Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1044
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qui Dez 05, 2019 4:23 pm


    A chegada a Dehill


             A noite já estava avançada quando os dois conhecidos avistam os muros da cidade de Dehill, já faz dois dias que estão juntos desde que saíram da vila de Astone, estão estoicamente seguindo os rastros do mercador fajuta que tentou matar Bhettargh, no dia anterior enfrentaram uma forte chuva e tiveram que se abrigar, o que foi péssimo, já que se guiavam pelas marcas deixadas pela carroça do velho gordo. Depois de amanhecer, a maior parte dos rastros haviam sido apagados, mas estava óbvio que ele ia para a vila de Dehill, já que esta estrada não levava para nenhum outro lugar naquele sentido. Bhettargh, a jovem Goblin caminhava animada na frente, pouco importava que as coisas não estavam indo bem, para ela, o que mais importava era o fato de que estava livre de casa, podendo andar por aí, em busca de suas próprias aventuras, ou coisinhas legais para roubar. Azdrel, o Hobbit, por outro lado, caminhou preocupado desde que o dia amanheceu, pois sabia que o atraso do dia anterior causado pela chuva os fariam caminhar até tarde da noite para alcançarem os muros da cidade. O dia correu bem, céu limpo, é solstício de verão nesta região e o calor está intenso, por isso tiveram que parar várias vezes para se alimentarem e se recuperarem, mas não aconteceu nada de mais enquanto o sol se mostrava. Finalmente chegaram, a estrada que vinha serpenteando, vai fazendo com que árvores e arbustos saiam da frente, revelando um muro alto, de tijolos grandes e acinzentados ao longe, na estrada já quase não há possas de água, e o som dos insetos e anfíbios que povoam o ermo compõe a atmosfera na qual estão inseridos, e o que passa a chamar a atenção é o reaparecimento dos rastros da carroça. Caminham mais um pouco, e após a última dobra que a estrada faz, veem algo que não esperavam a frente, além é claro do esperado e grande portão de madeira, que está fechado, de cabeça para baixo se encontra a carroça que estavam procurando. Os dois observam de uma distância de aproximadamente trinta metros, e de onde estão não avistam o velho gordo por enquanto, tão pouco guardas na portaria, ou mesmo um cavalo que puxasse a carroça.

     Off: Gente desculpem pela demora! Tive um monte de coisas pra fazer, mas agora damos início! =]
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1710
    Reputação : 58
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por Nimaru Souske em Qui Dez 05, 2019 9:12 pm

    Bhettargh, ou "Beta" já que era como todos entendiam seu nome quando ela falava, já estava cansada de tanto andar quando viu os muros da cidade. Uma pequena felicidade cresceu no seu coraçãozinho que tanto palpitava pelo caminho percorrido. Nesses dois dias ao lado do recém conhecido Azdrel, não falou muito com ele pois temia que ainda guardasse rancor pelo seu roubo anterior. Mas ela em si não estava mal nem se arrependia de nada, já que para ela não fizera nada de errado a não ser pegar algo bonitinho pra morder... mas a única coisa que passava em sua mente naquele momento era recuperar o objeto que roubara de Azdrel e que também foi roubado de si, ou ao menos morder a cara inteira daquele mercador infeliz.

    Qualquer uma das opções era satisfatória para a pequena Goblin.

    - AAAAEEEWWWW, FINALMENTE CHEGAMOS, TIO PEQUENO. QUERO COMER, MIJAR, DESCANSAR UM POUCO AS PERNAS, ROub... Olha meio que de lado para Azdrel, lembrando que era melhor não tocar no assunto de roubos por enquanto. - Não, não, isso depois. Agora eu só quero MORDER A CARECA DAQUELE INFELIIIZZZ. Termina sua frase cerrando os dentes, mostrando que todos são bastante afiados e maiores do que seriam em uma criança humana daquela idade.

    Continua seu caminho, agora mais leve e tranquila, até mesmo saltitando, feliz que finalmente aquela longa caminhada estava acabando... mas algo estava errado. A carroça virada e nenhum sinal de vida em frente aos portões, Beta podia ser nova na questão de aventuras, até ingênua, mas seus instintos sabiam que não deveria agir sem cautela naquela situação.

    - Tio Pequeno... Você também viu aquilo, né? O que será que aconteceu? Beta diminui a velocidade dos seus passos e começa a ficar mais atenta. - Acha que é seguro chegar perto?

