Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Compartilhe
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Sab Ago 08, 2015 8:24 am

    Após o golpe brutal contra o inimigo, Skundar fica observando o corpo cair sem vida ao chão. O krogan estava a poucos passos de entrar em sua blood rage, mas seu foco é retomado quando ele ouve a voz de Drannen no rádio. Skundar caminha para a saída do bar, fechando a omni-blade e guardando sua shotgun. Antes de sair, ele pega o rifle que o humano havia usado contra ele.

    - Lembro...   lembro sim. Eu tava só...  anh... aqueles caras me viram, quis evitar que eles avisassem o tal Loa Malachite.

    Skundar vai então até onde Thalia está e dá o rifle para ela.

    - Pra você. Agora pelo menos você tem uma arma que machuca de verdade! Vem comigo.

    Skundar vai com a asari até o mako, abrindo a porta do mesmo e deixando ela entrar primeiro. Ele entra em seguida. Dentro do mako o krogan desativa suas defesas e tira seu capacete.
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Seg Ago 31, 2015 10:11 pm

    *Drannen usa seu biotic jump para ir para o chão perto do tanque, o que assusta Thalia fazendo-a recuar para trás de você com as mãos nos seus ombros.

    Drannen: - Tenho absoluta certeza que ninguém vai comentar sobre o krogan virando um bar ao avesso…

    Thalia: - Hmmm...ele tá com você?

    *Ao perceber que o volus não é exatamente ameaçador...para ela, obedece sua ordem para ficar no mako. Ela pega o rifle, pelo jeito que ela segurava você percebe que não é a primeira vez mas pela cara dela o pensamento de ter que atirar em alguém a incomoda.

    Thalia: - Hmm...ok...eu acho.

    *Drannen sobe no mako também.

    Drannen: - Vamos encontrar os outros. Precisamos de um plano pra entrar no lugar rápido.
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Qua Set 30, 2015 4:35 am

    Quando Drannen fala sobre as pessoas comentarem de um krogan virando um bar do avesso, Skundar responde:

    - Nah, bobagem. A essa altura o povo já ta acostumado.

    Skundar não se espanta com o aparecimento repentino de Drannen, mas percebe que Thalia não estava esperando por isso. Quando ela pergunta se Drannen estava com ele, Skundar responde.

    - Ta sim.

    Após entrar no mako, Skundar senta no assento do piloto. Depois de tirar seu capacete, ele cheiro o ar algumas vezes, então vira a cabeça um pouco e cheira a própria armadura.

    - Que bom, agora minha armadura cheira a esgoto e a ryncol. Que desperdício de ryncol... - ele diz enquanto começa a dirigir, indo para o local de encontro de Aranas e Hilda.
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Dom Out 11, 2015 1:12 am

    Drannen: - É...vendo por esse lado.

    *Enquanto você dirige para o ponto de encontro Drannen não deixa de comentar sobre seu comentário acerca de higiene pessoal.

    Drannen: - Não é como se você fosse exatamente o avatar da boa higiene pra começar…

    *Você para o mako e perto de um beco, mais escondido estavam Aranas e Hilda.


    Hilda: - Tava na hora. Já tava pensando que você tinha parado pra jantar no caminho.

    Drannen: - É tivemos um contratempo.

    *Thalia desce do tanque também, na hora os dois olham para ela.

    Hilda: - Melhor ainda...pararam pra namorar. Que bonito…

    *A asari fica bem sem jeito com o comentário, não sabendo bem como responder.
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Sex Out 16, 2015 6:46 am

    Skundar fala em um tom meio de brincadeira:

    - Ótimo. Reclamando da minha higiene pessoal agora. Acho que trouxe o volus errado!

    Após parar o mako, Skundar desce logo após Drannen e antes de Thalia. Assim que a asari desce e Hilda faz o comentário, Skundar responde:

    - Nah, eu tava mais ocupado quebrando corações. E ossos, hehehe - ele termina com uma risada baixa de satisfação ao lembrar da briga no bar.

    - Vamos indo, vocês nos dizem o que acharam no caminho.

    O krogan diz apontando para o mako.
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Qua Out 28, 2015 11:25 pm

    Hilda: - Eu sabia que tinha um motivo de eu ter gostado de você krogan.

    *Dentro do mako todos se acomodam, Drannen no banco do co-piloto, Aranas e Hilda nos bancos de trás e Thalia no lado oposto deles.

    Hilda: - Bom andamos perguntando educadamente por aí…

    Aranas: - Acho que já estabelecemos que enfiar uma pistola na cara de alguém e demandar informações não é “perguntar educadamente”.

    Hilda: - Detalhes! Como eu dizia, descobrimos umas coisas bem interessantes deles. Aparentemente eles promovem duelos em um tipo de jaula com os escravos machos, dizem que eles usam algum tipo de quimico neles para que fiquem mais agressivos.


    *A asari leva as mãos na face.

