Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Prólogo - Um novo dia

    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1067
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Bastet em Ter Ago 18, 2020 11:51 pm




    Um novo dia


    Segunda – 7:30 da manhã.




    O despertador toca com a música preferida de Jay, como em todas as manhãs, mas, ao abrir os olhos, o que o jovem vê não é o quarto com o qual estava acostumado. O ambiente estava escuro, devido à cortina pesada e empoeirada que o antigo dono da casa havia deixado ali.... O menino detestava escuro e detestava ainda mais aquela casa.

    O teto não tinha as estrelinhas neon, como em sua antiga casa. O armário não era bonito, era apenas uma porta embutida na parede... A decoração era deprimente, com papel de parede de “menina”, rosa e com coelhinhos por toda parte. A parte mais desconfortável de acordar olhando para aquelas paredes era que, à meia luz, os coelhinhos pareciam ratos brancos e famintos.

    Você resolve se sentar na cama, para a rotina de sempre: ir até o banheiro tomar banho,  escovar os dentes, vestir uma roupa limpa e tomar os remédios “anti-surto”, como você havia apelidado. Depois da primeira crise de ansiedade e agressividade, no colégio de Vancouver, você nunca deixou de tomar as pílulas.  O ex psicólogo de Jay dizia que a medicação era apenas um alívio para o dia-a-dia, mas o menino sabia que não gostava de quem era sem elas: deixara um menino inconsciente na antiga escola, após ver ele e os amigos zoando Lilian e desenhando na revista em que ela havia saído – eles estavam fazendo peitos maiores nela e dizendo que ela era mais gostosa peituda.

    Já quando tomava a medicação, tudo parecia perfeito e feliz.

    Enquanto se levantava, o menino percebia a primeira coisa que não sentia falta na antiga cidade: a escola particular de Vancouver e os babacas que estudavam nela.

    ***

    O quarto era grande, em comparação com o quarto na casa da “cidade grande”, mas os móveis que estavam ali eram enormes também, deixando um espaço curto pra ele andar por ali.  As roupas da escola estavam no armário embutido, as cuecas na cômoda trambolha que ficava perto da porta... ou nas caixas perto da janela? Não conseguia se lembrar.  A mudança, principalmente em seu quarto – devido a preguiça – estava longe de terminar.

    Do andar de baixo, o menino ouvia a mãe gritar:

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Jay! Já se levantou?! Vá tomar banho enquanto tem água quente, você não quer se atrasar pro primeiro dia de aula!


    Apesar do alerta da sua mãe, o relógio ainda marcava o mesmo horário do despertador: 7:30. Será que o celular estava precisando atualizar ou havia passado apenas segundos desde que abriu os olhos?

    A música continuava tocando, com 2 minutos já passados...

    Ao conferir o celular, você vê novas mensagens no grupo dos “legais” da antiga turma, que incluía seu melhor amigo, algumas pessoas legais da turma – inclusive Amanda.

    Prólogo - Um novo dia WhatsApp
    Jimmy:  Hey, Jay, manda foto das gatinhas da cidade!

    John:  As de saia! Nem acredito que aí não tem uniforme!

    Anna:  Ai, seus babacas! Parem com isso!

    Amanda:  Boa aula na escola nova, Jay! ^_^



    Larissa Aprill
    Mestre Jedi
    Larissa Aprill
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1014
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Larissa Aprill em Qua Ago 19, 2020 2:19 am




    Jay Petterson

    O adolescente acorda com a voz do seu cantor favorito preenchendo o quarto. Isso indicava que seu dia seria ótimo. Quando abriu os olhos viu o teto escuro e prendeu a respiração por um segundo. Aos poucos sua mente foi processando as informações de que estava numa nova casa e numa nova cidade.

    Ele passa o olhar pelo quarto, que foi decorado por outra pessoa. Tudo naquele cômodo o incomodava, principalmente os coelhos famintos.

    O menino senta na cama e esfrega os olhos antes de levantar. Alguns flashs dele socando um garoto na antiga escola o assombram. Rapidamente ele tateia a cômoda a procura dos anti-surtos. Um pouco mais calmo, Jay desce da cama e começa a procurar sua cueca pelo quarto.

    Ele acha dentro de uma das caixas um poster do One Ok Rock, então começa a procurar um durex e dá melhor forma possível cola a foto da banda sobre alguns coelhos assustadores.


    "Agora sim, será um bom dia"

    Feliz e com paz de espírito novamente ele termina de caçar suas roupas pela bagunça que estava aquele lugar. Precisava terminar de arrumar suas coisas, mas não estava empolgado com a tarefa. Quem sabe mais tarde.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Jay! Já se levantou?! Vá tomar banho enquanto tem água quente, você não quer se atrasar pro primeiro dia de aula!


    - Já estou indo!- Ele percebe que o despertador ainda marcava 7:30

    Jay pega o celular para conferir a hora e viu que tinha mensagens dos amigos, incluindo da Amanda. Ele senta na beira da cama e um sorriso surge nos seus lábios.


    Prólogo - Um novo dia WhatsApp
    Jimmy:  Hey, Jay, manda foto das gatinhas da cidade!

    John:  As de saia! Nem acredito que aí não tem uniforme!

    Anna:  Ai, seus babacas! Parem com isso!

    Amanda:  Boa aula na escola nova, Jay! ^_^


    Ele começa a responder entusiasmado. Estava feliz por conseguir manter contato com os amigos, mas também tinha uma certa melancolia por não ter eles por perto.

    Prólogo - Um novo dia WhatsApp
    Jimmy:  Hey, Jay, manda foto das gatinhas da cidade!

    John:  As de saia! Nem acredito que aí não tem uniforme!

    Anna:  Ai, seus babacas! Parem com isso!

    Amanda:  Boa aula na escola nova, Jay! ^_^


    Jay: Se EXISTIR alguma menina bonita aqui eu mando…. LOL. Obrigado pelas mensagens. Sinto falta de vcs….




    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1067
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Bastet em Qua Ago 19, 2020 6:57 pm




    Um novo dia


    Um dos maiores incentivos para Jay tomar seus remédios eram as lembranças dos seus momentos “fora de si”. O psicólogo que o atendia em Vancouver dizia que era preciso relembrar esses momentos para não deixar que eles acontecessem novamente.  Para o menino, no auge da sua adolescência, aquilo não fazia sentido. Ele só queria esquecer o que o feria e seguir em frente... E as pílulas ajudavam nisso.