    A pequena Goblin aguarda apreensiva a resposta de Azdrel.
    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 800
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por AndréMarrão em Sex Dez 13, 2019 9:59 pm

    Azdrel evitou falar na viagem, tinha perguntas e queria muito mostrar falta de preconceito que ja sofrera, mas a pequena reforçava alguns destes conceitos, falta de respeito pelo que é dos outros, falta de varias coisas consideradas civilizadas. Mas com grande vivacidade. Ele se perguntava se é assim que os elfos se sentem com relação as raças que vivem menos. Que tem mais urgência com as coisas, os fazeres e os conheceres... Observa a empolgação da pequena, até se sente infectado em levar uma certa vingança ao mercador, e pensa em alguma forma de convencer ela a não mata-lo e  percebe o estado da carroça:

    É ceann* , algo errado não está certo. Vamos com cautela olhar o perímetro, uma cidade dessas tinha que ter mais gente olhando, soldados, guardas.... Fique de olhos e ouvidos abertos. Podem ter sido alvo de emboscada, ou alguma catástrofe. Tenho que ver se o sinete está dentro daquela carroça... E os animais, o que houve com eles?
    Azdrel primeiro observa bem ao redor tentando perceber se há alguém no entorno, depois procurando traços da movimentação para onde foram as pessoas que poderiam ter feito isso. Por fim procura na propria carroça, o tempo todo de arma em punho esperando alguma surpresa.
    Cuidado ceann!
    Vocabulário:
    As palavras ou apelidos estarei usando em gaélico. Ceann significa cabeção. Mas usado com camaradagem.
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1044
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Seg Dez 16, 2019 8:13 am



    Os dois aventureiros se aproximam da carroça com atenção voltada para o estranho acontecimento, é como se os sons da natureza diminuíssem de volume conforme avançam, um suspense se instala. Azdrel enquanto caminha planeja ficar a par dos arredores, mas a situação daquela carroça lhe chama total atenção, e Beta simplesmente caminha aflita. Então, o som silenciado do ambiente dá lugar para o de uma respiração ofegante, e os gemidos de alguém que se contorse. O que os olhos lhes mostram é a figura de uma carroça que permanece a esmagar o corpo de um homem velho. Ao que parece para os dois espectadores, algo deve ter deixado o cavalo (ou cavalos) agitados, que disparou (ou dispararam) descontroladamente arrebentando cordas e lançando a carroça para alto com tudo que estava carregando, inclusive o mercador que não teve o menor sinal de sorte quando, ao cair de bruços, a carroça aterrissou sobre ele, fazendo uma de suas pernas se dobrar sobre suas costas. O sangue que escorreu das feridas do homem acrescenta um aspecto renhido ao espetáculo. Ao passo que o homem percebe a chegada dos dois indivíduos, ele começa a se manifestar num tom apavorado.


    — Ei, ei, eeei! Socorro, socorro! Me ajudem, por favor, me ajudem!!!


    Assim que os dois chegam mais perto, e o homem reconhece a face de ambos, ele prossegue em pavor.


    — Aaaah ... Ai meu Deus, ai meu Deuss!!!


    Ilustração:

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Carroc10
    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 800
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por AndréMarrão em Seg Dez 16, 2019 8:47 am

    Ei. Ceann. Vamos tirar ele aí debaixo? Mas antes. O que aconteceu aqui homem? Onde esta o sinete? Se quiser alguma ajuda, responda logo. Ceann, se segura , não mastigue a careca dele ainda, não sabemos o que ocorreu e o que atacou e espantou os cavalos pode ter envenenado a carne dele e ela não ser muito boa pra ti. Azdrel para proximo da cabeça dele.
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1710
    Reputação : 58
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por Nimaru Souske em Seg Dez 16, 2019 10:27 am

    Enquanto se aproximava da carroça, com passos leves e vagarosos, Beta se sentia tensa e apreensiva. Como criança, não gostava de ter que esperar por algo acontecer, muito menos de surpresas. Mas estava preparada caso algo ocorresse.

    Ao escutar os pedidos de socorro, Beta circulou a carroça, curiosa, em direção a quem estava os chamando, até que reconheceu o mercador, aquele mesmo que fizera os dois seguirem até aquele local. A sua situação era deplorável, mas isso pouco importava para a pequena goblin que imediatamente cerrou os punhos e mostrou os dentes.

