Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 3 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.




 

    O Jogo dos Tronos - Felinight

    Izanami
    Semi-Deus
    Izanami
    Semi-Deus

    Mensagens : 6662
    Reputação : 72
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Izanami Sex Abr 08, 2022 9:40 am


     
         
         
     

             

                 
                 
                     
                 
             

         

             

                 


              Escutou a conversa na entrada da sua tenda, pela voz arrastada deveria ser seu tio-avô, mas não deu muita importância naquele momento tinha apenas que colocar a cabeça no lugar. Havia respeito e hierarquia na nobreza, sabia muito bem como isso tudo funcionava, não gostava muito de se envolver nas coisas além do que era de sua obrigação ou função.
              Quando seu tio entrou ela o escutou calada ainda deitada no chão encarando o teto da tenda, logo que sua ironia perdeu força no vazio do dialogo ela levantou-se deu leves tapinhas nas roupas que estava usando e o cumprimentava usando a etiqueta que tanto priorizavam, sentava na beirada da sua cama ereta com as mãos uma por cima da outra sobre sua perna, com o olhar fixado em um ponto qualquer do lugar. Ficava assim apenas quando estava na segurança de sua sala na biblioteca refazendo incansavelmente seus cálculos e cortando os gastos desnecessários em alguns setores da sua família.
    - Estou bem calma Senhor Asdulfor, os segundos ou minutos que gastei aqui sozinha sem livros ou papeis para escrever clarearam meus pensamentos, posso dizer que consegui filtrar meus sentimentos e separar as coisas....
          Mantinha-se calma ainda sentada e o encarava com um pouco de tristeza, notava-se isso pelo olhar que dava a seu tio.
    -Sabe, eu achei que chegando aqui, poderia aproveitar a culinária exótica do lugar, conhecer outras nobres, ter um romance passageiro ou encontrar um marido quem sabe, sair livremente e conhecer a arquitetura da cidade, mas foi tudo ao contrário graças a não sei quem que está nos difamando perdi boa se não toda a diversão no qual eu vim buscar aqui..
        Olhava para a entrada da tenda.
    -No final eu me perdi, segui igual a um cachorro que tenta pegar a própria cola e não chega a lugar nenhum. Tentei me entrosar com os demais parentes e no final foi um desastre a falta de comunicação entre nós e bem evidente. O Esdres fica brincando por ai, a administração do acampamento e distribuições das tarefas está um caos...Não me admira que o tal Corvin tenha fugido e preparado aquela segunda emboscada que enfrentamos lembra dele? O tal individuo da taverna a mesma taverna que tivemos um contratempo, mas isso não importa no momento, o que me incomoda foi a minha cegueira, correndo atrás da minha cola...
         Voltava sua atenção ao seu tio.
    -Foi tantas falhas que cometi desde o primeiro dia em que coloquei os pés aqui, me lembrei da Patrulha da Noite que está pela cidade recrutando pessoas, se não temos mais serventia para aqueles bandidos entregue eles a Patrulha ou force um acordo com aqueles urubus carniceiros... Sabia que o Daryn Hornwood o herdeiro de Lorde Harys Hornwood, senhor de Floresta do Chifre, ele parece ter um desafeto enorme contra nossa família, deveríamos ter investigado ele, novamente me culpo por isso. tantos erros, quando deixei de administrar com mais atenção a nossa família, mas eu pensava que estávamos de férias vindo aqui para descansar e presenciar um belo Torneio, o senhor sabia que Rubin Piper um velho gordo no qual era noivo de Iris Dannet que desapareceu estava junto ao Adhan Dannet, então sua irmã deve estar viva e ter fugido para algum lugar desta cidade, não tem motivos do noivo dela a procurar no Torneio, deveríamos ter colocado um vigia no acampamento dos Dannets no tempo que ele estava ferido, provavelmente se ela estivesse viva estaria rondando sua tenda preocupada, foi uma chance jogada fora novamente e como sempre vem acontecendo com nossa família com muita frequência...
        Ficava de pé e seguia com calma até a entrada da tenda, tentou olhar como estava o tempo e sorria para o  Krotalus Khant.
    -Desculpa pelo incomodo..
        Retornava para perto do seu tio e ficava novamente olhando para o vazia pensativa.
    -Esdres fez amizade com alguns Capas Douradas acho que com o capitão Simonen e um soldado chamado Hallad podemos usa-los ou apenas o soldado por ser mais miserável quem sabe alguns Dragões de ouro compre sua lealdade para alguns cartazes de procurado em relação ao Corvin eu queria seu rosto estampado em metade da cidade, um singelo presente por ter feito nossa família de idiotas... Mas eles podem servir para outras tarefas mais simples não podemos mais desperdiçar nossos recursos e muito menos as pessoas que podemos usar a nossa disposição para alcançar nossos objetivos aqui...
        Parava na frente do seu tio mostrando surpresa.
    -A coisa mais engraçada foi que ao lembrar do veneno, me venho alguns nomes a mente, Cornell, mas qual o motivo seria muito estupido destruir o patrimônio da nossa família se ele o quer de volta? Henry Allafante e Inês Allafante, mas não seria novamente muito esperto o senhor banqueiro prejudicar o noivo da sua filha? Quem sobra é o Mayo Vierro um comerciante de bebidas exóticas que pode circular por todas as partes sem levantar suspeita e qual o motivo de reunir estes nomes todos vem de Braavos onde o tal veneno raro venho... Pense comigo não seria nada difícil para um mercador conseguir ele ...O senhor está percebendo o quanto esse sujeito exótico fica cada vez mais culpado? Mas podemos seguir com a ideia que foi o meu tio Cornell... Quanto ao Raposa não tenho nada a falar sobre nosso deslize... É minha culpa por ter desviado de minhas funções, agora vou começar a retomar o meu eu verdadeira e administrar tudo colocando nossa família de volta aos trilhos...
       Voltava para a cama e deitava bem despreocupada cruzando as mãos atrás da cabeça.
    -Aubrey Abiss é segurança pessoal do Lord Beron e deve estar com ele eu imagino. Já que eu fiquei com o Krotalus Khant e isso não é nada bom, pois desviei ele da sua função principal... resta o Finn Swallow, capitão da guarda do Castelo dos Sussurros, Andy Anx que eu não entendo qual o motivo de sua decepção em relação a minha pessoa ele parece ter raiva ou algo parecido, Wilford Whitehill, Olac Olms, Sivon Simms, Anthony Arrow,Maxwell Arrow... Pegue 4 soldados para fazer a segurança do acampamento, (principalmente saiba as posições deles e que no mínimo entreguem um relatório bem completo de quem entrou e saiu do acampamento além de horários e o que perceberam ao redor entreguem ao senhor que ficara responsável por eles) um rodizio de posto de 2 horas para todos, deixe o restante descansando como sobra apenas 2 inclua o Alvin Toolly nesta guarda. a cada duas horas troque os soldados (pontos determinados do acampamento, acrescente um dos reservas e tire o ultimo da fila para descansar as 8h, desta forma eles não vão cansar. Use a Liu Mei para isso também se não tem mais nada eficiente para ela fazer além de ficar passeando...Entenda meu pai vai estar com a cabeça bastante cheia em relação a minha mãe e Arthur está acamado...
    Tarso deixa cuidando dos animais e mande Amon ou Gareth ajuda-lo tem muita gente na cozinha... Mande todas as servas ficarem alerta, e prestarem atenção em tudo, assim teremos mais controle de onde esta cada servo ou o que esta fazendo, se possível quando encontrar Isabelle ou a Alice mande elas aparecerem aqui...Devemos alfabetizar parte dos servos, e começar a usar bilhetes para nos comunicarmos já que estamos presos a algumas funções no seu caso no cuidado do Arthur e da minha mãe... Dia a Esdres parar de desperdiçar recursos em dar armaduras e cavalos isso poderia ser convertido em dinheiro para investirmos em outra coisa mais útil que bancar o bondoso entre os nobres ricos... O uso dos servos avulsos na vigia serviria para deixar algum soldado avulso para acompanhar os nobres da casa...

         Permaneceu deitada esperando algum comentário de seu tio e por fim completou.
    -Não me agrada mais segredos entre nossa família se tiver algo para me contar é melhor dizer agora vou ficar bastante chateada se tiver que descobrir por terceiros, não tem como eu trabalhar com meus parentes escondendo ou omitindo alguns detalhes, quero evitar as surpresas futuras que estamos tendo aos montes além da grande falha em não dar importância aos pequenos detalhes que deixamos passar despercebido devido a outros assuntos que parecem mais importantes...Então querido tio tem mais algum servo ou empregado novo no qual não tenha conhecimento, mais uma boca faminta para nossa família sustentar que eu não saiba? Se tiver trate de ver quem é útil a alguma coisa e quem é um peso morto... Estamos em falta de um batedor que recolha informações da cidade para nos...Mande os outros parar de ficar perdendo tempo e comecem a ser mais agressivos em suas buscas, claro é uma sugestão e humilde pedido de sua aluna mais dedicada... Sem contar que me falta alguns livros se eu ficar sem papel ou livros realmente vou me enforcar ou ficar louca... E o mais importante eu não vou me envolver com a violinista, vou focar na nossa família, claro tenho que ir a casa de Jade, tem uma dupla de mulheres uma delas a Linda que me roubou uma quantia em moedas e quero rever meu dinheiro de volta pelos serviços não prestados da meretriz...
      Falava com seu tio de forma bem distraída como se tivesse pensando em tudo no mesmo instante em que falava sem planejamento prévio, mas na verdade já estava com essa ideia no momento que foi condenada aquela prisão.
    -Vamos colocar nossa família nos trilhos, não podemos mais ficar agindo sozinhos, como estou presa e sou mulher, ninguém respeitaria minhas ordens principalmente os soldados, então o senhor vai ter que tomar as rédeas, use um servo de confiança como garoto de recados...Se possivel divida com os demais o que acabei de comentar com o senhor...


