Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Sab Mar 06, 2021 10:08 pm






    Por aí...

    Janeiro, 2021

    @Rosenrot




    Portland:
    Acampamento Afeganistão:

    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Sab Mar 06, 2021 10:50 pm

    Portland
    Janeiro, 2021

    Após Jake recuperar as lembranças e Muriel descobrir que as bruxas do Coven da cidade planejavam a matar, as coisas ficaram mais estranhas. A princípio, a bruxa aceitara a ajuda dos irmãos caçadores, ficando na cidade e começando  desenvolver melhor seus poderes, com ajuda de Jay (que provavelmente o fizera a pedido de seu irmão) e do diário de Dorothia, sua ancestral.  Tentava conseguir informações sobre o Coven... E, em algum momento, descobriu algo que a assustou demais: Jake e Muriel não eram as únicas pessoas que sabiam da ligação entre as famílias deles. As bruxas que planejavam a matar por poder queriam, também, matar um caçador Kraine, pra quebrar essa ligação de vez e impedir que o passado se repetisse. Eram extremistas que idealizavam a raça “pura” e a linhagem de Dorothia e Jacob era impura e perigosa (independente se para o lado da magia ou dos caçadores).

    Esse ritual só poderia ser feito na lua de sangue, fenômeno bastante raro e poderoso, que aconteceria naquele ano. Muriel sabia que se contasse para Jake ele iria querer lutar... Mas ia acabar ferido... novamente. Escreveu uma carta para Jay antes de partir, explicando os planos do Coven e dizendo que, naquela situação, a melhor coisa era todos se afastarem da cidade até a Lua de Sangue sumir do céu. Depois, o Coven perderia o objetivo e talvez estivessem todos muito velhos ou mortos até o fenômeno natural acontecer novamente. Talvez, no futuro, todos pudessem se vingar daquelas malditas, sem uma ameaça tão grande a vida das duas famílias.
    ---

    (3 anos depois)

    Muriel tinha estudado em Portland, naqueles três anos, sob supervisão da mãe de Victória. A mulher não era de muitos amigos, mas ficara interessada em saber se o sangue ancestral de Muriel falaria mais alto que o sangue humano que também corria em suas veias... E de fato falou. A mulher despertou vários poderes e conseguiu controlar alguns deles nesse meio tempo, mas sua afinidade com a natureza era bastante instável, principalmente com o fogo.

    Fazia uma semana que tinha se formado... E daqui uns dias era o aniversário de morte da sua avó. O primeiro que poderia voltar para a cidade.  Não sabia se devia... Ou queria. Muitas lembranças  tristes e outras boas demais. Ainda sentia a ligação com Jake e às vezes pensava até mesmo sentir a presença dele aqui e ali. Tentava se distrair estudando ou saindo à noite... Mas isso, especialmente, era bem difícil de esquecer.

    Naquela noite,  após empacotar suas coisas do quarto da academia de bruxaria de Portland, decidiu que ia sair antes de decidir qual das passagens, que estavam na sua mochila, ela usaria. Uma delas era para Vancouver, onde sua mãe estava agora. A outra, era para New Hampshire.

    Socou as coisas no carro alugado e dirigiu até o porto. Tinha um navio de dois andares lá que era o “point” atual, uma boate na água, que saía após a meia noite e voltava ao amanhecer para o porto.  Sabia que algumas das pessoas da academia estariam lá e sabia que estariam vendendo uma droga especial desenvolvida com um feitiço. Ela deixava as coisas realmente interessantes.

    Saiu do carro, ajeitando o casaco que usava sobre o vestido, indo até o cais, olhando em volta pra ver se alguém ali estava vendendo. Muriel realmente detestava locais tão cheios, com música tão alta. A droga ajudava a aproveitar... E a esquecer. O único problema é que, vez ou outra, trazia os poderes à flor da pele.

    Lugar Nenhum, Muriel e Ariana O'Hanrahan




    Portland
    Janeiro, 2021

    Houve um tempo em que as coisas pareciam mais simples, isso era verdade, talvez fossem tempos melhores, talvez não, coisas das quais eles já não pensavam muito. New Hampshire no fim se tornou um lugar distante, quando Jake pediu dispensa do hospital em que trabalhava e se alistou como médico para o Exercito, sendo convocado para ir ao Afeganistão naquele mesmo ano.

    Jay por outro lado manteve-se indo e vindo: mantinha a casa em pé, tentando conservar o local do jeito que podia, enquanto trabalhava e cuidava de outros assuntos na sua vida dupla. Ela recebeu a carta e encaminhou para Jake quando ele já estava longe das terras americanas: o contato entre eles era basicamente assim e não havia muito mais o que se fazer, as coisas, acreditava ela, tinham que ser como tinham que ser.

    [...]
    Jay gostava de Portland, apesar dos pesares a cidade era interessante ao seu modo, funcional. Era onde passava a maior parte do tempo quando tinha que ir dar uma olhada na casa em Hampshire, naquele dia (noite) não era tão diferente. Acabara de retornar de Hampshire e pretendia sair um pouco antes de deixar Portland e retornar para Nova Iorque ou qualquer outro lugar que precisasse ir.

