Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Alta Miridia (Capitulo 1)

    Compartilhe
    Letarius
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 52
    Reputação : 0

    Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Letarius em Sab 2 Ago - 5:17

    Miridia se originou de uma antiga Fortaleza da atual Cidade de Zian uma das mais poderosas cidades militares de todo o mundo. A principio ela defendeu os territórios de Zian contra monstros errantes! Hoje em dia a ameaça que se aproximam de Miridia são quase neutras e com o tempo Miridia deixou de ser uma Fortaleza para tornar-se um posto para aventureiros que buscavam tesouros nas zonas selvagens e retornavam para descansar, logo um forte comercio começou a se erguer em Miridia e com os anos ela tornou-se uma Cidade autossuficiente. Não dependendo mais do suporte militar de Zian.

    Miridia tornou-se um dos maiores antros de aventureiros a cidade chegou a ficar abarrotada de aventureiros ao ponto dos bancos não terem como conseguir distribuir moeda o suficiente entre os aventureiros sempre cheios de antigas peças de cobre, prata e até ouro. Fora os raros objetos mágicos que eram sempre muito procurados. Recentemente o Presidente de Miridia impôs imensas taxas nas atividades de aventureiros na cidade, tornando a cidade menos movimentada por esse aventureiros.

    Mesmo com as grandes taxas muitos aventureiros simplesmente não são capazes de evitar Miridia, sua conveniente posição nos limites selvagens a torna um ponto de parada inevitável. Até então a maioria dos aventureiros normalmente menciona o governo de Miridia e qualquer autoridade da cidade como mesquinha e mercenária. A maioria dos aventureiros não costuma ficar mais do que o necessário na cidade, mais hoje um pequeno grupo dos melhores aventureiros da cidade foi convocado a presença do Governador da Cidade Alta, de acordo com o enviado se ouvirem a proposta e aceitarem o pedido do Governador, os aventureiros não terão que pagar mais impostos por suas aventuras e receberão uma residência na cidade alta, fora é claro uma recompensa negociável.

    Com a rara oportunidade de não mais precisar pagar taxas e impostos destinada a aventureiros, ter uma residência na parte mais luxuosa da cidade e ainda uma recompensa os poucos selecionados não puderam resistir a oportunidade ou simplesmente foram coagidos a ouvir o que o Governador tem a dizer antes de recusar. Aqueles mais questionadores, não puderam extrair muito do emissário, ele mesmo não tinha informações suficiente sobre o assunto que o Governador desejava conversar com o grupo.

    Por opção ou não, todos se encontram num dos maiores prédios modernos da cidade, um luxuoso arranha-céu, lá os aventureiros são levados a um imenso salão com grandes janelas do chão ao teto, olhando através dela a visão de quase toda a cidade de Miridia, uma visão que certamente poucas pessoas na cidade já viram, é possível ver grande parte da cidade alta, prédios e antigos fortes de rocha solida, mantidos como ponto turístico para viajantes e aventureiros, além da cidade alta a cidade baixa, prédios menores, seguido de conjuntos habitacionais e longos campos de plantio até as muralhas que bloqueavam a passagem dos monstros. Após poucos minutos a sós na sala, o governador chega um humano com traços fortes, marcado por uma longa cicatriz cruzando seu rosto vindo do olho direito até abaixo do lábio. O olho que sua cicatriz começa é cego, ele é um homem alto e embora use um terno fino negro com gravata vermelha é possível ver algum musculo em seus braços. Ele vem acompanhado de um cão teleportador. Eles ficam de pé diante a imensa janela, ele encara a paisagem por alguns instantes antes de se virar e dirigir a palavra aos personagens.

    -Eu realmente sinto muito por interromper suas atividades. Tentarei não tomar muito do tempo de vocês! O meu enviado já mencionou o que estou oferecendo. Agora no entanto vou ser um pouco mais direto. Primeiramente quero que entendam uma coisa, o que estamos fazendo aqui, está sendo feito pelas costas do Presidente e não vou pedir que façam parte de algo que vai contra os desejos mesquinhos do Presidente sem deixar claro do que se trata.

    Ele passa a mão na cicatriz em seu rosto devagar.

