Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Compartilhe
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Qua Dez 10, 2014 8:57 pm

    Você prossegue com cuidado, até onde sabe metade de Omega queria sua cabeça em uma bandeja de prata então não seria nada surpreendente se fosse uma armadilha.

    A surpresa é que não era, ao abrir vagarosamente a porta deixando o lado de dentro visivel, você vê um batarian morto, seu crânio estava aberto por um tiro, pelo tamanho do buraco você rapidamente percebe que veio de uma pistola.

    Ao lado dele uma turian morta com a garganta cortada, o facão na mão direita do batarian morto tinha um tamanho de lamina que batia com os machucados.

    O lugar todo estava uma bagunça, marcas de garras na parede, cordas rasgadas no chão e uma quantidade relativamente grande de sangue e outras substâncias que você não consegue deduzir de cara.


    Rynz: - Err...perai olha de novo praquele negócio branco lá no canto...ah keelah, isso é errr...digamos "fluidos reprodutivos".

    Shulgo: - "Fluidos"...eles tem que morrer...

    Rynz: - A questão é. Quem atirou no batarian?
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Sex Dez 19, 2014 6:41 am

    Após abrir a porta lentamente e não perceber nenhum sinal de perigo, Skundar entra com a shotgun em mãos, olhando para todos os lados esperando uma emboscada que nunca vem.

    Ao perceber que realmente não havia nenhum perigo ali, Skundar baixa a arma e se aproxima da turian e do bararian mortos.

    - Ah, droga. . . - ele diz olhando para a turian, constatando que ela já estava morta - ... tarde de mais.  

    Skundar então olha para o batarian e da um chute nele só de para descontar a raiva

    - Pior que já apagaram o cara, não tem nem como eu quebrar a cara desse filho da puta agora!

    Skundar faz o que Rynz e Shulgo pedem, olhando de volta para o "negócio branco" que ele não havia notado a primeira vez. Por um momento era como se Skundar tivesse entrado em um momento de catatonia, ele não fala nada e nem se move, observando aquela cena grotesca a sua frente. Que aquele tipo de coisa acontecia com certa frequência em Omega ele já sabia. Que ele veria algo do tipo algum dia agora que estava perseguindo gangues, Skundar tinha certeza... mas ainda assim, a cena o havia pego de surpresa. Aqueles momentos que Skundar ficou parado, por mais que não esboçasse reação, os equipamentos de Rynz e Shulgo mostravam mais que claramente que Skundar estava a poucos passos de entrar em blood rage.

    Skundar ativa seu rádio para que Hilda, Aranas e Drannen ouçam também:


    - Deixem o tal Loa Malachite para mim. - ele fala em um tom sombrio - o resto desses lixos... matem todo mundo!

    Skundar então olha ao redor. O que Rynz havia dito por último estava correto: quem havia atirado no batarian? Não parecia haver uma arma próximo da turian, então provavelmente não poderia ser ela. Skundar ainda tinha sua shotgun em uma das mãos por precaução, mas segurava a arma baixa pois não queria começar um conflito desnecessário caso houvesse mais alguém ali.

    - Ei, tem alguém ai? Eu to aqui pra ajudar, esses caras são meus inimigos. - ele diz, apontando para o batarian com sua shotgun. O krogan então começa a olhar e andar ao redor a procura de traços ou sinais de que alguém está ou esteve por ali.
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Dom Jan 11, 2015 11:30 pm

    O radio foi dominado por um silencio sepulcral por alguns segundos, ninguém respondeu nada mas o tanto que você conhece deles é o suficiente para constatar que seus sentimentos são os deles.

    Você aguça seus sentidos, vasculhando a sala você percebe atrás de uma caixa vazia mofada um duto de ventilação aberto, nele você acha um pedaço de vestido rasgado de cor azul. O duto é pequeno demais para um krogan passar, sobretudo um de armadura.

    Assim que você coloca a cabeça para perto para ver o que tem lá, você vê uma sombra avançando para dentro dele, a silhueta era feminina e parecia ter uma pistola na mão.

    Rinz: - Será que é ela!? Esse duto tem várias saídas seguindo no corredor que você tava a esquerda! Corre!
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Ter Jan 20, 2015 5:31 am

    Ao encontrar o duto logo atrás de uma caixa mofada, Skundar afasta a caixa um pouco, se abaixa apoiando um joelho e uma mão no chão e olha dentro do duto a tempo de ver uma silhueta sumindo por ali. Enquanto se levanta rapidamente para seguir as instruções de Rinz, Skundar comenta:

    - Drannen podia tar aqui, esse é um trabalho para o tamanho dele. -o krogan diz enquanto se levanta. Com todo o peso da armadura e da quantidade de armas que estava levando, a cena de Skundar se levantando era no mínimo um pouco desajeitada.