    - OI. Imediatamente terminou sua frase desferindo um chute na cabeça do homem. Não fora um chute com toda sua força, parecia algo mais próximo de birra para maltratá-lo. - SEU...PUTO...GORDO...ME...DIZ...ONDE...TA...O...SINETINHO...AGORA...Enquanto falava, se aproximava lentamente da face machucada do mercador enquanto abria ainda mais sua boca esperando finalmente sua resposta para poder mastigá-lo.

    Seus instintos selvagens lhe mandavam a todo momento fechar sua mordida e acabar de vez com o miserável a sua frente, mas as palavras de Azdrel fizeram com que ao menos um pingo de responsabilidade viesse até Beta, que conseguiu se segurar por enquanto. Mas não ia demorar muito.
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1044
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qua Dez 18, 2019 1:06 am



    Quando leva a bicuda na cabeça, o velho grita:


    — Aaaai, sua putinha desgraçada, não tá vendo que eu to morrendo!!!


    — Ei, ei, você garoto, que é mais sensato, por favor, por favor me ajude! Não deixa ela me comeer!!!


    — O que? O sinete? Isso, isso, o sinete!! Por favor, me ajudem que eu devolvo o sinete, que tal?


    — O que aconteceu? Eu não sei, eu não vi nada, os cavalos enlouqueceram só isso, e quando vi eu já tava aqui de baixo!


    — Por favor, me tirem daqui, já faz horas que eu to aqui, eu vou morrer! Ainhainhaiiii....


    O homem conclui com um gemido que inicia um choro quase que infantil!


    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 800
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por AndréMarrão em Qua Dez 18, 2019 7:30 am

    Da forma como voce está preso se não for retirado logo vai acabar perdendo todo sangue e morrendo. Não sei muito bem mas acho que seus deuses não vão ajudar voce nesaa situação. Podemos esperar que você morra e aí procurar o Sinete com toda a calma. Sensatez seria deixar alguém que tenta matar a mim ou a outros como eu morrer. Afinal você é uma ameaça. me abaixo para avaliar a situação dele. Se é possivel salva-lo.acho bom você se decidir se quer ou não nossa ajuda se demorar muito a nos dar o que preciso, acho que voce morre...
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1710
    Reputação : 58
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por Nimaru Souske em Qua Dez 18, 2019 2:25 pm

    Em um raro momento em que sua sensatez conseguiu controlar sua fúria, Beta esperou que Azdrel verificasse a situação do homem embaixo da carroça. Ainda se mantinha perto do rosto do mercador enquanto mostrava seus dentes afiados.

    - Gostei da ideia de matar e procurar... sou boa nisso... e então, tio? Posso matar? Por alguma razão Beta parecia confiar nas escolhas do pequeno homem.

    Sua saliva escorria pela boca e estava quase encostando no velho ferido.
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1044
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Ter Jan 07, 2020 8:34 am



    O homem ouve as palavras de Azdrel com um semblante de choro, e ao verificar de perto o Halfling percebe logo que as feridas não são fatais, ao que parece o velho apenas contraiu uma debilidade à sua perna esquerda, e certamente não conseguiria andar sozinho por um bom tempo, talvez semanas ou meses, e por ser já idoso, talvez jamais voltasse a andar normalmente. Se ficasse ali debaixo da carroça, não morreria por sangramento, pois Azdrel já notou que as feridas abertas já começavam a coagular, talvez morresse de fome, ou de agonia, pois era obviamente incapaz de se retirar daquela situação.


    — Tudo bem! Tudo bem! O sinete, podem pegar o sinete, ele deve estar misturado aí com as coisas que caíram da minha mochila, mas por favor, por favor, me tirem daqui!


    Conforme os dois começam a vasculhar os objetos caídos no chão, notam algo a mais sobre aquela situação estranha, mais a frente, próximo ao portão, há uma mancha enorme de sangue, porém, com uma olhada melhor, vê-se que o sangue não é comum, tem um aspecto mais escurecido, quase negro, apesar da iluminação das tochas, e possui uma consistência mais gelatinosa. Mas a enorme mancha de sangue não ficou parada ali, ao que os rastros mostram, a fonte daquele sangue se rastejou para o norte, paralelamente à muralha, mata adentro, na mesma direção que seguiram as também notadas pegadas do(s) cavalo(s), talvez fosse a fonte de todo àquele sangue a causa do(s) cavalo(s) ter(em) se assustado.