    Ele não demorou a achar os remédios em meio à pequena bagunça em cima da cômoda. O frasco era laranja e um pouco maior do que ele se lembrava.  Na tampa, a logo da ProLab e no corpo uma etiqueta apenas com o nome completo do menino.

    Prólogo - Um novo dia 0b1cNHE

    Jay pegou a pílula branca e verde e tomou. Tinha um gosto docinho, que não costumava vir nas medicações manipuladas da sua antiga cidade, e traziam um alívio imediato na mente do adolescente: talvez por serem muito fortes, talvez só pelo efeito psicológico de tomar um remédio.

    Prólogo - Um novo dia SQ9GaoH

    ***

    Enquanto enrola para não tomar banho,  deixou o quarto com a decoração um pouco mais agradável aos seus olhos com o pôster da banda One Rock.  Depois disso,  começa a mandar mensagens pros amigos, se distraindo do horário.


    Prólogo - Um novo dia WhatsApp
     (...)
    Jay: Se EXISTIR alguma menina bonita aqui eu mando…. LOL. Obrigado pelas mensagens. Sinto falta de vcs….


    John:  Não guarde as belezinhas do interior para você Jay!

    Anna:  No campo só tem vaca, John! LOL

    Amanda:  Você faz falta, Jay…  

    Jimmy:  IHH a namoradinha sentindo saudades!

    Amanda:  Cala a boca, Jimmy!  


    Enquanto digita, ouve a mãe gritando novamente.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Jayson Petterson, por qual motivo ainda não ouvi a água do chuveiro aí de cima?!


    Bem… Talvez não fosse realmente uma ideia ir sem banho para o primeiro dia de uma escola nova. Qual roupa o jovem ia escolher?

    ***

    A casa tinha dois andares: no primeiro, os cômodos principais. No segundo, quatro quartos e um banheiro, interligados por um corredor bem grande, com duas portas  de um lado e três do outro. O quarto de Jay dava para os fundos da casa, assim como o escritório da sua mãe e um quarto que ficava sempre trancado. A porta dele era a mais próxima da escada, seguindo a porta do escritório e o quarto que ninguém entrava.  Na parede oposta do corredor, a porta do banheiro era em frente à do quarto do menino, seguida pela porta do quarto do casal.

    No andar de baixo, Jay podia sentir o cheiro de panquecas e bacon.  

    Larissa Aprill
    Mestre Jedi
    Larissa Aprill
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1014
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Larissa Aprill em Qua Ago 19, 2020 10:08 pm




    Jay Petterson

    O receio de um novo surto, de ser taxado como louco ou pior, colocar a vida de alguém em risco novamente era uma sombra constante. Talvez por medo da rejeição ou de ter que admitir que de fato era uma pessoa ruim, ele preferia esconder seus sentimentos. Então os medicamentos eram seu porto seguro. Até o sabor doce da pílula o agradava.

    Prólogo - Um novo dia WhatsApp
    (...)
    Jay: Se EXISTIR alguma menina bonita aqui eu mando…. LOL. Obrigado pelas mensagens. Sinto falta de vcs….


    John: Não guarde as belezinhas do interior para você Jay!


    Anna: No campo só tem vaca, John! LOL


    Amanda: Você faz falta, Jay…  


    Jimmy: IHH a namoradinha sentindo saudades!


    Amanda: Cala a boca, Jimmy!



    Jay: Também sinto sua falta I love you



    Ele encarou a tela do celular sorrindo apaixonado. O sentimento era recíproco. Será que deveria ligar para a Amanda mais tarde?

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI

    Jayson Petterson, por qual motivo ainda não ouvi a água do chuveiro aí de cima?!


    A voz da sua mãe fez ele largar o celular a contra gosto e esqueceu de checar as horas. Havia algumas roupas penduradas no armário. Ele escolhe uma calça jeans e uma blusa de moletom azul com listras na manga. E finalmente tinha achado uma cueca limpa.

    Ao sair do quarto ele encara a porta do cômodo que ficava trancado. Já pensou antes em perguntar pros pais o porquê de não poder abrir. Mas ele estava tão desmotivado com a mudança que deixou para lá.

    Jay entra no banheiro e acende a luz, que começou a falhar e entre idas e vindas, acabou permanecendo acesa. Ele toma um banho rápido, mas relaxante. Ele deixava a água quente cair sobre o pescoço e as costas para relaxar e é inevitável não se sentir um pouco ansioso com o primeiro dia de aula. Mas o medicamento ajudava exatamente nessa parte, a preocupação foi algo passageira.

    Então ele termina de escovar os dentes e se trocar, quando estava alcançado a escada sente o cheiro da panqueca e seu favorito, bacon. E percebe que está com fome.

    Mas ele pára de repente e volta para o quarto. Coloca na mochila alguns itens essenciais antes de descer, o anti-surto, seu celular e um headset. Não poderia ir para a escola sem escutar a playlist do celular.


    Prólogo - Um novo dia IMG-20200819-WA0024

    - Bom dia!- Disse animado assim que pisou no andar inferior.


    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1067
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Bastet em Qua Ago 19, 2020 11:53 pm




    Um novo dia


    Amanda respondeu com um coraçãozinho, caindo depois na zoação dos amigos, mas Jay não viu no momento. Estava bastante ocupado com a higiene matinal, que sua mãe quase obrigara. O banheiro daquela casa tinha aquela arquitetura antiga,  com vaso e bidê marrons, uma banheira de azulejos e um chuveiro à gás, que hora parecia querer escaldar, hora quase congelava quem tomava banho.

    Por sorte, o jovem Jay conseguiu tomar um banho morno naquela manhã e se preparar para o seu primeiro dia de aula.

    ***

    Após se vestir e arrumar a mochila, o adolescente seguiria pelas escadas, sentindo aquele cheiro maravilhoso que ele tanto gostava. Na outra casa, era raro a mãe cozinhar. Ela geralmente precisava sair cedinho pro trabalho, deixando dinheiro para ele comer no caminho da escola. Ali, ela parecia ficar mais em casa – ou, no caso, ficar só em casa. Não tinha conversado com o filho sobre o assunto, mas estava com dificuldades em achar emprego em uma cidade tão pequena.

