Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Compartilhe
    spectro
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2459
    Reputação : 29

    Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por spectro em Sab Mar 28, 2015 1:33 pm

    Cidade De Prata - Palácio de Prata

    Mathias o Sumo-Sacerdote anda ao lado de seu conselheiro pessoal Zeros, só o som dos passos
    dos dois é ouvido no local, o Palácio estava vazio hoje, e também o horário de 11:57 da noite
    não é tão sugestivo para pessoas trafegarem para lá e para cá hoje, Mathias carrega seu cajado
    de Prata e Zeros usa um manto com o broche em formato de árvore, o símbolo da Nobreza Real.

    Zeros:

    Zeros é um excelente músico, toca além de muitos instrumentos o piano e a flauta perfeitamente, mas isso
    não vem ao caso agora, eles estão se dirigindo até a sala secreta do Palácio, esta sala só aparece magicamente
    a meia-noite, a suas portas se abrem a  esta hora e assim é possível adentrar em seu interior para ver o
    objeto secreto que ela guarda.

    O Sinete Dourado...

    11:58 - Zeros é mais jovem que Mathias, no entanto os dois são inteligentes e confiam um no outro, sabem
    que neste momento somente podem confiar um no outro...

    Mathias decide quebrar o silêncio, a luz prateada da lua atravessa as janelas abertas do Palácio, lá fora os guardas
    em seus postos permanecem vigilantes.

    - Zeros! Estamos indo ver o artefato de maior valor da Cidade De Prata, me parece genial
    a maneira de que forma ele é guardado, ainda me maravilho com a sala secreta que aparece só a meia-noite.


    - Senhor Mathias! O senhor detém o poder total como Sumo-sacerdote, não deveria se maravilhar tanto
    com estas coisas, afinal você é por direito o Sumo-Sacerdote...


    - Hum!!! Hahaha... O Sinete Dourado possui o maior poder da Cidade De Prata, até mesmo a Soul Society
    não pode com o poder que ele possui.


    12:00 - A medida que conversam chegam a entrada da Sala secreta, dois homens a guardam, eles dão passagem
    a Mathias e seu conselheiro, e quando os ponteiros do relógio se alinham perfeitamente a meia-noite... A porta
    surge e se abre. Os dois adentram o local para ver o Sinete dourado, era magnífica a visão, estavam em uma
    dimensão paralela.

    Dentro Da sala secreta:


    As portas atrás deles se fecharam, mas abririam assim que fossem voltar, na verdade só podiam ficar ali por pouco
    tempo.

    - Veja senhor!!! O Sinete que é por direito seu, o seu uso é essencial para construir
    um mundo perfeito. Tudo isso senhor é seu! Somente seu.


    Zeros parecia entusiasmado com o poder que Mathias poderia ter em mãos, Mathias olhou para o brilho
    o Sinete dourado, era realmente algo de outro mundo, um artefato poderoso que simbolizava não só
    o poder da cidade De Prata mas como também a autoridade.

    - Senhor Mathias! Este Sinete foi dado aos nobres pelo Grande Rei para que o Sumo-Sacerdote
    governasse tudo, autoridade e poder são a honra de se possuir este Sinete, aquele que nasceu com a folha
    de Prata deve...


    Zeros deteve suas palavras, percebeu que Mathias estava triste...

    - Zeros!!!! Eu não sou... Eu sou uma fraude...

    Mathias se calou depois destas palavras, os dois ficaram em silêncio e Zeros não entendeu a
    modéstia de seu Senhor...

    Lá fora a luz da lua ainda brilhava, iluminando as folhas das plantas do jardim paradisíaco do Palácio,
    lá fora a gota de orvalho caiu no chão e se alguém observou aquilo diria que parecia uma lágrima.



    Soul Society - Academia de formação Shinigami


    Sajin Komamura:

    Sajin Komamura Capitão do Esquadrão 7 está caminhando na parte de fora da academia com dois recrutas
    Shinigamis que estão prestes a se tornar parte do Gotei 13, na verdade os dois já são considerados Shinigamis
    porque passaram com louvor em todos os testes da academia e Komamura acompanhou a evolução deles.
    Os três passam pelos muros e portões da academia, o sol brilha forte e intenso, eles seguem Komamura até
    o meio de algumas árvores, há uma pequena elevação de grama e terra ao qual o grande Capitão sobe.

    Ele agora respira fundo e olha para o céu, Komamura usava uma máscara e nenhum dos dois Shinigamis
    com ele viu seu rosto.

    Komamura indaga aos dois que estavam com ele:

    - Me diga Amanuma, quando olha os céus o que você vê?... Além daquelas nuvens
    a forte brisa, estamos no alto do mundo, sabe o que significa?...


    Hora e Amanuma estavam um ao lado do outro, mas permaneceram abaixo da elevação onde o Capitão
    ficou. Dali dava para ver o monte Star Hill cortando as nuvens.

    Komamura continuou antes de Yomi respondesse:

    - Hora Kyoichi e você? Veja Star Hill é uma montanha que toca os céus... Uma que toca o infinito
    o que acha que ela simboliza, o que nós somos e por que existimos?


    As questões filosóficas de Komamura tinham um sentido muito mais simples do que pareciam, embora
    fosse uma reflexão que poderia ter infinitas respostas e também muitas teorias Komamura queria
    falar acerca da existência da formada Soul Society...

    Hora e Amanuma sabiam que um grupo foi designado recentemente para uma missão em Inféria, faziam
    parte da mesma classe de treinamento, os dois no entanto ficaram em Soul Society aos cuidados do
    Capitão Mascarado, iriam entrar em ação, mas teriam de ter paciência.
    Moonwatcher
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 111
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Moonwatcher em Sab Mar 28, 2015 4:50 pm

    Yomi vagarosamente acompanhava o Capitão da 7ª Divisão, sua postura sóbria e tranquilidade transmitia tranquilidade e segurança, a figura imponente de Sajin Komamura inspirava Yomi profundamente.

