Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Axel Brown

    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner em Qua Jul 29, 2020 6:43 am

    Quando você primeiro fala do doce ela se enche de orgulho. Ela sempre gostou de ter o trabalho apreciado por mais simples que fosse. Mas assim que falou do chá ela agarrou a xícara e virou de uma vez só. "Não sei do que você tá falando." Ela tenta esconder a vergonha na voz já estava oscilando de tristeza. Ela limpa a boca com um paninho bordado a mão por ela mesma. "Meu filho não é pior nada. É perfeito." Junto com o elogio vem das nevoas do passado o olhar reprovador do pai. Nessa hora ele diria que ela está estragando você, mas ele consertou, não foi? Ela se ajeita na poltrona enquanto você chega e aproveita para passar o pano no rosto todo.

    Suas palavras sobre seu sofrimento levam as mãos dela a se fechar em volta da fotografia. "Difícil? Eu nem sei mais quem eu sou." Ela ri e te empurra com a moldura. Uma brincadeira. Ela parece mais leve, mas pode ser só por fora. "Eu sinto saudades, fico achando que não pode ter acontecido. Não faz sentido sabe? Porque? Porque ele?" Ela coloca a fotografia de volta para segurar sua mão. Ela aperta primeiro com força e depois só para chamar a atenção. "Não sou uma velha inválida. Não, preciso realmente de dinheiro. Com esses dias sem nada pra fazer. Eu faço os doces, mas você vai me conseguir um carro para eu vender pela cidade. Sem reclamar. Tem que ser lindo. Você pode pegar qualquer coisa com quatro rodas que seja uma banheira e deixar perfeito pra mim. Agora menino, onde tá levando minha mercadoria?" Ela pergunta com a voz afiada e uma desconfiança fingida na voz.

    Enquanto você se sente feliz por ela ter melhorado começa a se perguntar se algum dia vão poder conversar sem você voltar para aquela noite. Sem sentir o cheiro de sangue no ar, pesado feito com culpa.
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos em Qui Jul 30, 2020 11:17 pm




    Axel Brown

    Quando a mãe vira o chá batizado, ele apenas sorri sem dentes, entendendo-a. Era uma vergonha ao mesmo tempo que era uma dor. Lembranças desagradáveis lhe vieram a mente. Sobre o pai. Sobre a relação dos dois. Ele tinha dado jeito? Talvez a morte tivesse mesmo dado um jeito. Ela se perguntar por que ele e Axel se perguntar se havia sido ele eram meio que uma pergunta só. Ele não respondeu, não poderia nem que quisesse.

    - Tem vários jovens ajudando na ONG também, não só as velhinhas inválidas. - Riu, retribuindo a brincadeira da mãe. - UM CARRO? Muito mais marketing jovem uma bicicleta com jardineira na frente e uma carrinhola atrás, a senhora ainda faz um exercício. - Disse meio sonso, segurando o riso com aquela contra-proposta. - Estou levando para uma donzela - se é que dá para chamar assim - que já aprecia, talvez ela se torne sua cliente fiel. Posso até avisar que a última amostra grátis.

    Disse, já caminhando para o quarto, guardando dentro de si as memórias que lhe assaltavam e que nunca poderia compartilhar com a mãe. E pensando que teria de mantê-la longe daquela selvageria toda.






    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner em Sex Jul 31, 2020 10:31 am

    "Deixa de ser bobo." Ela ria e se levanta. Rápido demais. Ela segura a poltrona e quase volta a sentar. Sorri, uma coisa forçada e estranha no rosto normalmente sincero. Ela se ajeita. "Não me olha assim. Não aconteceu nada." Ela sorri de novo. Com graça de verdade dessa vez. "Sua tia tá na cidade. Ela vem aqui amanhã almoçar. É melhor você estar aqui, ouviu?" Ela começa a andar para a cozinha. Murmurando com ela mesma. "Donzela... sei... Donzela porra nenhuma" As ultimas palavras baixas demais para você ter ouvido. Pelo menos antes da mudança.