    Ela já estava virando a décima panqueca quando você chegou na cozinha. As outras estavam na mesa em um prato maior, junto com bacon, a manteiga e a jarrinha de maple syrup. Seu pai estava lendo um jornal, concentrado, e nem respondeu ao bom dia. Era estranho, mas Jay tinha dificuldade em ler as letrinhas pequenas do jornal que o homem segurava há poucos passos. Será que estava precisando de óculos?

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Bom dia, querido. Dormiu bem ontem?


    A mãe indicou para ele se aproximar, dando um beijo em sua testa, que ficou levemente engordurada pelo gloss levemente colorido que ela usava. Em seguida, mostrou as panquecas e o bacon na mesa, segurando a panela com uma mão só e virando a panqueca como uma chef faria.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Vá comer, seu pai vai te dar uma carona pra aula hoje. Amanhã vamos encher os pneus da sua bicleta... Pois, aparentemente, seu pai anda muito ocupado no novo emprego pra se preocupar com isso...  


    Sua mãe mudou de calma e gentil pra extremamente irritada. Você podia ver ela estraçalhando a panqueca com a espátula, e, em seguida, a colocando em seu prato, toda feia e estraçalhada.
    Colocou uma quantidade exagerada de syrup e manteiga em seguida. Fazendo barulhos estranhos com a boca, como se guinchasse de leve. De relance, você veria o rosto dela se desfigurar como se ganhasse bigodes e dentes grandes... Mas, ao olhar bem, tudo parecia normal



    Ela e seu pai começaram a discutir, aqueles guinchos parecendo se repetir com frequência. Quando você tenta se esquivar da cozinha, as mãos de Lilian te faz sentar novamente.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Termine a comida, Jay!  



    Larissa Aprill
    Mestre Jedi
    Larissa Aprill
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1014
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Larissa Aprill em Qui Ago 20, 2020 1:27 am




    Jay Petterson

    O garoto visualizou o grupo de mensagem pela última vez antes de descer as escadas. E só o que lhe importava era os corações da Amanda. Se sentia até mais leve e aliviado. Que bom que o distanciamento não tinha os afetados. E já estava acostumado com as provocações do Jimmy e John, mas no fim confiava nos amigos.

    Ele viu a mãe cozinhando e isso era algo raro. Não que ela cozinhasse mal, mas antes era a primeira a sair e a última a chegar. Como Jay se sentia mais próximo dela, não achou ruim da Lilian ter dedicado mais tempo ao filho.

    Ao passar pela mesa ele rouba um pedacinho daquele bacon crocante. Enquanto enchia seu copo de suco na mesa, observou o pai lendo atrás do jornal. Que não havia esboçado nenhuma reação até então. E percebe que as manchetes do jornal estavam menores? As palavras se embaralhavam. Talvez precisasse falar com a mãe sobre a visita à um oculista.


    - Bom dia pai.

    Jay se aproxima da mãe e recebe o beijo afetuoso na testa. Ele gostava daqueles afagos e retribui com um abraço breve. A mãe pergunta se ele tinha dormido bem. E ele lembra de não ter sonhado nada aquela noite.

    - Dormi sim, talvez bem até demais.- Jay costumava ter sonhos intensos.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI

    Vá comer, seu pai vai te dar uma carona pra aula hoje. Amanhã vamos encher os pneus da sua bicicleta... Pois, aparentemente, seu pai anda muito ocupado no novo emprego pra se preocupar com isso...


    O garoto tinha acabado de se sentar e estava mastigando uma tira de bacon quando observa o acesso de raiva da mãe. Ele olha assustado para ela e também observa de relance o pai, que continuava imóvel atrás do jornal.

    Lilian batia de maneira violenta na panqueca com a espátula e se aproxima da mesa. A massa estava levemente queimada e estava toda despedaçada. E ela despeja uma quantidade absurda de calda e manteiga no prato.


    - Mamãe?!?- Jay olha de relance para a mulher que tinha dentes pontuados e bigodes. Mas ao olhar melhor, sumiu.

    Ele fecha os olhos assustados e as vozes dos pais foram substituídas pelos guinchos dos ratos. Ele trava os dentes com a gastura do som, seu coração estava acelerado, a boca seca. Jay tinha medo de abrir os olhos e ver que seus pais se transformaram em camundongos. Então ele se levanta de repente com a respiração ofegante.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI

    Termine a comida, Jay!


    Jay se assusta com a voz humana novamente e bate o braço no copo. E só assim ele abre os olhos, encarando tudo ao seu redor assustado.

    - Eu...eu… perdi a fome- Na verdade estava se sentindo enjoado.


    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1067
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Bastet em Qui Ago 20, 2020 9:44 pm




    Um novo dia


    O pai dobra o jornal quando o menino repete o bom dia, direcionado a ele, e o olha por um instante, balançando a cabeça em negativo. Pegou o cigarro aceso do cinzeiro e tragou uma vez, respondendo e iniciando a discussão que se seguiria.

    Prólogo - Um novo dia YvFjQnG
    Bom dia, filho. Não se esqueceu de colocar um arco no cabelo? Sua mãe não consegue cuidar nem do cabelo do próprio filho...


    Bem, o que se seguiria o jovem Jay já sabia. Gritos, guinchos e atitudes assustadoras dos dois.  Não que o pai fosse a pessoa mais agradável do mundo, mas geralmente ele a mãe se davam bem, tirando quando ela trabalhava até tarde.... Mas, naquela manhã, os dois tinham levantado da cama com o pé esquerdo.

    A mãe estalou os lábios quando o menino protestou sobre a comida. Manteve a mão no ombro dele, não deixando ele se levantar.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Eu já disse para terminar a comida, não me desobedeça, se não seu pai vai falar que não sei te alimentar também.


    E, bem, ele teria de comer.  A mãe estava o vigiando e só sairia de perto quando a ultima garfada da panqueca destruída e melecada de calda fosse comida. Quando enfim ele terminasse, a mãe iria até o local onde penduravam casacos e pegaria um cachecol roxo e branco, enrolando no pescoço do menino.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Não quero que você pegue friagem, querido. Boa aula... Seja bonzinho com seu pai


    Quando diz isso, você sente os bigodinhos dela roçando em seu rosto.  Os olhos vermelhos dela te encaravam e o focinho branco e gelado de rato encostava em sua pele.

