Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    O Jogo dos Tronos - ON

    DariusNovadek
    Tecnocrata
    DariusNovadek
    Tecnocrata

    Mensagens : 317
    Reputação : 6

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por DariusNovadek em Ter Set 08, 2020 3:32 pm

    A moça chegou até a rir, o que poderia ser um indicativo bom, mas também um ruim.. De qualquer maneira, a estalajadeira interveio, estragando todo o momento. Esdres apenas reage tranquilamente, dizendo:

    - Poxa, mas o que eu quero é justamente que ela trabalhe bem. Fique tranquila minha senhora, minha família irá tratar dos pagamentos, enquanto isso, já que não me deixa comunicar diretamente com a linda Brenna, peça para ela me trazer um vinho, por gentileza. E que estalagem é essa que não oferece um bom banho a nobres viajantes?

    Esdres fica meio sem entender se não ofereciam banho, ou se a estalajadeira estava esperando o pagamento de todos.

    Se senta na primeira mesa que encontrasse, a espera dos vinhos. Queria mesmo era um quarto só pra ele, mas já via que aquilo seria impossível, dado ao tamanho da caravana. Assim que se senta, Daria vem comentando ironicamente a Esdres.

    Daria escreveu:- Então já estava querendo aprontar, né?

    Esdres sorri desleixadamente, e a puxa para sentar-se em seu colo:

    - Ah, você sabe, algumas coisas nunca mudam, minha essência sempre estará aqui. Mas não sei não, acho que essa estalajadeira velha não vai deixar a amigável Brenna se juntar a nós.

    *Solta um bocejo*

    - Queria mesmo era um bom banho e uma massagem.. Vai querer dormir onde? No celeiro, no sótão, ou na minha cama?

    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 10325
    Reputação : 76
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Sandinus em Ter Set 08, 2020 4:16 pm

    Asdulfor se irrita com o modo que ela tratou Esdres e ele, ele volta-se para a senhora e sua expressão parece fechada e visivelmente irritada. Ele aproxima-se da velha e evitando falar alto a encara, o velho era orgulho so de mais para aguentar tamanho desaforo.

    -Quem você acha que somos? Caloteiros de beira de estradas como esses maltrapilhos que se embebedam com essas bebidas baratas!? Exigo que faça o que Esdres e eu desejamos, seu pagamento saíra quando todos os membros da minha família estiverem satisfeitos. Ponha uma coisa e sua cabecinha, somos nobres, somos os Fenlinight! Aqueles que nos agradam serão bem recompensados, mas os que nos desprezam... Sugiro que não queria que nós fiquemos em desfavor com você, portanto, FAÇA o que foi solicitado.

    Além disso sugiro que baixe esses preços absurdos que quer cobrar pelos seus serviços!


    Quero iniciar a disputa de intriga.
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 4801
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Srta. Moon em Ter Set 08, 2020 10:49 pm

      Seguiu com sua mãe até o salão sentou-se ao seu lado como sempre, permanecia comportada, mesmo não gostando das atitudes que seu irmão e tio-avô, mas respeitava o ultimo por ser velho e ter lhe dado alguns conhecimentos específicos. Escutou um dos servos de seu pai a falar sobre os preços absurdos cobrados pela dona do lugar. Não teria interferido na possível discussão do seu tio-avô, mais pelo medo e respeito ao ancião da família, só que ele estava muito agitado naquele momento, por fim ela educadamente pediu a sua mãe e pai a licença para sair da mesa e ajudar o ancião. Seguiu calmamente por entre as mesas com um sorriso no rosto, apenas tocava gentilmente e de forma respeitosa no ombro do seu tio-avô, mesmo sabendo que levaria uma bronca pelo fato de possivelmente interrompe-lo.
    -Calma Tio, o Senhor não pode ficar muito agitado... apenas curvou-se desculpando -se frente a senhora dona do lugar.
    - Perdoe a falta de educação do meu irmão e principalmente a fala um tanto áspera do meu tio, pois ele teve uma viagem muito cansativa e está exausto... Se possível a Senhora poderia pedir a um dos empregados para mostrar os aposentos do meu tio-avô, e os acessórios/utensílios para seu banho, pois não precisa se preocupar com mais nada os empregados do meu tio podem realizar o resta das tarefas para não sobrecarrega-la em suas funções... Assim como a senhora estamos todos cansados...
       Acenava para as três amantes do seu irmão.
    -Mostre a elas o que tem que fazer na cozinha preparando os pratos especiais do meu Tio-avô, pois ele tem uma dieta alimentar diferenciada devido a idade, coisa que apenas seu servo sabe o que tem de fazer...
    Segurou a ruiva pelo braço, A senhorita Anya junto aos outros servos do meu tio-avô podem ajudar no preparativos do banho do meu tio-avô... Assim que terminar com os preparativos senhorita Anya, não precisando banhar meu tio, retorne aos seus afazeres...
       Mais uma vez se desculpava pelos acontecimentos no recinto e comentava sobre o pagamento, deixando claro que seu tio-avô resolveria tal assunto, no mais apenas sorria para seu irmão mostrando a língua.






    OFF: dar uma força para o Lyvio na intriga dele se isso for possível amaciando a velha ai
    Claude Speedy
    Antediluviano
    Claude Speedy
    Antediluviano

    Mensagens : 3537
    Reputação : 70

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Claude Speedy em Qua Set 09, 2020 12:47 am



    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcSSFN5YwoWJw8cEvHGw_DbEN7e7UM_xZ1-EY10mIEQ9m4X2_7xyMQ

    A ideia de Gaspar era tentar chegar primeiro, como não tinha nenhum símbolo de nobreza poderia discretamente ser um batedor. Mas como os ajoelhadores com mais títulos sempre são os responsáveis por achar que sabem tudo, obviamente eles saíram na frente.

    O velho pai sempre tem olhos atentos, mas tem pouco jeito para sutilezas, não só ele notou a estranha e pouco disfarçada olhada do sujeito perto da lareira. O próprio batedor pretendia tentar fazer alguma forma dos ocupantes do lugar não nos vir chegando todos juntos. Mas segui-o as instruções paternais e caminho em direção à lareira...  meramente esfregando as minhas mãos perto do fogo como quem meramente quer se aquecer. O que era de fato necessário.

