Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2045
    Reputação : 125

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Wordspinner Qua Abr 07, 2021 1:14 am

    Silvia não tinha sido a primeira a chegar. Na verdade ela acabava de entrar pela porta e mesmo armada e linda ela não rouba a atenção do lugar. Todos os olhos estavam menina que se repetia. "Skye..." Ela balbuciava de novo e de novo. De novo e de novo. Sem parar. Sem responder. Sem olhar nos olhos. Sem reagir. As três mulheres olhando pra ela.

    Quando a menina chegou ali Chloe e Sam já estavam esperando. Sam estava lá desde de cedo ajudando com os atendimentos e os estagiários. De alguma forma Chloe tinha conseguido alguns residentes e um ou outro médico para orientá-los e Sam acabava aprendendo alguma coisa. Especialmente vigiando o obstetra, esse agia igualzinho o cara que a atendeu, mas era direto e sincero com os estagiários e isso ajudava Sam a aprender também. A ligação pegou ela de surpresa vindo no pior momento possível. Bem na hora do intervalo que usaria para conversar com Chloe sobre Emillie. Era um assunto que ainda povoava a mente das duas.

    "Puta que pariu. Que porra é essa..." Ela não era a primeira a dizer exatamente aquilo.

    OFF:
    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 567
    Reputação : 44

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por thendara_selune Qua Abr 07, 2021 3:27 pm

    Chloe era muito meticulosa, mas desde cedo não estava seguindo a rotina diária que tinha ao trabalhar, muita coisa aconteceu e outras estavam acontecendo na frente dela. Chloe acabava de puxar uma maca para colocar a garota coberta de vermelho em uma abundância que chamava atenção e isso deixou Chloe irritada com a Alcateia, a clínica é um porto seguro que ela pretende cultivar enquanto estiver em Dover.
    Quando ela olha a menina murmurando um nome, não  tem ideia de quem se tratava e ainda havia  o pedido feito por Shaw que a deixou extremamente desconfortável. Ela com ajuda de Sam coloca a menina na maca e vai levando até uma sala nos fundos. Silvia as seguia e o palavrão que rangeu entre os dentes dela era o mais apropriado pro momento. Assim que as três estão ali ela pede que tranquem a porta, uma lanterna clínica surge, ela examina buscando qualquer informação, as roupas cheias de sangue, que a ruiva logo notou não ser da garota, mas de quem seriam? O nome repetido mais vezes, Chloe sente o pulso, mas não entende o que ela tem, a melhor hipótese é que estava em choque, a mente vai tecendo os passos, mas com crianças tudo é diferente e o cuidado é redobrado. Quais anestésicos não usar? Ela pensava enquanto olhava a menina. Existem as recomendações nas doses, mas Chloe não queria fazer aquilo, talvez fosse um instinto natural recusar-se a isso ou talvez fosse o medo de causar um dano cruel a pequena princesa tingida de carmesim. Ela tira a roupa da menina com cuidado, pensando nas possibilidades, olha as duas ali e fala com um sussurro frio, mas lógico.

    -Vamos limpar ela com cuidado e sem agitação…- As mãos de Chloe já cuidaram de situações tensas, mas nenhuma envolvia o cenário de fundo que elas estavam. Ela é tão cuidadosa, olhando  a menina cheia de uma pena que a fez sentir culpa, não deveria estar metida nisso e nem a menina. A roupa cheia de sangue vai para um saco se a menina não se agitar, depois ela procura gases e com ajuda das duas tenta deixar a garota limpa. Um banho no andar de cima onde a enfermaria fica seria bom, mas não enquanto não souber exatamente o que ela tem. - Eles querem que eu a dope, não funciona assim, ela pode ter uma reação alérgica forte...Eu prefiro observá-la antes de arriscar, precisamos saber quem ela é e quem são seus pais…-Chloe fala ainda mais baixo, não queria que a menina em um relance de razão ouvisse o que era dito e mantinha um semblante de pedra embora os olhos entregassem sua preocupação. Depois olhando Sam imagina se no atual estado dela não seria afetada pela cena em si.
    - Eu compreendo as regras, mas não posso comprometer uma criança assim...- Enquanto limpam a menina, Chloe se afasta e pega um pijama infantil muito simples em uma gaveta qualquer.

    Chloe usa um pijama médico e nenhuma jóia.:
    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   34b64110

    Falas em branco
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1460
    Reputação : 89
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Bastet Qua Abr 07, 2021 4:29 pm



    Samantha
    Doiley

    Sam estava junto com Chloe quando ela recebeu a ligação. O dia estava sendo agitado, mas ela gostava muito de aprender pra se importar... Os dias de folga no haras, quando Anne não estava na cidade, geralmente eram muito tediosos e, ali, conseguia se distrair de toda a coisa de bebê e alcateia.

    - Mas que merda fizeram com essa garota?!  - exclamou, um tanto assustada e raivosa.  A pergunta era pra Silvia, mas a coitada da loira parecia tão perdida quanto Sam e Chloe. Os meninos tinham feito merda COM UMA CRIANÇA. Nem conseguiu prestar atenção no que a médica contou sobre a ligação,  ajudando a colocar a menina na maca e indo até a salinha de atendimento junto com as outras duas mulheres e a criança.

    Lá, não tinha muito o que fazer. A menina parecia se agitar quando as três tentavam a imobilizar, ficando mais tranquila apenas com um par de mãos sobre ela.  Samantha foi providenciando as coisas para Chloe limpar o corpinho frágil da criança, observando sempre o comportamento dela.