    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 800
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por AndréMarrão em Ter Jan 07, 2020 6:19 pm

    Beta, acho que existem alguns itens com ele que pagarão pela chateação de não morde-lo, alem do que qual seria a graça de morder carne velha e que com certeza vai acabar te fazendo mal. Eu só quero o sinete. Mas o que quer que esteja se arrastando, parece uma lesma gigante de sangue, pode voltar. Vamos tira-lo logo daí, que eu acho que sozinho eu não consigo. E velho, acho melhor me contar o que sabe e por que estão procurando pessoas do Constabulário? Azdrel começa a procurar por um lugar onde levantar a carroça para soldar o velho. Torcendo que as coisas brilhantes interessem mais a pequena que morder o velhote.
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1710
    Reputação : 58
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por Nimaru Souske em Ter Jan 07, 2020 7:58 pm

    - Hehehehehehe pera que já já eu volto hehehehehe. Saiu em meio a sorrisos e gargalhadas de felicidade. A ferocidade de antes havia sumido.

    Beta, sem muita dúvida após escutar as palavras do velho e de seu companheiro de viagem, se pôs a correr até os objetos ao chão e foi logo procurando o pequeno sinete e qualquer outro objeto de valor. Existia uma pequena possibilidade de que, se achasse, ela entregasse-o de volta para Azdrel como forma de pedir desculpas pelo que fez, mas isso ia depender muito do que sua pequenina cabeça lhe fizesse pensar no momento que encontrasse o objeto.

    E normalmente ela não pensava em devolver.

    O Sangue a frente do grupo não chamou muito a sua atenção, não mais que a possibilidade de encontrar qualquer coisa que lhe interessasse entre os pertences do mercador.

    Depois de se satisfazer com os itens encontrados em sua procura, ia voltar para ajudar Azdrel a levantar a carroça, sempre olhando para o homem careca e ameaçando-o morder.
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1044
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qua Jan 29, 2020 12:56 pm



    Como é? Não, não ... Não estou procurando ninguém do constabulário eu juro!   Diz o velhote todo estrupiado.


    E beta continua sua busca por coisinhas brilhantes, ela fuça aqui e ali, e logo já vai abrindo um sorriso enorme, mostrando todos os seus dentes! Dentre as coisas que caíram ela rapidamente encontra o sinete, mas não deixa de surrupiar um monte de moedas espalhadas pelo chão, dentre elas 5 moedas de ouro, 35 moedas de prata 200 moedas de cobre. No mais encontrou pães, papéis, e um punhado ervas de fumo, talvez a maior parte da mochila estava sendo ocupada por estas.


    Após reunir tudo, cheia de alegria, ouve Azdrel pedindo sua ajuda para levantarem a carroça.


    Façam teste de força, pls
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1710
    Reputação : 58
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por Nimaru Souske em Qua Jan 29, 2020 2:11 pm

    Tão rápido quanto o sorriso foi formado em seu rosto, o sinete escorregou para dentro de um dos bolsos de Beta. Estava imensamente feliz por ter recuperado o item e ainda mais realizada ao ver tantas outras coisas que havia acabado de "ganhar".

    - UHUUUUUUUUUL! Gritava para si mesma enquanto ria e dava mordiscadas para conferir a veracidade do dinheiro.

    Depois das moedas, Beta ainda chegou a dar algumas mordidas nos pães e a bagunçar os papeis e as ervas que lá estavam, mas não demonstrou muito interesse.

    Ao voltar até Azdrel para ajudá-lo com a carroça, não conteve a matraca.

    - Tio pequeno, Tio pequeno. Encontrei algumas moedas de ouro, se quiser eu... eu divido com você... Estava um pouco tímida e até meio triste em oferecer isso, mas lidava quase como uma questão de demonstrar que não fez por mal a primeira vez que roubara do Halfling.

    Logo, lembrara do sinete.

    - E também encontrei o sinete lá, esse humano nojento e mal-lavado não estava mentindo no que disse... só queria passar um tempinho a mais com o sinete... posso, tio ? Terminava sua frase com os olhos arregalados em direçãod e Azdrel.

    Mesmo sem saber a tolerância do pequeno aventureiro sobre coisas fofas, a imagem de um goblin não era a coisa mais linda que alguém poderia ver, mesmo sendo um filhote. Então a sua frente estava uma criaturinha que misturava tanto sua inocência infantil quanto a feracidade de sua raça tentando ser fofa.

    Como o Halfling vai lidar com isso? Beta não sabia e nem pensara muito sobre, apenas estava com vontade de se despedir do item que fizeram os dois irem até onde estavam agora.

