Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Em Ĵevurá

    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2691
    Reputação : 124
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Christiano Keller em Ter Jun 16, 2020 12:05 am

    Ka,

           A conversa com seu colega mercador parecia fluir bem. Borêa Auror realmente parecia ser um homem que conhecia as armas, porém após 98 anos de guerra todos sabiam alguma coisa. A ideia que Ka tinha com o martelo ainda era meio exótica, assim como o uso de qualquer arma desbalanceada. A ideia final ainda precisava de alguns testes, mas foi de algo vindo de tanto martelar na forja. O jogo era relativamente simples, consistia em bater em bolas com o martelo. Era algo rudimentar mas se parte da coisa funcionar, teria uma formar bater numa bola e a mandar para a direção de um alvo. Seria uma forma diferente de catapulta ou trabuco, talvez possa fazer algo com mais mobilidade que uma catapulta e que cause um maior estrago para magos mais fracos, aumentando assim a força de ataque em geral. Era óbvio que um mago muito forte poderia derrubar os inimigos com magia, mas centenas não eram tão fortes e talvez possam lançar bolas bem longe com seu poder mágico.
    Ilustração do jogo:
    Em Ĵevurá - Página 8 330px-Modern_croquet_equipment
           A conversa com então precisava de alguns comentários Ka:
           - Sabe Borêa Auror, venderemos para aqueles que compram o padrão, mas se precisar de algo exótico, sabe onde encontrar. Se este martelo conseguir fazer o que pretendo, pedidos assim podem aparecer por ai. São apostas que a gente faz na vida. Como essas das dívidas, no entanto em algum ponto as pessoas não terão como bancar as dívidas para os estados e isso pode levar à ruína. Você como bom mercador sabe o custo do dinheiro, a perda de oportunidades e tudo o mais. Ka conversa um pouco mais com Borêa Auror e depois segue para ver suas próprias coisas. Borêa Auror, espero encontrar com você mais vezes ou que pelo menos encontre com meus sócios. Acho que vai chover logo, creio que é uma informação importante para as pessoas da região. Evite as baixadas no caminho de casa. Ka gostou do comerciante e em um gesto de boa fé conta sobre a chuva para ele. Talvez ele precise de apenas um empurrão com a visão de que há pessoas com boa fé neste mundo para fazer a coisa melhorar. Ou talvez não, apenas seja um safado. De qualquer forma, Ka tinha esperança de que ele poderia comprar armas de seus sócios em Jeruva.

           Os amigos logo retornarão para a Vila e devem partir para evitar a chuva. Ka então busca preparar as coisas para seguirem viagem assim que possível. Pelo rabo do olho, prestava atenção em Mortalha, não queria mais encrencas e poderia acontecer algo com aquele monte de pelos que ela arrumou. Azriel e Nadhull também estavam na cidade, mas era fácil de ver os dois, a cidade entregava fácil a posição deles.
    DariusNovadek
    Cavaleiro Jedi
    DariusNovadek
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 230
    Reputação : 3

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por DariusNovadek em Qua Jun 17, 2020 4:11 pm

    Kate mantém-se firme, sem recuar enquanto eles se aproximam, porém não tenta fazer movimentos bruscos, estava ali para conquista-los, e não derrota-los. Assim que o Semëk tenta chegar mais perto do lado dela, Kate se aproxima devagar do mesmo, mas sem receio. (vamos dizer então que é o 1)

    Pega um pouco de sua ração de viagem, coloca em sua mão, e estende até ele.

    Caso algum outro tentasse chegar perto Kate apenas olharia para o Semëk, não se intimidando.
    Pikapool
    Mutante
    Pikapool
    Mutante

    Mensagens : 698
    Reputação : 35

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Pikapool em Dom Jun 21, 2020 6:21 am

    A alegria só pode brotar de entre as pessoas que se sentem iguais!
    A comunidade era simples. Mal chegávamos e o burburinho começava. Parece que mais uma vez a atenção de todos voltava-se para nós. Logo o comentário de Nadhull fazia-me receosa. Olhei de canto de olho desconfiada que uma nova magia fosse lançada.

