Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Prólogo - The Bloody Gift

    Makaveli Killuminati
    Garou de Posto Cinco
    Makaveli Killuminati
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2150
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png

    Prólogo - The Bloody Gift Empty Prólogo - The Bloody Gift

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Sab Nov 30, 2019 5:56 pm

    PRÓLOGO - THE BLOODY GIFT
    Redondezas de Amnisos, Ilha de Creta.

    Os olhos de Anteos se abrem. Estava desorientado, deitado, e conseguia ver em sua frente uma linda mulher de cabelos e pele dourada, dançando em sua frente, agitada, e sem parceiro. Seus cabelos esvoaçavam, de forma com que algumas mechas saíam de sua cabeça e iam de encontro para o céu escuro, e simultaneamente outra mecha dava lugar a antiga. Os olhos de Anteos a enxergava de forma turva, e não conseguia distinguir com nitidez os traços de seu rosto. A mulher convida Anteos para dançar com ela. Um calor lhe sobe o abdômen e o abraça frontalmente. A garganta do general arranhava de tão seca, nunca havia acordado com tanta sede. E seu instinto o faz procurar em torno de si por algo para beber. Anteos se depara com três veios de um líquido vermelho que lhe salta aos olhos, cada um deles num invólucro que aparentava humano, de faces desfiguradas pela sua visão prejudicada. E quando volta seus olhos para a dançarina dourada, percebe labaredas quase o tocando. Anteos recua, horrorizado com a sensação que a chama lhe causou. Atento para onde estava, uma grande fogueira jazia em sua frente, iluminando os blocos de mármores em que pisava e as rochas que limitavam o mar pouco mais atrás. Quatro pilastras formavam a forma retangular daquele local de descanso comum, e sobre sua cabeça, apenas o céu escuro, as estrelas, e uma lua enfraquecida.

    O susto havia despertado algo dentro de Anteos, e era impossível para o general olhar para aqueles três recipientes com veios daquele líquido carmesim, pulsante, e não provar do seu sabor. Anteos observa as três figuras, imóveis, e escolhe sem qualquer discriminação uma delas para provar do líquido. Seus caninos pontiagudos e levemente mais compridos perfuram o frágil invólucro. O líquido lhe desse a garganta, e Anteos prova daquela bebida que nunca antes havia provado melhor. O veio pulsante perdia força a cada gole que provia, e o estado de frenesi se esvaía gradativamente. O general percebe que estava com seus dentes cravados no pescoço de uma jovem mulher que só vestia uma coroa de flores de anêmonas. E apesar de retornar à consciência, o sangue que lhe descia pela garganta era viciante.

    – Já é o suficiente. – Anteos reconhece a voz de Calipso. – Ela não vai resistir muito mais que isso.

    Anteos percebe que a mulher em que cravava seus dentes estava em êxtase durante o ato, mas apesar disso, enfraquecida. Outras duas, também jovens, e também vestindo apenas as coroas de flores de anêmonas, observavam a jovem com feição de quem invejava a posição dela.
    Melroc
    Mestre Jedi
    Melroc
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1260
    Reputação : 7

    Prólogo - The Bloody Gift Empty Re: Prólogo - The Bloody Gift

    Mensagem por Melroc em Sex Dez 13, 2019 11:36 am


    ANTEOS DE RODES

    Prólogo - The Bloody Gift L30n7cU

    Ainda zonzo, Anteos tentava identificar onde estava, buscava da memoria o que havia acontecido antes de perder a consciência. Um conjunto de sensações chegavam a sua mente: dor, frio, sufocamento, medo, furia e escuridão.

    As jovens nuas a sua frente lhe causavam desejo, mas de uma forma nunca sentida pelo general, era algo muito mais primitivo, mais bestial que o fazia querer devorá-las. Esse sentimento ia diminuindo enquanto uma especie de fome era saciado, mas o monstro parecia estar sempre pronto a reaparecer no âmago de Anteos.

    Ele também percebe que havia mais alguma coisa dentro de si, uma escuridão que se entrelaçava em sua alma e a espremia, mas em vez de desespero Anteos sentia poder. Era o Abismo lhe dando seu abraço de boas vindas.

    A voz de Calipso o ajuda a voltar a si:

    - O que aconteceu? - Perguntava á sua companheira, enquanto esfregava os olhos como se tentasse limpar sua vista embaçada.


    OFF::
    Desculpe a demora. Não consegui postar final de semana passado, minha esposa monopolizou o pc para trabalho de Pós e essa semana foi bem corrida pra mim.

    Como deve ter percebido, alterei a imagem do meu PJ. achei algo mais leve, menos Hoplita. kkkkk

    Makaveli Killuminati
    Garou de Posto Cinco
    Makaveli Killuminati
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2150
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png

    Prólogo - The Bloody Gift Empty Re: Prólogo - The Bloody Gift

    Mensagem por Makaveli Killuminati em Sex Dez 27, 2019 4:39 pm

    A pele macia da jovem se liberta dos dentes de Anteos, e zonza, ela cai sobre os braços das outras duas. O general estava sob controle de si, e Calipso notava que seu pupilo havia passado no teste de sua ascenção.

