Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    O som do silêncio

    Tellurian
    Tecnocrata
    Tellurian
    Tecnocrata

    Mensagens : 326
    Reputação : 25
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    O som do silêncio - Página 2 Empty Re: O som do silêncio

    Mensagem por Tellurian em Seg 16 Mar 2020, 09:53

    Diziam que mesmo durante o sono, os espadachins de mais alto nível mantinham sua guarda, mantendo suas espadas por perto, prontos para se defender caso pressintam a sede de sangue de inimigos que tentem feri-los enquanto dormem. Contudo, lá estava o temível Kawakami Gensai, O Retalhador, dormindo em paz e longe de sua espada, um sono profundo e pesado. Ohgo deslizou os dedos pelos cabelos do rapaz, afagando-o enquanto dormia. A respiração do rapaz estava alta, mas não chegava a ser um ronco. Era um sono restaurador, que curava a profunda exaustão que curvava os ombros daquele homem. Suzuka sorriu e decidiu deixá-lo dormir enquanto preparava o desjejum. Estavam bem abastecidos, não teria problemas em preparar uma excelente refeição.

    Quando levantou-se, sentiu o corpo dolorido. As dores lembraram-na da atividade intensa da noite anterior, e fizeram-na corar enquanto se vestia. Ohgo estava feliz. Feliz como não se sentia a muito tempo. O mundo lhe parecia mais colorido. O vento frio da manhã, mais quente. Começou a cantarolar baixinho enquanto apanhava os utensílios para começar a preparar a refeição. Lembrou que iria precisar de temperos, e decidiu apanhar algumas folhas frescas no jardim de ervas que plantara. Gensai com certeza se surpreenderia com o sabor vivo de uma refeição preparada com temperos e vegetais colhidos na hora.

    Sorrindo e cantarolando baixinho, Suzuka caminhou para fora. O dia estava lindo. Nenhuma nuvem a vista em um céu de azul profundo e infinito. O sol trazia um calor agradável e bem vindo, aquecendo a fria manhã de outono, deixando a temperatura agradável. A geisha sentiu o cheiro das pimentas em flor no jardim e caminhou até a pequena horta. Ajoelhando-se diante dos vegetais, perguntava-se se deveria pegar algumas pimentas para temperar o peixe.

    E então, sentiu. O familiar, férreo e amargo cheiro de sangue e suor. E sentiu arrepiar a sua espinha. Sentiu como se um animal selvagem estivesse atrás de si, e hesitava em virar para olhar. Lentamente, virou-se para observar atrás de si, como se pudesse ser atacada se realizasse movimentos bruscos. Entre o jardim e a casa, entre ela e Gensai, havia um homem de preto. Trajava um quimono negro que contrastava com o jardim colorido. Usava um chapéu cônico de palha que impossibilitava que Suzuka visse o rosto inteiro dele. E, em sua cintura, um par agourento de espadas sem adornos.

    -"Senhorita, procuro Kawakami Gensai."
    Jolie_Scarlatt
    Samurai Urbano
    Jolie_Scarlatt
    Samurai Urbano

