Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Axel Brown

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner Ter Jan 19, 2021 4:17 pm

    Shaw e Axel não são admitidos no prédio. Ela não está, diz o porteiro. Nem quando ele insiste. Não ele não pode ir lá ver agora. Os urathas precisaram entrar pela garegem. Como Axel a abriu? Não deu trabalho nenhum. Foi como dar um passo. Dai pra frente ele sabia cada centímetro do caminho. Cada reflexo era um medo diferente. Era impossível não sentir. Cada vez que se via... Era ele?

    As escadas foram cansativas, especialmente com a pressa que tinham. Mas valeu a pena. A porta do apartamento também não deu problema algum. mesmo estando trancada. Ao passarem ele viu as trancas novas. Trancas robustas. Trancas que soletravam medo. Porque eles entraram direto? Ela não respondeu a porta. Não respondeu a campainha. Cada segundo do lado de fora tinha sido uma agonia com aquele grande espelho do corredor.

    Nenhum sinal dela na entrada. Nenhum sinal na cozinha. Um pote de comprimidos no chão. Pílulas brancas espalhadas. O ar da noite. O vento na cortina da sala. As longas abas de tecido branco dançando no vento. Ela não responde quando ele fala o seu nome. Mas lá está ela na varanda. Encolhida. Pernas abraçadas. Axel atravessa a sala até ela e vê cacos de vidro no chão. A tv com a tela arrebentada. O cheiro de sangue.

    Ele a segura pelos pulsos. Sente o sangue nas mãos. Ela está gelada. Não está vestindo nenhuma roupa. O chão em volta dela melado de sangue. Ela luta contra ele e isso é um alívio tremendo. Ela grita e as lágrimas escorrem na mesma hora. Ela bate nele com as mãos sangrando. Grita mais alto. Grita até a voz mudar. Ficar rouca e sumir. Ela tem sangue no rosto. Marcas de unha para cima e pra baixo. A boca aberta no grito sem voz. As lágrimas vermelhas como sangue. Os olhos... vermelhos e arranhados até não verem mais nada. Inchados e em carne viva.

    Wanessa luta e chora com medo sem fim.

    Do outro lado de cada reflexo alguém ri como uma criança que acabou de ganhar um segundo prato de sobremesa.
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner Sab Jan 23, 2021 11:50 am

    Axel está ouvindo o medico falar. Mas ele quer gritar com o homem que ele não tem a menor ideia do que aconteceu. Que ele não sabe o que fazer com ela. Mas agora? Agora a miga está fora das mãos dele. Não tem nenhum poder legal sobre ela. Não o deixaram vê-la por dias. Ela precisava se acalmar. era um perigo para ele. Um perigo para ele? Como? 'Você não sabe com quem tá falando!' As palavras ferviam no fundo da garganta. A fúria corroía os cantos da visão dele. Era tudo vermelho. "Ela está em isolamento senhor. O quarto acolchoado é o único lugar onde ela se acalma. Se ela continuar estável, pode vê-la amanhã. É um surto psicótico. Pode ter um caráter passageiro como ela não tem nenhum histórico de doença na família e nem nos registros pessoais. Nos estamos bem otimistas." As palavras soavam todas erradas, como ele poderia ajudar se nem compreendia o que estava errado?

    O mesmo médico que o negou antes repetia o feito. Ela ainda fora de alcance.

    Nenhuma prova foi encontrada contra Medo Atrás do Espelho, mas que prova teria? O que encontrariam? Shaw não tinha as ferramentas para isso. Ele não tinha as ferramentas para isso. Talvez... Um ithaeur?

    Uma parte enorme de Axel diz que ele não precisa se importar com essas coisas. Ele é um uratha. Ele é o caçador. Quem vai ficar no caminho dele?
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner Dom Jan 31, 2021 3:03 pm

    Primeira Lua cheia.

    Tinham passado dois dias. Sem nenhuma noticia além de uma carta. Ele precisava se mover. Fazer alguma coisa.
    Axel sente os dedos de Olena apertando os dele. Mais carinho que qualquer outra coisa. Ele ainda não conseguia falar de uma forma que ela entendesse. Os urathas da alcateia o entendiam melhor que qualquer um. Olena não tinha a audição deles. Mas era ela que estava ali.

    Portão de Bronze. O colégio era enorme. Caro também. Era caro de saber olhando. Tinha cheiro de dinheiro. Não literalmente. Literalmente tinha um cheiro de limpo junto com árvores exóticas e as laranjeiras. Cheiro de crianças. O portão era grande e ficava aberto o tempo todo. Olena tinha sugerido fingirem que eram um casal, assim ela podeira fazer perguntas sobre o lugar. Ele poderia fingir que estava ocupado no celular e resmungar. Não era perfeito. O plano tinha muitas falhas... Se perguntassem algo para ele? Se Olena ficasse perdida?

