Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Um bom dia para Morrer.

    Pikapool
    Troubleshooter
    Pikapool
    Troubleshooter

    Mensagens : 774
    Reputação : 35

    Um bom dia para Morrer. - Página 2 Empty Re: Um bom dia para Morrer.

    Mensagem por Pikapool em Sex Set 11, 2020 12:02 am

    Teste de Percepção:

    Pikapool efetuou 1 lançamento(s) de dados Um bom dia para Morrer. - Página 2 Dice10 (d6.) :
    6
    GodsCorpse
    Adepto da Virtualidade
    GodsCorpse
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1805
    Reputação : 34
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Um bom dia para Morrer. - Página 2 Empty Re: Um bom dia para Morrer.

    Mensagem por GodsCorpse em Dom Set 13, 2020 9:30 pm


        
           
           
        

               

               

    Viktor Roden (Viks) é um rapaz caucasiano na casa dos 20-30 anos, cabelos curtos pretos, rosto fino e olhos claros. Suas próteses mecânicas não podem ser ignoradas: os braços e o peito são composto de uma textura suave branca parecida com cerâmica, mas muito mais resiliente. A perna direita inteira é mecânica e levemente mais volumosa, deixando-o desproporcional e mancando.
    Para melhor conforto, ele deixa a perna direita exposta - rasgando uma calça na altura da coxa - e sempre traja regatas monocromáticas um tamanho maior, para dar mais liberdade aos braços.


               

    O mecha Nova Leviathan é um mecha próximo aos quatro metros de altura, feito de um material escuro tão resiliente quanto um tanque, mas uma textura semi-orgânica que molda o "veículo" como um corpo humano. Parece quase um lagarto sem pescoço e sem face.
    Sua forma aérea parece mais "Gundam", formando um capacete e se ajustando o corpo ao piloto, reduzindo a grossura de sua armadura para dar espaço a dois jatos protuberantes nas costas.


           

               

                   
    Garota da Morsa escreveu:Para uma filha da Morsa isso não é nada, temos cerimonias religiosas com bebidas mais fortes, e este vinho é fraco demais, então rapaz fofinho de porcelana, não precisa ficar preocupado se tiver em perigo eu te salvo...
                   

    - Acho ruim alimentar o esteriótipo da minha cultura, mas... Vodka provavelmente vai ser melhor. E sem mistura: tudo que misturar com vodka, será mais fraco que vodka. Antes de eu nascer, isso aí, vinho, era refrigerante na Rússia. - e não era mentira. Novamente, falou sem muito humor na voz. A chegada da indivídua de armadura trouxe uma estranheza gigante à cena que só fez Viks levantar a sobrancelha.


                   

    Vendo Galford gargalhar se divertindo, ficou ainda mais estranho. Não era um momento para isso. Com seu mecha, ele desceu até próximo ao ninja - Você está aproveitando demais a situação, Galford. Não era para haver um teletransporte para Odessa? - apontou com o robô para a mulher de armadura - Quem é aquela?


               

           
    Srta. Moon
    Antediluviano
    Srta. Moon
    Antediluviano

    Mensagens : 4687
    Reputação : 45
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Um bom dia para Morrer. - Página 2 Empty Re: Um bom dia para Morrer.

    Mensagem por Srta. Moon em Ter Set 15, 2020 11:45 am

    Gostava do que via, afinal só porque estava em alguma cruzada contra um vilão maluco que ela desconhecia não precisava viver emburrada, escondida e azeda pelos cantos, gostava de curtir a vida e faria isso da melhor forma possível, no final da cantoria e dança agradeceu a participação das duas criaturas.
    - Obrigada, mas sempre levamos a diversão a alegria as todos é um dos nossos dogmas como filhas da Grande Morsa... foi apenas isso que comentou para a fada, no entanto pegou sua garrafa de vinho e guardou ela em um lugar qualquer, quanto ao garoto porcelana sorria ao responde-lo.
    -Tenho que provar essa bebida para ver se é tudo isso que você fala, no mais vou descansar um pouco enquanto não chegamos a lugar algum...
    Claude Speedy
    Antediluviano
    Claude Speedy
    Antediluviano

    Mensagens : 3302
    Reputação : 60

    Um bom dia para Morrer. - Página 2 Empty Re: Um bom dia para Morrer.

    Mensagem por Claude Speedy em Qua Set 16, 2020 3:32 pm


    No convés, o roedor transformado em ninja, teve de ficar ouvindo de seu sensei tartaruga humana uma série de comentários cochichados bastante obscenos sobre as garotas dançando enquanto tentava observar o ambiente. A inocente fada simplesmente se deixou levar pelo ritmo da música e a recém chegada parecia fazer o mesmo...  

    Por um momento o soldado russo comentou que precisava de algo mais forte e se aproximou voando de Galford que ria da dança, é nessa hora que Asakura Arashi notou que ele pareceu tremer um pouco por uma mera fração de segundos que ninguém antes notou. A garota de armadura tecnológica recém chegada, ao ouvir as palavras de Viktor, remove a máscara do rosto. Ela tem traços de alguma etnia romena e joias ciganas na testa.


    Um bom dia para Morrer. - Página 2 Doomla13
    —Eu sou Constance Vernard, filha de Kristoff Vernard e "Cindy" Reynolds... Dois grandes heróis do povo cigano em sua luta pela liberdade... E sou a pessoa que veio para teleportar vocês.