    Mensagens : 121
    Reputação : 9

    O som do silêncio - Página 2 Empty Re: O som do silêncio

    Mensagem por Jolie_Scarlatt em Qua 01 Abr 2020, 19:48

    Que dia lindo - pensava Suzu ao sair e sentir o toque do sol em sua pele, por um instante ficou ali parada sentindo ser tocada pelo sol, sentindo a brisa brincar com seu cabelo, Suzu sentia-se leve, sentia-se mulher e principalmente sentia-se feliz e por um tempo esquecerá por completo quem ela era realmente e quem era Gensai, so existe pensamentos para o amor que trocaram, corava em lembrar de cada toque e foi assim que seguiu para a horta e colher suas hortaliças para preparar o melhor cafe da manhã para o seu amado. Porém algo mudou, como uma tempestade, algo negro tampou o brilho do sol, a geisha não havia reparado quando aquele homem se aproximara, só perceberá quando com ele trouxe aquela sensação de desespero que a acompanha a tempos, ainda abaixada Suzu vira o rosto para olhar para aquele homem, o sol deixara a visão um pouco turva, não conseguia identificar ao certo o rosto do homem, mas o odor dele era de sangue, de odio e guerra.  Geisha fixou o olhar naquele homem, limpu as mãos em sua roupa e levantou-se suavemente tentando transparecer tranquilidade, mesmo com o seu intimo em gritos, Suzu sabia que ali naquele povoado não sabiam exatamente quem eles eram, deveria ela mentir para aquele homem? analisando o rapaz e suas alternativas, por fim disse com a voz mais doce do mundo.
    - bom dia senhor - fazendo reverencias - temo não conhecer esse homem quem procuras, sou nova na região, creio que na cidade você poderá encontrar alguém que o conheça - sorriu levemente querendo apresentar segurança em suas falas e gentileza - agora o senhor me de licença que preciso ir - Suzu fez reverencia novamente ao se despedir e virou-se para sair  daquele lugar e ficar longe daquele homem, e estar segura dentro da sua casa com o o seu homem, e ela deveria contar para Gensai sobre o ocorrido?
    E toda aquela manhã que poderia ser o melhor da sua vida, tornou-se em um instante uma verdadeira tempestade.
    O som do silêncio - Página 2 92fc1910
    Tellurian
    Tecnocrata
    Tellurian
    Tecnocrata

    Mensagens : 326
    Reputação : 25
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    O som do silêncio - Página 2 Empty Re: O som do silêncio

    Mensagem por Tellurian em Seg 04 Maio 2020, 10:10

    O homem ergueu o rosto, como se quisesse olhar melhor para Suzuka. A geisha percebeu então que a face do homem era cortada por uma imensa cicatriz, de algum ferimento antigo que roubara-lhe o olho esquerdo. Um tapa-olho de couro escondia o olho morto do homem, que tinha uma barba rala, e que poderia até ser bonito, não fosse o desleixo com a própria aparência e a horrenda cicatriz que lhe desfigurava. Seu outro olho era de um tom que lhe lembrava mel. Mas tinha uma vivacidade tão intensa que parecia brilhar com uma luz dourada. O olho unico desse homem pousou sobre Suzuka durante alguns momentos, enquanto moça falava. Parecia medir e pesar suas palavras. Quando Suzuka se levantou, o olhar do homem desviou dela para a casa, onde se sustentou por alguns segundos antes de voltar a ela.

    -"Entendo. Lamento muitíssimo o incômodo. Com licença."- o homem curvou-se em uma reverência educada à Suzuka, e se retirou com passos leves. Leves demais, a jovem Geisha não pôde deixar de notar. Para um homem grande e armado, ele não fazia barulho algum ao caminhar. Era como se um fantasma deslizasse à sua frente, em plena luz do dia.

    Quando Suzuka entrou de novo em casa, Gensai estava de pé. Terminava de se vestir, atando a espada a faixa de sua cintura. Ele sorriu quando viu Suzuka.

    -"Bom dia."
    Jolie_Scarlatt
    Samurai Urbano
    Jolie_Scarlatt
    Samurai Urbano

    Mensagens : 121
    Reputação : 9

    O som do silêncio - Página 2 Empty Re: O som do silêncio

    Mensagem por Jolie_Scarlatt em Qua 06 Maio 2020, 01:40



    O som do silêncio - Página 2 Tumblr12

    Ao entrar em casa Suzu encontrou seu amado em pé e arrumado, ao observar aquele homem seu coração enchia de alegria, mas durara pouco, pois ainda sentia o olhar daquele homem sobre si e a gueixa tinha que falar com Gensai sobre o ocorrido, precisava alerta-lo, mas como fazer sem afastar aquele homem de si? tinha gostado de conhecer o samurai sem aquela mascara de durão, tinha gostado de ver sua nudez de corpo e alma e não queria perde-lo. Ela sabia também que aquele homem era esperto e logo iria perceber sua insegurança e instabilidade, Suzu não sabia mentir ou esconder as coisas, principalmente dele, e ao olhar para Gensai com o semblante preocupado disse enfim:

