Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Golu II (SP) - Bahamut

    bahamut
    Mutante
    bahamut
    Mutante

    Mensagens : 534
    Reputação : 103

    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Empty Re: Golu II (SP) - Bahamut

    Mensagem por bahamut Seg Maio 24, 2021 8:30 pm

    Depois das palavras de Zozo, Golu acena em agradecimento, colocando Mikaela no ombro como sua nova posse. Allura sorri mordendo os lábios se lembrando de quando foi capturada e levada como prêmio. Ela sobrevoa Golu, posando nos ombros dele e começa a bulinar a nova posse de seu marido.

    Allura: - Ain Golu, toda essa cena me deixou com tanto tesão! E ela está tão gostosa com esse rabão aberto e empinado.

    Allura então faz crescer um falo em sua vulva e mete na boca da futa e enquanto isso, usa a sua língua demoníaca e a introduz no rabo recém fodido. Golu não reage e continua andando enquanto Allura se diverte em seu ombro. A brincadeira acaba rendendo posteriormente e as outras esposas se juntam, acariciando, lambendo e mordiscando Golu, Allura e Mikaela até que todos se engalfinhavam em um sexo grupal com direito a muitos gemidos orgásticos e muita porra. No dia seguinte Mikaela e Lillith conversam sobre por onde seguir caminho e Golu decide ouvir sua esposa. Ao seguirem caminho chegam em um vilarejo que parece abandonado. O aviso de Rinkah ao chegarem foi seguido pela presença de uma Nekojin que os identificou como sendo enviados das Samurais e então vários arqueiros surgiam nos telhados. O grupo ficou ansioso e o perigo era iminente. Golu se preparou para falar quando Fafnir se adiantou e convocou a Nekojin para um duelo. Isso acarretou na mudança de uma situação extremamente perigosa para algo instigante. A luta era acalorada, torcidas se faziam ouvidas e Zozo ao lado de Golu o parabenizava por ele ter as melhores esposas...

    Golu: - Golu saber escolher e cuidar de esposas. Se Zozo quer aprender, Zozo mora em Karthak e aprende com Golu.

    O combate logo termina em empate com uma cena de sexo muito instigante... As pessoas então saem de suas casas voltando à sua rotina como se nada tivesse acontecido e Ghislaine, a Nekojin, pergunta o que eles fazem por lá. Golu se aproxima e se apresenta.

    Golu: - Eu sou Golu, líder de Karthak e de Oásis, membro do conselho de chefes, campeão da arena de Parsek, Garanhão em fazenda de centauras, marido de muitas esposas. Golu veio para Asamura a pedido de Pyria, a rainha dos demônios. Viemos para ajudar as Ninjas no combate contra as Samurais. Pyria quer vê-las subjugadas e Golu vai fazer isso.

    Golu fez questão de analisar bem o vilarejo e como as coisas funcionam por ali. Respondeu as perguntas de Ghislaine da melhor forma possível com a ajuda de Sibil e Lillith. Golu também perguntou sobre a situação do conflito no momento e como o grupo poderia ajudar de imediato a vila. Ele também deixou que Fafnir se aproximasse da Nekojin e qque trocassem carinhos caso tivessem interesse.
    Sailor Paladina
    Mutante
    Sailor Paladina
    Mutante

    Mensagens : 732
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Empty Re: Golu II (SP) - Bahamut