    Conhecia bem o point da cidade e achava até interessante a dinâmica de como funcionava - com o tempo e com a aprimoramento de suas habilidades ela conseguia passar mais desapercebida entre as criaturas não humanas - uma habilidade que gostava bastante, facilitava as coisas.

    Tinha se encostado num dos cantos e acendido um cigarro enquanto observava a movimentação sem certeza se ia entrar ou não: voltar só na manhã seguinte não lhe parecia muito interessante no primeiro momento. Foi mais ou menos no segundo trago que notou Muriel: ela estava um pouco mudada, mas não o suficiente para passar tão desapercebida, Jay deu um trago mais profundo, pensativa... Fazia mais ou menos quanto tempo? Quer dizer, já a tinha visto algumas vezes de relance e na maior parte delas preferiu evitar contato, mas agora a mulher se movia praticamente na sua direção e Jay não tinha muitas intenções de se mover para longe dali.

    - Não me lembrava que você gostava de festas.- Comentou a ruiva, quando Muriel se aproximou o suficiente para ouvi-la.

    Lugar Nenhum, Jay MacBender
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Sab Mar 06, 2021 11:05 pm

    Portland
    Janeiro, 2021

    Muriel tinha conseguido o que queria, colocando no bolso e começando a andar, olhando as pessoas em volta.  O barco já parecia bem cheio e animado, com música tocando da parte inferior e barulho de gente falando na parte superior. Talvez tivesse alguém interessante ali... pelo menos minimamente.  Era com isso que precisava se contentar.

    Enquanto esse pensamento ecoava em sua mente, ouviu uma voz conhecida. Logo a frente, os cabelos ruivos de Jay se destacaram. A bruxa fez uma cara de surpresa, abrindo um sorriso e, instintivamente, procurando em volta.  Quando percebeu que era só a mulher, o sorriso diminuiu um pouco, como se tivesse decepcionada. Se aproximou um pouco pra responder à caçadora.

    - Eu não gosto – riu, como se confessasse um crime – Mas é isso ou bares com gente bêbada e música ruim. Aqui pelo menos a música é boa.

    - Jay... - Ensaiou dizer algo, mas desistiu. Olhou em direção ao barco.

    - Você vai entrar? Daqui a pouco acabam os lugares.
    Lugar Nenhum, Muriel O'Hanrahan



    Portland
    Janeiro, 2021

    - Provavelmente não. - Respondeu ela olhando também na direção do barco, não tinha tanta intensão assim de passar mais um dia em Portland, o que precisava ser feito foi feito e era isso. Ela deu outro trato no cigarro, agora observando o ambiente em si.

    - Achei que a essa altura você já estaria longe daqui, quero dizer... Não tem mais muita coisa aqui para pessoas como nós.

    Respirou fundo, pensativa enquanto terminava o cigarro e jogava no chão, pisando em cima.

    - Tem falado com sua mãe?

    Lugar Nenhum, Jay MacBender



    Portland
    Janeiro, 2021

    - Eu acabei aceitando o convite para estudar aqui na cidade. Tão perto e tão longe, não é irônico? – perguntou, suspirando.  Quando Jay falou sobre não ter nada mais ali para pessoas como ela, Muriel ficou mais apreensiva, mas acabou assentindo.

    -  Pra nenhum de nós? – claramente não falava das duas, os olhos encontraram os da ruiva, procurando algo ali. Aguardou a resposta e logo continuou – É minha despedida aqui hoje. Por isso decidi pelo barco... E sim, tenho falado com ela. Digamos que ela não ficou feliz de eu desenvolver meus...dons. – Jay conhecia a mãe de Muriel, era uma boa caçadora, porém com um passado duvidoso e complicado com o antigo Alto Sacerdote do Coven de New Hampshire.

    - Não sabia que vocês eram próximas...
    Lugar Nenhum, Muriel O'Hanrahan



    Portland
    Janeiro, 2021

    - Ele se alistou e foi convocado. Três anos no Afeganistão como médico.  - Ela moveu os ombros muito suavemente, mas não expressou nenhuma outra reação a respeito do assunto. - Deve voltar em breve, mas não sei se pra cá. Eu mandei sua carta pra ele depois de um tempo, mas ele não respondeu. - De novo ela fez aquela análise do lugar.

    Moveu a cabeça daquele jeito meio automático quando Muriel falou da mãe, elas tinham algum grau de contato, mas não poderia considera-la uma amiga.

    - Não somos. - Afirmou e dessa vez olhou para Muriel  com bastante curiosidade. - Mas nesse meio a gente acaba se esbarrando. E quais seus planos agora? Quero dizer, já que está se despedindo.

    Lugar Nenhum, Jay MacBender
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Sab Mar 06, 2021 11:08 pm

    Portland
    Janeiro, 2021

    - Afeganistão? Nossa! Ele não se feriu, né? – perguntou, genuinamente preocupada. Quando a outra mulher fala da carta, ela encolhe os ombros levemente – Espero que ele não esteja com raiva... Mas sei lá... Não acho que vamos nos ver de novo – sentia que iam, lá no fundo... Mas não sabia se seria um encontro bom ou ruim.