    -Perdi esse olho num ataque de dragão a quase 20 anos, fui salvo por aventureiros, tentei seguir seus passos mais só encontrei ganhei novas cicatrizes. Desde então consegui me erguer da cidade baixa até a cidade alta. Eu sou orgulho dessa cidade, mais o Presidente tem se mostrado muito mesquinho com vocês aventureiros. Desejo contrata-los para proteger a cidade, como meus agentes. Vocês receberão ordens diretamente de mim e irão responder apenas a mim. Em troca disso receberão pagamento semanal equivalente a 100 peças de ouro, residência e não terão a necessidade de pagar impostos. Essa é minha proposta para vocês. Se tiverem alguma duvida ou quiserem acrescentar algo, por favor!
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6817
    Reputação : 62

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Edu em Sab 2 Ago - 19:33

    Reiko crescera na parte baixa da cidade de Miridia. Seu pai tinha sido um grande ninja no passado e alcançara a fortuna ao trabalhar pra mafia. Atualmente ele tinha 60 anos de idade e tinha se tornado um dos chefões do crime organizado da cidade. Legalmente no papel dizia que ele era dono de um restaurante de comida oriental, mas na verdade ele controlava uma rede ilegal de bordeis, trafico de drogas e outras coisas. No entanto Reiko não sabia dessas atividades ilegais do seu velho como ela gostava de chamar.

    Aos 17 anos ela foi estudar numa universidade de magia após se frustar em tentar seguir os passos do pai como ninja. Descobriu o seu talento pra magia quase como por acidente ao ler um pergaminho de um dos magos contratados do seu pai e conseguir conjurar a magia. Mesmo assim não tinha engolido a sua falha em ser ninja, por isso enquanto estudou magia procurou compensar com talento arcano o que lhe faltava de coordenação motora e habilidade corporal.

    Seria uma ninja pela magia e não por sua habilidade própria. Com muito talento e disposição Reiko passou por todo o treinamento e ensino da universidade da magia. Formou-se uma maga capaz com 23 anos. Insistiu ao seu pai que queria dar seus próprios passos mundo a fora ao invés de continuar sob a sua proteção. Viveu muitas aventuras como um ninja maga e fez fama mundo a fora. Foram 7 anos de muitas andanças mundo a fora, algumas vezes quase morrera e aprendera muita coisa. Passou a dominar as magias, algumas bastante poderosas que por sinal podia até alterar a própria fabrica do mundo.

    Depois desses anos se aventurando decidiu voltar pra casa e ver o seu velho. Ele estava como sempre, cabelos brancos e um sorriso no rosto. Reiko tinha decido que iria se aposentar das aventuras e apenas viver o resto dos dias como uma pessoal normal, mas acabou por descobrir de onde vinha toda a riqueza de sua família. Seu pai era um chefão do crime e ganhava a sua fortuna em cima da ilegalidade e do sofrimentos outros.

    Atordoada ela foi embora de casa para nunca mais voltar. Não queria nada ligado ao dinheiro sujo do pai. Foi uns dias depois que recebera o convite do governador de Miridia. Era uma otima oportunidade de recomeçar a vida longe da podridão do seu pai. Era por isso que ela estava ali pra ouvir a proposta oferecida.

    Reiko tinha os seus cabelos tingidos de azul e seus olhos castanhos. Usava uma camisa social masculina branca de mangas longas, por baixo tinha um colã de lycra de corpo inteiro da cor preta. Andava com botas marrons até a altura do joelho.

    De pé e olhando pro o homem alto que era o governador ela ouve com atenção a proposta e logo expões as suas duvidas:

    - Primeiro queria saber que garantia teremos de que os beneficios que você promete não serão tirados quando o presidente descobrir. Segundo, que serviços de proteção você quer que nós façamos? Não posso aceitar um serviço sem ter no minimo uma noção do que farei. Proteção pode englobar muitas coisas, algumas nas quais eu não poderia aceitar fazer.
    Lyvio
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6921
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Lyvio em Sab 2 Ago - 22:00

    Narsurian era um ranger urbano que trabalgava como investigador e capturador de prisioneiros fugitivos. Ele sua escolha vem de família onde tanto seu pai como sua mãe serviam a polícia da cidade também como rangers rastreadores de bandidos, durate anos ele trabalhou nisso e ainda trabalha, mais, na verdade esse tipo de trabalho nunca o deixou feliz sempre gostou de explorar os arredores da cidade sair para caçar criaturas e animais e isso que o deixava feliz e satisfeito em sua vida. A oportunidade surgiu com uma convocação para uma espécie de trabalho típico de aventureiro que ele sempre almejou, jána sala de reunião ele ouve atentamente a proposta e indaga:

    -Porque devemos enganar o presidente quanto a isso?
    Portuga
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1910
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Portuga em Qui 7 Ago - 14:30

    Um capuz pra trás, uma face humana, um rosto de feições fortes, um dos olhos era vermelho, lembrava feições draconianas, o outro escuro, estava coberto por um sobretudo, provavelmente escondendo seu corpo, ou apenas não queria ser reconhecido quando chegasse ali.


    Quando fora abordado pelo mensageiro no porto, já achava bem estranho o governo de Miria lhe fazer uma proposta, agora escutando todo esse papo furado, tinha certeza que algo estava errado, muito errado, aquilo tudo parecia uma forma de dar algum golpe de estado...

