Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 2 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE JUNHO
A partir de agora somente mestres com mesas ativas no fórum terão o nick laranja
para ficar mais fácil a distinção. Fiquem atentos que em breve teremos
um novo modelo de pedido de mesa!




 

    [ON] SOB OS HOLOFOTES

    scorpion
    Adepto da Virtualidade
    scorpion
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1971
    Reputação : 80

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por scorpion Sex Maio 14, 2021 10:08 pm

    Era mais uma noite de sábado comum na vida de Claire Kreuk. Como uma influenciadora digital de cinco milhões de jovens americanos, era muito comum que Claire fosse convidada para festas cheias de pessoas vazias... e esse era mais um dos casos. Naquela semana, Claire recebeu diversos convites, mas o mais atrativo deles foi o de uma enorme boate que estaria sendo inaugurada perto da orla de Sunset Beach.

    O local prometia muito. A Boate era enorme e muito luxuosa. Logo na entrada, diversos carros esportivos pareciam desfilar, trazendo dentro playboyzinhos e garotas interesseiras. Donos de empresas, esportistas, jovens filhinhos de papai e toda a sorte de gente endinheirada estava por lá. Não obstante a isso, a boate era um dos empreendimentos de Malcolm Weiss, o homem mais rico do mundo, possivelmente.

    Quando chegou, Claire foi recebida com toda a pompa. Dois seguranças enormes e com cara de israelenses a receberam sem sorrisos, impedindo que uns curiosos tentassem passar a mão na influenciadora. Logo, Claire foi recebida por uma linda mulher negra que estava ali como recepcionista, sorrindo com uma prancheta eletrônica na mão. Claire nem precisou se apresentar, a moça já disse "Suprema", certo? E fez um sinal charmoso para que Claire a acompanhasse até sua mesa.

    Entrando, o local era ainda maior do que parecia e já estava bem lotado. Luzes coloridas piscavam e diversos tipos de atração rolavam no local. Barmen fazendo malabaris e criando drinks exóticos, mulheres lindas expondo seus corpos em danças sensuais dentro de taças gigantes, trapezistas sincronizados girando no teto que piscava e um par de DJs no centro em uma espécie de estação flutuante. Já dava pra saber que tudo ali era caro, até mesmo o ar que se respirava, mas uma coisa era certa: a nata da nata estava ali.

    Claire foi levada ao segundo andar, onde tinha uma mesa com um totem e seu "S". Também havia um vasinho com as flores preferidas de Claire dispostas... possivelmente conseguidas através de históricos de pesquisa e cruzamento de inteligência.... e o mesmo podia ser dito quando um garçom que parecia ser indiano se aproximou poucos segundos depois que ela se sentou e ofereceu um drink (que era o drink preferido de Claire), junto com um pratinho com os petiscos preferidos da heroína.

    A negra se abaixou um pouco para estar mais perto de Claire e sorriu.

    Recepcionista: Eu espero que tenhamos acertado na pesquisa dos seus gostos e que esteja tudo do seu agrado, Claire. Se precisar de algo, toque esta campainha que um garçom virá atendê-la. E, por favor, não se preocupe com nada... é tudo por nossa conta. Só não esqueça de caprichar nos stories, tá?

    Ela piscou e saiu, sumindo na multidão.

    A noite continuou por horas, até que ouviu-se vários gritos femininos lá embaixo... A multidão se abria na pista de dança e Claire podia ver lá de cima um jovem caído no chão, meio curvado.... e no chão branco da pista, embaixo dele, uma poça de sangue começava a se formar, enquanto o jovem sofria, enquanto tentava segurar as próprias tripas...
    Convidado
    Convidado
    avatar

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Convidado Dom Maio 16, 2021 12:20 pm

    Clair estava no carro, do lado de fora da boate uma fila enorme se estendia e a super-heroína encarava as pessoas através da janela de vidro fumê. O motorista de aplicativo parecia falar com ela porém estava distante demais em seus próprios pensamentos. Sua mão formigava, poderia ter uma taque de pânico a qualquer momento, porém haviam coisas que precisavam ser feitas e ela tinha responsabilidades a cumprir.

    -Moça? Eu preciso trabalhar...

    Finalmente retornou do seu transe momentâneo e sorri pra o homem, desarmando-o e fazendo pigarrear.

