Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    A maldição - O jogo

    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1904
    Reputação : 83
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A maldição - O jogo - Página 5 Empty Re: A maldição - O jogo

    Mensagem por Nimaru Souske em Sex Set 11, 2020 11:46 am

    Com o ataque final de Lúthriel, e os ataques de Lenna para confirmar a morte, a madre pode guardar sua arma e analisar o estado que havia ficado o corpo daquele estranho ser. Limpou sua arma caso tenha ficado algum resquício daquele zumbi e a guardou.

    Não ia deixar ninguém abençoar seus pertences com falsas crenças.

    - Não se preocupem. Falou para Oeric.- Por algum motivo curioso a maldição parece não surtir muito efeito em mim.

    Lenna expõe seu ferimento para que os outros pudessem olhar e vê-lo sem manchas negras.

    - Tenebra me guarda contra tudo e não iria deixar algo tão fraco me sujar. Ela parecia feliz pelo que acabara de presenciar e sentir em seu corpo. Aquilo parecia confirmar ainda mais seu sonho e o fato de que a própria deusa teria a escolhido.

    Com a chegada da herbolária, Lenna se distancia um tanto para não presenciar aquela idiotice. Permanecia calada para que não gerasse nenhum conflito, por mais que sentisse uma pequena vontade de rir diante daquelas palavras vazias para ela.

    Lenna olha para as companheiras e demonstra confiança.

    - Desculpem a demora, estava quitando algumas dívidas que fizeram comigo. Revela a maça em sua cintura. - Agora vamos floresta a dentro, que Tenebra nos abençoe.
    Mystic Stranger
    Samurai Urbano
    Mystic Stranger
    Samurai Urbano

    Mensagens : 142
    Reputação : 57

    A maldição - O jogo - Página 5 Empty Re: A maldição - O jogo

    Mensagem por Mystic Stranger em Sex Set 11, 2020 12:16 pm






    Leyka

    Quando finalmente mataram aquele ser, que um dia foi uma criança, Leyka se aproximou das suas companheiras. Viu mais de perto o corpo, que agora estava completamente irreconhecível e olhou para Lenna que analisava o seu ferimento e disse que nada lhe tinha acontecido e que se encontrava bem. - Isso é uma boa notícia!  

    Viu os outros chegarem e dizerem para se afastar, e todo aquele exagero de sempre. - Dizem quem tem medo, é os primeiros que se vão. - “Esses com certeza seriam esmagados se não fosse por nós…” Deu uma leve torcida pelo cheiro do incenso e fingiu ter se distraído, indo para perto das árvores. Estava vendo qual caminho deveria seguir a partir dali. - Ja que terminamos aqui e vocês iram ficar, vamos seguir adiante e descobrir de uma vez o que está acontecendo lá dentro.  Até a volta!







    Hylian
    Troubleshooter
    Hylian
    Troubleshooter

    Mensagens : 752
    Reputação : 98
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    A maldição - O jogo - Página 5 Empty Re: A maldição - O jogo

    Mensagem por Hylian em Sex Set 11, 2020 2:15 pm










    lúthriel nightweaver






    **




    Luthriel estava muito satisfeita com seu ataque certeiro, derrubara a criança-sem-vida e tomada pela maldição, finalmente acreditando que traria um pouco de paz e calmaria pelo menos por enquanto, já que ainda tudo parecia tão longe de acabar e ela e suas companheiras ainda teriam que invadir a floresta em busca de respostas.

    Sem muita paciência, quase beirando ao zero, ela manteve-se próxima de suas companheiras e não muito longe da criatura. Não tinha ainda absoluta certeza de que aquele filhote de belzebuh estivesse derrotado por fim, afinal, se tratava de uma criatura aparentemente sem vida, que voltara do mármore do inferno para atazanar aqueles que ainda possuíam vida. Em silêncio, como era de costume, afinal sua voz era pouco ouvida até mesmo por suas colegas de aventura, ela assentiu quando as duas acharam que era hora de ir para a floresta e fora a primeira a dar as costas, ignorando os demais, seu interesse agora era desvendar os mistérios daquele lugar. De adagas bem firmes nas mãos, a ladina não abaixaria a guarda até que estivesse segura de fazê-lo.

    Luthriel buscou dentro de si um meio para que não se perdesse naquele lugar tão sombrio, ao lado de suas companheiras, ela se mantinha a alguns passos a frente de modo a certificar-se que tudo estava bem.





    Raijecki
    Adepto da Virtualidade
    Raijecki
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1532
    Reputação : 118
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    A maldição - O jogo - Página 5 Empty Re: A maldição - O jogo

    Mensagem por Raijecki em Seg Set 14, 2020 2:23 pm

    A Maldição - XXII






    - Não, não é necessário senhorita madre... - Dizia Oeric ao notar que a madre começava a desabotoar a roupa para mostrar os resquícios do ferimento causado pela criança zumbi anteriormente. - Apenas vão de uma vez, estamos torcendo para que tenham sucesso, nossa vila depende disso.