    O pai estava pegando a chave do carro e se vira pra você, ele não era um rato branco como sua mãe, era marrom, sujo e fedido. Um rato gigante de chapéu e terno social, com um cigarro entre a bocarra que se abriu em ódio ao te ver.  

    Prólogo - Um novo dia 3h9we7n

    O menino não via nenhuma porta pela casa... E começava a sentir algo subindo por dentro da própria calça, quatro... oito...doze patinhas pequeninas com garras afiadas.

    Estava preso no próprio inferno.


    Larissa Aprill
    Mestre Jedi
    Larissa Aprill
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1014
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Larissa Aprill em Sex Ago 21, 2020 1:02 pm




    Jay Petterson

    O menino encara os pais assustado, eles nunca discutiram assim na sua frente. E tão assustador quanto a briga era os guinchos que ambos faziam.

    Quando sua mãe voltou a falar normalmente, Jay sentiu as mãos dela o pressionando contra a cadeira.


    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI

    Eu já disse para terminar a comida, não me desobedeça, se não seu pai vai falar que não sei te alimentar também.


    Ele olhava a panqueca nadando na calda e sentia o estômago se revirando mais intensamente. Sem escapatória, o menino espeta um pedaço com o garfo e leva a boca. Estava mastigando forçado até acabar a refeição e isso lhe causou ânsias. A mãe finalmente se afasta e ele olha desolado o suco que derramou. Pois queria muito beber algo para tirar o excesso de doce do paladar.

    Lilian enrolou o pescoço de Jay com um cachecol quentinho e ela se aproximou para mais um afago. E o rapaz sentiu o leve toque dos bigodes na sua pele e o focinho gelado roçando em sua bochecha. Ele olhava a mãe petrificado, os olhos vermelhos encarando ele fixamente.

    A ânsia de vômito veio violenta e ele tenta correr para a pia mais próxima. Enquanto se sente doente e enjoado, escuta o pai pegando o molho de chaves. Mas ele não era mais humano, sua pele estava coberta de pelos marrons e sujos, o cheiro de esgoto impregnava todo o cômodo.

    Ele olha ao redor procurando uma saída, mas as portas tinham sumido.


    "Isso é um sonho… é apenas um sonho…."

    Jay fecha os olhos com força, acreditando que iria acordar logo. Então sentiu quatro patinhas agarradas no seu tornozelo, conforme elas avançavam, outras apareciam para escalar sua perna.

    Ele sentia os ratos subindo, sentia os rabos asquerosos arrastando na pele. Desesperado ele grita o mais forte que consegue.


    - NÃOOO!!!!- Ele precisava acordar, ele tinha que acordar!!!-MMÃÃEEEE!!!!!!


    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1067
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Bastet em Sab Ago 22, 2020 5:08 pm




    Um novo dia

    A cada momento daquela manhã, o jovem Jay parecia ter seus nervos testados. Tudo o que ele não gostava estava presente e, ainda por cima, sendo personificado pela figura de seu pai e sua mãe, que faziam parte de seu cotidiano e estavam entre as pessoas mais importantes na vida do menino.

    Quando tudo parecia estar voltando ao seu “normal”, com o jovem pronto para ir para a escola, aquelas visões terríveis aconteceram. Thomas e Lilian era grandes e nojentas ratazanas, com dentes grandes e cheiro bem ruim.

    O estômago, recém cheio à força, de Jay não aguentou, fazendo ele ir vomitar... E ser atacado por pequenos pezinhos gelados, entrando em suas calças e subindo por dentro de sua roupa.

    Ele podia ver o próprio reflexo embaçado e distorcido nos azulejos limpíssimos da cozinha, onde havia a pia mais perto, e, mesmo que não fosse um espelho, ele sabia que estava muito mais pálido que o normal... Os olhos fundos e arregalados pelo desespero. Jayson podia ouvir o coração batendo em seu ouvido, TUM tum TUM tUm.... O ritmo tão desregulado quanto o da sua respiração. O suor frio a cada nova patinha que sentia subindo.

    A consciência começava a falhar, devido ao desespero... E, ao gritar pela mãe, o corpo caiu no chão. Com o impacto, Jay acordaria, em sua cama. O coração ainda batia forte, mas parecia ter saído daquele sonho terrível. O ambiente estava escuro, devido à cortina pesada e empoeirada que o antigo dono da casa havia deixado ali.... O menino detestava escuro e detestava ainda mais aquela casa e os sonhos que ela lhe trazia.

    Poucos segundos depois de ele abrir os olhos, o despertador  toca com a música preferida de Jay, como em todas as manhãs.

    Segunda – 7:30 da manhã.



    O coração do menino começa a se acalmar quando percebe que está tudo normal. Nenhum rato sobre a cama, só o quarto com decoração deprimente, com papel de parede de “menina”, lilás e com coelhinhos por toda parte. A parte mais desconfortável de acordar olhando para aquelas paredes era que, à meia luz, os coelhinhos pareciam ratos brancos e famintos.

    Jay sente medo até de se sentar, mas consegue o fazer com bastante esforço. Precisava completar sua rotina matinal, afinal, mesmo após um pesadelo, teria de enfrentar o seu primeiro dia de aula em breve.

    O quarto era grande, em comparação com o quarto na casa da “cidade grande”, mas os móveis que estavam ali eram enormes também, deixando um espaço curto pra ele andar por ali.  As roupas da escola estavam no armário embutido, as cuecas na cômoda trambolha que ficava perto da porta... ou nas caixas perto da janela? Não conseguia se lembrar.  A mudança, principalmente em seu quarto – devido a preguiça – estava longe de terminar.

    Outra coisa que ele não fazia de onde estava era o frasquinho dos seus remédios “anti-surto”.  Deveriam estar na mesinha ao lado de sua cama, mas lá só estava o seu celular, que ainda tocava a música do despertador, e o abajour  sem lâmpada.

    Talvez Lilian tivesse guardado no banheiro.

    Do andar de baixo, o menino ouvia a mãe gritar:

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Jay! Já se levantou?! Vá tomar banho enquanto tem água quente, você não quer se atrasar pro primeiro dia de aula!