    - Não vamos drogar ela, a menos que você ache necessário como médica –Sam disse, sem hesitar, demonstrando que não facilitaria caso a policial quisesse seguir o plano de drogar a menina – Eu já volto, ajuda ela aqui – pediu pra Silvia, caso a ruiva precisasse que segurassem a menina.

    Sam saiu da sala, indo até a área de recreação da clínica, um cantinho com umas bonecas, uns brinquedinhos pedagógicos, papel e giz de cera. Pegou a boneca que mais parecia uma princesa e coisas para a menina desenhar.  Ela parecia traumatizada com o que quer que rolou, não falava coisa com coisa... Samantha achava difícil ela responder algo de forma coerente se elas ficassem fazendo perguntas complexas.

    Quando voltou, Sam fechou a portinha da sala, suspirando ao ver o vestido rosa, manchado de sangue, no chão.

    - Silvia, eu acho que nós duas damos conta aqui. Ela parece nervosa, acho que quanto mais gente pior. Na recepção tem um computador, telefone... Será que você consegue fazer uma pesquisa pra ver se tem alguma criança desaparecida? Na internet, com o pessoal da delegacia... Quanto mais informação, mais fácil da gente ajudar.

    Se a policial concordasse, Sam fecharia novamente a porta após ela sair, pra evitar que a criança fugisse.

    - Ela tá bem? – perguntou pra Chloe, que concluía os exames iniciais. Quando a médica se afastou da maca pra pegar o pijama infantil, Sam se aproximou, se sentando na beirinha da maca e colocando a boneca no campo de visão da menina e deixando os papéis por perto. A mão da veterinária tremia, não queria demonstrar, mas ver uma menina daquela forma, a abalava demais. Teve de piscar algumas vezes pra não deixar lágrimas caírem de seus olhos.

    - Skye... – ela repetiu o nome que a menina tanto dizia – É a princesa? – se fosse o nome dela, talvez se identificasse com a boneca - A princesa tá sentindo dor em algum lugar? – perguntou, com a voz mais gentil que conseguiu, sem forçar a menina a olhar pra ela. Apontou a cabeça da boneca princesa – Dói aqui? – perguntou, tentando imaginar o porquê de ela estar tão agitada.


    Spoiler:
    OBS 1: Se a Clara não tiver deixado tirar o vestido, quando a Sam entra na sala observa a menina vestida com a roupa manchada e suspira.

    OBS 2: to levando em conta que a Sam tem algum tato com crianças, devido ao tempo que está vivendo com os Uivadores e as pestinhas de lá kkkk

    OBS 3: Tá vestindo uma roupa parecida com a da Chloe, padrão para o atendimento na clínica

    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5088
    Reputação : 390
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Bravos Qua Abr 07, 2021 10:32 pm




    Axel Brown

    Estavam indo para a reserva. Acabado de deixar a garota para ser dopada. Axel logo mais não pegaria mais no celular, por isso enviou uma mensagem para Silvia e para Chloe: Ela está assustada e precisa esquecer tudo que viu. Ela tem autismo.

    Só deixando essa informação que é importante.






    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2045
    Reputação : 125

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Wordspinner Dom Abr 11, 2021 4:46 am

    Chloe escreveu:Eu compreendo as regras, mas não posso comprometer uma criança assim..

    "Merda... merda... merda..." Silvia suspira e depois respira fundo. Andando de um lado para o outro. O rosto passando de uma emoção para a outra mais rápido do que se pode ler.

    Sam escreveu:Quanto mais informação, mais fácil da gente ajudar.

    Silvia para. "Não, de jeito nenhum. Não." Ela começa a falar e a voz vai diminuindo e ficando mais macia. "Essa garota fofinha sentada aí é a coisa mais perigosa que vocês já viram." Ela olha para Clara com dor em cada linha do rosto. "Eu to esperando na porta. Essa criança precisa ficar segura." Alguém que não soubesse o que elas três compartilhavam talvez imaginasse que ela queria garantir a proteção da menina. Era clara para quem pudesse vê-la que era isso que seu coração queria. Mas Silvia era uma mulher que entendia dever e vivia isso. Entendia que o bem de muitos podia ser o desastre irreparável de um inocente. "O único jeito de ela ficar segura é se for segura." Ela não precisava colocar dessa forma, mas fez mesmo assim. Ela pisca a segura o espaço entre os olhos com os dedos.

    Silvia sai do quarto devagar ainda resmungando. A roupa simples que ela usava não ia chamar atenção, uma camisa branca e uma calça jeans nunca iam poder competir com aquele rosto bonito lutando para conter as lágrimas.



    Clara não resiste em nenhum momento. Ela começa a chorar quando se desfaz do seu vestido. As mãozinhas abrindo e fechando ritimadas. Ela não liga para a princesa ou para o material de desenho, nem parece vê-los. Talvez nem seja capaz de realmente perceber o que vê. Ela não luta para botar o pijama depois de estar limpa. Na verdade a única coisa que fez alguma diferença positiva foi ela estar limpa. Quando o ultimo rastro de sangue é retirado ela parece mais calma. Mais lenta. O corpo tinha hematomas, mas nada sério. Alguns arranhões que podiam ser qualquer coisa e um ralado no joelho completamente normal. Mas os hematomas na cintura, costelas e ombros não eram ruins em si, porém eles contavam uma história curta e revoltante sobre uma garota presa por alguém bem maior. As marcas no rosto eram um testamento mais silencioso, mas a pele branca de Clara deixava as marcas de mão visíveis demais. Talvez elas sumissem. Talvez piorassem. O nariz estava sensível, vermelho e quente provavelmente o choro. Nada era grave, ela provavelmente não estava sentindo dor. Mas tinha uma história ali.