    - Seu corpo estava sendo disputado... Thanatos, Hypnos, Moros, Tartarus, Ananke, Erebus... Todos disputando pelo direito de lhe ter como servo. - Calipso falava enquanto se aproximava de Anteos - O poder e a juventude eterna não lhes são dadas de graça. E Nyx lhe beneficiou e garantiu que você pagasse o menor preço.

    As chamas perdiam intensidade, e iam se apagando de forma gradativa, ajudando Anteos a recuperar a nitidez de sua visão.

    - De toda forma, de agora em diante você só poderá atuar sob vigilancia da grande deusa, e um passo seu sem o olhar de Nyx, significa que será o seu último passo. Os caminhos da mortalidade não fazem mais parte de sua existência. O Elísio, o Submundo, o Tártaro, As Ilhas dos Abençoados... Você está condenado a nunca visitá-los. Você passará o resto da sua frágil imortalidade no Reino dos Mortais, sob vigilância de Nyx. - Calipso veste Anteos com uma manta dourada de fios finos, um presente, uma memória de sua ascenção.

    - Você demonstrou força. Não é fácil controlar o ímpeto primitivo que agora seu sangue carrega... Mas isso não lhe garante nada, grandes heróis, lendas e deuses que fazem parte da nossa linhagem sucumbiram a essa besta, e invariavelmente foram eliminados. - Calipso pega Anteos pela mão, guiando-o por um caminho rochoso, onde de um lado as águas chocavam-se contra as rochas e do outro uma colina se erguia. Ambos deixavam para trás as três jovens e o local que serviu de palco para ascenção de Anteos.

    - E há outro porém... - Calipso pausa a caminhada e com o semblante sério continua. - Você precisará abraçar a liberdade... Você não fará parte da minha tripulação por algumas temporadas... Não quero arriscar que você se torne um lacaio. Seu sangue é novo e precisa se manter forte. Ao meu lado você se tornará um fraco... - Calipso deixava claro que sua intenção era clara, estava decidida. - Isso não significa que será abandonado. Abandonar um recém ascendido seria muito mais trágico... Além disso, tenho certeza que você se manterá ocupado, tenho em mente algumas tarefas para você... Mas antes, você gostaria de me perguntar algo?
    Melroc
    Mestre Jedi
    Melroc
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1260
    Reputação : 7

    Prólogo - The Bloody Gift Empty Re: Prólogo - The Bloody Gift

    Mensagem por Melroc em Qui Jan 09, 2020 8:08 pm


    ANTEOS DE RODES

    Prólogo - The Bloody Gift L30n7cU

    Um servo direto dos Deuses, Anteos desejava aquilo. Havia ouvido história dos deuses e seus heróis desde os primórdios de sua juventude e enfim conseguira o seu premio. Estava feliz que seu destino estava ligado a Calipso a quem havia dado seu coração e não a uma outra entidade velha e profana. O General de Rodes entendeu que a noite seria seu guia se quisesse que Nyx continuasse lhe abençoando e soube que o poder dos Deuses exigia seu preço. Ele não estava respirando e mesmo assim não se sentia sufocado, seu coração estava em silencio mas ainda estava de pé. Então esse era o poder da Imortalidade dos deuses? Estar vivo sem realmente estar.

    Quando sua senhora faz menção a besta, Anteos recebe algumas explosões de memória, o general estava preso em um corpo tomado por uma entidade violenta, sanguinária e primitiva, só então percebeu que o corpo que ele estava preso era o seu próprio. Ele sentiu medo a princípio, mas também alívio já que havia vencido seu desafio, mas desejava nunca mais sentir aquela entidade lhe sufocando.

    - Minha Calipso! Não desejo estar longe de ti! - A possibilidade de tomar um rumo diferente de Calipso lhe assombravam, mas vendo que sua amada já havia decidido seu destino preferiu esconder seus temores - Se nossa separação é seu desejo, cumprirei de bom grado. - O General estava curioso pois estava sim se sentido abandonado - Então não serás minha guia, terei um Tutor no lugar. - faz seu comentário pois não gostava da ideia de ter alguém indicando seu caminho - Sabe que cumprirei o que desejas, não preciso de uma Ama de Leite! - O General Anteos percebe que seu teste ainda não havia terminado, e que o tal tutor que se referia seria mais um espião de Calipso estudando os seus passos.

    Mesmo não gostando da decisão de Calipso, Anteos prefere não questioná-la - Seu pedido será cumprido! Diga o que desejas de mim? - ele faz uma curta reverência.
    Conteúdo patrocinado


    Prólogo - The Bloody Gift Empty Re: Prólogo - The Bloody Gift

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Abr 09, 2020 6:21 am