Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Chloe Moore

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2411
    Reputação : 129

    Chloe  Moore - Página 11 Empty Re: Chloe Moore

    Mensagem por Wordspinner Qui 30 Dez - 15:57

    Sebastian demora um instante para realmente se entregar ao abraço, mas os braços do rahu logo se fecham em volta dela com firmeza e vontade surpriendentes. Ela ouve e sente a respiração profunda dele. "Você cheira tão bem." Ele ri se afastando. "Tem desafios enormes no caminho e as vidas que a gente planeja, que a gente tem, nas nossas cabeças é muito frágil." Ele a segura pelos ombros. Os olhos nos dela. "Você vai se sentir tentada a fazer tudo para proteger os que ama, até passar por cima das liberdades deles. Cuidado." Os dedos dele eram mais suaves e finos do que era de se esperar.

    "Sabe, as crianças acreditam um monte de coisas loucas. Jason jura que o avô é um espião e que a tia e eu temos um grupo secreto de escaladas relâmpago. A verdade é sempre algo complicado. " Ele a solta e ajeita cuidadosamente a roupa da cahalith. "Minha mãe não fazia segredo. Era brutal manter o segredo. Viver na superficie de um mundo secreto. Boiando do lado de fora, separado do mundo real por uma tensão superficial inquebrável." Ele segura uma das mãos dela e passa dedo por dedo entre os dele, olhando um por um com cuidado. "Suas mãos são tão delicadas. A percepção das crianças também é."

    Ele suspira e se levanta. "Já sabe onde as crianças vão estudar? Ou é cedo demais? Quer ir comprar roupinhas? Sabe que vestidos eram roupas normais para todas as crianças?" Ele pergunta olhando para fora. Adimirando a cidade iluminada pelo sol.
    thendara_selune
    Troubleshooter
    thendara_selune
    Troubleshooter

    Mensagens : 803
    Reputação : 56

    Chloe  Moore - Página 11 Empty Re: Chloe Moore

    Mensagem por thendara_selune Qui 30 Dez - 23:10


    Chloe abre um sorriso caloroso. Sebastian é acolhedor e ficou surpresa em senti-lo tão intenso. Quando ele se afasta a voz dela saiu suave e com notas de humor.  -A beleza da fragrância é que ela fala ao seu coração e, com sorte, ao de outra pessoa, meu caro Sebastian.- A ruiva pisca cheia de alegria que fica estampada em seu rosto.  - Palavras da belíssima Elizabeth Taylor que ensinou-me muito e compreendia  bem os demais segredos para alcançar o coração de quem desejamos.- Depois um novo sorriso do tipo que faz um coração derreter aflorou nos lábios dela. Quando a segurou daquele jeito e a olhando daquela maneira sentiu-se acolhida por ele. - Já me sinto tentada em colocar todos que amo em uma redoma, mas é um pensamento tolo, o mundo a nossa volta é cheio de coisas nos espreitando e nem sempre trancafiar quem amamos significa protegê-los.- Então pensou no juramento, nas regras sobre como sobreviver dentro daquela realidade que os cerca e lembrou da sua alcateia. James surgia na sua mente tão cheio de calor e aquecendo-lhe o coração. -Se pudesse colocaria você e Asia em um lugar seguro, mas não posso lutar contra o curso do rio que nos leva, mas posso ter fé no melhor.- Não havia conformismo, mas sim o desejo de ver todos que apreciava vivendo suas vidas com alegria apesar de tudo. Sebastian podia ser gentil em um instante  e no outro ser apenas fogo ardendo empenhando em ser aquilo que nasceu para ser. As palavras saiam com doçura e sinceridade de quem apreciava demais a companhia do outro. - Você cativa sem esforço e sorte a minha por tê-lo encontrado.-  A ruiva o achava bonito, inteligente e carismático do tipo vendável para uma propaganda masculina. Não foi à toa que pensou nele de outra forma assim que o conheceu.