    - Meus planos? Estou entre ir pro Canadá e Voltar pra casa da vó. Lá em Vancouver os Covens são tranquilos, apesar de as esquisitices do Outro Lado aparecerem com frequência. Moradores tranquilos, precisa ter alguma emoção, né? – Da America do Norte, talvez o Canadá fosse o lugar com mais magia e locais onde o véu entre os mundos era mais fino.  – Talvez  vocês devessem ir conhecer a costa, é um lugar bonito – deu um sorriso um pouco triste.

    - E Você? Pensei que não fosse voltar pra esses lados, após deixarem a casa...
    Lugar Nenhum, Muriel O'Hanrahan
    Rosenrot
    Troubleshooter
    Rosenrot
    Troubleshooter

    Mensagens : 939
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Rosenrot Dom Mar 07, 2021 9:45 am

    Portland
    Janeiro, 2021

    Em outra época, Jay não teria parado tanto tempo para conversar com Muriel, lembrava-se muito vagamente do desgosto que sentia em saber que a jovem tentava fazer com que Jake se lembrasse de coisas que não valiam mais a pena, agora porém sentia certa empatia pela jovem, algo que não saberia explicar se lhe perguntassem. - Sinceramente eu não sei, ele não conta muita coisa. Mas das pessoas que conheço nesse meio, a maioria sempre diz que você pode sair fisicamente inteiro disso, mas sua mente sempre vai carregar um ferimento ou outro. - Era algo que genuinamente preocupava Jay, afinal de contas Jake já carregava cicatrizes o suficiente em sua mente, mas algumas coisas estavam além do seu alcance para mudar.

    - Não acho que raiva seja o real sentimento dele, talvez um pouco desapontado, mas Jake melhor do que ninguém sabe o que significa fazer escolhas difíceis. - Mais uma vez ela fez aquela pausa pensativa, se focando na movimentação e na música, escolhas difíceis pareciam perseguir aquela família na maior parte do tempo e muitas vezes Jay não sabia se estavam pegando o caminho certo.

    - Eu cuido da casa às vezes, gostando ou não, é nossa herança e acredito que ele vai voltar pra cá quando receber baixa  afinal ele vendeu o apartamento em NY. - Ela deu de ombros levemente, não se espantava com a possibilidade. - Ah, eu tenho outros lugares para ir e outras coisas para fazer. Mas o Canadá parece ser legal, se você for mesmo, pessoas novas, problemas novos.

    Lugar Nenhum, Jay MacBender
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Dom Mar 07, 2021 3:58 pm

    Portland
    Janeiro, 2021

    Muriel assentiu às palavras da ruiva. Pelo tempo que conviveu com Jake, após ele se lembrar do que aconteceu, sabia como ele reprimia os sentimentos ruins... Novos traumas provavelmente trariam ainda mais peso para aquela alma. Suspirou – Espero que tenha sido a escolha certa, pedir pra vocês saírem da cidade também.  Ele tinha de ir pra um lugar tão perigoso, né? – ela deu uma pequena risada seca, sem humor. – E você, Jay? Está tudo bem? – observou a mulher, imaginando que não receberia uma resposta direta para aquilo, mas se importava também com ela.

    - Desapontando... Bem, é melhor que com raiva, no fim das contas. Mas não se preocupa, eu vou dar espaço pra ele quando voltar, aprendi que não devo tocar nas feridas dos Macbender... Mas, se puder, me avisa quando ele voltar, se ele tá bem – se ela assentisse, passaria o número de celular pra ela, ouvindo sobre o porquê de Jay cuidar da casa. Era incrível como ela, a mais rebelde da família, era a que mais se importava.

    - Problemas sempre tão atrás de gente como a gente, não tem jeito – deu de ombros. De qualquer forma, voltaria para a cidade no aniversário de morte da avó naquele ano... Talvez desse sorte de ver Jake de longe.

    - Bem... Eu vou entrar. Você vem?

    Lugar Nenhum, Muriel O'Hanrahan
    Rosenrot
    Troubleshooter
    Rosenrot
    Troubleshooter

    Mensagens : 939
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Rosenrot Dom Mar 07, 2021 6:41 pm

    Portland
    Janeiro, 2021

    Jay não pareceu pensar muito a respeito de tudo aquilo como Muriel fazia: parte de si entendia mais ou menos os motivos de Jake para aquela decisão em especifico; um proposito maior, algo com o que se agarrar quando tudo a sua volta parecia simplesmente querer ruir. Drástico? Sim, mas também bastante eficaz, como uma droga de efeito instantâneo, quando se tinha muita coisa a se pensar era mais fácil evitar pensar no que não se queria, não deveria ser pensado. - Não sei se tem escolhas certas ou erradas nessa história. Acho que só escolhas. - Parou para pensar por um segundo e todos os lugares lhe pareciam deliberadamente perigosos, como abismos em que qualquer um deles caminhava lentamente na direção, equilibrar-se numa corda banda bêbado. Essa era a melhor definição que Jay conseguia de como tanto ela quanto qualquer outra criatura viva levava seus dias. A pergunta seguinte lhe pegou de surpresa e a fez arquear as sobrancelhas olhando na direção de Muriel, muitas respostas, nenhuma delas parecia realmente se encaixar na definição exata.

