Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Brumas de Baróvia

    Dovahkiin
    Cavaleiro Jedi
    Dovahkiin
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 155
    Reputação : 9

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Dovahkiin Seg Maio 03, 2021 10:13 pm

    O Duergar entrega a carta para quem quisesse lê-la, então a Elfa levanta-se e segura a carta, seguida pelo meio-elfo. Enquanto isso, o Clérigo e os dois anões discutiam sobre suas ações na batalha com o bandido que fugiu floresta adentro. Apesar das discordâncias, os três parecem compreenderem (ou ao menos aceitarem) o ponto de vista uns dos outros. Os dois anões então se cumprimentam enquanto o barman levantava-se de trás do balcão e abria a bolsa de moedas, deleitando-se com seu conteúdo, que deveria ser maior do que ele costumava receber em uma semana inteira de serviço.

             Dalnur então lembrava-se do taverneiro e dirigia-se a ele, pedindo desculpas e dizendo que aceitava a refeição do dia (paga pelo misterioso e extravagante homem que havia ido embora) e pede uma vassoura para limpar o lugar enquanto o jovem prepara a refeição. Saarth dirige-se à Elfa pedindo que esta leia a carta em voz alta.

    Após ler a carta, a Elfa quebra o gelo:

    Lúnathêl : – Não me importo com honra, mas irei atrás de quem pede socorro. Aceito a ajuda que for.

             Restava decidirem se ajudariam ou não, se juntariam-se nesta tarefa e se seguiriam para Baróvia durante a noite ou esperariam até o amanhecer (considerem que o dinheiro pago ao taverneiro também cobre os quartos caso os PJs decidam dormirem no local). De cara, alguns membros do exótico grupo que se formava já aceitavam a missão. A Elfa sugere esperarem até o amanhecer.
    Sandinus
    Moderador
    Sandinus
    Moderador

    Mensagens : 10925
    Reputação : 80
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Sandinus Seg Maio 03, 2021 11:41 pm

    Dalnur ouve as palavras da elfa enquanto discutia seu ponto de vista com o Clérigo e o Guerreiro, mas ambos se entendem. A leitura da carta chama a atenção do Duegar que se comove com a situação e se fosse uma doença ele poderia trata-la. Ele volta-se para os demais:

    -A doença aflige as pessoas de modo terrível, sei bem disso porque já tratei muitos enfermos. E independente disso o caminho é o mesmo que pretendo seguir: Baróvia. Portanto se me permitirem gostaria de participar dessa empreitada, sem dúvidas é um chamado do todo poderosos An'tè.

    Dizia o Duegar de modo sereno e determinado.
    Edu
    Wyrm
    Edu
    Wyrm

    Mensagens : 7744
    Reputação : 116

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Edu Ter Maio 04, 2021 12:41 am

    - Hm...- Saarth fez um expressão reflexiva

    Puxou uma cadeira para si e sentou-se porquê debate todo o tinha deixado cansado.

    - Pode ser uma maldição, talvez possa ajudar essa moça, não vai me custar muito mesmo tenho que ir para Baróvia mesmo.

    O Duergar esquentado já tinha falado que iria ajudar também, agora só faltava o outro anão e o feiticeiro. Sentado na cadeira virada ao contrário e com os braços apoiados no encosto dela ficou olhando para os dois esperando uma resposta.
    Alexyus
    Mestre Jedi
    Alexyus
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1159
    Reputação : 56

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Alexyus Ter Maio 04, 2021 8:44 am

    Loriel ouviu a leitura da carta pela elfa e reconhece o chamado de alguém aflito. Talvez ele estivesse sendo vitimado pelo mesmo mal do qual tinham avisado o virtuoso no caminho.

    Aproveitando a proximidade com a elfa, o clérigo e os dois anões, ele diz:

    - Meus caros, pelo que percebo, todos estávamos a caminho de Baróvia, e todos nos interessamos por responder a esse pedido de ajuda. Posso propor-vos uma aliança? Podemos comer, beber e dormir juntos, e juntos partirmos para Baróvia pela manhã. Parece que temos mais afinidades em comum do que diferenças.

