Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Prólogo - O Reino Sem Coroa

    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4141
    Reputação : 315
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Prólogo - O Reino Sem Coroa - Página 2 Empty Re: Prólogo - O Reino Sem Coroa

    Mensagem por Bravos em Qui Jul 30, 2020 9:59 pm






    Aaron, o Mercador

    Percebeu que a gatuna estava um pouco pálida, então Aaron a tocou no ombro e lhe perguntou: - Violet, está tudo bem? Parece que você viu o deabo. - Deu uma sacudida na amiga, para ver se ela reagia. - Bebe aqui uma água. - Pegou seu cantil e ofereceu. Voltou-se então para a velha Lady. - Então essas frutinhas podem ser encontradas ao longo de toda a Floresta dos Sussurros? Já que a batalha aconteceu aqui? Ou apenas aqui na orla da floresta?

    Não estava satisfeito com a pouco informação que tinham. Mas a opção do caminho dos orcs também não parecia especialmente boa. - Lady, nos fale mais sobre esses sussurros. Eles são algo físico ou mágico? É possível se proteger deles através de tampões? - Aquela seria uma informação importante. Sobretudo para os peco-pecos que haviam parado de avançar. Ia ser problemático se eles decidissem ser não-cooperativos.

    Aaron murchou quando a velha falou sobre a magia de Whixa. Então eles estavam tentando engabelá-la à toa. - E você não me falou por quanto vende esse seu cachimbo. Ele parece valer 15 zenys.






    Mystic Stranger
    Samurai Urbano
    Mystic Stranger
    Samurai Urbano

    Mensagens : 105
    Reputação : 49

    Prólogo - O Reino Sem Coroa - Página 2 Empty Re: Prólogo - O Reino Sem Coroa

    Mensagem por Mystic Stranger em Sab Ago 01, 2020 4:42 pm






    Violet, a gatuna

    A jovem gatuna estava tentando pegar algo que antes não havia visto ao chegar ali. Seus olhos vagaram para além da pequena senhora e acabaram presos na floresta a frente. Sua visão encontrou em meio a escuridão olhos em um azul safira, mas tudo o que podia ser visto eram apenas eles. Hipnotizada por eles, a jovem começou a ouvir uma voz estridente e então um nome até então desconhecido e junto uma dor agoniante acontecia, fazendo com que ela levasse as mãos aos ouvidos e passou quando a voz doce da velhinha foi ouvida, como se a trouxesse de volta para o seu lugar.

    - Mas que merda de barulho foi esse? - Ainda se encontrava um pouco atordoada e pelo que Aaron havia agido consigo, ela não parecia estar bem. Aceitou o cantil de água e o bebeu em goladas rápidas. - Não sei se o coisa ruim tem olhos Safira, mas o que eu acabei de vê la dentro não parece ser normal. - Ela então olhou para a velha. - Quem é Senhor Vermilion?

    Escutaria a mulher falar a respeito disso, e se perguntava se Whixa já havia terminado com sua tarefa. O Que viu lá dentro não era normal e talvez nem fosse bom para o sua mente fraca. E se talvez eles se parecem, a fruta não daria para todos afinal. - Aaron, talvez fosse melhor seguimos separados e depois nos encontrar em um ponto mais a frente. Essa floresta não me desce. - falaria baixo para que só seu amigo a ouvisse. - Ou seguimos todos juntos pela vila dos Orcs, esse lugar me dá arrepios. Prefiro mil vez lutar contra um ser visível do que algo invisível.







    Raijecki
    Mestre Jedi
    Raijecki
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1487
    Reputação : 101
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Prólogo - O Reino Sem Coroa - Página 2 Empty Re: Prólogo - O Reino Sem Coroa

    Mensagem por Raijecki em Dom Ago 02, 2020 7:42 am






    Whixa Vaae, a Noviça Rebelde


    Prólogo - O Reino Sem Coroa - Página 2 QApfyp1

    ***

    Whixa ainda ouvia um pouco da história que a velha conhecida como "Lady" contava á seus companheiros de viagem antes de adentrar a carruagem para realizar seu feitiço do Santuário.

    "Valkyrias é? Talvez eu seja uma descendente delas, afinal de contas não há nada nem ninguém comparado a mim..." - Whixa utilizava de seu orgulho sempre que precisasse mascarar suas dores e angustias, e nunca saber de onde viera, suas reais origens, era algo que ainda a incomodava. "Bom, vamos começar logo o ritual!"

    Ela então se ajoelhava diante de seu altar improvisado para seu deus Odin e começava a orar mentalmente, invocando seu poder mágico através de um círculo de magia. O círculo tinha tons vermelho magenta e vários símbolos e hieróglifos religiosos, o que a ajudava a concentrar seu poder.

    Prólogo - O Reino Sem Coroa - Página 2 DJWYjDy  

    Após invocá-lo com sucesso, algumas pequenas e breves faíscas parecidas com descargas elétricas pulsavam das bordas círculo, o que indicava a Whixa que seu feitiço talvez demorasse mais do que o previsto, mesmo que o motivo ela não soubesse ao certo. Ela precisaria confiar que seus companheiros de missão tivessem exito em ganhar tempo.