    Mas lá estavam eles e ela faria o que ele preferisse.

    O elodoth respira fundo e analisa o lugar. Os muros eram altos e bonitos feitos de pedra, coroados com longos espetos de ferro escuro. Lá dentro o lugar parecia um shopping com tons pasteis e paredes de vidro. Dava para ouvir as rizadas. Muitas mesas ao ar livre. Um estacionamento cercado por árvores. O lugar era bonito. Um grupo de alunos correndo em volta do colégio sob os apitos de uma das professoras.

    Parecia um bom lugar para se botar um filho.
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos Seg Fev 08, 2021 10:40 pm




    Axel Brown

    Vamos repassar mais uma vez. Era a primeira das mensagens. Você está querendo conhecer o colégio. Eu sou um pai distante e relapso e mudo. Parece que algo atrapalha o sinal de celulares lá, vou levar umas pastas de contabilidade da construtora por precaução. - Ele estava bem vestido, numa linha startupeiro jovem. Tenta ver que tipos de famílias levam os filhos lá, quem é o responsável pelo ensino e quem é o diretor. Tudo não deveria durar mais que meia hora. Em algum momento, olha seu celular e veja se funciona, se não, comente alguma coisa sobre os alunos mais velhos talvez ficarem chateados com isso. Presta atenção na reação ao seu comentário.

    Eles estavam quase chegando quando ele manda a última mensagem. Eu vou ficar pelas mesas do lado de fora, se por qualquer motivo lhe chamarem para algum lugar onde você não possa me ver, diga que vai me chamar e a gente vai embora. Era um plano cheio de falhas? Sim. Mas era uma forma de conhecer quem eram os grandes nomes por trás daquele colégio e quem sabe assim começar uma amizade sincera.

    Considerei que a treta com tecnologias é algo de saber comum, já que tá nas informações básicas do jogo Rolling Eyes






    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner Qua Fev 10, 2021 6:10 pm

    Ela confirma. Ela aceita o plano. Ela repassa parte a parte em voz alta. Então vocês finalmente entram no colégio. Estavam esperando é claro, seus nomes em uma lista. Era o único jeito de entrar. Os dois avançam até uma área arborizada e agradável, de lá eles podem ver muito do lugar. Prédios altos e novos em volta de um grande complexo mais antigo como a maioria dos prédios da cidade, mas esse era extravagante. As janelas altas com vitrais complexos, uma bandeira com brasão do colégio. Sim eles tinham um brasão marcado em um medalhão de pedra bem no meio do patio. As ruas ali tinham uma forma peculiar, algumas delas não faziam muito sentido, mas era tudo bem desenhado e simétrico. Algumas esculturas modernas escondidas pelos prédios exteriores, uma pista de corrida sinuosa e até uma quadra de tênis.

    Uma secretária bem arrumada e extremamente séria procura os dois. Ela sorri muito agradável quando chega perto, seus nomes decorados perfeitamente saem da sua boca de imediato. Olena não consegue não sorrir e em pouco tempo as duas estão andando pelo lugar e Axel está sentado olhando, fingindo dar atenção para as pastas. Olena e a mulher andam e de um lado para o outro e já parecem grandes amigas em menos de cinco minutos. Um grupo de alunos passa correndo escondendo as duas por um momento longo e desagradável.

    Olena não desaparece quando eles passam, ela ainda está no mesmo lugar e falando com ela um senhor de cabelos brancos. Ele magro e alto com um jeito rígido, como se a idade tirasse seu vigor ou a formalidade o paralisasse. Os três casualmente entram pelas grandes portas duplas principais. Os três conversam animados. Axel espera ela voltar para irem embora. Mas não. Claro que não. Olena entra no prédio principal com tranquilidade.

    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos Ter Fev 16, 2021 2:11 pm




    Axel Brown

    Aproveitou que estava com papéis e caneta e rabiscou o medalhão da escola. Aquele era o tipo de coisa que podia ter vários significados ocultos. Valia a pena procurar depois. Tentou esboçar também uma planta do lugar com as ruas estranhas. Devia haver um bom motivo para serem estranhas. Anotou para lembrar-se de procurar quem havia projetado aquele local. Um lugar tão chique com certeza tinha plantas e documentos registrando esse tipo de coisa.

    Olhava de longe Olena e ela seguia com uma conversa agradável. Bem, nisso ela era realmente boa. Quando um grupo de adolescentes impediram a visão, Axel quase se levanta e desfaz o plano, mas ele se mantém. Ela continuava lá, tudo sob controle. Por pouco tempo, pois momentos depois ela estava adentrando o saguão da escola, diferente de tudo que combinaram. "Puta que pariu".

