Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Compartilhe
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6364
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Soviet em Sex Nov 14, 2014 9:42 pm

    Lucca procura um lugar aonde possa se sentar e observar o galpão, como um bar ou restaurante. O punk queria passar desapercebido, mas sabia que isso não seria simples. Se Topo não atrair a atenção de nenhuma das pessoas que moram ali, já se sentirá satisfeito.
    Srta. Moon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2639
    Reputação : 1

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Srta. Moon em Sex Nov 14, 2014 11:54 pm

    Ling não teve muito tempo para descansar, quando achou que estava em segurança entre aquelas pessoas, para sua surpresa ela estava sendo caçada assim ela pensou quando o grupo armado chegou ao local onde ela se encontrava a cobrando algo que Ling não se lembrava direito o que seria, no mesmo tempo em que mataram a sangue frio duas pessoas inocentes, Ling não se lembrava deles, forçando a memória lembrou-se de que estava sendo caçada pela shadaloo, mesmo assim ela não acreditou que aquele grupo tinha alguma ligação com a tal organização criminosa que a caçava, a jovem lembrou-se vagamente daquele homem dando gargalhadas, sem pensar muito e tomada pelo medo aproveitou a explosão criada por um homem de uniforme militar que surgia do nada o mesmo fez uso de algo que ele chamava de Sonic Bom.

    Ling apenas fugiu, estava com medo e assustada com tudo que estava acontecendo  no momento ela não estava a fim de morrer ali e muito menos lutar saiu em disparada entre as árvores tentando se distanciar dos dois soldados que avançavam contra ela.

    OFF: Tentar fugir.
    Lukas
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4345
    Reputação : 0

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Lukas em Ter Nov 18, 2014 10:35 am



    Parte 4: Um Pouco de Sujeira nas Mãos...




    - Não pode ser…nossa…nossa equipe de monitoramento via satelite fica neste local, tem certeza? Essa unidade é militar e secreta, não pode ser que Daniel tenha ido para la...droga! Não posso acreditar, tenho que falar com Jones, diz sonya, pegando um telefone de iridium.

    - Oficial Jones, aqui é a Agente Sonya. Esta tudo bem com as suas instalações? Fui informada de que um foragido se deslocou para as suas imediações, poderia verificar? Diz Sonya.

    - Como vai Sonya? Um foragido da Interpol? Nos sabemos lidar com nossos próprios problemas, agente, fique tranqüila. Lamento não poder lhe informar mais, nossas operações, como você bem sabe, são sigilosas, responde Jones por telefone.

    - Vou mandar um destacamento ir verificar a região. Quem sabe...diz Sonya, quando é interrompida.

    - Essa área não faz parte da sua jurisdição agente, atenha-se as suas atividades. Experimente entrar nessa área e com um telefonema você será destituída das suas atividades, diz Jones, desligando o telefone em seguida.

    - DROGA! Diz Sonya, chutando a porta da delegacia. – Eu não posso ir la Nikki, mas você sim. Vá la com Lucca e continue a vigiá-los, se alguém sair de la me ligue! Enquanto isso eu vou arrumar algum mandato para invadir o pavilhão. Vá!

    Enquanto isso, Lucca fica vigiando o local por cerca de 20 minutos, quando nota uma movimentação estranha. O portão é aberto bruscamente e vários furgões começam a sair la de dentro. Em pouco tempo o lutador de kung fu pode contar 5 furgões e 2 caminhões de 30 toneladas.

    ***




    Enquanto o militar avança com pesados golpes contra os dois soldados eu ali estavam, Morgan sobe em cima do bote e adentra o mar, sumindo na escuridão da noite. O militar desliza suas pernas no ar, faiscando enquanto gira seu corpo, atingindo o peito de um dos soldados e o arremeçando longe dentro do mar. Enquanto isso o outro saca sua arma para acerta-lo.

    Ling trata de fugir pela praia, com os dois soldados no seu encalço.

    Atenção:

    Preciso que tu escolha a manobra que ira usar, novamente. ( o sistema é assim)


    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6364
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Soviet em Qua Nov 19, 2014 1:01 am

    - É, as coisas não podiam ficar tranquilas até a Nikki voltar com a Sonya.