    - Eu estou ok com o monstro embaixo da minha cama. - Ela respondeu de forma sucinta, não dando devida ou tamanha importância sobre o que aquilo realmente significava. Nesse aspecto Jay era simplicista o suficiente para entender seu lugar, seu proposito e sua missão. Sem meias verdades, sem arrependimentos. E quando a última pergunta veio, seus olhos voltaram para a balsa ou barco ou fosse como fosse que chamassem e aquela vontade urgente, quase tocável de ir embora a atingiu mais uma vez, Jay era suficientemente esperta para saber que às vezes dar ouvido aos seus instintos era o melhor a se fazer. Anotou o número da jovem, mas no intimo sentia que provavelmente nunca o discaria, existiam coisas, Jay sabia, que você apenas entende como funcionam. Não era necessário explicação, algumas coisas apenas eram assim.

    - Nah. - Respondeu ao mover a cabeça em negativo, desencostando de onde estava. - Divirta-se, tome cuidado e se for para o Canadá, boa viagem.

    Lugar Nenhum, Jay MacBender
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Dom Mar 07, 2021 8:27 pm

    Portland
    Janeiro, 2021

    Muriel apenas sorriu com as duas respostas vagas. Encontrar Jay tinha sido inesperado... Estava convicta de que não devia procurar saber de Jake, que era melhor manter o passado no passado, até aquele momento. Uma coisa o povo louco de New Hampshire estava certo: talvez eles devessem evitar a ligação que existia entre eles... Mas era tão difícil. A bruxa desejava ser tão decidida quanto à ruiva a sua frente.

    - Valeu... Boa vida, Jay. Cuidado com os monstros debaixo da cama, ok? –  maneou com a cabeça, saindo da frente da mulher e observando por uns instantes o caminho por onde ela seguia. Logo pegou o comprimidinho que estava em seu bolso e colocou na língua. Ia ser uma noite longa.

    (...)

    De manhã, após deixar o carro na loja de alugueis, com uma dor de enorme, Muriel parou em uma cafeteria pois precisava de cafeína. Tirou um caderno da mochila e começou a escrever uma carta. Nesses anos, tinha mandado algumas pra carta... Mas fazia tempo que não mandava nada. Era estranho escrever sob a perspectiva de Jake realmente voltar. Se Jay não tivesse sumido com as cartas, provavelmente teriam algumas dela esperando por ele na casa.

    Acabou desistindo de enviar e jogou a carta no lixo, seguindo para o aeroporto. Precisava mesmo de novos ares.


    Lugar Nenhum, Muriel O'Hanrahan



    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    Era a  última noite de Jake no acampamento. Mal tinha descansado, tentando salvar o máximo de vidas possível. Tinha tido um ataque em uma missão e um dos rapazes voltou com uma perna dilacerada. Um ferimento muito estranho, mas muito grave.  

    Apesar disso, todos ali estavam acostumados com aquela realidade terrível. Alguém arrumou um whisky antigo pro irlandês e estavam cozinhando qualquer coisa no acampamento.  Vários cumprimentos para o doutor, mas quase ninguém ficava na mesa onde ele tava sentado. Todos bebiam demais pra uma noite de trabalho e contavam histórias perto do fogão.  “Tô te falando, Seis tiros, cara. SEIS. Não derrubou aquele filho da puta.  Eu não vi colete... Só um tiro na cabeça derrubou ele.”, um dos soldados contava.

    - Bebendo sozinho no seu último dia, Macbender? Pensei que nem você poderia ser tão antissocial – uma mulher se sentou na frente dele, esticando a caneca pra ele encher.  Ela tinha um sotaque de Portugal bem forte, mas era uma pessoa gentil e feroz em batalha.  Jake, não há muito, tinha tirado uma bala no ombro dela, que a mulher tinha levado enquanto arrastava um dos soltados feridos, que os outros tinham desistido, pra um local seguro.

    - Eh! Já ouviu a nova? Aparentemente,  o Smith matou um morto vivo.

    Lugar Nenhum, Madalena Coimbra
    Rosenrot
    Troubleshooter
    Rosenrot
    Troubleshooter

    Mensagens : 939
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Rosenrot Dom Mar 07, 2021 9:04 pm

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    Jake era um sujeito calado na maior parte do tempo; fazia o que tinha que fazer e era isso. Aplicava de maneira bastante pratica a maior parte dos seus conhecimentos médicos, não era um soldado (e não tinha a menor intenção de ser um), portanto se comportava o melhor que conseguia diante das situações que lhe eram dispostas, não gostava também de às vezes ter que carregar uma arma, isso lhe trazia certas lembranças que preferia esquecer.

    Diferente da maioria, Jake não estava certo em como reagir com a tão sonhava volta para casa, a maioria é claro estava bastante animada e não era de se julgar os motivos, muitos ali haviam deixado família para trás, filhos, esposas e maridos que não se viam há tanto tempo que Jake não entendia bem como eles suportavam aquilo, no fim, a maioria ali formava uma segunda família, irmãos e irmãs de armas. Achava interessante como isso funcionava e como dava aquelas pessoas algo a mais para se agarrar. Os conflitos não eram tão constantes como em outrora, mas às vezes aconteciam.

