Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Prólogo Mitsue Mori

    Raijecki
    Adepto da Virtualidade
    Raijecki
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1534
    Reputação : 118
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Prólogo Mitsue Mori - Página 4 Empty Re: Prólogo Mitsue Mori

    Mensagem por Raijecki em Seg Jul 20, 2020 2:33 pm






    Mitsue Mori
    @Mystic Stranger

    Mitusue despertara, como já era de se esperar, cheia de perguntas. Ela tentava se sentar na cama e sentia muitas dores vindo da região onde sofrera aquele duro golpe da adaga de Kiho-sensei. A mulher então respirava fundo e a reprendia veemente:

    - Tente não fazer movimentos bruscos Mitsue-san, pois eu não irei remenda-la com meu sigil novamente. - Ela então secava com um gole só sua xícara de café, a deixava acima de uma mesinha ao lado de sua poltrona e se dirigia até Mori, onde a ajudava a se levantar.

    - Me chamo Hyakurin e sou uma atleta de muay thai e membra do dojo Danjou Boxing Club, que é onde você está agora. Venha, irei te ajudar a chegar até seu namorado. - Ela guiava Mori para fora daquele quarto, e a primeira imagem que a estudante avistava já explicava bem não só aonde estava, mas como toda aquela agitação e conversas aleatórias que ouvira anteriormente.

    Era um clássico dojo japonês. Todo feito de madeira de bambu e com um chão tão impecável e lustrado que Mori poderia se ver refletida nele. O teto era alto e possuía várias janelas, favorecendo a ventilação e melhorando o ambiente, já que várias pessoas praticavam ali. Mori observava que iam desde kendokas até bodybuilders em busca de um corpo perfeito e premiado.

    Dojo:

    Prólogo Mitsue Mori - Página 4 1ea491d7a290644e570022bd27abc8d6

    - Kenjiro-kun! Sua namorada o espera! - A mulher loira gritava para todo o salão do dojo. Então Kenjiro surgia destacado diante de algumas ferramentas de malhação com uma toalha para secar seu suor posicionado em seu ombro. Ele prontamente corava com o grito da mulher e corria até onde as duas estavam, logo repreendendo-a pela atitude não cordial.

    - Hyakurin-san! Isso são modos! - Então seu olhar cruzava com os de sua amada e ele logo corava violentamente, abaixando a cabeça e a cumprimentando. - Mitsue-san, desculpe pela minha amiga, ela não leva nada a sério. Mas que bom que esteja bem, sugiro conversarmos em outro local. - Ele então estendia sua mão a ela, na intenção de guia-la até um local reservado para poder se explicar.






    Mystic Stranger
    Samurai Urbano
    Mystic Stranger
    Samurai Urbano

    Mensagens : 143
    Reputação : 58

    Prólogo Mitsue Mori - Página 4 Empty Re: Prólogo Mitsue Mori

    Mensagem por Mystic Stranger em Qua Jul 22, 2020 8:20 pm






    Mitsue Mori

    Ela se encontrava um pouco confusa, e assim que tentou se mexer para se sentar, sentiu dores bem onde fora acertada pela adaga de Kiho-sensei e acabou desistindo quando foi repreendida pela mulher, que tomava sua xícara de chá calmamente a sua frente.

    Quando essa veio para lhe ajudar a levantar, enquanto fazia isso lhe informava quem era e onde estava. Antes disso, também ouviu que foi ela quem a curou. Mas quando tentou agradecer por sua ajuda, a fala de que a levaria para seu namorado. Algo dentro da garota estalou e sua mente lembro de algo bem nublado, achou ser um sonho por estar tão leve em sua mente. Aquilo foi um sonho o realmente aconteceu? As bochechas dela se tornaram avermelhadas e seu coração deu uma leves pulos, preferiu ignorar aquele sentimento e focar no que estava acontecendo. - Arigatogozaimashita Hyakurin-san, devo ter dado trabalho. - ela dizia, ainda sentia a sua voz um pouco fraca. - Espero um dia lhe retribuir de algum jeito.