    Não era ingênuo , já passara por muitas coisas parecidas na sua vida de pirata, aquilo simplesmente não batia, mas se esse era o jogo, gostaria de ver o reluzente amarelo do ouro...

    Já tentara se aposentar várias vezes e embora pudesse esconder suas asas com o capuz, seria difícil a convivência caso os outros o vissem por completo, pior ainda se soubessem seu nome...ou que foi capitão do Farol da Morte...

    Por fim, olhava o tal homem e lhe perguntava friamente...

    - Muita coragem sua, me fazer tal proposta! A quanto tempo você coletou informações de mim!? Talvez você não saiba tudo!!! Será muito difícil realizar tal coisa, quando me verem!!! Você pode sentir!? Interessante isso...já sei a que veio... deu um risadinha

    Sua presença ali, quando começara a interagir começou a incomodar todos os não malignos presentes, algo indescritível, como se suas vidas corressem perigo...

    - Vou lhe mostrar

    Assim, abria seu sobretudo, o deixou cair no chão, e pode ver a face de choque e os olhos arregalados dos ali presentes, em sua costas haviam asas de Erinyes, asas demoníacas, braços com uma coloração diferente, mais pálidos.

    - O que acha de mim agora?


    off: When characters with fiendish grafts interact with nonevil NPCs, a —6 circumstance penalty is applied on all Charisma-based checks (Diplomacy, Bluff, and so on).
    This penalty applies even if the NPC is unaware of the graft's presence, since it reflects the subtle twisting of the host's personality.


    Letarius
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 52
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Letarius em Qui 7 Ago - 20:21

    Após 2 jogadores postarem, os jogadores que faltarem terão 1 semana após o último post do 2º jogador para postarem, caso não postem seu personagem decidiu não interagir, se manteve afastado ou foi incapaz de reagir. Sem choro, não podemos deixar isso aqui levar tanto tempo caso contrario vai levar até o natal pra acabar! XD

    As conversas iam com calma até o individuo conhecido apenas como Ancora Negra, revela sua atual natureza. Como o mesmo esperava pasmar os presentes foi inevitável o cão teleportador se ergueu e começou a rosnar agressivamente em direção ao Ancora Negra. Mesmo o homem que convocou o grupo havia ficado surpreso, após o cão começar a latir ele o acalma antes de retornar ao assunto.

    -Senhores eu entendo sua preocupação. Inicialmente quero pedir que o Senhor Ancora Negra evite tais exibições, vale lembrar que estamos num prédio do governo.

    Ele respira fundo por um minuto, sua voz havia dado uma suave vacilada, aparentemente tentando recuperar a compostura.

    -Vou responder suas perguntas, desculpe por isso. Bem por ordem acho que seja mais adequado. Devo dizer não terão problema com garantia essa não é uma missão de viagem ou que possa ser concluída em apenas alguns dias, vocês poderão usufruir de seus direitos como estou prometendo, tenho aqui os papeis, os documentos de pose dos apartamentos que vocês poderão ocupar. Com relação a proteção eu gostaria de deixa-la para depois. O motivo para enganar o Presidente se deve por eu temer as decisões que ele vem tomado, cobrar impostos de aventureiros para aumentar o lucro da cidade, dispensar o reforço militar de Zian por conta da elevada taxa cobrada por eles e substituir pela esperança que nossa parca força militar de cabo de dragões e outros monstros capazes de voar por cima das muralhas. Não deveria revelar isso mais ele espera que os aventureiros salvem a cidade contra essas ameaças... uma tolice. Com relação a você o infame Ancora Negra, admito que não fui muito a fundo com sua origem, acredito que todos aqui tem seus próprios interesses e segredos que desejam manter em segredo, por isso apenas o escolhi por reconhecer seus feitos, sejam eles louváveis ou não. Agora o importante, vejam eu admito que não sou um simpatizante dos Zoantropos, sei que eles já foram humanos, mais é verdade também que todos são em sua maioria escoria, formam gangues e geralmente não seguem a lei. Devido as leis feitas recentemente pelo Presidente o Laboratório de Alquimia hoje tem carta livre para novos experimentos biológicos, estão tirando sem tetos e órfãos das ruas a fim de fazer experimentos novos que transcendem a antiga técnica de quimerização feita para dar origem aos zoantropos.

    Ele falou todo esse tempo e ficou claro que ele havia tendo dificuldade para se expressar. Após terminar ele acaricia a cabeça do cão que continuava a olhar fixamente para Ancora Negra.

    -Vejam são duas coisas que vocês devem fazer. A oficial e a não-oficial. Oficialmente vocês irão agir como uma força especial da cidade, vocês respondem a mim apenas, se precisarem de qualquer autorização especial entrem em contato que eu consigo a ordem, o objeto será caçar e exterminar qualquer ameaça de escala "enorme" que entre nos muros da cidade.