             

         
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 11721
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Seg Abr 11, 2022 1:04 pm

    Asdulfor vai ouvindo atentamente as palavras de Lícia com certa calma, e um pouco de satisfação quanto as pálavras dela sobre o tempo que teve para pensar. Mas não demora muito e logo ele intervém:

    (...)No final eu me perdi, segui igual a um cachorro que tenta pegar a própria cola e não chega a lugar nenhum. Tentei me entrosar com os demais parentes e no final foi um desastre a falta de comunicação entre nós e bem evidente. O Esdres fica brincando por ai, a administração do acampamento e distribuições das tarefas está um caos...Não me admira que o tal Corvin tenha fugido e preparado aquela segunda emboscada que enfrentamos lembra dele? O tal individuo da taverna a mesma taverna que tivemos um contratempo, mas isso não importa no momento, o que me incomoda foi a minha cegueira, correndo atrás da minha cola...

    -Estamos todos muito ocupados com seus afazeres e funções, você é a administradora da casa e ao invés de se entender com seu pai para tomar as ações como uma administradora deve tomar, preferiu desafia-lo, desafiar sua mãe e esqueceu sua função que é administrar. Você que deveria organizar tudo isso que falou, mas por suas ações, essas tarefas foram pulverizadas e inclusive chateando os servos de modo geral. A Falta de comunicação é evidente, porém, para isso você deveria marcar uma reunião com os membros da casa para atualização, e claro, com a autorização de seu pai que está muito chateado por suas ações.

    -Foi tantas falhas que cometi desde o primeiro dia em que coloquei os pés aqui, me lembrei da Patrulha da Noite que está pela cidade recrutando pessoas, se não temos mais serventia para aqueles bandidos entregue eles a Patrulha ou force um acordo com aqueles urubus carniceiros... Sabia que o Daryn Hornwood o herdeiro de Lorde Harys Hornwood, senhor de Floresta do Chifre, ele parece ter um desafeto enorme contra nossa família, deveríamos ter investigado ele, novamente me culpo por isso. tantos erros, quando deixei de administrar com mais atenção a nossa família, mas eu pensava que estávamos de férias vindo aqui para descansar e presenciar um belo Torneio, o senhor sabia que Rubin Piper um velho gordo no qual era noivo de Iris Dannet que desapareceu estava junto ao Adhan Dannet, então sua irmã deve estar viva e ter fugido para algum lugar desta cidade, não tem motivos do noivo dela a procurar no Torneio, deveríamos ter colocado um vigia no acampamento dos Dannets no tempo que ele estava ferido, provavelmente se ela estivesse viva estaria rondando sua tenda preocupada, foi uma chance jogada fora novamente e como sempre vem acontecendo com nossa família com muita frequência...

    Asdulfro suspira com leve irritação quanto a primeira frase de Lícia, mas logo foca-se quando ela menciona Rubin Piper.

    -Não posso fazer isso, estou coupado com atenção exclusiva para sua mãe e seu irmão, estou inutilizado. Você deve copnseguir um modo para fazermos isso. Mas sugiro que envie um dos homens da casa para tratar com a Patrulha da Noite, ou mande uma das servas entregar uma carta convite para eles virem até nosso acampamento para conversar com Lorde Beron e Arthur. Mas antes seu pai também deve saber sobre isso para estar aqui quando chegarem. Quanto ao  Lorde Harys Hornwood...Bem, é outro que não simpatiza com nossa casa, não descarto a possibilidade deel estar envolvido, mas nada vem direcionando a ele ou talvez ele que tenha armado nosso desentendimento com os Dannets, afinal, sem dúvidas um enfraquecimento de qualquer um dos lados é de interesse dele, assim como dos Boltons, mas, infelizmente não temos muito o que fazer quanto a isso pois não temos sequer indícios.

    Já Rubin Piper...
    o velho coça a barba -É bastante estranho que ele esteja com os Dannets se supostamente agora eles não deveriam ser nada, já que Iris Dannet desapareceu. Repentinamente o velho lembra de seu sonho sobre as romãs, talvez iris seja a romã bela por fora mas podre por dentor. -Não duvidaria se Íris e Rubin estivessem envolkvidos na tentativa de assasinato de Adan Dannet, mas não temos certeza se a intenção era nos prejudicar ou simplesmente matr o irmão e se tornar a herdeira de seu pai... Mas, se não nos envolve, não cabe a nós.

    Esdres fez amizade com alguns Capas Douradas acho que com o capitão Simonen e um soldado chamado Hallad podemos usa-los ou apenas o soldado por ser mais miserável quem sabe alguns Dragões de ouro compre sua lealdade para alguns cartazes de procurado em relação ao Corvin eu queria seu rosto estampado em metade da cidade, um singelo presente por ter feito nossa família de idiotas... Mas eles podem servir para outras tarefas mais simples não podemos mais desperdiçar nossos recursos e muito menos as pessoas que podemos usar a nossa disposição para alcançar nossos objetivos aqui...

    O velho anda de um lado para o outro pensativo:

    -Não é uma má ideia, mas só conseguiremos isso com estes soldados através de Esdres, você deve conversar com ele e explanar seu plano de ação. Ele pode ter algumas ideias complementares.

    -A coisa mais engraçada foi que ao lembrar do veneno, me venho alguns nomes a mente, Cornell, mas qual o motivo seria muito estupido destruir o patrimônio da nossa família se ele o quer de volta? Henry Allafante e Inês Allafante, mas não seria novamente muito esperto o senhor banqueiro prejudicar o noivo da sua filha? Quem sobra é o Mayo Vierro um comerciante de bebidas exóticas que pode circular por todas as partes sem levantar suspeita e qual o motivo de reunir estes nomes todos vem de Braavos onde o tal veneno raro venho... Pense comigo não seria nada difícil para um mercador conseguir ele ...O senhor está percebendo o quanto esse sujeito exótico fica cada vez mais culpado? Mas podemos seguir com a ideia que foi o meu tio Cornell... Quanto ao Raposa não tenho nada a falar sobre nosso deslize... É minha culpa por ter desviado de minhas funções, agora vou começar a retomar o meu eu verdadeira e administrar tudo colocando nossa família de volta aos trilhos...

    O meistre mantinha-se atento as concusões de Lícia e percebia que algumas coisas tinham fundamento.

    -Quanto a seu tio, o veneno pode ter sido usado por ele para culpar nossa família e causar mais desabores e desentendimentos no norte, para futuramente, caso perdẽssemos uma guerra, ele negociaria com algum momento assumir o Castelo dos Sussurros supostamente subordinado ao vencedor, para depois traí-lo. Seu tio não se submeteria a alguém. Ainda assim, não acho que ele tenha envlvimento com o veneno. Hery e Inês Allafante não fariam nada contra nós, Beron é um de seus melhores clientes e ele criou em parte o Arthur. Já Mayo Vierro de fato pode estar trabalhando para alguém, afinal, como você falou, ele é um comerciante de bebidas exóticas e de onde vem as Lágrimas de Lis não são tão raras. É um alvo em potencial para ser investigado.

    Um sensação de alívio toma Asdulfor quando Lícia afirma que se focará verdadeiramente em sua função de administr5adora.

    -É isso que você deveria ter feito desde o começo, mas ainda há tempo. Falarei com seu pai, tentarei acalma-lo para que ele ouça suas ideias, porém, você dee desenvolve-las mais. Ireiu buscar pergaminho e caneta tinteiro para que descreva melhor seu plano de ação para administrar nosso pavilhão, assim que nossa conversa se encerrar.


    -Aubrey Abiss é segurança pessoal do Lord Beron e deve estar com ele eu imagino. Já que eu fiquei com o Krotalus Khant e isso não é nada bom, pois desviei ele da sua função principal... resta o Finn Swallow, capitão da guarda do Castelo dos Sussurros, Andy Anx que eu não entendo qual o motivo de sua decepção em relação a minha pessoa ele parece ter raiva ou algo parecido, Wilford Whitehill, Olac Olms, Sivon Simms, Anthony Arrow,Maxwell Arrow... Pegue 4 soldados para fazer a segurança do acampamento, (principalmente saiba as posições deles e que no mínimo entreguem um relatório bem completo de quem entrou e saiu do acampamento além de horários e o que perceberam ao redor entreguem ao senhor que ficara responsável por eles) um rodizio de posto de 2 horas para todos, deixe o restante descansando como sobra apenas 2 inclua o Alvin Toolly nesta guarda. a cada duas horas troque os soldados (pontos determinados do acampamento, acrescente um dos reservas e tire o ultimo da fila para descansar as 8h, desta forma eles não vão cansar.Use a Liu Mei para isso também se não tem mais nada eficiente para ela fazer além de ficar passeando...Entenda meu pai vai estar com a cabeça bastante cheia em relação a minha mãe e Arthur está acamado...
    Tarso deixa cuidando dos animais e mande Amon ou Gareth ajuda-lo tem muita gente na cozinha... Mande todas as servas ficarem alerta, e prestarem atenção em tudo, assim teremos mais controle de onde esta cada servo ou o que esta fazendo, se possível quando encontrar Isabelle ou a Alice mande elas aparecerem aqui...Devemos alfabetizar parte dos servos, e começar a usar bilhetes para nos comunicarmos já que estamos presos a algumas funções no seu caso no cuidado do Arthur e da minha mãe... Dia a Esdres parar de desperdiçar recursos em dar armaduras e cavalos isso poderia ser convertido em dinheiro para investirmos em outra coisa mais útil que bancar o bondoso entre os nobres ricos... O uso dos servos avulsos na vigia serviria para deixar algum soldado avulso para acompanhar os nobres da casa...