    Mensagem por Sailor Paladina Dom Jun 06, 2021 12:59 pm

    Vilarejo Rozan:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 1DQolDa

    Após todo o embate, Golu e companhia têm uma chance melhor de observar o vilarejo. O lugar lembra bastante a própria Karthak quando Golu chegou lá pela primeira vez. Ele sinaliza pra que seu pequeno exército o acompanhasse. A princípio o surgimento de tantas feras deixa os residentes um pouco nervosos, mas ao perceberem que não havia ameaça, eles vão aos poucos se acostumando com a presença delas. Ghislaine pede que Golu a acompanhe para conversarem. Fafnir e Rinkah procuram um lugar pra acomodar os novos visitantes. Golu leva Sibil e Lillith consigo no caso de precisar de algum intérprete. A taverna local era simples, mas aconchegante. Golu e Ghislaine precisam se abaixar pra passar pela porta, mas o teto era alto o suficiente pra ele andar com mais conforto. Devidamente acomodados, Golu começa a contar sua história pra uma curiosa Ghislaine com ouve com atenção a todos os detalhes. Ela parecia mais interessada na história de Golu do que na motivação deles terem ido até aquela vila. A gata pergunta de onde ele viera, o que fazia da vida, suas conquistas e pessoas que conheceu. Suas perguntas eram bem pertinentes, o que atiça uma certa curiosidade tanto em Golu como Sibil. O fato daquela Nekojin saber tanto sobre o meio-ogro e ter rapidamente aceitado sua presença e a do exército dele. Parecia até que já esperava a chegada dele em sua vila. Mas como aquilo poderia fazer sentido se ambos nunca se viram antes? Lillith a questiona:
    - Você parece saber muito sobre a vida do Golu. Por acaso o conheceu em algum momento?
    - Nunca tinha visto ele, mas conheço pessoas que conviveram com ele e o descreveram bastante...
    - Quem são essas pessoas?

    conversa com Ghislaine:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Ubw6Euv

    Ghislaine traz a tona nomes muito curiosos. O primeiro deles sendo o de Lady Mira, a elfa negra escravagista que ela teve o desprazer de conhecer em suas jornadas. Mira a mantinha frequentemente sob o vício de ópio, o que a deixava dopada e incapaz de fazer algo contra sua mestra. Encoleirada e nua, servia apenas como cã de guarda pra elfa no seu período em Asamura, até que dez anos atrás, a elfa decidiu partir levando jovens escravas pra Khas Modan, deixando a nekojin ali. Alegou que a gata não tinha muito valor de revenda. Lillith diz que foi uma dessas escravas junto com Lynn. Ao ouvir esse nome, Ghislaine pergunta a descrição dela, mas isso não ajuda muito, visto que Lynn e Lillith ainda eram adolescentes na época e o nome dela não era incomum. De qualquer modo, ela ouvira falar uma ninja chamada Lynn que anda junto com as Oni. Havia a possibilidade de serem a mesma, mas ela não estava ali. As Oni ficavam escondidas em uma caverna secreta. Sua base de operações contra as samurai de Edo, a Capital de Asamura. A nekojin diz pra Lillith torcer pra que sua amiga não tenha sido capturada pelas samurais.
    - A capital era uma fortaleza muito difícil de penetrar... Normalmente as samurais que penetram nas nossas defesas quando acham uma brecha... Miaaaaau.

    escravas de lady mira:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 ViKPluJ

    Sibil observa um amuleto de Shadowlady no pescoço de Ghislaine e pergunta onde ela conseguira um símbolo ocidental. Afinal, o símbolo de Shadowlady oriental era a parte escura do Yin-Yang. Ghislaine coça a cabeça, meio confusa por instantes. Ela diz não entender porque os ocidentais chamavam Yang de Shadowlady, mas achara bonito o símbolo que usavam e por isso pediu um exemplar ao clérigo humano que portava um. O meio-elfo fica ainda mais curioso, olhando pra Golu por instantes e voltando a questionar a nekojin, quem era esse humano. Ghislaine diz que o clérigo se chamava Saulot e que reverenciava a deusa no oeste. Ele costumava visitar seu vilarejo a cada sete dias pra realizar uma missa. O nome soa familiar pra Lillith, que coloca a mão na testa como se tivesse uma forte dor de cabeça. Lillith diz que Saulot veio lhe "dar uma benção", quando na verdade colocou uma magia de obediência nela pra que obedecesse Mira e fosse com ela pra Onduth. Mas então Ashelia a viu acorrentada e a salvou. Na verdade, o intento da meio-ogro era ter uma escrava pra si, mas acabou se apaixonando por ela. Aquele evento havia sido totalmente apagado de sua mente por causa da magia. Sibil leva a mão ao queixo pensativo:
    - Hmm, mestre Golu não comentou que Lady Mira estaria em Karzek? De qualquer forma, a presença de Saulot aqui pode não ser uma boa ideia...
    - Por que não? Ele disse que era um refugiado de uma vila que foi atacada por gigantes... Servos de Yang nunca mentem. Miau.