    Galford não parece estar bem de saúde, Viktor ficou em dúvidas sobre isso, mas Asakura nota isso claramente pouco antes que as palavras mágicas e gestos de Constance comecem a ecoar em uma magia que parece mais com uma ligação mágica de teletransporte.

    Todos são pegos de surpresa e sentem seus corpos ficarem paralisados conforme o ritual dela começa. As meninas sentem que foi um tipo de resposta à provocação da parte de Viktor apontar para ela com desconfiança... O convés e as visões de todos são preenchidas com uma forte luz esbranquiçada em pequenas explosões brilhantes que vão se somando até que tudo vire só um grande branco e todos desaparecem dali antes que possam tomar qualquer outra ação.

    Tanto a garota extradimensional Sanji quanto a grande escolhida da Morsa Cris e o roedor elétrico ninja Asakura sentem e tem noção que parte da magia teve haver com com o local onde estão, já o sensei tarado fantasma encara isso com um truque ninja bem vulgar mas poderoso e Viktor tem certeza que foi o uso de algum dispositivo de rompimento de espaço tempo ultra-tecnológico...

    ...talvez os quatro pontos de vista tenham certa razão.

    Especialmente Cris, ela se conversar com os demais, ira poder dizer que a verdade é que Constance é uma impostora! Uma fraude tanto como maga quanto tecnóloga! Algo que ela conhece bem e por respeito não irá revelar.

    Mas nenhum deles tem muito tempo de falar qualquer coisa.
    Até porque som algum sai de suas gargantas mesmo que tentem

    Assim que as luzes e a sensação de teleporte acaba...

    Se deparam com uma imagem que parece não fazer nenhum sentido.

    Um bom dia para Morrer. - Página 2 23out2015---pessoas-vestidas-como-personagens-do-star-wars-participam-da-inauguracao-da-estatua-de-darth-vader----antes-lenin----em-odessa-na-ucrania-1445609026424_1920x1483
    Um trio com armadura esta diante deles.
    Parece que houve alguma trapalhada para o lugar onde seriam transportados...

    "Treker Scum"
    Um dos vestido de armadura branca diz se referindo aos recém chegados, a estátua parece ser uma homenagem ao sujeito de armadura preta.
    Asakura acredita que o sujeito parece um samurai. Viktor tem certeza que eles não são robôs, porque consegue ver sistemas de respiração em suas máscaras, aliás é nítida a respiração ofegante do sujeito de preto e de alguma forma aquelas armaduras lembram a da jovem cigana Constance.


    .
    thendara_selune
    Investigador
    thendara_selune
    Investigador

    Mensagens : 60
    Reputação : 1

    Um bom dia para Morrer. - Página 2 Empty Re: Um bom dia para Morrer.

    Mensagem por thendara_selune em Sex Set 18, 2020 4:26 pm

    As coisas mudaram rapidamente, Sanji antes animada com atmosfera que a alegria da filha da grande morsa trouxe ao ambiente via com surpresa o poder emanado da mulher diante deles e após aparecerem naquele novo local ela instintivamente esconde-se por trás da filha Grande Morsa.
    -Por todas as luzes brilhantes o que são esses seres- Olhando aqueles seres de armadura estranha- Sussurra assustada.
    GodsCorpse
    Adepto da Virtualidade
    GodsCorpse
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1805
    Reputação : 34
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Um bom dia para Morrer. - Página 2 Empty Re: Um bom dia para Morrer.

    Mensagem por GodsCorpse Ontem à(s) 3:12 pm


        
           
           
        

               

               

    Viktor Roden (Viks) é um rapaz caucasiano na casa dos 20-30 anos, cabelos curtos pretos, rosto fino e olhos claros. Suas próteses mecânicas não podem ser ignoradas: os braços e o peito são composto de uma textura suave branca parecida com cerâmica, mas muito mais resiliente. A perna direita inteira é mecânica e levemente mais volumosa, deixando-o desproporcional e mancando.
    Para melhor conforto, ele deixa a perna direita exposta - rasgando uma calça na altura da coxa - e sempre traja regatas monocromáticas um tamanho maior, para dar mais liberdade aos braços.


               

    O mecha Nova Leviathan é um mecha próximo aos quatro metros de altura, feito de um material escuro tão resiliente quanto um tanque, mas uma textura semi-orgânica que molda o "veículo" como um corpo humano. Parece quase um lagarto sem pescoço e sem face.
    Sua forma aérea parece mais "Gundam", formando um capacete e se ajustando o corpo ao piloto, reduzindo a grossura de sua armadura para dar espaço a dois jatos protuberantes nas costas.


           

               

                   

    Constance Vernard se nomeia para o grupo e Viktor se apresenta para ela. Com a postura de Galford parecendo menos saudável, mas ainda se divertindo, aquela situação local estava cada vez mais estranha. Mas, antes que pudesse dar atenção ao que acontecia, são tomados pela magia que os forçam a se teletransportar para o destino.


                   

    Com seus sentidos retornando após a luz intensa, ficou mais aliviado, porém, se manteve preocupado com o ocorrido. Irrelevante agora, pois estavam em outro destino.


                   

    - Alto lá, indivíduos. Onde estamos? - fez sua voz ser ouvida por dentro do mecha.


               

           
    Conteúdo patrocinado


    Um bom dia para Morrer. - Página 2 Empty Re: Um bom dia para Morrer.

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Set 22, 2020 7:34 am