    Ao ser guiada para fora do quarto, Mori finalmente pode ver o que acontecia ali e causava todo aquele barulho. Era um sonho tradicional, com uma boa olhada pode ver diferentes tipos de atletas que se encontrava ali e quando a mulher loira gritou para todo o local e quem quisesse ouvir, isso fazia com que Mori quisesse cavar um buraco no chão e se enterrar lá e nunca mais sair.

    E quando a voz de Kenjiro se fez presente a repreendendo por ter feito aquilo, novamente as lembranças de um "sonho", parecia algo tão realmente. E já ali perto delas, seu olhar cruzou com o dele fazendo com que seu coração soltasse mais algumas batidas e todo seu corpo esquentasse, estava completamente envergonhada e foi inevitável não desviar o olhar do dele. - Ee-esta tudo bem. - Ela começou gaguejando, mas logo firmou a voz. Agradeceu mais uma vez a mulher então seguiu seu Kenjiro-kun, para onde ele quisesse a levar. - Kenjiro-kun, com você está? O que aconteceu depois daquilo?






    Raijecki
    Adepto da Virtualidade
    Raijecki
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1534
    Reputação : 118
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Prólogo Mitsue Mori - Página 4 Empty Re: Prólogo Mitsue Mori

    Mensagem por Raijecki em Sex Jul 24, 2020 8:00 pm






    Mitsue Mori
    @Mystic Stranger

    Não precisava possuir uma habilidade de percepção muito apurada para ver que aquele simples gesto de dar as mãos fazia o jovem Kenjiro-kun corar violentamente parecendo um pimentão. Ele  a guiava  por um corredor estreito até uma sala pequena.

    - Eu estou bem, estou melhorando minhas habilidades para que não seja um inútil para você novamente... Mori-chan... - Kenjiro parecia mais a vontade com sua amada quando a sós, e até a chamava pelo primeiro nome. - Pode me chamar pelo meu primeiro nome também... - Ele então, ainda sem olhar diretamente para Mori, ajeitava algumas almofadas no sofá e a pedia para se sentar. Mori percebia que nunca havia chamado o primeiro nome "Hayashi" antes.

    - Depois que você desmaiou, eu não quis deixar os outros descobrirem sobre o que aconteceu, então entrei em contato com alguns conhecidos do dojo, e bem, o dojo inteiro participa do jogo. - Aquilo poderia ser uma grande revelação para Mori, se ela já não soubesse de que Hyakurin-san possuía um sigil. - Eu me aliei á eles, á um sistema só disso no aplicativo, como se fosse uma família. - Ele então puxava seu celular e mostrava a ela todo aquele agrupamento de informações e alianças oficias dentro daquela jogo.

    Supostamente quando os jogadores formavam uma "Família", eles poderiam por um nome que quisessem e irem adicionando aqueles que achassem uma boa opção e que também concordassem de serem adicionados. Kenjiro-kun então mostrava a Mori de que o dojo era uma família com o mesmo nome do jogo, onde você poderia se aliar desde que provasse seu valor. Jogadores pertencentes a mesma família poderiam compartilhar os pontos ou "dinheiro" bem como saber onde um ou outro está localizado em um mapa dentro do aplicativo. Também compartilhariam informações pessoais e de sigil. Isso, na lógica, ajudava a prevenir ações surpresas, como traições ou outras reviravoltas indesejáveis.

    - Então, quero saber de você. Vai se aliar a nós também? - Quando ele a dizia aquilo, uma notificação fazia seu celular vibrar, revelando na pré-visualização o convite para ela entrar e se tornar membro daquele dojo. Da mesma família em que Hayashi fazia parte.  






    Mystic Stranger
    Samurai Urbano
    Mystic Stranger
    Samurai Urbano

    Mensagens : 143
    Reputação : 58

    Prólogo Mitsue Mori - Página 4 Empty Re: Prólogo Mitsue Mori

    Mensagem por Mystic Stranger em Sab Jul 25, 2020 3:36 pm






    Mitsue Mori

    Ao deixar ser levada pelo rapaz que nutria um carinho especial, suas mãos entrelaçadas deixava a menina nervosa e quem visse seu rosto saberia o quanto estava tímida com a situação. Passaram por um corredor estreito até chegarem a uma pequena sala, onde teria uma privacidade e ficariam a sós pela primeira vez depois de um certo tempo.