    Quando ela entra na cozinha e faz careta para a panela no fogo que você apagou. "Nada de bicicleta. Eu não vou vender nada suada. Ninguém compra doces de gente suada e fedida." Ela diz com um sorriso cheio de dentes jogando o cabelo de um lado para o outro e cheirando o próprio ombro como se estivesse coberta da mais doce fragrância.

    O quarto está exatamente como você deixou antes de ir para Cumbria. Mas de alguma forma era diferente. Você não sentia que cabia ali. As paredes de madeira pareciam prestes a te apertar. Um pedaço escuro de você gritava que sua casa era lá fora. Entre as árvores que conseguia ver no alto da colina, ou dentro dos esgotos enchendo a boca com pedaços da Hoste. Você cala o lobo toma um banho.

    Lavar o cheiro da hoste do seu corpo é bom. Quando você passa seu desodorante pensa em como nenhum dos uivadores cheirava a qualquer fragrância. Provavelmente seu alfa os obrigava a usar produtos "sem" cheiro. Escolher as roupas é um pouco difícil. Talvez a palavra certa seja dolorido, não tem muitas roupas bonitas, mas elas lembram de Axel que talvez não deva mais existir. Um Axel que ia para festas e tentava aparecer. Mas agora tinha uma marca na sua pele que dizia que você era um caçador paciente e discreto. Silencioso e letal.

    A roupa era um disfarce? Ou negação?

    Se olha no espelho e está tudo no lugar. Tudo. Quase tudo. É hora de sair. Pega o pote simples cheio de uma geleia âmbar com pedaços de algumas frutas tropicais.
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos em Qui Ago 06, 2020 1:53 pm




    Axel Brown

    Quando a mãe fraquejou, num movimento totalmente instintivo, ele aproximou-se rápido e a segurou, evitando que voltasse a sentar. Se ela olhasse seu rosto veria uma tensão imensa cruzando-o que logo desaparecia para dar lugar a um rosto mais leve. - Todo mundo acha que tá bem até levantar. - Disse, sorrindo, enquanto a soltava. Ficou com medo de ter segurado forte demais e machucado-a.

    Já começava a subir quando ela falava da tia. - Vou ver o que posso fazer, tenho que ir lá na ONG falar com uns possíveis empregados pra empresa. - Quando ela falava de vender coisas fedendo, Axel respondia apenas com uma risada, sem saber se ria disso ou da 'moça'. Dentro do quarto ele se sentia oprimido. Era estranho como as coisas havia ganhado novas proporções e ele tinha novas necessidades.

    Demorou alguns instantes para conter a respiração e conseguir tomar banho. O desodorante agora parecia fortíssimo. Passa o mínimo possível, pois ainda ia encontrar Vanessa e se de repente estivesse cheirando a suor, poderia ser desagradável. As roupas também já não pareciam lhe servir. Escolheu uma preta, básica. Talvez só tivesse uma ou duas daquelas. Precisaria de roupas novas.

    Olhou no espelho. Achou tudo estranhamente familiar. Olhou melhor. Quando se deu por satisfeito fez o caminho contrário, pegando o doce na sala. - Estou saindo. Qualquer coisa, me liga. - Digitou uma mensagem de texto para Vanessa avisando que estava a caminho.

    Off: Rola ai um raciocínio + autocontrole pra olhar melhor ver se não tem nada estranho msm Rolling Eyes






    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner em Sex Ago 07, 2020 11:21 pm

    Axel escreveu:Vou ver o que posso fazer, tenho que ir lá na ONG falar com uns possíveis empregados pra empresa.

    Ela sorri, mas depois finge aborrecimento. "Agora tá importante demais pra trabalhar com as próprias mãos, é?" Imediatamente ela abandona a farsa e faz um barulho abafado que você conhece como suas rizadas contidas. Ela segura firme a foto e a acaricia com o polegar.

    Axel escreveu: Estou saindo. Qualquer coisa, me liga.