    Então as corajosas aventureiras partiam floresta adentro, se protegendo como podiam dos ventos congelantes que cortavam suas peles desprotegidas sem a ajuda da roupa. Como uma elfa, se guiar nestas ocasiões era algo natural para Lúthriel Nightweaver, e ela apenas retificava aquilo tudo. Ela tomava a frente guiando suas amigas por uma trilha de alguns rastros de pegadas e de sangue até encontrarem - após algumas boas horas - uma clareira, onde ficavam algumas barracas já congeladas bem como alguns corpos - tanto de cavalos quanto de humanos - também neste estado.

    Pela percepção das mesmas, já fazia um tempo em que aquela cena se realizara, talvez mais de um mês pelo estado necrosado dos corpos, mesmo que ainda preservados pelo gelo.

    A maldição - O jogo - Página 5 LiZHXbm  

    Em uma das barracas havia um rasgo estranho, parecendo vir de dentro para fora, uma análise facilitada pelo congelamento do tecido. Haviam também alguns pergaminhos retratando o que pareciam ser diários daquela "companhia" de cavaleiros. Mas o que mais chamava atenção da madre eram os símbolos pintados tanto no fim das cartas quanto no lacre de cera de vela avermelhado. Era o mesmo simbola de uma mão negra que ela encontrara no porão de Rochar, no pano sujo que enrolava sua nova e poderosa arma.

    A maldição - O jogo - Página 5 7e6OLcG

    Os documentos estavam em estados deploráveis devido ao tempo em que eram expostos, mas algumas escritas eram visíveis. Elas descreviam que aquela companhia havia passado por vila madeira, que a madre e suas colegas lembravam ser a mais afastada das vilas segundo o mapa que detinham, e estavam acampando a espera de se encontrarem com seus superiores para dividirem suas mercadorias. Todas as cartas terminavam do mesmo jeito, com aquele símbolo e uma frase:

    "Á Mão Negra o que pertence á Mão Negra."    

    Mais ao longe, elas conseguiam observar que havia uma espécie de construção de pedra, parecida com uma torre, alta, ela poderia ser notada com suas pontas brancas de neve que as cobriam por entre as árvores. Cansaço, fome, frio, tudo isso era sentido pelas mesmas, já que viajavam durante todo um dia seguindo as trilhas e ainda não haviam sequer acampado. Uivos de lobos eram ouvidos por todas as direções, e então alguns murmúrios e grunhidos também. Estava muito escuro para poderem observar mais do que a luz do luar majestoso as revelava.


    Off: Seguinte, vocês podem investigar melhor o local, analisar melhor os documentos descobertos, ou seguir a diante. A questão é que vocês estão com fome, frio e cansados pela viagem, então vão ter de rolar sempre um teste de sobrevivência e constituição caso falhem ou não resolvam acampar para se alimentarem, e aí terão penalidades. 


    Iniciativa:
    @Hylian - Lúthriel Nightweaver
    @Nimaru Souske - Lenna
    @Mystic Stranger - Leyka

    Estado atual:
    Madre:
    CA 13
    PV total: 17
    PV atual: 15

    Mapa da Região:

    A maldição - O jogo - Página 5 CLzvmYI

    Mapa da Vila:

    A maldição - O jogo - Página 5 IhJNY4e



    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade
    Nimaru Souske
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1904
    Reputação : 83
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A maldição - O jogo - Página 5 Empty Re: A maldição - O jogo

    Mensagem por Nimaru Souske em Seg Set 14, 2020 9:05 pm

    Lenna volta a abotoar sua roupa e parece desdenhar do que o homem havia dito.

    - Vamos, então. Falou às outras mulheres.

    Tentava se guiar pela floresta gelada, mas vendo que a elfa sabia muito mais como andar por aquele local, preferiu seguir aquela liderança. Andaram durante algum tempo até que a madre avistou, junto às outras, aqueles corpos.

    - Ao menos isso nos mostra que estamos no caminho certo para encontrar o que quer que esteja causando tudo isso.

    Lenna se aproxima dos corpos e tenta analisá-los para, quem sabe, conseguir mais alguma informação importante. Vasculha as roupas e bolsas ali presentes e da uma olhada nos corpos para ver se encontra algo além do gelo e de, possivelmente, as marcas escuras.

    Já na barraca, após averiguar o local e notar aquelas marcas, a madre decidiu que seria importante deixar todas cientes do que parecia ser uma coincidência.