    A boca para de repetir o nome quando Samantha o diz. "Não." Com olhos arregalados ela procura pela sala. Ela pula. "Não!" Mais alto. Mais forte. Ela parece ter medo das duas. Ela se afasta. "Não tem Skye, só tem o lobo. Só tem o Lobo." Ela finalmente encontra a porta com os olhos. "O lobo. O lobo! O LOBO!" Ela dispara para a porta repetindo cada vez mais alto.

    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1460
    Reputação : 89
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Bastet Seg Abr 12, 2021 12:15 am



    Samantha
    Doiley

    Samantha não entendeu toda aquela advertência sobre a menina... Achava que talvez fosse medo do que os meninos poderiam fazer... Não importava. Precisavam cuidar da garota antes de decidir qualquer coisa. Apenas assentiu para Silvia, antes dela sair, percebendo a expressão preocupada. Resolveu não complicar mais as coisas pra ela. Se levantou pra fechar a porta e foi tentar a aproximação com a menina.

    Enquanto mostrava a boneca, pegou o celular por um instante, vendo a mensagem de Axel e suspirando.

    - Ela tem autismo – falou, já que Chloe estava cuidando da pequena, sem pegar no celular – Talvez devamos aplicar um sedativo lev... – nem teve tempo de continuar o que queria dizer, pois a menina resolveu reagir de uma forma... curiosa aos estímulos de Sam. Skye era um nome importante. Um nome que causou tudo aquilo... A jovenzinha escapou da cama, começando a correr pela sala, gritando “lobo” e procurando uma forma de escapar. - Puta que pariu!

    Sam tentou se adiantar e entrar na frente da porta e agarrar a menina. Caso a jovem tivesse mais perto, tentaria a segurar por trás. A intenção era pegar ela no colo, de forma firme e tentar levar de volta para a maca.

    - Chloe, me ajuda – pediu de forma urgente, não sabendo se conseguiria segurar a menina agitada sem levar um chute dela na barriga. De qualquer forma, estava arriscando.

    - Tá bom... tá bom... Skye tá bem. A gente vai chamar Skye aqui, tá bem? Aqui, você precisa ficar aqui pra ver Skye – ia falando durante todo o movimento, tentando acalmar a garotinha, falando o nome que parecia importante e distrair ela do "lobo".

    Spoiler:
    No turno anterior coloquei que a Sam tinha fechado a porta depois de Silvia sair. Apesar da loira não ter concordado com o que ela pediu, saiu da sala ainda sim, então considerei que a Sam fechou a porta


    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 567
    Reputação : 44

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por thendara_selune Seg Abr 12, 2021 9:29 am

    Chloe estudou a menina com os olhos de uma especialista, mas o coração pesaroso e insatisfeita em estar sendo pega em um turbilhão que nem sabia como se originou. Não havia muito tempo para dúvidas e enquanto ouvia Silvia se afastou de novo da garotinha buscando sedativos olhando as possibilidades, descartando inalação já que não conhecia o quadro geral de saúde dela ou se fazia tratamento terapêutico muito invasivo. Naquele momento não pensava em nada além do que fazer e quando a loira da advertência a ruiva lança um olhar frio em direção a porta, tinha muitos defeitos a corroendo, mas se havia uma coisa que tinha total certeza é que aquela menina não seria prejudicada ainda mais seja pelo motivo que fosse. Preferia acionar a Polícia e entregar a garota, quando escolhe a sua opção mais lógica a mulher já tinha saído . Nesse meio tempo Sam fala tendo sua voz direcionada pela ação da garotinha de tentar sair dali. O medo da menina é compreensível, necessário e impossível de não mexer com Chloe. A raiva pinta um ponto vermelho dentro dela. Sam tenta conter a garota para Chloe poder agir de alguma maneira. Diazepam é uma solução que seria aplicada via  intramuscular no braço da menininha.  Chloe respira fundo, não podia prestar atenção em Sam e tenta fazer o movimento da melhor maneira que pode bem como usar a dose recomendada para tal situação.  


    “Duas mulheres contra uma menina assustada a covardia do século todo porque estavam envolvidas em um mundo que  a maioria não sonha existir.”


    O pensamento amarga-lhe a feição, os olhos cheios de sentimentos e a mente a mantinha seguindo os instintos profissionais que tinha. Horas atrás estava imersa em outra cena, já tinha coisas para acertar e como se o destino lhe coagisse a permanecer em Dover, aquela nova situação exigia que ao menos as duas mais humanas ali façam a coisa certa...Resta saber qual lado seria o justo a seguir?!
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2045
    Reputação : 125

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Wordspinner Sab Abr 17, 2021 8:25 pm

    A garota não consegue nem chegar na porta. Sam a segura e descobre imediatamente de onde vem os hematomas quando fecha sua mão com força urgente em cima de um deles. As marcas roxas entre seus dedos palidos. Ela não grita, mas luta. O outro braço de Sam a prende pela cintura, dá para ver a dor que causa na carne maltrada. Parece que ela finalmente vai gritar.