    Na Academia Shinigami, os recrutas temiam o Capitão do 7º Esquadrão, seu corpanzil massivo e seu rosto coberto estimulava todo tipo de boato entre os recrutas. As mais absurdas estorias eram contadas, alguns, por exemplo, diziam que seu rosto fora desfigurado pelo antigo Capitão do 7º Esquadrão, outros comentavam que era amaldiçoado e seu rosto não poderia ser tocado pela luz do sol sem derreter, alguns ainda comentavam que seu elmo selava a alma de hollows corruptos demais para serem purificados. Yomi particularmente se divertia com os boatos, jamais acreditou em nenhum, pensava que o Capitão deveria ser uma pessoa reservada e se nem o General se opôs ao uso do elmo, não devia haver problema algum nisso.

    Seus pensamentos são cortados com a indagação do Capitão. Yomi então olha para o céu e reflete por um instante, ao que diz:

    - Significa nossa razão de ser Capitão. Somos Shinigamis, e somos responsáveis pelo fluxo e equilíbrio entre os mundos, tal como aqueles que vieram antes de nós, sem nós o próprio céu desabaria, mundos entrariam em colapso e caos, o nosso dever é impedir que estas coisas aconteçam.
    Antichristus
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Antichristus em Dom Mar 29, 2015 3:19 am



    Hora caminhou junto do capitão e seu companheiro Yomi, sua pele parda reluzia com a transpiração causada pelo abrasante sol daquele dia, não sabia o que pretendia Komamura ao trazê-los ali, em meio aquelas árvores e sobre aquele gramado para discutir filosofia e questioná-los na sua existência e função.

    Hora Kyoichi era um sujeito sério, com grande autocontrole sobre si e trejeitos de indiferença, um rapaz simples demais para se ater a grandes ideais ou mesmo pensar em coisas tão profundas como as que o capitão queria saber. No entanto ouviu atentamente Yomi, concordava com o que respondera e o que Hora dissesse mais adiante seria apenas para complementá-lo.

    Quando Komamura dirigiu-se a ele, ao invés de olhar o monte, Hora preferiu recordar o que havia aprendido nas aulas de história, e logo disse:

    - Star Hill representa a pureza que devemos zelar para que não se corrompa, somos a espada de Celestia e o escudo de Inféria, nós mantemos a ordem e fazemos com que as coisas funcionem. Existimos para isso, Capitão, é no que desejo acreditar.
    spectro
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2459
    Reputação : 29

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por spectro em Dom Mar 29, 2015 11:36 am

    Soul Society - Academia de Formação Shinigami

    Komamura se alegrara com a respostas dos dois, por dentro de seu elmo sorriu, embora não se pudesse
    ver seu rosto para garantir que tipo de sorriso era. Ele ergueu seu braço direito até a altura de seu abdômen,
    ele estava de costas para os dois, seu punho ficou fechado de modo que a palma da mão ficasse virada do
    lado oposto ao campo de visão dos jovens, Sajin olhou para trás virando levemente o rosto e bradou:

    - Exatamente!!! Este é o seu batismo... Uma Ressurreição... Não importa a crença
    de vocês, possuem idéias e personalidades diferentes que um dia podem discordar, mas a partir de agora.
    Quando perguntarem por que nasceram, vocês nasceram para ser Shinigamis, e porque existem...
    Existem para caçar Hollows e manter o equilíbrio no mundo.

    Somos a espada e o escudo, e o céu não desabará ante nossa presença...


    Citando as frases dos dois no final Komamura mostrava que eram irmãos de objetivo e que
    a vontade de um era a de todos.

    No entanto uma presença interrompeu os três.

    Era outro Capitão que estava ali e se dirigiu a Komamura:

    Capitão:

    - Me perdoe! Mas preciso interrompe-los por um instante...

    Ele estava com um envelope na mão direita...

    - Fique a vontade Capitão Aizen...

    Aizen falava com uma voz suave e se dirigiu a Amanuma mostrando o envelope para ele
    colocando este a sua frente para que o mesmo o pegasse.

    - Você é Yomi Amanuma não é mesmo? Eu estava em reunião agora a pouco
    para decidir acerca do festival do Selo Real, este ano eu estou a cargo de ser o anfitrião.
    Preciso que leve isto até o Sumo Sacerdote Mathias na Cidade De Prata...


    Aguardou a expressão do jovem.

    Komamura fitou a Hora Kyoichi e tinha algo para ele também.

    - Entendo... Kyoichi quanto a você, você irá até as dependências do Esquadrão 12.
    Lá iniciará um treinamento antes de entrar em missão, pode ser um pouco difícil.

    Moonwatcher
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 111
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Moonwatcher em Dom Mar 29, 2015 3:04 pm

    Yomi ouve seu parceiro Hora e o Capitão Komamura em silêncio. Após o discurso do Capitão, uma autoconfiança e um orgulho indescritível enchem seu peito, afinal ser um Shinigami é tudo o que sempre quis, e até o momento se parece exatamente o que imaginava que seria, certamente não parecia ser uma tarefa fácil ser um Shinigami, as responsabilidades eram enormes e o destino de milhares residiam nas mãos dos ceifadores, ainda sim Amanuma não temia, ao contrário, fora preparado para aquilo desde que veio ao mundo, assim como o Capitão havia dito.