    Não se importava muito em ficar sozinho - sinceramente até preferia - o uísque era um presente interessante e Jake reagia de modo cordial a qualquer cumprimento que lhe fosse direcionado, no mais, preferia ficar com seus pensamentos, porém isso era algo difícil de se fazer por ali. Ele ergueu o rosto para olhar a mulher e lhe deu um sorriso cordial. - Soldados lá, médicos aqui, acho que melhor do que eu, você conhece a hierarquia. - Comentou de forma bem casual, não que realmente houvesse um tipo de hierarquia, mas os pares se dividiam rapidamente entre quem estava no combate real e quem não estava. - E não estamos todos um pouco mortos e um pouco vivos? - Tomou outra dose da bebida, lançando um olhar na direção dos rapazes, parte de si talvez sentisse saudade de tudo aquilo, uma parte de si estranha e nebulosa. Suspirou, voltando sua atenção para mulher. - E você, planos?

    Lugar Nenhum, Jake Macbender
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Dom Mar 07, 2021 10:23 pm

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    - Yes, sir! – ela bateu uma continência de brincadeira, se aproveitando que nenhum superior estava ali para a repreender pelo gesto fora de contexto. Fez uma careta por forçar o ombro, mas durou apenas segundos a expressão de dor. Logo ela tava bebendo também. – Bem, você ajudou tanto quanto qualquer outra pessoa aqui, doutor. Devia se dar o direito de aproveitar essa festinha de despedida – a mulher olhou em volta, para a paisagem um tanto árida, e depois para o pessoal brincando e se divertindo. – Daqui a algumas horas, vamos voltar pra vida normal, afinal. É bom deixar nossos demônios aqui – a mão da mulher foi instintivamente pra uma correntinha com um crucifixo no pescoço. Não falava de demônios reais, é claro, mas cada um ali sabia que algumas coisas que aconteciam em zonas de combates eram capazes de te assombrar a vida toda.

    Bebeu um pouco, assentindo – Alguns são só mais difíceis de matar – deu de ombros, ficando calada por uns instantes. Ela tinha de ficar armado o tempo todo. E usar a arma, às vezes. Saiu do pequeno devaneio ao ouvir a voz de Jake novamente.

    - Sabe que eu tava mais animada pra vir do que estou pra voltar? – terminou com a bebida de uma vez – Não que eu goste do que temos  de fazer aqui, mas é mais fácil se encaixar. Com civis é só trabalho chato... Controlar palavras... Evitar deixar o sangue subir à cabeça. Talvez eu me realiste. Ou procure um trabalho na área de segurança. E você? Qual hospital já tá esperando a sua volta? Ou qual mulher?

    Lugar Nenhum, Madalena Coimbra
    Rosenrot
    Troubleshooter
    Rosenrot
    Troubleshooter

    Mensagens : 939
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Rosenrot Ter Mar 09, 2021 8:11 pm

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    Jake sorriu para ela, quando viu a continência, mas não disse nada, coisas de soldados ele achava e a maior parte das vezes não se preocupava em realmente entender o que se passava na cabeça daqueles homens e mulheres. Era um limite, imaginava ele: fazia o que precisava e isso era tudo que importava para aguentar o dia. - Estou aproveitando, oras. - E ergueu o copo para ela, mostrando a bebida, e não mentia, porque ao seu jeito ele se divertia. - Sempre é uma oportunidade para tentar algo novo. - Falou sem muitas intenções de mudar as ideias da jovem, para ele era algo natural talvez, tentar algo novo. Vinha fazendo isso desde a morte da esposa tanto anos atrás - que agora parecia uma eternidade - e no fim, talvez fosse o que o fizesse ainda ter forças para levantar todos os dias.

    - O mesmo de onde sai. Um hospital numa cidadezinha chamada New Hampshire, na Nova Inglaterra. Não figura a lista de trabalho dos sonhos dos médicos, mas é um lugar decente. - Era mesmo? Não tinha certeza, mas precisava acreditar que sim, e desde que chegou ali até aquele momento, foi a primeira vez que se viu pensando que não tinha realmente para onde voltar, onde iria se não para Hampshire? Não existia mais muitos lugares onde se sentisse em casa, ou próximo a algo, deu um sorriso meio amargo, constando o fato que não importava para onde corresse, New Hampshire voltava para buscá-lo. Ergueu o copo teatralmente, como se estivesse propondo um brinde.

    Bela merda, pensou.

    Lugar Nenhum, Jake Macbender
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Qua Mar 10, 2021 4:22 pm

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    Madalena deu um sorriso de canto de lábios quando ele indicou a diversão no copo de bebida. Não conseguia o imaginar o homem no meio da algazarra dos soldados. Os homens e mulheres, ao longe, cantavam, bebiam e comiam, agora. Provavelmente alguns aproveitavam um pouco mais a última noite nas camas desconfortáveis do acampamento.

    Ela apenas bebeu em resposta às novas oportunidades.   – Um cara de cidade pequena? Você parece mais da correria das cidades grandes... Emergência, gente chegando a todo momento – brincou, brindando com ele e rindo.