    Ela dá um alegre aceno, mas assim que a porta se fecha ela resmunga alguma coisa. Você quase abre a porta para perguntar o que é, mas consegue vê-la pela janela. Em frente ao grande crucifixo da sala. Rezando para você voltar? Para não voltar bêbado e vomitado? Com sorte, contando ao seu pai como está orgulhosa. Certo?

    O carro é mesmo de antes. Laura disse que trocou o filtro de óleo e um desvio de balanceamento. Mas parece o mesmo para você. Ela disse também que pode fazer um preço camarada sempre que você precisar, contanto que não atrapalhe o filho dela. Ela disse isso toda suja de graxa e falando de debaixo de um carro. Não parecia muito uma ameaça. Você não tem outro carro, então acelera para a casa de Vanessa nesse mesmo.

    Ela mora em um apartamento chique, daqueles que parece uma torre de vidro. Ninguém precisa saber que o pai dela comprou na planta e nem conseguiu viver o bastante para ver o imóvel pronto. O porteiro te conhece e já estava te esperando. A garagem abre suavemente, sem rangidos. Uma placa de metal branco escorrendo para dentro da parede. Os carros lá dentro fazem seu estomago revirar, não que sejam feios, pelo contrário, eles são lindos. Carros caros demais para você arranhar. Não tem ideia de quanto tempo vai ter que trabalhar para pagar um arranhão na pintura de um deles. A vaga de Vanessa está sempre vazia, ela não tem grana para um carro desses, então ela não tem nenhum e inventa uma história de que está sendo sustentável.

    O elevador tem espelhos de todos os lados. Ele é grande e tem um cheiro bom, um apartamento por andar. Câmeras em algum lugar atrás do vidro. Atrás do espelho. A pressão aumenta e depois diminui. As vezes faz isso quando sobre demais. Mas os seus reflexos todos viram para você. Todos eles sem faltar um. Eles batem as mãos espalmadas no vidro que deforma para fora. Abrem a boca em perfeita sincronia. A voz é a sua. Mas ela te dá arrepios. Ela vem do outro lado. Todas elas.

    "O que faz aqui uratha?" as palavras cheias de desconfiança. "Não é bem vindo aqui." Os olhos do outro lado fixos nos seus. Seus olhos. Cheios de desconfiança.


    Off:
    Quando quiser testar qualquer coisa, diz o que tá testando e rola lá nas rolagens. Se tinha um teste secreto de raciocínio eu já o fiz e vc nunca vai saber Very Happy



    Não tem nada errado com a casa... no momento pelo menos... ou seria melhor, até agora?
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos em Seg Ago 10, 2020 9:11 pm




    Axel Brown

    Deu uma risada quando ela falou sobre trabalhar com as próprias mãos. Ele bem que queria. Porém suas garras talvez estivessem ocupadas demais com outros assuntos. Ao sair, ouviu a mãe dizer algo, mas preferiu não voltar. O que eram as palavras? Não tinha certeza. Nem se queria ter certeza. Pegou o carro e passou a dirigi-lo até a casa de Vanessa.

    Aquele carro, como tudo o mais, lhe trazia memórias. Talvez a mãe estivesse certa sobre conseguir um carro para ela. Algumas coisas era melhor não ver mais... O portão se abriu. Lembrou-se daquela gente rica e de como Vanessa figurava no meio delas a custa do suor do pai. Ao menos era um suor honesto. Ignorou a própria pobreza diante daquelas pilhas de dinheiro materializada em carros e adentrou o elevador.

    Estava distraído até ver seu reflexo se mover e fincar os olhos em si. Não pode conter um leve arregalar de olhos, mas então tentou se controlar, cada pequeno movimento. Pois a voz que saiu da boca do seu reflexo era a sua e não era a sua. Olhos e vozes desconfiadas ecoaram naquele elevador. - Não vou lhe causar problema, se você não me causar problema. - Fitou os olhos que eram deles mas não. - Como lhe chamam?