    Ele disse isso apontando para o símbolo de An'te em cada um deles e fazendo um sinal de reverência.

    - Já que partilhamos do mesmo objetivo, muito me honraria conhecer vossos nomes e histórias, mas seria descortesia minha pedir isso sem me apresentar primeiro. Meu nome é Loriel Ângelus, e como podem ver sou um meio-elfo. Eu nasci um Virtuoso, e cresci no Vale Rhawe. Há algum tempo deixei meu lar para conhecer o mundo e fazer o bem onde eu puder. E aqui estou!
    Sandinus
    Moderador
    Sandinus
    Moderador

    Mensagens : 10925
    Reputação : 80
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Sandinus Ter Maio 04, 2021 11:03 am

    Dalnur ia limpando a taverna do homem e ao mesmo tempo conversando e bebendo. Ele ouve os demais e ao que parece todos estavam indo até o mesmo local: Baróvia. Aquilo agrada o duegar que se o grupo realmente se mostrasse de confiança poderia até chama-los para deter o Paladino Caído, mas ainda precisava analisa-los mais. Ele ouve o meio elfo se apresentar e acena positivamente em seguida também se apresentando.

    -Pois bem, podem contra com a falcione de Dalnur Keenbeard Terceiro, este que vos fala.
    Dovahkiin
    Cavaleiro Jedi
    Dovahkiin
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 155
    Reputação : 9

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Dovahkiin Qua Maio 05, 2021 12:30 pm

    Assim que o grupo se apresenta, eles fazem a última ceia (paga pelo misterioso benfeitor) e vão descansar para sua missão ao amanhecer. os alojamentos consistem em quatro quartos com duas camas de colchão de palha cada. Não é muito confortável, mas melhor que nada. (OFF: Se desejarem, podem interagir mais nessa parte)

            Com a primeira luz do sol atravessando as árvores, o grupo parte para o Leste, seguindo a estrada. (infelizmente a única montaria disponível na taverna é propriedade do dono e ele não deseja negociá-la. A viagem a pé durará cerca de um dia. O deslocamento dos anões é ligeiramente menor que o do restante do grupo, podendo atrasar um pouco a viagem, mas caso deseje, a Hydra pode carregar até duas pessoas).







            O clima está ameno e uma leve brisa roça as folhas das árvores. O caminho não parecia tão tenebroso durante o dia. Porém, ao longo do caminho, a estrada se torna barrenta e os sons da floresta parecem diminuir à medida que o grupo se aproxima mais de seu destino, e em dado momento, o único som que podem ouvir são seus passos na lama.

            Durante a tarde, o clima se torna mais nublado e névoas espessas e frias espalham-se sobre a estrada. Em todas as direções as névoas tornam-se mais espessas e a floresta mais opressiva.



    Brumas de Baróvia - Página 2 Forest-dark-creepy-night



           
            Ao final da tarde, quando o sol já estava se pondo, o grupo finalmente avista os portões de Baróvia.


    Portões de Baróvia:
    Brumas de Baróvia - Página 2 Gates


            Destacando-se dos impenetráveis bosques de ambos os lados da estrada, pesadas colunas de pedra cinza aparecem por entre as névoas. Duas enormes portas de ferro erguem-se das colunas. O orvalho adere com fria tenacidade às barras enferrujadas. Duas estátuas de guardiões armados, usando armaduras típicas dos membros da Ordem do Dragão flanqueiam silenciosamente a entrada. Suas cabeças, separadas dos ombros, descansam agora entre a relva a seus pés.

            Assim que o grupo se aproxima dos portões, um vento brusco e frio parece passar pelas barras enferrujadas, abrindo os pesados portões com um rangido fantasmagórico. Seria coincidência?! Curiosamente, não parece haver ninguém vigiando o grande portão que teoricamente deveria proteger a cidade de ameaças externas.