    Thalia: - Ah pela deusa…

    Aranas: - Eu prefiro nem falar o que eles fazem com as fêmeas, digamos que eles segregam elas e distribuem pros lideres como...troféus. Pelo que vimos tem duas entradas, uma frontal e uma secreta pelos esgotos mas teriamos que procurar.

    Drannen: - Podemos fazer uso das duas. Quem sabe dois de nós possamos entrar fazendo de conta que queremos fazer...negócios enquanto outros dois entram na surdina pra tentar ver de libertar o máximo que pudermos. Também seria uma boa pra termos noção dos números.
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Sex Nov 13, 2015 1:23 am

    Enquanto dirige o mako para o local indicado, Skundar se comunica com seus aliados, inclusive com Rinz e Shulgo:

    - Mas esse plano pode demorar de mais. Sabe-se la o que eles vão fazer com os prisioneiros até a gente conseguir achar essa passagem nos esgotos. Eu preciso de mais informações! Thalia, você sabe algo sobre esse lugar?! Aranas, Hilda, descobriram mais alguma informação na rua? Rinz! Shulgo! Me mandem informações dessas coordenadas - ele passa para eles as coordenadas do lugar onde estão indo - Mapas, plantas, qualquer coisa. PRA ONTEM!
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Ter Dez 22, 2015 8:10 pm

    Thalia: - Eu..eu não sei. Eu só vi um pouco do lugar quando me transferiram de cela mas não conheço nada lá dentro.

    Aranas: - Não descobrimos mais nada além do que falamos, de qualquer jeito o tempo urge, se vamos fazer algo temos que ir logo com isso.

    Hilda: - Eu digo para pegarmos o maldito tanque e fazer o bom e velho assalto frontal sem pudor.

    Drannen: - Eu tava apostando que o Skundar ia sugerir essa…

    *Você tenta contatar Rinz e Shulgo, mas tudo que consegue receber é estática, Drannen tenta o mesmo sem resultado.

    Drannen: - Estranho...será que o sinal tá sendo bloqueado?
    Tihak
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 358
    Reputação : 1

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Tihak em Ter Jan 26, 2016 12:36 am

    Os olhos do krogan estavam quase brilhando de alegria ao ouvir a sugestão de Hilda de entrar com o tanque pela porta da frente.

    - Hilda, por que eu não te conheci antes?! Eu poderia te dar um beijo agora!

    Ele então vira sua cadeira para o resto do grupo:

    - Aqui o que vamos fazer! Nós VAMOS entrar pela porta da frente, e vamos ter que trabalhar como um time para isso dar certo.

    Skundar olha para a soldado:

    -Hilda, você dirige o mako, vamos ver se na sua tal Aliança eles ensinam a dirigir um tanque de verdade!

    Ele se volta então para o sniper:

    -Drannen, dessa vez o canhão é seu. Eu não preciso dizer o que você faz com um canhão, né?! Só não esquece de atirar no portão algumas vezes antes de batermos nele, para enfraquecer.

    Skundar então se dirige ao biotic:

    -Aranas, você consegue criar um campo biótico ao redor do mako, ou pelo menos ao redor do cockpit? Acho que com o mako podemos limpar a maioria da resistência deles, mas vai ser pesado. Cria o campo depois que passarmos pelo portão.

    Ele então nota a asari também ali com o time.

    -Thalia... não da tempo de te deixar em um lugar mais seguro, mas se você ficar dentro do mako deve ficar segura.

    Skundar então sai da cadeira do piloto, dando lugar para Hilda enquanto põe seu capacete. O krogan fica de pé, no meio do mako, debaixo da escotilha que dava para a metralhadora no topo do mesmo. Ele segura com força em suportes nas paredes laterais e ainda ativa suas botas magneticas e sua power glove para ter certeza que ia mesmo ficar preso no lugar. Assim que o mako entrasse, Skundar queria já abrir a escotilha e começar a atirar de cima do tanque, com a metralhadora do mesmo.

    Após ativar sua barreira biotic e sua tech armor, Skundar diz:

    - Todos prontos?! Então vamos fazer esses caras pagarem por todos os escravos que fizeram! ATACAAAAAAARRRRR! ! ! !
    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Ter Mar 22, 2016 12:41 am

    Hilda: - É me paga uma cerveja antes, sou uma mulher de gostos refinados.

    Ao ouvir sua sugestão, Hilda coloca o capacete e senta na cadeira do motorista.

    Hilda: - Ah sim eles me ensinaram a dirigir um tanque de verdade...mas esse fusca dá pro gasto.

    O volus sobe até o canhão.

    Drannen: - Meu negócio geralmente é precisão e furtividade mas...acho que barulhento e violento pode dar certo.

    Aranas acente com a cabeça com sua ordem e senta no banco do passageiro com os cintos apertados, você vê uma aura azul biotic emergir dele e o tanque é cercado pelo campo biotic dele.

    Thalia repete o que Aranas faz, apertando bem os cintos e apertando a pistola na mão com uma expressão que diz claramente “Não estou a vontade com essa situação”.