    Skundar guarda a shotgun no suporte da armadura pois naquela situação ele não via como a arma poderia ajudá-lo. Ele rapidamente se dirige ao local que Rinz havia falado, no meio do caminho o krogan já vai soltando os tubos que ligavam seu capacete ao corpo principal da armadura. Assim que chega a curva do corredor, Skundar para e da uma espiada rápida. O krogan queria ter certeza que a pessoa havia saído do duto de ventilação já que ali era o único lugar onde ele não poderia impedí-la de fugir.

    Caso a pessoa não tenha saído do duto ainda Skundar espera até ela surgir, do contrário ele age imediatamente. O krogan ativa sua camuflagem e se move até ficar entre a pessoa e o duto de ventilação para evitar que ela entre ali. Ele tinha noção de que ela, seja lá quem fosse, estaria aterrorizada, mas não havia muito mais que Skundar poderia fazer: se ela fugisse poderia dar de cara com alguma patrulha dos inimigos ou algo pior.

    Assim que Skundar se posiciona entre ela e o duto de ventilação que ela havia saído, ele desativa sua camuflagem.

    - Espera por favor!  - nessa hora ele tira o capacete, deixando-o cair no chão e então ergue os braços para mostrar que não estava segurando nenhuma arma - O meu nome é Skundar, eu sou amigo do justiceiro de Omega e não quero te machucar!
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Qua Jan 21, 2015 9:33 pm

    Você consegue ouvir um barulho dentro dos dutos de ventilação e até uma respiração ofegante. Acompanhando o sinal de Rynz você chega a uma porta entre aberta, você se aproxima com cautela e abre a porta vagarosamente afinal poderia facilmente ter algum inimigo que ouviu você chegando a espreita.

    Um tiro o recebe, um tiro de pistola que sequer danificou seus escudos direito (1 de dano no escudo), segurando ela estava uma asari que aparentava ser bem jovem, o vestido azul estava rasgado na altura da barriga e ela aparentava estar aterrorizada além do nivel racional pelo modo com o qual aperta o gatilho repetidas vezes mesmo com o barulho da arma travada por estar superaquecida.

    Assim que você tira o capacete, ela finalmente tem um rosto para olhar e não só mais alguma figura sem face querendo seu mal, ela cai de joelhos e começa a chorar, você consegue perceber que o choro expressava era alivio.


    Drannen: - Skundar na escuta? O que aconteceu?
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Seg Jan 26, 2015 5:13 am

    Skundar sequer reage ao tiro que mal danificou seus escudos. Assim que a asari cai e começa a chorar, Skundar percebe que ela não tentaria fugir mais.

    O krogan ignora a chamada de Drannen, ele se aproxima da asari lentamente enquanto fala:

    - Ninguém mais vai te fazer mal, nós vamos te tirar daqui, eu prometo.

    Ao chegar perto dela, ele se abaixa para ficar no nível dela.

    - Você ta machucada? Qual o seu nome? - ele então estende uma mão para a asari - Vamo, você não pode ficar aqui, vou te levar para um lugar seguro.

    Enquanto espera a reação dela, Skundar responde no rádio:

    - To com uma sobrevivente, vou levar ela para o mako.
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Qua Jan 28, 2015 8:32 pm

    Ela tenta se recompor, não parece ter muito sucesso mas você percebe que apesar de assustada ela parecia um pouco mais confortável, talvez pelo fato de que não tem krogans andando com essa gangue então para ela você é totalmente alguém que pelo menos não está com eles.

    - Aquele batarian...ele matou a Khalis e tentou...

    Ela nem consegue terminar a frase, você já consegue ter uma boa noção do que o batarian devia ter tentado. As roupas dela estavam um pouco rasgadas mas você percebe que os machucados dela não passam de alguns arranhões na cabeça e nos joelhos, nada sério.

    Ao responder no rádio Drannen logo fala.


    Drannen: - Vamos nos reagrupar no Mako! Acho que temos uma pista. Traz a garota pro Mako, mandei uma mensagem pro Schells ele disse que a clinica dele pode ser um bom lugar para deixar ela.
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Dom Mar 01, 2015 5:30 am

    Skundar ajuda a asari a se levantar.