    Mesmo rodeado de possíveis assaltantes por perto, agora, Gaspar se sentia à vontade longe da chuva.

    Aguardando calmamente o sujeito puxar assunto, quem que tenha atacado aqueles dois esta aqui dentro ou não muito longe daqui... e era fundamental descobrir onde.

    Em determinado momento, eu me virava e puxava um outro móvel para me sentar e aguardava a fala dele.
    DariusNovadek
    Tecnocrata
    DariusNovadek
    Tecnocrata

    Mensagens : 317
    Reputação : 6

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por DariusNovadek em Qua Set 09, 2020 11:08 am

    Gostou de ver seu Tio o defendendo, parecia que a viagem iria unir todos da família. Mas após isso veio sua irmã, com uma audácia poderosa pediu perdão por Esdres ter sido mal educado (o que o fez pensar se realmente foi, porque pra ele não tinha sido), e ainda por cima "criticou" a fala do tio. Mas Esdres nem ligou, ainda estava com Daria no colo, quando Lícia a chamou para fazer comida pro tio.

    WTF?!?!?!?!?!?

    Ser ousada com o tio tudo bem, mas com minhas Aias?? Ai é brincar com fogo.

    - Ei!!

    Disse quando ela foi ordenando que suas aias fizessem outros afazeres. Levantou-se e foi até ela.

    - Acredito que o local da cozinha é exclusiva a funcionários, e nossa querida estalajadeira não as permitirá entrar.

    Quanto ao afazer de Anya, Esdres não tinha desculpa, pelo menos a irmã não mandou ela banhar o tio. Disse a Anya

    - Bom.. Vá, e depois já prepare o meu banho, mas nesse caso, vai precisar ficar pra me ajudar a banhar, não consigo alcançar minhas costas.

    Diante do vexame que sua irmã o fez passar só de pirraça, Esdres chegou bem perto e sussurou no ouvido dela:

    - Só lembrando que quanto menos tempo passar com elas, mais tempo vou passar bebendo, e adivinha quem vai ter que me aguentar bebado? Minha querida irmã!
    Wordspinner
    Mestre Jedi
    Wordspinner
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1084
    Reputação : 43

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Wordspinner em Qua Set 09, 2020 12:15 pm






    Gylen Snow

     
    Sair da chuva era uma benção. Ver os nobres alterados era um balsamo ainda mais potente. O bastardo literalmente beija a porta da estalagem com real gratidão. Ele se sacode em suas peles, mas não as retira ainda. Vendo o clima local azedar ele rapidamente se lembra que tem afazeres lá fora.

    Sentir o ar frio de novo na pele o deixa com um humor péssimo. Seus olhos afiados absorveram as pessoas do lugar e ele sabe que não vai ser necessário lá dentro enquanto estiverem todos exaltados. O bastardo faz um carinho no focinho de fofinha, sua dócil montaria. "Mesmo sendo um cavalo, você tem bastante senso." O menino que cuidava dela já estava trabalhando em suas fivelas. Até as montarias dos nobres começariam o descanso antes dos servos. Essa é a natureza das coisas em Westeros. "Tarso, cuida bem dela. Se quiser pode dormir junto com a nossa garota." Gylen da um tapinha carinhoso nela, com os pés no chão ele tem mais coragem. "Eu te levo um pouco de comida ou o Sivon leva." Tarso não era de muitas respostas, mas dificilmente negaria um prato de comida quente. Se é que teriam comida quente.

    Gylen olha para dentro da estalagem e retorna, dessa vez tira as peles molhadas assim que entra e as entrega a Sivon. Afinal era o homem que organizava suas coisas. Com um sorriso grande no rosto e olhando bem para a cara sem graça do amigo e servo. "Por favor, quando tivermos comida leve um pouco para Tarso. Aproveite e deixe essas peles com ele, elas vão estar fedendo amanhã de um jeito ou de outro." O bastardo aperta carinhosamente o ombro do amigo e então se põe a andar na direção do estranho mais discreto do bar. Bengala, passo e passo. Bengala, passo e passo. O sorriso no rosto bem largo e convidativo.

    Assim que ele chega perto o suficiente da mesa. "Posso sentar um pouco." Ele pergunta ao barbudo, mas já se senta sem dar chance para ele recusar. "Nos somos muitos e acho que vamos acabar precisando de muitos lugares para sentar nossas bundas amaciadas da viagem. Não se incomoda com um pouco de companhia, não é?" Ele aperta a coxa machucada debaixo da mesa e aproveita para deixar a mão esquerda no cabo de uma das adagas, mas o que fazer com a outra mão? "Por sinal eu sou um mal educado. Meu nome é Gylen senhor, e o seu?" Ele estende a mão direita por cima da mesa em cumprimento. A bengala bonita acaba abandonada em cima da mesa.

    Ele ignora a discussão entre os nobres e a taverneira. Era melhor não tentar ajudar onde só iria atrapalhar. Não não. Melhor conhecer o velho e guardar um lugar para sentar e depois ir se secar em frente a lareira e conhecer o amigo novo de Gaspar.

    Off:
    Servos

    Tarso, resgatado de um navio escravagista que estava adquirindo mercadorias na costa fria de westeros. Pequeno para a idade que diz ter, mas com dedos ágeis e um jeito com animais. Ele mal sabe falar a língua de westeros, mas entende claramente os comandos que recebe e parece achar a vida de servo ótima. O que diz muito sobre o seu curto passado. Gylen não tem direitos a muitos servos, mas argumentou que o rapaz seria mais barato de manter que um adulto e ainda poderia ser treinado para ser bem humilde e discreto. Infelizmente o rapaz realmente se mostrou humilde e discreto. Mas também demonstrou talento para a piada que Gylen planeja. As vezes ele se senta com um copo de vinho e imagina o garoto bom o bastante para ganhar a liça usando somente facas. Gylen apostaria no plebeu cavalariço e ficaria rico de uma vez só. Só precisava continuar ensinando o garoto. Por enquanto o menino aprendia usando as suas facas, mas um dia teria as dele. Quando fosse bom o bastante para defendê-las.