    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner em Qua Ago 12, 2020 9:34 pm

    Os reflexos começam a se mover, como se cada um andasse em uma direção diferente. Eles te olham de lado com ressentimento descarado. "Se não quer me causar problemas o que faz aqui?" A voz daquela coisa é uma sensação ruim. O medo que você sente de falhar. As dúvidas do seu próprio valor. O medo que te levou tantas vezes a garrafa. "Quem é você!?!?" Você mesmo grita do outro lado do espelho, batendo o punho na parte de dentro do vidro que racha e começa a sangrar. A voz agora parece torpe e arrastada como quando você está bêbado.

    O elevador apita e os reflexos começam a te imitar. A porta dupla de metal se abre e sua anfitriã está te esperando. A luz quente da sala dela se arrasta pelo pequeno corredor que leva do elevador até ela. Não dá para ver o rosto dela por causa da luz. Mas ela tem uma folha na mão e o perfume é o mesmo de sempre. Mesmo assim tem outro cheiro no ar. Medo.
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos em Ter Ago 18, 2020 3:53 pm




    Axel Brown

    Imaginava o que haviam passado os ithaeur para aprenderem a lidar com aqueles seres. Era tudo desconfortável e alienígena. Ele teria que aprender. Teria que conseguir se impor sobre eles. - O mundo não gira em torno de você. - Por que aquelas perguntas o assombravam? Por que se questionava sobre suas capacidades? Lembrou do fundo de uma garrafa vazia.

    O espírito golpeou o vidro, fazendo-o se trincar. Axel aguentou firme, sem responder quem era. Sem dizer mais nada. O elevador indicou que haviam chegado. A porta se abriu. Tudo "normal". Antes de sair ele ainda deu uma boa olhada no espelho. Não atrás do espírito, atrás de si mesmo. Suspirou e adentrou no apartamento.

    Ainda estava engolindo seco aquele encontro inesperado quando via a silhueta de Vanessa de costas. Ela tem uma folha em mãos. Havia medo no ar. Seria o dele? Seria o dela? Enquanto ia adentrando ele pergunta: - Oi, estou entrando... Está tudo bem?






    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner em Qua Ago 19, 2020 5:08 pm

    Ela está sorrindo. É fácil de ver quando se chega mais perto. Mesmo assim as dúvidas não param de formar na sua cabeça. Grandes e pequenas. Quando você está quase na frente dela ela esconde a folha atrás de si, brincalhona. "Sua lista só depois de eu ver o meu doce." Ela chega um pouco para o lado para você poder entrar e faz uma cara boba, ela sempre faz, imitando um filme provavelmente com a fala errada "Anda logo, mano, que eu não tenho o dia todo." A imitação ruim normalmente te faz rir. Normalmente. A porta se fecha atrás de você e a sala dela está exatamente igual. Espartana, ela finge ser minimalista, mas não tem grana para a decoração que gostaria. Rústico, ela diria. Barato, é a verdade.

    Ela te entrega a lista e estala um beijo do lado da sua bochecha. Nada incomum. Então começa a procurar o doce em você. Seria engraçado também. Mas do outro lado da sala, do espelho, você se olha com suspeita e apreensão. Você mesmo, ou não?
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos em Qui Ago 20, 2020 10:56 pm




    Axel Brown

    Entrou meio cabreiro e só conseguiu respirar mais sossegado quando viu o sorriso de Vanessa. Deu dois passos adiante e ela escondeu atrás de si a folha. - Nossa como você é interesseira... - Disse fingindo estar ofendido. Detrás daquela cara um incômodo terrível. Ela faz sua imitação e Axel tenta dar seu melhor sorriso, talvez não tão bom naquele momento.

    Quando o beijo vem ele vira os lábios na direção deles. As mãos delas procuram "o doce", que ele afasta para trás com uma das mãos. - Ei! Isso é assédio. - Pega a lista e mete de qualquer jeito no bolso. Ele se vê no espelho. Merda.

    Dá um cheiro no pescoço de Vanessa e lhe entrega o doce. - Talvez essa seja a última amostra grátis, hein? Ela pretende começar a vender. - Diz. Não tinha certeza do que fazer? Sair dali? Propor um passeio? Aquele espírito estaria escutando cada palavra ali sendo dita? Não sabia bem o que fazer. - Eu nem reparei que estou com fome... 'Cê quer comer algo? Não, não é fome de doce... - Dei um sorriso maroto.