    Topo olha a cabine dos caminhões e dos furgões, procurando por Daniel. Se ele estiver em algum deles, Lucca procurará algo para memorizar dos caminhões. Uma logo, frase, algum número específico... Topo não poderia simplesmente seguir os caminhões, mesmo que tivesse como fazer isso. Nikki logo voltaria e esse desencontro não os ajudaria em nada. Lucca se vira para algum funcionário do lugar aonde está e pede papel e caneta para anotar qualquer coisa que tenha visto para identificar o caminhão depois. E, além disso, Topo vai tentar pegar a placa de um deles.

    - Acredito que com a placa a Sonya consiga rastrear esse pessoal.
    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6952
    Reputação : 75

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Edu em Qua Nov 19, 2014 10:01 pm

    Nikki então volta pra aonde Lucca estava. Ela sabia muito bem como esses assuntos de jurisdição funcionavam. A cia costumava ter muitos problemas parecidos com esse dentro do solo norte americano, uma vez que não possuia jurisdição lá, aquela area era do FBI.

    A agente volta pra moto e faz todo o caminho de volta. Encontra Lucca num bar. Aproximou-se e sentou na mesa em que o punk estava.

    - E ai viu alguma coisa interessante? A Sonya não pode vir pra cá, problemas de juridição. Ela falou pra qualquer movimentação informar a ela - Falou Nikki assim que se sentou na mesa.
    Srta. Moon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2639
    Reputação : 1

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Srta. Moon em Sab Nov 22, 2014 11:51 am

    Em busca do mais forte







    Em seu desespero de se manter viva Ling apenas continuava a correr e olhava para trás sempre na esperança de ter despistado os dois bandidos, no momento fugir era sua maior prioridade e melhor opição, não estava a fim de lutar, pois acabara de se recompor do “acidente” que teve ao qual ela nem se lembra direito, não achava que estava em condições de uma luta contra os dois mesmo sendo ela já experiente em combates não queria arriscar ser pega e morta ali e quem sabe o militar não terminava com aqueles dois, já que ele estava dando uma surra nos demais.


    made by: lollipop @ sugaravatars

    Lukas
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4345
    Reputação : 0

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Lukas em Seg Nov 24, 2014 10:44 am



    Parte 4: Um Pouco de Sujeira nas Mãos...




    Nikki chega no bar e encontra Lucca, já devia fazer uns 20 minutos desde que o ultimo caminhão passara. Cabia aos 2 decidir o que fariam agora.

    ***



    - Depois a gente pega ela! Diz um dos perseguidores, se virando para combater o militar.

    Ling não vê, mas escuta sons de tiros e de golpes arrasadores, bem como os gemidos e gritos de desespero dos soldados que atacavam aquele militar. Ele tinha uma força incrível.

    Passado algum tempo, Ling continua correndo pela praia, quando escuta o som de um carro se aproximando, pela areia. Tratava-se de um jipe militar e seu motorista era o home m que havia a salvado. Ele emparelha deu carro ao lado de Ling, quando então fala:

    - Calma ai menina, eu sou dos mocinhos. Vim para ajudar. Meu nome é Guile, Sargento da Força Aerea Americana. Temos muito o que conversar.

    Ele era forte, usava uma camiseta cavada verde, cabelos loiros em um grande topete.


    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6952
    Reputação : 75

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Edu em Ter Nov 25, 2014 3:35 pm

    - E ai, a Sonya não pode vir pra cá, o ultimo caminhão que saiu faz 20 minutose não dá pra seguir. O que faremos Lucca? Tentaremos infiltrar lá na instalação? - Indaga Nikki sentada na mesa olhando pro Punk.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6364
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Soviet em Sab Nov 29, 2014 3:42 pm

    - Não sei - Lucca falava pela primeira vez em um tom genuinamente sério - Não gosto quando eu sou confrontado por coisas que eu não conheço.

    Topo se levanta, esticando as costas e torcendo o tronco para alongá-lo.