    Sivon, é um amigo de infância de Gylen. Um fracassado? Sim, mas um fracassado leal. Eles dividiram muitas surras antes de Gylen aprender a lutar. Ele era um homem alto e grande com jeito de idiota, mas a verdade é que pelo menos para as letras ele tinha um pouco de talento. Em Westeros ele era tão analfabeto quanto Gylen, mas em Braavos o homem saberia ler e escrever com letra bonita. Infelizmente ele era um fracassado e não tinha nada em seu nome exceto dívidas em bares e contas a acertar. Quando Gylen anunciou sua saída de Braavos Sivon ouviu o som da morte com suas correntes e implorou por ajuda. Um bastardo não tem muito poder, mas conseguiu um ‘trabalho’ para o amigo. Ele conta moedas, compra roupas e prova vinhos para Gylen. Ele poderia fazer tudo isso ele mesmo, mas Sivon era um amigo e um pedaço de Braavos que carregava com ele. Além de que é sempre bom não ser o maior idiota da sala.







    Claude Speedy
    Antediluviano
    Claude Speedy
    Antediluviano

    Mensagens : 3537
    Reputação : 70

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Claude Speedy em Qua Set 09, 2020 1:47 pm




    Gaspar nota o jovem Gylen mancar até perto da lareira e se sentar no local aquecido, ele sabia que o rapaz era mal visto por ter nascido de alguma estranha restrição de liberdade sexual de seu pai e isso deixava o ex-gladiador mais a vontade em conviver com o manco. O selvagem ainda não falaria nada com o beberrão de chá que olhou tão estranhamente para o grupo ao chegarem se não fosse pela gentileza e o sorriso do espadachim falar pelos dois, iria aguardar o doente puxar assunto...

    Mas era tarde, era fundamental descobrir o que aconteceu aqui e seria necessário descobrir alguma coisa de alguém. Se esse Gylen não fizesse saudado o homem, Gaspar não teria mudado seu comportamento e iria meramente achar um lugar para sentar perto do fogo para se aquecer. Mas agora a ação deveria ser outra.

    —Sou Gaspar...

    Comentava enquanto esfregava as mãos contra do tronco em um abraço pessoal. Falando como se fosse uma apresentação tanto para Corvin, deixando a dúvida se ele conhecia Gylen antes de entrar aqui.

    Ele pensa de novo que deveria ter combinado melhor.... tentar chegar primeiro, talvez justamente com Gylen, se passar por meros viajantes... Mas o que esta feito, esta feito. Se luta com as armas que se tem, para reforçar o fingimento de não conhecer os demais assim que Brenna se afasta do assédio de Esdres e passa por ele, Gaspar a chama para fazer seus pedidos.

    —Eu gostaria do vinho mais barato que tiver e uma refeição simples... E que me diga o que esta acontecendo ali com aquele pessoal.

    Falava cochichando sobre o seu pai, Lícia e Esdres, fingindo que entrou com eles por acaso e não que eram conhecidos. Isso era uma deixa também para Gylen saber que eu iria me passar por um desconhecido, talvez ele também entrasse na dança já que não se disse um "Snow" e se ele quisesse fingir não conhecer Gaspar e os demais para que fossem mais eficientes em proteger as moedas que os colegas de viagem estavam gritando em dizer que possuem talvez pudesse ser uma boa... Mas o próprio Gylen poderia ser a pessoa quem explicaria quem era aquela trupe de nobres mesquinhos que reclamavam dos preços altos.

    Off: Se eu tiver de rolar algum teste para conseguir a confiança de Brenna justamente depois dos avanços quase abusivos do jovem lorde... Me diga.

    [/quote]
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 4801
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Srta. Moon em Qua Set 09, 2020 2:42 pm

    Apenas abraçou o braço do irmão e sorria como sempre, respondia de forma que somente ele conseguiria escutar seu comentário.
    -Querido irmão, não gosto de desperdiçar nenhum vintém, assim como não gosto de ditar regras ou dar ordens sem sentido, se me conhece sabe muito bem que tudo que planejo é igual às engrenagens de um moinho e não tolero desperdício... Veja a seu redor tomamos conta praticamente do recinto, não custa nada dispensar alguns servos para ajudar em pequenas tarefas não sobrecarregando a senhora dona do estabelecimento que já não está muito contente com a nossa presença... Estamos longe da proteção de nossas muralhas, por isso não fale como se estivéssemos no conforto de nossa casa, muito menos evite chamar atenção sobre si em relação a dinheiro, pagamentos, ou seja, lá o que for envolvendo nosso dinheiro... Não sabemos muito bem junto de quem estamos aqui, olhe paras os estranhos sentados às mesas...

    Dava alguns tapinhas em seu ombro.
    -Você deveria é estar alerta sobre os corpos na estrada, somos um alvo aqui, deveria discretamente procurar saber algo sobre o incidente, mandar alguns seguranças vigiar o estabelecimento...Sabe este tipo de coisa para manter nossa segurança...Afinal não escutou o papai pedir isso a você e ao nosso outro irmão?

    O segurava firme pelo braço.
    -Tome cuidado, mais tarde você encontra suas servas, agora deixe de ser ranzinza e se, eu tiver que te aturar bêbado vou pedir aos demais para te atar na cama ou no estabulo...
    DariusNovadek
    Tecnocrata
    DariusNovadek
    Tecnocrata

    Mensagens : 317
    Reputação : 6

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por DariusNovadek em Qua Set 09, 2020 3:19 pm

    Não era atoa que eram gêmeos, Lícia era conectada a Esdres, sabia o acalmar, e se safava quando Esdres estava nervoso. O abraçou e o acalmou naquele momento, Esdres voltou a sorrir e carinhosamente beijou a testa de sua querida irmã.


    - Eu sei querida irmã. Mas é como sempre digo, você organiza o dinheiro da família, eu gasto. O equilíbrio perfeito.

    Lícia escreveu:-Você deveria é estar alerta sobre os corpos na estrada, somos um alvo aqui, deveria discretamente procurar saber algo sobre o incidente, mandar alguns seguranças vigiar o estabelecimento...Sabe este tipo de coisa para manter nossa segurança...Afinal não escutou o papai pedir isso a você e ao nosso outro irmão?