    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner em Sex Ago 21, 2020 12:21 pm

    Quando Axel tenta interceptar o beijo de Vanessa ela assopra entre os lábios fazendo barulho de motor e lançando pequenas partículas de cuspe no rosto de Axel. Mas ela gosta do cheiro. "Ela pode contar comigo para te forçar a comprar um pote toda semana pra me dar de presente." Quando Axel fala sobre comida ela se joga no sofá e levanta um pote de vidro grande cheio de lasanha. Ele saberia até sem olhar. É a única coisa que ela sabe fazer, talvez por isso seja bom. Ela tem pratica. "É a única coisa que vai comer aqui seu tarado. Alexia, Ricky n' Morty!" A televisão que fica colada na parede liga sozinha. O desenho preferido dela. Ela já viu todos os episódios, mas gosta de algum barulho enquanto conversam. Ela sempre acha que tem alguém ouvindo.

    Vanessa abre o pote e o cheiro enche a sala. Ela espeta dois garfos no queijo gratinado e molho vermelho vaza para a superfície. Ela dá dois tapas no sofá ao lado dela "Me conta qual é a desse mistério de crianças desaparecidas. Eu entendo quando você me pede umas plantas que eu nem sei que existem ou que nem dá pra conseguir. Mas isso? Tá virando investigador?" Ela aponta para você com um garfo que ela acabou de encher de lasanha.

    Esse tempo todo o espelho continua lá. Sempre que você o olha, ele te encara de volta.
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos em Dom Ago 23, 2020 9:50 pm




    Axel Brown

    O barulhinho de motor fez Axel rir. - Um vidro desse por semana? Vai ter que começar a monitorar os índices de diabetes... - Sua sugestão de saída ia por água abaixo quando o cheiro de lasanha entrava em suas narinas. - Uh, temos a especialidade da casa? - Ele se senta, virado ainda para o espelho. Era melhor ter aquilo sob os olhos. O incômodo persistia.

    - Acho que a senhorita tem uma idéia muito errada sobre mim... - Retrucou, fingindo-se ofendido. Não que dispensasse uma possibilidade. A lasanha ia ser comida direto no pote. Sentou-se onde ela havia indicado e pegou o outro garfo, enchendo-o e levando-o a boca. - Humm... - Mastigou enquanto saboreava aquilo. Meio de boca cheia ainda, começou a responder: - Já me imaginou sendo um Sherlock Holmes? 'Cê acha que eu pareço com o Benedict Cumberbatch? Talvez meio de lado assim? - Engoliu o que ainda tinha na boca e fez uma pose. Não durou muito pois abriu um sorriso e arqueou a sobrancelha, sugerindo a piada.

    Então ele guardou o sorriso e falou, sem muita ênfase ou interesse.- Clientes às vezes tem preocupações estranhas. Como se realmente o lugar onde ele vai botar a porra da casa fosse impedir fatalidades. - Arregalou os olhos, deu de ombros.






    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner em Seg Ago 24, 2020 1:06 pm

    Axel escreveu: Um vidro desse por semana? Vai ter que começar a monitorar os índices de diabetes...

    Ela instintivamente aperta a barriga como uma pinça. Mas não diz nada. Não com palavras pelo menos.


    Axel escreveu: Uh, temos a especialidade da casa?


    Seu rosto se ilumina, mas a mão continua apertando a barriga. Ela não percebe o modo como você se posiciona. "Eu sei que é menos divertido que ir pra um camarote qualquer. Mas hoje não..."


    Axel escreveu: Já me imaginou sendo um Sherlock Holmes? 'Cê acha que eu pareço com o Benedict Cumberbatch? Talvez meio de lado assim?