    Antes mesmo de entrar na Academia Shinigami, a ideia de se tornar um sempre rondou seus pensamentos, ainda garoto possuía um forte senso de dever e obrigação com os mais fracos, por vezes entrou em brigas e acabou sendo surrado até mesmo por adultos que ameaçavam crianças. As situações criaram um certo ressentimento em Yomi, não por ser surrado, mas sim por não poder fazer tanto, sentia que devia ser ainda mais forte, havia uma necessidade gritante e impossível de ser sanada em seu ser, uma sensação de pequeneza, seu pequeno corpo e curtos braços não alcançavam as injustiças, não poderia nunca alcançar os que precisam ser defendidos e menos ainda atingir aqueles que merecem punição. Isso o fez dedicar-se de corpo e alma a tornar-se um Shinigami, agora se sentia um pouco mais completo e satisfeito, mas ainda sentia aquele incomodo, pois sabia que este era só um começo e haveria uma longa estrada de provação pela frente.

    A chegado do Capitão Aizen surpreendeu Yomi, ainda mais surpreendente fora a missão entregue por ele. Yomi ao ouvir as palavras do Capitão Aizen demonstrou uma expressão de espanto, mesmo assim pegou o envelope das mãos do Capitão, curvou seu corpo em reverencia ao capitão e disse:

    - Me honra com sua ordem Capitão Aizen. Missão tão importante e encontrar pessoalmente o Sumo Sacerdote é uma honra que não mereço, sou apenas um recruta recém formado, mas cumprirei a tarefa com muito orgulho!
    Antichristus
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Antichristus em Seg Mar 30, 2015 12:42 am



    Entre uma espada e um escudo, Hora ponderava que preferiria personificar um escudo, ele era um shinigami mais defensivo do que propriamente ofensivo, tinha um papel quase oposto ao de seu companheiro Yomi, que era sabido possuir grande força bruta. Como shinigami, Hora almejava defender seus companheiros e civis inocentes, se esforçaria para ter as habilidades necessárias a isso.

    Dali em diante não fazia ideia sobre o que o futuro reservava a ele, mesmo que soubesse a parte filosófica e teórica de servir a Soul Society, não conseguia se imaginar colocando o aprendizado em prática.

    Com a chegada de Aizen, o rapaz largou o "mundo da lua" de lado para focar-se na realidade presente, sentia certo desconforto por estar recebendo de Komamura uma ordem para treinar enquanto Yomi entraria em ação numa missão aparentemente importante. No entanto confiava que o capitão Komamura fazia o correto, e contanto que aprendesse algo que pudesse ajudá-lo a salvar vidas, estaria satisfeito com aquilo que lhe foi designado.

    - Farei o meu melhor, senhor. - Prometeu Hora ao capitão, e com a licença dos demais se retiraria para as dependências da décima segunda divisão. "Aquele lugar, sob a supervisão do capitão Kurotsuchi Mayuri lida com a parte tecnológica da Soul Society, já ouvi boatos perturbadores a respeito dos experimentos que fazem por lá".
    spectro
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2459
    Reputação : 29

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por spectro em Seg Mar 30, 2015 10:05 am

    Soul Society - Academia de formação Shinigami

    Aizen segura o jovem para que este se levantasse, o seu gesto mostro que o rapaz não deveria se reverenciar a
    ele, um gesto humildade ou modéstia, a carta que lhe foi entregue tinha um lacre que mostrava que não podia ser
    aberta por seu guardião, Aizen coloca a mão no ombro de Amanuma e caminha lado a lado com ele por um tempo.

    - Sabe o que significa o festival do Selo Real? Dizem que o selo foi dado pelo próprio Grande Rei
    que instituiu Celestia, nunca ninguém viu seu rosto, mas pelo valor de seu objeto, estima-se que seja poderoso.
    Somente ele é capaz de conhecer o que há além do infinito, caminhar entre os planos?... Talvez ele consiga.


    Aizen coloca a mão no queixo e para de andar, largando assim o ombro do jovem...

    - Bem vamos deixar de especulações, o festival do selo Real acontece uma vez ao ano e assim
    se mostra o Sinete Dourado do Grande Rei ao público, isso para mostrar a autoridade dos Nobres da Cidade De
    Prata.
    Meu esquadrão foi escolhido para ser o anfitrião e oferecer um festejo e um banquete de confraternização aos
    nobres, esta carta contém informações acerca de medidas que serão tomadas para proteger o Selo Real.

    Logo você será designado para um esquadrão, já pensou em qual seria melhor para você ingressar? Eu posso
    ter uma influência sobre isso...


    --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


    Enquanto isso Kyoichi vai até a décima segunda divisão, o passeio pela Soul Society lhe deu uma satisfação.
    caminhar aliviou sua tensão, pois saber que iria para 12º divisão e saber dos boatos sobre aquele local, lhe
    dava a sensação de ser um animal indo para o abate.

    Sendo aliviada sua tensão, Kyoichi voltou-se para o cenário em volta, agora havia tranquilidade, nada de muitas
    movimentações, o local embora deserto mostrava que estava protegido e que jamais cairia por poder nenhum.

    Depois de um tempo Hora percebeu o quanto era grande a Soul Society ele andou por um longo tempo até chegar
    ao prédio que avistou em sua frente, logo estava nas portas do edifício.



    Ao adentrar viu que o local também parecia vazio, Hora Kyoichi chegou até um prédio ao entrar nele
    viu coisas que fizeram jus aos boatos, havia máquinas para todos os lados, planos nas mesas com
    desenhos de criaturas humanoides, luzes piscando para todos os lados, mas o que mais chamou a
    atenção de Hora foi dois robôs. Eles estavam desmontados ou sendo construídos e perto deles estava
    uma caixa negra com um dispositivo, muitos cientistas mexiam em computadores e outras máquinas,
    ao contrario de lá fora, ali dentro estava super movimentado.