    Lillith e Sibil olham pra Golu esperando sua opinião a respeito. Havia muito o que pensar e discutir sobre o assunto e sobre pra onde iriam em seguida. Esperar que Saulot aparecesse? Procurar a caverna secreta das Oni? Enfrentar uma guarnição samurai pra capturar algumas futas? Contatar Pyria pra saber sobre Mira? Havia todo um conflito de interesses ali. Lynn poderia estar mais próxima do que Golu imaginava, enquanto Mira podia estar mais longe. Será que ainda valia a pena se envolver naquela guerra santa em uma terra tão distante de casa? Enquanto Golu decidia, Fafnir já estava aproveitando bem o dia com os habitantes locais.

    fafnir se divertindo com os locais:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 L2zfrOhGolu II (SP) - Bahamut - Página 5 F1ssBIm
    bahamut
    Mutante
    bahamut
    Mutante

    Mensagens : 534
    Reputação : 103

    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Empty Re: Golu II (SP) - Bahamut

    Mensagem por bahamut Dom Jun 27, 2021 2:05 am

    Golu é bem recebido pela lider do vilarejo e esta, curiosa, quis saber mais sobre o meio-ogro, que contou sua vida para ela. Em meio a conversa, os nomes de Mira, Lynn e Saulot aparecem e Golu fica pensativo por uns insantes. Ghislaine conhecera Mira, que parecia estar bem longe dali. Porém, o nome de Lynn surge e esta aparentemente estaria bem mais próxima, localizada em uma caverna junto das Oni e em perigo uma vez que estão em conflito contra as samurais. Saulot também não estava longe e sua presença ali não podia ser algo bom.

    Golu: - Golu agradece atenção de Ghislaine. Golu procura Mira, mas se Mira longe, então Golu esperar para reencontrar Mira. Golu procura Lynn e quer ir até Lynn. Golu havia dito que quer ajudar Onis a combater samurais e quer trazer Lynn para a vila. Ghislaine pode ajudar? Golu também quer saber quando Saulot vem novamente para vila de Ghislaine.

    Golu coloca Lynn como prioridade no momento, aproveitando a situação para resgatá-la e as Onis juntas a ela ao mesmo tempo. Golu procura com isso gerar uma boa impressão a fim de liderar um ataque contra a fortificação samurai mais próxima, que ele acredita ser a que está próxima desta caverna. depois disso ele irá pensar no que fazer com Saulot e obre Mira, possivelmente entrando em contato com Pyria. Como Ghislaine os recebeu bem, Golu decide falar um pouco mais sobre Saulot a ela.

    Golu: - Saulot diz verdade quando fala de fugir de ataque de gigantes. Golu estava lá e decidiu ficar para defender vila Karthak. Golu não gostar muito de Saulot e esposa de Golu foi alvo de magia de obediência das bençãos de Saulot. Ghislaine tomar cuidado com Saulot.

    Golu então pergunta para a líder do vilarejo por um lugar para poder ficar com suas esposas e os demais integrantes do grupo. Caso contrário irão acampar em um local próximo dali. De qualquer forma, ele procura passar mais tempo com Ghislaine para aprender sobre o conflito, as localizações das vilas Oni e as guarnições Samurai. Com isso ele pode montar uma estratégia póstuma para começarem a invasão, passo a passo.

    Golu: - Golu gostaria de fazer algo para Ghislaine em troca de boa recepção. Ghislaine pede e Golu faz.