    Independente da resposta de Azdrel, Beta iria ajudar com a carroça.
    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 800
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por AndréMarrão em Qua Jan 29, 2020 6:18 pm

    Ceann, eu preciso dele em breve. Vamos virar a carroça pra este traste sair. da para ver q Azdrel está entre comovido, achando graça e espantado. No final ele sorri como se estivesse lidando com um jovem Hobbit.Mas não morda ele. Tem algumas inscrições muito importantes nele. Se elas forem danificadas, acho q mato um. E por falar em matar. Sr. Seja lá qual for o teu nome. Vamos lá, me diga logo o porquê andava de olho em constabulários q aqui estivessem passando. Melhor dizer ou a carroça pode escorregar da minha mão e cair bem em cima de vc, e vou fazer peso pra ser ainda mais difícil vc sair. faz uma cara meio psicótica imitando de certa forma o sorriso esgarçado da pequena goblin. Olhos esbugalhados, vidrados e sem piscar.
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1044
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Seg Mar 09, 2020 9:04 pm



    —  Tudo bem, tudo bem, eu conto a verdade, mas por favor não me mate!


    —  Só me tire daqui de baixo primeiro, por favor!


    Renovei o PC. Estou de volta, desculpem pela demora. =]
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1710
    Reputação : 58
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por Nimaru Souske em Ter Mar 10, 2020 11:10 pm

    Beta sorri ao entender que Azdrel a deixaria com o sinete por algum tempo, mas já se preparava emocionalmente para se despedir do querido item.

    - Hehehehe brigada. Sorri gentilmente para o Halfling, mesmo que suas presas ainda passassem um ar de ferocidade.

    Rapidamente ela se contentou, passara por sua cabeça a infinidade de coisas que ela poderia pegar e morder e isso já a alegrara e fizera esquecer de que teria que ficar sem o sinete. Sua atenção agora estava no velho que se encontrava embaixo da carroça e, apenas por ter escutado o pedido de Azdrel, a pequena goblin não havia atacado de uma só vez o mercador.

    Ao invés, ajudara seu companheiro de viagem a erguer o pesado objeto e retirar o homem de lá.

    - UUAAAGGGHHH! Gritava pelo esforço que seu pequenino corpo tinha que fazer para cumprir aquela tarefa. Ao conseguir, se sentou ao chão por um momento e suspirou. - Meu... Deus... Nunca... Peguei... em... Tentava falar mas estava muito ofegante e logo perdera a paciência. - Tava pesado... Muito pesado essa coisa...

    Respirou para recuperar o ar.

    Ao final, se encontrava ao lado de Azdrel e esperava a resposta vinda do mercador.

    - Eu ainda tô um pouco cansada, Tio, mas é só avisar quando acabar as perguntas que eu vou fazer esse porco sentir o cheiro do rabo dele com o próprio nariz! Não sabia muito bem como realizaria aquela ameaça, nem mesmo pensara muito sobre o que tinha falado, era mais uma repetição do que escutara algumas vezes da boca de seu pai enquanto xingava os outros do que um pensamento próprio.

    Mas sua ira era real, seus dentes também.

    E em instantes o velho mercador iria testar se estavam afiados.
    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 800
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por AndréMarrão em Qua Mar 11, 2020 6:58 am

    Azdrel se posiciona de forma que seu corpo e braços formem uma alavanca para levantar a carroça. Grunhe levemente com o esforço de levantar a carroça. Após ouvir o que Betargh fala sobre como tratar do homem após as respostas dele, ainda ofegando um pouco fala para a goblinzinha.


    Calma Ceann. As vezes precisamos evitar fazer o que queremos para alcançar o que precisamos. Preciso saber a quem ele levaria as informações sobre o grupo que faço parte. O constabulário de thain é um grupo que cuida da segurança de quem não pode se cuidar sozinho e trabalha para algumas cidades. De vez em sempre se intromete e atrapalha algumas falcatrua, algumas armações de gente ruim... Eu quero saber a quem este senhor se reportaria. E para isso temos que evitar q ele ache q vai ser atacado logo q responder..... Entende? Azdrel olha pra pequena goblin esperando que ela entenda que ele precisa das respostas e se o nariz dele estiver cheirando a propria bunda certamente ele não vai estar em estado passível de ser questionado. Se bem que a troca foi ele contar o motivo.Por mais que eu ache que ele mereça o que quer que ocorra se eu fizer assim serei tal qual ele, e não querendo isso, tenho que pedir para deixarmos ele em paz após responder. Mas ai dele se nos virmos novamente, não garanto que não o mate. Mas vamos logo mercador falso.... Diga o porquê de procurar a mim e meus amigos? Quem mandou que o fizesse? Com a espada na mão esperando a reação do meliante...
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1710
    Reputação : 58
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por Nimaru Souske em Qua Mar 11, 2020 4:26 pm

    Diante da declaração de Azdrel, a pequena Goblin parece se acalmar. Escutando a explicação do mais velho, enquanto põe sua mão do queixo, balança afirmativamente a cada palavra escutada. Isso não queria dizer que estava entendendo bem o caso, mas gostava de escutar as pessoas falando, ainda mais quando parecem saber o que estão falando.