    Esdres sorri carinhosamente a sua irmã, e continua dizendo baixo para que só ela ouça:

    - Irmã, sou meio desleixado, mas não sou tolo. Só sei aproveitar as coisas, não sou durão que nem os outros nobres. Você acha que iria tirar quais informações da adorável Brenna? É claro que iria tirar outras coisas também mas, eu tenho o meu jeito.

    Lícia escreveu:O segurava firme pelo braço.
    -Tome cuidado, mais tarde você encontra suas servas, agora deixe de ser ranzinza e se, eu tiver que te aturar bêbado vou pedir aos demais para te atar na cama ou no estabulo...

    - Cuidado não é meu nome do meio, mas deve ser um primo distante. Fique tranquila, sei me cuidar. Agora trate de pedir pra estalajadeira mandar a brenna me servir e deixe que eu dou meus jeitos. E você sabe que se eu chegar bêbado você não teria coragem de me deixar dormindo no estábulo.

    Após isso retornou a sua mesa, e assim que Brenna fosse realmente o atender, diria, dessa vez muito mais polido:

    - Me desculpe Brenna, não quis parecer mesquinho ou algo do tipo. Apenas sou faladeiro e gosto de aproveitar bem as coisas.. Não gosto do jeito esnobe de um nobre ser. Dos que estão aqui, tenha certeza de que eu sou o que mais se relaciona com plebeus. *abafa uma risada, fazer um trocadilho nessa frase era tão fácil para Esdres que era difícil não falar* - Sei que a casa está cheia e que não posso te ocupar muito, e que você deve estar cheia de nobres na sua cabeça, ainda mais pela sua beleza. Por causa do torneio, o movimento aqui deve ter aumentado demais não é? Quem tem passado por aqui ultimamente?


    Off: Chegou o momento de usar a sedução mestre, ainda não li sobre as rolagens, mas vou ler e rolar
    Claude Speedy
    Antediluviano
    Claude Speedy
    Antediluviano

    Mensagens : 3537
    Reputação : 70

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Claude Speedy em Qua Set 09, 2020 3:56 pm




    Quando o jovem retonar a falar com Brenna, antes mesmo que Gaspar possa terminar de fazer seu pedido e tentar se aproximar discretamente ele nota que a cooperação para se manter oculto e fazer seu trabalho como espião da família fica cada vez mais dificil porque o filho continua tentando azarar a garçonete que pouco antes foi alertado para deixar em paz. E mesmo o garoto tendo três mulheres o esperando em seu quarto, mulheres que ele já claramente colocou para todos que eram suas empregadas, ele continua mantendo uma postura ostensiva e claramente ofensiva sobre a garota...

    O Selvagem pensa que já não basta ser uma sociedade extremamente preconceituosa contra os não monogâmicos, o nobre ainda insiste em posar de rico e curioso justamente sobre o que não deveria. Mas certamente talvez era justamente algo assim que possa se fazer justamente por conta das inteirações atravessadas de seus companheiros quererem acumular tudo.

    Assim que o Esdres atravessa o pedido do vinho e comida com mais galanteios, sem medir suas palavras, ele comenta também para dar a dica para Esdres de que deve trata-lo como um desconhecido hostil.

    —Não sei quem é você e nem de que buraco você saiu, garoto, mas por essa região nós não poupamos a vida de pirralhos que compram suas esposas e acham que a honra de qualquer dama esta à venda... Se não deixar Brenna em paz para trabalhar e anotar o meu pedido, eu juro que vai desejar encarar todos os cavaleiros cheirando a sabonete de seu torneiro de uma só vez do que a minha ira!

    E olhava para o jovem em um tom de intimidação, para que o garoto se tocasse tanto quanto o fizesse interagir com a enganação que tentava gerar.



    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2264
    Reputação : 52
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por GodsCorpse em Qua Set 09, 2020 8:00 pm


        

           

           

        


               

               
    Vestindo: Casaco de couro negro longo com ornamentos dourados. Gola da jaqueta é assimétrica e aberta, com símbolo da família desenhado na aba. Uma camiseta longa e calças também pretas. Enquanto no norte, tinha ombreiras peludas para proteger o pescoço.

           

               

                   
    O soldado assentiu e saiu apressado para comunicar o acontecido ao Lorde Beron.
                   

    Mais más notícias. Beron não se surpreendeu e da janela ficou cuidando as ações de seus filhos para "amarrar" a situação de vez e escolheu ser paciente - Três mortos a caminho da estalagem. Ótimo início de viagem. - foi irônico, mas sem esbanjar humor. Concluído o sepultamento, suspirou aliviado pelo retorno à viagem.


                   

    Mais confortável ficou em ver a estalagem a vista, pois finalmente poderia repousar as pernas dobradas de horas de viagem. Para sua surpresa, não lembrava dela, ainda mais que teve seus nomes alterados e sua apresentação era melhor do que esperada. E isso era dizer bastante. Seria muito otimista se o local servisse aposentes suficiente para atender toda a família... O que vai ser um problema com o número de servos acompanhando os seus filhos. Há de entender por que a as garotas vieram acompanhando o rapaz Esdres quando poderiam ter ficado para trás. Era um luxo que permitia ao garoto por não ter mais aspirações do que ser um bom lutador em um torneio.


                   

    Beron tomou seu tempo, sendo o último a sair. De um lado, as pernas estavam cansadas, ardendo de estarem tanto tempo dobradas e, por outra, deixou a iniciativa da família de fazerem as preparações. Acompanhado dele, além da esposa, três membros da guarda - Thomas, Jurdan e Andriu - de confiança e mais sérios que os restantes. Quando entrou, já estava ouvindo Asdulfor passar algumas ordens complementares ao que o capitão da guarda havia passado e a repreensão da velha estaleira aos investimentos na garota ruiva. Tirou a capa, tirou as luvas e voltou o olhar para sua "engrenagem" funcionando, o que tirou um leve sorriso de seu rosto.