    - Uns furgões saíram dali, e não vai dar pra seguí-los, mas tem dois caminhões, e eles pareceram bem pesados e grandes pra atravessar essa cidade muito rápido. Talvez a gente consiga alcançá-los.
    Srta. Moon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2639
    Reputação : 1

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Srta. Moon em Dom Nov 30, 2014 10:56 am

    Em busca do mais forte





    CONFIANÇA

    Na correria Ling não conseguiu escutar o que os dois bandidos comentaram, e nem se prestou a olhar para trás quando escutou o disparo das armas seguido de gritos, ela só correu em busca de um esconderijo. Parou de correr somente quando um homem parou um jipe ao seu lado, para sua surpresa era aquele militar, ele parecia ser bem forte, pois acabou facilmente com os bandidos.

    Parada ao lado do jipe ela só procurou em prestar atenção no homem como ele era alto e forte, ela já percebia que se tivesse que lutar contra ele poderia ser facilmente derrotado, no momento uma luta estava descartada, ela queria apenas fugir e agora tinha aquele desconhecido ali chamado Guile lhe oferecendo “ajuda”. Ling tentava recuperar o fôlego da corrida e o respondia ofegante -Me Chamo Ling e por que você me ajudaria quem me garante que você não é um dos bandidos?...

    Ling já estava fugindo a algum tempo da shadaloo, confiar nas pessoas se tornou muito arriscado e complicado aquele tal de Guile não lhe dava garantias nenhuma de ser o mocinho, arriscar na sorte e segui-lo acreditando em suas palavras era outra das coisas que entravam em conflito em sua mente e se ele estivesse mentindo ela seria pega e sabe-se lá o que fariam com ela, pensando nisso ela o respondia tentando se livrar dele -Obrigada pela ajuda agora devo seguir meu caminho, antes que mais alguém apareça tentando me matar... seguiria seu rumo caso ele não a incomodasse.





    made by: lollipop @ sugaravatars

    Lukas
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4345
    Reputação : 0

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Lukas em Seg Dez 08, 2014 8:54 am



    Parte 4: Um Pouco de Sujeira nas Mãos...




    Nikki e Lucca rapidamente começam a buscar os caminhões em cima da moto. Não demorou muito para que eles o encontrassem, já que eram caminhões grandes passando por vilas não adaptadas para este tipo de trafego, logo deixando um rastro de coisas quebradas no caminho. Barracas de feiras, casas, tuc-tucs e muitas coisas estavam sendo arrastadas pelo caminhão.

    Após alguns minutos finalmente o comboio chega em uma rodovia moderadamente movimentada, quando então eles aumentam a velocidade. A cerca de 10 metros do caminhão, a moto começa a falhar. Provavelmente o combustível estava acabando.

    ***





    - Vamos la...se eu quisesse lhe fazer algum mal teria passado por cima de você com o jipe. Aqueles homens la de traz pertencem a uma organização criminosa muito poderosa e eu luto contra ela. Eu trabalho para uma organização que ficaria muito agradecida se você pudesse nos fornecer qualquer tipo de informação...mas por hora eu queria tirar você daqui, mais deles podem voltar a qualquer instante. Eu posso protegê-la, Ling. Você é daqui de Bangkok mesmo? Pergunta Guille. Ele realmente não precisaria passar por cima dela com o jipe se quisesse fazer mal, um soco daquele homem provavelmente causaria mais dano...mas o mais chocante foi o que ele perguntou: como ela vira parar em Bangkok?

    Um flash de memória atinge a lutadora como um raio: havia um campeonato nessa cidade; em seguida ela vê um homem negro preso a uma parede, preso nela através de braceletes e tornozeleiras que o mantinham fixos na parede. Ele gritava alto de dor enquanto seus olhos exibiam uma luz amarelada.


    Srta. Moon
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2639
    Reputação : 1

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Srta. Moon em Qua Dez 10, 2014 8:00 am

    Em busca do mais forte





    Aquele homem estava parcialmente certo, ele nem precisaria passar com o jipe sobre ela. Ling apoiava as mãos sobre os joelhos e visivelmente cansada com tudo, em meio ao falatório dele a jovem tinha mais um flash de memória era estranho como não conseguia se lembrar direito do que aconteceu e como ela foi parar ali no meio do nada.