    OFF: Podem interagirem entre si e com o cenário como bem entenderem durante todo o percurso.
    Alexyus
    Mestre Jedi
    Alexyus
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1159
    Reputação : 56

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Alexyus Qua Maio 05, 2021 2:51 pm

    Graças àquele bendito anel do sustento, Loriel dispensava a necessidade de comer, beber, e suas horas de sono necessárias durante a noite não passavam de duas. Assim, ele manteve-se alerta por um longo tempo enquanto seus novos companheiros de viagem repousavam. Foi apenas nas últimas horas da madrugada que ele permitiu-se adormecer para restaurar suas forças.

    No dia seguinte, Loriel acordou bem disposto, preparado para começar a nova jornada em companhia de seus recém-conhecidos.

    - Bom dia, companheiros! Que An´tè os abençoe neste dia! Estão prontos para partir?

    Na estrada, Loriel iria indagar aos companheiros sobre suas crenças:

    - Então todos vocês são crentes da fé em An'tè? Contem-me como a fé se fez presente em suas vidas! Gostaria muito de ouvir suas experiências, ainda mais do nosso sacerdote Saarth e do mestre paladino Dalnur!

    O meio-elfo era muito bom ouvinte, e estava bastante interessado no caráter e na história de seus novos companheiros.

    Numa ocasião diferente, ele abordaria Lúnathêl:

    - É realmente um prazer ter a companhia de alguém do povo élfico nessa viagem! Eu cresci entre os Altos Elfos, mas confesso que me sinto mais livre agora longe do Vale Rhawe. De onde você é?

    O caminho pela floresta, mesmo quando enlameado, não causava apreensões em Loriel. Como tinha pouca bagagem, ele ofereceria ajuda aos companheiros se fosse necessário para avançar carregando suas bagagens, armas e armaduras.

    Finalmente, Loriel e seus novos amigo chegaram diante dos portões da Baróvia. Ele deu uma boa olhada nas gigantescas estruturas e comentou com um sorriso:

    - Cá estamos, meus caros amigos, às portas do covil do mal encarnado! Prontos para adentrar esse novo terreno?
    Sandinus
    Moderador
    Sandinus
    Moderador

    Mensagens : 10925
    Reputação : 80
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Sandinus Qua Maio 05, 2021 3:20 pm

    Dalnur foi  último a dormir, pois tinha prometido que limparia a taverna e assim fez, ele viu um a um seus novos parceiros subirem. E assim que terminou subiu também para o seu quarto. Ao acordar fez suas orações diárias pedindo a benção de An'tè, desceu comeu mais alguma coisa, cumprimentou seus novos companheiros e saiu da taverna para levar um pouco de Sol, o Duegar passou a se acostumar com o Sol na sua pele, mas não em seus olhos, não é a toa que adquiriu um óculos que protegia seus frágeis olhos da luz do sol, melhorando suas visão, percepção e inclusive combate, óculos este que foi bastante caro diga-se de passagem.

    Assim que o Grupo se juntou para partir, ele decidiu apresentar sua companheira. Então pronunciou algumas palavras de poder e do céu um raio de luz se chocou com o solo, tomando forma e revelando-se uma Hydra de escamas douradas como ouro e com auréolas sagradas em cada uma de suas cinco cabeças. Dalnr sorriu e foi acariciar a Hydra recebendo carinho com enroscadas das varias cabeças quase tirando ele do solo.

    -Essa é Su'kwala, meu presente do todo poderoso An'tè, minha companheira e montaria fiel. Su'kwala consegue levar até duas pessoas e para acelerar o passo a viagem sugiro que Zoltan suba para seguirmos viagem. Com isso estaremos prontos! Respondia ele a primeira pergunta do elfo.

    Ele aguardava o Guerreiro subir enquanto ouve Loriel indagar sobre suas histórias. Era algo que Dalnur tinha orgulho de contar, mesmo com todo o sofrimento que passo, pois esse sofrimento o fez aceitar An'tè.

