alternativa.

    "Faz tempo que não faço isso, mas é o que resta, Blodsvept será." - O Fae então tentava cravar seus dedos fundo nos olhos do vampiro, na tentativa de estourar seus glóbulos oculares e penetrar em sua massa encefálica, explodindo seu cérebro de dentro para fora, se banhando em sangue de seu inimigo, como os antigos guerreiros terminavam após as grandes batalhas, chamados assim de Blodsvept, a "veste de sangue".






    Raijecki
    Mestre Jedi
    Raijecki
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1107
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Raijecki em Qui Nov 14, 2019 9:18 pm

    Teste de "Lançar um ataque" 2d6+Sangue (-1)

    Raijecki efetuou 2 lançamento(s) de dados [!ON!] Meados de Abril Dice (d6.) :
    2 , 4
    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 644
    Reputação : 70
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Hylian em Sex Nov 15, 2019 6:16 pm






    the curiosity mind of Nympha







    Nympha ficara em duvidas sobre o que deveria fazer, mas pouco tinha tempo para organizar seus pensamentos, afinal, a curiosidade lhe consumia sobre onde e o que fariam os policiais. Ela pouco conhecia a garçonete local, embora não fosse a primeira vez que teria sido servida pela mesma, mas nunca notara uma atitude tão estranha quanto aquela. A jovem maga desejou ter a habilidade de ler mentes alheias, ao menos teria a ceteza de algo, mas desemvolver quaisquer habilidades mágicas em segundos era impossível.

    Seus pensamentos sobre a garçonete só deixaram sua mente quando ela fora apresentada a Scooter de Perseus. Nympha sentou na garupa rapidamente, sem pensar ou perguntar nada.
    “- Vamos!” ordenou ela ansiosa para ver o que acontecera e, antes que finalmente seu amigo arrancasse o motor da modo e eles deixassem o local, seus olhos buscaram de relance os da garçonete, aquilo incomodaria sua mente pelo menos por todo o trajeto que fariam a seguir.

    A jovem Nymphadora desembarcou do veículo tão logo que o motor fizera seu último espirro e se desligara a comando do oráculo-piloto. Tomada por uma curiosidade, eles voltaram a cena do crime uma quadra acima e, por entre a multidão que se aglomerava no local também cultivando o sentimento da curiosidade, ela pode ter a impressão de ter visto um carro capotado e destruido no meio da rua. A primeira pergunta que se fez fora se houvera sobreviventes, ela duvidava a julgar pelo estado do transporte.

    A maga buscou se enfiar entre a multidão abrindo caminho até que pudesse ter uma visão mais clara e ampla do que acontecera, seus olhos buscavam por quaisquer sinais sobrenaturais, como os simbolos que vira pouco antes.


    “- Viu alguma coisa, Percy?” ela perguntara esperando que a vantagem do amigo em ser mais alto lhe beneficiasse com uma visão mais clara.




    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 3604
    Reputação : 252
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Bravos Ontem à(s) 2:15 pm




    Arkell
    @Raijecki

    Acostumado a se virar em guerras atrozes, aquelas de verdade em que é preciso vencer o oponente com as próprias mãos e não apertando gatilhos, o Fae tentou perfurar os olhos do vampiro que estava sobre ele com os dedos. Antes que suas mãos se encaixassem no alvo, o neófito defendeu-se com a mão esquerda, tirando para o lado, ao mesmo tempo que rasgava o rosto de Arkell com suas garras.

    Ele ainda o atacou por uma segunda e terceira vez, rasgando os ternos caros do suposto empreendedor de start-ups. Quando o quarto golpe vinha, a mãozarra de Balthazar se colocou no caminho, a outra então pegou o vampiro pelo tórax e o lançou para longe. O lobo ajudou Arkell a se por de pé. A briga ainda estava feia, porém, os vampiros estavam claramente se saindo pior, enquanto os lobos tinham pouco mais que escoriações.

    [!ON!] Meados de Abril 270f1b9319582fcc9175615f7f6b37d4

    Porém, os chupadores de sangue pareciam não querer abrir mão. A vampira que liderava os dois neófitos lutava com afinco. Num dado momento, quando viu Arkell de pé outra vez, ela puxou a Springbreak de si, e, agora empunhando-a, avançou entre os lobos em direção do Fae.

    Off: Mais esse "turno" e os lobos causarão dano o bastante para os vampiros desistirem, talvez com a morte de um ou dois deles.





    Nympha
    @Hylian

    A maga precisou dar algumas cotoveladas para conseguir se aproximar e ver alguma coisa. Perseus vinha logo atrás dela. Quando finalmente conseguiram um lugar onde pudessem dar uma olhada na cena, notaram que não era exatamente o que eles haviam imaginado. Não havia marca de pneus no chão, mas havia manchas de sangue um tanto quanto aleatórias. Aquilo não havia sido um acidente de carro. Na verdade, o carro parecia ter sido virado durante algum tipo de conflito entre grupos.

    - Não estou certo, mas olha as marcas no carro. Eu diria que são garras de lobisomens. - Disse baixinho Perseus, enquanto apontava tentando não chamar muita atenção. - Se não estiver enganado, esse é um território de Corta-Garganta. - Nympha já havia ouvido falar, era um lobisomem líder de uma alcatéia relativamente numerosa. Apesar do nome, ele não era um causador de problema, se não causassem nenhum problema com ele.

    Bem ao lado do carro, uma mulher parecia tentar gritar para a polícia: - Esse carro é meu! O que fizeram com ele?! - Um dos policiais se dirigiu até ela mandando-a parar de gritar. Ele pareceu pedi-la os documentos e os estava verificando.






    Conteúdo patrocinado


    [!ON!] Meados de Abril Empty Re: [!ON!] Meados de Abril

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Nov 18, 2019 9:02 pm