    Meio desnorteada com o que ele falou sobre ela ser de Bangkok, logo o respondia surpresa  –Bangkok...quer dizer que estou em Bangkok... Estou longe de casa sou do Japão...Ela o encarava curiosa –Não me lembro de muita coisa e nem sei como vim parar aqui na praia, provavelmente eu vim para participar de algum campeonato que teria nessa cidade e o pouco que me lembro acredito que alguém esta em perigo... E não sei como eu poderia te ajudar moço, só sei que no momento eu tenho apenas que fugir... Como não tinha ninguém para confiar e andando num lugar desconhecido, Ling decide ir com o grandão apenas subia no jipe esperando para ver como sairia daquela situação, claro ela também pensou em conseguir um bom lugar para descansar.

    -Você fala da shadaloo? Eu não sei nada sobre eles só sei que incomodei alguém poderoso, bom é o que eu acho se não eles não estariam tentando me matar....E aqueles jovens na praia não vamos ajudá-los? Ling já estava temendo o pior por sua culpa algumas pessoas acabaram morrendo –Moço acho melhor eu ficar sozinha, já presenciei três mortes por minha causa eu devo estar colocando o senhor em perigo também...





    made by: lollipop @ sugaravatars

    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6952
    Reputação : 75

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Edu em Qua Dez 10, 2014 2:34 pm

    Nikki sente a moto falhar. Era bem provável que o seu combustível estivesse acabando. Teria que parar pra reabastecer. Mas que droga! Logo agora.

    - Merda, vamos ter que parar pra botar gasolina - Diz Nikki pra Lucca.

    Ela procura o posto de gasolina mais próximo onde pudesse botar gasolina.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6364
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Soviet em Qua Dez 10, 2014 3:42 pm

    - Bem, vamos logo então. Dizendo o óbvio, a chance de perdermos os caminhões quando eles entrarem naquela avenida são bem grandes!

    Lucca não sabia se tinha algum dinheiro no bolso, mas se lembra que Nikki estava hospedada em um incrível hote de luxo, portanto deixará a conta do posto por sua conta. Topo ficará em silêncio, com os olhos nos caminhões pelo tempo que conseguir.
    Lukas
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4345
    Reputação : 0

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Lukas em Qui Dez 18, 2014 4:15 pm



    Parte 4: Um Pouco de Sujeira nas Mãos...




    Enfim ambos param em um posto.

    Havia duas bombas de combustivel e o frentista lia jornal. Ele devia pesar uns 250 kg e tinha as feições orientais de um tailandes. Ele ve os dois, mas torna a folear seu jornal sentado em um banco na frente da loja de conveniencia.

    ***



    - Fica tranqüilo guria. Comigo tu vai ta segura. Entendo que esteja em estado de choque, mas precisa se recuperar. Vou ser bem sincero: eles não vão parar ate te matar. É melhor se preparar para este momento do que ficar lamentando. Eu posso te ajudar, mas vou precisar saber de tudo o que você se lembra. Tenho uma operação aqui na cidade contra a Shadaloo e acho que tu pode me indicar alguns caminhos, diz Guille.

    - Pois é, vamos voltar e ajudar os feridos...diz Guile após Jing entrar no jipe. Ele da então um cavalo de pau com o jipe e faz o caminho contrario, em direção aos estudantes. Após alguns minutos, eles chegam la so para constatar o obvio: 3 estudantes mortos covardemente.

    O telefone de Guille toca.

    - Nash, tenho um problema aqui na praia. Os soldados da shadaloo apareçam e...o que? Onde? Ok, vou pra la agora. Se eles tiverem caminhões, o transporte vai demorar, podemos enfim pega-los. Mande uma ambulância para esta minha localização, os filhos da mãe mataram 3 estudantes, diz Guile. No começo ele estava falando baixo, mas depois ele ficou satisfeito com a notícia.

    - Guria, o cara que fugiu usou a freqüência de radio errada. Ele ta se afastando bem da costa e parece temos gente apressada saindo de Bangkok e indo para o porto. É para la que vou. Acho que vo te deixa na policia, não quero que tu corra mais riscos...