    Larissa Aprill
    Mestre Jedi
    Larissa Aprill
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1014
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Larissa Aprill em Ter Ago 25, 2020 10:45 pm




    Jay Petterson

    Jay olhava seu reflexo nos azulejos da cozinha, percebeu que estava mais pálido do que o normal. Junto com a náusea ele conseguia escutar os batimentos ecoando em sua cabeça.

    Se todo o mal estar não bastasse, ele ainda encarava seu pior medo, ratos. Então tudo aquilo que aconteceu pela manhã era muita coisa para o jovem absorver. Acreditando ser um pesadelo ele grita pela mãe.

    Assim que gritou sentiu o corpo cair no vazio e abriu os olhos encarando o teto do seu quarto. Seu coração e respiração ainda estavam acelerados.


    "Foi só um pesadelo…"

    Mas mesmo assim ele ainda fica deitado, aguardando os ratos aparecerem. O despertador toca e ele se senta temeroso, ainda com a expectativa de algo ruim iria acontecer.

    Desta vez ele não espera a mãe  mandar ele tomar banho, Jay já sabia onde estava a cueca e as roupas. Checkou o celular para ver se as mesmas mensagens estariam lá.

    Quando caminhou para o criado mudo em busca do remédio, sentiu o medo crescendo novamente.


    - Essa não...- Ele procura o anti-surto pelo chão e embaixo da cama.

    Tentando pensar positivo e acreditando que o remédio esteja mesmo no banheiro. Ele caminha pelo corredor e iria procurar o frasco ao mesmo tempo que deixaria o chuveiro ligado para esquentar a água. Pois antes tomou um banho morno.

    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1067
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Bastet em Sex Ago 28, 2020 12:48 pm




    Um novo dia

    Jay percebeu que os eventos, pelos quais passou há alguns segundos, nada mais eram do que um sonho ruim. Um sonho bastante real, mas nada além disso. Sua mente foi se acostumando e o desespero sumindo aos poucos.

    O menino sentia que, para voltar ao normal, precisava apenas tomar seus remédios e os problemas terminariam de vez... Mas eles não estavam no lugar que deveriam, nem tinham caído debaixo da cama.  A única coisa que veria ali embaixo era mais uma caixa não desfeita da mudança, provavelmente com brinquedos e livros velhos.

    O celular vibrou quando ele pegou nele e o grupo dos amigos estava bombando. Conversavam animados.

    Prólogo - Um novo dia WhatsApp
    Jimmy:  Hey, Jay, manda foto das gatinhas da cidade!

    John:  As de saia! Nem acredito que aí não tem uniforme!

    Anna:  Ai, seus babacas! Parem com isso!

    Amanda:  É, boa aula, Jay.



    A conversa parecia a mesma, talvez ele tivesse acordado com a vibração do celular no meio da noite e lido, por isso sonhou com isso.  No sonho só havia romantizado um pouco mais sua crush... Será que ela mandaria o coraçãozinho se ele respondesse?

    ***

    O cheiro vindo da cozinha ainda era muito bom, bacon e panquecas. A luz do banheiro também continuava esquisita, dando leves piscadas.

    Ao entrar no banheiro,  Jay começa a procurar pelos anti-surtos. Não estavam sobre a pia, mas, felizmente, estavam dentro do armário do espelho.  O frasco era laranja e um pouco menor do que ele se lembrava, os comprimidos eram branco e vermelhos, com um cheiro levemente adocicado.  Na tampa, a logo da ProLab e no corpo uma etiqueta apenas com o nome completo do menino.

    Prólogo - Um novo dia U9wBZ7x

    Jay colocou o frasco na pia e foi ligar o chuveiro, para tomar um banho quente. O box estava um tanto emperrado para abrir, mas a força de um adolescente era suficiente pra fazer ele correr no trilho que ficava na beirinha da banheira de azulejos.  

    O chuveiro demoraria um pouco para pegar no tranco e pra água ficar, de fato, quente. Tempo suficiente para ele tomar os remédios e verificar o celular novamente... Mas talvez a demora não fosse algo ruim pro jovem Jay. O cheiro que ele sentiu, ao vir para o banheiro, era o mesmo do sonho... E, talvez, após aquela experiência, não fosse tão apetitoso quanto costumava ser...

    Larissa Aprill
    Mestre Jedi
    Larissa Aprill
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1014
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Larissa Aprill em Sex Ago 28, 2020 9:09 pm




    Jay Petterson

    Acreditando que tudo não passava de um pesadelo e com a sensação que agora estava "seguro" no mundo real. Jay vai fazer suas atividades matinais.

    Para sua surpresa ao pegar o celular percebe as mesmas mensagens que antes. A reação da Amanda teria sido só sua imaginação?

    Como ele se lembrava do que havia escrito antes, o rapaz escreve a mesma mensagem.


    Prólogo - Um novo dia WhatsApp
    Jimmy:  Hey, Jay, manda foto das gatinhas da cidade!

    John:  As de saia! Nem acredito que aí não tem uniforme!

    Anna:  Ai, seus babacas! Parem com isso!

    Amanda:  Boa aula na escola nova, Jay! ^_^

    Jay: Se EXISTIR alguma menina bonita aqui eu mando…. LOL. Obrigado pelas mensagens. Sinto falta de vcs….



    Após responder ele caminha para o banheiro e procura pelo medicamento. Ao ver o frasco no armário ele estranha algumas mudanças. O frasco parecia menor e os remédios eram vermelhos. No sonho os comprimidos não eram brancos e verdes?

    Ele deu de ombros, ligou o chuveiro e enquanto esperava a água esquentar, Jay tomou o anti-surto mesmo assim. Após um banho rápido, ele se troca. Coloca o frasco no bolso da calça junto com o celular e caminha em direção a escada.

    O cheiro da panqueca e bacon não foi tão apetitoso desta vez. Ao chegar no andar de baixo rezou para que tudo fosse normal como antes.


    - Bom dia.



    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1067
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Bastet em Dom Ago 30, 2020 12:58 pm




    Um novo dia

    O remédio desceu na garganta de Jay, trazendo aquela paz que ele tanto procurava. O banho pareceu até mais vaporoso e quente, após a sensação de tranquilidade. Tudo ia ficar bem, a partir de agora, seu dia de aula seria incrível.