    - Sim, sim. Melhor encontrarmos os outros. - Disse acelerando para evitar qualquer surpresa mágica.
    Malz a demora.
    Leomar
    Adepto da Virtualidade
    Leomar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1644
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Leomar em Dom Jun 21, 2020 11:47 am

    fazendo um teste geral de reação aqui, vou considerar toda vila como dois blocos
    Leomar efetuou 1 lançamento(s) de dados Em Ĵevurá - Página 8 D12 (d12.) :
    1
    Leomar efetuou 1 lançamento(s) de dados Em Ĵevurá - Página 8 D12 (d12.) :
    7
    Leomar
    Adepto da Virtualidade
    Leomar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1644
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Leomar em Dom Jun 21, 2020 1:27 pm

    Os olhares não parecem bons, alguns parecem curiosos, outros vão se afastando da praça principal (nem chega ser bem uma praça, mas o meio da vila é todo de terra bem batida, que ramifica para outras trilhas de terra batida), alguns ficam perto de suas carroças e barracas. Basicamente é o equivalente a entrarem em casa e fechar as janelas, se houvessem casas por ali.

    Apenas algumas crianças (que são meio sem noção mesmo) continuam rindo ou olhando com curiosidade para Azriel, um ou outro humano esboça algum sinal tímido de cabeça, ninguém chega realmente a fazer um cumprimento, muitos reparam sem interesse ou disfarçam um olhar de "oh lá em casa!"

    Nadhull a princípio dá uma rápida corrida de olhos, buscando alguém para lhe ajudar com o braço. Como a vila era basicamente um "mercadão" não é difícil localizar rapidamente dois cujas barracas/tendas pareciam de raizeiros (um era um humano de pele escura, mas não totalmente negro como as pessoas de Jod e outra era uma senhora de aproximadamente 50-55 anos e baixa estatura, ambos com roupas bem simplórias) e também certo movimento ao lado da única estalagem dali onde um homem estava costurando outro, e outros com jeito de estropiados pareciam fazer uma fila (o cara que estava dando pontos usava capuz e não dava pra ver o rosto de longe, mas parecia ser um macho humano, altura e peso médios).

    Nenhum grupo estava se destacando muito, até que vocês houvem uma voz áspera às costas, mas os dois se viram, pois aparentemente era com vocês:

    - Mitágilà angelus moicötira ju aïti-aketejaneráa? Gorbire!

    Nadhull não sabia Yrdok, mas "angelus" certamente se referia a Azriel, e aparentemente não eram pessoas satisfeitas por a verem ali.

    Só para Azriel, que fala Yrdok:
    - Qual anjo (ou que tipo de anjo) se sujeita a amaldiçoar-se seguindo ao lado de um ser das trevas? A última palavra "gorbire" não era Yrdok, talvez fosse uma gíria ou algo de outro idioma, mas não parecia ser boa coisa.

    Quando se viram, percebem três humanos olhando para vocês com desprezo, dois estavam de armadura, um loiro e um ruivo.
    Em Ĵevurá - Página 8 C3ff8416fcf498751d1e71bac919d9ca
    Em Ĵevurá - Página 8 8e412dad35e265e794bc524f81129853

    off: @Dycleal e @Pikapool façam um teste de Heráldica, o alvo de Azriel é 11 e Nadhull é 10, se tirar mais que isto não identificaram nenhum símbolo que indique de onde eles viriam.

    ***

    Ka tinha pensamentos nada ortodoxos sobre possibilidades engenhosas de se usar magia, mas provavelmente isto não interessaria Borêa, que mesmo que vendesse armas para possiveis magos, não tinha cara de alguém com o dom. A conversa termina promissora, com Borêa confirmando que ia ver o que tinha na forja. O mercador diz que há um tempo não encontra ninguém que tenha feito um pedido mais exótico, mas que não tem dificuldades de encontrar compradores para uma arma exótica já pronta. Para facilitar ainda mais, ele pergunta se os parceiros de Ka também são alfabetizados, e dispõe a mandar um pombo para Ĵevurá.