    Mais uma vez uma leve irritação toma a face do velho, afinal, Lícia parece se subestimar só por estar "presa".

    -Isso é sua função, que você pode exercer independentemente de estar presa ou não! Mas para isso você deve conversar com o Gyllen, que ficou responsável por parte destes serviços, traze-los para você é fundamental para que ele tenha mais liberdade para tomar as ações pedidas por seu pai, por mim e por você. Eu já disse e repito, eu sou um Mesitre e minha função principal é cuidar da saúde dos membros da casa. Estarei com dedicação total ao Arthur e a Lady Maria. Quanto a Lu Mei, eu játenho uma função para ela.. Ela será nossa espiã. O que sugere que ela verifique?

    -Não me agrada mais segredos entre nossa família se tiver algo para me contar é melhor dizer agora vou ficar bastante chateada se tiver que descobrir por terceiros, não tem como eu trabalhar com meus parentes escondendo ou omitindo alguns detalhes, quero evitar as surpresas futuras que estamos tendo aos montes além da grande falha em não dar importância aos pequenos detalhes que deixamos passar despercebido devido a outros assuntos que parecem mais importantes...Então querido tio tem mais algum servo ou empregado novo no qual não tenha conhecimento, mais uma boca faminta para nossa família sustentar que eu não saiba? Se tiver trate de ver quem é útil a alguma coisa e quem é um peso morto...

    -Há um garoto que foi mandado por alguém com uma carta falsa dizendo que eu era seu pai. Eu não o mantive no nosso acampamento, mas dei comida a ele e pedi que ele ouvisse os boatos e conversas sobre nossa família na cidade, tentei reverter as coisas em nosso favor, mas até  suposto soldado que entregou a carta a ele em nome da suposta mãe desapareceu, essa foi outra função que dei a ele, investigar e tentar achar esse soldado. Além disso, temos notícias do norte: Lorde Domeric Bolton está morto, uma súbita doença nas entranhas ao que parece, sabemos o problema que isso pode nos causar...  E acho que essa doença súbita, não foi doença...Um corvo enviado por Jone deu a notícia, mas ele não informou nada sobre nossas terras ou o Castelo dos Sussurros. Este fato piora nossa situação, já que Domeric era bastante inteligente, pacificador e diplomata.

    -Estamos em falta de um batedor que recolha informações da cidade para nos...Mande os outros parar de ficar perdendo tempo e comecem a ser mais agressivos em suas buscas, claro é uma sugestão e humilde pedido de sua aluna mais dedicada... Sem contar que me falta alguns livros se eu ficar sem papel ou livros realmente vou me enforcar ou ficar louca... E o mais importante eu não vou me envolver com a violinista, vou focar na nossa família, claro tenho que ir a casa de Jade, tem uma dupla de mulheres uma delas a Linda que me roubou uma quantia em moedas e quero rever meu dinheiro de volta pelos serviços não prestados da meretriz...

    Asdulfor apenas acena positivamente:

    -Pode deixar essas mulheres do bordel a cargo de Gyllen, depois que livrar ele da função de administrar os soldados, que seria sua.

    -Vamos colocar nossa família nos trilhos, não podemos mais ficar agindo sozinhos, como estou presa e sou mulher, ninguém respeitaria minhas ordens principalmente os soldados, então o senhor vai ter que tomar as rédeas, use um servo de confiança como garoto de recados...Se possivel divida com os demais o que acabei de comentar com o senhor...

    A expressão de Asdulfro ao encarar Lícia depois dessa fala é de desagrado, ele levanta-se irritado, pois ela parece que esqueceu quem é, e tudo que apendeu.

    -De onde você tirou essa conclusão estapafúrdia!? Depois de Beron e Arthur, você, e Esdres é quem tem poder demando na casa. Os soldados são obrigados a lhe obedecer, contanto que seja algo razoável e que não confronte oredm de seu pai. Não se subestime Lícia, se imponha! O fato de você ser mulher impede apenas que seja a herdeira direta do trono. -Asdulfor suspira-. Vou até a carruagem, pegar os pergminhos com a caneta-tinteiro e você vai pasasra tudo isso que me falou para o papel e como fará cada ação e apresentará para seu pai com um pedido de perdão por seus atos. Assim que eu voltar terminamos nossa conversa.

    Asdulfro segue para a sua carruagem, pega os pergaminhos e a caneta-tinteiro e volta a tenda de Lícia entregando-a.

    -Faça isso, que eu tenho certeza que seu pai se orgulhará de você, mas não ache que ele ficará complçetamente feliz...Você o magoou bastante.

    Encerrava aguardando, mais alguma palavra de Lícia.
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2556
    Reputação : 117

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Alexyus Seg Abr 11, 2022 5:44 pm

    MANHÃ DO QUARTO DIA

    ASDULFOR & GASPAR & Lu Mei

    Após deixar o Lorde Beron na companhia da esposa, Asdulfor viu Gaspar e Lu Mei conversando e foi na direção deles, a tempo de ouvir as últimas palavras de Belchior.

    —Estava a sua procura, precisarei de ajuda para encontrar a esposa de aluguel, digo prostituta chamada pelo nome de Linda. Gyllen acredita que ela possa ser a espiã que esteja nos sabotando, embora eu duvide muito disso...eu nunca a vi, mas temi pela segurança do garoto e então eu vim até você na verdade. Nesse meio tempo precisarei de você e de meu pai para não só descobri-la como também arrumar tecidos vermelhos para uma túnica similar a dos sacerdotes do Deus Único, entende?

    Lu Mei fez um sinal para indicar a Gaspar a presença do meistre.

    -Ah...meus filhos, como estão? Desculpem minha ausênca para com vocês, principalmente você, Lu Mei. Estamos sob ataque como ja sabem e agora fiquei um pouco neutralizado devido aos problemas de saúde de Lady Maria e Arthur, além da rebeldia de Lícia, que mais atrapalha do que ajuda. Vocês tem alguma novidade, descobriram algo? Gaspar, quanto a proteção dos antigos costuradas em nosos mantos, já foi providenciada? E seus passos, quer algum apoio ou conselho? O que pretende fazer?

    Lu Mei disse:

    - Eu descobri que as damas foram seguidas ontem no passeio pela cidade, mas como não vão sair hoje, não poderei fazer nada sobre isso. Gaspar quer a sua ajuda para encontrar uma prostituta chamada Linda que Gylen acha que está nos espionando, e também quer um tecido vermelho para se vestir como sacerdote de um deus.

    A protegida do oriente com certeza perdera algumas informações pelo caminho, mas resumiu bem sua resposta.


    LÍCIA & Krotalus

    -Senhor Krotalus Khant, não há necessidade de ficar de guarda eu não vou fugir nessa chuva, volte a servir meu pai e o proteja ele á mais importante que a minha vida, ele é a nossa casa Senhor Krotalus Khant...

    Krotalus pegou um caixote e ssentou-se, dizendo:

    - O senhor seu pai me deu uma ordem e vou cumpri-la. Coopere, comporte-se e fique quietinha aí dentro!


    ASDULFOR & Krotalus

    -Krotalus, preciso falar com Lícia em nome de Lorde Beron, ma antes, me diga como está? Você e os demais solddaos precisam de algo? Ficarei mais tempo no acampamento ja que temos alguns problemas de saúde para tratar, logo posso ajuda-los.

    Krotalus assentiu para o velho meistre:

    - O Lorde Felinight só disse que ela não podia sair, então o senhor pode entrar. Os soldados estão cansados e entediados, meistre, há muita tensão no ar e poucos alvos em que bater para aliviar. O Snow cria muitas tarefas inúteis que só deixam os homens mais cansados e irritados. Mal posso esperar para o dia da liça e descontar toda a raiva em combate, e depois voltar para o Norte! 


    GYLEN

    "É Thoros de Myr que vejo? Meus olhos me enganam?"

    Ele falava braavosi. Outra finta. Sútil? Ele esperava que sim. Esperava fazer o homem mais a vontade, ser reconhecido era bom. Reconhecido por alguém que não negaria seu deus, melhor ainda.

    "Sou Gylen Snow, perdoe-me a rude apresentação. Mas não consegui me conter. É um milagre vê-lo. R'hlor vem ao meu resgate." Ele sorri e tenta não se sujar mais de lama que o necessário. "Veja bem, tenho um duelo. Amigável, sem clamores e sem ofensas. Eu lhe seria eternamente grato se pudesse nós julgar. Seria pedir muito? O aquecimento é com um dos lutadores de hoje. O que acha? Nós Daria essa honra?" Ele diz cheio de uma vontade juvénil de se provar frente ao guerreiro famoso.

    O gordo sacerdote virou-se para Gylen ao ouvir seu nome e o escutou com uma sombracelha levantada, mas havia um sorriso irônico em seus lábios. Gylen teve a immpressão de que Thoros estava um pouco bêbado.

    - Um duelo, você diz? Um duelo amigável? Se a única coisa qu epreciso fazer é julgar, acho que tenho tempo para isso! Onde está seu oponente?


    MAEHRA

    - Sor Aubrey, posso confessar-lhe algo. - Disse enamorada. - Passamos a noite passada juntos. Lord Renly e eu... - Só percebi que poderia ser mal interpretada depois de meus dizeres. - Não é isso que está pensando, sor Aubrey. - Disse constrangida. Pelo calor em minha face, acredito que deveria estar parecendo um tomate. - Ele veio ao estabelecimento de madame Chataya na noite passada. - Um sorriso que não podia ser desfeito tomava minha face. - E ficou a noite toda apreciando minhas músicas. - Suspiro ao deixar meu corpo cair sobre o banco. - Ainnnn… - Levava as mãos ao rosto abafando o som.