    Ele tenta enviar uma mensagem, sabendo que não irá chegar. Ele junta seus papéis e se aproxima então da entrada. Tentando ver através dos vidros se Olena estava ainda à vista. Se a ver, ele esperará que ela olhe para ele e então fará um gesto, chamando-a. Se não a ver, ele espiará o reflexo do local na Sombra.






    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner Sab Fev 20, 2021 6:25 pm

    O desenho das ruas é definitivamente bem calculado. Tem uma precisão matemática no seu planejamento, mas nenhum sentido aparente. Axel quase consegue desenhar tudo sem olhar, como se a caneta tivesse vida própria. Já o medalhão era uma obra de arte baseada em clássicas heráldicas inglesas. O formato externo não é de um escudo como deveria, mas um circulo de guirlanda. Claro que não deu para pegar cada mínimo detalhe, mas Axel fica com a impressão de que tem algo errado.

    Assim que Axel se esquiva de dois estudantes com lanches, ele consegue olhar para dentro do lugar. Olena está olhando um grande mural com fotos e troféus. A secretária entrega para para ela uma pasta de papel com o brasão do colégio impresso nele. O velho está apontando e falando. Assim que controla o coração ele percebe que ele está falando dos alunos que se destacaram de uma forma ou outra. Ela olha para ele e não percebe o que fez de errado.

    --

    No caminho de volta ela mostra a pasta para ele. "Dá até vontade de matricular os filhos." Como se ele não tivesse nenhuma razão para ficar bravo. "Eles tem um mural de mérito online também. Que nem aquele. Dá pra você fuxicar tudo." Ela fala como se tudo tivesse seguido exatamente como planejado. "Será que algum dia eu vou ter dinheiro pra pagar aquilo?" Olhando para o brasão.
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos Sab Fev 27, 2021 10:13 pm




    Axel Brown

    Aquele lugar tinha algo estranho. Tinha. Só precisava descobrir o que era. Mas ele ia descobrir. Cedo ou tarde. Agora eles já voltavam e Axel digitava para Olena: Tem algo estranho lá. Eu vou verificar cada um desses nomes de alunos que se destacaram... Você lembra o nome dos funcionários importantes? - Perguntou antes que ela esquecesse. Uma outra mensagem: O problema de você entrar lá é que não sei o que pode ter lá dentro. Tem algo. Sem saber o que, não tinha como te proteger. Não ia ficar dando lição de moral nela. Ainda mais por mensagem.

    Quando ela falou sobre pagar aquele lugar, ele sorriu e se encostou. O lugar é bonito, limpinho e alinhado, mas é careta. Muito careta. Olha para mim, olha para você. Se botássemos um filho lá ele ia sofrer bullying dos colegas riquinhos. Botou um emote que ria. Eu ia ter que ensinar ele a deitar o coleguinha na porrada pra não acontecer novamente. Tinha um sorriso travesso enquanto tirava onda com aquela idéia.

    Obrigado por ter me ajudado com isso. Se quiser, tá convidada a bancar a detetive. O resto da manhã seria para buscar aqueles nomes na internet e talvez nos jornais locais para ver as ligações importantes que cruzavam aquela instituição. Com certeza havia muitas.






    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner Qua Mar 10, 2021 1:02 am

    "A mulher era uma das professoras. Alisson Sanders. O velhinho era diretor, um fofo. Doutor Weber. Stein Weber. " Ela faz uma cara engraçada de concentração tentando lembrar. Logo depois de falar ela escrever os nomes no celular. "Não fica tão grilado. Tá cheio de crianças lá, não pode ser tão perigoso assim. Cê não pode tá viajando um pouco?" Claro que ela não com saber o que tem do outro lado ou mesmo que outros pesadelos se arrastam nas sombras. Mas Axel sabe. Sabe pelo menos que existem mais coisas lá fora que lobisomens. Coisas terríveis.

    Era ruim ela fazer pouco da preocupação dele. Mas pelo menos ela não estavam surtando. "Não é assim que se lida com bullying. Argh, muito macho alfa você. Eka." Ela faz uma cara feia, mas o sorriso desmente a irritação. "Meus filhos vão poder ir onde quiserem e vão merecer tudo. TU-DO!" Ela dá língua para Axel e logo depois torce a brincadeira em uma desculpa. "Não foi...Desculpa... Aí que ideia também. Que confusão que cê armou..."