    -Desculpa, eu estava pensativa, obrigada, pode ficar com o troco.

    E saiu do carro, um grupo de pessoas pareciam espera-la na frente da boate, era impressionante como eles descobriam rápido onde Clair estaria e sempre haviam fãs esperando por ela. Pediam fotos, autografo e demonstrações de poder. Clair gostava de dar atenção as pessoas e do carinho que recebia, porém toda aquela pressão social a fazia mal.

    Adentrou na boate, furando a fila e recebendo olhares das pessoas que estavam esperando liberar vagas para entrarem Ela tinha uma pulseira vip, uma pequena cortesia por divulgar a boate em suas redes sociais. Logo fora recebida por uma recepcionista que a encaminhou para um local reservado, Clair olhava aquilo tudo com espanto e estranheza.

    - Isso tudo está...- Assustador ?Medonho ? Exagerado?- ...Perffeito! Obrigada!

    E sentou-se, pediu uma água com gás, não queria ficar ali, queria ir embora o mais rápido possível, afinal ainda era uma heroína e precisava patrulhar a cidade. Agora precisava apenas fingir que estava se divertindo e adorando o lugar ou provavelmente seria cancelada.

    - Oi meninas e meninos tudo bom? Olha onde eu estoooou e deu um 360 com o celular mostrando todo o local.- O lugar é ótimo, atendimento de primeira, vão lá seguir o perfil da boate e venham visitar. E é só arrastar para cima e...

    Gritos, muitos gritos. Clair estranha o comportamento das pessoas, algumas correm para o parapeito dos camarotes e olham horrorizados para a pista principal. Clair se levanta e o horror também atinge seu ser, seu coração acelera e por pouco não perder o equilibro. Porém agiu rápido voando de onde estava e parando do lado do jovem...O estado dele era crítico, naquele momento havia um dilema pois sabia que precisava salvá-lo, porém se ele morresse devido ao transporte errado seria processada por isso e se o deixasse como está não conseguiria viver com isso.

    - O QUE ESTÃO FAZENDO? LIGUEM PARA A EMERGÊNCIA!

    E olhou em volta, buscando alguém com algum tipo de arma cortante, ou manchada de sangue. Essa não era sua especialidade, normalmente apenas fazia trabalho de resgate, nunca tinha visto tanto sangue na sua vida, nem mesmo o próprio.
    Percepção +4 para procurar um suspeito.
    Convidado efetuou 1 lançamento(s) de dados [ON] SOB OS HOLOFOTES 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    12
    scorpion
    Adepto da Virtualidade
    scorpion
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1971
    Reputação : 80

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por scorpion Seg Maio 17, 2021 5:04 pm

    Claire estava "curtindo tudo até que aquilo aconteceu. Então, a super digital influencer voou lá do alto para junto do garoto, pedindo para chamarem uma ambulância.

    Ela podia ver vários celulares ligados ali, no momento, muitos deles pareciam estar transmitindo ao vivo para seus perfis, mas uma menina que parecia mais ajuizada ajoelhou-se do lado dela, com o telefone no ouvido.

    Moça: Isso, rápido! Estamos na Sunset Stage. Parece ser um ferimento à faca na altura do apêndice. Ele não tem muito tempo!

    Ela olhou para Claire, ajudando a colocar as mãos no buraco da barriga do homem que pulsava sangue como uma fonte pulsava água do chão.

    Moça: Eu sou estudante de medicina.... Pelo que tô vendo, ele não vai aguentar muito tempo se não fecharmos o ferimento.

    Foi então que uma das meninas na boate gritou.

    Menina: Você pode fechar, Suprema! Você tem aquela visão de fogo! Salva ele!

    Outras pessoas começaram a gritar em apoio. O homem já estava branco e com os lábios roxos.... Havia muito sangue no chão. A estudante olhou para Claire e disse.

    Moça: Você pode mesmo fazer isso? Consegue cauterizar a ferida dele? Ele não vai aguentar até o hospital, Suprema!

    Foi quando Claire olhou à sua volta e viu um homem no meio da multidão, mais afastado e sorrindo. No meio do tumulto, ele pareceu jogar algo no lixo e saiu pela porta... e Claire tinha certeza de que ele era o esfaqueador. Foi quando a mão da estudante pegou na de Claire, melando-a mais ainda de sangue escuro.