    Quando comenta da chuva, Borêa Auror olha cético para o céu, diz para Ka que não leva muita fé nas previsões de astrólogos, e prefere acreditar no voo dos pássaros para prever chuvas, mas agradece assim mesmo. Vendo que Ka tinha uma bolsa de ervas, Borêa ainda oferece para completá-la, era um presente com valor simbólico (off: coloquei na sua ficha as ervas que ele deu).

    De longe dava para ver os amigos alados entrando na vila, porém não dava para ouvir o que falavam, parece que os dois pararam para conversar com alguns humanos.

    Mortalha começa desembaraçar um pouco os pelos do cachorro, pensando onde poderia lavá-lo, talvez fosse útil passar uma faca ou tesoura dos tufos mais embaralhados.
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2691
    Reputação : 124
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Christiano Keller em Seg Jun 22, 2020 4:35 am

    Ka,

           Imensamente agradecido pelo gesto de Bôrea, Ka observa o homem e pensa em fazer um presente para ele. Ainda teria que fazer uma coisa, certamente precisará da forja mas não deixa de observar o homem. Talvez uma faca com linhas guia possa ser algo pequeno e interessante que represente um bom presente. Com material do animal já tinha como fazer a parte do punho, um pouco de metal para a faca poderia ser bom. Talvez algum material local para ser fácil de conseguir e historicamente relevante possa ser bom. A sugestão de Bôrea para observar os pássaros foi muito boa, uma dica que pode ser relevante para as habilidades de sobrevivência de Ka.
           Em meio a pensamentos de como presentear Bôrea, Ka deixa o local em que estavam conversando para vigiar suas próprias coisas. Mortalha estava lá cuidando do cão pensando em um banho e Ka está pensando se ela gostaria de uma tesoura ou uma faca para lidar com o pelo. Os dois voadores chegaram e estão conversando com alguém. Será que Ka deveria usar algum tipo de bandeira? Muitas casas usam suas próprias bandeiras, talvez Ka deva usar a sua também, como marca de seu negócio. Aquilo seria muito mais fácil para ajudar a pessoas como Bôrea a reconhecer suas instalações e seus feitos.

           Com um olho em cada coisa relevante por ali, Ka tenta alinhar seu ponto de vista para poder ver de forma fácil a carga, Mortalha, Azriel e Nadhull. Não havia visto Kate até o momento. Ela poderia estar se dando bem ou mal. Uma preocupação aumenta por instantes, mas restava apenas aguardar. Se acontecer algo com alguém, Ka poderá ajudar. Talvez com o banho do cão, ou chamar os voadores, ou até mesmo encontrar Kate. Até lá, apenas organiza as coisas da viagem e pensa numa faca para Bôrea.

    Imagens ilustrativas de facas para Bôrea:
    Ka pensa nos modelos, algo fácil, simples, barato de fazer. Certamente algumas ideias serão descartadas, mas servem de inspiração para o momento.
    Em Ĵevurá - Página 8 Ra-m7s42-m5s4
    Em Ĵevurá - Página 8 RBVaJFllqdqABW11AANsClqXNEs591
    Em Ĵevurá - Página 8 Vintage-Randall-Made-Knives-Model-13-6-Small-_1
    Em Ĵevurá - Página 8 Fillet-knives-thumbEm Ĵevurá - Página 8 Bread_thumb
    Em Ĵevurá - Página 8 RawqH
    Em Ĵevurá - Página 8 Swordofomens
    Pikapool
    Mutante
    Pikapool
    Mutante

    Mensagens : 698
    Reputação : 35

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Pikapool em Qua Jun 24, 2020 2:41 am

    A alegria só pode brotar de entre as pessoas que se sentem iguais!
    Quase que de imediato volto-me para a direção da voz. Três homens nada simpáticos estavam de implicância com quem eu escolhia como minha companhia.

    - Não compreendo onde está o problema, caro amigo. - Respondo sorridente. - Primeiro, não creio que desconhecidos possam vir a se intrometer em minha vida. Segundo, estamos em uma missão da corte dos milagres. Então não tenho tempo para qualquer banalidade. Então, peço encarecidamente que nos deixe seguir com nossos afazeres em paz. Pois não disponhamos de muito tempo. - Completo assentindo com a cabeça. (Digo tudo em Yrdok)

    Prevendo que aquela hostilidade poderia vir a tornar-se algum inconveniente, tento apressar Nadhull para sairmos logo dali.