    Encarei o teto da carruagem por alguns segundos e em tom melancólico proferi:

    - Será que alguém como ele notaria uma pessoa como eu?

    Sor Aubrey guardava um silêncio respeitoso, talvez um pouco constrangido, mas diante da pergunta final de Maehra e do silêncio subsequente dela, ele achou melhor dizer algo:

    - A senhorita é fácil de notar, e se foi como disse, pode ser que Lorde Renly realmente a tenha notado. No entanto, se posso falar com franqueza, a senhorita deveria tomar cuidado. Grandes lordes são como grandes feras, bonitos e impressionantes à distância, mas se chegar muito perto, pode acabar se machucando.

    A carruagem progrediu sofregamente pelas estradas de terra enlameadas pela chuva, mas finalmente Sor Aubrey parou o veículo e amarrou os cavalos junto à uma árvore, abrindo a porta para ela depois, dizendo:

    - Creio que essa distância será suportável para que a senhorita chegue até a arena do torneio. Quer que eu a acompanhe?  


    ARTHUR

    Arthur notou a demora de qualquer um para vir lhe ver e distraiu-se estudando os projetos de Inês.

    Era perceptível que ela se empenhara bastante naquele planejamento e havia muitos detalhes no mapa, mas Arthur ainda podia acrescentar mais: posicionar estalagens, tavernas e bordéis perto da praça e do mercado, onde com certeza teriam mais lucratividade; agrupar a população do Recanto das Sombras em bolsões ligados a cada atividade para otimizar o tempo de trabalho; criar alojamentos dentro do Forte Arthur para os guardas e servos.

    Este último ponto saltou aos olhos do herdeiro de repente: o Forte Arthur, mesmo construído ao redor da Torre Myrella, estava palidamente esboçado, nenhuma planta a descrever-lhe as características, divisões e organizações. O forte deveria ser uma das primeiras construções, senão a primeira de fato, a ser iniciado e não havia planos específicos para ele. Se Inês não o fizera por desconhecimento ou porque deixaria isso a cargo de Arthur, ele não sabia, mas poderia supôr.


    ESDRES

    - Não sei como é a armadura de meu combatente de hoje, Sor Ruud. Mas dessa vez, não tenho a intenção de não aceitar o tributo. Caso eu venha a ganhar, e eu vou, e caso a armadura lhe for do seu agrado, pode ficar com ela.

    Sor Ruud assentiu, e comentou:

    - As armaduras de Dorne são geralmente muito leves, mas talvez esse cavaleiro tenha andado por outros lugares fora de lá e conseguido uma boa armadura. De qualquer jeito, é muito provável que seja necessário pedir a um ferreiro para ajustá-la ao meu corpo.

    - E você Olac, você tem uma montaria boa? Se for necessário, posso dar a montaria dele a você de bom grado.

    Olac em sua voz arranhada respondeu:

    - Apesar de não ser um cavaleiro, cavalos nunca são demais, e o caminho de volta para o Norte é bem longo.

    Esdres então levou seu cavalo até uma parte coberta, para não deixa-lo na chuva. E lá ficou, observando de longe a arena, vendo se estava muito esbarroada ou não.

    Ficou lá, acalmando o seu cavalo e observando quem chegava na arena, procurando rostos conhecidos.

    Depois de achar um canto mais ou menos coberto onde vários cavaleiros abrigavam seus cavalos, Esdres observou os arredores.

    Ele viu quando Gylen desceu de uma carruagem e foi abordar um velho careca que vestia uma toga vermelha.

    Ele também percebeu, num ponto mais distante, outra carruagem de sua família chegando, com Sor Aubrey no comando e Maehra como passageira.
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2694
    Reputação : 131

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Wordspinner Seg Abr 11, 2022 8:20 pm

    Thoros de Myr: Um duelo, você diz? Um duelo amigável? Se a única coisa que preciso fazer é julgar, acho que tenho tempo para isso! Onde está seu oponente?

    "Explendido!" O bastardo mal contém sua animação. Era natural gostar de uma platéia, não era? "Senhor Lugus está logo ali. Ele tem uma reputação de grande competência, foi assim que isso começou. Eu o congratulei, entende?" Gylen começa a mancar pela lama na direção onde tinha visto o seu oponente. Não era difícil falar bem dele, já que a adimiração era real. Não entendia o esquema com a gravida e o irmão. Mas gostava deles mesmo assim.

    "Eu fui um bom lutador antes." Ele bate de leve com a bengala na perna ruim. "Agora, sou bom o bastante eu acho. Para um aquecimento." A modestia era falsa, claro. Gylen não tinha ilusões, era um bom lutador e do tipo que puniria severamente um oponente desleixado. Um oponente impreciso.

    "Senhor Lugus foi gentil o bastante para me dar a honra. Eu, um bastardo do norte com sotaque estrangeiro. Imagina isso?" O bastardo tentava imaginar. O que os Lugus teriam contra sua família e logo contra sua ambição de uma vida ativa, tranquila e pontuada por noites com vinho e boa companhia? Ele suspira.

    "A chuva pode fazer homens pequenos perderem parte do vigor, mas como posso ver, ela nem te afastou da sua amante mais constante. Já provou a bebida que senhor Mayo trouxe? Um achado." Ele diria conversador. O sacerdote parecia o tipo de gente de quem Sivon e ele gostariam. Talvez até os irreverentes Lugus. Ele sorriu ao pensar em uma mesa com todos eles e seus irmãos. Quem sabe o sacerdote pudesse até fazer Gaspar rir.

    Quando perto o bastante o bastardo chama pelo amigo. Se é que o era. Mas não resiste em completar. "Veja quem eu trouxe! O Sacerdote guerreiro em pessoa! Carne e osso! Ele pode julgar nosso duelo amistoso, aposto que nunca imaginou uma presença tão ilustre conosco nessa manhã chuvosa!" Ele não precisava fingir. Não conseguiria se tentasse. Talvez o nome do sacerdote fosse menos em Westeros. Talvez sua fé pudesse ser infame. Mas séria bom ter um lutador renomado assistindo.
    Izanami
    Semi-Deus
    Izanami
    Semi-Deus

    Mensagens : 6662
    Reputação : 72
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Izanami Qua Abr 13, 2022 11:05 pm


     
         
         
     

             

                 
                 
                     
                 
             

         

             

                 


              Ficou atenta com a presença do seu tio, seu dialogo a fez repensar e reorganizar seus futuros afazeres não gostava da ideia de pedir desculpas para seu pai. Ela estava certa e  Berom estava totalmente errado, mas como seu tio falava, deveria que recuar um pouco para começar a fortalecer seus laços e criar novos possíveis peões que ajudariam sutilmente ela  alcançar sua liberdade e ganhar o respeito de todos. alisava seu rosto pensativa.
    -No momento vou ter que me contentar em auxiliar os demais em suas tarefas, não vejo mais nenhuma vantagem em reuniões, nossa família não sabe trabalhar em grupo, foi focar em apenas recolher a informação de todos por separadamente e tirar minhas conclusões... A coisa mais irritante é que provavelmente eles ficam sempre omitindo os pequenos detalhes... Caminhava até a entrada da tenda, olhava os cantos do seu quarto pensativa. -Vamos dar a ideia ao Arthur, ele pode resolver isso, ficaria a cargo dele e a possível ideia também, sem contar a boa ação com nossos amigos do Norte, o importante é resolver isso logo antes que sobrecarregue nossos servos...
        Sempre andava de um lado para outro por vezes encarava algum canto vazio por alguns segundos reorganizando seus pensamentos.
    - Lorde Harys Hornwood e Rubin Piper devemos ter mais informações sobre ambos principalmente Rubin e sua noiva foragida isso pode ser usado a nosso favor... Agora Qunto mais descobrirmos sobre nossos inimigos e principalmente suas fraquezas de preferencia financeira, pessoal e psicológicas estaremos em vantagem...
       Mostrava-se para seu tio , queria que ele visse que ela não estava mais brincando, ao dar a liberdade a ela faria de todo o possivel para transpor qualquer dificuldade que estava ameaçando a sua família, afinal a mesma vinha em primeiro lugar. ao sentar novamente na beirada da cama sempre com uma expressão seria, encarava o baú de roupas deveria começar a se comportar para não deixar sua mãe preocupada novamente.
    -Quando o meu irmão voltar do torneio vou ter uma conversa seria com ele e suas amantes, e ver com mais calma como podemos usar os guardas...Quanto ao Mayo Vierro devemos descobrir mais sobre ele, sei que é muito amigo do Gylen, pois o mesmo fez questão de me apresentar ao mercador, comprei alguns vinhos para ver se vale a pena fazer negócios com ele...Se não tem alguma ordem especifica a jovem Liu Mei, poderíamos usa-la e mandar ela discretamente espionar nas sombras o nosso mercante exótico sem ser vista e notada, se ele tiver algum segredo vamos usar isso contra ele...Mas se ela não tiver em alguma missão secreta...
        A falta de livros, papeis nublava um pouco seus pensamentos.
    - Com todo o respeito e medo que tenho pelo senhor, mas não preciso mais da benção do meu pai ou que ele tenha orgulho de mim, farei tudo para ajuda-lo e apenas isso, não vou mais me humilhar e nem rebaixar pedindo por migalhas de obediência que me é de direito realmente.  Eu não sou ninguém sem poder algum, tenho que mudar isso,... Vou ampliar nosso poder e riqueza, organizar a casa para que os demais tenham mais liberdade de ação que conquistaram...
       Encarava seu tio novamente pensando em que roupa usaria e qual a nova abordagem teria com seus parentes, teria que conversar com a Isabella e Alice mais tarde.
    -Vou escrever o que deve ser feito para Gyllen colocar em pratica, já que ele está no comando de forma geral da nossa casa nas tarefas que abandonei... Darei as informações que tenho além do gordo procurando a noiva, não queria manda-lo a casa de tolerância cobrar o que me foi roubado, mas o farei, meu dinheiro não nasce em árvores...Já que terei que derreter duas moedas de prata para forjar um medalhão com o símbolo de nossos deuses para todos os nossos familiares usarem enquanto o bordado em roupas fica para os servos... Se realmente eles estão atuando dou a minha palavra que serei a sua mais fiel devota, e não poderia dizer isso levianamente o senhor sabe que a palavra é a coisa mais seria no qual acredito nessa vida, tem a minha agora nessa promessa se formos abençoados na proteção dos deuses Antigos e nosso caminho Iluminado me tornarei uma devota deles para o resto da minha vida... Será a minha única religião e enquanto estiver viva será a única religião em nossas terras... Pausava a conversa por alguns segundos e continuava falando
    -Não quero entrar em conflito novamente com o meu pai, queria evitar conversar com ele, mas farei de tudo para apoia-lo... Nosso inverno vai ser bem rigoroso se o Lord Domeric Bolton morreu podemos sofrer mais ataques violentos em nossas estradas e a Senhora Inês fica enchendo a cabeça do meu irmão com construções vazias para este momento critico, são ideias boas mas não para este momento já que Lorde Domeric Bolton está morto, isso vai render muita dor de cabeça ao meu pai... Devo conversar com mais calma com a Inês vejo que se deixar assim Arthur vai acabar sendo um Carneiro das montanhas montado e guiado por ela, eu gosto de carne de carneiro das montanhas...Quanto ao filho do senhor, poderia me emprestar ele preciso de um garoto corvo correio... Assim que ele terminar de entregar minhas mensagens aos demais parentes eu o devolverei, mas vou pedir um favor a mais, não o coloque em um perigo no qual ele acabe perdendo a vida, sei que ele deve ser esperto e deve provavelmente achar que isso tudo que está fazendo é uma grande aventura e brincadeira, mas não vu ficar satisfeita em saber que nossa família brinca com a vida dos servos já basta o Esdres ter três amantes, preciso urgentemente conversar com elas...
    Foi ao terminar de falar das amantes do seu irmão que lembrou-se de algo bem estranho para ela em pensar sobre isso, mas pensou.
    -O Senhor dá algum tipo de chá para elas não engravidarem? Tudo que precisamos agora é que meu irmão seja papai, isso vai matar a minha mãe...
    Assim que pegava os papeis ficava muito animada até sorria.
    -Preciso de livros de medicina e herbalismo, bom fora isso vou pensar com calma e começar a mandar bilhetinhos para todo mundo, preciso saber mais sobre os sevos e se vir a violinista peça para ela vir me ver...Não queria realmente não queria falar com ela, mas preciso praticar a boa etiqueta que a melhor anfitriã poderia ofertar a sua convidada...
    Sentava na cama e começava a escrever alegre.
    -Vou conversar com o Krotalos, e descobrir mais sobre como anda os servos da casa...