    Ela gargalha fazendo que não e fingindo estar ofendida. "Ele lindo demais para você." Aí ela gargalha ainda mais alto. Quando você fala sobre as exigências dos clientes ela parece confusa. "Você tá mudando pro ramo imobiliário?" Ela enfia outra garfada na boca mastigando vorazmente. "Essa lista tem todo mundo que não foi encontrado e sumiu em Dover do últimos cinquenta anos. Antes disso é classificado e eu não tenho acesso." Ela diz com a mão na frente da boca e com a voz distorcida pela comida. Mesmo assim os olhos espertos dela fitam os seus.

    Atrás dela, você observa os dois.
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos em Qua Ago 26, 2020 9:46 am




    Axel Brown

    Ele sorri com a espontaneidade de Vanessa. - Matando minha fome, está ótimo! - Retrucou sobre ser bacana ou não ir para um camarote. Dava garfadas generosas na lasanha, ainda que na verdade não tivesse exatamente com fome. Sentia que aquele alimento não o saciava mais como antes. Talvez faltava mais... proteína?

    Quando ela falou que Cumberbatch era bonito demais para ele, Axel arregalou os olhos. - Ei, como assim? Eu poderia ser vocalista de uma banda de hard rock dos anos 80. - Era verdade. Não insistiu no assunto porque ele mudou para seu trabalho. Passou a mão no queixo, coçando-o de leve. - Bem, meu pai tinha uma construtora. Agora que ele se foi... - As imagens voltaram na sua mente e então forçou-as a se esconderem de novo. Lembrou-se da mãe e da foto. - ... eu vou tocar a empresa. Enquanto ele estava vivo era tudo que eu não queria para mim. Só que as prioridades mudaram. - Disse aquilo num tom meio morto, de confissão. Olhou os olhos de Vanessa e abriu um sorriso, enquanto metia o garfo mais uma vez na lasanha.

    - Com certeza vai servir. - Respondeu ao comentário da extensão da lista. - Puff... Clientes. - Fez uma expressão de cansaço. Olhou o espelho. Desgraçado. - E você? Como andam as coisas? Trabalho e tal... Vi que o apartamento tá com algumas decorações a mais da última vez que vim, tá ficando bacana.






    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner em Qua Ago 26, 2020 7:37 pm

    Entre as garfadas ela te conta cada detalhe da vida e ignora completamente seu pai como se tivesse medo de dizer a coisa errada. Não de verdade, mas definitivamente parece que sim. Ela mal deixa que fale alguma coisa. Sempre correndo para fazer algo engraçado. Tentando te animar. A horas vão correndo e logo ela dá a ultima garfada do pote. Ainda com o garfo na boca ela pergunta: "Esse cara que te marcou no face, tem banda né? Vai virar vocalista?"

    Ela escorrega no sofá lentamente. Um pequeno quadrado branco aparece no centro dá tv. O resto escuro como espelho negro. Lá de dentro Axel Brown te olha de volta. Olhos cuidadosos procurando uma falha, uma brecha. Analisando os detalhes. "Linda, né? Foi um presente. Não tenho grana para nada esses dias. Nada. Sério. To precisando de um amigo astro do rock." Ela empurra o pote no chão e sai deslizando quase até a parece. "Você não tem medo de ser um ninguém as vezes? Eu tenho. Todo mundo, né? Diz que sim por favor..." a voz dela menor. Mais baixa. Sonolenta. Os olhos fixos no teto piscando devagar. Uma perna escorrendo para o chão e a outra batendo o pé em você em um ritmo desconjuntado que provavelmente é uma música na cabeça dela.
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos em Qui Ago 27, 2020 12:48 pm




    Axel Brown

    Axel sorri com as tentativas de Vanessa de diverti-lo. Era legal aquilo. Afagou os cabelos dela e "finalizou" descabelando-a, rindo. - Judas? Sim, é um primo meu. Ele tem mesmo uma banda e é bom! - A tv apagou. Desgraçado. Nunca havia se dado conta como espelhos são inquietantes. - Já pensou em mudar de emprego? Esse parece não estar lhe pagando o bastante...