    - Vamos, Nadhull. Temos que encontrar os outros o mais breve possível. - Concluo puxando-o pelo braço.
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7083
    Reputação : 147
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Dycleal em Qua Jun 24, 2020 2:59 am

    Nadhull compreendendo as intenções da anja, concorda, com um sinal de cabeça e diz se adiantando: - Isto, vamos logo que o tempo urge.
    Leomar
    Adepto da Virtualidade
    Leomar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1644
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Leomar em Qua Jun 24, 2020 12:05 pm

    O cara faz mais cara de nojo, cospe no chão perto do pé de Azriel e continua ainda em Yrdok:

    - Sua maldição é então ainda mais completa. Além de aliar-se ao traidor* sujeita alinhar-se à escrota corte de magia negra?! Segue como Ades* rumo ao inferno.

    *O traidor no caso deve ser Piro, o ressentimento de muitos ajrenses por Piro ter abandonado as doutrinas de Anĝelina é grande. A referência a Ades é porque ele também já foi leal a Anĝelina, mas resolveu abandonar tudo que a Sagrada Conduta representava para usar magia negra e obter poder. Ades é o deus da morte, tinha falado mais dele na outra mesa, nesta ainda não falei muito, mas se quiser depois eu faço um resumo.

    O ruivo fala algo baixo para o cara loiro, que parece ponderar e depois fala:

    - Quero ver o que vai acontecer quando os anjos souberem que uma deles está amaldiçoando toda a raça.
    DariusNovadek
    Cavaleiro Jedi
    DariusNovadek
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 230
    Reputação : 3

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por DariusNovadek em Qua Jun 24, 2020 4:49 pm

    Kate leva uma patada do Semek, porém faz o máximo para não demonstrar algum resquício de dor, automaticamente da um tapa na cabeça do mesmo, não era pra machucar, e sim para intimida-lo, ela estava ajoelhada, mas se levanta e aproxima um pouco mais do Semek.

    - Estou te ajudando, Druzu! Vê se você se comporta dessa vez.

    Pega mais um pouco da ração e oferece a ele.

    OFF: Rola intimidação ai kkk
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 4534
    Reputação : 43
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Srta. Moon em Qua Jun 24, 2020 6:29 pm

    -Só desta vez...
    Tirava de sua mochila um pedaço de sabão, cortava sua ponta e guardava o resto, pegou uma roupa qualquer para secar a criatura, depois do banho forçado. Seguiu para o veio de água, chegando lá tratou de colocar o Cusco na água e tão logo a ensaboa-lo, tentava dar um trato na criatura arrumando seu pelo, gastou o tempo necessário dando uma geral no Cusco, logo que estive-se satisfeita com o serviço começaria a seca-lo e seguir para perto dos demais do grupo.



    OFF: dar um banho no Cusco lá no tal lugar grátis.
    Pikapool
    Mutante
    Pikapool
    Mutante

    Mensagens : 698
    Reputação : 35

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Pikapool em Qui Jun 25, 2020 1:27 am

    A alegria só pode brotar de entre as pessoas que se sentem iguais!
    Após a cusparada volto-me para o loiro e o encaro. E logo prossigo com a conversa em Yrdok.

    - Você não me conhece. Então quem lhe outorgou o direito de me julgar? Cuida de teus próprios pecados, humano. - Estava realmente incomodada por ele intervir em minhas crenças.

    Apesar de todo pacifismo, estava pronta para punir aqueles que faziam pouco de meu deus e sua doutrina. Logo o ruivo interveio, mas o loiro ainda prosseguiu.