    Chloe sente a agulha afundando sem resistência. Sente a surpresa da menina. Os olhos bem abertos assim como a boca, se viram na direção da ruiva. Medo. Incredulidade. A derrota de Uma mulher enfrentando forças muito maiores que ela. A criança claro, não mulher. Ela amolece e gene contrariada. Ela puxa e empurra e morde a própria boca e o esforço aumenta e o resultado diminui. Menos de um minuto e ela está derrotada. Mole. Fraca. Ela não forma nenhuma palavra. Nem fecha mais a boca. Só baba e espera. Os olhos perdidos parecem não ver nada e demoram um pouco para fechar. Ela fica no mesmo lugar e na mesma posição em que a colocam. Parada como uma bone descartada.
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1460
    Reputação : 89
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Bastet Dom Abr 18, 2021 6:56 pm



    Samantha
    Doiley

    Sam tentou não pensar, enquanto pegava a menina. Se pensasse, iria a largar. Não era justo, para a pobrezinha. Ela só estava assustada e com razão. Segurou com o máximo de gentileza que conseguiu, mas com a firmeza necessária para que ela não se soltasse. Quando finalmente Chloe aplicou o sedativo e sentiu a menina amolecer em seus braços, ela respirou aliviada, ajeitando a criança no colo,a levando para a maca e a deitando com cuidado. Demorou um pouco para falar, a voz um tanto embargada.

    - Eu vou tentar falar com os meninos, vê se eles sabem o que é “Skye”. Tenta fazer uns exames nela... Se a gente precisar fazer o que eles querem... pra manter ela viva. Ela não parece ter tido alergia a esse sedativo, pode ser um caminho. Espero que não cheguemos a isso...

    Começou a tentar ligar pra cada um deles, várias vezes. Por fim, decidindo mandar uma mensagem.  Olhava o celular, ansiosa, esperando que respondessem. Viu Silvia entrar, suspirando.

    - Eu preciso de um ar. Você fica um pouco com elas? – perguntou pra loira e chegou perto dela – A menina tá bem... apesar de tudo que passou – disse, tentando a tranquilizar um pouco também e saindo da sala, fechando a porta atrás de si.

    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 567
    Reputação : 44

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por thendara_selune Seg Abr 19, 2021 2:43 pm

    Chloe tinha feito aquilo a contragosto. A voz de Sam chega a ela como se a morena estivesse do outro lado do mundo. A ruiva apenas demonstra entender oque foi dito e deixa Sam ir. Ela olhou a menina, tentando dar ela algum conforto, não esqueceria o olhar da garota e muito menos o que tinha feito. Não parava de questionar se aquilo era justo ou se de fato estava pronta para estar em uma alcateia. Uma série de acontecimentos estavam a remoendo por dentro e a cada momento verificava os sinais da menina, limpando-a e sentindo tanto medo de ter cometido mais um erro gigantesco. Ela notou que Sam também sentiu-se atingida pela situação toda, mas Chloe estava presa em muito mais e não podia deixar transbordar tudo que sentia naquele momento. A prioridade era a garotinha. Pegou um cobertor que ficava naquela salinha, não era difícil que tivesse um com aquele típico cheiro de algo que não causava aconchego, cobriu a menina e puxou uma cadeira pra ficar perto dela enquanto Sam tentava falar com os outros. A porta fica trancada e apenas as duas estão ali no momento. A ruiva sentia tanta amargura, odiava ter feito aquilo e odiava ainda mais a possibilidade que a vida da pequena estivesse por um fio frágil. Os olhos percorrem as marcas, a garotinha se defendeu como pode, aquilo magoava Chloe intensamente e pensou nos pais da menina. O rosto da ruiva não esconde a insatisfação, a tristeza e raiva em saber que uma criança passou por aquilo. Chloe era uma covarde, mas ao mesmo tempo não podia deixar que a alcateia decidisse se a menina viveria ou morreria.
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1460
    Reputação : 89
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Bastet Sab Abr 24, 2021 12:46 am



    Samantha
    Doiley

    Depois de desligar a ligação, Sam suspirou. Não sabia se, caso Connor estivesse lá, as coisas com a menininha seriam melhores ou piores... Era melhor nem pensar. Entrou na clínica novamente, pela porta dos fundos, foi até a salinha onde guardavam as coisas pessoais e procurou o remédio natureba que tomava, desejando que ele fosse mais forte. Tomou uma dosagem maior do que o indicado, mas não acreditava que o suficiente para fazer algum mal.

    Escreveu uma mensagem pra Anne.

    “Quais as aventuras dessa semana? Tô com saudade”

    Não queria a pressionar a voltar, mas queria sim um momento de paz nos braços dela pra esquecer aquela merda de dia.

    Em seguida, foi até o banheiro lavar o rosto; pegou três garrafinhas de água na pequena cozinha e começou a andar em direção à sala onde estava Chloe e Silvia, batendo na porta ao perceber que estava fechada. Podiam estar fazendo algum exame que exigia privacidade, então achava melhor não entrar direto.

    Na verdade, até preferia ficar de fora, mas...

    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 567
    Reputação : 44

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por thendara_selune Sab Abr 24, 2021 1:26 am

    A conversa transcorria, Chloe muita ciente do que tinha dito e na expectativa de ouvir alguma negativa diante dos fatos. Por fim novas batidas, ela se afasta da menina e abre a porta vendo Sam.