    - Ele não pode mais fazer nada, nem pra você e nem pra mais ninguém. Vamo, eu e meu grupo vamos te tirar daqui.

    Skundar pega seu capacete e o veste novamente. Ele então responde para Drannen:

    - Entendido, estamos a caminho. - Com a shotgun em mãos, Skundar se vira para a porta, mas antes de continuar ele olha para a asari novamente - Ei, você não me disse seu nome. Eu preferiria não ter que ficar te chamando de "você", sabe? - ele diz casualmente, tentando acalmar mais a asari.

    Após ter ou não a resposta da asari, Skundar faz sinal para ela segui-lo:

    - Fica perto e toma cuidado, ok? Eu vou tirar você daqui.

    Com a shotgun em mãos, Skundar vai fazenndo o caminho de volta pelos esgotos, ocasionalmente checando se asari estava próxima dele.
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Dom Mar 15, 2015 5:13 pm

    Ela aceita sua ajuda para se levantar, você consegue notar um tom de óbvio rancor na voz dela quando você fala sobre o batarian nunca mais poder machucar ninguém.

    - Òtimo...otimo…

    Ela observa a pistola que segurava em mãos, parecia completamente descarregada mas mesmo assim ela guarda ela no cinto do vestido

    - Tha...Thalia. Meu nome é Thalia. Se senhor...eu preciso ajudar o meu vovozinho. Ele ainda tá lá em cima preso com eles. Eu ouvi eles falando que vão mandar o próximo carregamento de escravos para Lorek daqui a duas horas.

    Você se recorda que Lorek é uma colonia batarian, você sabe que eles colocam chips no cranio dos escravos para deixa-los dóceis e mais submissos.

    Fazendo o caminho de volta você não encontra novos obstáculos mas assim que sobe as escadas de volta a superficie e abre a tampa do esgoto, você escuta o familiar barulho de tiros vindos da rua.


    Drannen: - Skundar! Temos um problema.

    Hilda: - Por problema ele quer dizer dois grupos de retardados trocando tiros no meio da rua. O Mako tá seguro e com as defesas online mas chegar nele pela rua tá fora de questão, ainda mais com você levando alguém.

    No beco você consegue olhar com o rabo de olho os dois grupos, um escondido dentro do bar, você não sabe dizer quantos são mas conseguiu avistar uma cabeça de um vorcha e um salarian até agora, o outro está do lado oposto da rua em um ângulo que não tem como ver sem colocar a cabeça toda para fora da cobertura e arriscar levar um tiro.

    Drannen: - Eu to nos telhados, achei uma rota alternativa. Podemos nos reagrupar em um beco na quadra de trás. Hilda, Aranas. Vocês podem dar a volta pelos fundos do bar, Skundar acho que você vai precisar de cobertura. A rua tem vários carros que podem servir de cobertura, to em um ponto bom para dar cobertura caso algum deles te veja.
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Sex Abr 03, 2015 7:55 pm

    Quando Thalia fala do carregamento de escravos para Lorek, Skundar diz:

    - Lá em cima? Você tem como me dizer onde as pessoas tão presas? - Após a resposta dela, Skundar diz - Nós vamos salvar o seu avô, Thalia. Nós vamos salvar ele. - o krogan repete, mais para sí do que para a asari. Cada vez que Skundar pensa nessas palavras, sua mente volta imediatamente para aquele dia quando encontrou Aranas, quando prometeu que iria proteger todas aquelas pessoas. . .

    - Qual o nome do seu avô, quem ele é? - O krogan muda um pouco o assunto para ele próprio parar de pensar nos fracassos do passado. De qualquer forma, sendo Thalia uma asari, o avô dela poderia ser qualquer coisa no universo, e seria quase impossível identificá-lo sem saber um pouco mais.

    Assim que os dois saem do esgoto e Skundar ouve os primeiros tiros, ele faz sinal para Thalia parar. É então que ele recebe as mensagens de Drannen e Hilda.

    - Ah, mas que maravilha! Nós não podemos perder tempo, a gangue vai mandar um carregamento de escravos pra Lorek em menos de 2 horas! - Skundar começa a se lembrar dos mapas dos esgotos que havia visto, ele inclusive abre o mapa em sua omni-tool para ter certeza que não estava esquecendo de nenhum detalhe, procurando rotas opcionais para que pudesse passar por baixo da rua. - Rynz, você sabe se tem alguma outra rota pelos esgotos?!
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Sex Maio 01, 2015 5:05 pm

    Thalia: - Eu...eu sei onde eles estão.