    Uma das mesas Hora pode ver com mais facilidade os plano e plantas.



    E o dispositivo dentro da caixa negra brilhava, era algo que Hora nunca tinha visto...

    Antichristus
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Antichristus em Seg Mar 30, 2015 1:37 pm



    - O que é isso? Um digivice? - Perguntou-se Hora, apanhando o dispositivo com dedos em forma de pinça e o analisando a fundo, para ele que crescera em uma região humilde aquele treco era como um alienigena, sentia-se em um mundo completamente diferente ao estar naquele lugar, toda aquela tecnologia... As "máquinas com aparência humana", cientistas que pareciam trabalhar em outras máquinas, luzes piscantes... A sensação de desconforto o inundou novamente, a 12ª Divisão era muito, muito pior do que os boatos afirmavam ser. Para quê Komamura o mandara ali? Seria um castigo? "Preciso dar meia volta e sair daqui".
    Moonwatcher
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 111
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Moonwatcher em Seg Mar 30, 2015 2:30 pm

    Yomi levanta-se com o gesto de gentileza do Capitão e o acompanha, ouvindo atentamente suas palavras, compreendia agora que a missão era ainda mais importante do que imaginava. Divagou junto ao Capitão quanto as especulações do objeto sagrado e do Grande Rei, mas Yomi sempre fora um sujeito de prática e aplicação, abstrações sobre outros planos e um deus distante nunca lhe chamaram a atenção, percebia que havia tanto a ser feito e que muitas questões urgiam de ação, sendo desnecessário e inútil perder seu tempo com especulações misticas.

    Acompanhando o movimento do Capitão Aizen, Amanuma também se detêm, ouve os detalhes do conteúdo do objeto de sua missão e é surpreendido com a cortesia do Capitão afirmando que poderia auxiliar em seu ingresso em algum esquadrão.

    - Hmm. Fico muito grato Capitão Aizen. Desde que entrei na academia penso sobre isso, sei que não tenho as aptidões necessária para entrar para os Esquadrões 4º e 12º, sou incapaz de prestar auxilio médico e ainda menos para desenvolver as tecnologias que a Soul Society precisa. Também sei que me falta habilidade para o serviço sutil do 2º Esquadrão e me parece que o 10º Esquadrão é por vezes abarrotado de serviços burocráticos, o que sou igualmente péssimo em fazer. Já pensei que talvez meu lugar fosse no 11º Esquadrão, devido a minha força e habilidades de combate, mas me parece que os membros desse esquadrão se orgulham de sua força em si, descreem de qualquer poder que não seja o da força bruta e estão em uma constante disputa sobre quem é o mais forte, eu não sou assim, me tornei um Shinigami para proteger e ajudar, minha força não serve para me vangloriar e submeter os mais fracos, por isso acho que lá também não é o meu lugar. Sobre os outros Esquadrões acredito que seriam mais adequados a mim, não sei se sou digno o suficiente para servir o 1º Esquadrão, e particularmente admiro o Capitão Komamura e ficaria honrado de seguir seu comando, assim como me orgulharia de o auxiliar Capitão Aizen, se esta for a sua vontade é claro. Mas independente de qual Esquadrão seja eu estou disposto a servir onde for necessário, talvez algum dos esquadrões esteja em necessidade de novos Shinigamis e acho que onde houver a necessidade é que eu devo estar, independente de minhas simpatias ou desejos.
    spectro
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2459
    Reputação : 29

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por spectro em Seg Mar 30, 2015 4:42 pm

    Esquadrão 12 - Sala de projetos tecnológicos


    Quando Kyoichi toco no objeto, todos em Uníssono falam:

    - NÃO TOQUE NISSO!!!!!

    Uma mulher atraente até, chega perto de Hora, tomando o objeto de sua mão, parecia que era mesmo
    importante aquilo ali.

    Mulher do Esquadrão 12:

    Ela se dirige a Hora:

    - Por favor tome cuidado! A coisas aqui que não podem ser tocadas...

    Junto dela apareceram uma gama de cientistas que pegaram o objeto e levaram para sua caixa de origem.



    Um mais bizarro que o outro eles circundavam o objeto, e desta vez fecharam a caixa...

    A moça se voltou para Hora, e finalmente este havia notado a braçadeira em seu braço.

    - Aquele artefato foi deixado aqui há muito tempo, parece que fora projetado pelo
    antigo Capitão e atualmente estamos usando ele como fonte de energia para construir um projeto.
    Você não é daqui, então deve ser a pessoa que foi designada para fazer o teste...


    A moça era alta e bela seu corpanzil era definido e sua roupa a deixava ainda mais atraente.
    No entanto ali era meio esquisito para ser um local para uma mulher daquele tipo, quanto mais
    Hora ficava achava o local mais esquisito.



    -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

    Soul Society - Academia de Formação Shinigami

    Aizen prossegue sua proza com Yomi:


    - Disse bem Amanuma! Você me parece um bom homem, bem logo nos reuniremos para decidir
    o futuro de vocês e saberemos para qual esquadrão serão designados, Abarai Renji está cuidando de um grupo
    e creio que quando ele voltar uma reunião será marcada, vou falar com outros membros a respeito de você
    então por favor cumpra bem o seu dever... Sem mais vou deixar que vá até a Cidade De Prata...