    Moça: Suprema! Se você pode ajudar ele, tem que ser agora!

    Suprema agora só tinha uma escolha a fazer: Ir atrás do criminoso e deixar o homem à própria sorte, ou tentar salvar o homem...

    Nota: Caso decida salvar o homem, você vai ter de fazer um teste de tratamento. Com a estudante te ajudando, fica ainda mais fácil e apesar de você não ter a perícia, vai poder testar pois ela está meio que te instruindo... Como você tem preciso, ainda ganhará um bônus de +5.... Ao total, o seu bônus fica +10... A CD é 20.... ou seja, se você tirar 10 ou mais você consegue salvar o cara. Menos que isso, ele não vai parar de sangrar completamente.... Se você tirar 1, você vai ficar tão nervosa que você vai dar o dano da rajada nele (e nem preciso dizer que ele morre).
    Porém, a Claire tem a limitação de depressão e não age tão bem sobre pressão... Ela precisa fazer um teste de vontade CD 15 para evitar que a pressão a afobe tanto. Caso não consiga, ela terá um redutor de -5 no teste, tendo apenas um bônus de +5.... Ou ela pode simplesmente abandonar o cara ali na frente daquele monte de celulares....
    Convidado
    Convidado
    avatar

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Convidado Sab Maio 22, 2021 8:41 am

    Clair olhava toda aquele sangue, estava assustada. Olhava em volta as pessoas com seus smartphones apontados para a cena, era um tribunal prestes a decidir se ela seria culpada ou inocente. Nunca tinha feito aquilo antes e mesmo com aquela garota ao seu lado dizendo o que precisava fazer, sua confiança desaparecia aos poucos.

    "Ele vai morrer"

    Era o pensamento frequente em sua mente enquanto ouvia a voz dela lhe pressionando, conseguia apenas balançar a cabeça positivamente. Então prendeu seu longo cabelo ruivo em um rabo de cavalo e olhou para o ferimento, seu estomago embrulhou e respirou fundo, concentrando seus olhos onde deveria cauterizar e controlando a intensidade pra não ferí-lo.

    - Okay, eu posso fazer isso...

    scorpion
    Adepto da Virtualidade
    scorpion
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1971
    Reputação : 80

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por scorpion Seg Maio 24, 2021 11:32 pm

    A pressão era muita.... não a do rapaz com a barriga esfaqueada, mas a pressão sobre a cabeça de Clair...

    Clair tentava focar os seus olhos no rapaz, no ferimento.... mas eram tantas vozes.

    "Ela não vai conseguir..."

    "Ela vai sim! A Suprema pode tudo!"

    "Meu Deus, eu não queria estar no lugar dela..."

    "Se esse rapaz morrer, vai ser culpa dela"

    "Ela não pode se culpar se ele bater as botas.... ela não é médica. Ouvi dizer que ela é modelo!"

    "Minha nossa... olha como esse rapaz é brega"

    Eram tantas vozes, algumas torcendo contra, pois a inveja das pessoas era grande.... outras torcendo a favor, pois não queriam ver um pobre rapaz morrendo.... e a voz da aluna de medicina que falava alto, mas Clair quase não a ouvia....

    Moça: Superma.... SUPREMA?!

    Os olhos da Suprema estavam rubros, mas... as pessoas estavam ali, estáticas. Clair sentiu que apagara por alguns segundos.... o norvosismo tomou conta dela de tal maneira que ela não conseguiu agir... Quando se deu por conta de si, a estudante de medicina estava já sem as mãos no menino.... Meneava a cabeça negativamente....

    Moça: Meu Deus, Suprema.... você.... você nem tentou, caramba!

    Quando Clair olhou para o jovem esfaqueado, ele já não tinha mais pressão... nem vida. Clair teve um apagão e nem percebeu que se passaram 4 minutos desde que a menina pediu que ela cauterizasse o ferimento.

    Suprema via as pessoas à sua volta.... fãs, seguidores.... jovens que se inspiravam nela, muitos olhando para a heroína com reprovação.

    "Ela nem tentou!"

    "Ficou só olhando em volta, com cara de mosca morta"

    "E ela se diz uma heroína..."

    "Se eu tivesse os poderes dela, certeza tinha salvado o gatinho..."