    Ela responde um pouco menos nervosa.

    Thalia: - Meu avô era mercenário...mas ele se aposentou a bastante tempo, ele gosta de se gabar mas ele tá velho demais pra lutar, ele é um krogan, o único krogan que eles pegaram mas mesmo assim não sei quanto tempo ele vai durar.

    *Ela se abaixa ao seu lado quando escuta os tiros, ela pega a pistola de novo, logo vendo que está descarregada.

    - Acho que vou precisar de um clipe...eu não sou nenhuma comando mas meu avô me ensinou a atirar.

    *Rynz responde no comunicador.

    Rynz: - Pelos esgotos tem uma...errr...tinha, acabei de ver que a uns dias alguns vorchas estavam brincando com dinamites lá embaixo...agora só tem entulho lá.

    *Uma granada de luz é jogada de dentro do bar para a rua. O barulho é bem alto e o flash te deixa tonto alguns segundos.

    Drannen: - Tenho uma idéia. Espera o meu sinal.

    Você escuta um barulho alto de tiro, você reconhece que veio arma de Drannen, a cabeça de um dos gangsters do lado de fora perto do Mako explode, o outro corre de lá, indo na direção perpendicular ao beco, não vai demorar muito até ele passar mas você não sabe se ele vai tentar entrar no beco ou se está assustado demais para perceber.

    Drannen: - Acho que o caminho tá melhor agora. Te encontro no outro lado.
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Dom Maio 17, 2015 2:59 pm

    Skundar fica aliviado ao ver que Thalia sabia onde os reféns estavam. No fundo, ele tinha medo de falhar novamente como falhou em proteger as pessoas na igreja, mas pelo menos saber onde esses reféns estavam presos já parecia um começo promissor.

    Enquanto ouvia Thalia falar de seu avô, Skundar olhava ocasionalmente ao redor procurando por ameaças, mas quando ela fala que seu avô era um krogan, ele volta a olhar diretamente para ela.


    - Um krogan velho de mais para lutar?! - ele diz surpreso - Quão velho é o seu avô? Ah, não interessa, eu pergunto eu mesmo para ele depois que a gente salvar ele.

    Assim que Thalia pede um clipe, Skundar balança a cabeça positivamente.

    - Ok, mas fica pra trás e não da uma de heroína... perae, que foi? - ele atende o chamado de Rynz, ouvindo o que o quarian tem a dizer. Logo em seguida uma granada de luz explode, e Skundar cobre os olhos tarde de mais, xingando a torto e a direito enquanto seus sentidos vão voltando ao normal lentamente.

    Assim que escuta o tiro de Drannen, Skundar da uma espiada e vê um dos gangsters sem cabeça e o outro fugindo em direção ao beco.


    - Ok, Drannen. Só resolver uma coisa antes.

    Ele se vira para Thalia e faz sinal para ela se afastar um pouco. O krogan fica bem junto da parede e ativa sua camuflagem para se mesclar totalmente com o ambiente. Ele então põe só parte da cabeça para fora, observando, e quando o gangster passa perto do beco, independente se vai ou não entrar nele, Skundar o agarra com muita força pela armadura e com um giro de corpo puxa-o para dentro do beco e termina por jogá-lo com força contra a parede oposta, usando a inércia que o mercenário já tinha por estar correndo. Se o mercenário não apagar com a pancada, Skundar vai nocauteá-lo com uma cabeçada.

    O krogan então olha para Thalia.


    - Ai estão seus clipes, aproveite.

    Ele ajuda Thalia a procurar clipes e armas que o gangster poderia ter, e depois que pegaram o que queriam, o krogan diz:

    - Thalia, atrás de mim, se começar tiro você se esconde, sua arma é último recurso, ok?

    O krogan então espia do lado de fora do beco, se tudo parecer estar quieto ele vai correr para a próxima cobertura, depois a próxima, tentando fazer seu caminho até o mako.
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Qui Jun 18, 2015 11:23 am

    Thalia: - Err eu não sei, ele sempre muda de assunto quando alguém perguntava…

    *Após receber os avisos de Rynz, você consegue observar com o rabo de olho aproveitando a visão periférica krogan para ver o gangster fujão correndo. Ele sequer suspeitava que de todas as criaturas do universo, justamente um krogan consegue pega-lo de surpresa.

    *Você facilmente o arremessa contra a parede, ele fica atordoado, gemendo de dor e ainda tentando fazer a cabeça parar de girar, o que se prova fútil quando ele recebe uma bela cabeçada que o derruba na hora.