    - Quando tais anjos vierem, eu, Azriel Morningstar, estarei pronta para demonstrar-lhes as minhas convicções. - Proferi meu nome para saberem que não tinha medo e permaneci voando diante dele encarando-o determinada.
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7083
    Reputação : 147
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Dycleal em Qui Jun 25, 2020 3:29 am

    Nadhull entende que o momento é de tensão e que sua presença deve piorar as coisas e por isso se mantêm afastado e ao mesmo tempo pronto e atento, mesmo com uma pequena distância, para interferir se colocarem em risco a vida e a integridade física da sua amada.
    Leomar
    Adepto da Virtualidade
    Leomar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1644
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Leomar em Sab Jun 27, 2020 5:33 pm

    Kate

    Os lagartos não demonstravam querer ceder, Kate começa ficar em dificuldade. Ela bate na cabeça de um, que mostra os dentes. O semëk que estava a direita do primeiro tem menos paciência, e pula em frente a Kate, empurrando e dando uma cabeçada no primeiro semëk, como a dizer que ele é mole demais e que agora um líder de verdade vai tomar conta do grupo. Ele avança sobre Kate, com suas grandes garras, desta vez não estava mais de brincadeira.

    Mortalha

    O veio não era longe e Mortalha chega rápido, quando chega algumas pessoas rapidamente se afastam, mostrando que não gostam de ficar perto de demônios. Cusco se deixa conduzir sem resistência, com o rabo entre as pernas, demonstrando submissão. A água estava um tanto fria, o cão resmunga um pouco, mas acaba até demonstrando gostar do cuidado recebido, deve ter sido muito mal tratado em sua existência. Ainda com a cabeça baixa e rabo entre as pernas, ele se deixa ensaboar, enquanto timidamente dá algumas lambidas nas mãos de sua benfeitora.

    Mortalha também não gostava de água fria, mas o bichinho até vai ficando menos feinho, pode ser que com alguns cuidados e uma tosa futura o animal até se mostrasse um bom cachorro.

    Algumas mulheres se mostram incomodadas com Mortalha ali e reclamam:

    - Demônios acham que são donos de tudo! Não poderia ao menos usar a parte mais baixa da água se era pra dar banho no cachorro? Para podermos usar a água mais limpa teremos agora que procurar a parte mais alta e difícil!

    Eram três humanas sem nenhuma característica especial, entre 27 e 50 anos, típicas mulheres do campo.

    off: elas tentam mostrar para Mortalha que ela não é bem vinda, mas não parecem muito intimidadoras. Se quiser rolar uma Intimidação contra a delas, como sua força é 12, tirando 12 ou menos já passa sem problema nenhum e elas que demonstram estar mais intimidadas. Com 13 você só fica com cara de "co'é?" e elas ficam com cara de "co'é?" também. Mais que isto Mortalha começa se sentir desconfortável. Se quiser ignorar, como não foi uma rolagem importante, não precisa rolar nada por enquanto e tratar a crítica apenas como um estorvo pouco significativo.

    Nadhull e Azriel

    (R.Oc.)

    - Quem, conhecendo a luz, ainda segue as trevas, é mais culpado do que o que sempre esteve nas trevas. Está fadado a inevitável vida de tristezas e um destino ainda pior no pós-vida. Jamais obterão o perdão da Sagrada Conduta!

    Nadhull entende apenas "luz, trevas, vida, pós-vida e Sagrada Conduta" cuja pronúncia em Yrdok não era muito diferente do Esperanto. Pelo jeito eram religiosos, potencialmente fanáticos, dando algum tipo de sermão ou ameaça para Azriel. Por enquanto pareciam querer apenas aparecer e incomodar.

    Azriel reconhece a passagem como um versículo do Anĝelina Sutra, o livro mais sagrado da deusa, era uma passagem especialmente usada por Guardiães* e juízes em julgamentos rápidos.

    *Guardiães são anjos que se dedicam especialmente a defender Ajros e a Sagrada Conduta como verdadeiros soldados. Guardiães possuem, em muitas circunstâncias, poder de jure, podendo condenar ou absolver casos menores ou muito óbvios sem precisar de todas as etapas legais de um julgamento.

    off: como mais cedo ele comentou sobre Ades, foi tipo uma provocação te comparando a seguidores dele, e eu não tinha falado muito no cenário, eu escrevi algo a respeito do falso deus no tópico Sagrada Montanha, depois dá uma olhadinha. E caso queira explorar um pouco mais questões de cenário, pode fazer perguntas sobre os deuses no tópico 4 coisas.