    O Duegar fala que é descendente de Dalnur Keenbeard Primeiro um dos Duegars que se uniram a revolta de Durin, mas por circunstâncias que ele explica a sua linhagem acabou não se tornando filhos de Durin e que ele nasceu ainda nos subterrâneos e foi capturado para ser escravizado pelos Duegars, sendo taxado de traidor de sua raça e marcado com cicatrizes de tatuagens fazendo questão de mostrar na sua cabeça e em parte de seu corpo, ele conta ainda que era pequeno quando sofreu tudo isso, mas foi resgatado pela Ordem do Dragão e acabou se dedicando e estudando para se tornar um Paladino.

    Ele também fala de todo sofrimento que passou por ser um Duegar e contra a trágica história que encontrou sua hydra com incontáveis companheiros mortos.

    Quando encerra ele beija uma das cabeças da hydra e faz mais um carinho, sendo retribuído e agarrado pelas cinco cabeças e levantado além de sua sela, era visível que ambos se divertiam juntos e eram muito felizes, como se fossem família, ou até ele sendo o pai da hydra. Após ser colocado em seu lugar por ela ele ainda sorrindo indaga os demais:

    -Também gostaria de ouvir a história de vocês!

    Mais tarde, quando alcançam os portões que abrem de modo suspeito, Dalnur toma uma postura mais serena encarando a  entrada com desconfiança.

    -Bem, chegamos... Parece que já nos esperavam, o que era de se imaginar... Fiquem atentos...
    Dycleal
    Wyrm
    Dycleal
    Wyrm

    Mensagens : 7769
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Dycleal Qua Maio 05, 2021 3:25 pm

    Zoltan comeu e se fartou, era adepto de uma boa comida, principalmente se acompanhada com uma cerveja encorpada e seu estomago, era duro como as pedras ancestrais. Dormiu bem a noite e antes do sol nascer já estava a procura do desjejum e pronto para sair a estrada, assim que enfiasse algo quente pela boca. Era um guerreiro austero e sem grandes exigências. Apenas era zeloso com seu material de trabalho, com sua fé e sua família, coisas na qual centrava seu viver e seu cotidiano.

    Na estrada, o companheiro que se apresentou como Loriel, puxou conversa com todos, tentando ser simpático e o anão apenas relatou sobre sua relação com a casa da Luz, e a sua busca familiar e no resto do tempo ficou atento ao caminho enquanto cantarolava músicas marciais ou cânticos de adoração dos anãos. Até que chega aos portões da cidade que chamavam de Baróvia. O sangue ferve em suas veias ao lembrar que ali podiam estar os amores da sua vida e fica olhando para a grandiosidade daquelas estatuas.

    Por fim, decidido, fala: - Bem, vamos se mexer, os vamos perder a cabeça, como esses dois ai.Aponta para as estatuas enquanto fala e ruma em direção ao misterioso portão que se abre sozinho, como se o destino ou coisa pior os esperasse.
    Edu
    Wyrm
    Edu
    Wyrm

    Mensagens : 7744
    Reputação : 116

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Edu Qui Maio 06, 2021 3:06 pm

    Saarth assim que acordou fez as suas preces diárias e renovou os seus poderes dados por de An'te. No momento em que o meio-elfo perguntou sobre as experiências vividas o clérigo ficou quieto, acho que era melhor não falar. Ficou ouvindo a historia do anão sobre a vida dele. Não trabalhou muito na sua mente que tinha ouvido, apenas deixou que viesse na sua mente e a guardou lá. Continuou caminhando até que chegasse até o portão aparentemente em ruinas, Saarth parou alguns metros do portão e quando o vento soprou e o atingiu em cheio. Teve que segurar o elmo para que esse não voasse, passando ele ajeitou a proteção de metal na cabeça e avançou de forma reflexiva para e estatuas.

    De sua estatura minúscula perto da grandiosidade do objetos de pedra, ele observou:

    - Hm...É bem obvio o que vou falar, mas tem algo de errado aqui - Disse isso puxando a espada da bainha.