    --

    Os dois passaram a manhã toda juntos. Procurando na internet por um monte de ex-alunos e acessando o site da biblioteca da cidade para ver os jornais antigos digitalizados. A qualidade era horrível. Não era nada fácil de procurar nada já que não se podia pesquisar por palavras. "Chatooooo." Ela fala logo antes de morder um bolinhos de arroz que ela mandou entregar. "Não tem a menor graça esse pessoal. Tudo chatão sem graça." Ela diz com a mão na frente da boca. "Ah eu amo essa menina. Olha, olha, olha. Ela é demais. Tem um vídeo com um solo tão longo que todo mundo come pizza no clipe. Esperando, sacou?" Ela diz se animando por um instante. "Acredita que ela entrou por causa de um projeto social? Diz aqui que a bolsa era paga por um dos outros alunos. Que coisa sem sentido, a pessoa é tão rica que paga o colégio de rico pros coleguinhas. Devia ganhar de mesada uma nota." Ela oferece um dos bolinhos para Axel.

    Os nomes tinham todo tipo de gente. Um jogador de basquete que fez fama e fortuna nos estados unidos. Um médico que desapareceu na Africa. Um delegado ali mesmo em Dover. Um juiz em Sparhall. Três membros eleitos da Casa dos Lordes. Seis Membros do Parlamento e até dois membros do atual gabinete do governo. Um jogador de Rugby que foi parar na Australia. Um cirurgião plastico. Algumas pessoas de quem não se acha mais nada depois da formação, as vezes até antes dela. Como se a pessoa só existisse ali no mural.

    Off:
    Pode fazer um teste de investigação se quiser tentar algo mais profundo.
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos Sex Mar 19, 2021 10:16 pm




    Axel Brown

    Crianças podem ser bem sinistras. - Ele respondeu, sem se dar mais ao trabalho de tentar explicar. Quanto a questão do bullying e do filho, ele se limitou apenas a rir da confusão que ela mesmo tinha se enredado. Bagunçou o cabelo dela como última resposta.

    Horas depois, ele também estava cansado. Sim, que porre... - Axel suspirava fundo. Projeto social? Deixa eu ver isso. - Digitou o site da escola para ver o que eles falavam sobre esse projeto. Pesquisou também na internet pela biografia da tal garota. Como você disse mesmo que ela se chama? - Encontrar outros que haviam usufruído daquilo talvez fosse uma boa. Talvez fossem pessoas mais dispostas a falar sobre a escola.

    Os chatões aí são todos bem sucedidos. Quer dizer, a maioria... Não é estranho que todos que estudam aí sejam tão relevantes assim? Quer dizer, Dover não é um centro nacional para ter tanta gente importante assim. - Ele mexia o cabelo, tentando desanuviar também a mente. Eu acho que vou ter que voltar lá, mas pelo outro lado.






    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner Ter Mar 23, 2021 4:55 pm

    "Main. Ela faz um monte de cover na internet. Ela é legal, nunca imaginei ela em um lugar daqueles." Ela fala um pouco e mastiga um pouco. Ela não e preocupa em ser interrompida enquanto mastiga. "Ela ficou famozinha uns anos atrás e fez até um album. Nunca lançou cd só spotify mesmo." Axel digitava enquanto ela falava. Ela era muito fácil de achar na internet. Main Wisswick, muitos seguidores, ela era mais uma dessas webcelebridades. Uma cantora que passou por uma fase muito boa e produtiva. Agora ela produzia bem menos. Não foi nada difícil achar a pagina dela na wikki. Ela tinha uma Wikki só dela criada por uma fan extremamente dedicada.

    Ela foi adotada quando criança e tem um irmão adotivo que cursou o memso colégio com a mesma bolsa. Ele não estava entre os honrados na vitrine e ela estava lá por ganhar o concurso anual de performance cinco anos seguidos quebrando um recorde muito antigo. O histórico dela não era público, mas algumas coisas ele conseguiu achar. Ela não tinha nenhuma condenação, mas tinha sido investigada pela morte dos pais adotivos. Eles foram mortos em um acidente de carro espetacular que mal virou notícia. Um jeep atravessou duas pistas e matou um casal antes de esmagá-los dentro da própria cozinha. O motorista nunca foi encontrado e não deixou vestígios. Depois disso a carreira dela teve uma guinada para o obscurantismo.

    Ela não parece suja, só extremamente azarada. Mas é uma porta de entrada. Axel acha um monte de fotos dela na internet. Algumas com o uniforme do colégio e outros estudantes mais reclusos ali. A maioria deles não tinha contas em midias sociais ou eram bloqueados. Mas alguns eram famosos demais para serem escondidos. Mais algumas horas e Axel tinha um monte de ligações entre em alunos feitas nas formas de fotos e amizades de facebook ou seguidas no twitter.