    Por final, um gesto para sinalizar respeito, agradecimento e boa fé.
    Sailor Paladina
    Mutante
    Sailor Paladina
    Mutante

    Mensagens : 732
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Empty Re: Golu II (SP) - Bahamut

    Mensagem por Sailor Paladina Seg Jul 26, 2021 1:03 am

    Golu questiona Ghislaine a cerca dos eventos da vila que ela própria mencionara e a guerreira oferece mais detalhes. Primeiro ela diz que combater as samurais não seria fácil. Elas eram muito numerosas, estavam no comando da Capital e tinham além de uma fortaleza, poder bélico superior. Certamente com o exército que Golu trouxe, daria pra intimidar as samurais, mão não tecnicamente vencer a guerra. Porém, Saulot havia dito ter um plano pra ruir a vantagem das inimigas por dentro, mas que precisava de algum tempo pra colocar as coisas em ordem. O clérigo preferiu não entrar em detalhes ainda por temer que vazamentos comprometessem o plano. Saulot ia aparecer nos próximos dias, mas Golu e seu grupo eram bem vindos pra se acomodarem por ali. Como a maioria das pessoas da vila eram humanas, elfas e futas, apenas as esposas pequenas de Golu poderiam caber nas casas. Mas a vila possuía galpões cobertos onde soldados poderiam dormir com algum teto. Ghislaine convida Golu pra visitar o esconderijo das Oni no dia seguinte. Ela aprecia o aviso, mas diz que Saulot chegou ali há cerca de 1 ano e sempre foi atencioso e gentil com o povo dali. Sobre agradecimento, a nekojin diz que se Golu conseguir derrubar a moral das samurais, ela ficará muito agradecida. Golu e seu exército procuram se acomodar como podem e passam a noite sem mais problemas. A noite é longa e cheia de sexo tendo em vista a quantidade de gente nova e muitos dos locais que nunca viram homens, querendo aproveitar pra transar.

    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 3LXi2ql

    No dia seguinte, Ghislaine aparece atrás de Golu e o convida pra irem até as Oni. As outras esposas de Golu se oferecem pra acompanhar, mas Ghislaine recusa, dizendo que seria um problema levar mais pessoas lá. O esconderijo é supostamente secreto e só de levar Golu, ela já estava quebrando uma regra, então seria melhor não forçar a barra. Lillith não gosta da ideia, e Fafnir fica mordida de ciúmes, mas Sibil convence as duas de que era melhor ficarem ali. Allura, sempre confiante no julgamento de seu marido, beija Golu na testa e diz que esperaria seu retorno.  O caminho em meio a floresta leva cerca de duas horas, as quais Ghislaine aproveita para fazer várias perguntas sobre Golu e a vida dele fora de Asamura. Como era a vida em Karzek e a sociedade por lá. Asamura era desprovida de homens nativos, sendo a grande maioria dos habitantes mulheres e futanaris. As Oni ficariam surpresas de ver um homem tão grande quanto Golu chegar por lá. Quando Golu fala que por lá os mais fortes controlavam os mais fracos, faz Ghislaine sentir algum alívio. Até que a vida não era muito diferente de onde ele vinha. A Nekojin ouvira histórias de reinos onde todos tinham direitos iguais e que em alguns deles, até os fracos mandavam nos mais fortes se tivessem algum título de nobreza. Um completo absurdo até de se imaginar. Golu já tinha visto esse tipo de civilização e comenta a respeito, o que faz o casal rir dessa loucura. Dado momento, os dois ouvem gemidos de prazer vindo de uma árvore próxima e observam uma futa saboreando a bunda de uma mulher. As duas não tinham notado Golu e Ghislaine. A nekojin sugere que continuem sem atrapalhar o casal.