    Andou até onde o grande portão de ferro estava aberto e olhou lá dentro da cidade. Queria ver se via alguma coisa, desconfiava que tinham caído numa armadilha.

    mecânica:


    Observar+ 4

    Edu efetuou 1 lançamento(s) de dados Brumas de Baróvia - Página 2 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    2



    Alexyus
    Mestre Jedi
    Alexyus
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1159
    Reputação : 56

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Alexyus Sex Maio 07, 2021 10:50 am

    Loriel ficou muito impressionado com a hydra sagrada de Dalnur, e até tentou acariciar uma das cabeças de Su´kwala buscando fazer amizade.

    A história de Dalnur era triste, assim como a busca esperançosa de Zoltan. Mas Loriel ficou contente quando o guerreiro começou a cantar melodias anãs e músicas marciais, e juntou-se a ele, tentando aprender as canções.

    Ele notara que Saarth era mais silencioso, e respeitou a postura do clérigo.

    Mas diante dos portões de Baróvia, ele percebeu a cautela de Saarth, e segurou Zoltan antes que ele avançasse demais.

    - Espere, mestre Zoltan! Vamos avançar com cuidado, como o padre Saarth.

    Ao mesmo tempo, ele também aguçava seus sentidos para entender melhor aquele cenário.
    Observar +1 ou Ouvir +1:
    Alexyus efetuou 1 lançamento(s) de dados Brumas de Baróvia - Página 2 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    2
    Sandinus
    Moderador
    Sandinus
    Moderador

    Mensagens : 10925
    Reputação : 80
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Sandinus Sex Maio 07, 2021 11:19 am

    O Anão encoraja Loriel a acaricia  Su´kwala, ela apesar da aparência de mal encarada mesmo sendo celestial, era bastante dócil para com seus aliados, ela sabia muito bem distinguir as pessoas e até entendê-las em parte, pois tinha uma intelecto quase humano, ela retribui o carinho de Loriel resvalando alguns de seus pescoços no corpo do elfo.

    -Hahahaha, ela é mais dócil do que você pensa, as vezes acho que ela é dócil até de mais e um pouco inocente.

    O Duegar olha a frente e Saca sua Falcione encarando os portões.

    -Su´kwala, temos que ficar com os sentidos aguçados, vamos!
    Com isso cada cabeça da Hydra olhava em uma direção, mas a visão desses animais não era das melhores.

    Rolgens:

    Observar e ouvir de Dalnur: +2/+2
    Sandinus efetuou 2 lançamento(s) de dados Brumas de Baróvia - Página 2 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    10 , 6

    Observar e ouvir de Su´kwala: +5/+5
    Sandinus efetuou 2 lançamento(s) de dados Brumas de Baróvia - Página 2 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    2 , 9
    Dovahkiin
    Cavaleiro Jedi
    Dovahkiin
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 155
    Reputação : 9

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Dovahkiin Sex Maio 07, 2021 11:21 am

    Saarth e Loriel eram cautelosos e aproximavam-se dos portões tentando perceber algo, mas o máximo que percebiam eram sombras em meio a uma densa névoa que rodeava tudo. Logo atrás, Dalnur apenas conseguia distinguir a silhueta das habitações na névoa. A Hydra pressentia algo de estranho no ar, mas não parecia sentir um perigo imediato.

    OFF: Caso decidam seguir em frente, segue a cena:

            O grupo então decidia adentrar os misteriosos portões. Assim que passam, têm seu primeiro vislumbre a decadente Vila de Baróvia:







    Brumas de Baróvia - Página 2 Maxresdefault


            Altas sombras aparecem na densa névoa. Ao se aproximarem, percebem que as sombras são silhuetas de edifícios de um povoado. As janelas de cada casa os observam fixamente como olhos na escuridão. Nenhum som interrompe o silêncio, exceto um simples choro melancólico que ecoa pelas ruas à distância.