    As palavras que foram ditas por Kenjiro a fizeram sorrir que nem uma boba, ela mantinha seu rosto abaixado, ainda não tinha coragem de olhar diretamente para ele. Esperou ele arrumar o lugar que iria se sentar e assim que ele lhe indicou para se sentar ela o fez. - Fico feliz em saber que estará bem quando eu não estiver por perto. - Ela sorriu e finalmente tomou coragem de olhar para o garoto a sua frente. - Ha-ya-shi-kun, você será o meu cavaleiro de armadura dourada, fico contente em saber disso. - Então ela sorriu docemente para o rapaz.

    Ela então achou muito certo o que fizera para que ninguém soubesse o que havia acontecido e saber sobre aquela guilda a deixou um tanto curiosa e escutava tudo com bastante atenção. - Então quer dizer que todos aqui tem uma sigil, isso é impressionante. - ela olhava o celular do rapaz enquanto esse a explicava o que acontecia e como os membros eram escolhidos. E a pergunta de Hayashi veio junto de uma notificação do seu celular, que até então não sabia estar com ele. No visor de seu aparelho ela podia ver uma pré visualização do convite, ela pensou por um curto momento enquanto olhava a tela, talvez aquilo fosse o certo a se fazer e ela confiava em seu amigo e amado Kenjiro Hayashi. - Eu aceito fazer parte daqui. - ela então abria o aplicativo e aceitava o convite. E depois olharia para seu amado com um sorriso nos lábios. - Estamos juntos nessa!  







    Raijecki
    Adepto da Virtualidade
    Raijecki
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1534
    Reputação : 118
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Prólogo Mitsue Mori - Página 4 Empty Re: Prólogo Mitsue Mori

    Mensagem por Raijecki em Dom Ago 02, 2020 9:28 am






    Mitsue Mori
    @Mystic Stranger

    - Hoje e sempre. - Ele a respondia acerca de ser seu cavalheiro de armadura dourada. Então Mori aceitava o pedido de seu amado e se juntava a família "Danjou Boxing Club". Ela agora tinha acesso não só as fichas completas de seus irmãos e irmãs como também aos seus recursos, como dinheiro, roupas, comidas e até armas.

    - Sim...juntos... - Ele então se posicionava aproximando seu rosto com o de Mori e a beijava, pondo sua mão direita envolvendo delicadamente o lado esquerdo do rosto da garota, ajeitando seus cabelos negros para detrás da orelha. Então antes que a coisa ficasse mais apimentada, a porta se abria abruptamente, assustando os dois jovens pombinhos.

    - AEEEWW! Seja muito bem-vinda a família Mitsue-san! - Gritava Hyakurin-san junto de mais alguns membros do dojo.

    - AHHH Hyakurin-san! Bata na porta antes de entrar! - Kenjiro saltava do sofá e gesticulava todo envergonhado para os outros que estavam na porta.

    - Ahaha! Parece que atrapalhamos a hora do nosso Kenjirozinho-kun virar homem! - Ela dizia fingindo estar envergonhada, colocando sua mão sobre a boca enquanto os outros caíam na risada. - Vocês talvez queiram conhecer mais um novo membro da família antes, mas não iremos lhes forçar, ele está os aguardando no escritório! - Ela concluía e então deixava a sala, guiando os outros que riam alto pelo caminho.






    Mystic Stranger
    Samurai Urbano
    Mystic Stranger
    Samurai Urbano

    Mensagens : 143
    Reputação : 58

    Prólogo Mitsue Mori - Página 4 Empty Re: Prólogo Mitsue Mori

    Mensagem por Mystic Stranger em Dom Ago 02, 2020 9:15 pm






    Mitsue Mori
    @Mystic Stranger

    Estava feliz por ter se juntado ao Dojo, Kenjiro estava a salvo e ela podia melhor sua habilidade e sua forma de batalha também e protegeria aqueles que tanto ama. Apos aceitar o convite ela teve mais acesso ao grupo, podendo vê mais detalhes sobre os membros e entre outras coisas no aplicativo. Analisou brevemente aquelas abas e o que podia olhar e então agora voltava para seu amado, que se aproximou e confirmava que estariam juntos naquela situação.