    Após se arrumar, o jovem desceu as escadas, com cautela, sem saber o que encontraria na cozinha. Por sorte, encontrou apenas a sua família de sempre... Inusitadamente reunida para o café da manhã.  Era raro a mãe cozinhar antes de se mudarem pra lá, devido ao emprego... Mas, ali, parecia sempre estar procurando algo pra fazer.

    Ela já estava virando a quinta panqueca quando você chegou na cozinha. As outras estavam na mesa em um prato maior, junto com bacon, a manteiga e a jarrinha de maple syrup. Seu pai estava lendo um jornal, concentrado, dando apenas um aceno ao bom dia do filho... Sem realmente se esforçar.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Bom dia, querido. Dormiu bem ontem?


    A mãe indicou para ele se aproximar, dando um beijo em sua testa, que marcada com o batom rosado que ela usava. Em seguida, mostrou as panquecas e o bacon na mesa, segurando a panela com uma mão só e virando a panqueca com alguma dificuldade. Não estavam, de fato, bonitas, mas pareciam gostosas.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Come rapidinho, está quase na hora do seu pai sair. Me esqueci de te levar pra encher os pneus da bicicleta ontem, então você pegará uma carona com ele...  


    O pai ergueu os olhos do jornal para o relógio e pegou a xícara de café, voltando a ler o jornal.

    Tudo parecia normal. Isso provavelmente inspiraria confiança no menino pra tomar seu café em paz, saboreando as panquecas e o bacon.

    O celular vibrou enquanto ele comia.

    Prólogo - Um novo dia WhatsApp
    (...)
    Jay: Se EXISTIR alguma menina bonita aqui eu mando…. LOL. Obrigado pelas mensagens. Sinto falta de vcs….

    John: Não guarde as belezinhas do interior para você Jay!


    Anna: No campo só tem vaca, John! LOL


    (5 min depois)

    Amanda: Gente, vocês vão no circo amanhã?

    Jimmy: SIM! Parece que vai ter vários brinquedos irados fora da tenda!

    Anna: E o homem macaco!

    Amanda:Agora que a gente tá em quatro dá pra ir todo mundo na Xícara louca, sem ter de dividir!

    Jimmy: Maneiro!

    John: … Não que a gente se importasse em dividir quando o Jay tava aquí, npe gente…



    Larissa Aprill
    Mestre Jedi
    Larissa Aprill
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1014
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Larissa Aprill em Seg Ago 31, 2020 3:22 pm




    Jay Petterson

    Nada melhor do que um banho quente para relaxar e sob efeito do medicamento melhor ainda. Jay saiu feliz e relaxado do banheiro. Tanto que tinha quase esquecido do seu pesadelo.

    Na cozinha a mãe estava preparando as panquecas, não tão habil como antes, mas o cheiro era agradável. Desta vez o pai respondeu o bom dia e o menino se aproxima da mãe para um abraço e um beijo. Ele sentou na mesa, encheu seu copo de suco de laranja, colocou 1 panqueca e alguns pedaços de bacon por cima.


    - Tive um pesadelo está noite. Mas já está tudo bem ^^.

    A menção da bicicleta fez ele gelar, ele alternava os olhares entre os pais, mas nada aconteceu.

    Como sugerido, ele tentou comer sem demorar demais e estava saboreando uma tira de bacon quando o celular vibrou.



    Prólogo - Um novo dia WhatsApp
    Jay: Se EXISTIR alguma menina bonita aqui eu mando…. LOL. Obrigado pelas mensagens. Sinto falta de vcs….

    John: Não guarde as belezinhas do interior para você Jay!

    Anna:  No campo só tem vaca, John! LOL

    (5 min depois)

    Amanda:  Gente, vocês vão no circo amanhã?

    Jimmy:  SIM! Parece que vai ter vários brinquedos irados fora da tenda!

    Anna:  E o homem macaco!

    Amanda:  Agora que a gente tá em quatro dá pra ir todo mundo na Xícara louca, sem ter de dividir!

    Jimmy:  Maneiro!

    John: Não que a gente se importasse em dividir quando o Jay tava aquí, né gente…


    Jay: A Amanda está certa, não precisam mais se preocupar comigo. Se divirtam amanhã.



    Ele deixou no prato o bacon que estava comendo e terminou seu suco calado. Estava triste sim, mas também tinha que aceitar que agora estava muito longe dos amigos e que esse tipo de coisa iria acontecer.

    Mas a empolgação do Jimmy e da Amanda o incomodavam, mesmo que ele tentasse esconder isso.


    - Estou pronto papai...


    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1067
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Bastet em Ter Set 01, 2020 7:15 pm




    Um novo dia

    A mãe suspirou, quando ele contou dos pesadelos.  Terminou mais uma panqueca e colocou quentinha no prato do filho, dando mais um beijinho nele.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Você está vendo filmes de terror demais, meu filho. Mas agora está tudo bem...


    Um leve arrepio correu na espinha de Jay quando, após o “bem”, dito pela mãe, ele ouviu um guincho de rato. Olhou rapidamente, mas nada havia mudado. A mãe ainda era a mãe e o pai ainda era o pai. E nenhum deles estava brigando.

    Será que estava ficando louco?

    O celular ajudou a distrair, mas não foi uma boa distração.  Os amigos pareciam estar superando a falta dele rápido demais... principalmente Amanda.

    Prólogo - Um novo dia WhatsApp
    (...)
    Amanda:  Agora que a gente tá em quatro dá pra ir todo mundo na Xícara louca, sem ter de dividir!

    Jimmy:  Maneiro!

    John: Não que a gente se importasse em dividir quando o Jay tava aquí, né gente…

    Jay: A Amanda está certa, não precisam mais se preocupar comigo. Se divirtam amanhã.


    (silêncio de mais alguns minutos)

    John: Ia ser mais legal contigo aqui, Jay! Não seja besta...



    Por fim, quando Jay desistiu de terminar sua comida e se levantou para ir para a escola, a mãe o olhou feio por um instante.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Não tá esquecendo de nada, mocinho?! Tipo escovar os dentes...


    Lilian indicou que ele subisse novamente para fazer sua higiene bucal. Aí estava uma parte chata de ter a mãe em casa sempre... Ela estava A TODO MOMENTO tomando conta do que você fez, de quantos dias usa a mesma meia, de quanto em quanto tempo você lava o cabelo... Essas coisas.