    Vila de Baróvia:
    Brumas de Baróvia - Página 2 Barzvi10



    OFF: Vocês chegam à vila pela estrada que aparece ao sul da imagem. Caso decidam seguir o som do choro, ele leva até a casa E3. Com exceção dos edifícios E1 e E2, todas as lojas estão fechadas.


            Ao caminharem, os membros do grupo percebem que boa parte das casas da vila encontram-se vazias e arruinadas. Marcas semelhantes a garras cobrem muitas paredes e portas.


    Brumas de Baróvia - Página 2 Tumblr_pdzzhyxJcF1xd3jh3o2_400


            Diversas casas e lojas abandonadas parecem ter sido saqueadas.
    Sandinus
    Moderador
    Sandinus
    Moderador

    Mensagens : 10925
    Reputação : 80
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Sandinus Sex Maio 07, 2021 11:38 am

    OFF: Porra, somando o som da musica "Dark" + a MUlher Chorando, o clima fica bem tenso! OFF

    Assim que adentram os portões tudo parecia deserto, o som dos uivos do vento ecoavam pela região, o clima era terrivelmente pesado e as casas tinham marcas de garra por todo o lugar, porém, ao longe um choro desesperado era ouvido Dalnur e Su´kwala logo perceberam de onde vinha e acreditam que os demais tiveram a mesma sensação. O Duegar engole seco e em seu interior uma preocupação brotava quanto aquelas pessoas da vila. E ele segue o choro passando por dois lugares que estavam abertos, uma taverna e um comércio e finalmente alcançando a praça central, de lá eles param mais uma vez para detectar de onde vinha o choro e logo o Duegar visualiza uma casa a sua esquerda.

    -As coisas aqui estão muito piores do que eu pensava...isso parece uma vila deserta e acossada por criaturas estranhas, como era de se imaginar. Não sei vocês, mas devíamos seguir até a casa onde essa mulher chora, pode estar desesperada por alguma coisa e precisando de nossa ajuda.

    O clima sombrio do local era iluminado em parte pelo brilho sagrado que a hydra emanava, mas o brilho não poderia ser considerado uma fonte de luz mínima. Dalnur saca sua falcione e fica de prontidão. E aguarda os demais para seguir até a casa onde o choro de uma mulher vinha. Enquanto olhava as janelas, casas, ruas e prédios ao redor.

    OFF: Medo de ser uma Banshee kkkkkkk OFF
    Alexyus
    Mestre Jedi
    Alexyus
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1159
    Reputação : 56

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Alexyus Sex Maio 07, 2021 12:49 pm

    Loriel caminhava por aquela vila macabra sentindo os pêlos de sua nuca se arrepiando com tudo que via e ouvia.

    O choro da mulher era desesperado e histérico, mas não parecia um pedido de ajuda.

    Dalnur escreveu:-As coisas aqui estão muito piores do que eu pensava...isso parece uma vila deserta e acossada por criaturas estranhas, como era de se imaginar. Não sei vocês, mas devíamos seguir até a casa onde essa mulher chora, pode estar desesperada por alguma coisa e precisando de nossa ajuda.

    Parado numa encruzilhada da cidade, Loriel balançou a cabeça para o paladino anão:

    - Eu aprecio o seu altruísmo em querer socorrê-la, mestre Zoltan, mas como bem observou, as coisas aqui estão bem ruins. Eu não saberia priorizar quem precisa de mais ajuda. Mas quem solicitou nosso auxílio foi o burgomestre, e eu acho que seria melhor encontrá-lo antes de qualquer coisa. Talvez ele possa nos contar mais sobre o que têm ocorrido aqui, inclusive com essa pobre mulher chorosa.

    Tendo dado sua opinião, o meio-elfo Angelus esperou que os outros também se manifestassem, pois embora tivesse divergido do paladino, ele mesmo não tinha muitas pistas sobre onde agir primeiro.
    Dycleal
    Wyrm
    Dycleal
    Wyrm

    Mensagens : 7769
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Dycleal Sex Maio 07, 2021 1:00 pm

    Zoltan acha tudo estranho, porém quem adentrou a profundeza da terra e caminhou nos seus subterrâneos a caça de Drows, não estranha mais nada, porém, saca sua arma e observa ao redor tentando localizar de onde vem o choro da mulher...