    Os três humanos ficam encarando, mas é provável que vão buscar se reunir com um grupo maior antes de tentarem qualquer agressão maior do que palavras.

    Ka

    Mortalha vai em direção ao veio d'água, enquanto Ka observa seus amigos alados chegando à vila e tendo alguma rápida discussão com alguns humanos. Não dava para saber se era ou não problema e ele chega um pouco mais perto para analisar. Ka não escuta o começo da conversa, e mesmo se conseguir escutar o final não não vai entender, pois eles falam na língua dos anjos. Os humanos pareciam hostis, pelas feições era possível ser homens vindos do sul e estavam bem armados (embora isto por si só não seja conclusivo, já que a maioria das pessoas andavam armadas).

    (off: tirei uma R.Oc. muito boa para você, então Ka percebe o vinkal (duas ou três tiras de pano costuradas na manga que simbolizam cores de algum exército ou lugar) no braço do humano ruivo, era um vinkal oliva e preto, e Ka reconhece ser do continente de Gaja, porém o que homens do sul estariam fazendo usando cores de Gaja era um mistério. Lembrando: ao sul fica o continente Ajros, regido por Anĝelina e Gaja fica a sudoeste da Ilha dos Exilados e é regido por Tamuz. Além disto você consegue perceber que um dos humanos tinha amarrado na cintura um maço de zirve, que é um tipo de planta tóxica para demônios, mas que não causa nenhum problema a outras raças)
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 4534
    Reputação : 43
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Srta. Moon em Seg Jun 29, 2020 10:29 pm

    Não deu muita importância para as mulheres apenas espanou a sujeira ao seu redor com as asas assim que terminou pediu desculpas, pois não sabia que estava intervindo nos afazeres dos outros, gostava de se manter neutra em relação a tudo tinha um objetivo em mente e permaneceria com seu foco de aprender mais e mais sobre a plana e seu oficio. Queria um reconhecimento além da mortalidade que todos tinham.
    Assim que pode seguiu para junto do KA novamente, logo se tivesse algum tempo tomaria um bom banho, mas o principal já estava feito o Cusco estava limpo e pronto para começar seu treino.
    OFF: Cansei de brincar, quero virar uma deusa simples assim, Deusa necromântica é uma boa Razz
    Pikapool
    Mutante
    Pikapool
    Mutante

    Mensagens : 698
    Reputação : 35

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Pikapool em Ter Jun 30, 2020 5:31 am

    A alegria só pode brotar de entre as pessoas que se sentem iguais!
    Assim que começava a pregação, eu revirava os olhos e suspirava profundamente. Antes que o homem terminasse, segurei Nadhull pela mão (a que não está machucada xD) e o puxei para sairmos dali.

    - Vamos Nadhull! - Alcei voo para longe dali.
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7083
    Reputação : 147
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Dycleal em Ter Jun 30, 2020 5:50 am

    Nadhull não espera que Azriel explique, sai junto com ela e alçam voo juntos procurando os companheiros e sair logo dali, pois entendeu que a conversa não estava agradando a anja.
    DariusNovadek
    Cavaleiro Jedi
    DariusNovadek
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 230
    Reputação : 3

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por DariusNovadek em Qua Jul 01, 2020 3:08 pm

    Kate estava perdendo ali, já sentia isso, porém ainda iria fazer uma última tentativa, não era mulher de sair derrotada tão fácil. Ao ser atacada pelo Semëk mais agressivo, Kate se impõe, e se coloca entre o que levou a cabeçada e o agressor, como se tivesse protegendo agredido. Se põe em posição de combate e tenta juntar sua mana vermelha, concentrando-a nos braços.

    Sua intenção era reluzir os braços com fogo, ou somente com mana vermelha. Sabia que os Semëks temiam fogo, queria mais intimidar o agressor do que o atacar realmente. Enquanto fazia isso, olha para o Semëk agredido e fala:

    - Até quando vai aceitar sendo tratado assim? Ele manda e você obedece? Simples assim? Venha comigo, seremos grandes amigos.