    Quando Jay estivesse nas escadas, veria um fio de água descendo pelos degraus, molhando o carpete bonito de sua mãe. Esse fio se estendia desde o banheiro, deixando o corredor do segundo andar todo molhado também.

    Será que ele havia deixado a água do chuveiro aberta?

    Larissa Aprill
    Mestre Jedi
    Larissa Aprill
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1014
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Larissa Aprill em Sab Set 05, 2020 4:44 pm




    Jay Petterson

    Ele achava que estava tudo bem, que estava tudo normal. Mas o guincho que escutou fez um arrepio subir pela espinha. Jay chegou a dar um pulinho de susto e olhar para trás.

    Aparentemente tudo estava normal, sua mãe e pai ok. Nenhum rato subindo pelas pernas e a porta de saída continuava ali.

    O menino viu a última resposta de John, mas não estava mais com ânimo para responder. Talvez outra hora. Quando ele se levantou da mesa, escutou a mãe chamando sua atenção.

    As vezes, preferia que a mãe voltasse a trabalhar. Ou que nessas horas de higiene pessoal forçada, que ele conseguisse escapulir. Mas nada passava no radar da Lilian, até o tempo no banho era controlado. Então antes que pensasse em reclamar, Jay já se deu por vencido.


    - Estou indo.

    Jay colocou o celular no bolso para evitar de ver mais mensagens sobre o passeio dos amigos em Vancouver. Conforme subia as escadas, percebeu um fluxo contínuo de água descendo as escadas.

    - O quê!?!.

    O menino arregalou os olhos e subiu os últimos lances correndo. O carpete do corredor do segundo andar estava encharcado. Tão forte quanto o pavor do rato veio o medo da mãe descobrir o chão molhado.

    Ele correu em direção ao banheiro, rezando para não ser culpa do chuveiro, que por ventura ele teria esquecido aberto.




    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1067
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Bastet em Sab Set 05, 2020 8:26 pm




    Um novo dia

    Cada degrau que Jay subia, parecia mais encharcado. Nos últimos, perto do topo da escada,  ele ouvia até o pé fazendo um “chunck” ao pisar, afundando do tecido felpudo e molhado.  Só tinha três explicações: ou ele tinha deixado o chuveiro aberto e alagado todo o banheiro, ou algum cano tinha estourado ou, ainda pior, a privada tinha entupido e uma água ainda mais nojenta estava sendo espalhada pela casa.

    Será que Jay tinha jogado papel higiênico no vaso, naquela manhã? Lilian sempre dizia para ele não o fazer, pois aquela casa tinha a tubulação antiga e não suportava papel diariamente... Tanto que o banheiro tinha um bidê, o que indicava que os moradores antigos não usavam papel após fazerem as suas necessidades.

    ***

    O menino sentiu uma dose de adrenalina se espalhar em seu corpo ao ver que o carpete do corredor também estava molhado e que a água vazava, realmente, de dentro do banheiro. Seu coração acelerou, suas mãos suavam.  Ele correu em direção ao banheiro, rezando pra todos os deuses e santos que ele lembrava o nome. Até pro Jared Leto Jesus ele pediu... Vai que um deus dos memes ajudasse um jovem que consumia bastante a internet.

    Prólogo - Um novo dia 0f2703ff287bed6abd542098298aed43--thirty-seconds--seconds

    Quando abriu a porta do banheiro, o primeiro alívio veio ao perceber que a água não vinha da privada... Apesar disso, Jay não conseguiu relaxar. A banheira estava cheia e vazando, pois o chuveiro estava ligado.

    Quando entrasse para tentar resolver, perceberia que se molharia inteiro pra entrar na banheira e fechar o chuveiro. Já não bastava os tênis novinhos todos cheios de água. Além disso, o box estava praticamente fechado e, se ele lembrava bem, estava um tanto emperrado. Talvez, quando ele abrisse, uma grande quantidade de água viesse em sua direção.

    A luz piscou uma vez quando ele se aproximou da banheira. A água em seu pé parecia mais fria que o normal. Mais uma piscada... E ele viu um vulto dentro do box que estava embaçado, que sussurrava coisas que o menino não podia entender.
    Quem poderia estar ali? Todos estavam lá embaixo.

    Enquanto pensava nisso, Jay ouviria a porta rangendo atrás de si e se fechando antes que pudesse chegar nela.

    Da sua frente, um barulho no vidro e ele viu isso...

    Spoiler:

    Prólogo - Um novo dia Banheiro

    Uma mão do mesmo tamanho da sua se apoiou no box, em frente ao seu rosto.

    Larissa Aprill
    Mestre Jedi
    Larissa Aprill
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1014
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Larissa Aprill em Dom Set 13, 2020 5:31 pm




    Jay Petterson

    Jay caminhava com passos temerosos em direção ao banheiro. A água encharcava seu tênis e meia, enquanto o som do tapete sendo pisoteado ecoava pelo corredor, o menino pensava nas diversas possibilidades que causaram o vazamento e todas ele associava como sendo sua culpa. Mesmo que não fosse intencional ou foi um ato automático como entupir a privada e ele não se lembrava.

    De qualquer forma, Jay rezou para tudo que ele se lembrou, incluindo um meme famoso.


    - Por favor… que não seja a privada entupida.

    Suspirou de alívio quando viu que a água vinha da banheira. Ele pisca confuso algumas vezes. Não tinha desligado o chuveiro??

    " Minha mãe vai me matar T.T "

    Jay entrou no banheiro com a mesma sensação de um presidiário caminhando pelo corredor da morte. Ele sabia que estava ferrado, Lilian iria matar o garoto com toda certeza.

    Ele percebe pelo vidro fumê do box que a banheira estava lotada e transbordando. Quando abrisse o box, a água viria como uma onda e iria o molhar inteiro. Novamente o pensamento que assolou sua mente era que estava muito, mas muito encrencado.

    Jay encarou a água fria que agora estavam na altura do calcanhar, estava se preparando psicologicamente para a inundação quando abrisse a porta do box.


    " No três...1...2... "

    Assim que tocou na maçaneta, a luz do banheiro voltou a oscilar. Entre o vai e vem de luz e escuridão, o menino vê a silhueta de uma pessoa deitada na banheira.