    OFF:
    1. Ver se consigo um fedelho de recados, possível filho do meu tio?
    2. Virar religiosa para entrar em conflito a abertura de religiões pagas além da minha paga nas minhas terras. (Viu Inês), Isso só se um Deus ou Deusa entrar no meu sonho e me cobrar pelo que prometi Razz
    3. Tem mais coisas, mas vou deixar para trabalhar nas cartas e descobrir mais sobre os soldados como eles estão com o gordinho.
    4. Vou ver o que o  @Sandinus  tem a acrescentar nos pedidos e começar a forjar meu império nos bastidores.
    5. Lícia administrava algumas tarefas e registros além da movimentação de dinheiro na casa? Mas até onde os servos sabem ou soldados tem conhecimento dos planejamentos dela para todos. Tipo se tirar a carne de carneiro das montanhas do cardápio eles sabem que foi ela que mandou tirar, o mesmo seria sobre para orientar os servos em suas tarefas especificas que a governanta não tem poder para fazer ? [Um dia vou abrir um restaurante de carne de carneiro da montanha]


             

         
    Izanami
    Semi-Deus
    Izanami
    Semi-Deus

    Mensagens : 6662
    Reputação : 72
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Izanami Qua Abr 13, 2022 11:10 pm



    Esqueci de escrever essa parte é em relação a Patrulha da Noite I love you tongue
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5043
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Claude Speedy Qui Abr 14, 2022 2:30 pm


     
         
         
     

             

                 
                 
                     
                 
             

         

             

                 


    Gaspar achou curioso que seu pai falasse sobre as roupas, afinal ele preparava mantos para poucas pessoas, mas se era para ser também para o Meistre isso era ainda melhor.

    —Eu vim falar disso, além de tudo que Lu mei comentou... acho que por hora precisamos de tecidos vermelhos para os mantos, só para começar.

    Seguia Asdulfor enquanto falava e ambos paravam diante de Krotalus

    —Ele mandou você vigia-la? Ótimo. Isso garantirá que venha conosco.

    Falava para descobrir quais eram as ordens específicas do grandalhão , a própria expressão "venha conosco" tinha triplo sentido intencionalmente para que o homem começasse a falar .


             

         
    Pikapool
    Garou de Posto Cinco
    Pikapool
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 67

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Pikapool Sab Abr 16, 2022 2:47 pm


       
           
           
       

               

               
    Informações

    • Mote: Sou a última da minha casa, e cabe a mim garantir que seus nomes se tornem lendas!

    • Itens Carregados: Todos meus pertences.

    • Vestimentas: Vestido curto de seda preto, casaco com capuz preto, gargantilha, braçadeira de ouro, pulseiras de ouro e botas altas pretas de couro com salto alto.


           

               

                   

    - Eu concordo com suas palavras, sor Aubrey. - Suspiro chateada.



    Ainda houve um bom tempo para que eu refletisse sobre como proceder ou até onde poderia ir sem correr riscos indesejáveis, até que a carruagem finalmente parasse.



    Arrumei meu cabelo e ajeitei o vestido e assim que a porta da carruagem se abriu, estendi a mão para que sor Aubrey me ajudasse a descer. De maneira alguma queria escorregar e acabar sujando todo o meu vestido naquele lamaceiro.



    - Obrigada, sor Aubrey. Não precisa, não. Não quero tomar-lhe o tempo, mais do que eu já lhe tomei. - Sorrio gentilmente. - Mas o senhor poderia me fazer um favor? Poderia guardar meus pertences? Em especial meu violino. Não quero expô-lo a intempérie. - Abraço o nobre cavaleiro. - Muito obrigada, sor Aubrey. Não sei o que fazia sem o senhor.



    Sem mais sigo até a arena. Pretendia adentrar a área nobre e procurar por Lorde Renly. Torcia para que ainda não tivesse duelado para que tivesse o simples pretexto de estar lá para desejar-lhe sorte.


               

           
    Dycleal
    Wyrm
    Dycleal
    Wyrm

    Mensagens : 9044
    Reputação : 161
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Dycleal Sab Abr 16, 2022 5:44 pm

    O Herdeiro achara algo interessante para ocupar o seu tempo livre em excesso. Ele ama projetos e estratégias e se volta para aperfeiçoar a área do entorno da praça do comércio, região que bem planejada e bem distribuída pode alavancar lucro, empregos e desenvolvimento e dedica tempo para estudar a planta daquela parte do mapa e começa a sinalizar a localização e a calcular a quantidade de cada estabelecimento, de forma a encontrar um sensível equilíbrio entre lucro e oportunidades e distribui tavernas, estalagens, bordeis e outros pequenos serviços essenciais em uma cidade cosmopolita e moderna. A distância que ficavam da praça e do mercado era milimetricamente calculada e Arthur vai ficando animado e bebendo vinho para comemorar cada etapa do projeto que termina de aplicar.

    Em seguida passa para o bairro das sombras e planeja como distribuir e agrupar populações de maneira a formar bolsões populacionais em conformidade com os ramos de trabalho exercidos objetivando otimizar o tempo de trabalho e os deslocamentos trazendo qualidade de vida e satisfação dos trabalhadores e com isso impactar na produtividade. Decide colocar alguns alojamentos dentro do forte Arthur para favorecer guardas e servos que exercem trabalhos de apoio na unidade militar. Ao mexer na parte do projeto do forte, nota que precisa de um melhor detalhamento no projeto do forte e começa a desenvolver o projeto do forte objetivando a segurança, a eficiência das ações e a distribuição equilibrada e harmônica da tarefas atribuídas. Também faz um sistema de fossos e ligações subterrâneas de fuga e sobrevivência alternativa, com paióis e depósitos para casos de sítios e outras eventualidades e por fim, uma residência para a sua família dentro do forte para ampliar a segurança em caso de invasões e cercos.

    Ao terminar esta última parte do projeto, se espiga e relaxa e contrai a musculatura, bebe um pouco mais de vinho e volta a olhar o projeto, satisfeito com o acréscimo que fizera e volta para a cama para continuar seu repouso e aguarda, pacientemente, os parentes o visitarem.
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 11721
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Ter Abr 19, 2022 10:35 am

    - Eu descobri que as damas foram seguidas ontem no passeio pela cidade, mas como não vão sair hoje, não poderei fazer nada sobre isso. Gaspar quer a sua ajuda para encontrar uma prostituta chamada Linda que Gylen acha que está nos espionando, e também quer um tecido vermelho para se vestir como sacerdote de um deus.

    A informação preocupa Asdulfor, se Lady Maria e Lícia foram seguidas quer dizer que há algo a mais.