    -Entra Sam- A voz é baixa, cansada e preocupada demais com tudo. Vendo a morena fica mais tranquila. Chloe tranca a porta assim que Sam entra.- Sebastian está aqui e perguntou sobre os rapazes, se precisam de ajuda ou como pode nos ajudar…- Ela vê as garrafas e pede uma com um sorriso sem graça de quem queria que tudo aquilo fosse um pesadelo perto de acabar.- Obrigada...Você comeu alguma coisa?- A pergunta tem a preocupação de quem compreende o que uma gestação faz e os olhos da ruiva agora se prendem na imagem de Sam.
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1460
    Reputação : 89
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Bastet Sab Abr 24, 2021 9:27 pm



    Samantha
    Doiley

    Sam ergueu o olhar quando a porta abriu, estranhando ao ver Sebastian ali. Onde estava Silvia? A morena era um pouco mais desconfiada que Chloe, apesar de gostar do dono da loja de chás. Era só que... Estavam numa situação muito complicada... Mais pessoas querendo a morte da criança era o que menos precisavam.

    Sam entrou em silêncio, estendendo uma garrafa de água pra Chloe e outra pra Silvia, se estivesse ali. – E aí? – cumprimentou o uratha, dando um pequeno sorriso – Tá tudo bem lá na vila? Alguém doente? Você? – ficou realmente preocupada por um momento, mas logo Chloe explicou o motivo de ele estar ali. – Ah...Todo mundo já sabe... disso aqui? estava ansiosa, sem saber o quanto as outras alcateias já sabiam. Talvez até mais que as duas ali. – Acho que aqui tá tudo sob controle, os meninos... Bem, a gente não sabe ainda. – disse de forma sincera, sem saber exatamente o que já tinha sido conversado na sala.

    Foi pega de surpresa pela pergunta da ruiva. Abriu a própria garrafinha de água, dando um gole. – Nem se eu quisesse, Chloe. Mas eu comi de manhã, estou bem. Eu não te vi comer, devia também – tentou tranquilizar a amiga, voltando a olhar para Sebastian.

    - O que vocês fariam? – perguntou, quase num murmúrio, talvez não querendo ouvir a resposta.


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2045
    Reputação : 125

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Wordspinner Dom Abr 25, 2021 3:53 am

    Silvia aceita a água e bebe sem parar, devagar, saboreando cada gole sem gosto. Sebastian respira fundo antes de começar a falar de novo. "Estamos todos bem na vila. Bom, Asia ainda não consegue andar e... Nem importa. " Ele abana a mão na direção de Samantha como se o gesto pudesse afastar as suspeitas dela. "Eu não vim roubar nada de vocês e estão tratando ela bem. Samantha, eu não sei o que aconteceu, como vou saber o que fazer?" Ele olha para Chloe pensativo. "Porém é pouco provável que ser honesto com as autoridades seja um bom caminho, quase nunca é. Se ela viu um lobo..." A voz dele fica baixa e ele olha de soslaio para a porta como se alguém fosse entrar. Ninguém entra e ele continua. "Se foi isso que ela viu, ela pode ser um perigo para ela mesma e pra todos nós. Ela pode procurar o que não devia saber que existe, pode dizer a coisa errada só o suficiente para cair na rede de alguém procurando. Para cair na rede de um dos puros rondando a cidade."

    Silvia começa a falar assim que ele fecha a boca. "Vocês ficaram sabendo pela Olena, né? Mas os eletrônicos e lâmpadas pifando vão aparecer no facebook de alguém, bem no meio do eclipse? Eu já sei quem é a menina. Clara May Jones já tem uma viatura na porta dela, mas nada de Skye. Não deve ser outra criança." Sebastian confirma com a cabeça. "É Olena estava na feira e claro que contou pra gente o que viu, que foi quase nada. Alex e Marco causando tumulto antes do eclipse. Ela ficou preocupada e Nicky foi até a casa dos Algozes, mas não achou ninguém que soubesse o que estava acontecendo e eu vim aqui. Eu não vou entregar ninguém, mas ela pode acabar entregando todo mundo. " Ele olha para Chloe ajeitando a roupa de novo. "Um motorista uma vez, ele viu demais e lembrava de tudo e não podia ser... persuadido. Eu nunca vou esquecer o tanto que ele implorava." Ele suspira. Algo muda na postura de Sebastian. "Sabe, nós achamos Rebeca em uma instituição depois de mandarmos um blogueiro para lá. Era só isso que o cara tinha feito. Postar besteira na internet, mas ele tava postando a verdade sem querer. Um pedaço dela e criando uma fantasia sedutora com isso. A gente tem as contas dele até hoje e ele ainda deve estar gritando que não é doido e não machucou ninguém." A voz é neutra, mas os olhos fixos no chão são um claro sinal de outra coisa.

    "Eu salvei uma garota uma vez, ela tinha visto o outro lado e um monstro veio atrás dela. Mas ela continuou procurando e procurando e um dia o Krantz achou ela cheia de fotos e e anotações e ..." Ela para de falar, mas ninguém ali precisa que ela continue para saber o que aconteceu. A voz cortada se esforçando para sair e mesmo assim falhando. O rosto vermelho. Os olhos fixos em Clara.