    O homem veria um cãozinho surgir no meio do povo que comia. Era magrinho, pequeno, sem raça, pelagem amarelada e branca. Tentava roubar um pedaço de carne e logo era enxotado por um homem. Começou a rosnar, mordeu a canela do homem e sau correndo depois.

    - Nenhuma esposa esperando? – a mulher perguntou, enquanto se servia de mais bebida. A pergunta claramente tinha segundas intenções – quase três anos nisso aqui e nunca vi o doutor com ninguém... Talvez seja uma boa forma de aproveitar o último dia.

    Ela tinha olhos grandes e expressivos, que olhavam diretamente nos dele.

    Enquanto rolava aquela tensão de olhares, Jake sentiria uma língua molhada em sua canela, um rabinho abanando sob a mesa e dentinhos mordendo o couro de sua botina, sem intenção de machucar, o animalzinho claramente se divertia.

    Lugar Nenhum, Madalena Coimbra
    Rosenrot
    Troubleshooter
    Rosenrot
    Troubleshooter

    Mensagens : 939
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Rosenrot Qua Mar 10, 2021 8:26 pm

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    Parte dele apenas observava a movimentação: era um jeito interessante de conhecer a natureza humana. As pessoas eram diferentes quando não achavam que estavam sendo observadas, ele viu o cachorro e o que aconteceu, mas no primeiro momento não fez nada, apenas voltando a atenção para a mulher. - Sim, eu tenho. - Respondeu sem nem mesmo parar pra pensar, quando ela perguntou sobre a esposa esperando, passou um dos dedos onde antes ficava um aliança. - Em algum lugar por ai, pra quem acredita em outras vidas.. - Ele sorriu de leve, aquele sorriso gentil de sempre. - Minha esposa morreu há alguns anos. - De novo ele sorriu, não parecia exatamente triste - aquela parte do luto já havia passado -, agora ao menos podia focar-se nas boas recordações. - E você, alguém esperando? - Talvez não tivesse entendido ou apenas se feito de desentendido.

    Estava olhando para ela, tentando ler mais da mulher a sua frente, compreendê-la melhor, quando sentiu o cachorro aos pés, ele baixou o olhar e estendeu a mão para o animal cheirar, mas infelizmente não tinha nada na mesa para oferecer a ele.

    Lugar Nenhum, Jake Macbender
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Qua Mar 10, 2021 11:28 pm

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    Ela ficou um tanto constrangida quando percebeu que o homem tinha uma esposa falecida... Mas, por sorte, o luto dele já tinha passado da fase mais difícil. Suspirou, apoiando o copo na mesa, passando os dedos de leve na borda, como que para se distrair. Um sorriso de canto surgiu em seus lábios quando o homem pareceu não perceber sua investida... Ou, o que achava mais provável, tivesse se fazendo de desentendido.

    Voltou a encará-lo, sem medo do olhar analítico dele. Parecia até gostar? – Eu até tinha, mas aparentemente não gosto tanto de gente normal e estável, palavras dele. – deu uma risada, a mulher não discordava, de fato, da afirmação do ex. Quando percebeu Jake olhando pra baixo da mesa e fazendo um movimento suspeito com as mãos, ela fez uma expressão um tanto confusa e se abaixou pra ver o que tava rolando... Caindo na gargalhada.

    - Parece que as jovens fofas são sua preferência, né, doutor – endireitou a postura, vendo Jake brincar com a cachorrinha. O bichinho gostava do carinho, se rebolando todo com o rabinho comprido, virando de barriga pra cima pra ganhar carinho ali.

    - Bem, eu vou dormir antes que beba o seu whisky todo. Você vem? –


    Lugar Nenhum, Madalena Coimbra
    Rosenrot
    Troubleshooter
    Rosenrot
    Troubleshooter

    Mensagens : 939
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Rosenrot Qui Mar 11, 2021 12:09 am

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    Por alguns segundos ele realmente se distraiu com o cachorro, parecia como um oásis para aqueles perdidos no deserto. Jake não era um sujeito de bichos, mas também não desgostava deles, o tipo de vida que levava simplesmente não lhe dava espaço para ser responsável por outra vida. - Como médico você passa um pouco de tempo em cada lugar, já fui um cara de emergências lotadas e ocorrências o tempo todo, mas acabei tomando gosto pela cirurgia, é lá que a ação acontece de verdade. - Comentou, respondendo a outra pergunta dela que não tinha passado desapercebido, mas precisava pensar sobre como explicar essas coisas.

    - Hmm, qual o problema com as pessoas normais e estáveis? - Levantou o rosto para ela, observando-a. - Minha irmã sempre diz que sou extremamente normal e tediosamente estável. - Sorriu de novo, do mesmo modo carismático de antes.

    - Acho que ainda não. Vou dar uma volta, aproveitar o resto da noite antes de ir arrumar as coisas.

    Ainda se sentia um pouco deslocado com a ideia de voltar, rever New Hampshire seria estranho e confuso, retornar a vida de onde tinha parado? Era possível? Não tinha certeza sobre. Quase não lia as cartas que Jay mandava com noticias sobre aquele lugar, do mesmo modo que não deu a carta que Jay mandou, afirmando ter sido deixada por Muriel, ainda estava fechada no envelope no meio de suas coisas, parte de si queria ler, queria entender bem todos os motivos e decisões que culminaram no que acontecia agora... Mas a outra parte preferia simplesmente não saber.