    [*Ameaça de Escala: é o meio que as cidades classificam monstros que são uma ameaça a cidade como um todos geralmente são criaturas capazes de derrubar as muralhas, voar sobre elas ou simplesmente capazes de mover-se pela cidade sem atrair atenção, Ameaças de Escala Enorme incluem em sua maioria dragões jovens e adultos e gigantes de tamanho enorme]

    -O pedido não-oficial é que investiguem o Laboratório de Alquimia. Especialmente uma mulher que dizem ser a cabeça do novo projeto, seu nome é Galatia, ela veio de Vinitz o reino com maior avanço tecnológico como devem conhecer. Ela é especialista em zoantropos e de acordo com os documentos ela veio para cá para se aproveitar da proximidade com a zona selvagem para encontrar novas espécies e novos meios de criar zoantropos mais poderosos. Esse é meu pedido, tem mais alguma duvida?
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6817
    Reputação : 62

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Edu em Dom 10 Ago - 11:38

    Reiko olha com tedio pra demonstração do guerreiro. O items diabólicos dele não eram nada, ela conhecia muito bem diabos e demônios eles eram muito mais terríveis que aquilo, mas não iria dar atenção pra aquele idiota, afinal tudos o que eles sempre querem é isso mesmo: chamar a atenção.

    Ela esquece um menino mal e se foca no que o governador dizia. Era um monte de blábláblá, mas indo direto ao ponto o homem queria dizer que os tinha chamado ali pra contrata-los como uma especie de força especial. Uma ideia que lhe caia bastante bem naquele momento. As suas reservas de dinheiro estavam acabando e definitivamente não queria voltar a recorrer ao seu pai.

    O tanto de ligações que ele tinha feito a ela no seu atual flat alugo era grande. Podia até reconhecer muitos do seus jagunços vigiando ela a distancia. Não ligava sinceramente, apenas não voltaria pra casa.

    - Pelo que eu entendi você quer nos contratar como uma especie de força especial desconhecida do publico. Segundo, não sou muito a favor de teorias deterministas, zoantropos apenas aproveitam as oportunidades que lhes dão, como são excluidos da sociedade lhes resta apenas o submundo. Agora o que presumo é que devamos descobrir o porque o laboratório de alquimia está fazendo tantos zoantropos - Fala novamente Reiko.
    Charles Darren
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 905
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Charles Darren em Ter 12 Ago - 19:31

    Lelouch um jovem aventureiro de 19 anos. Nascido e crescido num pequeno vilarejo ao leste de Miridia. Onde as crianças são treinadas desde pequenas para sere excelentes Ladinos,localizado dentro de uma floresta esse vilarejo foi criado por alguns Ladinos que sobreviveram a guerra trabalhando de Sabotadores.

    Apos concluir seu treinamento Lelouch saiu de casa com o sonho de trazer prosperidade para seu vilarejo e trazer orgulho para seus pais. O jovem hoje chega a Miridia após sair de casa 3 dias atras.

    Lelouch ficou fascinado com o tamanho da cidade nem dava para acreditar que um dia aquilo foi um dia melhor do que era, seus olhos brilhavam, muita coisa nova de uma vez para ver a veiga, o comercio , a comida mais pensou em deixar aquilo para depois e conseguir logo manter seu sustento por ali, já que não lhe restava muito dinheiro. Depois de ouvir algumas conversas ouviu que um homem de uma alta estatura politica reuniu alguns dos melhores aventureiros , Lelouch seguiu para o mais alto e luxuoso edifício, mesmo sem ter sido convidado pensou que esta era uma rara oportunidade de conseguir um emprego temporário.

    Lelouch adentrou a sala mesmo depois de ter perdido boa parte da conversa e então percebeu que algumas pessoas se encontravam ali no meio de uma conversa, um homem bem vestido acompanhado de um cachorro e uma cicatriz por ela ele já pensava que aquele homem seria o falado foi então que proferiu - Um prazer em conhece-lo senhor , eu sou Lelouch Lamperouge , ouvi dizer que aqui posso encontrar um emprego temporário ou algo do tipo.- E então aguardou a espera de uma resposta.
    Charles Darren
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 905
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Charles Darren em Ter 12 Ago - 20:02

    Lelouch um jovem aventureiro de 24 anos. Nascido e crescido num pequeno vilarejo ao leste de Miridia. Onde as crianças são treinadas desde pequenas para sere excelentes Ladinos,localizado dentro de uma floresta esse vilarejo foi criado por alguns Ladinos que sobreviveram a guerra trabalhando de Sabotadores.