    O avanço da investigação era bagunçado e andava em espirais. Mas Axel sentia que se movimentava. Ele descobre um monte de fracassados e mais um monte de bem sucedidos. Gente sendo exportada para fora do pais. O projeto de caridade então? Ele tinha um monte de critérios conflitantes até uma mudança repentina pouco mais de dois anos atrás onde metade do projeto foi abandonado e um monte de órfãos ficou sem escola. O mais proeminente deles ganhou notoriedade por seus gastos extravagantes e nenhuma fonte de renda declarada. Ele descobre que quem financiou a formação de Main foi um dos alunos cuja família estuda lá a gerações e só apareceu no quadro de honra em 1935 com um Hans Drakenberg, foi difícil descobrir que ele usou o sobrenome da mãe para competir e levar o ouro no mundial de esgrima.

    Nem tudo parecia realmente conectado, ele descobriu um blog antigo de um membro do parlamento, esquecido e cheio de teias de aranha nos fundos da internet. Um blog cheio de fofocas do colégio e Olena se importa mais com isso que ele. Ela adora filtrar pelas fofocas e mesmo assim acaba dormindo em com o troço aberto em uma foto que teria passado totalmente como só mais uma. Exceto pelo padrão que um garoto estava rabiscando no braço magrelo. "Tomar a pele" é o que significava. Escrito na primeira língua.


    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos Seg Mar 29, 2021 10:49 pm




    Axel Brown

    Investigar era exaustivo. Lembrava do mapa que Sebatian lhe havia dado. A mera montagem daquilo foi exaustiva. Ele tinha agora um punhado de problemas irresolvidos: o programa de caridade descontinuado, famílias que o financiavam que nunca foram proeminentes, uma artista que virou bruxa contemporânea e sei lá que mais. Teria que puxar todos aqueles fios? Talvez... Olena já havia dormido. Não a culpava. Já ia desligar o computador quando viu aquilo: um rabisco em primeira língua.

    Quem era aquele garoto? Onde ele estava na foto? Na escola? Tomar a pele... O que isso poderia significar? Buscou na memória as histórias que ouviu de cahaliths. Ou aquilo queria falar sobre espíritos? Havia espíritos que literalmente tomavam a pele de pessoas até não sobrar nada das pessoas. Que merda aquilo queria dizer? Precisava entender o que aquele rabisco naquele braço queria dizer para então começar a puxar os fios.

    Por desencargo de consciência, verificou o que havia no mapa dado por Sebastian sobre aquela parte da cidade, onde estava o colégio.






    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner Qui Abr 01, 2021 4:49 pm

    Algumas perguntas eram faceis de responder. Erik era o garoto, não era muito mais velho que ele mesmo. Um monte de abas de facebook já estavam abertas e ele procurou mais um pouco e foi fácil achar o rapaz. Uma injeção de adrenalina acerta ele em cheio quando ele vê que o mesmo era amigo de Judas. Erick Brandt e ele eram amigos e tinham até fotos juntos de Skate por aí. Ele parecia pouco ativo nas redes e talvez já até tivesse sido apresentado a Axel. O telefone toca cortando tudo, como um graveto arrancando uma teia de aranha. Era a mãe. "Morrendo de saudades seu filho desnaturado." É isso que ela diria se ele atendesse a chamada. Mas era impossível falar. Ele deixou tocar. A mensagem vem logo depois. "Wanessa tá bem, eu sonhei com ela. Deus queira que ela esteja. Me liga." Ela completava com um monte de emojis de coração.

    Olena tinha os olhos abertos agora. Ela os fecha e abre de novo lentamente. "Quer que eu diga alguma coisa pra ela?" A voz cheia de sono passa com dificuldade pelas palavras. "Descobriu alguma coisa? A gente pode contratar um profissional." Ela parece confusa. "Que a gente tá procurando?"

    --

    Na manhã seguinte quando Axel abre a janela está tudo escuro lá fora. O céu coberto por nuvens cor de chumbo e ferrugem. Algo frio e gelado se esfrega nas suas pernas. "Fez inimigos meia lua. Fez meus inimigos seus." Relâmpagos feitos de escuridão sem som estouram pelo céu lá fora. "Vocês sabem o que é importante de verdade, estou esperando quando estiverem prontos." O elodoth olha para o chão e só vê escuridão. Olena não está em lugar nenhum. Só sombras dentro e fora.

    --

    "Axel, eu vou embora." A voz dela vem bem de longe no começo. "Para de fingir que tá dormindo." Ela diz achando graça. Axel sente os dedos dela brincando com a orelha dele. "Amanhã pode ser só da gente, a noite? Por do sol e mais ninguém?" A voz derretida como mel.