    Thalia: - Pela deusa...isso foi realmente necessário?

    *A asari pega o clipe e recarrega a pistola, ela não era nenhuma profissional e era claro que esse negócio de tiroteio ainda era coisa novidade mas você percebe que ela sabe segurar certo uma arma e recarregar corretamente.

    Thalia: - Bom...ser o herói é meio que o seu negócio não é?

    *Ela faz um sinal positivo com a cabeça ao ouvir sua ordem, o tiroteio parece ter parado mas você não confia muito nesses silencios repentinos no meio de lutas. Você avança para um carro nave estacionado na saída do beco e em seguida Thalia o segue abaixada.

    *Você avista o Mako na rua, do lado oposto ao bar de onde um dos grupos estava atirando, você consegue passar para outro carro apenas sentir um tiro passando raspando pelos seus escudos. Você consegue abaixar atrás do carro e Thalia permanece atrás do primeiro carro.

    *A julgar pela trajetória do tiro você percebe que ele veio do bar, o carro que está agora servindo como sua cobertura não parece muito bom para aguentar tiros de calibre pesado, ele daria cobertura normal para uma criatura de tamanho mais mediano mas para um krogan com uma armadura pesada ele dá uma cobertura parcial.

    *Você não consegue vê-los da janela do bar, provavelmente seja lá quantos forem estão abaixados e podem estar em qualquer uma das duas janelas que dão vista para a rua, isso sem contar a porta.

    *O mako está perto mas não tem nenhuma outra cobertura entre ele e você, tentar uma corrida não seria muito arriscado para você mas Thalia correria o risco de levar um tiro visto que não tem armadura ou escudos.
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Sex Jun 19, 2015 12:57 am

    Após nocautear o gangster e ouvir o que Thalia perguntando se aquilo havia sido necessário, Skundar considera por alguns momentos enquanto vira a cabeça um pouco, estralando o pescoço, então olha para ela e responde:

    - Não.

    Enquanto Thalia recarregava, Skundar espiava para ver se não havia mais algum inimigo vindo de surpresa na direção em que estavam. Assim que a asari comenta sobre "ser herói" ser o negócio de Skundar, ele olha para ela novamente, o capacete escondia sua face e sua expressão de leve surpresa com grande satisfação ao ouvir aquelas palavras vindo de outra pessoa.

    Após terminar de dar as ordens para Thalia, Skundar avança para um dos carros estacionados. O local estava silencioso... o que para Skundar era um péssimo sinal. Assim que Thalia se abaixa ao seu lado atrás do primeiro carro, Skundar faz sinal para ela esperar, então se levanta e sai correndo em direção ao segundo. Nessa hora, tiros são rebatidos por seu escudo, e Skundar literalmente se joga atrás do segundo carro, um que nem era grande o suficiente para ele se esconder atrás.

    Pensando rápido, Skundar olha para Thalia enquanto faz desesperadamente sinal para ela esperar:

    - Thalia! Thalia! ! ! Fica ai, eu volto pra te buscar! ! !

    Com a shotgun em mãos, Skundar subtamente se levanta e ainda sobe sobre o carro que estava se escondendo, encarando o bar onde a gangue inimiga estava. Assim que nota o primeiro inimigo aparecendo para atirar contra ele, Skundar pula para frente, no ar como se fosse mergulhar no chão a frente do carro enquanto urra do fundo dos pulmões e se lança em uma biotic charge contra o inimigo que viu, seja pela porta ou pela janela do bar.

    - WHHHHAAAAAAARRRRRRRRRRRGHHHHHHHHHH! ! ! ! !
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Seg Jun 22, 2015 6:38 pm

    *Você sobe no carro, o capô do carro quase desaba debaixo do seu peso, no mesmo momento um tiro o acerta em cheio. (provocou 2 de dano na sua tech armor que se desfaz e 1 na sua barreira biotic)

    *Ao ver o mercenário colocando a parte de cima do corpo para fora da cobertura você ativa seu biotic charge… (Role o dano para que eu descreva o resto)
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Seg Jun 22, 2015 6:58 pm

    (2 sucessos)

    *Você se lança contra ele potencializado por seus biotics, você não conseguiu feri-lo mas com certeza fez um bom estrago no escudo dele fora que a surpresa misturado com o fato de que se trata de um humano que não tem metade de sua força, fazem ele ser jogado para trás, batendo contra o balcão.