    As pessoas se afastavam e os paramédicos chegavam, pedindo pra Clair se afastar.... que ainda estava de joelhos e sentia o mundo passar devagar.... eles testavam a pressão do rapaz, mas meneavam a cabeça negativamente. Colocaram um lençol branco sobre ele e pediram pras pessoas se afastarem.

    As pessoas se afastavam, mas ainda mantinham os olhares em Clair... Ela nunca havia sentido a sua depressão atacar tão forte naquele momento... As pessoas iam se afastando, mas abriam espaço para uma outra pessoa passando em direção à Suprema.

    "É ela?!"

    "Não acredito!"

    "É claro que é ela! Eu tenho foto dela em tudo que é canto!"

    Foi quando ela sentiu um único ponto de apoio naquele momento. Alguém por trás veio e colocou a mão no ombro dela, dizendo em seu ouvido.

    ???: Está tudo bem, querida. Você fez o que pôde. Essas pessoas nunca entenderão...

    Ao olhar para o lado, ela viu uma mulher loira, muito bela, com um vestido belo e azul marinho. Ela sorriu para Clair amigavelmente...

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Shania-Twain-300x400

    ???: Nem sempre está nas nossas mãos. Você quer sair daqui...?

    Clair conhecia aquele rosto.... ele pertencia a mulher chamada Hellen Worthington... ninguém menos que a National Lady.

    [OFF] Eu não esperava que isso aconteceria.... mas eu tirei erro crítico no seu teste de vontade, então sua limitação atacou forte. Você recebe 1 ponto heróico pelo seu ato, pois você complicou bastante a sua reputação pra tentar salvar uma vida, mesmo com os riscos de não agir bem sob pressão...
    Convidado
    Convidado
    avatar

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Convidado Sex Maio 28, 2021 5:59 pm

    Clair olhava suas mãos encharcadas de sangue, as vozes ao seu redor não passavam de zumbidos como se sua cabeça fosse explodir a qualquer momento. Suprema era uma das mulheres mais fortes de National City, era capaz de proezas físicas que invejava muitos fisiculturista, mas naquele momento se sentia impotente, incapaz, a vida de uma pessoa estava literalmente em suas mãos e não sabia o que fazer. Não importava o quanto a mulher ao seu lado tentasse lhe guiar, nunca tinha feito algo como aquilo.

    "Eu não posso fazer isso..."
    "E se eu não conseguir? Não sou médica..."

    Queria apenas ir embora dali, voar para longe daquelas situação e das pessoas e esquecer o que estava acontecendo. Seus olhos continuavam a encarar todo daquele sangue e vísceras, seu coração acelerou, suas mãos estavam formigando e dormentes, estava ajoelhada mas sentia como se suas pernas não aguentasse seu próprio peso. Sua vista escureceu, sentiu enjoo e tontura, seu peito doía como se estivesse prestes a sofrer um infarto.

    Então aos poucos sua mente retornava do momento de pânico apenas para encarar uma realidade devastadora. Olhou para a garota ao seu lado, ela estava horrorizada, desapontada. Sua vista embaçou com um flash de câmera, e todas elas estavam pontadas para Clair e logo aquele ambiente passou a ficar apartado demais e não conseguia respirar.

    -Eu...não...consigo...respirar...

    Todos a culpavam e esqueceram que o rapaz tinha sido esfaqueado por alguém, olhou a saída mais próxima e estava prestes a voar por ela quando senitu uma mão em suas costas. Olhou e viu a imagem de uma mulher, ela era família, mas naquele momento não conseguia assimilar, continuava com falta de ar. Quando a mulher perguntou se queria sair daquele lugar Clair balançou a cabeça positivamente e quando começou a se acalmar e sua visão melhorar percebeu que estava ao lado de ninguém menos que National Lady.

    Do lado de fora e longe das pessoas seus sintomas diminuíam, apertava as mãos com força tentando extravasar aquela pressão toda.

    -E-Eu nunca passei por isso, eu nunca tive uma vida em minhas mãos...Por que eles me culparam?
    scorpion
    Adepto da Virtualidade
    scorpion
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1971
    Reputação : 80

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por scorpion Dom Maio 30, 2021 3:33 pm

    O ambiente se tornava apertado para Clair. Os olhos julgavam e as palavras penetravam como faca na carne da menina. Ela era uma pessoa invulneravel por fora, mas por dentro, ele era mole, macia... e sangrava fácil. Isso era até algo meio distópico... como se ela fosse capaz de aguentar os castigo mais pesados, mas também fosse vulneravel aos castigos mais simples.