    Spoiler:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 NvteQuz

    Mais alguns metros e eles finalmente chegam ao seu destino. Do nada várias colunas de fumaça surgem circulando Golu e Ghislaine, dando forma a corpos femininos cobertos por capuzes. Todas apontavam flechas na direção da dupla. Ghislaine pede paciência, pois não estavam ali pra lutar, mas pareceu tarde demais pro aviso. Ela toma uma flechada no ombro e Golu leva uma na perna, o que faz com que ele entre em fúria. E numa cena devastadora que as futas jamais esperavam Golu arrebenta com todas elas e e sai estuprando uma por uma, puxando-as pelas pernas, arrombando, gozando e tirando da frente. Depois de foder com as dez ninjas, o meio-orc consegue se acalmar e vai até Ghislaine, mas por sorte a guerreira estava bem. A Nekojin aponta pra uma caverna e diz que lá dentro Golu encontraria a líder Oni. Ele precisaria conversar a sós, de líder pra líder. Outras ninjas observavam o evento de uma distância segura sem se envolverem. Ainda um pouco puto, Golu segue pra caverna levando alguns espólios da luta.

    golu pós-fúria:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 MnNlstA

    A caverna com uma entrada peculiar, abre magicamente, com espaço suficiente para Golu passar.

    caverna:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 UJ8Yvjq

    Lá dentro ele encontra uma mulher sombria de olhos estrelados e que aparentemente o conhece. Sua voz era bastante sensual e seu jeito de falar era diferente de tudo o que Golu já tinha visto. Ela possuía um ar superior que lembrava um pouco a Deusa Bloodrayne, só que mais sutil.
    - Seja bem-vindo guerreiro Golu. Espero que a recepção de minhas vassalas tenha sido de seu agrado. Um macho viril da sua estirpe provavelmente já estava há muito tempo ansiando por um sexo mais... agressivo...

    próxima meia noite:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 ZhpFwS7

    A mulher se apresenta como Próxima Meia Noite e diz ser a atual líder das Oni e alta-sacerdotisa de Yang, ou Shadowlady para os estrangeiros como ele. Ela estava ciente do acordo entre o guerreiro e a Rainha Demônia Pyria, pois foi informada com antecedência. Nesse momento um associado seu, Saulot, estava negociando com uma futanari dissidente de Edo, (a Capital das Samurais). Essa dissidente, de nome Sol Katti, não apenas era filha da Capitã da Guarda, mas também a paixão da Shogun. Por esse único motivo, ela não podia ser morta por nenhuma samurai. Muitas samurais odiavam essa situação, mas não ousavam desobedecer a Shogun. Visto que o amor entre Sol e a líder samurai era recíproco, uma não poria a outra em risco. A shogun não cairia em qualquer armadilha que as Oni criassem, mas a presença de Golu ali podia ser o diferencial que precisavam pra mudar a balança a favor das Oni. Saulot daria mais detalhes a respeito. Próxima diz estar ciente de que Golu e Saulot tiveram desentendimentos no passado, mas que isso deveria ser esquecido em prol de um objetivo maior. A Sacerdotisa remove suas roupas e se inclina sobre a cama dela.
    - Pra mostrar que nós Oni aceitamos unir forças com você e sua deusa do sangue, eu ofereço meu ânus como amostra de boa fé. Mas se preferir na minha xotinha, eu também vou gostar... (Golu nota que Próxima achou o pênis dele muito grande pra bunda dela).

    oferta:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 4qi4zl4
    bahamut
    Mutante
    bahamut
    Mutante

    Mensagens : 534
    Reputação : 103

    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Empty Re: Golu II (SP) - Bahamut

    Mensagem por bahamut Sex Jul 30, 2021 8:38 pm

    A Conversa com Ghislaine foi muito produtiva. Ela revela como Saulot tem sido importante para elas e que ele tem uma estratégia para destruir as Samurais por dentro. Ghislaine aceita como agradecimento que Golu detone a moral das Samurais e o convida a visitar as Onis no dia seguinte. Com um galpão arranjado para o grupo de Golu descansar, a noite é regada de muito sexo. Homens eram uma raridade e muitas estavam ansiosas e excitadas com a presença de homens ali, ainda mais com o porte que apresentavam.