    - Espero que encontre o que procura quando voltar. Madalena. - E se levantou, tragando o último gole da bebida.

    Lugar Nenhum, Jake Macbender
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Qui Mar 11, 2021 1:13 am

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    Assentiu, ainda o observando com o bichinho. Realmente não imaginava uma pessoa que tinha ido para uma zona perigosa como alguém que curtisse, por vontade própria, a vida do interior. Acabou não comentando sobre a vida médica, achando a pergunta que veio em seguida mais interessante.

    - Pessoas normais e estáveis geralmente gostam de uma rotina, das manias... Da vida seguindo de forma linear. Eu gosto de emoção – ela respondeu, como se aquilo fosse bem comum pra si mesma e logo se abaixou pra fazer um carinho no cachorro, o olhando por cima do ombro. – Será que é mesmo, doutor? – perguntou, se sentando após o carinho e tomando o último gole em sua caneca.

    - Digo o mesmo, Macbender. Amanhã não sei se iremos no mesmo avião, então, nos vemos um dia... Se você não se enfiar numa cidadezinha pra sempre – piscou pra ele, se levantando e saindo da mesa quase ao mesmo tempo que Jake.

    A cachorrinha rolou na terra, esperando o último carinho, mas logo pulou sobre as quatro patas novamente, latindo em direção à mesa com comidas e olhando para Jake.  Talvez o ruivo tivesse feito uma amizade no último dia de serviço.

    ***

    Após vagar pelo acampamento, comer qualquer coisa e tomar o último banho sob as estrelas deserto,  Jake se deparou com sua barraca vazia. Os outros médicos da sua equipe tinham partido na manhã do dia anterior, então as camas estavam dobradas, prontas pra embarcar no avião de carga.  A única coisa que parecia confortante ali era o cantinho do médico, com uma luz amarelada pendurada perto da cama, a mala com as roupas civis, o uniforme limpo na cabeceira da cama e alguns livros e coisas pessoais espalhadas.

    Debaixo da cama, uma caixa com todas as lembranças que estava evitando desde sempre. Perto da entrada da barraca, a cachorrinha estava encolhidinha, já dormindo.

    Lugar Nenhum, Madalena Coimbra
    Rosenrot
    Troubleshooter
    Rosenrot
    Troubleshooter

    Mensagens : 939
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Rosenrot Qui Mar 11, 2021 8:59 pm

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    - Hmm, vejamos. - Ele começou de maneira prosaica, pensativo a respeito da pergunta dela. Tirando as coisas realmente estranhas na sua vida, Jake se considerava bastante normal e estável. - Eu me cansei com a namorada do ensino médio. Segui a mesma carreira do meu pai. - Fez uma pausa pensativo, chegando a conclusão que a coisa mais estranha feita na sua vida fora ir até ali, além claro das coisas esquisitas em New Hampshire.

    Ele sorriu para ela, Madalena era uma mulher bonita, não negava, mas Jake simplesmente não estava na mesma vibe que ela. Não era o tipo de homem que ele era, nunca tinha sido. Despediu-se dela e fez o que tinha dito que faria.

    Jake caminhou um tempo por ali, observando a movimentação, as pessoas e às vezes o céu. Era um céu bonito quando se parava para olhar, para apreciar de fazer, apesar de todo o horror que acontecia embaixo dele. Quando horas depois se cansou e sentiu a fadiga aproximar-se, foi quem começou a retornar para seu local.

    Parte de si estava realmente aliviado de a maioria já ter ido. Não estava no clima para conversas muito longas e sinceramente tudo que queria era deitar um pouco e levantar para partir. Começou a organizar as coisas de leve, guardar o que precisava e etc... De maneira bastante consciente, ignorando a caixa...

    Ainda não tinha certeza sobre o que fazer quando voltasse... Se é que realmente ia voltar. Às vezes pegava-se pensando nisso: poderia voltar para Nova Iorque, conseguiria um emprego em algum hospital ou talvez mudar completamente de ares: Chicago, Los Angeles, Las Vegas... As possibilidades eram infinitas, mas no fim... No fim sentia-se tentando a voltar para New Hampshire...

    Respirou fundo, pegando um cobertor e arrumando-se num canto para deitar um pouco, talvez o sono trouxesse algo melhor.
    Lugar Nenhum, Jake Macbender
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Sex Mar 12, 2021 12:04 am

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    Madalena não pareceu se sentir ofendida com a recusa dele. Talvez aquilo a tivesse deixado até curiosa, mas provavelmente não teriam tempo de descobrir, visto que cada um iria seguir seu próprio rumo, ao voltarem para as suas terras.

    Após o passeio noturno, Jake resolveu ignorar as lembranças do passado e dormir, para estar bem descansado na manhã seguinte... O único problema de dormir por tanto tempo e tão profundamente eram os sonhos. Diferente de quando morava nos Estados Unidos, ali, além das lembranças de seu acidente, sua esposa e de sua vida em New Hampshire, surgiam flashes de pessoas muito machucadas, cirurgias difíceis e sem recursos.