    Mori não teve muita reação quando o menino se aproximou e a beijou tão carinhosamente, que acabou se entregando ao ato o retribuindo do mesmo jeito. Sentiu seu toque quente e o carinho gostoso antes de por uma mecha de seu cabelo atras de sua orelha. Não houve muito tempo de se prolongar e tronar algo mais intenso, pois logo eram interrompidos pela a mulher loira que havia lhe tratado.

    Ela ficou tão envergonhada por ter sido flagrados em algo tão intimo, que a sua unica reação foi pegar uma das almofadas e esconder o rosto nele. Ouviu a Hyakurin-san falar sobre um novo membro que chegara ao dojo e preferiu ignorar o que ela disse antes. Mitsue respirou fundo e tentou mostrar que não estava abalada com a situação mais cedo.

    - Certo! Nos de apenas alguns segundos e já iremos conhece-lo. - disse em sua voz mais pacata, e assim que eles saíssem. Mori se levantaria para então seguir até seu amado, se sentia muito melhor e ja conseguia andar melhor. Ja perto dele faria sinal para que ele se aproximasse - na altura dela - e então o beijaria mais um pouco. - Continuamos isso depois, vamos ver quem é esse novo membro. - E então seguiria até a porta a abrindo e esperando que ele a guiasse até o escritório.







    Raijecki
    Adepto da Virtualidade
    Raijecki
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1534
    Reputação : 118
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Prólogo Mitsue Mori - Página 4 Empty Re: Prólogo Mitsue Mori

    Mensagem por Raijecki em Qui Ago 06, 2020 10:09 pm






    Mitsue Mori
    @Mystic Stranger

    - Sim... - Respondia Kenjiro á sua amada Mori-chan após retribuir calorosamente aquele beijo. Ele então a guiava até a porta do escritório do dojo, onde batia três vezes com a mão fechada na mesma e uma voz rouca e envelhecida os mandava entrar:

    - Até que enfim Musukoooo! Entre e nos apresente sua namorada! - Kenjiro tremia de nervoso e sua face corava violentamente enquanto travava com a mão na maçaneta.

    - Mori-chan... Preciso te contar, o dono desse dojo é meu Otousan... - Mori sabia que Kenjiro era filho de pais separados e que morava com sua mãe perto da escola, mas era só, nunca ouvira o garoto falar de seu pai antes. - Desculpa por qualquer coisa... - Ele então abria a porta e revelava um belo e simpático escritório, bem diferente do resto do dojo, que emanava tradicionalismo ao invés do ar contemporâneo daquele cômodo.

    Prólogo Mitsue Mori - Página 4 2lbHMPT

    Por detrás da escrivaninha levantava um senhor de meia idade e com cabelos e barba brancos. Era tão alto que Mori se imaginava batendo no máximo até o seu quadril. Por mais que aparentasse ser velho, seu físico era de um exímio atleta, com vários músculos por detrás do tecido da roupa.

    Prólogo Mitsue Mori - Página 4 EGTiQv1

    - AHA! Então essa é a minha nora! Não acredito que esse garoto conseguiu uma gata dessas! - Ele então corria em direção a Mori e a abraçava forte, como se um urso a estivesse esmagando um pouco de cada vez.

    - Ahhhh! Otousaaaaan! Larga elaaaa! - Gritava Kenjiro, já tentando separar sua amada do abraço apertado e exagerado de seu pai.

    - Hahaha! Desculpe Mori-chan! Só me empolguei! - Ele então largava Mori e Kenjiro a ajudava a se recompor. Haviam alguns jovens com roupas escolares sentados nas confortáveis poltronas em frente a mesa principal, e as risadas eram altas diante de tal cena.

    - *Hurum!* Bom, sentem-se por favor. Esses aqui são os novos membros do dojo... - O pai de Kenjiro então os indicava os assentos e os outros começavam as apresentações....  

    FIM DO PRÓLOGO

    Continua no capítulo I.






    Conteúdo patrocinado


    Prólogo Mitsue Mori - Página 4 Empty Re: Prólogo Mitsue Mori

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Set 30, 2020 1:08 am