    Disse, mesmo que aquilo lhe fosse prejudicial. Perder seu contato lá dentro. Mas ninguém merecia estar constantemente com a corda no pescoço. - Medo de não ser ninguém? - Ele riu. Ele era alguém ainda que o mundo não reconhecesse. Aquelas caixas que catalogavam as pessoas não serviam mais para ele. Ele corria entre dois mundos. - Esse reconhecimento é uma necessidade que nos impuseram, mas ela é mentira. Os 'alguéns' só o são por causa de vários 'ninguéns' que o suportam por baixo. - Deu-lhe um beijo na testa, demorado. E ficou deitado ali, corpo colado no dela, até ela dormir.

    Então se levantou, pegou o pote de vidro da mãe, evitando os espelhos. Guardou a lista em seu bolso. E pegou as escadas.

    Acho que acabou a cena né? What a Face dei uma finalizada, se ela quiser outro emprego, Axel vai atrás também. Responsabilidade bro






    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner em Sab Ago 29, 2020 10:54 am

    Ela ri quando Axel lhe oferece emprego, mas não responde. Não dá para saber quando ela dormiu exatamente ou mesmo se ouviu tudo que ele falou. Mas ele sabe onde ela deixa a chave e sair não é um problema. Axel andar no corredor escuro até a escada ao lado do elevador. Sempre foi tão escuro? O elevador sempre estalou tanto assim?

    A porta se abre lentamente. No fundo do elevador Axel o encara através do espelho. Você entra na escada se sentindo um covarde. As luzes se acendem sempre que você chega perto. Elas estalam, quase nunca são usadas. Logo você está descendo cada vez mais rápido como se estivesse com pressa. Quando a porta abre diretamente para a garagem você se sente aliviado. Tão aliviado que quando a coisa do outro lado vestindo a sua cara sorri de dentro de um carro isso deixa seus pelos em pé. "O que acontece se as cordas romperem com ela lá dentro? Ela consegue sair?" Você anda mais rápido correndo para o carro. Não adianta você reflete em cada pintura brilhante e polida. "Quer descobrir?" A coisa pergunta sedutora de dentro de um carro vermelho. Você finalmente chega no seu e olhos que encaram de dentro não são os seus. "Venha aqui de novo uratha e vamos descobrir. Até lá eu vou cuidar bem dela." Ela começa em tom de ameça e termina com algo doce e convidativo. A porta se abre e você entra...

    ...Ele agora te olha com uma expressão... não. É você agora que está do outro lado. Do lado de dentro também. O carro liga de primeira, mas toda a viagem de volta é ruim. Desconfortável. Toda vez que você olha um dos retrovisores se lembra de Vanessa tremendo de medo sempre que entra no elevador.





    @bravos
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos em Dom Ago 30, 2020 10:31 pm




    Axel Brown

    Ele desceu as escadas mais rápido do que havia calculado. Maldito espírito. Era isso que eles faziam: alimentar emoções para então se alimentar delas. Chegou na garagem e deu de cara com o desgraçado que se escondia detrás da sua imagem. Axel era envolvido no jogo dele e buscava evitar responder. Até que chegou no seu carro e ele ameaçou Vanessa.

    O elodoth parou com a mão na maçaneta. Algo dentro dele estalava agora, mas não de medo. As palavras saíram vociferadas. - Experimenta fazer qualquer coisa contra ela. Por menor que seja. Tenta a sorte. Se ela me ligar assustada uma vez. Basta uma. Eu vou te caçar. E eu vou te derrubar. E vou me alimentar de ti. Até não sobrar nada. - Encarou a si mesmo. - Está avisado.

    Abriu e entrou no carro. Encarou o retrovisor. Viu a si mesmo. Nem suspirou, apenas girou a chave e saiu dali. Parecia que havia entrado num território alheio. Algo lhe coçava na garganta. Vanessa vivia com medo. Não era só a pressão da sociedade.

    O prédio de Vanessa está em que parte do território? Rolling Eyes só pra estar ciente.