    Ouvir+2:
    Dycleal efetuou 1 lançamento(s) de dados Brumas de Baróvia - Página 2 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    18
    Sandinus
    Moderador
    Sandinus
    Moderador

    Mensagens : 10925
    Reputação : 80
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Sandinus Sex Maio 07, 2021 1:42 pm

    - Eu aprecio o seu altruísmo em querer socorrê-la, mestre Zoltan, mas como bem observou, as coisas aqui estão bem ruins. Eu não saberia priorizar quem precisa de mais ajuda. Mas quem solicitou nosso auxílio foi o burgomestre, e eu acho que seria melhor encontrá-lo antes de qualquer coisa. Talvez ele possa nos contar mais sobre o que têm ocorrido aqui, inclusive com essa pobre mulher chorosa.

    O Duegar maneia a cabeça negativamente e volta-se para o meio-elfo:

    -Infelizmente não posso deixar alguém em desespero, ainda mais sabendo da situação desta cidade, além disso, essa mulher pode nos dizer onde fica a casa do Burgomestre, capturamos dois coelhos com uma cajadada: ajudamos a mulher e perguntamos sobre o Burgomestre seguindo até ele posteriormente. Mas se quiserem procurar ao modo de vocês fiquem a vontade, eu não posso me recusar a cuidar de alguém em sofrimento. E Esta mulher parece precisar de ajuda imediata.

    Dito isso ele segue até a casa. De onde os choros estão vindo. Sem esperar os demais.
    Khaleesi
    Investigador
    Khaleesi
    Investigador

    Mensagens : 80
    Reputação : 18

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Khaleesi Sex Maio 07, 2021 3:49 pm

    Passo um tempo na taverna para comer, me apresento como Lúnathêl e então subo aos quartos com os outros, mas preciso apenas de algumas horas meditando para me sentir descansada. Quando o dia amanhece, finalmente saímos em direção à Vila de Baróvia, alguns caminhando, outros montados na recém-apresentada Hydra.

    Naturalmente, ando à frente do grupo, tanto por ser mais rápida que o resto, quanto pelo costume de servir como escolta durante caçadas. Quando Loriel pergunta sobre nossa fé, percebo que pouco pensava em religião. A maioria dos Elfos acredita ser filho de An´tè, mas sua presença nunca foi grande em minha vida. Somente respondo o Meio-Elfo quando fala diretamente comigo.

    – Fui criada com meu povo em LLoughy, entre densas florestas. Meu pai nasceu em Rawhe, mas assim como você, também foi embora. Segundo ele, para fugir da vaidade e arrogância.

    Finalmente em Baróvia, adentramos a cidade sem medo. O estado do lugar era decadente, quase macabro, e o choro de uma mulher podia ser ouvido distante. Enquanto o grupo discutia sobre o que fazer, presto atenção ao meu redor em busca de algo que não havíamos notado.

    Observar +14, Ouvir +14:
    Khaleesi efetuou 2 lançamento(s) de dados Brumas de Baróvia - Página 2 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    18 , 8

    – Espere! – tento avisar Dalnur para não continuar sem o grupo, mas ele caminha impaciente. – Vou atrás dele, podem procurar a cidade se quiserem, ou venham comigo, só não fiquem sozinhos. – digo aos que restaram antes de ir atrás do Duegar.
    Edu
    Wyrm
    Edu
    Wyrm

    Mensagens : 7744
    Reputação : 116

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Edu Sex Maio 07, 2021 3:51 pm

    Saarth esperou até que os outros começassem a entrar na cidade também para que ele mesmo pudesse botar os pé dentro da mesma. Então quando o fizeram ele foi acompanhando em silencio. Ia observando tudo e a aparência não parecia boa. Ficava-se perguntando o que acontecera ali? Uma parte da resposta vem quando ele vê nas casas e outros edifícios marcas de garras nas paredes. Más memorias voltam a sua cabeça, ele fecha os olhos por um momento e afasta elas.