    --

    Asia diz que como cadeirante tem bastante tempo livre marca o encontro onde ele preferir.
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos Sab Abr 03, 2021 11:29 pm




    Axel Brown

    Deu um murro na mesa de empolgação com a descoberta. Digitou para Judas: A quanto tempo você não vê Erick Brandt? Estava no meio da mensagem quando a ligação chegou. Suspirou fundo, pois era tudo que poderia fazer. Contou mentalmente quanto tempo até ele poder voltar a falar com a mãe. Ia demorar um pouco para responder e fazer sentido ele não ter atendido. Olena pergunta se queria que ela falasse algo para sua mãe... Ele digita: Talvez você pudesse visitá-la e reclamar como o trabalho tá consumindo meu tempo e meu juízo. E depois completou: Descobri sim, olha isso! - Ele mostra o garoto com a marcação em primeira língua e explica o que significa.

    Lembrou de mandar outra mensagem para Judas: "Você conhece Main Wisswick? Se duvidar já até tocou com ela".

    * * *

    Mantinha os olhos fechados porque sabia quem havia lhe falado em sonho. Ele queria um acordo? Axel fazia acordos. Lembrou-se de Wanessa. Lembrou-se da mãe. A voz de Olena lhe chamava. Ele acena positivamente. Pôr do sol, marcado. Ele levanta e lhe pergunta: - Café? - Dependendo da resposta, iria tomar café com ela ou simplesmente acompanhá-la até a porta se ela já tivesse que ir. Quando estivesse só digitaria para mãe: As coisas tão muito puxadas, uma correria só. Você sonhou com ela? Como foi o sonho? Assim que der eu ligo.

    * * *

    Ele senta-se ao lado de Asia. Estavam no parque. Talvez ali ninguém ficasse olhando para os dois. Imaginou também que Asia iria apreciar o banho de sol. Axel a empurrava na cadeira por cortesia. Parou ao lado de um banco, onde ele mesmo sentou-se. Sorriu para a ithaeur antes de tirar o celular do bolso e digitar: Parecemos uma piada de mau gosto: um mudo e uma cadeirante sentam para conversar... - Ele ri um pouco. Desculpa, eu avisei que era de mau gosto. - Emojis rindo. Como estão as coisas entre vocês depois dessa merda toda?

    Nenhuma ligação no mapa do Sebastian com a escola? Uma dúvida, Erick estava nas fotos da Main, é isso? Outra dúvida, até quando Axel vai ficar sem voz? hahahah






    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner Qua Abr 07, 2021 1:52 am

    "Isso é zueira, né? Já tá alucinando de sono tadinho..." Zombaria clara na voz, mas ela estava prestando atenção. Toda atenção.

    Judas responde com um áudio "O maluco tá aqui comigo. Conhece ele? Quer chegar? Tá rolando uma resenha no porto." Logo depois ele responde com outro áudio. "Main é doidinha, mas manda bem. Nunca toquei com ela, é sempre um violino, piano ou violão. As vezes ela canta por aí. Mas é mais do youtube mesmo." Ele ouvia as risadas no fundo e o barulho das conversas, da bagunça.

    --

    Olena aceita o café e Axel percebe o quanto ela acha estranho ele beber também. "Você é muito corajoso, né? Sabe que isso pode te fazer bem mal, né? Melhor manter essa bundinha linda sem pelos." Ela pisca tentando ser sexy, mas acaba só parecendo com sono. Linda, mas meio amassada. A mensagem da mãe é curta, uma tentativa de fazê-lo aparecer de novo "Um sonho horrível. Assustador."

    --

    Asia parecia gostar da experiência. O cheiro da ithaeur era bom. Perfume, ervas e alguma coisa primitiva que era forte como a gravidade. Os cabelos e pelos dela brilhando no sol. Ela ri alto. "Você é um besta cara." Ela diz se controlando um pouco para parar de rir. "A gente é família, vai continuar sendo e quanto ao gosto de fracasso? É a primeira vitória agridoce de vocês. Eu já tive vitórias mais amargas e é melhor nem falar das derrotas." Ela fala desviando os olhos dele para checar o que tem em volta e sorrir para o sol. Mesmo na cadeira de rodas ela fazia o sangue de Axel correr mais quente. "O que você precisa loirinho?"


    OFF:

    Axel vai ficar ainda sofrendo um cadinho...

    Erick aparece junto com a Main sim.

    O mapa tem uma breve descrição do lugar e mostra que não tem Locis perto. É um lugar onde o Dromo é muito forte. Muito denso. A sombra em si é muito pouco habitada ali e as ressonâncias do mundo material chegam com muita dificuldade do outro lado. É um local de baixa importância direta ali, mas tem "cuidado" escrito na primeira língua.


    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos Qua Abr 07, 2021 10:27 pm




    Axel Brown

    Antes fossse... - Ouviu os áudios de Judas. Respondeu com mensagens: Eu não tô muito comunicativo né... Pergunta se ele sabe da Main, estimula ele a contar histórias deles dois. Me encontra amanhã à tarde para contar o que ele disse.