    Quando National Lady chegou, ela sentiu a única mão amiga naquele lugar repleto de pessoas fúteis. Elas caminharam para fora e foram tomar um ar. Clair não sabia porque aquelas pessoas a culpavam.

    Hellen: Eles te culpam porque contam com você. As pessoas comuns se tornaram muito dependentes do que os supers podem fazer. Elas acham que podemos resolver os problemas do mundo. Se alguém cai de um prédio, temos e pegá-lo no ar... Se alguém toma um tiro, temos de aparecer e parar a bala.... se alguém morre, temos de ressucitá-lo. É como se fossemos Deus... só que não somos.

    ???: Não são porque não querem. Hehehe...


    Elas se viraram e se depararam com um homem famoso em toda a National City...

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Sem-T%C3%ADtulo-1-olo061dhwj3cnw7x3lqrh70xxajuhv682k5v95addw

    Hellen: Malcolm? Boa noite. Essa é...

    Ele se aproximou do parapeito com elas e interrompeu.

    MW: Clair Kreuk, certo? O melhor... Suprema. Malcolm Weiss, muito prazer. É uma honra finalmente conhecê-la. Boa noite, Srta. Worthington. É um prazer ter vocês duas aqui no meu novo empreendimento. Uma pena que sob estas circunstâncias. Você quer um pouco de água?

    Se ela quisesse, ele pediria para o garçom trazer uma bebida para cada ali.

    Hellen: Clair, o Sr. Weiss é um filantropo e um dos homens mais ricos do mundo. Ele é o dono "de tudo o que o Sol toca".

    MW: Hahaha! Não sei se ela tem idade pra ter visto o rei leão, Hellen.... Não não... eu gosto de me ver mais como um benfeitor para a cidade. Inclusive, eu sei que não foi sua culpa lá dentro, Srta. Kreuk. Infelizmente as pessoas lá dentro pensam diferente... mas não há o que se preocupar. Escute... eu me sinto responsável por isso. De verdade. Se minha segurança fosse mais eficiente, a srta. não estaria numa sinuca dessas. A minha equipe de Relações Publicas cuidará pessoalmente desse seu caso. Não permitirei que sua reputação seja manchada por conta de uma falha nossa.


    A conversa continuava...
    Convidado
    Convidado
    avatar

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Convidado Sex Jun 04, 2021 11:29 am

    Clair abraçava o propio corpo enquanto tentava recuperar o folego que sumia devido ao ataque de pânico, com a National Lady falando com ela o tempo todo fazia com que sua mente se distraísse e aliviasse os sintomas lentamente. Ela encarou a mulher por um tempo e se perguntou a razão dela estar sendo tão gentil, ela era uma das maiores heroínas de todos os tempo enquanto Clair se sentia como apenas mais uma, pois nunca se sentiu como uma heroínas e verdade e naquele momento estava mais certa do que nunca.

    "Onde estão os poilciias?"

    Se perguntou e olhou para trás, quando sua atenção se voltou a uma voz grava, era um homem bonito e bem vestido.  Clair se sentiu tímida na frente daquele homem e tentava manter a pose e não transparecer sua fraqueza, mas era tarde demais ele já sabia. Estava diante de alguém importante, duas pessoas como aquelas tentando lhe ajudar, era algo que nunc passou em sua cabeça que poderia acontecer, mas estava acontecendo diante dos seus olhos.

    -O-Obrigada...E-eu preciso ligar para minha mãe...

    E se afastou um pouco dos dois para ligar para sua mãe, olhou o celular coma  tela apagada e a luz de notificações piscando. Respirou fundo, não queria ver nada daquilo, provavelmente os vídeos dela já estariam circulando na internet e os haters neste momento estariam lhe cancelando com todas as forças. Então apenas desligou o celular e voltou para os dois.