                   

    - Asdulfor, não há necessidade de defender a honra de um garoto viril. - o capitão da guarda alimenta Beron com os preços que deixa ele menos agradável. Entregando a sua capa para um dos seus guardas, ele se aproxima de Asdulfor e toma à frente à senhora da estalagem - Parece que tem um erro na sua contagem que foi informada ao meu capitão. O valor informado parece ser para um grupo de desconhecidos estrangeiros, os quais não somos. Somos da família Felinight e eu Beron Felinight. Parte do nosso pagamento já esta sendo remunerado com nosso serviço à segurança destas terras e da estrutura dessa estalagem, como as terras quais fazem uso para alimentar seus animais e crianças, não é verdade?


                   

    Beron encarou com rosto sério e seus olhos fixados na senhora.


                   
    Aqui é intimidation na tia.
               

           
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7448
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Dycleal em Qua Set 09, 2020 8:49 pm

    Arthur espera o pai descer para perguntar se ele está bem e informa que cuidará da segurança do lado de fora e colherá informações gerais, se despede dele antes dele entrar e fala para a sua Aia, a velha Srta. Elizabeth Cooper, uma anciã vigorosa e que serve a família por mais de quatro décadas e pede a ela que acompanhe o pai e com sua experiência coordene os trabalhos de apoio ao da estalagem. Fala com Aubrey, o seu homem de armas e combatente mais experiente que junto com Andy e Wilford varram o perímetro para garantir a segurança, inclusive o estabulo e que conversem com o rapaz que trabalha lá, para ver se ele viu algo de diferente e voltando-se para os arqueiros Anthony e Maxwell, aponta o telhado acima do terceiro andar do prédio e diz: - Subam lá em cima, encontrem os seus ninchos de vigília e combine os sinais de alarme com Aubrey.

    Após dar as ordens táticas, se volta para o cozinheiro, Thomas Aurily, um experiente cozinheiro de 30 anos que trouxe de Braavos e que se deu muito bem com a sua Aia, a mama Elizabeth, e diz: - Entre na estalagem como um viajante comum, instrua seus ajudantes, os irmãos Snyder, para conversarem como se não quisessem nada demais, só uma prosa com os frequentadores da taverna e vejam se descobrem algo sobre os bandidos que mataram aqueles três lá embaixo, mas diga para Amon e Gareth serem discretos. Após isso, fala para sua servas pessoais, Mary, Dayse e Linda para serem discretas e ajudarem a mama Elizabeth no que ela precisar, a situação aqui é um tanto tensa e vamos deixar a diversão para outro momento ou mais tarde se as informações forem mais tranquilizadoras e por fim, chama o seu escudeiro, o Jovem Alvin Toolly para acompanha-lo em uma inspeção da estrada, tanto seguindo para o norte uma certa distância com um retorno para o sul e depois voltam e entram na estalagem com as informações que recolherem para relatar ao seu pai.

    Mais tranquilo, após organizar o cinturão de segurança, agora se concentrará no interior da taverna e nos problemas que encontrar por lá e dar apoio ao seu pai no que ele precisar.
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 10325
    Reputação : 76
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Sandinus em Qui Set 10, 2020 5:18 pm

    Asdulfor estava tentando colocar a estalajadeira no lugar dela , porém sua sobrinha neta chega e se desculpa com a mulher. O velho vira-se para ele visivelmente irritado, ele não admitiria que uma nobre como ela se curvasse e vergonhosamente pedisse desculpas para alguém que não parece interessada em atender minimamente bem toda a sua família ainda mais sendo uma estalajadeira que residia nas terras dos Fenlinight. Aquilo era uma ofensa para o orgulho do velho que já se preparava para repreender severamente sua sobrinha, porém é surpreendido pela presença de Baron que toma a frente e vai falar com a estalajadeira mostrando toda sua altivez e autoridade, mas ele não deixa de afineta-la:

    -É assim que um nobre deve se portar, seu pai vem lhe ensinando muito mal pelo visto, pelo menos ele ainda tem orgulho nessa casa. Não envergonhe o nome de nossa família se rebaixando a essa gente.

    Logo em seguida vira-se e avança se posicionando lado a lado de Baron para intimidar a estalajadeira.

    -Veja o que você fez, obrigou nosso Lorde a ter que vir aqui resolver uma contenda!? Nós estamos apenas exigindo um tratamento minimamente decente pela fortuna que cobra e por tudo que já fornecemos a vocês durante gerações! Gratidão é o minimo que vocês deveriam ter.

    Asdulfor baixa mais o tom com a presença de Baron demonstrando respeito ao lorde. Mas não deixaria de pressionar a senhora para que ela possa atender as necessidades da família.
    DariusNovadek
    Tecnocrata
    DariusNovadek
    Tecnocrata

    Mensagens : 317
    Reputação : 6

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por DariusNovadek em Sex Set 11, 2020 12:30 pm

    Claude escreveu:—Não sei quem é você e nem de que buraco você saiu, garoto, mas por essa região nós não poupamos a vida de pirralhos que compram suas esposas e acham que a honra de qualquer dama esta à venda... Se não deixar Brenna em paz para trabalhar e anotar o meu pedido, eu juro que vai desejar encarar todos os cavaleiros cheirando a sabonete de seu torneiro de uma só vez do que a minha ira!

    Esdres não entendeu o que Gaspar estava fazendo, primeiro que Brenna já tinha o atendido, segundo que ele conhecia Esdres. Talvez o alcool ja tivesse subido a cabeça dele, e todo o rancor que tinha sobre nobres estava sendo expelido agora. Poderia muito bem partir para briga naquele momento, mas decidiu manter a compostura, antes de ser interrompido por ele, estava falando para Brenna justamente que não era um nobre enrustido:

    - Cara, não sei do que você está falando, deve ser a idade definhando sua cabeça, ou já deve estar cheio de álcool. Primeiro que Brenna já anotou seu pedido. Pelo visto é uma eficiente garçonete, segundo que quem interrompeu o outro aqui foi você. Terceiro que com sua idade, se ficar realmente irado, não levante muito rápido pra não travar as costas. Vou parar por aqui, porque não sei se você sabe contar mais do que isso. Se embriague no seu canto, e aprenda a ficar quieto quando deve ficar quieto.. Sugiro que rápido, não deve ter muito tempo pela frente.