    -Precisamos de iscas...talvez as mesmas roupas que Lady Maria e Lícia utilizaram nesse dia para vestir algumas as ayas com o físico mais parecido com ambas e tentar atrair esse seguidor para captura-lo. Você poderia fazer isso gaspar? Esconder-se e também seguir ambas para emboscar e capturar o perseguidor. E você também tem autorização para atirar nas pernas de modo que limite a mobilidade e evite a fuga. Falarei com beron sobre isso. Você foi bastante perspicaz, Lu mei.

    —Eu vim falar disso, além de tudo que Lu mei comentou... acho que por hora precisamos de tecidos vermelhos para os mantos, só para começar.

    -Isso teria que ser comprado, você poderia buscar o custo da quantidade que deseja para que seu plano funcione e trazer para mim ou para Lícia que entregaremos o dinheiro a você, ou se preferir com o que ganhou na captura do raposa você pode comprar e agilizar o processo.

    Na tenda de Lícia...

    (...)-Vou escrever o que deve ser feito para Gyllen colocar em pratica, já que ele está no comando de forma geral da nossa casa nas tarefas que abandonei... Darei as informações que tenho além do gordo procurando a noiva, não queria manda-lo a casa de tolerância cobrar o que me foi roubado, mas o farei, meu dinheiro não nasce em árvores...Já que terei que derreter duas moedas de prata para forjar um medalhão com o símbolo de nossos deuses para todos os nossos familiares usarem enquanto o bordado em roupas fica para os servos... Se realmente eles estão atuando dou a minha palavra que serei a sua mais fiel devota, e não poderia dizer isso levianamente o senhor sabe que a palavra é a coisa mais seria no qual acredito nessa vida, tem a minha agora nessa promessa se formos abençoados na proteção dos deuses Antigos e nosso caminho Iluminado me tornarei uma devota deles para o resto da minha vida... Será a minha única religião e enquanto estiver viva será a única religião em nossas terras...

    O meistre não gosta da dúvida quanto a atuação dos antigos e logo rebate Lícia:

    -É claro que estão atuando! Se não tivessem estaríamos numa situação muito pior, mas aqui a proteção deles é mais fraca quanto mais ao sul vamos mais fraco eles ficam, ainda mais com os sete crescendo rapidamente. Quanto a Lu mei, ela me informou que você sua mãe foram seguidas quando saíram naquele dia, penso em utilizar as mesmas roupas que vocês utlizaram naquele dia e vestir suas ayas que servirão de isca, sendo da mesma forma escoltadas por Lu Mei, porém, com Gaspar escondido pronto para atacar e capturar o perseguidor., o que me diz?

    O velhou ouve sobre Inẽs e Arthur sereno.

    -As ideias dela são ótimas, mas a longo prazo, todas são úteis, você tem apenas que tirar Arthur do deslumbre para que ele ponha um pé no chão e volte-se para o presente, deixando o futuro para o futuro.

    -O Senhor dá algum tipo de chá para elas não engravidarem? Tudo que precisamos agora é que meu irmão seja papai, isso vai matar a minha mãe...

    Asdulfor sorri, aproxima-se de Lícia e sussurra próximo a ela:

    -Não se preocupe, o Esdres come sementes de mamão trituradas como farinha quase todos os dias, ela reduz a fertilidade do homem para zero, porém, assim que ele deixar de comer aos pouos a recupera, já quanto as amantes dele... Não só elas, mas todas as servas da casa sempre comem na salada, folhas de arruda, que tem propriedades para enfraquecer bastante a fertilidade da mulher, mas nenhum deles sabe disso... É um dos segredos que evito revelar.   A menos que alguma serva case ou que o Esdres case, essas ações serão mantidas. Já quant a livros, são bem caros eu tenho alguns, no Castelo dos Sussurros, mas trouxe alguns deles par cá. Lhe emprestarei, mas tenha muito cuidado!

    A Mensão a violinista surpreende Asdfulfor:

    -Você quer tratar com ela, logo você? Realmente parece que colocou o juízo no lugar. Ela agora está na nossa côrte, e devemos utiliza-la como uma peça no tabuleiro, só não sei se podemos confiar nela. De toda forma, temos ela na mão, sabemos seu maior segredo. No más concordo com todas as suas ideias. Amanhã você conversará com seu pai.
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5043
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Claude Speedy Ter Abr 19, 2022 10:53 am


     
         
         
     

             

                 
                 
                     
                 
             

         

             

                 


    Gaspar ouvindo o Meistre de braços cruzados falar sobre colocar outras pessoas para fingirem ser Lícia não entendia muito bem aquilo, não imaginava quem poderia ser tão burra para ficar no lugar do alvo da espiã e sempre tinha dificuldades em entender como sempre todos se sujeitavam a se arriscar em coisas que não interessavam em nome de preservar a segurança de outro de forma exagerada.

    —Lícia não esta conseguindo andar? É mais fácil ela sair como esta para ir comprar os tecidos até...Se ela aparecer comprando tecidos vermelhos para fazermos mantos sagrados para todos, creio que seria já um símbolo de religiosidade

    Comentava sem rodeios, tentando entender porque Lícia virou covarde de repente aos olhos do Meistre, se era alguma razão de doença. E não sabia exatamente que discussão era tão relevante entre o pai e a filha.


             

         
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 11721
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Ter Abr 19, 2022 2:17 pm

    —Lícia não esta conseguindo andar? É mais fácil ela sair como esta para ir comprar os tecidos até...Se ela aparecer comprando tecidos vermelhos para fazermos mantos sagrados para todos, creio que seria já um símbolo de religiosidade
    Sereno, Asdulfor responde:

    -Lícia está impedida de sair de sua tenda por desafiar seu pai, podia estar com alguns dentes a menos se eu não intervisse e Lady Maria Adoeceu, ambas estão impossibilitadas de agir, portanto, você poderia tratar disso. Dos mantos e depois do plano para capturar esse perseguidor. Algumas ayas poderiam se passar por ambas, a não ser que Beron libere Lícia para cumprir esse plano... Isso eu verei com ele depois. Preciso colocar juizo na cabeça de Lícia para que ela volte a fazer o que é de sua responsabilidade, a administração está um caos e boa parte da culpa é dela.
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5043
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Claude Speedy Qua Abr 20, 2022 11:39 am

    [quote="Claude Speedy"]
     
         
         
     

             

                 
                 
                     
                 
             

         

             

                 


    Gaspar coça a nuca ainda mais confuso com as palavras do Meistre, ela não podia sair por contrariar o pai, mas só por isso porque ela não saia escondido mesmo assim. Seu próprio terceiro pai violou uma série de regras da patrulha da noite simplesmente por ter conhecido sua mãe.

    —Bom, Beron precisa saber que ela saiu? Se então como medo dele, então terá que ser o senhor que virá comigo. De qualquer modo eu preciso achar um meio para chegar até a esposa de aluguel, digo a prostituta... Só o senhor enquanto Troca-Peles pode me ajudar nisso sem parecer se envolver.

    Falava enquanto esperava alguma resposta de Lícia.


             

         
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 11721
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Qui Abr 21, 2022 1:00 pm

    —Bom, Beron precisa saber que ela saiu? Se então como medo dele, então terá que ser o senhor que virá comigo. De qualquer modo eu preciso achar um meio para chegar até a esposa de aluguel, digo a prostituta... Só o senhor enquanto Troca-Peles pode me ajudar nisso sem parecer se envolver.

    As palavras de Gaspar assutam Asdulfor, ele sabia que esse tipo de coisa não é pra ser falado na frente de ningué e ainda assim fala, mesmo irritado o velho gargalha dando uns tapinhas no ombro de Gaspar:

    -Sua imaginação anda muito fértil! Gaspar, eu ja lhe disse que o Rakashar me obedece quase cegamente não por eu ter alguma habilidade especial como os troca-peles, mas por eu ser um dos melhores cuidadores e treinadores de animais de toda westeros e até de Essos. O Krotalus é nortenho conhece sobre essas especificidades mais do que você que cresceu em Essos. Ele sabe que infelizente os antigos não nos abençoaram com essas habilidades... Mas não podemos esmoecer, quam sabe os filhos de Arthur, Esdres e Lícia não seja abençoados? Eu rezo todos os dias para isso seria um grande privilégio para os Fenlinights!

    Ele lança um olhar severo para Gaspar, não pela opção de enganar Beron, mas pela fala de antes. Porém disfarçada como se fosse devido a enganar o Beron:

    -Quanto ao Lorde Beron saber ou não... Existe olhos e ouvidos por todo nosso pavilhão, uma afronta dessas pioraria ainda mais a situação de Lícia e ela poderia ater ser enviada de volta para casa. Ficaríamos sem adinistrador o que pioraria em todos os sentidos.-Vira-se para Krotalus- Não concorda Krotalus? -Volta sua atenção para Gaspar e Lu Mei- Além disso não é sabio ir de encontro a ordem dos superiores. Tenha Calma, que depois que conversar com Lícia e trocar os curativos de Arthur nós podemos conversar como faremos isso, Eu, você e Lu Mei. Como também já disse, posso tentar convencer o Lorde Beron a liberar a Lícia para esse plano, mas antes ela precisa fazer algo para com ele...

    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5043
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Claude Speedy Qui Abr 21, 2022 3:25 pm


     
         
         
     

             

                 
                 
                     
                 
             

         

             

                 


    Gaspar vira os olhos irritado em pensar no amadorismo em dissimulação do Meistre. Se ele não queria que alguém que estivesse ouvindo sobre troca-peles, algo que do lado Sul da Muralha pouca gente sabe o que é, tudo que precisava fazer era não tocar na questão sobre ser ou não um deles... Mas ao contrário, ele se dedica a explicar longamente o que seria isso e dar ênfase na fala sobre o que aquele nome significava.