    Apos concluir seu treinamento Lelouch saiu de casa com o sonho de trazer prosperidade para seu vilarejo e trazer orgulho para seus pais. O jovem hoje chega a Miridia após sair de casa 3 dias atras.

    Lelouch ficou fascinado com o tamanho da cidade nem dava para acreditar que um dia aquilo foi um dia melhor do que era, seus olhos brilhavam, muita coisa nova de uma vez para ver a veiga, o comercio , a comida mais pensou em deixar aquilo para depois e conseguir logo manter seu sustento por ali, já que não lhe restava muito dinheiro. Depois de ouvir algumas conversas ouviu que um homem de uma alta estatura politica reuniu alguns dos melhores aventureiros , Lelouch seguiu para o mais alto e luxuoso edifício, mesmo sem ter sido convidado pensou que esta era uma rara oportunidade de conseguir um emprego temporário.

    Lelouch adentrou a sala mesmo depois de ter perdido boa parte da conversa e então percebeu que algumas pessoas se encontravam ali no meio de uma conversa, um homem bem vestido acompanhado de um cachorro e uma cicatriz por ela ele já pensava que aquele homem seria o falado foi então que proferiu - Um prazer em conhece-lo senhor , eu sou Lelouch Lamperouge , ouvi dizer que aqui posso encontrar um emprego temporário ou algo do tipo.- E então aguardou a espera de uma resposta.

    Ps: apaga o outro post Letarius please
    Portuga
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1910
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Portuga em Sex 15 Ago - 18:24

    Bem não tinha porque falar não ali, mas ficaria com os dois olhos atentos, sabia que aquilo não era tão simples quanto aquele homem o fazia crer, apesar que talvez, talvez ele falasse a verdade já que suas asas fizeram tanto o dele como seu cachorro baterem mais rápido
    Letarius
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 52
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Letarius em Seg 18 Ago - 16:00

    *Com a chegada de mais um convidado, a atenção pouco se dispersa do foco, o homem se apresenta novamente para o recém chegado e realiza uma breve explicação do que foi dito até então para poupar algum tempo. Após isso ele finalmente se senta pois esteve de pé até então.*

    -Reiko suas palavras estão corretas e não estou tentando realizar qualquer mal a zoantropos ou mesmo androides, apenas preciso que observem o laboratorio e atendam ao chamado quando for necessário. Ressaltando que dependendo de que tipo de ameaça vocês derrubem vocês terão um pagamento adicional, mediante a periculosidade da criatura derrotada ou expulsa.

    *Nesse momento uma luz vermelha preenche a sala, era um alarme, do lado de fora um som alto de sirene foi tocado por toda a cidade era impossível não ouvir o som intenso. Todos já sabiam do que se tratava, aquele era uma alerta de invasão. Alguma criatura grande se aproximou dos muros, quanto tempo até ele chegar é incerto.*

    -Eis sua chance e oportunidade, se desejam o emprego tudo que tem que fazer é pegar os documentos e assinarem quando decidirem que é a hora, mais devem me entregar até a meia noite. Se forem responsáveis pelo abate da criatura se aproximando, vão ver que não estou sendo falso com minhas palavras, o contrato e um adiantamento de 25% estão com os papeis como amostra de boa fé minha para vocês! Vocês também podem usar o comunicador para falar comigo daqui a meia hora ou entre si.

    *A escolha agora era de cada presente na sala. Alguns homens entram na sala e escoltam o governador para fora, certamente levando ele para um banker ou outro lugar protegido para as pessoas da alta sociedade. O cão no entanto continua com vocês embora rosne casualmente em direção ao Ancora Negra. Mais não demonstra qualquer outro sinal de hostilidade além desse. Os comunicadores eram pequenos aparelhos similares a fones de ouvido era uma peça de tecnologia cara e bem rara de conseguir.*
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2907
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por anderson em Ter 19 Ago - 0:08

    Agachado num canto da sala estava Blöodgar'mindel. Nuschlorusjhadres estava deitado que mal podia ser visto. Ambos chegaram cedo e ficaram o tempo todo quietos. Ouviram a proposta e começavam a discutir entre si aos cochichos.


    - Vamos, Nuschlorusjhadres. Esse humano é xenófobo. Cedo ou tarde ele vai querer ameaçar as nossas espécies também.

    - Não é assim, Mestre. O Senhor só está querendo sair daqui. Veja bem o que ele oferece. Vamos ganhar dinheiro, casa, tudo mais.

    - Não preciso de casa. Já tenho dinheiro. Estou feliz.

    - O senhor está sendo teimoso. Ainda hoje estava reclamando de uns componentes que não tem...

    - Já disse que não, Dragão!

