Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    A Longa Noite do Fim do Mundo

    Lnrd
    Troubleshooter
    Lnrd
    Troubleshooter

    Mensagens : 997
    Reputação : 46
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 Empty Re: A Longa Noite do Fim do Mundo

    Mensagem por Lnrd em Qui Dez 05, 2019 12:46 am

    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 B4218d10




    “Levantou-se então Fëanor e, erguendo a mão diante de Manwë, amaldiçoou Melkor, chamando-o de Morgoth, o Sinistro Inimigo do Mundo; e somente por esse nome passou ele a ser conhecido entre os eldar para sempre” (Tolkien, Quenta Silmarillion)

    Se um golpe da sorte ou de maestria, o importante fora que uma das setas daquele que se dissera "Arthur" tirara uma das ameaças, duas criaturas, do combate. Uma segunda flechada viera apenas como o de misericórdia, atirando-a ao faminto frio da morte.
    O outro warg tentara vencer as defesas de Ignastácia, mas ela e Bergil conseguiram rechaçar o monstro, também levando-o ao chão a espadadas.
    Haviam superado aquela provação, a despeito das condições desfavoráveis – que não deixavam de ser melhores que terem de enfrentar aqueles cães de mãos vazias.

    “Bom trabalho”, elogiara ela com aquela voz abafada sob o elmo metálico. “Parece que esses mortos”, e falava obviamente dos acompanhantes, “não estão dispostos a voltar a comer terra tão cedo...”. Se tombassem uma segunda vez, não seria sem luta.
    - O mesmo não dá pra dizer do outro. O das orelhas – mencionara então algo que os outros já deviam ter notado àquela altura – Se perdeu na escuridão.

    A forma como falara não fazia menção de chamá-lo ou a voltar para uma busca. Não parecia se importar tanto assim. Tudo o que pretendia era seguir o caminho de retorno ao acampamento. Se eles conseguiriam ou não acompanha-la, não era um problema em relação ao qual se comprometeria.

    Pegou a tocha do chão e colocou-se a ajudar a recolher as vespas disparadas.
    - Acho que já podem devolver minhas coisas – disse num momento pouco cômodo, numa fala entre o firme de quem não tinha tempo para discutir e o comedido, evitando um não, e muitos problemas, como resposta.

    Antes que pudesse dar seguimento àquilo, algo deteve dela o movimento. Virara-se na mesma direção da qual os inimigos surgiram antes.

    E foi quando, da mesma ausência de luz, grandes olhos vieram em ameaça, carregados por um passo lento e decidido.

    Um novo lobo demoníaco.
    Um bem maior que os anteriores.
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2722
    Reputação : 128
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 Empty Re: A Longa Noite do Fim do Mundo

    Mensagem por Christiano Keller em Qui Dez 05, 2019 12:54 am

    Arthur Blackbeer,

           Arthur quase entrega o arco e as flechas disparadas, mas ao sinal do inimigo diz:
           - Farei novos disparos quando o inimigo estiver ao alcance. Arthur pensava se conseguiria fazer uma emboscada para usar de seus conhecimentos superiores.

           O cheiro das criaturas próximas era estranho, ferroso, mas ao mesmo tempo sujo. Da mesma forma que as outras sensações também eram diferentes. Os dedos nas cordas do arco, a força para disparar a flecha, até o vento frio parecem completamente diferentes.
    Gelatto
    Garou de Posto Cinco
    Gelatto
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2223
    Reputação : 69
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh19.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 Empty Re: A Longa Noite do Fim do Mundo

    Mensagem por Gelatto em Qui Dez 05, 2019 8:48 pm

    Bergil

    Bergil está um pouco ofegante pela batalha. Apesar de ter sido rápida, o ar era pesado e carregado de cinzas, o que cansava o dunedáin mais do que devia. à menção do outro que deveria estar com eles, Bergil se lembra que o elfo desaparecera, e como sugerido, tragado pelas sombras, pela escuridão que cerca a região. -"Sou agradecido pela sua ajuda, srta Ignastácia. Sem você, talvez teria tido o mesmo destino do elfo. Ou pior com estes wargs."

    Então a guerreira solicita suas coisas de volta. Por um momento Bergil pensa em discutir a necessidade de permanecer armado com estes perigos, mas não tem tempo de expôr seu ponto de vista, quando algo tenebroso e pior que os wargs não faz questão de esconder sua presença do grupo. O warg parecia confiante de si.