    Sabia que o Semëk não entendia o que falava, mas esperava que sua fala transmitisse a ele o que queria dizer.
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2691
    Reputação : 124
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Christiano Keller em Qui Jul 02, 2020 1:58 am

    Ka,

           O cão estava com Mortalha tomando um banho. Talvez demore um pouco, talvez seja rápido, Ka iria aguardar pois não é educado ficar espiando. Certamente ela teria muito trabalho para limpar o animal e talvez ela aproveite para se lavar também, o que não era uma má ideia. Ka certamente precisa de um banho para ficar apresentável, mas por essas bandas não é costume fazer isso, então a decisão de manter-se parecendo um habitante local parece mais razoável.

           Os homens de Gaja que estavam por ali parecem que são inimigos da Corte dos Milagres. Segundo o que Ka se lembra existe uma guerra entre os seguidores de dos deuses no continente e os homens de Gaja são os que estão do outro lado. Aquilo pode ser interessante, mas os homens parecem ser do sul, então não deveriam usar tais roupas. Será que são espiões? Talvez homens que trabalham infiltrados nos exércitos da Corte? Ka tenta guardar as imagens e detalhes dos homens sem chamar atenção. É um tipo de observação sem se deixar ser notado, tentando descobrir mais detalhes como intenções, destinos e volumes que carregam. Homens assim podem ser espiões perigosos ou até pessoas tramando algum evento contra as forças da corte.
           Não é bem que há um lado certo ou errado, Ka não sabe muito bem sobre tudo o que está acontecendo, apenas está de um lado da guerra e certamente deseja ficar do lado que vai ganhar. Nestas guerras o lado que perde muitas vezes é destruído, morto ou até torturado. Mesmo sendo seguidores de Angelina e falando a língua dos anjos eles não são tolerantes às diferenças do mundo.

           Por outro lado, cadê a Kate? Ela deixou o camelo com boa parte de seus pertences de carga. Onde será que ela está? Será que ficou com o dinheiro? Se ela não voltar não vamos receber o que nos é devido. Essa preocupação cresce na mente de Ka. Se tiver a oportunidade de falar com qualquer um de seus companheiros indagará:
           - Você viu a Kate? Era uma pergunta importante, por outro lado Ka arrumará as coisas de Kate no seu camelo e buscará para ver se o dinheiro está lá. Se ela se perder com o dinheiro é algo muito mais grave do que se perder sem o dinheiro. Deveriam formar um grupo de buscas?

           Parece que não há muito o que fazer na vila enquanto aguarda, as opções são de: observar por mais tempo os tais soldados de Gaja, possivelmente espiões inimigos; encontrar Kate quando seus colegas chegarem. Será que Ka conseguiria fazer um desenho dos homens? Talvez um tipo de quadro para passar um recado para Jeruvá? Os dons artísticos poderiam vir a calhar com um tipo de desenho no couro ou outro material. Poderia pagar alguém para enviar uma mensagem para o chefe deles lá, ele poderia passar a mensagem para alguém ou até descartar o recado.

    OFF:
    @Leomar, falei sobre observar os homens ou até fazer um desenho deles para mandar para Jeruvá para nosso chefe. Talvez precise de dados, se quiser pode fazer uma rolagem oculta e decidir o destino. Não me espere para girar os dados, to com a mão podre e agradeço se você puder lançar.
    Leomar
    Adepto da Virtualidade
    Leomar
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1644
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Leomar em Qui Jul 02, 2020 8:33 pm

    Kate ainda tenta se defender, mas o semëk era muito rápido e crava as unhas no abdômen dela fazendo um belo corte. (Kate acertou a defesa, mas como o outro critou no ataque, ainda assim leva -4pv)

    Ao se por entre os dois semëks, o primeiro reconhece atitude de liderança e proteção. O outro alfa era mais feroz, mas, como ela imaginava, bastou ver algumas chamas para que ficasse intimidado. Ele se afasta do irmão que tinha atacado, mas sem virar as costas para a inimiga, jecando e mostrando os dente, se pondo entre Kate e o resto do rebanho, deixando apenas o primeiro alfa "abandonado".