    Os dois fizeram silêncio durante vários segundos constrangedores. Blöodgar'mindel sabia que Nuschlorusjhadres odiava ser chamado de Dragão. Não que ele tivesse vergonha, mas sabia que quando seu mestre o chamava assim, o rebaixava a uma posição de um animal qualquer. Como uma galinha. Era uma atitude infeliz e um elfo da inteligência dele não deveria irritá-lo assim. Os Dragões eram seres muito orgulhosos. A tribo de Blöodgar'mindel fora agraciada com ovos de Dragões há muito tempo. Haviam muitos espécimes malignos, mas eles não os criavam apesar de não os matarem. Blöodgar'mindel foi agraciado com um ovo de Dragão dourado e já o criava há quase trinta seis anos. Crescem rápido os filhotes.

    - Tudo bem, Glória de Blöod. Eu me excedi. Mas não vai ser sempre assim, hein. Não poderá usar esta carta sempre.


    Era possível intuir o sorriso vencedor na boca do Dragão. O Elfo se levanta e pega o contrato. Já o assina e leva para o familiar. Ele também assina e Blöodgar'mindel o devolve ao governador.

    - Preciso de dois comunicadores.

    Então vem o alarme e a explicação do político.

    - Vamos, Nuschlorusjhadres. Vamos ver o que há.

    O Dragão sai pela janela e automaticamente aumenta de tamanho. O Elfo sai desajeitado e os dois voam pelos céus.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6817
    Reputação : 62

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Edu em Qua 20 Ago - 1:28

    Reiko não perde tempo pega o seu contrato, revira a sua mochila em busca da sua caneta. Quando finalmente consegue encontrar ela, a maga assina o contrato do governador, depois no bolso da frente busca um pergaminho de uma magia muito poderosa que tinha.

    Agora aquele guerreiro viria o que é aterrorizante. Ela desenrola o pergaminho e ler ele. Enquanto ia lendo a magia, sua corpo ia mudando. Asas vermelhas da cor de sangue cresceram na suas costas, sua altura aumentou e seu cabelo se tornaram ruivos. Seu rosto mudou se tornando mais bonito que era antes, seus músculos aumentaram também.

    Assim que terminou de ler a magia Reiko não estava mais ali, e sim um erinyes. Gargalhou alto e olhou pro guerreiro.

    - Vocês acha seus itens assustadores? Quero ver se tornar por completo um ser dos planos mais baixos - Diz ela ainda rindo.

    Num piscar de olhos ela desaparece da sala do governador e a reaparece voando sobre as muralhas observando se algum ameaça surgia.
    Portuga
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1910
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Portuga em Qua 20 Ago - 15:26

    A priori não tinha porque não assinar aquele contrato, mas fez questão de ler muito bem as entrelinhas, já havia feito muitos contratos na sua vida de pirata, demônios, dragões, humanos, todos os tipo de seres...lia seu contrato com toda a paciência, até porque se alguém morresse, não era problema dele...muita coincidência essa ocorrência...


    Se achasse tudo normal iria pra dita batalha, caso contrário, arrancaria o coração do salafrário, mentiroso!


    Suas negras asas de Enryes estavam excitadas, de um jeito ou de outro, hoje elas seriam banhadas com sangue!
    Charles Darren
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 905
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Charles Darren em Qua 20 Ago - 16:13

    Lelouch depois de ouvir uma explicação de tudo, pensa abertamente na proposta, talvez o governador apenas tive-se um objetivo para o favorecer em mente. Um alta sirene soou , junto a um alarme com uma luz vermelha Lelouch Já sabia que não devia ser coisa boa.
    Comparado aos outros da sala Lelouch era o que aparentava ser mais normal o que deixou o jovem bastante aliviado.
    Dadas as circunstancias Lelouch assinou o contrato e o deixou em cima da mesa, depois disso o jovem acariciou o cão que rosnava é correu pela porta, chegando do lado de fora procuraria a criatura que estava causando aquele incidente.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6817
    Reputação : 62

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Edu em Qua 20 Ago - 20:43

    Spoiler:
    Teste de Conjurador: +15(CD 18)

    Edu efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    1

    Letarius
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 52
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Letarius em Seg 25 Ago - 23:21

    [perdoe o atraso tive uns problemas]

    *Aqueles que leram o contrato novamente perceberam que ele estava totalmente claro as letras eram grandes e visíveis até mesmo para olhos cansados, não havia entrelinhas, manchas ou qualquer outro traço que pareça suspeito. Todos os benefícios mencionados pelo governador estavam lá e aparentemente algumas outras coisas como acesso a um carro especial que ficaria a serviço do grupo.*

    *Para além do contrato assinado ou não, havia a saída cada um deveria ter seu próprio meio de atingir a muralha, mais ao sairem a sala são abordados por um agente de roupas finas negras, óculos escuro e uma cicatriz em seu rosto.*

    -Serei o piloto de vocês hoje, tenho ordens de escolta-los até a muralha onda "as criaturas" começa a se aproximar.