    Bergil se posiciona ao lado de Ignastácia. Estava pronto para mais uma luta. Não iria morrer sem lutar. Nunca.
    Lnrd
    Troubleshooter
    Lnrd
    Troubleshooter

    Mensagens : 997
    Reputação : 46
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 Empty Re: A Longa Noite do Fim do Mundo

    Mensagem por Lnrd em Ter Dez 17, 2019 11:23 pm

    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 D7f87a10


    "E de qualquer forma Faramir nos disse que não bebêssemos água nenhuma em Morgul.
    - Nenhuma água que venha de Imlad Morgul, foram suas palavras - disse Frodo. - Não estamos naquele vale agora, e, se encontrássemos uma nascente, ela estaria correndo para ele, e não dele.
    - Eu não confiaria nisso - Disse Sam -, não até estar morrendo de sede. Há uma sensação maligna neste lugar. - Sam farejou. - E um cheiro, eu acho. O senhor está percebendo? Um tipo estranho de cheiro, abafado. Não gosto dele.
    - Não gosto de nada por aqui - disse Frodo -, pedra ou poço, água ou osso. Terra, ar e água, tudo parece amaldiçoado. Mas nessa direção vai nossa trilha." (Tolkien, O Senhor dos Anéis)


    Ignastácia retirara a lâmina cravada no lombo do monstro com um gesto vigoroso, traçando no chão uma mancha em forma de linha. Limpara-a ali mesmo, usando aqueles pelos desgrenhados como pano, livrando-se dos restos de sangue maldito.
    A ferida era uma flor que vomitava em vermelho, visco reluzindo sob a chama.

    Alcançaram uma vitória, mesmo que momentânea. O cerco de três atacantes provara ser demais para aquela criatura, subjugada sem maiores dificuldades: não só caíra, mas nem ao menos chegara a ferir ou causar dano.
    - Ainda bem que não vieram de uma vez, ou que nenhum de nós teve de encara-las só. Matei vários desses no caminho, mas não devemos bobear.

    Retornara a espada à bainha, sinalizando que queria que o escudo fosse devolvido. “Mantenha a espada, por enquanto”, resmungara em complemento. “E você, fez bom uso do arco flanqueando esses bichos. Melhor manter a guarda até chegarmos no acampamento”. Não havia empolgação no tom dela, mas poderiam reconhecer como uma espécie de elogio. Ou ao menos um reconhecimento de que os julgara úteis. As flechas tinham sido decisivas, quase sozinhas matando dois adversários.

    Entretanto, não se pôs em trote, dando seguimento à caminhada. Ao invés, agachou-se e, retirando o facão de caça, partiu a retalhar o lobo, sem deixar de imediato claro a que aquilo serviria.

    De forma grosseira, separou carne de pele, atirando tiras para os acompanhantes.
    - Deem um jeito de enrolar os pés. Sem tratar não vão ser muito duráveis, mas devem servir de sapatos provisórios – então, como se atingida por um fedor semelhante a enxofre, completou – o cheiro não é bom, mas ao menos não tem sangue pra atrair mais problemas.

    Algo no humor dela parecia ter sido amaciado pelo fim do combate. Ao menos era o que parecia, uma vez que podia ter sugerido isso antes, no vale do despertar. Mas só agora demonstrara alguma preocupação com as condições deles.

    Aquilo não fora nem de longe o mais inusitado.

    Sem cerimônia, retirou o pesado capacete, depositando-o no solo. A ausência da máscara revelava uma mulher mais velha, inclusive mais madura que os dois viajantes do passado. Tinha o pescoço grosso, indicando que a corpulência não vinha apenas da armadura. Não parecia se importar em exibir certa parcela de cicatrizes e de cabelos brancos misturados a fios avermelhados, adereços a um rosto sisudo que indubitavelmente pertencia a alguém veterano de guerras. A pele era morena e, mesmo que algo curtida, parecia ser mais sua tonalidade natural que algum efeito do sol extinto. Mesmo sob aquela chama luz bruxuleante, era possível notar tristeza e amargura.

    Mas o que lembrariam era o que viria em seguida.