    - meu querido acabei de cruzar com um homem no nosso jardim, e ele te procurava, mas algo no homem me deixou desconfortável, desconfiada e com um frio na espinha, tentei disfarçar, mas temo não ter sido convincente. O que faremos Gensai? não podemos ficar aqui para sempre, você não poderá ficar escondido ou disfarçado para sempre, me diga o que fazer, me diga como seguir, mas por favor não me diga em desistir, estou contigo para todo sempre e para onde você for, mas só te peço uma coisa, quero que me ensine a lutar e me defender, não quero sentir um peso a mais para ti, mas quero ser capaz de me defender e defender a ti também.

    Ao dizer isso Suzu colocou as ervas na mesa, encheu a chaleira de agua e colocou no fogo, precisava de um chá para se acalmar, e ficou ali esperando qualquer reação ou dizer do seu amado.
    Tellurian
    Tecnocrata
    Tellurian
    Tecnocrata

    Mensagens : 326
    Reputação : 25
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    O som do silêncio - Página 2 Empty Re: O som do silêncio

    Mensagem por Tellurian em Sex 29 Maio 2020, 14:25

    O jovem Gensai sorria para Suzuka, quase irreconhecível do retalhador soturno que conhecera em um beco sujo e frio. Porém, quando Suzuka lhe contou do encontro sinistro que tivera no jardim, uma sombra tornou a cobrir-lhe a face e a alma. Ele rapidamente se dirigiu até a janela, afastando a cortina de palha discretamente com os dedos, para observar lá fora através da pequena fresta.

    -“Este era pra ser um local seguro... Será que o lugar foi comprometido? Como era o homem que encontrou com você?”- A voz de Gensai não transparecia tensão. Ele estava absolutamente calmo, embora atento.

    -“Mesmo que eu começasse hoje a lhe ensinar técnicas de espada, Ohgo-dono, seria impossível para a senhorita enfrentar um samurai armado com décadas de experiência. Temo que o máximo que possa fazer seja lhe ensinar alguns poucos truques de defesa pessoal para que a senhora possa encontrar algum tempo para fugir e se esconder.”- Gensai mantinha seu tom de voz tranquilo e cordial, embora tenha falado sem realmente olhar para Suzuka. Ele mantinha os olhos voltados para o lado de fora da casa, através da fresta na cortina.
    Jolie_Scarlatt
    Samurai Urbano
    Jolie_Scarlatt
    Samurai Urbano

    Mensagens : 121
    Reputação : 9

    O som do silêncio - Página 2 Empty Re: O som do silêncio

    Mensagem por Jolie_Scarlatt em Seg 22 Jun 2020, 21:52

    O som do silêncio - Página 2 Images32


    Suzuka aproximou de Gensai e sentia a aflição crescente entre eles ... seu samurai estava aflito, mas ela precisava mostrar que muita coisa mudara desde do dia que saíram da cidade, que durante sua ausência tivera que aprender a se virar e defender ao amado e a si, sua vida sempre fora uma metamorfose, para se transformar uma gueixa precisara aprender a sentir dor, a se tornar outra pessoa a fantasiar-se e ser perfeita nos seus movimentos, danças e instrumentos, e nada mais assustava, além de perder o amado agora. Então foi até a cama e retirou enrolado a espada que guardara e entregou para o Samurai dizendo:

    - Estive em treinamento durante o seu sono, mas quero me aperfeiçoar, quero me tornar digna para ti, quero que seja o meu mestre
    - e ficou ali olhando para o Gensai com os olhos firmes e determinados.
    Conteúdo patrocinado


    O som do silêncio - Página 2 Empty Re: O som do silêncio

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex 03 Jul 2020, 11:08