    - Vocês já viram esse símbolo antes? Olhou para ambas. - Eu não havia tido contato com isso até hoje mais cedo, quando fui na casa de Rochar e vi esse simbolo por lá. Até mesmo encontrei essa arma e a trouxe como forma de pagamento e também como uma pista caso pudesse ajudar em algo nossa investigação aqui.

    Lenna Kirch guarda alguns papeis que eram legíveis em seus bolsos, caso pudesse usar futuramente, e também pensa sobre a possibilidade de visitar essa vila madeira para entender melhor quem eram aquelas pessoas que encontraram ali mortas.

    Encarava a construção de madeira.

    - Não sei o que vale menos a pena, ficar aqui no frio ou nos arriscarmos naquele lugar...

    Já sentia o cansaço e a foma lhe perturbarem, mas tentava não transparecer isso.
    Mystic Stranger
    Samurai Urbano
    Mystic Stranger
    Samurai Urbano

    Mensagens : 142
    Reputação : 57

    A maldição - O jogo - Página 5 Empty Re: A maldição - O jogo

    Mensagem por Mystic Stranger em Ter Set 22, 2020 4:57 pm






    Leyka

    Lúthriel, a elfa. Parecia às guiar muito bem pela floresta adentro, algo bom pelo menos. Ja que estava frio e o na nariz de Leyka se encontrava vermelho. Após um tempo andando em total silêncio, chegaram em uma clareira e o que encontraram não podia ser diferente.  A morte havia passado por ali e não tivera pena dos que estavam acampados ali.  

    Encanto investigavam o que podiam por ali, Lenna falava sobre onde tinha visto aquela marca. Leyka, nunca havia visto aquela marca. Essa seria a primeira vez que havistava, talvez se procura-se em sua memoria algo assim.

    Depois de um tempo ali, elas precisam descansar. - Acho que é uma ideia melhor estarmos dentro de um local, do que fora. O frio parece está nos castigando, então vamos nos aventurar naquela construção e comer um pouco. Talvez, tenhamos mais algumas resposta por la.







    Hylian
    Troubleshooter
    Hylian
    Troubleshooter

    Mensagens : 752
    Reputação : 98
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    A maldição - O jogo - Página 5 Empty Re: A maldição - O jogo

    Mensagem por Hylian Ontem à(s) 3:55 pm










    lúthriel nightweaver






    **




    Lúthriel Nighweaver era o seu nome e a verdade era que a elfa detinha muito orgulho de si mesma e de sua linhagem. Seus pensamentos iam longe, enquanto seu corpo parecia mover-se em modo automático resistindo aos malefícios daquela floresta congelante.  Forçava sua visão perante aquele lugar mal iluminado pela noite, ainda que sua visão de elfo lhe fosse de grande vantagem sobre os demais.

    A elfa sentia a brisa gélida ricochetear seu rosto como chicotes que desenhavam lindos cortes em sua face, podia até mesmos sentir a ardência da fina crosta de gelo incomodar seu rosto e de vez em quando chacoalhava a cara e os cabelos para expulsar a grande quantidade de gelo que se aglomerava entre os longos fios de sua cabeleira.

     Isso te mostra? – ela perguntara a Lenna de forma retórica, já que sentia nenhuma vontade de realmente conversar naquele momento. Talvez Lúthriel fosse pessimista demais, ou talvez seu realismo fosse mal interpretado.

    A elfa guiou os demais pela trilha, o que pareceram horas, talvez dias caminhando por um caminho branco de puro gelo e neve até que finalmente encontraram o que parecia ser um acampamento, mas era tarde. O acampamento não havia resistido as leis da natureza e agora pareciam apenas esculturas congeladas do que antes tinham vida. Corpos necrosados tanto de cavalos como de humanos estavam por ali, ao menos estavam quase intactos pelo gelo e seus corpos não fediam. Lúthriel aproximou-se da madre também curiosa por uma das barracas que continha certos documentos que pareciam ser interessantes, resolveu que poderia encontrar algo de útil naquele cemitério congelado. –
    Que símbolo é este? – ela perguntou a madre.

    Lúthriel ouve que a companheira Lenna já havia visto tal símbolo anteriormente, mas igual a mesma continuava em uma dúvida triste sobre do que se tratava. Mas então eles perceberam que havia uma espécie de torre logo adiante. –
    AAcho que o melhor a fazer é levarmos tudo o que for importante lá para dentro, onde poderemos nos aquecer e buscar com mais calma... Concordo com Leyka...

    Uma vez que haviam decidido onde passariam as próximas horas, talvez. A elfa pegou o máximo de documentos e objetos que achou ser importante daquele lugar e rumou até a torre, onde poderia descansar um pouco daquela floresta que mais parecia o inferno congelante da Sibéria.



    Conteúdo patrocinado


    A maldição - O jogo - Página 5 Empty Re: A maldição - O jogo

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Set 25, 2020 8:32 pm