    *Qualquer um percebia que a situação não estava fácil, não é comum criaturas muito grandes se aproximarem dos muros sozinhas, mais em grupo parece algo improvável. Ele guia a todos até um carro peculiar.*



    -Esse será o veiculo que estará a serviço de vocês, podem usar sempre que desejarem. Hoje no entanto vou leva-los até o muro.

    *O carro é bastante espaçoso entrando nele (ou não fica a cargo de cada um, mais todos devem chegar a muralha) lá dentro já estará o cão sentado no banco de trás. O carro esta carregado de armas e dispositivos de suporte que poderiam ser muito úteis em combate. E sua aparência rústica indica que ele foi feito para resistir a batalhas na estrada de fora da cidade. O caminho de carro é rápido a rua estão sendo evacuadas e com isso quase não se vê nenhum veiculo nas ruas, finalmente na muralha vocês se encontram com uma equipe de suporte, membros do "exercito" da cidade com a visão que vocês tem, vocês percebem a preocupação do governador com relação a cidade, a maioria dos membros de defesa da muralha são jovens obviamente sem nenhum experiência. Existem sim aqueles que expressam óbvia experiência no campo de batalha, mais eles parecem incapazes de fazer algo com equipamentos de terceira qualidade, tanto suas armas são de baixa qualidade como seus equipamentos não parecem adequados para lidar com inimigos do tamanho que realmente ameace a muralha. Quando vocês chegam vocês logo percebem que além de vocês existem pelo menos 10 aventureiros aparentemente experientes e de vida longa, todos portando um ou outro equipamento mágico, mais eles parecem mais interessados na caçada que no bem estar de qualquer membro da muralha ou mesmo da cidade. Finalmente o inimigo estava diante do grupo o que parecia ser um exercito de Destrachan, arrastados pelo que parece ser um Athach.*


    Destrachan
    Conhecimento (Masmorra ou Arcano) CD 25 para maiores detalhes.


    Athach
    Conhecimento (Masmorra) CD 30 para maiores detalhes.

    [Dados Extras: É final de tarde o sol esta para se por! O céu esta quase totalmente limpo, o trafico aéreo da área foi removido então não existem nenhum obstáculo aéreo no local. A frente a muralha o campos abertos revelam carcaças de diversas criaturas mortas diante do portão, existe pouca vegetação além de grama até os primeiros 50m da muralha onde inicia as grandes florestas. Atrás da muralha ainda existem os grandes campos de plantação de alimentos para a cidade, além disso ainda existem muitas pessoas que precisam correr para o interior da cidade. A única linda de defesa após o muro parece ser diversos Dilaceradores Cinzentos que protegem as plantações de ameaças menores, eles rugem e agem de forma agitada parecendo saber o que está além dos imensos muros. A moral dos membros jovem da defesa da muralha está péssima mesmo não sendo uma ameaça tão grande quanto imaginavam.]
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2907
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por anderson em Seg 25 Ago - 23:43

    Conhecimento Arcano e Masmorras +27:
    anderson efetuou 2 lançamento(s) de dados (d20.) :
    13 , 3
    Letarius
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 52
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Letarius em Ter 26 Ago - 15:11

    [Informação Obtida]

    Destrachan

    Essas criaturas do subterrâneo normalmente atingem apenas o tamanho Grande, mais essas que estão diante do portão são enormes a razão para essa aumento de tamanho em tantos indivíduos é incerta. Todos os espécimes encontrados até então não ultrapassaram o tamanho grande. Para além disso eles são criaturas cegas e se movem e caçam baseados no som apenas, eles são capazes de emitir ondas sônicas poderosas que podem alterar sua frequência para atingir um tipo especifico de objeto, alvo ou criatura em particular. Essas criaturas podem ser encontradas normalmente sozinhas, mais ocorre delas formarem bandos de 3 a 5 indivíduos. Após os eventos destrutivos no planeta pouco parece ter afetado essa criatura que vivem no subterrâneo, como vivem em bandos pequenos não se sabe a exata quantidade dessas criaturas.