    Primeira vez fora das terras de sua família, e Esdres já estava vendo que ser nobre não era tão um diferencial no resto de Westeros.. Até agora não estava sendo tratado como era pelo pessoal que morava perto do Castelo de sua família. Acalmado os ânimos, voltou a falar com Brenna:

    - Bom, como eu ia falando.. Me perdoe se caso lhe desrespeitei.. Deve estar tendo um dia cheio, muita gente passou por aqui hoje?

    Perguntou para tentar arrumar pistas de quem poderia ter assassinado os três corpos mais cedo. Provavelmente também tenham passado por ali mais cedo. Após a informação pediu uma taça de vinho ou hidromel.

    Off: Manda a sedução de novo!

    Alexyus
    Troubleshooter
    Alexyus
    Troubleshooter

    Mensagens : 767
    Reputação : 41

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Alexyus em Sex Set 11, 2020 8:18 pm

    BERON, ASDULFOR & LÍCIA

    A estalajadeira, que já pareceia reprovar o comportamento de Esdres, ficou positivamente contrariada com a atitude de Asdulfor. O aparte de Lícia pareceu começar a reduzir os danos, mas o seu autoritário pai resolveu se impôr:

    Beron escreveu:Parece que tem um erro na sua contagem que foi informada ao meu capitão. O valor informado parece ser para um grupo de desconhecidos estrangeiros, os quais não somos. Somos da família Felinight e eu Beron Felinight. Parte do nosso pagamento já esta sendo remunerado com nosso serviço à segurança destas terras e da estrutura dessa estalagem, como as terras quais fazem uso para alimentar seus animais e crianças, não é verdade?

    Masha olhou para Beron com olhos críticos e respondeu com altivez:

    - Lorde Felinight, é? Nós sempre pagamos nossos imposto sem falta desde o tempo do seu pai, que aliás mantinha essas terras muito mais seguras do que estão agora. Nós não lhe devemos nada além do que já damos, milorde. E os preços estão altos pela demanda! Senhores e cavaleiros passam por aqui o tempo todo rumo a esse torneio do Rei Robert! Se eu não tivesse aumentado os preços não conseguiria mais servir comida para meus hóspedes! Mas sua comitiva não é obrigada a pagar nada, milorde: podem voltar à estrada se o serviço não lhes agrada!

    Apesar da demonstração da autoridade de Beron, a estalajadeira Heedle não pareceu ficar muito abalada, e respondia com uma língua rápida e afiada.


    ARTHUR

    Arthur escreveu: - Subam lá em cima, encontrem os seus ninchos de vigília e combine os sinais de alarme com Aubrey.

    Andy e Wilford assentiram e se afastaram rapidamente para cumprir as ordens de Arthur, mas Anthony e Maxwell escutaram coom um pouco de hesitação, até que Anthony disse:

    - A estalajadeira vai permitir que subamos até lá, milorde?

    Maxwell ainda interpôs:

    - E por quanto tempo o senhor quer que fiquemos lá? Também estamos cansados e com fome, e logo anoitecerá e não teremos como ver além do pátio da estalagem...

    Arthur escreveu: - Entre na estalagem como um viajante comum, instrua seus ajudantes, os irmãos Snyder, para conversarem como se não quisessem nada demais, só uma prosa com os frequentadores da taverna e vejam se descobrem algo sobre os bandidos que mataram aqueles três lá embaixo, mas diga para Amon e Gareth serem discretos

    Aurily fez uma mesura:

    - Farei o que disse agora mesmo, milorde, mas Amon e Gareth não são lá muito discretos, não senhor...

    Depois de despachar seus assistentes, Arthur chamou o jovem Alvin Tooly para acompanhá-lo. Os dois perambularam pela estrada nas duas direções, ensopando-se mais um pouco na chuva inclemente que continuava a castigar os viajantes. A visibilidade não era muito boa, mas nem ele nem o jovem escudeiro viram nada de anormal. A Estalagem era a única construção às margens da estrada, e as casas de fazenda mais próximas dali eram apenas figuras discretas no horizonte.


    GYLLEN

    O bastardo deixou sua égua Fofinha aos cuidados de Tarso, com a impressão quase absoluta de que o garoto ia preferir dormir nos estábulos mesmo.

    Gyllen escreveu:"Por favor, quando tivermos comida leve um pouco para Tarso. Aproveite e deixe essas peles com ele, elas vão estar fedendo amanhã de um jeito ou de outro."

    Sivon pegou as peles de Gyllen e disse:

    - Vou deixar com ele agora mesmo enquanto pedem a comida, depois como um pouco e levo a parte do garoto.

    Gyllen escreveu:Assim que ele chega perto o suficiente da mesa. "Posso sentar um pouco." Ele pergunta ao barbudo, mas já se senta sem dar chance para ele recusar. "Nos somos muitos e acho que vamos acabar precisando de muitos lugares para sentar nossas bundas amaciadas da viagem. Não se incomoda com um pouco de companhia, não é?" Ele aperta a coxa machucada debaixo da mesa e aproveita para deixar a mão esquerda no cabo de uma das adagas, mas o que fazer com a outra mão? "Por sinal eu sou um mal educado. Meu nome é Gylen senhor, e o seu?" Ele estende a mão direita por cima da mesa em cumprimento. A bengala bonita acaba abandonada em cima da mesa.

    O velho sorriu debaixo da densa barba grisalha e pousou a caneca de cerveja na mesa, exibindo um braço ainda bem forte enquanto respondia:

    - Sou Horace Steel, se lhe agradar, meu senhor. Sente-se, ponha-se à vontade! está a caminho de Porto Real para o torneio do Rei Robert? Eu também estou indo pra lá! Sou um ferreiro e funileiro, um dos melhores que poderá encontrar, senhor, e com certeza haverá muito trabalho para mim lá! Parei aqui nessa estalagem pouco antes dos senhores chegarem, para esperar esse temporal passar. Se ficasse mais tempo nesse aguaceiro, iria começar a enferrujar...!

    Ele riu com um bom humor alcoolizado, e Gyllen sentiu-se confiante naquela conversa.


    ESDRES & GASPAR

    Gaspar tentou provocar Esdres, mas aparentemente o jovem nobre não entendeu: deu uma censura no batedor e voltou sua atenção de volta à bela garçonete ruiva que cativara seus olhos.