    Aizen fez um cumprimento para despedir-se do recém formado guerreiro, sabi que seu futuro poderia ser promissor
    mas não seria nada fácil, os Youkais eram originários de uma região, aliás de um mundo chamado Makai, lá existem
    uma infinidade de criaturas poderosas e malignas, durante muitos anos o Makai era sinônimo de horror, no entanto
    alguns Youkais conseguiram firmar lugar em Inféria, e a Soul Society aceitou Shinigamis desta raça sem nenhum
    preconceito, já durante anos os Youkais vivem livremente em Inféria, já a grande maioria dos pertencente a esta
    raça está presa em seu próprio mundo o Makai.

    Aizen já participara uma vez de uma missão no Makai, daquela vez não houve lembranças boas, ali ocorrera
    um massacre de pessoas, humanos e Youkais morreram, uma coisa que era difícil de lembrar, como Capitão
    viu muitas guerras civis arrancarem vidas de todos os tipos.

    -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

    Nota aos jogadores:
    Em Bleach Shinigami Saga (ou seja este PBF) Os Youkais vieram do Makai como
    em Yuyu Hakusho, mas eles não são fantasmas como na crença japonesa e sim uma raça de humanoides
    demoniacos, isto não quer dizer que existam Youkais que parecem humanos ou que sejam belos.
    Também muitos constituíram famílias em Inféria sendo que sua árvore genealógica esteja toda neste mundo.
    Mas ainda assim os humanos são a grande maioria.

    O Makai não pode ser confundido com o Inferno (Jygoku) Este é outro mundo ainda...
    Constantemente vou colocando informações histórica em Mapas e Suas Características, sempre usem esta
    parte para pesquisa...
    Moonwatcher
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 111
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Moonwatcher em Seg Mar 30, 2015 6:59 pm

    Com uma reverencia em cumprimento ao Capitão Yomi se despede. Sem perder tempo, parte em direção a Cidade de Prata em passo acelerado.

    Yomi sente certa apreensão, pois nunca antes estivera na Cidade de Prata, afinal de contas não era um nobre, longe disso, sequer era um humano. Apesar de não haver um preconceito explícito, Amanuma sabia que o caminho dos Youkais sempre é mais penoso, nenhum Youkai poderia se gabar de uma linhagem nobre e ancestral da Soul Society, e algumas vezes ainda eram associados como seres do Makai, e portanto criaturas sombrias de instinto assassino. A bem da verdade, Yomi sabia que poucos seres vivos podiam gabar-se de saber ou ter conhecido pessoalmente o Makai e ter voltado vivo, mesmo Amanuma nunca pisara na terra natal que dera origem a seu povo, era um orfão lutando para sobreviver em Inféria, o Mundo de Makai não era o seu, sequer poderia saber se seus pais eram nativos de lá ou dos já estruturados na sociedade inferiana. De qualquer modo, não fazia a menor diferença, sua infância dura o mostrou que os horrores independem de raça, presenciara os atos mais abomináveis executados por humanos, bem como conhecera as vitimas e os marginalizados desses abusos e violências. Sua experiencia de vida dizia a Yomi que o Makai era um lugar inóspito e violento, seu povo não era mal, mas eram o resultado de um ambiente cruel em que apenas os mais fortes sobrevivem.

    Quantos Youkais já haveriam de ter pisado na Cidade de Prata? Pensava Yomi enquanto seguia em direção a cidade sagrada.
    Antichristus
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Antichristus em Ter Mar 31, 2015 8:05 am



    Hora se assusta quando todos gritam para que não mexa no dispositvo e por pouco não o derruba no chão, sua curiosidade ainda acabaria por matá-lo algum dia ou, no mínimo, por metê-lo em alguma séria encrenca.

    - D-Desculpe, eu... Hã... É um artefato muito bonito, ha ha ha ha. - O rapaz fica visivelmente constrangido diante daquele "belo pedaço de carne", mas logo se recompõe. - Sim, sou Kyoichi Hora, vim a mando do capitão Komamura. Se me permite perguntar, de que se trata esse tal "teste"? - Hora arquea uma sobrancelha, assumindo um ar de desconfiança, temia ter de ficar trancado junto daquele bando de cientistas loucos ou mesmo servir de cobaia para testar a força das estranhas máquinas que construíam.
    spectro
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2459
    Reputação : 29

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por spectro em Ter Mar 31, 2015 10:49 am

    Caminho para a Cidade De Prata - Star Hill

    O Caminho para a Cidade De Prata era longo, Yomi teve de andar um bocado para chegar até o protão
    Oeste da Soul Society, e ainda nem sequer tinha andado metade co caminho.
    Foi aberto o grande portão Oeste para Amanuma, e então uma estrada se revelara ao jovem, ainda teria
    de passar por Rukongai, um bairro menos abastado que existia em volta de Soul Society, ali moravam pessoas
    que serviam aos nobres e aos guerreiros de preto ao qual Yomi fazia parte. Rukongai dividia-se em distritos e
    estes eram nomeados por números, a noroeste ficava os distritos de 28 a 39 e a sudoeste ficavam os distritos
    de 56 a 65, Yomi estaria indo em direção ao setor Oeste onde se encontrava os distritos 40 a 55, no entanto não
    era necessário passar por todos eles, Yomi provavelmente passaria pelo 46 e 47, dependendo co caminho feito
    por ele.

    Ao passar pelos distritos de Rukongai, Yomi viu crianças brincando nas ruas, a diferença de classe social
    era bem evidente, dentro da Soul Society, as coisas são bem mais abastadas, em Inféria existiam lugares
    muito mais pobres do que em Rukongai portanto Rukongai ainda tinha seus recursos por permanecer perto
    da Nobreza.