    Athach

    Essa criatura que parece um gigante na verdade é uma aberração, muitos são enganados por sua aparência humanoide e erroneamente tentam atacar pontos vitais que não estão lá. A fisionomia interna de um Athach parece ser única de um indivíduo para outro. Essas criaturas são extremamente raras e dizem só existir próxima a Miridia. Antigamente essas criaturas eram meramente brutamontes estúpidos mais desde o eventos destrutivos essas criaturas demonstram maior inteligência do que as antigas histórias sugeriam embora ainda sejam brutais e selvagem em alguns aspectos, tornando impossível qualquer forma de comunicação pacifica antes que eles estejam devidamente surrados ou em troca de grandes quantidades de joias preciosas objetos esses que eles tem imensa atração. Essas criaturas não costumam passar do tamanho enorme mais esse que vocês encontraram como o Destrachan está maior no tamanho imenso, ele também parece carregar uma maça-estrela de qualidade e não algo primitivo ou rudimentar, sua indumentaria está reforçada com o couro de outras criaturas enormes agindo como um antigo gibão de peles. Curiosamente apesar de todos esse equipamento bem trabalhado essa aberração parece não possuir qualquer outro objeto de valor, sem joias ou qualquer peça que brilhe consigo, coisa que essas criaturas adoram.

    [podem continuar! Vale lembra essa informação por hora está apenas na pose de Anderson.]
    Portuga
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1910
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Portuga em Ter 26 Ago - 22:49

    Após assinar o dito contrato, o dito "ancora negra", pegara seu sobretudo do chão e calmamente o vestiu, cobrindo novamente seu corpo, deixando apenas as asas de Erinyes, asas demoníacas, a mostra, em sua face, seus olhos, um vermelho, outro castanho, também eram dignos de nota para os desinformados, mas aparentemente esses, eram normais, apesar do vermelho aparentar de algum réptil ou dragão.


    Assim saíra da sala, tão logo tivesse espaço, abrira suas asas, do alto, saberia para onde ir!

    Nas muralhas pode ver, o mal equipado e inexperiente exercito, um ou outro aventureiro digno alguma observação, ...poderia recrutar alguns deles.... não, agora não é hora disso... pudera notar que muitos ainda não atravessaram a muralha... iria ajuda-los primeiro

    Logo estava além das muralhas, sua corrente antes enrolada em seu torso, se libertava em um único movimento aéreo girante, agora ela estava pronta e sedenta pela batalha!

    OFF:

    teste de conhec. Arcano +22
    Portuga efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    2


    teste de conhec. Masmorras +14
    Portuga efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    1

    Tabela do talento Knowledge Devotion:


    You then receive an insight bonus on attack rolls and damage rolls
    Check Result Bonus Granted
    15 or below.................+1
    16—25........................+2
    26—30........................+3
    31—35........................+4
    36 or higher.................+5


    Atacará o feioso mais perto ajudando os civis a entrarem na muralha, o que tiver mais perto ou o que aparentar mais forte será alvo do feat dodge (esquiva)

    Estará usando suas posições de combate, tanto o Robilar's Gambit como o Karmic Strike

    Robilar:
    At the start of your action, you can adopt a fighting stance that exposes you to harm but allows you to take advantage of your opponents' exposed defenses as they reach in to attack you. Anyone who strikes at you gains a +4 bonus on attack rolls and damage rolls against you. In return, they provoke attacks of opportunity from you each time they swing. Resolve your attack of opportunity after your foe's attack.

    Karmic:
    You can make an attack of opportunity against an opponent that hits you in melee. On you action you choose to take a -4 penalty to your Armor Class in exchange for the ability to make an attack of opportunity against any creature that makes a successful melee attack, or melee touch attack against you. The opponent that hits you must be in your threatened area, and this feat does not grant you more attacks of opportunity than you are normally allowed in a round. You specify that you are activating this feat, and the change to Armor Class and your ability to make these special attacks of opportunity last until your next turn
    Portuga
    Adepto da Virtualidade
    avatar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1910
    Reputação : 0

    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Portuga em Ter 26 Ago - 23:05

    Ataque em investida (+2 attack roll and –2 AC, alcance da corrente 20f/6m

    x = tabela do KNOWLEDGE DEVOTION, ou é +1 ou +2

    acerto +25 + x
    Portuga efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    14


    dano
    2d6+13+1d6(fire)* + 5** + x
    and + 1d6 nexr turn (fire)

    *Crystal of Energy Assault
    ** fierce
    Spoiler:
    Fierce: If its wielder is willing to forgo the opportunity to evade foes, a fierce weapon can land tremendous blows. It allows the wielder to transfer some or all of his Dexterity bonus to damage rolls (reducing his Armor Class by the same amount).
    As a free action, the wielder chooses how to allocate his Dexterity bonus at the start of his turn, and the effect lasts until his next turn.

    Portuga efetuou 2 lançamento(s) de dados (d6.) :
    6 , 6
    +18+ x
    +
    Portuga efetuou 2 lançamento(s) de dados (d6.) :
    1 , 5
    , o segundo 1d6 toma no início do próximo turno
    Conteúdo patrocinado


    Re: Alta Miridia (Capitulo 1)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom 22 Out - 12:16