    -Vou esperar a policia chegar, eles devem querer falar comigo sobre o que aconteceu...
    scorpion
    Adepto da Virtualidade
    scorpion
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1971
    Reputação : 80

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por scorpion Sex Jun 04, 2021 5:08 pm

    Clair estava bem desesperada para sair dali e Hellen foi acompanhando a jovem. A influencer tinha certeza de que deveria estar sendo cancelada naquele momento...

    Helen: Eles devem estar a caminho, querida. Não se preocupe... eu vi tudo. A minha palavra tem certa valia com a justiça.

    Quando Malcolm Weiss chegou, ela agradeceu a ajuda e ligou para falar com a sua mãe. O telefone chamou, chamou e ninguém atendeu, então Clair deve ter mandado uma mensagem de whatsapp, mas por conta do horário, sua mãe não visualizou ainda.

    Ela desligou o celular e voltou para os dois, dizendo que iria esperar a polícia.

    MW: eles já devem estar chegando, Srta. kreuk. Porém, não há o que se preocupar. A senhorita não teve nada a ver com aquilo e tudo o que fez foi tentar ajudar. Sugiro que a senhorita fique um pouco longe das redes sociais e deixe que minha equipe entre em contato com você. Por falar neles...

    Vinha uma mulher se aproximando, usando um terninho e mini saia. Ela se apresentou.

    Leslie: Boa noite, senhor Weiss, Senhora Worthington, senhorita, Kreuk. Eu sou Leslie Brooks, a gerente de relações de mídia do senhor Weiss.

    MW: Leslie, querida. Obrigado por estar pela área.

    Ele deu dois beijos na bochecha da moça.

    Leslie: Srta Kreuk, eu peço que não poste nada hoje. Fique longe das mídias. Nós estamos ajeitando tudo. Os vídeos já estão sendo tirados do ar e as pessoas que os postam já estão sendo notificadas. Nossa equipe de redação já estão trabalhando em um texto para a mídia e nós temos uma equipe de influencers e álibis que não se atreverão a falar mal do que aconteceu aqui. Todos estão dando um parecer positivo do que aconteceu... acredite, para cada idiota prestes a ser processado por postar algo ruim sobre o episódio de hoje, temos cinco muito mais influentes que estarão postando sobre o seu ato de autruísmo.

    Neste momento a polícia chegou. Haviam dois policiais uniformizados e um detetive careca e fedendo a cigarro. Ele se aproximou e cumprimentou a todos.

    Det Silva: Boa noite, eu sou o Detetive Silva, do depto de homicídios de National City. Eu quero falar com Clair Kreuk, se possível, a sós.

    MW: Bem, nós gostaríamos de ficar...

    Det Silva: Infelizmente, Sr. Weiss, não será possível. Isso é um assunto da polícia agora e a sua boate infelizmente terá de ser interditada.

    MW: Eu não quero que fechem a minha boate e nem que o sr. fale com a srta. Kreuk. Eu quero que você saia e leve seus colegas com você. Que vá até a delegacia e diga que ninguém sabe direito o que houve e que parece ter sido um simples assalto. Então preencha o relatório sem comprometer ninguém neste local e mande o seu capitão à merda.

    Det Silva: Olhe, senhor Weiss, eu...

    MW: Eu insisto...


    O detetive Silva parecia notoriamente intimidado. Ele então virou as costas e falou para os policiais.

    Det. Silva: Vamos embora, rapazes. Recolham as faixas policiais. Não tem mais nada pra fazer aqui.

    Hellen: O que diabos você fez, Malcolm?

    MW: Mostrei pra ele que ninguém me diz o que fazer e que o dinheiro muda qualquer cenário.


    Levantou um copo de whiskey para as duas.

    MW: Cheers....

    Malcolm saiu, mas Hellen e Leslie continuaram ali.

    Leslie: Bem... vamos traçar uma estratégia pra você, Clair. O Senhor Weiss nos instruiu a cuidar muito bem da sua reputação.
    Convidado
    Convidado
    avatar

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Convidado Ter Jun 08, 2021 9:25 am

    Clair estava se sentindo em um redemoinho, aquelas pessoas queriam lhe ajudar e seria grata pelo resto da vida, porém era como se estivesse sufocando. Cruzou os braços enquanto os ouvia e então mais uma pessoa chegou, faladeira, não deu tempo de Clair se apresentar ou cumprimenta-la, indo direto ao assunto.