    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Wordspinner em Ter Set 01, 2020 4:48 pm

    Semanas depois os espelhos ainda não parecem seguros. Axel ainda não se sente sozinho quando olha para eles. Quando olha nos próprios olhos ele não consegue deixar de pensar no reflexo vivo que o atormentava de tão longe. Qual o alcance daquilo? A coisa conseguia seguir qualquer espelho? Qualquer reflexo? O monstro do outro lado do espelho assistia ele dormir pela janela? Tinha seguido o elodoth até em casa e assisitia sua mãe cozinhar do outro lado das panela?

    "Comida na mesa!" O grito da mãe descola os olhos dele do espelho. Quanto tempo ele tinha ficado encarando sem piscar? Sua tia e seu primo já tinham chegado há alguns minutos. Eles iam sentar a mesa com um monstro vestindo o seu rosto, o Axel novo que tinha devorado o antigo e agora vivia a sua vida. Esse Axel tinha feito um inimigo de pelo menos um espírito desconhecido. Estariam todos juntos na mesa?

    Descendo a escada ele consegue ouvir a faladeira animada dos tres onde o primo toca uma guitarra de ar em cima do sofá e as duas mulheres tentam tirá-lo de lá com golpes de almofada. Um sorriso se esgueira no rosto de Axel, mas os degraus o fazem voltar aquela noite e o azedam. Aquele lugar onde Vanessa está sozinha com a coisa a observando de cada reflexo.

    A comida é ótima como sempre, mas ele mal se lembra de comer. A tia trouxe suco de uva e pudim, pudim que estava todo remexido no seu pote, mas não tinha sido levado a boca. Axel sente os cheiros de tudo de um jeito diferente. Sentir o primo ali o faz ter de encarar a verdade da qual ele estava se esquivando. Os Uivadores ensinaram o que aquele cheiro significava. Parentes. Judas e Liana. "Que cara é essa menino? A comida tava boa que eu sei. Tá passando mal?" A voz da tia cortanto seu momento de refl... ponderação. Judas ri do outro lado e finge estar fumando um cigarro de maconha enquanto as duas mulheres focam os olhos em você.
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Bravos em Qui Set 03, 2020 10:41 pm




    Axel Brown

    - Você está certíssima, tia, está maravilhosa. - Deu duas colheradas do pudim. Doce... Quase demais. Será possível que iria ter receio de cada superfície refletora pelo resto da vida? Agora ele entendia a gravidade da ameaça que fez. E pensava em Vanessa. Ao mesmo tempo que pensava em Olena. Mas na verdade ele pensava em seu primo e em sua mãe. Aquele cheiro era inconfundível. Por um lado, sentia um alívio por sua mãe. Queria ela perto. Queria ela em segurança. Ainda precisava fazer muito para garantir isso.

    Contudo, as coisas seriam mais fáceis quando ela pelo menos entendesse. Judas foi uma surpresa. Uma grata surpresa, porque ele seria o seu teste. Ele se levantou e foi pegando os pratos vazios para levar para a pia. - As madames vão nos dar licença, mas irei por o papo em dia com nosso rockstar. - Anunciou lançando um olhar cúmplice para Judas. Eles sempre haviam se dado bem. Frequentaram muitos lugares juntos. Tinham alguns amigos em comum. Obviamente, Axel fez mais cagada. Judas pelo menos tinha o talento para proteger ele dos julgamentos alheios.

    Ele passava para a cozinha com os pratos em mãos enquanto continuava puxando assunto. - A senhora Liana avisou que vai se tornar uma empreendedora agora? Conte aí, senhora, seus planos. Talvez você consiga uma investidora para ajudar com o carro. - Alfinetou enquanto voltava para tirar o resto da mesa. Seguiria naquele jogo até que estivessem de volta na sala, quando iria chamar Judas com um gesto para sair.

    - A gente vai dar uma volta... - Quando fechasse a porta atrás de si, sugeriria: - Tomar um ar no parque?






    Conteúdo patrocinado


    Axel Brown - Página 3 Empty Re: Axel Brown

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Set 27, 2020 4:44 am