    - Sim, sim, claro, claro... acho que entendo, mas pra num arriscar vou ficar quieta por enquanto. Parecia feliz com a decisão. - Porque se o Tio trabalha pra gente que bate em gente ruim, então o tio é gente boa né? E eu gosto de ajudar gente boa, então .... decidido, depois que ele responder, eu vou no máximo, no máximo, chutar a bunda dele... mas só se ele merecer por não responder você. Enquanto confabula sua próxima ação caso o homem não obedeça o Halfling, Beta sorria bastante de felicidade e animação.

    Estava empolgada.

    Enquanto Azdrel continuava sua interrogação, a pequenina se deitou ao chão e começou a rolar de um lado pro outro para passar o tempo. Cantarolava um pouco uma música que sua mãe costumava lhe ensinar e encarava diretamente os olhos do mercador. Parecia procurar uma brecha para deixar de ser aquele ser inocente e voltar a ser feroz.

    Uma brecha pra fazer com aquele humano o que seu pai lhe ensinara a fazer.
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi
    1o0oP (Lui)
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1044
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Dom Mar 29, 2020 10:36 am



    Conforme a carroça vai se levantando a perna do mercador vai se desdobrando, cada estralo que se ouve vem acompanhado de um gemido de dor. Com muito esforço os dois conseguem tombar a carroça para o outro lado, e o velho fica deitado com as duas mãos segurando a coxa, a dor extrema o impede de se mexer. Mesmo assim, com muita dor, e gritos, ele vai tentando se arrastar, buscando um apoio melhor para suas costas, tentando encontrar uma posição que colocasse sua cabeça acima dos ombros, quando consegue se acomodar começa a falar:


    — Ai ... ai ..., obrigado, obrigado.


    Quando Azdrel vai dizer algumas coisas para o velho, no intuito de amedrontá-lo, de alguma forma ele se engasga com a própria língua, cai de joelhos e começa a tossir sem parar, com a tosse, chega um momento que sua respiração para e ele começa a roxear, até cai no chão agonizando parecendo que vai morrer! Todos ficam alarmados, e o próprio velho fica assustado e confuso, consegue até mesmo esquecer sua dor por um momento. O halfling fica daquele jeito por um minuto, ficando mais roxo e agonizando sem conseguir respirar, de repente, com o som de uma rolha, um bife que ele comeu mais cedo voa pra fora de sua boca, o desentalando! Quando Beta olha pra ele, ela vê a face de alguém que acaba de passar por uma experiência de quase morte, mas aos poucos o halfling vai retornando, seu coração quase parou de susto!


    — Tudo bem, tudo bem, eu vou dizer, vamos lá ... Volta a falar o velho, após o susto.


    — Na verdade, eu não tenho nada contra o constabulário, por favor, acredite em mim, eu só ví um sinete brilhante nas mãos de uma Góblin tola e achei que poderia levar alguma vantagem, só queria revendê-lo no mercado negro, essas coisas tem algum valor para bandidos que desejam se passar por membros das autoridades.


    — Ok, ok, eu não sou a melhor pessoa do mundo, mas vocês não sabem como é a vida por aqui, se eu não fizer isso tenho que dar todo o meu lucro nas mãos da corte, por favor, não me mate, eu só queria garantir o meu pão!


    Termina de falar e fica suspirando olhando para os dois


    Quando o velho termina de falar, repentinamente, todos ouvem um bramido estranho, meio rouco, meio arranhado, vindo da mata densa, na região próxima à muralha!


    Gente, eu passei muito aperto esses dias, perdi dois membros da família, estava muito abalado, agora já estou melhorando, vou tentar responder toda semana agora. Abraços.
    Conteúdo patrocinado


    O Terror Habita estas Ruas Noturnas Empty Re: O Terror Habita estas Ruas Noturnas

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Abr 09, 2020 3:58 pm