    18+:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample10

    No dia seguinte, Ghislaine prepara a partida com Golu, dizendo que suas esposas deveriam ficar pois ela já estaria complicando as coisas ao levar Golu. Várias esposas não gostam da ideia e Golu as conforta todas com abraços, beijos e carícias, dizendo a elas que não havia perigo e que elas aproveitassem o tempo fazendo novas amizades. Em seguida seguem pela floresta por algumas horas até encontrarem o local. Lá eles são recebidos por colunas de fumaça se transformando em mulheres encapuzadas armadas com arco e flecha. Ghislaine pediu paciência mas não a tempo, logo sendo alvejada no ombro e Golu na perna. O meio-ogro recebe a flechada com um urro forte. Um urro que não era de dor, mas de fúria! E com muita violência Golu avança contra as figuras que os cercavam, subjugando-as e estuprando-as uma a uma em um frenesi imparável.

    18+:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Warcra10
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 E55fd610
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Megndh10
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 219_al10
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 1d230110
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 84d38f10
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 166aaa10
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 04058610
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 69137710
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 61979110
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Dba41810
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Facce810
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Knchnl10
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample11
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample12
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample13
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample16
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample14

    Depois de se acalmar, Golu checa Ghislaine para ver se ela estava bem e então seguem caminho. outras Oni assistiam a tudo a uma distância segura. Ele ainda estava com os nervos aflorados e a vontade dele era amarrar todas aquelas Onis com os pés nas mãos e depois atar umas às outras e levá-las para si. Mas procurou se conter. Logo ele teria que falar a sós com a líder Oni e Golu não queria abusar.

    O que golu queria fazer 18+:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Ce1c8710Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Samra-10Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample15

    Uma vez dentro da gruta, Golu se encontra com uma bela mulher, sensual e enigmática. Seu jeito e sua voz eram algo que Golu nunca havia visto. Ele se sentiu atraído no ato. Ela se apresentou como "Próxima meia-noite" e saudou o guerreiro, comentando sobre a recepção que teve e como esta lhe deve ter sido agradável. Ela fala sobre Saulot e sua estratégia, comenta sobre a Shogun e sua amante, Sol Katti. Fala que já sabia também sobre a vinda de Golu e o seu pacto com a senhora do Inferno assim como sabe da desavença entre ele e Saulot. Confiante, a bela mulher oferece o seu belo corpo a fim de selar a aliança entre eles, mais precisamente oferece o ânus, mas para Golu a oferta vai além disso.

    Golu: - Aceito a oferta, Meia-noite. Juntos traremos caos, medo e dor para as samurais.

    Golu então se aproxima da bela mulher e a agarra pela cintura, cravando o seu membro no rabo apertado da Meia-noite. Ele coloca lentamente de início e ergue o corpo dela para que ela fique suspensa no ar e ele possa usá-la como um pilão no seu pau, cravando o seu pau fundo e forte no rabo daquela que agora era seu objeto de desejo. Golu prendeu suas pernas no alto, estocando forte por um tempo, depois agarrou-a pelo pescoço e estocou até o talo até encher a barriga dela de porra. Insatisfeito, Golu enterrou forte em sua buceta, metendo freneticamente na fêmea que já orgasmava pela enésima vez com os olhos vidrados e a língua de fora. Ele a virou e contiuou metendo para ver a expressão em seu rosto e se deliciou com os vários orgasmos que ela teve. Por fim ele saiu de dentro dela e a puxou pelos cabelos, fazendo-a tomar toda a sua seiva. Ele ficou maravilhado em como aquela mulher ela bela e mesmo depois de ter sido arrasada por ele, mantinha seus traços delicados e serenos.

    18+:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample17Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample19Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Lfblg10Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 90236a10Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample18Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample20Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Sample21

    Golu se ergue, respirando fundo e aprecia enquanto a moça recupera as forças. Sua bunda não para de expelir a porra do meio-ogro em meio a espasmos e ela limpa o rosto lambendo os dedos cheios de sêmen de macho. "Ela seria uma boa esposa" pensa Golu enquanto a moça se ergue.