    Esdres escreveu:- Bom, como eu ia falando.. Me perdoe se caso lhe desrespeitei.. Deve estar tendo um dia cheio, muita gente passou por aqui hoje?

    Brenna tinha ficado um pouco arisca depois da bronca da estalajadeira Heedle, mas a disputa de preços entre sua patroa e o Lorde Felinight criara um impasse na rotina do serviço, de modo que ela tinha algum tempo para dar mais atenção a Esdres antes de voltar ao trabalho.

    A abordagem mais educada de Esdres, até pedindo desculpas, abriu um sorriso no belo rosto da moça, e ela respondeu com uma voz musical:

    - Não se preocupe, milorde, nenhum mal foi feito. E milorde está certo, não foi só um dia cheio, foi um mês cheio! Faz duas semanas que a estalagem funciona dia e noite! Sempre tem clientes, lordes e cavaleiros, mercadores e artesãos, todos indo para Porto Real! O senhor também vai competir, milorde?

    Quanto a Gaspar, depois de seu disfarce ineficaz e de ser ignorado por Esdres, restava traçar outro curso de ação.
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 4801
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Srta. Moon em Sex Set 11, 2020 11:56 pm

    Não teve coragem de encarar seu Tio-Avó, pois sabia que ele era um nobre fiel as antigas tradições, tão pouco desrespeitar a autoridade do seu pai e irmãos, mas viu que aquela discussão não daria em nada além da estalajadeira sofrendo uma severa punição no qual provavelmente deixaria algum tipo de má fama a sua família e isso no momento não era algo que a jovem queria. Pois como senhor daquelas terras, seu pai tinha o direito de governar e julgar seus súditos da forma que bem entender. Mas ela não podia deixar aquela situação estressante continuar, via os súditos como pequenas engrenagens que mantém sues domínios funcionando, além de amar o comercio e o giro constante de dinheiro que poderia render. por fim não gostava do que via, sua família toda a deriva, não gostava de ver aquela dispersão sua mente sempre trabalhava em chegar a um ponto em grupo, afinal conseguia seus objetivos mais facilmente quando todos trabalhavam juntos.

    Tomou coragem e repentinamente colocou-se à frente da estalajadeira de forma brusca abrindo seu braço na forma de protege-la, e com a outra mão fazendo sinal para ambos pararem. provavelmente seu pai iria repreende-la além do seu tio-avó que poderia querer enforca-la junto a plebe. Reuniu a coragem que não tinha para encarar seus familiares ali parados atacando uma simples senhora.

    -Parem com isso não quero desrespeita-los e muito menos passar por cima da autoridade de ambos, mas não há necessidade desta discussão... Estamos todos cansados e como Marsha acabou de comentar, provavelmente ela está sob carregada de tanto serviço, peço que deixe que eu cuide de tudo apenas voltem a seus lugares logo serão atendidos, no entanto vou ter que dispor de alguns servos nossos para fazer os devidos preparativos nos quartos, além da comida do meu Tio-avó...

    Caso papai e titio desista da velha:
    Assim que há desistência da parte de ambos, ela novamente volta-se a Marsha, sorrindo meio que sem jeito pelo que acabou de acontecer, agora com o corpo mais relaxado a vista da senhora deixava transparecer seu cansaço.
    -Que dia complicado, me perdoe por tudo que aconteceu novamente senhora Marsha, pelo que pode ver estamos todos cansados, vou pagar seu valor pedido e dispor alguns servos para ajudar nos afazeres extras a minha família como mencionei antes, assim não vai prejudicar nos seus afazeres com o restante dos clientes... Sinceramente peço desculpa e espero  que a senhora não guarde rancor pelo que aconteceu aqui... Vou rever sobre a falta de segurança, pois tive provas de seu real perigo na estrada e isso é algo que não pode acontecer, no entanto a senhora está certa, não merecemos mais do que vocês já contribuem...
    Apenas tocava no ombro da senhora sorrindo.
    -Muito obrigada por tudo, sei que está fazendo o seu melhor para manter este lugar eu nem poderia imaginar os tipos de clientes que a senhora tem que lidar todos os dias...
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2264
    Reputação : 52
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por GodsCorpse em Dom Set 13, 2020 9:43 pm


        

           

           

        


               

               
    Vestindo: Casaco de couro negro longo com ornamentos dourados. Gola da jaqueta é assimétrica e aberta, com símbolo da família desenhado na aba. Uma camiseta longa e calças também pretas. Enquanto no norte, tinha ombreiras peludas para proteger o pescoço.

           

               

                   

    As palavras na cabeça de Beron eram um altíssimo "Como ousa". Ainda assim, manteve o mesmo tom de voz à respondê-la.


                   

    - E essa proteção que lhes tem é qual deve continuar agradecida. Como você diz, os cavaleiros estão passando aqui o tempo inteiro, então o fluxo de dinheiro está estável e confortável para atender suas demandas. Não proponho deixar de pagar, entenda... Mas também não posso aceitar um pagamento exagerado. Se o número desse valor for espalhando, você vai encontrar menos interessados a vir. Se esse valor for a normal, bandidos vão estar interessados em fazerem suas visitas para cá.
    Como disseste, se está firme nesse valor, não vai haver como convencê-los que não tem.


                   
    Licia escreveu:Parem com isso não quero desrespeita-los e muito menos passar por cima da autoridade de ambos, mas não há necessidade desta discussão...
                   

    - Não é uma opção. Fazer isso estaremos arruinando nossos fundos para o Porto Real no capricho de um preço de louco...


               

           
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 10325
    Reputação : 76
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Sandinus em Dom Set 13, 2020 11:00 pm

    O velho range os dentes de ódio ao ouvir os absurdos que Marsha vinha falando, nada justificava esses preços e a mulher ainda tinha coragem de mandar os lordes voltarem para a estrada famintos e sujos era a ousadia de mais para o velho. Pra sorte dela, Beron era mais pacífico que ele, sem dúvidas mandaria prender a mulher por extorsão. Porem a face do velho fica vermelha quando mais uma vez Licia se intromete tentando apaziguar a situação o velho lança outro olhar fulminante para a moça.