    Hilda: - Hora de fazer um pouco de justiça de Ômega.

    A humana acelera o tanque na direção do lugar, na hora seus capacetes pegam as transmissões deles interceptados por Rinz.

    - CONTATO!

    O barulho dos tiros no escudo biotic é ouvido de modo bem abafado, os sensores de escudo estão intactos pois as balas estão no momento acertando o escudo biotic.

    Você consegue sentir o coice do canhão quando Drannen dispara, pelos visores consegue ver que o tiro vaporizou pelo menos cinco dos guardas, o pânico é evidente nos comunicadores.

    - ALIADO CAÍDO! PRECISAMOS DE SUPORTE ANTI TANQUE!

    Uma voz mais profunda que parece vir de um turian começa a falar no comunicador.

    - Todo mundo em posição! Quero fogo de supressão! Quem não tiver armamento explosivo ARRUME!

    Drannen fala nos comunicadores do tanque para o lado de fora.

    Drannen: - Loa Malachite! Morra em pé ou morra no chão com todos os seus homens! Nenhum lugar da galáxia poderá salvá-lo! VOCÊ DEVE SANGUE PARA O POVO DE OMEGA! E nós VAMOS cobrar essa dívida!

    Hilda: - O gordinho sabe falar bem...

    Bidy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 553
    Reputação : 0

    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Bidy em Qua Mar 23, 2016 6:39 pm

    OFF: Tendo em vista que eu por algum motivo não posso editar ou deletar posts no meu próprio jogo, vou ter que repetir o post editado

    *Hilda: - É me paga uma cerveja antes, sou uma mulher de gostos refinados.

    Ao ouvir sua sugestão, Hilda coloca o capacete e senta na cadeira do motorista.

    Hilda: - Ah sim eles me ensinaram a dirigir um tanque de verdade...mas esse fusca dá pro gasto.

    O volus sobe até o canhão.

    Drannen: - Meu negócio geralmente é precisão e furtividade mas...acho que barulhento e violento pode dar certo.

    Aranas acente com a cabeça com sua ordem e senta no banco do passageiro com os cintos apertados, você vê uma aura azul biotic emergir dele e o tanque é cercado pelo campo biotic dele.

    Thalia repete o que Aranas faz, apertando bem os cintos e apertando a pistola na mão com uma expressão que diz claramente “Não estou a vontade com essa situação”.

    Hilda: - Hora de fazer um pouco de justiça de Ômega.

    A humana acelera o tanque na direção do lugar, na hora seus capacetes pegam as transmissões deles interceptados por Rinz.

    - CONTATO!

    O barulho dos tiros no escudo biotic é ouvido de modo bem abafado, os sensores de escudo estão intactos pois as balas estão no momento acertando o escudo biotic.

    Você consegue sentir o coice do canhão quando Drannen dispara, pelos visores consegue ver que o tiro vaporizou pelo menos cinco dos guardas, o pânico é evidente nos comunicadores.

    - ALIADO CAÍDO! PRECISAMOS DE SUPORTE ANTI TANQUE! 

    Uma voz mais profunda que parece vir de um turian começa a falar no comunicador.

    - Todo mundo em posição! Quero fogo de supressão! Quem não tiver armamento explosivo ARRUME!

    De cima do tanque você observa perfeitamente enquanto o portão de aço cai diante do tanque, junto com a parede de entrada do lugar.

    Incontáveis projeteis se colidem com o escudo biotic em volta do tanque. Drannen fala nos comunicadores do tanque para o lado de fora.

    Drannen: - Loa Malachite! Morra em pé ou morra no chão com todos os seus homens! Nenhum lugar da galáxia poderá salvá-lo! VOCÊ DEVE SANGUE PARA O POVO DE OMEGA! E nós VAMOS cobrar essa dívida!

    Hilda: - O gordinho sabe falar bem…

    *No térreo tem pelo menos cinco homens armados escondidos atrás das pilastras, sofás e mesas e no andar de cima mais cinco com fuzis escondidos atrás das muretas, no centro do lugar uma enorme jaula até agora fechada com dois vorchas desarmados, mas pela expressão parecem...praticamente animalescos.

    Nas comunicações você escuta.

    - Chefe! É...é aquele krogan maluco! É o Skundar!

    Não há resposta.

    - Chefe!? Alguém?

    No seu comunicador, Drannen fala pra você.

    Drannen: - Skundar. Não dá pra atirar com o canhão de novo sem arriscar levar o lugar todo abaixo com os reféns e nós.

    Aranas: - E eu não posso manter esse escudo...pra sempre!

    Hilda: - Parece que você vai ficar com o serviço solo grandão. Esse tanque não vai se dirigir sozinho...ok talvez ele vá, mas duvido que seu piloto automático saiba manobrar melhor que eu.
    Conteúdo patrocinado


    Re: 4a Cronica de Urdnot Skundar: O chamado ao heroismo

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Ago 21, 2017 5:57 pm