    Era de se esperar, afinal acabou que o nome do lugar está envolvido no acontecido.

    Clair apenas balança a cabeça concordando com tudo, não conseguia parar agora raciocinar direito pois a imagem do rapaz morto ainda estava em sua mente, assim como as vozes das pessoas a acusando e julgando.

    Suspirou

    Então, por um reflexo viu as cores azul e vermelha das sirenes da polícia. Ficou nervosa, porém sabia que falar ajudaria a diminuir o peso em suas costas, pelo menos era o que os vários terapeutas lhe diziam.

    Clair estava disposta a falar, porém quando o investigador iniciou a conversa estava claro que aquele homem estava mais preocupado com seus negócios do que desvendar a morte de uma pessoa. Clair estreitou os olhos, estavam decidindo por ela , e ela odiava isso.

    A situação acabou ficando com uma tensão elevada, não iria criticar a atitude dele, afinal estava ajudando a amenizar os danos que viriam a acontecer, mas de alguma forma seu senso de responsabilidade não iria deixar simplesmente isso tudo passar.

    – Eu, preciso ir ao banheiro, podemos conversar sobre isso quando eu voltar?

    Caminhou de volta a boate, sozinha. Queria deixar claro pela sua postura que não queria companhia, adentrou o banheiro e se encarou no espelho, poderia se trancar em algum box e chorar a noite toda. Porém, era Clair Kreuk, mas também era a Suprema.

    Pegou alguns papéis e seguiu em direção a lixeira onde viu o homem jogar, possívelmente, a arma só crime.


    scorpion
    Adepto da Virtualidade
    scorpion
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1971
    Reputação : 80

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por scorpion Sab Jun 12, 2021 7:30 pm

    Clair saiu indo em direção ao banheiro e se trancando num box por um tempo. Naquele tempo, ela ouviu o barulho da porta se abrindo e duas pessoas entrando. Eram mulheres, mas pareciam ser policiais pelo jeito que falavam.

    ???: Você viu o estado do rapaz? Pobre coitado...

    ???: Sim. Não dá pra saber se morreu pelas queimaduras ou pelo sangue.

    ???: E o pior é que tudo isso vai acabar numa pizza.

    ???: Fale baixo! Idiota! Quer ser exonerada?

    ???: Exonerada porque? Só disse a verdade.

    ???: E desde quando a verdade deve ser dita em voz alta? Sabe de quem é essa porcaria de boate?

    ???: Malcolm Weiss?

    ???: Malcolm Weiss! Significa que se ele quiser seu rabo numa bandeja de prata, ele vai conseguir. Escute... só vamos fazer o que nos mandam. Vamos ensacar o presunto e vazar. Isso não vai dar em nada.


    Então elas secaram as mãos e saíram.
    Quando Clair saiu do banheiro, ela viu que a polícia estava revistando o lixo e que um policial achou a arma do crime. Eles ensacaram coo prova e mandaram para o laboratório.

    A boate estava quase vazia. Foi quando Leslie chegou.

    Leslie: Ah, Srta. Kreuk. Pegue o meu cartão e me ligue amanhã cedo para decidirmos a melhor estratégia pro seu caso, ok?
    Convidado
    Convidado
    avatar

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Convidado Qua Jun 16, 2021 8:18 am

    Clair estava parada olhando para o cartão, levou a mão ao rosto e esfregou, ela poderia não ter sido a melhor aluna, mas não era burra e sábio que estava entrando em um local perigoso. Essa ajuda não era uma boa ação, pensou que talvez ele estivesse tentando proteger seus negócios, mas ao ver a forma como intimidou e manipulou a ação da policia mostrou um caráter duvidoso que Clair não queria ter perto de si. Ela tinha poder suficiente para esmagar crânios de pessoas, mas gente como Malcolm Weiss, são intocáveis mesmo por seres como ela.

    Guardou o cartão dentro da case do seu celular e saiu da boate novamente, ela olhou em volta em busca da sua salvadora a National Lady. Precisava agradecer novamente, mas no seu intimo desejava que a heroína não estivesse do lado daquele homem, seria um baque muito grande de saber que uma pessoa como ela se sente superior aos outros...