    -Ainda bem que você está longe da linha da sucessão, nossa casa iria para ruína se você sentasse um mês naquele trono com essa sua generosidade exacerbada. Volte para a mesa e deixe que eu e seu pai resolvemos essa situação, e não nos envergonhe mais, eu não passei muitos anos de minha vida ajudando a educar todos vocês desde seu pai para ouvir esse absurdo. Você tem tato para administração, deixe a emoção de lado e volte-se para a razão de seus estudos e verá que toda essa balela inventada por essa estalajadeira é ilegítima.

    Logo em seguida Asdulfor volta-se para a estalajadeira, o velho respira fundo mesmo contra sua vontade e tenta manter o tom, um pouco acima mas nada exagerado.

    -Pouco importa se o meu irmão mantinha uma segurança um pouco melhor do que a que já temos, a população aumentou, os bandidos também aumentaram, não se trata de uma queda na qualidade do serviço. Além disso, Beron ainda é relativamente jovem, tem muito a melhorar em nossas terras, esse tipo de argumento esdruxulo que você está se utilizando é vago, sem fundamento para justificar esses preços. E mais, se a demanda aumento nada mais justo que você contribuir para a melhoria do reino e da segurança dele contratando mais pessoas para trabalhar e atender a demanda, afinal, se as pessoas tem mais trabalho, menos estão inclinadas a criminalidade, pensamento lógico primário. Não adianta apenas comprar mais produtos se não tem mão de obra para dar vazão e aumentar o lucro, sendo assim, mesmo com mais pessoas contratadas pelo crescimento do lucro o aumento dos preços seriam menores do que o que você propõe.

    O velho para por um momento encarando a mulher e depois eleva o tom, para que as pessoas escutem, principalmente os funcionários dela.

    Mas, pelo visto, você prefere explorar a exaustão seus pouquíssimos funcionários e ficar rica as custas deles... Então diga-me, eles são seus escravos? Ou você os enxerga como tal?

    O velho abre os braços e olha ao redor da estalagem de modo altivo, focando-se em encarar os funcionários da mulher.

    O que eu estou enxergando aqui é nada mais do que a personificação do egoísmo e da ganância descontrolada de uma estalajadeira que quer explorar, pobres trabalhadores e nobres simplesmente por serem o que são... Infelizmente as pessoas precisam desse emprego para sobreviver... E quanto a nós, nobres, o que você pensa? Que devemos ser explorados?

    Olhe para minha pele enrugada e esta grande barba, passei grande parte de minha vida estudando um pouco de tudo e farejo malícia de longe, não irá nos enganar, para sua sorte Lorde Beron é piedoso e paciente, mas até a paciência possui limites, sugiro não abusar...


    O velho tenta contra-atacar os argumentos da estalajadeira usando parte do que aprendeu, ao mesmo tempo instigar na mente dos funcionários dela ma pontinha de consciência sobre o que estão passando, pouco se importava se era isso ou não que ela fazia..




    OFF: Bem, usei essa lógica porque querendo ou não o velho estudou de tudo um pouco, como sabemos que os Meistres ajudam na educação dos membros da casa e usei a ficha da Moon também na fala porque ela é especialista em administração. Não sei se exagerei nesse fala sobre conhecimento econômico ou administrativo, mas não acho que seja nada de mais do que a lógica de mercado mais superficial. Que creio que ele possua. OFF
    DariusNovadek
    Tecnocrata
    DariusNovadek
    Tecnocrata

    Mensagens : 317
    Reputação : 6

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por DariusNovadek em Ter Set 15, 2020 9:58 am

    Esdres finalmente se confortou, a reação de Brenna agora já era mais amigável, e Esdres viu que nem tudo estava perdido naquela noite. Mas sabia que só poderia conversar com Brenna enquanto o impasse entre a estalajadeira e seu pai continuasse. Após isso, provavelmente só teria oportunidade após seu expediente.

    Brenna escreveu:- Não se preocupe, milorde, nenhum mal foi feito. E milorde está certo, não foi só um dia cheio, foi um mês cheio! Faz duas semanas que a estalagem funciona dia e noite! Sempre tem clientes, lordes e cavaleiros, mercadores e artesãos, todos indo para Porto Real! O senhor também vai competir, milorde?

    Porém não podia deixar na cara que queria certas informações, para isso, tinha que seguir o fluxo.

    - É.. La vai ser um evento e tanto, pessoas de toda Westeros estarão la. E sim, vou competir sim, venho treinando minha vida toda por este momento, e tenho certeza que vou mostrar a todos lá o merecimento de meu treinamento. *tomaria um gole de vinho ou de hidromel agora, mas Brenna não tinha o servido ainda* - Já deve ter conversado com muitos competidores, e olhando pra mim, acha que eu tenho alguma chance?

    Aquela pergunta poderia ser interpretada de várias maneiras, se ela quisesse.

    Logo após Brenna responder, Asdulfor começou a falar de modo que todos na taverna ouvissem:

    Asfuldor escreveu:Mas, pelo visto, você prefere explorar a exaustão seus pouquíssimos funcionários e ficar rica as custas deles... Então diga-me, eles são seus escravos? Ou você os enxerga como tal?

    Esdres vira para Brenna, e fala com um tom de preocupação, bem maior do que ele realmente sentia:

    - É verdade Brenna? Está trabalhando interruptamente desde quando? Não poderia ser explorada desse jeito. Deveria tirar um descanso!
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 4801
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Srta. Moon em Ter Set 15, 2020 11:36 am

    Não adiantava mais tentar argumentar, por sorte seu tio apenas a repreendeu, sem muito o que fazer saiu de perto do seu pai e tio e foi em direção a mesas sentar-se ao lado de sua mãe, visivelmente chateada com toda aquela situação, mas chamou suas duas empregadas Isabela e Cecília, para ficar ao seu lado. Só queria um bom banho e descansar, logo ir embora daquele lugar.

    OFF: Ficar na mesa esperando.
    Conteúdo patrocinado


    O Jogo dos Tronos - ON - Página 3 Empty Re: O Jogo dos Tronos - ON

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Nov 29, 2020 9:48 am