    * * *

    Eu tomo chá. - Beijou-a com a cara de sono. Enquanto preparava a refeição, a mensagem da mãe chegou. Respondeu: Como assim foi um sonho horrível e você tem certeza que ela está bem? - Enquanto comiam, Axel perguntou onde iriam ver o pôr-do-sol.

    * * *

    É minha maior qualidade. - Retrucou. Escutou o que ela dizia. Ela tinha algo que o atiçava. Lembrou-se dela e de Connor dançando no bar de Olena. Por um instante seu semblante ficou sombrio. Eu diria que não é melhor tempero, mas aqui estamos nós. - Seus olhos vagaram um pouco. Não esperava nada fácil, mas também não tão difícil.

    Ela pergunta sobre o que ele precisa. Ele mexe um pouco no celular até encontrar a foto salva. Provável ele não ter nem idéia do que está escrito aí, mas o fato de estar escrito pode fazer parte de algum rito? - Ele a observou. Que tipo de coisa pode ser conseguido através disso?

    Ué qual o problema do café? hahaha






    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner Sab Abr 10, 2021 4:49 am

    "Todo mundo sabe que ele é amigo da Main. Qual é? Tu tá muito estranho. Ele fala muito dela. Sempre que tem a chance. Eles estudavam juntos. Fizeram uma tatuagem igual, cinco velas uma de cada cor com as iniciais escondidas na cera derretida. Bem divertido se você gosta dessas coisas. Eles tinham bolsa num colégio de granudo. Ela seguiu pra Grififith nessa mesma bolsa e ele não. Louco, né? Ela nem é espertona. Ela só canta eu acho. Também sei lá. Vou pentelhar ninguém com fofoca não. Mas os caras são brothers, uma vez ela até apareceu pra buscar ele e ninguém pediu autografo, mas eu pedi um trampo e ela até ajudou. Tocamos na casa de um ricão abrindo pra uma banda de verdade." O barulho no fundo é o mesmo. Diferente, mas o mesmo.

    --

    A mãe não responde. Ela leu, digitou e depois não enviou nada. Olena não está muito faminta, mas o café lhe um pouco mais de vida e ela se manda.

    --

    Axel escreveu:É minha maior qualidade.

    "Deve ser mesmo." Ela lê as mensagens mais lentamente do que ele gostaria, ou talvez só demore para responder. "Ainda nem começou a ficar difícil. Vai ficar bem mais difícil. Mas foi uma porra de uma luta injusta do caralho, mas vocês sairam quase ilesos." Ela faz uma careta para as perguntas de Axel. "A gente puxou um fio desses." Ela xinga baixinho olhando a foto. "Rich tirou todo mundo da investigação no meio da parada. Sebs e Amy quase quebraram a casa nele. A suspeita é que era alguém com uma outra ligação com o outro lado. É..." Ela assopra como se fosse uma palavra. "Não somos os únicos com um toque do segundo mundo. O juramento diz para não deixar um lado usar o outro e parece que só os espíritos podem abusar das pessoas, mas nem é. Eu falei muito de cultos porque é o mais fácil de ver. Você lembra da feiticeira, não é? Acho que é algo parecido. Ou totalmente diferente, mas uma ameaça desse lado para o outro."

    Ela coloca uma mão no braço de Axel "Eu não posso te ajudar, mas para a nossa sorte eu posso falar o que eu quiser e te ensinar o que quiser. Uma parente nos alpes do Chile conseguia avançar os poderes dela. Melhorar. Mudar. Pra longe do lobo, como quando um de nós aprende um dom. Uma vez meu pai caçou um servo de um vampiro e quando ele finalmente achou o cara ele já não tinha mais imundice dos mortos ele era outra coisa. Ele era tão espírito quanto um de nós. Mais até. Sebastian e Amy tinham desensolvido a teoria de que a gente tava atrás de um cara que trocava de pele usando a pele de animais que ele matava. Um caçador usando o poder do outro lado para ser algo mais que humano. A coisa tava no começo, mas a gente tinha exatamente essas palavras. Desse jeito. Mais de uma vez. A gente perdeu nossos suspeitos." Ela parece um tanto frustrada. Depois irritada e então constrangida. "Foi logo antes dos seus companheiros de tribo perderem a cabeça e furarem o Sebs com prata. Rich disse que era mais importante olhar esses caras. Bom, deu no que deu. A trilha esfriou e tanta coisa aconteceu depois e não tinha rolado mais nada parecido até agora." Ela dá de ombros. Mas a voz é cheia de intensão. Cheia de vontade. Como uma criança que tem que dizer para si mesma que não vai meter a mão no brigadeiro para não meter a mão no brigadeiro.
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos Ter Abr 20, 2021 1:27 pm




    Axel Brown

    Explico depois pessoalmente. - Respondeu para Judas. Às vezes era difícil conseguir um pouco de cooperação.