    Estava em uma casa meio destruída. Tinham chamado sua equipe para um socorro no meio de uma vila que estava em conflito com outra. Soldados que estavam fazendo uma ronda foram atingidos e um estava muito mal. A cirurgia estava sendo feita sobre uma mesa de jantar, mais bamba do que o médico gostaria. Não tinha sangue pra repor, nem anestesia... Não estavam esperando que fosse tão grave a ponto de não conseguir estabilizar e voltar para a base.

    Jake fazia uma incisão delicada, alguém iluminando o local com uma lanterna. Um latido chato de fora... Insistente. Não parava.  Parecia cada vez mais alto... O animal estava dentro daquela sala? Alguém precisava tirar o animal dali.

    Mais latidos... Muito altos.

    O homem acordou num pulo, em sua barraca. Era quase manhã, a luz do dia começava a entrar... Revelava o filhotinho que conhecera na noite anterior, latindo, olhando para porta. O animal correu pra algum canto.  Sombras suspeitas passavam do lado de fora. Cochichos... “Onde está? Aqui... Não deixem fugir”...

    Dois homens armados entraram na barraca. Eram soldados americanos... Jake não sabia se já os tinha visto ali. Apontaram a arma assim que perceberam que tinha alguém ali dentro.

    - Onde ela tá?a voz de um dos soldados ecoou no repentino silêncio do ambiente.


    Lugar Nenhum, Soldados
    Rosenrot
    Troubleshooter
    Rosenrot
    Troubleshooter

    Mensagens : 939
    Reputação : 64
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Rosenrot Sex Mar 12, 2021 4:21 pm

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    Existia algo sobre os sonhos que ele ainda não tinha certeza do que era; eles estavam ali desde que se lembrava por gente, desde antes da faculdade ou casamento. Desde antes de Muriel ou qualquer outra coisa. Mas nunca foram fáceis, aceitáveis ou simples de lidar, por mais que conscientemente sua mente soubesse se tratarem apenas de sonhos, eles eram terríveis e doloridos... Talvez porque muitos deles eram verdades que preferia não recordar.

    Aquele porém... Aquele não era exatamente algo que tinha acontecido com ele - era algo que poderia ter acontecido, mas não aconteceu... Não que se lembrasse pelo menos. Mas parecia real, visceralmente e desesperadamente real. Podia sentir a tensão, o medo e a ânsia todos juntos, construindo um monstro de ansiedade e desespero.

    Raramente durante seu tempo ali tinha feito cirurgias em ambientes tão precários; ao menos isso não podia reclamar de fato, quando a coisa era mais complicada, um helicóptero os levava às bases maiores e melhores. Havia claro alguns contratempos e improvisos, mas nada tão drástico quanto aquilo que acontecia ali...

    E o latido. De onde vinha o latido e por quê? No sonho achava que estava começando a olhar para baixo, mas em verdade estava começando a abrir os olhos e levantar com um susto. Olhou para o cachorro e por um instante até mesmo cogitou procurar a arma e então os homens entraram daquele jeito, um bastante estranho, sem se anunciarem ou coisa do tipo, apenas apontando armas.


    - Jacob MacBender, 1º Tenente desse batalhão. Quem são vocês e que porra é essa?
    Lugar Nenhum, Jake Macbender
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1426
    Reputação : 87
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Bastet Sex Mar 12, 2021 8:22 pm

    Afeganistão
    Janeiro, 2021

    Acordar rápido de um sonho sempre deixa as coisas confusas. O que era real e o que era ainda obra da mente adormecida? O cachorro tava mesmo ali? Tinha inimigos em volta? Que porra tava acontecendo?

    As coisas só ficaram muito reais quando o barulho da arma sendo destravada preencheu o ambiente. O homem que havia falado, ao entrar, começou a se aproximar, enquanto o outro ficou perto da porta, com a arma preparada, vigiando pra ninguém entrar ou sair.

    - Tá de brincadeira com a minha cara, Tenente? – o homem falou, sem se preocupar em se apresentar também. Tava chegando perto demais Eu te fiz uma pergunta e quero uma resposta. Onde. Ela. Está? – arma perto da cabeça de Jake Eu tenho ordens de levá-la de volta, não importa quais... Efeitos colaterais, como a morte da porra de um médicoergueu a mão rápido, tentando dar uma coronhada em Macbender.

    ***

    Um rosnado mais alto se ouviu do fundo da barraca médica.  Não um latido chato do cachorrinho, como o que acordou Jake. No momento que o soldado começou a atacar o doutor, algo se moveu entre as sombras, no meio das caixas empilhadas e camas dobradas.

    - Ali! – o soldado da porta disse, apontando a arma para um dos cantos... algo o puxou. Algo relativamente grande, rápido o suficiente pra Jake e o soldado nem conseguirem ver. Um grito... Que distraiu o soldado na frente de Jake. Cheiro de Sangue. O médico conhecia muito bem aquele cheiro.

    Lugar Nenhum, Soldados
    Conteúdo patrocinado


    [Janeiro, 2021] Reencontros por aí... Empty Re: [Janeiro, 2021] Reencontros por aí...

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Jun 25, 2021 9:09 am