    Sebastian coloca uma mão no cotovelo da policial e da um aperto afetuoso. "Eu lembro Amelia Brown. Eu não mataria essa garotinha. Mas... Voltar para a própria vida como se nada tivesse acontecido pode ser ainda pior." Silvia segura a mão do outro por um instante. "Eu vou com você até a entrada." A voz dela é um pouco menos derrotada que antes.
    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 567
    Reputação : 44

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por thendara_selune Dom Abr 25, 2021 8:01 pm

    Chloe abre a garrafa se afastando em direção ao armário com medicamentos. Vai ouvindo Sebastian. Arquea umas das sobrancelhas e  seus lábios ficam torcidos em total azedume. Sentindo-se derrotada a ruiva senta-se. Primeiro pensa na menina, vítima de um cenário obscuro que a levou ali e depois pensa em si mesma. A voz dela é baixa, cansaço e irritabilidade contida poderiam ser notadas em alguém que tivesse empatia para isso.

    — Existem coisas que não tem retorno, não se pode manipular tudo com precisão nem sempre as escolhas que fazemos vão ficar seladas em um baú velho...Um dia as pessoas que foram vitimadas por nossas escolhas vão voltar e assombrar nossas vidas...—  Os olhos dela ficam presos na maca — No fim das contas tudo que vive entrelaça-se, tudo que morre também e em um ponto as coisas se estraçalham indiferente do mundo que se pertença, compreendo a importância de manter o segredo, de não deixar rastros, em tentar esconder tudo, mas essa menina não tem culpa...Eu não quero que vocês paguem um preço amargo, mas também não quero que uma pequena criatura com tanto para viver seja jogada em uma ala psiquiátrica ou seja morta...—  Chloe pensa no nome da menina e recostou-se na cadeira olhando o teto. — Clara  significa brilhante, luminosa e ilustre...Ela merece trilhar um caminho brilhante e se a alcateia ou qualquer um tentar machucá-la ainda mais...Não vou ficar parada assistindo...Já passei tempo demais tendo medo de vocês! —  Ela olha para Sebastian, mas na verdade estava olhando para além dele. Uma sensação amarga em sua garganta a deixou com um nó, lembrou da palavra “rebanho”  escutada na infância e de sua impotência diante de todas as escolhas do círculo interno de sua família. Os sangue do lobo precisavam obedecer as regras e colaborar, uma relação útil, mas para os humanos que não faziam parte disso o mundo era como uma névoa densa, que esconde tudo que deveria habitar apenas livros velhos e o imaginário popular.   —  Vou esperar a alcateia falar, é o justo, mas se eles fizerem algo com ela...Prefiro que façam comigo também, não suportaria viver sabendo que participei de tamanha crueldade...—  A ruiva fica calada olhando os dois saírem e depois responde Sam. —   Eu não sinto fome, na verdade gostaria de não precisarmos nos envolver em algo assim...Não sou conhecida em casa por ser corajosa..—   Ela mantém o sorriso amargo e os olhos ficam em Clara. —   Parece tão naturalizado para eles, como se matar alguém fosse algo corriqueiro para proteger o segredo, para evitar que o mundo saiba sobre eles, mas ao mesmo tempo é uma prova que eles estão acima dos demais humanos ou melhor acima da vida de uma criança...Se fosse minha filha, eu preferia tentar matá-los...Mas isso é uma tarefa mortal para pessoas que não se curam como os lobos... —  A fisionomia da ruiva vai de uma coisa amarga a algo muito sombrio. —   Nosso instinto primário é sobreviver...Não importa quão terrível seja o predador...Essa menina é a primeira prova que fazer parte desse mundo é testar tudo que acreditamos ser certo e justo!—   Ela bebe mais um gole, mas preferia mil vezes tomar alguns comprimidos e esquecer tudo aquilo.

    Falas em branco
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1460
    Reputação : 89
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Bastet Dom Abr 25, 2021 10:30 pm



    Samantha
    Doiley

    Ela também toma um gole grande de água, enquanto Sebastian fala, suspirando. – Não é bem sobre roubar que eu tava preocupada, Sebastian. Não me leva a mal, eu sei que você quer ajudar, vocês sempre ajudam... É só que... porra... – nem termina a frase, amassando de leve a garrafa de plástico, já que não tinha um alvo claro para direcionar a sua raiva... Ainda.

    O papo que se seguiu não fez o humor dela melhorar... Apenas se aproximou da maca, observando a menina, calada. Ouvia, mas não queria ouvir. Só conseguia imaginar se a situação fosse com ela, com o filho. Tirou um pouco do cabelinho loiro da menina de frente do rosto e se sentou ao lado da maca. Não falou muito durante a conversa dos três.

    - Então é isso? Precisamos nos conformar? – perguntou olhando pra Silvia e Sebastian, sem parecer combativa. Tinha muito pesar na voz pra brigar.

    ---

    Após os dois saírem da sala, Samantha suspirou, olhando pra Chloe enquanto ela falava.  A morena se levantou, indo até a ruiva e segurando o rosto dela entre as mãos.

    - Respira, Chloe. Respira – a olhava nos olhos, respirando junto de forma teatral, para ambas se acalmarem – Nós fazemos parte de um mundo brutal. Infelizmente, não são só os meninos que fariam... isso. Você viu o que o Sebastian disse. Nesse mundo, você precisa se por em primeiro lugar... Não fala mais que preferia que eles fizessem com você também. Isso não traria nada de bom – talvez segurasse firme demais, mas logo soltou o rosto da outra, com delicadeza – Nós precisamos ser fortes pra tentar salvar o maior número de pessoas possíveis... Mas nem sempre vamos conseguir... Pelo jeito – uma lágrima descia pelo seu rosto – Vamos ver o que eles tem a dizer, antes de tomarmos qualquer atitude. Eles colocaram ela nas nossas mãos. Vão precisar nos ouvir... Se quisessem matar ela, não a teriam mandado pra cá...