    Depois de passar por Rukongai Amanuma chega a estrada principal por onde poderia chegar Na Cidade De Prata,
    ele passaria perto das montanhas onde se encontrava Star Hill, a estrada era longa, mas de fácil acesso, os
    ladrilhos do chão davam um aspecto mais rico há estrada, no caminho passavam pessoas e de vez em quando
    garotas que olhavam para o jovem e cochichavam, quando caminhou por uns 15 minutos nesta estrada as pessoas
    iam desaparecendo, o caminho ficava cada vez mais deserto, até que encontrou um velho sentado no chão.

    - Han!!! Ei você aí não quer ler seu futuro??? Ou então comprar um amuleto da sorte...
    Estou vendendo aqui é muito poderoso mesmo meus artefatos...


    Velhote:

    No chão junto ao velho um tapete onde este colocara suas tranqueiras para vender, amuletos, colares cartas de Tarô
    Talismã de papel com inscrições orientais, havia muita coisa...


    ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

    Esquadrão 12 - Sala de projetos tecnológicos


    A mulher pede para que Hora a siga, e enquanto caminham ela fala:

    - Meu nome é Nemu sou a tenente do Esquadrão 12, nosso Capitão achou por bem
    que testássemos os mais recentes avanços que desenvolvemos e para isso pedimos sangue novo
    para tal, pois assim ninguém iria amolecer, os novos tendem a mostrar mais energia que os demais...


    Os pensamentos de Nemu foram além das palavras:

    "Os mais velhos na verdade não aceitariam ser tratados como cobaias..."

    Nemu para diante de uma espécie de tela gigante, onde a mesma transmitia o lado de fora por meio
    de uma câmera de vídeo.

    - Gostaríamos de que você mostrasse suas habilidades combativas contra nosso
    experimento! Ele estará lá fora naquela arena.


    Nemu aponta para a tela mostrando o lado de fora, Hora teria de lutar com sabe se lá o que...

    - Eu estarei monitorando o andamento do combate, quero monitorar todo o necessário
    para melhorar nosso experimento e também com certeza você vai ganhar com isso, afinal nenhum Hollow
    vai ter piedade de você em combate... Então peço que não se segure...


    Alguns cientistas começaram a circundar a Hora e colocaram aparelhos em seu corpo, aparelhos pequenos
    com ventosas, segundo eles aquilo era para monitorar batimentos cardíacos e respiração, não o atrapalhariam
    em combate.

    - A propósito você poderia usar isto se quiser...

    Nemu aponta para uma gama de tubos, onde havia um líquido azul.



    A parte de cima do Kimono de Hora fora tirado pelos cientista que estavam acabando de instalar as ventosas com
    o pequenino dispositivo.

    Moonwatcher
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 111
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Moonwatcher em Ter Mar 31, 2015 2:11 pm

    Com curiosidade Yomi se aproxima do ancião, observa as quinquilharias expostas pelo senhor. Prático como era, não via qualquer utilidade naqueles objetos além da crendice da pessoa que os comprasse. Apesar disso, se compadecia com a situação do idoso, em Inferia perdeu as contas de quantos idosos abandonados pelas famílias conheceu pelas ruas, pela sobrevivência eram obrigados a mendigar ou se esforçavam oferecendo serviços simples e vendendo bugigangas como o senhor a sua frente.

    - Nossa! Parece tudo muito incrível! Mas sinto muito senhor, como Shinigami não posso depender de poderes que não sejam meus ou de minha espada. Além de que sou apenas um recruta recém formado e não venho de família nobre, minhas economias são bastante humildes...

    Dito isso Amanuma faz um muxoxo, demonstrando insatisfação. Com uma das mãos procura um compartimento de seu kimono onde guardava algum dinheiro. Pega um punhado e coloca no tapete do ancião.

    - Mesmo não tendo muito posso oferecer isso ao senhor, vamos lá, o senhor disse que pode ler o futuro, então diga o que o destino me reserva.

    Yomi era completamente cético quanto a previsões de futuro ou predestinação, porem, não queria apenas oferecer o dinheiro, pois o senhor poderia se ofender entendendo a gentileza como uma esmola.
    Antichristus
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Antichristus em Qua Abr 01, 2015 7:29 am



    Hora seguiu Nemu, apreensivo, o que suspeitava tornou-se real quando a tenente disse que ele seria o encarregado de testar recentes avanços, em outras palavras seria a cobaia e passaria o dia tendo de lidar com máquinas assassinas. Maravilha.

    "Gostaríamos de que você mostrasse suas habilidades combativas contra nosso experimento! Ele estará lá fora naquela arena." Explicou a mulher, Hora olhou com atenção para a grande tela e depois para ela, abriu a boca para dizer "não", mas antes que pudesse dizê-lo pessoas estranhas já o cercavam e começavam a aprontá-lo, despindo-o no tronco e grudando ventosas em seu entorno.

    O rapaz, vendo que não teria escolha, suspirou e apanhou três tubos duma vez "Certo, me dê isso aqui" disse enquanto os pegava, e os revirou goela abaixo, bebendo todo o conteúdo azul, provavelmente se arrependeria mais tarde por beber aquilo, mas o nervosismo deu lugar à insensatez.

    - Isso tem gosto de mijo. - Comentou, fazendo uma careta e se dirigindo à tal arena, desejava sair inteiro dali.
    spectro
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2459
    Reputação : 29

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por spectro em Qua Abr 01, 2015 10:06 am

    Caminho para a Cidade de Prata - Star Hill

    A grande montanha estava à metros a frente, o velho sorrindo principiou a embaralhar
    as cartas de tarô, mas antes pediu que o mesmo colocasse a mão sobre seu baralho,
    logo em seguida embaralhava novamente e começou a puxar cartas...

    O velho então perguntou:

    - Me diga uma coisa, você possui um irmão? Ou alguém ao qual tem uma amizade
    muito forte que pode ser considerado um irmão Gêmeo??? Hum as cartas dizem algo...