    Ele fala sobre o filho de James e  Chloe abre um sorriso apreciando o rumo da conversa. -William com toda certeza desperta esse tipo de pensamento em Jason,-Conteve o riso ao imaginar o tipo de história que o menino devia criar envolvendo o avô. Imaginou como ele devia tagarelar cheio de alegria sobre os demais que o cercavam. - Até posso imaginar que você e  Amy são personagens vivendo escaladas perigosas e com frases de efeito no meio da história.- Aquilo não deixa de ser verdade mesmo que tingida pela imaginação infantil de uma maneira mais amena.  -Porém embora a verdade possa ser um remédio amargo demais ela se faz necessária.- Pensou nela mesma.  Ironicamente no momento estava amarrada a muitas coisas e havia uma grande mentira que guardava apenas para si. Sebastian faça sobre a mãe e ela assentiu com a postura da outra mesmo sem conhecê-la por completo.  - Sua mãe sabia que omitir as coisas faria um estrago imenso, mas sinto que não deve ter sido fácil para você entender e absorver tudo com naturalidade.-

    Ao sentir as mãos de Sebastian naquele gesto, Chloe respira fundo pensando nos filhos que teria e no futuro. -Minhas mãos deviam apenas  salvar vidas ou apenas embalar meus futuros filhos ou acariciar quem amo.- Não tinha como esconder a preocupação nos olhos e depois sorriu apertando a mão dele com força. - Em algum momento eles vão saber tudo, não posso mantê-los seguros escondendo a verdade…- Ficou sentindo um nó na garganta. Lembrou da família, da mãe, do pai e Ian. Então como se ele tivesse adivinhado que ela estava prestes a ficar envolta de pensamentos turvos as perguntas de agora adoçavam tudo. - Não faço ideia de onde vão estudar. Você conhece algum lugar interessante?- Ela não tinha parado para planejar nada ainda, mas o pensamento aqueceu-lhe o coração. -  Até onde sei eram utilizados pelos meninos pela facilidade na hora de trocar, bem como higienizá-los e em dada idade quando já sabiam como usar as calças dispensavam os vestidos, acho que chamavam de “idade da razão”.- Chloe apreciava história, evidente que sempre teve uma queda por moda e a evolução dela. Queria que fosse possível guardar Sebastian em um potinho secreto de tão adorável que ele é. - Você teria paciência em me acompanhar em tal empreitada Sebastian?- Havia um tom de desafio na voz da ruiva. - Se estiver ocupado podemos deixar pra outra ocasião, mas se tiver coragem e energia nesses sapatos chiques adoraria arrastá-lo para fazer compras e abusar de seus braços carregando sacolas.-  Nunca se viu amiga ou colega de alguém do sexo oposto, em Dover podia experimentar isso sem ser criticada ou julgada. - Devo decidir um nome para meu primeiro pequeno...- O sorriso dela fica iluminado agora. - Pensei em chama-lo Aidan que signfica  "pequeno fogo". -
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2411
    Reputação : 129

    Chloe  Moore - Página 11 Empty Re: Chloe Moore

    Mensagem por Wordspinner Qua 12 Jan - 19:47

    Chloe: Palavras da belíssima Elizabeth Taylor que ensinou-me muito e compreendia bem os demais segredos para alcançar o coração de quem desejamos

    "Não acho que ela possa me ajudar. " Ele gargalha.

    "Asia é impossível de conter. Ela sempre ferve para fora." Um sorriso bobo no rosto.

    Chloe: Porém embora a verdade possa ser um remédio amargo demais ela se faz necessária.-

    "Acho que sim. Mas acertar a dose e a hora não é trivial. Jason devia saber que uma palavra errada sua pode significar a sua morte? Da sua família? Dos amigos?" Ele dá de ombros realmente sem saber.


    Chloe: Sua mãe sabia que omitir as coisas faria um estrago imenso, mas sinto que não deve ter sido fácil para você entender e absorver tudo com naturalidade.

    "Acho que podia ter esperado mais alguns anos antes de ver um desmembramento." Uma risadinha e mais nada.

    "Não sei muito sobre os colegios da região. Mas Amy dá aula em um. Eles tem um acordo, ela falta bastante. As crianças todas estudam lá. Mas não é o mais caro por aí." Ele não parece saber muito, ou se importar. "As crianças gostam, mas sempre passam as férias na colonia no japão."