    Voltou ao seu lugar, apoiando os dois braços na maca, ao lado da garota, e deitando a cabeça sobre ele. Pensando... O filho poderia estar no lugar da menina e poderia não estar também... Assim como Anne. Se o segredo fosse violado, todos estariam em perigo.

    Sentia a cabeça latejar com dúvidas. Os olhos vermelhos por um choro baixo.

    Se Chloe estivesse na sala passados uns 15 ou vinte minutos, Sam falaria, após pensar bastante.

    - Chloe... Se o Shaw só nos der a escolha de fazer o que ele quer ou matar ela... Você sabe se algum medicamento pode, de fato, apagar as memórias dela? – tinham de estar preparada pra fazer o pior, pra que o alpha não fizesse um pior ainda pior.

    No fim, se elas fizessem algo como levar a garota pra polícia, iam tá colocando Clara e as pessoas que as duas Sangue de Lobo se importavam em perigo. Não tinham opções realmente boas.

    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 567
    Reputação : 44

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por thendara_selune Seg Abr 26, 2021 12:01 am

    Chloe fica pensando em muitas coisas. Um estalo surge, quando Sam toca o rosto dela e pede que respire daquele jeito. A ruiva olha para morena e a escuta com atenção, assim que ela solta Chloe passa a mão na menina e suspira pesadamente.

    -Eu não quero que os outros matem a menina...Não quero que ela parar em uma ala psiquiátrica como se isso fosse uma prova de benevolência, quando na verdade é uma prisão cruel…-
    Chloe afasta-se de Sam e fica olhando para porta por um tempo como se esperasse Shaw chegar.- Vamos esperar...Seja como for, a morte vai nos alcançar, em um momento que ninguém espera...Sempre tem um toque sombrio nos cercando e cedo ou tarde nos cobra o que é devido…- Ela olha menina de novo e se senta escutando Sam falar sobre sedar pesadamente. - Eu posso induzir um coma, mas a que preço? Minha consciência não me permitiria tal coisa, dar um “apagão”, quem sabe usando medicamento pesado eu consiga, mas com efeitos colaterais que a tornaram uma inválida nessa idade...Quem carregaria o peso disso?- Chloe olha Sam com seriedade e recostou-se novamente na cadeira perto dos medicamentos.- Você tem muito pelo que lutar, tem muito pelo que temer- Ela olha o ventre de Sam- Espero que a alcateia compreenda a importância de sua presença nela, a vida que você carrega pode estar fadada a ser como eles ou ser como nós...Mas se for um humano poderá ter o azar de estar no lugar errado na hora errada...Alguém poderá optar em fazer o mesmo que eu...Vamos torcer para que sua criança não tenha o mesmo destino de Clara e nem os demais que são filhos e filhas das pessoas que conhecemos aqui.- Ela fecha os olhos pensando em tudo que aconteceu. - Desculpa se pareço idiota para você por pensar dessa maneira, mas quando olho essa menina não consigo aceitar as possibilidades que podem ser oferecidas a ela...- Sentia-se uma ferramenta de execução, como se mais uma vez Durham pudesse alcança-lá e a fizesse seguir por um caminho que não queria.



    Falas em branco
    Bastet
    Mestre Jedi
    Bastet
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1460
    Reputação : 89
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Bastet Seg Abr 26, 2021 1:23 am



    Samantha
    Doiley

    - Você acha que eu quero alguma dessas coisas pra ela, Chloe!? – gesticulou, um tanto surpresa – Claro que não... Mas pensar de forma filosófica sobre vida, morte, consciência e moral não vai nos ajudar agora. O que vai ajudar são soluções e eu já não consigo ver nenhuma em que eu acabe com minha consciência limpa no final do dia. Se eu quero jogar tudo pro alto, quebrar umas coisas e fingir que nunca aconteceu? Claro, porra. Mas surtar não vai resolver nada – estava um pouco irritada, as oscilações de humor indo quase nos extremos com toda aquela situação, por sorte tinha tomado os remédios antes de entrar na sala. Fechou as mãos como se pudesse socar alguma coisa, mas só voltou para perto da menina, ouvindo o que a ruiva tinha a dizer.

    Ia começar a falar sobre as opções de apagar ou colocar a menina em coma, mas logo Chloe entrou em um assunto que Sam não queria tocar no momento. Na verdade, um que não podia lidar no momento. Coisas que já estavam em sua mente e que, ditas em voz alta, pareciam reais demais.

    - Porra, Chloe, então apresenta uma possibilidade melhor! Eu só to te vendo reclamar e reclamar, cacete. – disse, se levantando, depois dela falar sobre seu filho e sobre as possibilidades apresentadas à Clara. Começou a sair da sala, mas parou na porta. – Olha, desculpa. Eu vou ver se consigo falar com um dos meninos. Se eu ficar aqui dentro vou acabar descontando minhas merdas em você.

    ---

    Sam foi até a entrada da clínica, com o celular na mão. Se sentou na escadinha que levava à porta, verificando se um dos meninos tinha respondido a mensagem... Ou se Anne tinha o feito também.  Um dos calcanhares batia freneticamente no chão, enquanto mexia no celular.