    Para a arte do vaticínio um truque era o adivinho falar algo e a pessoa que consultava com certeza
    abriria sua boca para falar de sua vida pessoal, assim o adivinho conseguiria usar seu raciocínio
    para formular algo qque se assemelhasse a realidade, a arte da enganação tinha muitos macetes,
    mas o velhote tinha uma espécie de aura que Amanuma se sentiu atraído de alguma forma.
    Talvez fosse o efeito dos incensos que o velho ascendeu, um cheiro forte e adocicado.

    - Algo que reflete sua pessoa é isso que eu vejo nas cartas, algo que reflete sua pessoa...
    O que poderia refletir sua pessoa Senhor?


    As cartas que o velho puxara estavam no chão em cima do tapete, ele coçou sua branca barba, e estava
    pensativo...

    Uma leve brisa atravessou o corpo do velho e de Amanuma Yomi, e as cartas começaram a voar.

    - Diacho!!!! As cartas.... Hhehehe Desculpe por isso meu jovem... Hehehe!!!


    -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

    Esquadrão 12 - Sala de Projetos Tecnológicos


    Depois Hora foi direcionado para a arena do lado de fora e para sua surpresa o espaço
    para o combate era grande, do outro lado havia uma porta, parecia que dali sairia o seu
    oponente, Hora sabia que seu estilo defensivo talvez não poderia funcionar com o que
    quer que saísse daquela porta, uma máquina assassina com canhões, lança chamas talvez,
    ou pinças gigantes esperando para cortá-lo ao meio.

    Hora Kyoichi estava no meio da arena, em volta somente o silêncio, estava tudo vazio exceto
    pelos aparelhos que transmitiam a imagem para Nemu e os outros na parte de dentro.

    Lá dentro Nemu e os outros conversavam:

    - E então o Soro funciona???

    - Está começando a fazer efeito senhorita, o soro está ampliando as faculdades perceptivas
    da cobaia, ops quis dizer do jovem é isso...


    - Prossigam com o experimento então...

    Hora esperou ali no meio por uns 15 minutos, quando a porta se abrira e uma fumaça saiu de dentro
    dela...

    E de lá saiu saltitando uma...

    ?????:

    - Olá como vai??? Você tomou o soro? Bem não se segure as coisas podem engrossar se você se
    segurar... Só um concelho golpeie bem aqui no pescoço...


    A garota se aproxima um pouco de Hora, chega até bem perto dele, e no final da sua frase apontava para o seu
    próprio pescoço.

    Moonwatcher
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 111
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Moonwatcher em Qua Abr 01, 2015 12:50 pm

    As estripulias do ancião divertem Yomi, ao ouvir a primeira pergunta solta um leve riso e responde:

    - Sou órfão bom senhor, se tive ou tenho um irmão nunca o conheci, e infelizmente não consegui formar relações tão fortes com ninguém. Até hoje as pessoas passaram por mim, eu prossegui só, apenas isso.

    Sorrindo Amanuma continua assistindo o velho prestidigitador, talvez fosse o perfume, o carisma ou os estranhos trejeitos e questionáveis habilidades do ancião, mas uma curiosa atmosfera envolvia o ar. Ao ser inquirido, redarguiu:

    - O que reflete minha pessoa é a minha lâmina, meu trabalho e minhas obrigações, afinal somos o que fazemos não é mesmo?

    De qualquer maneira, já havia entretido-se e fizera o que pretendia ajudando o senhor com um pouco de dinheiro. Uma missão lhe havia sido incumbida, não costumava postergar suas obrigações.

    - Obrigado senhor! Já consigo vislumbrar o futuro agora, ele corre como o vento em direção a Cidade de Prata, e é lá onde meu destino se manifestará! Com uma reverencia Yomi se despede do velho e parte em direção a sua missão rumo ao encontro com o Sumo Sacerdote.
    Antichristus
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Antichristus em Qua Abr 01, 2015 12:50 pm



    A principio nervoso, Hora acalmou-se a medida que aguardava a porta abrir e o oponente surgir, isso levou algum tempo e ele acabou entendiando-se depois de cinco minutos em espera.

    "Cientistas malditos, não bastasse fazer de mim um rato de laboratório ainda me fazem ficar aqui esperando"

    O rapaz não havia notado até o momento qualquer mudança em seu metabolismo por ter bebido aqueles três tubos, o corpo aparentava o mesmo de antes e não sabia dizer se isso era algo bom ou ruim.

    Quando a porta se abriu e Hora viu uma garota, olhou para atrás, de modo que os cientistas pudessem ver sua cara de desagrado e indignação. Aquilo era mesmo uma máquina?

    - É, tomei o soro. - Com frieza, Hora desembainha sua zanpakutou, dá passos lentos para trás e logo para, assumindo uma postura defensiva com espada em riste. No entanto não faz mais que isso. - Você começa.
    spectro
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2459
    Reputação : 29

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por spectro em Qua Abr 01, 2015 1:46 pm

    Caminho Para a Cidade De Prata - Star Hill

    O velho fica para trás enquanto Yomi prossegue seu caminho, quando estava longe Yomi
    ouviu o velho gritar:

    - Ainda assim se cuide!!!

    Amanuma chegara mais perto do Monte das Estrelas, no pé que dava na grande estrada havia
    uma neblina muito densa, aquilo naquela região era normal, Star Hill possuía o que alguns
    chamariam de defesa natural, a densa névoa dificultava ainda mais sua escalada.

    Amanuma entrou na névoa tinha de passar por ela para chegar ao seu destino, seus olhos dilataram
    um pouco acostumando-se com a pouca visibilidade, mesmo no calor a névoa se mantinha firme.