    Então com o foco voltado novamente para sua oração de invocação mágica, ela enfim começava a recitar vocalmente e melodicamente o verso de poder do Santuário:

    "O fogo no seu olho
    Me mantém vivo
    E o fogo em seu olho
    Me mantém vivo
    Tenho certeza, nela você encontrará
    O Santuário
    Tenho certeza, nela você encontrará
    O Santuário

    E o mundo
    O mundo gira em torno
    E o mundo e o mundo
    O mundo me arrasta
    E o mundo e o mundo e o mundo
    O mundo gira em torno
    E o mundo e o mundo e o mundo e o mundo
    O mundo me arrasta

    Tenho certeza nela você encontrará

    O Santuário!"

    Referência do verso:







    Hylian
    Mutante
    Hylian
    Mutante

    Mensagens : 721
    Reputação : 91
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    Prólogo - O Reino Sem Coroa - Página 2 Empty Re: Prólogo - O Reino Sem Coroa

    Mensagem por Hylian em Ter Ago 04, 2020 2:19 pm








    O Reino Sem Coroa


    Prólogo - O Reino Sem Coroa - Página 2 08a200583794b674f04c6ce89109e6ea


    @Mystic Stranger @Raijecki @Bravos

    31 de Agosto de 1999 D.GH
    Estação: Outono, Temperatura: 14ºC, Previsão: Sem Previsões.
    Localização: Floresta dos Sussurros.

    OS PROTAGONISTAS:


    Aaron


    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 16
    Armaduras 03
    Classe: Mercador
    Dano Base: 1D4
    Experiência: 03/10
    Nível: 01
    Carga Máxima: 14/14
    Zeny$: 150

    Aaron Digby


    Whixa



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 18
    Armaduras 02
    Classe: Noviço
    Dano Base: 1D6
    Experiência: 03/10
    Nível: 01
    Carga Máxima: 05/09
    Zeny$: 150

    Whixander Vaee


    Violet



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 19
    Armaduras 01
    Classe: Gatuno
    Dano Base: 1D8
    Experiência: 03/10
    Nível: 01
    Carga Máxima: 07/11
    Zeny$: 150

    Violet Hallan










    TODOS




    Lady parecia estudar cada um deles com muita cautela, como se estivesse criando e amadurecendo um perfil único de cada um deles, com exceção de Hergos que parecia não fazer muita diferença para a idosa e, inclusive, o tratava como se não existisse em realidade. – Os Frutos Valkyrias são extremamente raros no mundo dos humanos, somente surgem em locais onde outrora houvera uma guerra santa e, portanto, somente dois únicos lugares em Midgard são agraciados por tais frutos, mas respondendo a sua pergunta, é sim! Vocês podem encontra-la pela floresta, mas não será uma tarefa fácil!

    A velha curtia muito a sede de saber do jovem mercador e como suas perguntas eram muito importantes para aquele grupinho de aventureiros que pouco sabiam sobre o que o destino os reservara. A mulher dedilhou seu cachimbo que não estava aceso encaixando-o melhor por entre seus lábios envelhecidos. – Receio que não poderei responder a esta questão, jovem mercador... – ela suspirou ao sentir-se inútil – Uma guerra santa acontece quando dois povos seja de raça diferente ou não entram em guerra em nome de um ou mais deus, porém sem o consentimento de tais deuses, a guerra santa se torna falsa e o sangue derramado torna-se um pecado e o nosso grande senhor já não mais abençoa tais terras. Acredita-se que as Valkyrias só levam consigo os verdadeiros heróis, aqueles que lutavam pelo bem, os demais tragados por Niflheim, o mundo dos mortos onde lá recebem um castigo eterno. Niflheim é, também, o lar da profana deusa Hell que há muitos anos fora trancafiada em Nifheim quando perdera uma verdadeira guerra santa contra Odin. Acredita-se que tais sussurros sejam como “flashbacks” do que aconteceu aqui... A Única maneira de se proteger da Floresta dos Sussurros é não entrar nela, nem mesmo chegar perto, ou então ter a sorte de encontrar esses frutos milagrosos, queridos...

    A Velha ficara surpresa quando Aaron demonstrara interesse em seu velho cachimbo. Ela o retirou da boca, estudando-o como se buscasse algo de valor que explicasse o interesse de um jovem mercador, mas a único valor ali era puramente sentimental – Receio em lhe dizer que este cachimbo não está a venda, meu querido, ele me foi dado há muitos anos, em épocas vitorianas por um amigo que conquistara meu coração, um deles... – ela pigarreou parecendo mergulhar em lembranças – recebi este cachimbo logo após eu ter livrado ele de uma bruxa traidora... Mas, não se preocupe, pode ficar com ele... – ela oferecia o artefato feito de madeira polida e um metal diferenciado, talvez tivesse algum valor realmente. Arqueara a sobrancelha quando a gatuna lhe fizera uma pergunta – Senh..or... Ver..m...llion...? – A velha tivera uma crise de tosse naquele momento parecendo roxa de tanto tossir – Acho melhor vocês irem, busquem por Ulrich, ele saberá guia-los!