    Faor
    Mutante
    Faor
    Mutante

    Mensagens : 703
    Reputação : 27

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Faor Seg Abr 26, 2021 2:19 pm



    Assim que chega na Casa dos Algozes, vindo da reserva, Shaw vê as mensagens e ligações perdidas. Ele chama um carro de app e é o tempo de jogar uma água na cara e vestir uma camisa. No carro ele escreve para Silvia.

    - Temos nome e endereço? De uma ou duas meninas? Estou indo para a Clínica. Sabe se aconteceu mais alguma coisa estranha hoje?

    Antes do carro contornar a última esquina ele já sente a presença das Sangue de Lobo dos Algozes. Sente também boa parte de suas emoções. Quando caminha para a Clínica e vê Sam sentada no chão, ninguém precisa de um dom para saber como ela está. - Eu cheguei o mais rápido que consegui. Vamos entrar. - Ele não tinha nenhuma urgência na voz ou nos gestos. O nervosismo delas era muito intenso para ele tentar oferecer algum conforto. Assim como na noite em que Connor deixou a alcateia, o irraka usou o tempo sozinho no meio de uma crise para colocar a cabeça no lugar e tentar enxergar um caminho para seguir em frente. Não tinha a menor pretensão de achar um bom caminho, de seguir em uma direção que ele queira. Basta um caminho viável. Shaw para diante da morena e espera ela aceitar a mão dele estendida para que ela se levante, ele não apressa nada.

    - Chloe. - Um único aceno e ele fica aliviado por ver a menina inconsciente. - Eu sei que vocês não estão bem. E eu vou ouvir vocês. Mas por favor, me digam como ela está. E o que vocês acham que ela sabe, que ela lembra. - Ele fala pausadamente, com uma calma forçada. Ainda assim tenta um tom ameno, como se o tempo não importasse, como se ele não pudesse usar as respostas delas para condenar uma criança inocente.

    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 567
    Reputação : 44

    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por thendara_selune Ter Abr 27, 2021 8:55 am

    Chloe viu sentimentos explosivos nos olhos de Sam, e ficou momentaneamente satisfeita em causar nela toda a alteração que via. O ponto fraco da morena era aquela criança, mas ao mesmo tempo repreendeu-se internamente, não adiantava causar em Sam  tamanha raiva. Ela estava certa em uma coisa, Chloe surtaria em algum momento e tudo aquilo só contribuia para que isso acontecesse.
    O tal pertencimento parecia fugir dela, aquele mundo era amargo, alguns precisam perder tudo para que outros vivam, Clara ficou no meio disso e Chloe ainda ouvia as palavras de Sebastian seu coração se contraiu com medo. Ela escuta o pedido de desculpas, aquilo soa amargo, mas Sam tinha razão em boa parte do que falou e a ruiva sente como se estivesse para perder algo de si mesma em breve.
    — Eu também lhe devo desculpas...Tem muita coisa acontecendo e você está certa em dizer que não tenho nenhuma solução... —  Depois a ruiva deixa Sam ir. Ela passa a mão pelo cabelo e fica olhando a porta como se esperasse uma rota de fuga para longe dali.

    *********************************************************************************************************
    @Faor @Bastet

    Chloe levantou quando Sam saiu e olhou os medicamentos pensando no que seria útil.Os olhos se prendem a instrumentais que ficavam no armário, o bisturi vai parar no bolso de Chloe. Ela não sabia o que aconteceria quando um dos rapazes da alcateia chegasse ali ou se fossem outros que reivindicassem Clara?!. O âmbar brilhante que tem em seus olhos parece secar quando olha a menina que agora parecia um fantasma vivo que estava assombrando a ruiva. Aquilo apertava o coração dela, sentia-se uma criatura horrível e quando reconhece a voz de Shaw do lado de fora abre a porta o deixando entrar com Sam.  Ela o escuta e é evidente a sensação da ruiva em sentir que aquilo tudo é muito errado.

    — Ela está como você vê...Uma criança cheia de escoriações, hematomas e perdida — A voz de Chloe era amarga e tentando manter uma calma que não duraria para sempre — Ela chegou aqui falando coisas sobre lobos e uma palavra que não sei se é o nome de um brinquedo ou animal...— A ruiva olha Sam e prossegue como se quisesse que uma solução milagrosa caísse no colo deles. —  “Skey”...Era isso ou algo assim, já não sei e o sedativo tem tempo para terminar e quero saber o que você  pretende fazer com a menina?—  A voz dela sai como se fosse uma lâmina cheia de raiva contida. Então apelando para que ele tenha um resquício de piedade, ela aproxima-se dele e segura em sua mão apertando-a como se fosse uma criança esperançosa. —  O que aconteceu com ela Shaw?— Talvez porque tenha sido ele a chamá-la para alcateia se sentisse tentada a ceder a presença dele. —  Você vai mata-lá?— A última palavra é um sussurro triste. —  Sebastian esteve aqui, Olena ficou preocupada com Axel e parece que aconteceu muita coisa estranha, mas estávamos tão imersas aqui dentro que não sei o que houve lá fora...Acho que notei uma oscilação de energia...As pessoas falaram de um eclipse… —  O desespero surge na voz dela que solta a mão dele constrangida.

    Falas em branco
    Conteúdo patrocinado


    A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo   Empty Re: A Clínica - Primeira lua nova - Terceiro capítulo

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Jul 27, 2021 2:47 am