    Ele fecha os olhos e balança a cabeça negando.


    - Não... isso é impossível… estou imaginando coisas...

    Por segurança ele tateou o remédio no bolso para conferir se ainda estavam ali.

    A porta do banheiro range e ele abre os olhos rapidamente. Mas pior do que estar preso num banheiro alagado era a imagem que estava a sua frente.

    Havia uma pessoa o encarando...uma pessoa…

    Jay saltou para trás de susto, poderia até ter caído, mas se levantou rápido e correu para a porta do banheiro. Iria conferir se estava trancada, mas mesmo assim iria gritar o mais alto que conseguisse.


    - SOCORRO!!! MAMÃEEEE!!! PAPAI!!!!- Ele começa a chorar enquanto bate na porta- Por favor...alguém me ajude...



    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1067
    Reputação : 49
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Bastet em Seg Set 14, 2020 10:00 pm

    [quote="Bastet"]


    Um novo dia

    A medida que Jay tentava se convencer que tudo estava bem e que aquilo era apenas fruto da sua imaginação,  mais aquela figura atrás do box parecia se tornar real.  A silhueta não era grande como a de um adulto, era mais ou menos do tamanho de Jay.

    Quando o menino começou a tatear os bolsos, ainda de olhos fechados, ouviu um barulho alto, que o faria se assustar. O barulho era a figura batendo no box, forte, quase quebrando o vidro.  Ao finalmente olhar, Jay veria que a figura escrevia algo, com dedos trêmulos: “BALORP”...  Em seguida a mão foi escorregando, como se ficasse sem forças.

    Isso provavelmente fez Jay ficar ainda mais assustado e ir mais rápido até a porta, que estava trancada. Na verdade, quando o menino olhou novamente, nem havia porta mais. Ele estava de frente para uma parede branca como a de um hospital. Ele podia ouvir a máquina de batimentos cardíacos de alguém... Uma respiração pesada, um grunhido de alguém que parecia estar amordaçado.

    Jay já estava gritando e talvez continuou gritando por muito tempo, com tudo o que seguiria.

    Ao começar se virar, a luz apagou e acendeu novamente. O banheiro estava normal, a água quase em seus joelhos.  Do espelho, ele via uma figura atrás de seu corpo. Uma figura com uma calça de moletom, torso nu e a boca costurada.... Uma figura que parecia muito Jay, apesar de um pouco mais alto, os olhos mais selvagens e o cabelo mais longo.

    Spoiler:
    Prólogo - Um novo dia Q5khvFC

    Imagina a boca realmente costurada, sem o sorriso

    Ele sentiria o menino metendo a mão no bolso dele e tacando o remédio longe, com raiva. Em seguida, desaparecia.

    Após tudo isso, com um grito desesperado, Jay gritaria pela mãe.... E acordaria em sua cama. Seu pijama estava todo molhado, como se tivesse feito xixi na cama, mas ele sabia que era do alagamento no banheiro.  Ou não era? Será que sonhar com toda aquela água tinha feito ele molhar a cama?

    ***

    Enquanto ele pensava sobre o sonho, ouviria o despertador tocar, com sua música favorita. E, como ele podia quase adivinhar, sua mãe o chamaria um pouco depois.

    Prólogo - Um novo dia 8sPSrRI
    Jay! Já se levantou?! Vá tomar banho enquanto tem água quente, você não quer se atrasar pro primeiro dia de aula!

    O vidro de remédio estava em sua cômoda, maior do que ele lembrava, bem na direção de seus olhos....


    Larissa Aprill
    Mestre Jedi
    Larissa Aprill
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1014
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Larissa Aprill em Sex Set 18, 2020 5:06 pm




    Jay Petterson

    Jay acordou assustado, estava com a franja grudada na testa de tanto suor. Aliás suas roupas também pareciam estar úmidas. Era água do banheiro ou devido ao pesadelo?

    O despertador tocou novamente com a música, não era mais a canção favorita do jovem. E como esperado o mesmo recado da mãe sobre o banho.

    Ele se senta na cama e esfrega os olhos angustiado. De novo e de novo estava voltando para aquele momento. Desta vez o sonho ou não, era sobre um reflexo no banheiro que parecia estar querendo lhe avisar algo.

    As imagens ainda estavam gravadas na sua memória, as palavras no vidro do box, o garoto no espelho com a boca costurada. Tudo isso lhe causava arrepios.

    Mas o pior era não saber se tudo era sua imaginação ou não, cada vez mais sentia que estava perdendo sua sanidade. Diferente do episódio na escola em que socou sem parar um aluno. Jay sabia distinguir o certo e o errado, mas agora não saberia mais dizer. Por mais que ele achasse a solução, tudo o que fazia parecia se repetir e voltar a assombrá-lo.


    -Eu quero voltar… - murmurou baixinho enquanto sentia o aperto no peito.

    Ele queria voltar para sua antiga vida, para sua antiga cidade, para seus antigos amigos. Pois desde que se mudaram para aquele lugar ele se sentia sozinho.


    " Tudo isso é culpa sua! "

    As palavras ecoaram em sua cabeça, mas ele não conseguiu assimilar aquele sentimento e descontou a frustração no frasco que estava na cômoda. Com um tapa jogou o frasco longe, se sua intuição tivesse certo o sonho era para alertá-lo sobre a medicação.

    Ao recordar do sonho, a imagem no espelho o assustou novamente, pois a semelhança era grande. Será que ele se via daquela maneira? Selvagem e mudo?? Com um movimento da cabeça, afastou esses pensamentos e pegou a roupa, que já sabia onde estava.

    Desta vez não pegou o celular para ver as mensagens. Ler duas vezes que os amigos/ Amanda estava se divertindo sem ele era doloroso demais.

    E nem morto que entraria naquele banheiro. Preferia escutar a bronca da mãe. Então ele desceu as escadas, mais calado e cabisbaixo que o normal.


    - Bom dia.

    A mãe iria perguntar sobre o banho? Se sim, ele diria que tentou abrir o chuveiro, mas que a água não caiu, deduzindo ser um problema no encanamento.



    Conteúdo patrocinado


    Prólogo - Um novo dia Empty Re: Prólogo - Um novo dia

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Jan 15, 2021 9:38 pm