    Turian: - MAS QUE PORRA!?

    *Você avista um turian armadurado apontando a pistola para você e disparando, mas erra o tiro acertando a mesa a seu lado. O ambiente é um bar aparentemente vazio, as coberturas seriam diversas para criaturas de tamanho normal, mas para alguém do seu tamanho, só tem um sofa virado a poucos metros a sua direita que obviamente não aguentaria fogo pesado, o balcão que está logo a frente, no entanto o mercenário que você acabou de acertar está de frente a ele se recuperando depois de ser atropelado por um tanque de guerra orgânico e algumas mesinhas que serviriam como uma cobertura bem tosca para você, mas ainda assim é melhor do que nada.

    Você escuta no comunicador seus companheiros conversando.


    Hilda: - Que porra foi esse barulho!?

    Aranas: - Drannen? Skundar? O que tá acontecendo aí atrás?

    Drannen: *suspiro* – O Skundar aconteceu…

    Aranas: - Vocês precisam de assistência?

    Drannen: - Nah...ele cuida disso.
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Ter Jun 23, 2015 4:34 am

    Assim que termina sua biotic charge, o krogan rapidamente analisa o campo de batalha, identificando os inimigos e possíveis coberturas. Treinado e acostumado a combater, a mente de Skundar fazia essa tarefa quase automaticamente e em uma velocidade que para alguém destreinado pode parecer até rápida de mais.

    Assim que o turian começa a atirar, Skundar se vira para ele e assume uma postura mais tática, que apesar de não fazer muita diferença o tornava um alvo um pouco menor. Enquanto isso, ele começa a se mover para o lado, em direção ao humano debruçado sobre o balcão, enquanto carrega sua energia biótica e com seu braço esquerdo lança um ataque de warp contra o turian.

    O krogan ouve os comentários de seus amigos no rádio, mas ele não se da ao trabalho de responder pois agora estava lutando... e se divertindo com isso!
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Ter Jun 23, 2015 9:09 pm

    (5 sucessos. Sucesso Excepcional)

    *Enquanto você avança para o lado, tentando representar um alvo menor, você lança uma esfera energética de biotic no turian. A potência do poder foi tamanha que ele foi arremessado através da janela e você tem certeza de ter ouvido um estralo alto similar a um osso quebrando.

    *Você alcança o balcão pegando cobertura, nessa hora você escuta as rajadas do fuzil do humano que já estava de pé ecoando pelo lugar mas você percebe que ele não está mirando em você...e sim nas garrafas de bebidas perto de você, bebidas que pelo  você pode distinguir que tem ryncol entre outas muito alcoolicas agora a uma distancia bem próxima de você, algumas chegaram a respingar em você.
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Qua Jun 24, 2015 4:10 am

    O krogan se enche de satisfação ao ver o turian voando para fora da janela com a força de seu warp, mas antes que pudesse comemorar nota o humano já de pé e pronto para disparar contra ele. Skundar rapidamente toma cobertura atrás do balcão. A princípio ele não entende porque o humano está errando tanto os tiros, até notar as garrafas estourando e respingando ryncol e outras bebidas inflamáveis em Skundar e ao redor dele. Ele percebe que respingos das garrafas o haviam acertado, mas por estar totalmente coberto pela armadura, Skundar não sabia quanto.

    A brincadeira de Skundar havia acabado de se tornar séria, pois um tiro ou poder tech bem colocado do inimigo e Skundar poderia pegar fogo. Ele tira sua mão direita do gatilho da shotgun, segurando ela apenas com a mão esquerda pelo engatilhador da mesma, então ativa a omni-blade que tinha em seu braço direito. O krogan sai pela borda lateral do balcão, de onde se levanta e avança correndo contra o humano em uma investida feroz, no meio do caminho ativando sua power glove também. Agora Skundar estava lutando para valer.
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Qua Jul 22, 2015 6:54 pm

    *Notando a tática do inimigo você se adianta em uma investida feroz que o mercenário totalmente não contava. Ele se move tentando mirar em você mas antes que pudesse apertar o gatilho você já estava na distância certa para acertá-lo em cheio no peito com uma estocada da omni blade direto no coração (Sucesso excepcional), ele cai sem vida no chão.

    *Olhando para a janela você consegue ver Thalia atrás do carro, tudo estava agora perturbadoramente silencioso.


    Drannen: - Skundar? Já terminou de brincar? Temos reféns para salvar lembra?
    Conteúdo patrocinado


    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Out 23, 2017 5:48 am