    Ele se levanta quando ela fala dos sapatos. "Mas claro que tem. Eu conheço as melhores lojas da cidade." Ele parecia animado para empreitada, mas gargalha quando ela fala do nome.

    "Aidan? Me lembrou Aedan o caçador. Aedan Silverthorn. O bando dele tem um monte de mortes nas costas. Feio, a cara toda remendada e faltando pedaço. Eu fico pensando que um dia alguém olhou para ele que nem a gente olha os bebês." Ele tinha se tornado pensativo enquanto falava andando para a porta. Então ao terminar. "Vamos?" Ele sorri de novo radiante.


    thendara_selune
    Troubleshooter
    thendara_selune
    Troubleshooter

    Mensagens : 803
    Reputação : 56

    Chloe  Moore - Página 11 Empty Re: Chloe Moore

    Mensagem por thendara_selune Sex 14 Jan - 10:31

    O que ela ia dizer fazia seus olhos cintilarem e as maçãs do rosto se encherem de um vermelho tímido. -Não me entenda mal, mas você é bem atraente Sebastian, não precisa se esforçar para se fazer notar.- Havia agora um brilho divertido nos olhos. - Quando o conheci pensei uma ou duas vezes em você de uma maneira nada puritana. Você com toda certeza é um coquetel de memórias e emoções marcantes demais Sebastian!- Ela respondeu com um tom claro de admiração. - Então você não precisa de ajuda alguma para encontrar companhia.- Chegou perto dele com um sorrisinho cúmplice.- Nunca falaria assim antes, é um alívio expressar as coisas claramente, sem que alguém me venha falar sobre normas de decoro.- Chloe riu pensando sobre a loira. - Asia é uma explosão solar, não tem como escapar dela.-  Afastou-se pegando a bolsa o ouvindo falar sobre Jason. -Ele é fascinado pelo mundo que o cerca, mas sei que não vai colocar tudo a perder, James vai lidar bem com isso e quando o menino for mais velho entenderá melhor o segredo.- Arqueou as sobrancelhas surpresa quando ele disse sobre desmembramento e ainda assim deu uma risadinha como se aquilo não lhe afetasse mais. -Ninguém deveria presenciar coisas assim parece que estou me contradizendo, mas não desejo que os meus vejam essas coisas enquanto eu puder evitar.- Baixou os olhos e considerou se os filhos passariam por coisas ruins. Relaxou o corpo e se prendeu a breve menção da rotina da outra uratha. - Quem sabe também consiga manter meu trabalho de alguma forma e as contas em dia.- Uma expressão leve surgiu no rosto dela, como se achasse divertido aquele lampejo de ilusão de ser uma mãe “normal”.

    -Ele deve ter sido um bebezinho fofo também- Chloe imaginou que todos foram doces e inocentes um dia, mas alguns acabam virando um ser que habita apenas a imaginação das pessoas comuns ou pior viram monstros espreitando presas alienígenas.-, fico imaginando um título “A morte em retalhos” ou quem sabe “ Caça a morte” daria uma boa história para se contar em um noite onde o céu se ergue totalmente escuro, as chamas da fogueira serpenteiam iluminando a imaginação e o vento faz a pele sentir um arrepio cheio de excitação.- Caminhava atrás dele e falava teatralmente pensando no tal Silverthorn, sempre gostou de histórias e adoraria ter umas boas para contar. -Um dia quero ouvir uma história sobre você Sebastian.- Apertou o braço dele com carinho e a curiosidade de uma criança. - Porém por agora a nossa história é “ uma empreitada selvagem nas melhores lojas sob a liderança firme de Sebastian “Caça Descontos.”- Piscou pra ele, Chloe não tinha ideia do quanto as coisas poderiam ser ainda mais violentas, mas estava feliz em viver a normalidade fosse ela uma ilusão ou um mera armadilha do destino.
    Conteúdo patrocinado


    Chloe  Moore - Página 11 Empty Re: Chloe Moore

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom 23 Jan - 21:51