    Visivelmente atordoada a idosa com dificuldade começou a avançar pela orla da floresta até sumir entre as árvores e arbustos onde já não era mais possível enxerga-la.

    Que velha maluca, não? – Perguntou Hergos aproximando-se de seus amigos – Ouvi dizer que os Orcs possuem artefatos muito valiosos, poderíamos aproveitar... – Comentara o menino de forma maliciosa.

    SANTUÁRIO era conjurado não muito longe deles e o seu brilho incomum e divino clareava parte da orla da floresta sem muita dificuldade embora a magia tivesse sido feita do interior da carruagem. Pouco antes da velha atordoada deixar o lugar todos viram seu corpo ser parcialmente banhado pela luz do mesmo, mas nada era possível enxergar por parte da jovem Noviça, o que tudo levaria a crer que não havia quaisquer malicias de sua parte, porém o mesmo não acontecera com Hergos. Era difícil interpretar com veracidade, pois a magia de Whixa não havia sido tão bem feita, talvez por falta de experiência, mas as faíscas pareciam angustiadas e violentas quando o brilho banhava o espadachim. Whixa escutara a voz de Yuffaa em suas lembranças:


    “Haja com cautela e sabedoria, querida irmã Whixa. O mal existe e sempre irá existir para que um equilíbrio possa ser determinado em nosso mundo. Se algum dia estiver diante do mal, use-o para o bem, em benefício de todos nós...”.



    Infos - OFF escreveu:
    Muitas revelações neste post. Como eu disse vocês podem ainda mudar o percurso para a Vila dos Orcs ou continuarem pela temida Floresta. Decidam logo, PORRA! brinqs... Raposo, escute as sábias palavras de sua superiora e haja com cautela hahaha, confio em vocês jovens aventureiros!

    Bravos - Se o Aaron aceitar o Cachimbo terá que rever os itens que carrega, pois você já está na carga máxima!



    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4141
    Reputação : 315
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Prólogo - O Reino Sem Coroa - Página 2 Empty Re: Prólogo - O Reino Sem Coroa

    Mensagem por Bravos Hoje à(s) 3:13 pm






    Aaron, o Mercador

    Então era possível encontrar mais daquelas frutas lá dentro, embora fosse difícil... - Humm... - E a velha não sabia se conseguiriam se proteger de forma mais física que mística. No fim das contas, ela havia apenas contado uma história muito interessante e não ajudado em quase nada.

    Aaron ficou surpreso quando a velha lhe deu seu cachimbo sem cobrar nada, ainda mais por ter dito que ele fora dado por alguém importante numa ocasião especial. - Obrigado... - Disse meio sem jeito enquanto observava melhor o cachimbo. Ele tinha um metal diferente ali, talvez valesse mais do que aparentava a primeira vista.

    Quando Violet falou sobre o tal Senhor Vermilion, a velha quase morre engasgada. - Ei! Está tudo bem com você? Bebe aqui uma água também! - Mas ela já se afastava e dizia que eles deveriam seguir em frente. O mercador olhou para a gatuna e disse: - Parece que esse Senhor Vermilion vai nos causar problemas. - A magia de Whixa funcionava, mas Aaron não sabia interpretá-la. Nunca fora versados nessas macumbarias. Porém, quando Hergos fala para ir para a Vila dos Orcs, ele retruca: - Hergos, você não dá uma dentro, então não iremos para a Vila dos Orcs nem a pau.

    Aaron caminhou de volta para a carroça enquanto explicava qual era seu plano: - Irei fazer uns tampões para nossos ouvidos com um pouco de cera de abelha que tenho aqui. Vamos torcer que isso nos proteja. Senão, temos a frutinha e talvez encontremos mais lá dentro. Whixa, pare de fazer a linha velha rezadeira e ajude com alguma coisa.

    Off: @Hylian algo tão pequeno quanto um cachimbo teria carga 0, não deveria afetar Rolling Eyes

    Ia usar um uso dos Equipamentos de Aventureiro pra ter cera de abelha e fazer os tampões. Pra isso usaria o movimento Fabricar +INT pq tem que ser sabido pra derreter a cera numa temperatura certa pra moldar ela nas orelhas sem queimar as pessoas. Vou rolar logo o movimento:

    Fabricar +3
    Bravos efetuou 2 lançamento(s) de dados Prólogo - O Reino Sem Coroa - Página 2 Dice10 (d6.) :
    3 , 2






    Conteúdo patrocinado


    Prólogo - O Reino Sem Coroa - Página 2 Empty Re: Prólogo - O Reino Sem Coroa

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Ago 06, 2020 10:07 pm