    Isso acende a fúria sábia do selvagem. Irritava que há tempos o seu pai se retraia e se fazia de morto, e se anulava, talvez por sentir culpa por ter tido um filho selvagem ou por sequer ter tido um filho, já que tanto os corvos quanto os meistres juravam celibato.

    Para Gaspar, Asdulfor esta se escondendo demais. Aliás, ele viveu com Lu Mei até mais tempo do que viveu com o próprio Asdulfur, não entendia as razões dele querer esconder algo dela e Krotalus era já há tempos alguém respeitado da família mais do que o próprio ladrão ex-gladiador.

    Afinal, qual a razão de nunca Asdulfor ter comentado que tinha um filho?

    —Bom, Beron não é um superior, e o senhor já escondeu isso tempo demais. Foi o senhor quem abdicou de seu espaço dentro do "Jogo do Trono" que vocês jogam... Eu não tenho nada haver com esse jogo e nem sou "inferior" a ele nem mesmo nas suas regras de jogo. O fato é que estamos sendo incriminados e mortos por toda essa inércia. E com muito falatório de novo e pouca resposta. Precisamos saber quem é essa tal, se tudo que você for fazer não vai conseguir fazer sem o pedido do Beron, então todos vamos morrer aqui. Infelizmente eu errei em acreditar que você pudesse ajudar na simples vigilância de uma mulher. Adeus, boa sorte...

    Novamente a única solução era o caminho fora da covardia e escravidão civilizada. Segundo a civilização ele mesmo deveria ser reconhecido como primo do Lorde e tão relevante quanto, mas seu pai abdica de todo poder de fazer alguma coisa que tem e entrega para um Beron que nada quer fazer por "medo das despesas" que seus irmãos tinham.

    Era quem Gaspar temia que quisesse o lugar do Lorde.

    E falava isso para que a filha de Beron ouvisse e com isso torcia para que Lícia decidisse fugir por si só.

    Nem mesmo para ir comprar um tecido rapidamente com Gaspar, Asdulfur se dispôs a ir.

    Precisava comprar os tecidos e de alguém com ele, puxou Lu Mei pelo braço, estava já muito incomodado em ver que teria de enterrar todos ali em breve.


             

         
    [/quote]
    Izanami
    Semi-Deus
    Izanami
    Semi-Deus

    Mensagens : 6662
    Reputação : 72
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Izanami Sex Abr 22, 2022 12:00 am

       Ali estava parada sem entender muita coisa sobre parte daquelas conversas entre ambos. Sabia que segredos deveriam ficar entre membros da família. Quando viu Gaspar perder o segurou seu braço de forma gentil para não parecer muito áspera em suas ações pelo visto ele poderia entender um movimento seu ou fala de forma errada por equivoco.
    -Desculpe Senhor Gaspar, eu devo permanecer aqui, não por ordem do meu pai, mas por minha mãe que esta doente e não pode receber nenhuma noticia ruim, eu piorei o estado de saúde dela discutindo com ela na noite passada, então devo obedece-la para que mais nada a perturbe...
       Soltava o Braço do Gaspar.
    -Entendo sua frustação, também sinto isso e parte de tudo que aconteceu de errado foi minha culpa por não ter dado atenção as minhas funções, meu pai provavelmente anda muito ocupado... E não devemos mais perturba-lo principalmente minha mãe...Tentarei comprar minha liberdade diplomaticamente com ele... Então tenha paciência Senhor Gaspar, logo vamos colocar tudo em seu devido lugar e se for preciso usaremos de um pouco de violência já que estamos sendo encurralados e um dos nossos soldados foi abatido...
       Acenava para entrarem a tenda e lá dentro teriam uma conversa descente, pedia educadamente para Lu Mei fazer a ronda pelo acampamento e depois parar a frente da tenda junto com o Krotalus a espera que a chamem para entrar a tenda.
    -Então Senhor Gaspar conte com calma todos os detalhes do seu plano e as pessoas que suspeita até mesmo do gato ou cachorro que anda livre pela rua conte tudo que sabe ou suspeita não deixe escapar nada em seu relatório. Todos os detalhes, tenho algumas informações a compartilhar e preciso de outro ponto de vista sobre minhas próximas ações... Isso tudo não vai ser uma perda de tempo prometo compensar o mesmo que desperdiça aqui falando comigo... Assim que terminar darei meu apoio as suas ações...
    Devemos corrigir a falta de comunicação entre nós... E começar a agir, devo tomar as rédeas da administração deste lugar que está um caos...

        Sentava na cama novamente e apontava para algumas almofadas ou cadeiras em sua tenda.
    -Aqui podemos conversar com mais calma longe dos soldados e protegidas... É um assunto de família não cabe a outros fora da família ganhar tanta informação sobre nós... Devemos começar a agir e prestar mais atenção nos pequenos detalhes que deixamos escapar se tudo der certo e vai, vamos virar esse jogo. Já cansei da ideia de que vamos  parecer um bando de gatinhos de circo para nossos inimigos... Acho que já está na hora de alguns felinos caçarem e mostrar que não estamos aqui para brincar em torneios...





    OFF: Post está dividido em 2 partes.

    1º Parte
    Escrevi correndo isso para o Gaspar não fugir. Então a principio é para ele entrar a tenda e dar mais detalhes do que está planejando e vomitar tudo que sabe, agora cabeças vão rolar;

    Lu Mei mandei dar um giro pelo acampamento e esperar do lado de fora, não me interessa se ela está junto a família a milenios de anos, é uma desconhecida nível dos soldados, cada um deve se respeitar e ocupar seu devido lugar (para servos e npcs).
    Gaspar pode responder com o Astolfo.

    2º Parte
    sobre a conversa anterior do Astolfo e Gaspar que ela escutou vou ler amanhã para responder. vai ser só um complemento e resposta ao que ambos já comentaram antes
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2556
    Reputação : 117

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Alexyus Seg Abr 25, 2022 3:57 pm

    MANHÃ DO QUARTO DIA

    ASDULFOR, GASPAR & LÍCIA

    Lu Mei tinha ficado observando a discussão de Asdulfor e Gaspar escalando, mas quando Melchior fez menção de sair agarrando o braço dela, ela o puxou violentamente, livrando-se do aperto:

    - Me solte! Eu não respondo a você!

    Lícia falou rapidamente para impedir Gaspar de sair, chamando-o para sentar-se no interior da tenda. Ela mandou Lu Mei dar uma volta, o que a oriental fez com rapidez, olhando feio para Gaspar.

    Asdulfor ainda estava ali, embora agora o diálogo se concentrasse de Lícia para Gaspar.


    ARTHUR

    A governanta Elisabeth veio trazer o almoço de Arthur e aproveitou para checar as condições dos aposentos do herdeiro.

    Enquanto ela arrumava uma coisa aqui e outra ali, ela ia conversando:

    - Espero que esteja com fome, senhor Arthur, o senhor precisa comer para se recuperar bem. E descansar bastante, é certo! Lá fora está um temporal, e não é só a chuva que está desabando! O senhor seu pai está com sua mãe, que passou mal hoje de manhã, e as damas de companhia estão com ela. Lorde Beron teve uma discussão com a senhorita Lícia e a confinou em sua tenda, sua irmã tem sido muito impertinente e grosseira com o Lorde Felinight, acho que o corretivo dela ainda será mais pesado! Gylen e Esdres foram para a arena de torneios, mas assim que voltarem eu darei o seu recado a eles. Precisa de mais alguma coisa?

    O falatório de Elisabeth era rápido e constante, mas ela dera algumas informações importantes ao herdeiro.

    GYLEN

    "Explendido!" O bastardo mal contém sua animação. Era natural gostar de uma platéia, não era? "Senhor Lugus está logo ali. Ele tem uma reputação de grande competência, foi assim que isso começou. Eu o congratulei, entende?

    Thoros de Myr assentiu com a cabeça:

    - Compreendo, é uma disputa amistosa, afinal de contas.

    "Eu fui um bom lutador antes." Ele bate de leve com a bengala na perna ruim. "Agora, sou bom o bastante eu acho. Para um aquecimento."

    O sacerdote vermelho sacudiu a cabeça:

    - Não acredito nisso nem por um instante, rapaz! Bons lutadores só o deixam de sê-lo se morrem. Enquanto estão vivos, podem perder um braço, uma perna, um olho, e ainda assim serão oponentes de valor. Apenas o fato de se dispôr a enfrentar um cavaleiro experiente, mesmo que em treino, me mostra que seu fogo ainda não se apagou!

    "Senhor Lugus foi gentil o bastante para me dar a honra. Eu, um bastardo do norte com sotaque estrangeiro. Imagina isso?"

    - Sim, posso ver que você é nortenho pela aparência e que não é westerosi pelo sotaque! A qual casa você serve, jovem?

    A pergunta de Thoros foi feita tranquilamente, mas Gylen percebeu que o homem careca estava atento aos detalhes.

    "A chuva pode fazer homens pequenos perderem parte do vigor, mas como posso ver, ela nem te afastou da sua amante mais constante. Já provou a bebida que senhor Mayo trouxe? Um achado."

    O sacerdote vermelho não se deu por achado e riu, dizendo:

    - Um dia desses praticamente exige que se beba para manter o calor do corpo! Mas não conheço esse senhor Mayo. Você disse que ele trouxe uma bebida? Uma bebida especial?

    A curiosidade do homem nem sequer era disfarçada.

    Quando perto o bastante o bastardo chama pelo amigo."Veja quem eu trouxe! O Sacerdote guerreiro em pessoa! Carne e osso! Ele pode julgar nosso duelo amistoso, aposto que nunca imaginou uma presença tão ilustre conosco nessa manhã chuvosa!"