    Meia-noite: - Você realmente é grande e forte como me disseram. Aqui não temos muito contato com homens e fico feliz que tenha sido você a vir. A tempos não tenho tanta virilidade à dispor por aqui.

    Golu: - Golu gosta que Meia-noite também goste. Golu está pronto para a ação. Assim que Saulot regressar, Golu quer saber detalhes para pegar Samurais desprevenidas. Até lá, Golu está a disposição de meia-noite.

    Golu olha mais uma vez para aquela bela mulher. A fúria que ele teve a pouco o deixou excitado com tesão por sexo violento. Ele está louco para pegá-la pelo pescoço e enfiar a vara no cu dela com toda a força a ponto de fazê-la perder a consciência por alguns instantes e regurgitar a porra vinda de seus intestinos.
    Sailor Paladina
    Mutante
    Sailor Paladina
    Mutante

    Mensagens : 732
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Empty Re: Golu II (SP) - Bahamut

    Mensagem por Sailor Paladina Qua Set 01, 2021 6:42 pm

    No dia seguinte, após os acertos diplomáticos, Golu passeia pela vila secreta das Oni quando Ghislaine aparece acenando pra ele. A guerreira diz a Golu que Saulot havia retornado e trouxera a tal Sol Katti consigo. Ele se encontrava no templo e já havia sido informado que Golu, muito para a sua surpresa, estava ali. Golu segue com Ghislaine pro templo, que na verdade era improvisado dentro de uma caverna. A entrada era enorme o suficiente assim como o teto para que Golu entrasse confortável. Lá dentro, o local iluminado apenas por velas, Saulot dava seu sermão diário para as Oni para que seguissem à risca os preceitos de Shadowlady: Lealdade, verdade e impiedade contra seus inimigos. O Abraço das Trevas salva. A morte é o começo da vida eterna. Ao ver Golu, Saulot dispensa as assistentes, e chama o meio ogro junto com sua amiga para conversarem na sala ao lado. Saulot diz que nunca esperou que encontraria Golu novamente e que mesmo após as rusgas que tiveram no passado, ele não guardava qualquer rancor. Inclusive perguntando como estava o guerreiro e se Karthak ainda existia. Após ter se refugiado em Parsek onde passou alguns meses, Saulot recebeu um sinal de sua Deusa, convocando-o pra Asamura, a fim de ser um guia para jovens futas que lutavam contra um governo opressor liderado pela Deusa Mitz. Extasiado com o chamado, ele partira imediatamente e tem vivido ali desde então.
    - A Rainha Pyria disse que maquinava um plano pra tirar as samurais do poder, só nunca imaginei que envolveria você. Na verdade, estou muito mais confiante do sucesso dessa missão com você por aqui.

    saulot:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 NV7satv

    Saulot reitera Golu da situação e diz que conseguira contato a suposta amante da Shogun. Sol Katti era uma ninja futanari muito esperta e inteligente, porém, para desgosto de sua mãe futa, era submissa e de gostos simples. Sol havia dito que a Shogun samurai jamais iria deixar seu palácio sem a certeza de que não seria atacada pelas Oni, e ela própria não tinha como garantir essa segurança. A Rainha Pyria não podia se envolver pessoalmente, pois havia a filha de Mitz em jogo: Belldandy, Embaixatriz do Reino dos Céus, presente a todo momento no palácio. Uma luta entre as semideusas causaria problemas além do necessário e Golu mesmo poderoso não poderia realisticamente vencer uma divindade. A ideia era manter isso tudo entre os mortais. Sol Katti ama a Shogun e não arriscaria a vida do seu grande amor mesmo que houvesse a menor chance de falha. Saulot revela que quando foi conversar com Sol, ainda não sabia sobre Golu e apenas disse a ela o que a Rainha Pyria havia lhe dito pra dizer: "Convide-a para a vila secreta das Oni e lá ela receberá a garantia que tanto procura". Apenas havia seguido as ordens com afinco.
    - Imagino que a sua chegada oportuna seja a tal garantia. Vamos até a futa e esperar pela Rainha...