    Depois de um tempo o Youkai passou pelas cortinas de névoa sem problema algum, se dirigindo assim até
    a grande Cidade De Prata, teria de chegar até o Palácio para entregar sua encomenda até Mathias, e assim
    se deu, chegou até a Cidade pela estrada a visão era algo espetacular.



    Yomi adentra no local vendo todo tipo de pessoas, o contraste com Rukongai era super evidente, a riqueza
    da Cidade De Prata era magnífica.

    As portas do Palácio havia dois guardas que detiveram o Shinigami, ao anunciar que era uma carta
    os homens então providenciaram que o mesmo entrasse para falar com Mathias, depois de ser escoltado
    e levado até uma das salas, Amanuma estaria de cara com o Sumo-Sacerdote, o jovem teve de esperar
    um pouco mas logo pode vê-lo pessoalmente.

    A Sala onde se encontravam era bem iluminada e havia poltronas na direita e na esquerda, um tapede
    vermelho com borads douradas estava estendido no chão e uma mesinha continha um chá que dava um
    aroma ao local, Mathias estava sentado no fundo da sala em uma poltrona com detalhes de ouro e do
    seu lado mais ao meio da sala estava um homem tocando uma melodia no piano.

    Melodia:

    Ao término da mesma Mathias aplaudiu e o homem foi até o Shinigami:

    - Seja bem vindo!!! Esta melodia se chama cidade da luz, composta por mim. toda vez
    que se inicia a lua cheia como no dia de hoje, eu toco está música, hoje será lua cheia e não poderia
    faltar a minha tradição. Eu sou Zeros aquele é Mathias, o soldado o anunciou, bem vamos...


    Zeros se aproxima de Mathias e agora poderiam conversar sem problemas.

    Off:
    Sorte: Moon seu personagem ganhou sorte, durante este episódio uma vez apenas, vc pode re-rolar um resultado
    de rolagem de dados mal sucedido, efeito das cartas fortunas do velhote...



    --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



    Esquadrão 12 - Arena de testes

    A garota se espanta e sorri...

    - Não não, você entendeu errado não sou eu quem vai lutar... Eu sou apenas uma assistente
    a propósito meu nome é Chi... Bye bye...


    Ela começara a sair da arena e Hora entendeu a situação.

    Derepente da porta um vulto atrvessar, e Hora sentiu um instinto assassino vindo da criatura,
    por sorte ele havia desembainhado sua espada e conseguiu defender-se de um golpe quase certeiro,
    Hora foi empurrado para trás, sua espada cruzada com a espada do inimigo.
    Pode finalmente olhar nos olhos do seu oponente, uma sensação de Dejá vu lhe percorreu na mente.

    ???:

    Lá de fora a garota falava:

    - Ela é Ashlotte um Robô sem senso de sentimento, não se segure...

    Ashlotte segurava uma zanpakotou, Kyoichi percebeu isto e provavelmente um experimento bizarro fora feito.
    as faíscas saim das espadas, até que Hora se esquivou do seu ataque e se afastou, a espada tocou o chão fazendo
    uma fenda jogando pedras no alto, um estrondo se ouviu e os olhos vermelhos do Robô fixaram-se no Shinigami.

    Moonwatcher
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 111
    Reputação : 0

    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Moonwatcher em Qua Abr 01, 2015 5:26 pm

    Ao atravessar a nevoa Yomi finalmente pode vislumbrar a magnífica cidade. Era tão imponente quanto havia imaginado, mas o local lhe proporcionava uma sensação de mal estar. Sentiu-se deslocado, e além disso o incomodava o contraste da Cidade de Prata em relação a Rukongai, lhe parecia injusto que alguns pudessem viver ali em opulência e conforto enquanto outros sem a sorte de serem bem nascidos lutavam pela sobrevivência cotidiana.

    Conforme adentrou o Palácio seu incomodo crescia, aquele não era seu ambiente, crescera nas ruas e sua educação vinham da Academia Shinigami, era um soldado, mas não um nobre ou um cortesão. Também havia o fato de que estava prestes a conhecer uma das figuras mais importantes de toda a Celestia, isso o deixava apreensivo.

    Depois de algum tempo finalmente chega ao destino final de sua missão e encontra o Sumo Sacerdote. A sala era agradável, mas como todo o resto da Cidade de Prata não fazia o estilo simples de Amanuma. O shinigami entrou em silencio na sala e viu Mathias ao fundo da sala, como havia um homem tocando piano no momento Yomi não ousou dizer ou fazer nada, apenas aguardou em pé próximo a porta, impassível aguardou que a canção terminasse e lhe dirigissem a palavra.

    Quando a música terminou o homem que a tocava se apresentou, e indicou o Sumo Sacerdote. Fez um reverencia a Zeros e respondeu educadamente.

    - É uma bela canção Senhor. Na realidade pensava ele "é isso que os nobres fazem? tomam chá, olham a lua e a esperam mudar de fase para tocar músicas? Não os invejo, parece bastante entendiante..."

    Yomi acompanha Zeros até Mathias, ao chegar até ele faz uma reverencia e se apresenta:

    - Sou Yomi Amanuma, é uma honra conhece-lo Sumo Sacerdote Mathias. Venho em nome do Capitão Sōsuke Aizen da 5ª Divisão, designado Anfitrião para a celebração deste ano. Dito isto, estende o envelope para que Mathias possa pega-lo. - Segundo me informou, a carta contem as medidas de proteção que serão executadas durante o festival do Selo Real.


    OFF:
    Aí sim, vlw os trocados gastos hahaha.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Episódio 2 - O Sinete Dourado

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Out 18, 2017 11:03 am