    Naton Lugus virou-se quando Gylen disse seu nome. Ele estivera checando seu cavalo na entrada de um estábulo coberto, e sorriu ao ver Gylen:

    - Ah, o bastardo Felinight! Achei que a chuva tinha derretido sua vontade de duelar hoje!

    Ele fez um cumprimento com a cabeça para Thoros.

    - Já ouvi falar bastante do famoso Thoros de Myr, é claro! Veio encomendar a alma do Gylen antes do duelo? Não é preciso, lutaremos com armas sem fio, não queremos nenhum ferimento sério que atrapalhe o torneio do rei.

    Naton dirigiu um olhar à bengala de Gylen:

    - Mas onde está sua armadura? Não vai querer treinar comigo sem nenhuma proteção, um único golpe meu poderia estragar sua perna que ainda é boa! Quer que eu lhe empreste uma dos meus guardas?

    Caso Snow aceitasse, Naton providenciaria uma armadura mais ou menos do tamanho de Gylen, e uma espada sem fio como a dele para treinarem.

    - Vamos fazer isso no estábulo, tem bastante espaço e está seco. Assim você não vai cair na lama se for derrubado.

    Thoros aprovou a ideia:

    - Uma excelente sugestão! Comecem quando quiserem, e que o Senhor da Luz proteja ambos!

    OFF: Pode postar seu primeiro ataque e fazer a rolagem.


    TARDE DO QUARTO DIA

    MAEHRA

    A caminho da arquibancada, Maehra foi barrada por dois soldados de manto dourado da patrulha da cidade.

    Um deles disse

    - Parada aí! Onde pensa que vai? Você não é uma das nobres que já vimos...

    O outro soldado perguntou:

    - Você não é aquela tocadora de música que estava na torcida ontem?

    O primeiro pareceu lembrar-se:

    - É, agora que você disse isso, acho que me lembro dela! Então, por que você não volta para a área do povo? A arquibancada é para os nobres!

    Pelo canto dos olhos, Maehra podia ver que o torneio já começara, e que dois cavaleiros tinham acabado de cruzar suas lanças.
    Dycleal
    Wyrm
    Dycleal
    Wyrm

    Mensagens : 9044
    Reputação : 161
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Dycleal Seg Abr 25, 2022 4:46 pm

    Era por volta da hora do almoço quando "mama" Elisabeth chega com a refeição de Arthur. Ela encontra o herdeiro arrumando a mesa em volta do mapa, para iniciar a "construção" de uma maquete do mapa de Inês e separado algumas caixas vazias de diversos volumes e a governanta põe os alimentos e bebidas na mesa destinada as refeições e pede para que Arthur aproveite o seu tempo para descansar e informa do tempo tempestuoso e acerca da rebeldia da sua irmã na relação desrespeitosa com o Lorde Seu Pai e do estado precário de saúde da sua mãe, o que de imediato chama a atenção e preocupação do jovem nobre.

    Ele olha para a gentil senhora, a quem muito respeita e diz: - O que minha mãe está sentindo? Ninguém me falou nada sobre isso, conte-me mais... E procura ouvir atentamente, fazendo perguntas e observações para se esclarecer e com o conhecimento se acalmar ou tomar uma atitude. Após as palavras da boa senhora, escreve um bilhete para o seu tio, perguntando, no bilhete, se pode ajudar em algo para a melhora da sua mãe e pedindo mais informações, põe seu selo no bilhete e pede para a governanta entrega-lo.

    Por fim, sorri para ela dizendo: - Eu prometo solenemente que vou me cuidar e descansar e logo a senhora vai me ver em plena saúde! E por favor mama, fale para o lorde que eu estou pedindo que ele autorize a minha irmã vir escoltada até a minha tenda para que eu converse com ela, de modo a restituir nela a sua razão, pois ela é uma mente brilhante e a rebeldia é motivada pela sua juventude e ansiedade para viver e eu gostaria de admoesta-la. E mama em tempo, preciso de algumas caixas e peças nestes volumes e tamanhos que estou demonstrando, preciso terminar uma maquete de um projeto de modernização da nossa propriedade. Quando estiver pronto ficarei satisfeito que a veja e de ouvir a sua equilibrada opinião, se poder me concede-la, é claro... Agora, sei que tem muito o que fazer, então não vou segura-la mais, deixarei todos os pratos e utensílios arrumados na mesa de refeição para uma das suas servas recolher mais tarde. E aguarda com respeito que ela se retire.

    Ao acabar de almoçar, arruma os pratos e utensílios organizadamente e volta a montar a maquete do mapa para que possa ter uma ideia de volumes, luzes e sombras e a dimensão espacial delineada de forma mais tridimensional para aperfeiçoar o projeto enquanto aguarda o tio com informações e os curativos.
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5043
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Claude Speedy Seg Abr 25, 2022 7:17 pm


     
         
         
     

             

                 
                 
                     
                 
             

         

             

                 


    Gaspar sorria maliciosamente quando via Lu Mei ir embora.

    —Obrigado, Lícia. Estava difícil me livrar da espiã do Rei Amarelo. Pela primeira vez estamos agindo em sinergia.

    Finalmente ele se sentava relaxando e olhando aos olhos de sua prima. Ao ouvir sobre a mãe dela, ficou visivelmente preocupado.

    —Sinto saber disso, Lu Mei me repeliu ao me aproximar da tenda. As razões disso ainda são dentro da ordem da casa que eu não tenho espaço algum. Mas mesmo assim eu devo te dizer que meu plano tem haver com um medo que eu tive desde que chegamos aqui. Eu não comentei nada, mas confio no seu tio. E imagino que seu pai tenha vazado sem querer a informação de minha presença a ele e esse falou de minha aos Sacerdotes Vermelhos. Eles são muito rancorosos com os roubos que eu e meus amigos lhes faziam... como qualquer clérigo o é... tratam roubar o que tomam com trapaças dos fiéis pior do que roubar o que os fiéis trabalham para construir.  

    Baixava a cabeça.

    —A verdade é Asdulfor tem me escondido secretamente aqui depois de uma longa jornada de buscas... Eu também como seus irmãos estive em conflitos para mostrar meu valor como guerreiro, também haviam armas, mas ao contrário daqui não eramos todos recebedores delas e também haviam também que apostasse em nossas capacidades de luta, mas não faziamos por diversão como aqui eles fazem, raramente a vida era permitida de continuar... Foi dessas construções, chamadas arenas por conta do uso de areia para facilitar a limpeza de sangue que eu fui achado pelo Meistre de sua casa... Eu era propriedade do Imperador que cedeu Lu Mei para vocês... Mas antes dele ser meu proprietário, eu e meus amigos sobrevivemos tomando coisas dos templos... e de todos os sacerdotes mais rancorosos... bem, é esse líder vermelho que eu vi na floresta... Meu plano é simples para nos proteger e me proteger deles...  

    E falava entristecido.

    —...penso em encorporarmos a religião dos Homens de Ferro e do Deus Vermelho em nossos ritos e para isso precisamos achar essa prostituta que Gyllen me falou  

    E esperava ela responder


             

         
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2694
    Reputação : 131

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Wordspinner Ter Abr 26, 2022 8:03 pm

    Thoros de Myr: penas o fato de se dispôr a enfrentar um cavaleiro experiente, mesmo que em treino, me mostra que seu fogo ainda não se apagou!

    "Vamos ver se fogo é o bastante, não é?" O bastardo sente a água escorrendo pelo rosto e ri. "Fogo?! Só com ajuda divina."

    Thoros de Myr: A qual casa você serve, jovem?

    "Vejo que sou um livro aberto. Eu, Gylen Snow sou um bastardo nortenho. Um dos Felinights." Os olhos do bastardo se fixam no sacerdote por um momento esperando a resposta que não viria em palavras. Tentando decifrar o que as linhas do rosto e os movimentos do corpo iriam mostrar.

    Thoros de Myr: Mas não conheço esse senhor Mayo. Você disse que ele trouxe uma bebida? Uma bebida especial?

    O bastardo fecha os olhos lembrando do sabor. "Deliciosa. Uma mistura cruel de nectar e abismo." Um suspiro. "É como uma canção na boca. Posso tentar conseguir a atenção de Mayo, se estiver bem o suficiente para andar no final disso tudo posso convidá-los os dois para um jantar!"


    Nanton: - Ah, o bastardo Felinight! Achei que a chuva tinha derretido sua vontade de duelar hoje!

    "Desagradável? Sim e molhada também. Mas é mais confortável que o frio de casa." Todo bom humor. Era um prazer sem culpa uma luta assim.

    Nanton: Não é preciso, lutaremos com armas sem fio, não queremos nenhum ferimento sério que atrapalhe o torneio do rei.

    Ele se vira para o sacerdote, mas fala alto em tom de zombaria amigável. "Não vai ver meu nome em nada tão perigoso quanto o torneio do rei."

    Nanton: Quer que eu lhe empreste uma dos meus guardas?

    "Não vai ser um problema amigo, com a minha perna e o peso de uma armadura eu nem começaria a te aquecer." Ele da dois passos sem usar a bengala. "Vai dar certo!" Então ele puxa a espada curta sem lamina que tinha carregado até ali e a passa na mão para mostrar sua honestidade e depois a mostra a Thoros. "Eu vim preparado, a minha pode ser menor, mas eu também sou."

    Ele segue Nanton até o celeiro lento como sempre, talvez só um pouco mais no momento de limpar as botas. Ele esperava que Nanton se posicionasse. O bastardo ficaria a uma distância adequada, testando o chão com a bengala até chegar no seu lugar. Absorvendo o lugar com curiosidade.

    "Nossa glamurosa arena. Pronto?" Um ultimo momento de nervosismo antes da paz da batalha.





    Conteúdo patrocinado


    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 34 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Maio 27, 2022 2:14 am