    Golu, Saulot e Ghislaine saem do templo e caminham até a área de treinamento onde percebem a tal Sol Katti se divertindo com algumas futas. Ela não para de transar nem mesmo enquanto conversava com os recém chegados.

    sol katti:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 N3GLCyW

    Saulot apresenta Golu e Ghislaine.  Sol ignora Ghislaine, mas fica extasiada com a visão de Golu, não apenas pelo tamanho dele, como o tamanho do seu membro.
    - Caralho...!  Botei fé no monstrengo ai! Mhm... mete mais forte, tou quase gozando sem usar as mãos... humm.

    Saulot diz que talvez o plano da Rainha fosse exatamente esse, ter Golu como segurança pra levar Sol Kattie a Shogun Amakusa pra longe de Asamura. As duas possivelmente viveriam em outro reino. Enquanto chupava uma rola, Sol Katti faz comentários pertinentes sobre tal ideia: O problema de fugir é que os reinos vizinhos eram todos problemáticos: Minoara era famoso por capturar futanaris em seu território, enquanto os outros: Jalakow e Al-kamal possuíam tribos diferentes de futas que não aceitava a presença de asamurenses por lá. O Vale das Almas estava fora de cogitação. Thirnak, Onduth e Khas Modan, seriam opções viáveis se a Shogun não tivesse cortado relações com seus representantes de forma hostil. A futa ainda diz que não iria simplesmente embora de Asamura sem ter sua vingança completada:
    - Minha mãe futa, a Capitã da Guarda Minerva. Ela me humilhou publicamente e eu quero devolver o favor.

    Sol olha pra Golu e propõe um plano em que ela serviria de isca pra atrair sua mãe-futa pra fora da Capital, ela sofreria uma emboscada e o grandão ali, comeria o cu dela. Mas não a mataria! Bastava que ela assistisse a mãe-futa sendo enrabada, igual fez com ela. Minerva era muito arrogante e isso destruiria seu orgulho.
    - Eu tentei chamar as Oni pra fazer esse plano, mas elas seguem Yang e essa deusa não permite traição, mentiras e coisas do tipo! Quando padre ai falou que eu teria a garantia que tanto quis, resolvi vir dar uma olhada. Que tal?

    Ghislaine pede pra falar baixinho no ouvido de  Golu e diz que ele devia meter fundo no cu dessa Sol pra "selar o acordo". Saulot diz que a ideia parecia perigosa e confirma que devotas de Shadowlady jamais compactuariam com ardis daquele tipo, porém Golu e Sol eram livres pra agir como bem entendessem. Então o plano era esse: humilhar Minerva pra garantir o apoio de Sol Katti e enquanto as Oni juntamente com o exército de Golu causavam o caos na Capital, Golu levava o casal em segurança pra longe de Asamura. Sem a Shogun, a Capital eventualmente cairia e as Oni tomariam o controle, caso tudo desse certo. Golu teria que voltar pra vila e conversar com suas esposas e aliados sobre os planos, quem iria pra onde e com quem. Apos tudo resolvido ali, Saulot pede um minuto a sós com Golu, pois queria lhe apresentar alguém. Depois de se afastarem, Saulot diz que enquanto estava em Parsek encontrou alguém cuja descrição batia com as histórias de Golu em Karthak. Essa pessoa era uma escrava bastante mal tratada pelo dono. Na falta de Sibil, seu leal servo, Saulot decidiu propor a compra dessa escrava e a trouxe consigo pra Asamura.
    - Tenho certeza que ela vai adorar te rever. Digamos que esse presente seja uma compensação por tudo que te fiz passar em Karthak...

    Saulot aponta pra distância próximo a um lago onde uma moça de aparência muito familiar o vê e acena. Uma chuva fina começa a cair e engrossar, fazendo com que Saulot deixasse o casal a sós.

    lynn:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 CLCmqDK
    Conteúdo patrocinado


    Golu II (SP) - Bahamut - Página 5 Empty Re: Golu II (SP) - Bahamut

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Set 17, 2021 7:27 am