    * * *

    Eu vi o que a senhora fez aí, dona Liana. - Ainda tinha que descobrir o que significava aqueles sonhos da mãe. Inclusive, pelo o que Judas havia dito, Wanessa poderia agora estar morta. Se estivesse falando, ele poderia em um instante descobrir isso, mas era difícil. Passou então um email para a instituição que ela estava internada, solicitando informações.

    * * *

    Quase ilesos? Fisicamente, sim... - Retrucou. Depois daquela caçada muita coisa quebrou internamente. Deixou aquele assunto morrer. Asia começou a falar sobre os cultos e como eles podiam abusar da Hisil e dos espíritos. O toque da pele da theurge é macio e quente. Dia de sorte! digitou, com emojis. Onde vocês acharam? Colégio Portão de Bronze? Quanto tempo faz isso? - Ele assente quando ela fala. Prioridades, enfim... Estou verificando isso porque está dentro do território e é bem estranho o modo como o dromo se fortalece naquela área. - Ele lembra do mapa que Sebastian lhe havia passado e comenta isso com ela.

    Quando pergunto quanto tempo faz é em questão de anos Rolling Eyes pra ajudar nas investigações. A foto data de quando?






    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner Qui Abr 22, 2021 10:51 pm

    "No começo era sangue de animal. Dois dias depois de a gente achar o primeiro aconteceu o primeiro assassinato. Os cheiros eram todos errados. A gente perseguia um animal e nunca encontrava. Se seguiamos uma pessoa também perdiamos o rastro" ela para pensando um pouco. "Nada perto do colegio. Primeiro na area rural, bem entre as cidades. As de sangue. Depois entranhas, a gente escondeu tudo claro, mas teve um que saiu no jornal. Saiu sem fotos e encontraram tudo alterando no dia seguinte mesmo com a policia lá. A gente tinha essa teoria..." A irritação vai tomando conta da voz dela até ela parar no momento em que volta a falar da teoria. "Oito anos. Não, nove. Nove anos atrás. Eu tava uma pilha, Sebastian era o único que tava dormindo direito. Amy e Rich rodavam dia e noite." Ela faz um esforço visible pensando no Portão de Bronze. Olhos fechados. "Eu nunca passei por lá, o que a gente sabe é do que a Loba de Ferro falou. Amy conversava bastante com ela. O que eu sei sobre Isso do dromo é que lugares de intensa mudança deixam ele mais denso. Mais forte. Difícil de atravessar. Azlu são uma opção. O lugar pode ter tido um monte deles no passando e o estrago no dromo pode nunca ter sido desfeito." Ela passa a mão no cabelo e abre os olhos. Surpreendente como podem ser tão bonitos. "Lyall não ia deixar Azlu por lá e a gente não achou qualquer rastro. Mas você não quer precisar atravessar o dromo por lá. Idea ruim. " Ela diz pensativa antes de sorrir. "Pode me empurrar até ali?" Ela aponta para perto de uma árvore. "Eu gosto da vista dali e a gente ainda pode continuar conversando."
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos Seg Abr 26, 2021 10:14 pm




    Axel Brown

    A coisa parece que vai piorando... - Respondeu em texto enquanto ela contava como os rituais pareciam crescer em 'gravidade'. Essa foto data de dois anos atrás. Esse que aparece com a marca em primeira língua foi aluno desse colégio. - Ele tentava identificar o lugar da foto pelo fundo, como se misticamente fosse capaz de lembrar. Se houverem hostes, eu vou encontrá-las, mas acredito que você está certa, se teve, foi há bastante tempo. - Empurrou-a para onde ela havia pedido. Era difícil não admirá-la. O Colégio tem práticas meio nebulosas sobre bolsas, o rapaz foi um dos bolsistas. Lá tem uma série de ex-alunos importantes, mas esse definitivamente não foi um deles.

    Apreciou a vista que a ithaeur sugeria. Nove anos... Não é tanto tempo assim. Seitas somem e depois se reerguem, como ervas daninhas. Acha que podem ser os mesmos? Ao menos fazendo o mesmo que foi feito antes? Esperou ela dizer algo e então lembrou de um fato insólito sobre aquele lugar. Inclusive... Celulares e internet não funcionam bem nas proximidades do colégio. Isso não lhe parece estranho? - Ela era uma mestre do ferro. Ela iria saber melhor que ele sobre aquilo. Meteu a mão no bolso e tirou a página onde ele havia desenhado esquematicamente o logo da escola. Eu fiz uma visita, mas só fiquei do lado de fora. É um pouco difícil contar mentiras doces quando ninguém lhe entende.






    Conteúdo patrocinado


    Axel Brown - Página 6 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Out 26, 2021 1:29 am