    Este, vendo que apesar de ser alfa era um zero-dois, também fica com um pouco de medo do fogo da Kate, mas fica com cara de "co'é?" quando ela fala com ele. Mesmo não muito convencido, Kate praticamente vai puxando ele pra fora do grupo.

    Quando Kate tenta se afastar, o zero-um ainda tenta investir novamente, mas ela mantem a magia do fogo na frente dela. Suborna o zero-dois com o restinho de comida que tinha, por sorte ele estava mais preocupado com comida fácil que com o resto do seu rebanho. Kate fica sem reserva para o resto da viagem, mas vai capengando até a vila, às vezes puxando ou empurrando o lagarto.




    Observações para Christiano.

    A possibilidade de serem espiões é perto de nula, Ka pára e pensa um pouco que, se estivessem infiltrados nos exércitos da Corte, usariam o vinkal rubro-negro que são as cores da Corte, não oliva e negro. Além disto não seriam muito bons espiões chamando atenção sem necessidade. Eles poderiam até ser espiões infiltrados ou em um exército de Gaja ou de Ajros, mas isto ainda não ajudava muito Ka.

    Você não entendeu a conversa, mas pelo jeito eles não simpatizaram com Azriel. Humanos antipatizando com anjos não é difícil deduzir que é por reprovar ela estar na mesma caravana que um demônio, algo que para alguém de Ajros representa uma desonra enorme.

    Quanto intenções, destinos e volumes, meio complicado só de ver, a menos que arrisque gastar um tempo espiando. A primeira percepção foi muito boa, então se tiver alguma ideia de algo específico a observar posso ver se é possível ou não. Caso contrário, o que disse que chamou atenção foi o macho de zirve. O zirve não chega a ser algo muuuito incomum pois tem uma grande procura por humanos que tem medo de demônios. A planta pode ser usada de várias formas: misturada em comida para envenenar demônios, transformada em incenso para criar uma nuvem tóxica ou embebendo flechas e lâminas com seu sumo para dar mais dano.

    Pelo menos um deles carregava flechas, então a última possibilidade é bem provável. O que é certo é que são um grupo que não deve gostar muito de demônios, o que não é difícil, afinal nem demônios gostam de demônios (a Kate é exceção, esta adora ficar nas rodinhas de demônios, principalmente das súcubos).

    Eles parecem guerreiros, isto é bem óbvio, mas poderiam ser assassinos, mercenários ou soldados. Assassinos era o menos provável, as armas e armaduras não eram o tipo que assassinos usariam. O uso do vinkal aponta para soldados, mas enquanto não descobrir de onde era as cores oliva e preto não dava para descartar que poderiam ser mercenários também.

    As armas, você consegue avaliar que não demonstram status muito alto, mas parecem ser de boa forjadura, algo que não se dá para qualquer soldado sem nenhuma educação (educação no sentido de instrução mesmo). Um levava arco, outro uma espada leve, o tipo de espada para quem velocidade é maior que força, ali estavam em três, mas nenhum indício se o grupo poderia ou não ser maior, mas deviriam responder a outros superiores em algum lugar. Isto é tudo que você consegue pensar só olhando de longe.

    Quanto a desenho, o ideal seria fazer teste de arte, que você não tem perícia, mas com teste de Trabalho Manuais pode ser que consiga algo, embora um erro pequeno em arte ainda seria melhor que um +- em T.M.

    Mandar recado tá ainda mais fácil se for para Ĵevurá, pois o Borêa já tinha proposto mandar ou pombo (ou era falcão? algo assim) para sua forja em Ĵevurá, portanto qualquer coisa que queira escrever para Ĵevurá, pode mandar, incluindo ou não um desenho.

    Kate e Nadhull ainda estão com algum dano, agora é decidir se vão procurar ajuda, se vão pausar...
    Conteúdo patrocinado


    Em Ĵevurá - Página 8 Empty Re: Em Ĵevurá

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Ago 14, 2020 3:34 pm