    É depois desse segundos de volta ao passado é que ele começa a ouvir o choro da mulher e um frio na espinha vem, havia algo de errado ali. O Duergar impulsivo já queria ir até a mulher enquanto o meio elfo queria ir até a casa do Burgomestre.

    - Eu vou junto até a mulher que chora junto com o anão e vocês vão até o Burgomestre - Disse ele dando uma corridinha até o anão que já segui na frente.

    Chegando até o anão ele volta ao seu ritmo normal de caminhada.

    - Você observou as garras nas paredes? É possivel que estejamos lidando com licantropos aqui, tem algo de prata? - indagou Saarth caminhando ao lado do anão.
    Dovahkiin
    Cavaleiro Jedi
    Dovahkiin
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 155
    Reputação : 9

    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Dovahkiin Sex Maio 07, 2021 4:10 pm

    OFF: Pelo que percebi, a maioria do grupo optou por seguir o Duergar. Se ainda assim desejarem se dividir, postem abaixo, de outra forma considerarei que o voto da maioria venceu e o grupo permanece unido.


    Nada escapa aos olhos e ouvidos aguçados da elfa, e logo que adentra a cidade ela já percebe diversos detalhes que os outros deixaram passar:

    * Muitas casas ainda possuem moradores, mas quase todas elas encontram-se com portas e janelas trancadas (embora ela perceba ocasionais olhos humanos espreitando por entre as janelas fechadas.

    * Além dos dois estabelecimentos abertos, ao extremo Oeste da praça central encontra-se a maior residência da cidade, embora nem ela esteja em bom estado.

    * Mais ao longe, onde os olhos dos outros personagens não alcançam, a Nordeste da praça central há algo que lembra um templo de An'tè.

    OFF: Se assim desejar, pode revelar ao restante do grupo as informações ou guardá-las para si.


            O grupo caminha aproximadamente até aproximadamente a praça central, enquanto o choro parecia aumentar, indicando que se aproximavam do local. No caminho, apenas duas lojas pareciam estar funcionando:


    Comércio de Bildrath::
    Uma escassa luz proveniente do edifício escapa detrás de pesadas cortinas. O letreiro acima da porta range nas dobradiças, anunciando o nome da loja.

    Brumas de Baróvia - Página 2 Pic_04.jpgc02eb759-2739-4400-9df5-004ff7b6485cLarge


    Taverna Sangue de Videira::
    Um largo raio de luz, cuja claridade assemelha-se a uma sólida coluna na pesada névoa se abre na direção da praça central. Acima da porta de entrada que deixa a luz passar, uma placa de madeira entalhada está pendurada precariamente anunciando o nome do local.

    Brumas de Baróvia - Página 2 1*axVbZv5IQWh4Gj-Kxxyhkg

    Mais para frente, o grupo percebe que o choro vem de dentro de uma casa de cerca de 13m quadrados e dois andares.



    Brumas de Baróvia - Página 2 MW-FX294_haunte_20171030155033_ZQ



           O grupo então parece entrar em uma discussão sobre qual direção tomar, se atender ao lamento ou continuar à procura da casa do Burgomestre. Dalnur decide que independentemente da escolha do grupo, seguirá para a casa de onde vem o choro, sendo seguido de perto por outros membros do grupo. Todas as janelas da casa estão trancadas e a porta fechada.



    Possíveis ações::
    Se os personagens baterem na porta, ninguém irá atender, mas o choro continua, indicando que realmente existe alguém dentro da casa.

    Se tentarem entrar, a porta estará trancada por dentro.



    OFF: Se acharem que eu estou indo rápido demais, podem dizer.
    Conteúdo patrocinado


    Brumas de Baróvia - Página 2 Empty Re: Brumas de Baróvia

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Maio 17, 2021 9:54 pm