    Como um espírito selvagem, colocou um naco de carne crua na boca e, mal mastigando, engoliu-o. Lançara então um olhar enviesado a Arthur e Bergil. “É horrível, mas... . Não podemos nos dar ao luxo de prepara isso no fogo, mas garanto que o gosto não melhora. Ao menos vai nos sustentar até chegarmos”.

    Era uma fibra dura e de aspecto pouco convidativo, numa cor não uniforme, um quase marrom com manchas esbranquiçadas. O aroma não ajudava nem um pouco. Era quase – quase – tão grotesco quanto ingerir carne humana, à diferença de que o problema era pertencer a uma fera amaldiçoada. “Os parasitas não costumam chegar nessa parte”, dissera como uma forma de alerta, mas, dada a situação, talvez melhor se tivesse se mantido calada.
    - Uma pena não levarmos o resto, mas seria um peso a mais e o vento nos denunciaria facilmente.

    Ofereceu da água do próprio cantil.
    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 Igna10

    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 21597510
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2722
    Reputação : 128
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 Empty Re: A Longa Noite do Fim do Mundo

    Mensagem por Christiano Keller em Qua Dez 18, 2019 2:45 am

    Arthur Blackbeer,

           Enrolar os pés, aquilo seria um tipo de calçado para usar pelo caminho. Arthur já havia trabalhado com algumas coias antes, porém aquilo era inusitado. A expectativa era que o melhor que poderia ser feito com aquilo durasse até conseguir um calçado de verdade. A textura do couro do animal no pé era estranha, porém o couro como sola era melhor que as pedras do terreno estranho. O fato de usar o couro cru passava várias informações. Talvez a jornada ainda seja longa, precisamos nos proteger logo, a violência do local é maior do que pensamos.

           A face de Ignastácia indicava uma mulher mais experiente, talvez forjada pelas guerras, seja lá qual forem os nomes delas.

           Minha nossa, aquilo estava cru e ela mencionou parasitas? Recusar comida e água naquelas condições não era certo, mas comer também não.
           - Obrigado. Pode mostrar como identifico isso no animal? Caso precise fazer isso no futuro? Arthur come um pouco da carne e bebe um pouco de água. O sabor e a experiência daquela refeição ficará na mente de Arthur por bastante tempo.
    Gelatto
    Garou de Posto Cinco
    Gelatto
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2223
    Reputação : 69
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh19.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 Empty Re: A Longa Noite do Fim do Mundo

    Mensagem por Gelatto em Qua Dez 18, 2019 9:12 am

    Bergil

    O combate havia terminado com a vitória do trio cuja aliança fora formada pela necessidade. Bergil devolve o escudo, e quando iria devolver a espada, Ignastácia lhe pede para ficar com ela por enquanto. Apenas sorri sem jeito, parecia que a mulher desconfiada estava mais amistosa, mas sem demonstrar abertamente.

    Ela retirou uma tira do couro do animal abatido para usarem de calçados. Apesar de nada adequados, iriam servir naquele lugar desolado e evitar maiores esfoliações. Em tempo, pede a faca emprestada para cortar tiras do couro dos outros wargs para servirem de uma tanga ou saiote improvisados, tanto para Bergil quanto para Arthur. Podia estar no fim do mundo, mas iria tentar manter o mínimo de decência. -"Arthur, aqui, enrole na cintura, não é muito, mas vai tampar nossas intimidades."

    Já acostumado com a vida difícil dos ermos, Bergil não estranhou a oferta de carne crua, mesmo com a fogueira ali próxima, sabia que não haveria tempo para esperar a carne assar. E Ignastácia tinha total conhecimento de como sobreviver nesta região, o que explica que ainda está viva após tantos invernos. Comera da carne e tentava saciar sua curiosidade: -"Obrigado. Se não fosse por você, seríamos nós a sermos a refeição. Este acampamento, é longe daqui? Existem outros?"
    Lnrd
    Troubleshooter
    Lnrd
    Troubleshooter

    Mensagens : 997
    Reputação : 46
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 Empty Re: A Longa Noite do Fim do Mundo

    Mensagem por Lnrd em Sex Dez 20, 2019 3:14 pm

    Conteúdo patrocinado


    A Longa Noite do Fim do Mundo - Página 2 Empty Re: A Longa Noite do Fim do Mundo

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Out 01, 2020 8:48 am