    A palavra “Porto” desperta mais um flash de lembrança em Ling: um grande navio repleto de containeres, única coisa vista por quilômetros de mar. Apos a lembrança, a cabeça de Ling doi profundamente por alguns segundos.


    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6952
    Reputação : 75

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Edu em Seg Dez 22, 2014 7:00 pm

    Nikki salta da moto. Ela vai até a bomba de gasolina, tira a mangueira e bota no veiculo. Deixa até ele encher o tanque. Depois vai até o frentista.

    - Já que eu fiz o serviço toda sozinha. Pelo menos me diga que aceita cartão de credito? Eu enchi o tanque dela.
    Soviet
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6364
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Soviet em Ter Dez 23, 2014 6:45 pm

    Topo assiste o esforço de Nikki ainda no banco da moto. A preguiça do frentista era palpável.

    - Por mim, nem pagaríamos pela gasolina, mas acho que esse tipo de atitude tá mais pro "antigo eu". Você não tem dinheiro, Nikki? Eu duvido muito que esses caras aceitem cartões internacionais aqui.
    Lukas
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4345
    Reputação : 0

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Lukas em Seg Dez 29, 2014 10:20 pm



    Parte 4: Um Pouco de Sujeira nas Mãos...




    O frentista do posto, que devia pesar mais de 150 kg, tinha o traje típico de posto mas a camiseta chegava somente na metade de sua barriga, que era uma saliência significativa. Ele, de boca aberta,  olha para o corpo de Nikki antes de responder.

    - Mostra os peitos, ele fala, olhando para os peitos de Nikki. Parece que essa era a moeda hoje.


    Edu
    Semi-Deus
    avatar
    Semi-Deus

    Mensagens : 6952
    Reputação : 75

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Edu em Seg Dez 29, 2014 11:37 pm

    Nikki da um sorriso ironico se aproxima do gordo. No movimento rapido ela dá um chute na perna do banco fazendo ele virar a derrubar o homem no chão.

    - Porrada, essa é a minha moeda de hoje pra você.
    Lukas
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4345
    Reputação : 0

    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Lukas em Qua Jan 14, 2015 10:36 am



    Parte 4: Um Pouco de Sujeira nas Mãos...




    O gordo frentista cai e não consegue levantar mais, quando Nikki e Lucca seguem adiante rapidamente com a moto. Não demora muito e eles encontram o caminhão. Só que dessa vez haviam homens armados em cima dele e eles começavam a atirar contra a moto. Os dois estavam acerca de 30 metros de distancia do caminhão, que começava a descer uma encosta longa e íngreme.

    Longe dali, em um bar de qualidade duvidosa com varios tailandeses caindo no chão de tanta bebida, Alex Van Die cumpria o seu papel de agente infiltrado. Usava roupas simples para se misturar aos tailandeses, e tinha certa vantagem devido ao turismo forte na região, que trazia muitos americanos para Bangkok.

    Alex viera a Bangkok para investigar a Shadaloo em um circuito de lutas ilegais que percorria o mundo de tempos em tempos. Viera sozinho, sem apoio da policia local. O único que sabia que ele estava aqui era seu chefe imediato nos EUA.

    Sua investigação o levou para um conjunto de Pavilhões em uma zona pobre da cidade. O movimento la era intenso: havia forte vigilância, homens armados e uma estrutura grande demais para um pavilhão daquele tipo em um bairro desse tipo. No bar, uma figura que destoava do local apareceu e começou a vigiar o pavilhão também. Ele tinha um porte de atleta e não era tailandês, usava jaqueta de couro e jeans. Talvez um lutador.

    De repente o pavilhão se abre e dois grandes caminhões saem as pressas do local. Esse homem que viera ao bar faz algumas ligações do celular e vai embora com a moto, mas para outra direção, rapidamente e sem tempo de Alex intervir.

    Alex soubera de estranhas mortes que estavam acontecendo com os turistas locais, bem como do sumiço de lutadores. Tudo isso lhe causava estranheza e ele desconfiava dos tentáculos da Shadaloo em tudo isso.

    Spoiler:

    Roll d20 atualizado


    Conteúdo patrocinado


    Re: Capítulo 4: Um pouco de sujeira nas mãos...

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qui Fev 22, 2018 1:44 am