    "Quem sou eu para falar, meu nome é Suprema...Não seja hipócrita Clair"

    scorpion
    Adepto da Virtualidade
    scorpion
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1971
    Reputação : 80

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por scorpion Sab Jun 19, 2021 9:49 am

    Semanas se passaram desde o incidente. A verdade é que Clair mesmo aceitando ou não ajuda, ela estava sendo ajudada de alguma forma. Os noticiários não fizeram menção do incidente e ela não viu nenhum tipo de comentário no instagram ou twitter, sobre o ocorrido. De fato, era como se nunca houvesse existido... isso era bom pra reputação de Clair, mas quão bom era no final das contas?

    O fato era que talvez estivesse bom demais para ser verdade... mas o que Clair faria a respeito disso? Só ela poderia dizer.

    Foi então que numa manhã, Clair acordou em sua casa e desceu para fazer o que sempre fazia... porém, sua mãe estava com a TV ligada na sala e lá a garota podia ver algo que era corriqueiro em National City... um vilão assaltando um banco. Tão clássico que poderia ser até galhofas, se Clair não conhecesse o figurão.

    COLISÃO:

    O vilão era conhecido no mundo do crime como Colisão! Um super vilão de classe B, mas que também não poderia ser deixado à solta por conta de seu grande poder destrutivo. Colisão era capaz de controlar a energia cinética e também de causar tremores de Terra. Suas motivações eram as mais banais... queria ficar rico.

    Mãe: Clair? Bom dia. Esse não é aquele cara que você surrou outro dia?
    Convidado
    Convidado
    avatar

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Convidado Qua Mar 09, 2022 7:20 pm

    Clair aka Suprema

     Era simplesmente estranho as semanas que sepassaram desde o incidente, todos os dias eu vivia apreensiva de um vido acabar sendo postado em algum forum desses cheio de gente esquisita, mas nada ocorreu, nem sequer uma menção. Tudo aquilo era estranho e assustador, ela acreditava ser um ser poderoso, porém aquilo era o verdadeiro poder se tratando do mundo que eu vivia.

      Me olhar no espelho daquela forma era ver outra pessoa, era como se tivesse varias personalidades e precisava escolher uma delas dependendo do objetivo, eu precisava ser a Suprema heroína e a suprema influenciadora, precisava ser a Kristen influenciadora e a Kristen comum, difícil era saber qual delas me desagradava mais.

     Desci as escadas a contragosto, só queria ficar na cama, mas mesmo que eu quisesse ser super heroína não era 100% do meu dia, eu tinha obrigações com os patrocinadores e com os seguidores, reduzir alcance era sempre um problema. Sentei na bancada da cozinha, mãe assistia os noticiários matinais, eu não sentia fome nem sede, mesmo assim ela deixava sempre a mesma coisa para mim, torradas com patê de atum, uma tigela de mirtilo e suco de maçã. E eu comia tudo, porém só beliscava aos poucos para ter o prazer de sentir o sabor.



    whatever
    Clair? Bom dia. Esse não é aquele cara que você surrou outro dia?



     Me levantei e parei atrás dela, cruzando os braços e olhando aquelas cenas com desapontamento. Lembro vagamente da luta contra ele, só que foi difícil já que ele conseguia causar tremores e era difícil se concentrar em no perigo e nas pessoas a volta ao mesmo tempo.



    whatever
    Não foi bem uma surra, eu prefiro resgatar pessoas do que enfrentar essa gente maluca...



     Sabia o que ela falaria e todo o discurso sobre as coisas boas que aconteceram desde que descobri meus poderes, ela não precisaria mais trabalhar já que tinha uma celebridade pagando as contas. Iria me poupar do constrangimento e tratei de me arrumar e vestir meu traje, afinal era um evento e a Suprema Influencer teria que dar as caras novamente.



    whatever
    Oi gente, Suprema aqui novamente para vocês e se já viram os noticiários devem saber que o Colisão esta solto, como não conseguiram manter esse cara preso? Tá ai #mantenhamosvilõespresos, podem subir ai galera para chamar atenção das autoridades, enfim, amo vocês e me desejem sorte.





     Uma postagem com o traje, um bumerangue basico, um reels e um story. Era o suficiente para agradar a multidão que ansiava por aquilo, de ato era um trabalho, mas estava querendo uma férias, talvez na lua. Pelo menos conseguia voar rápido o suficiente para chegar até ele antes que ele fizesse maiores estragos.


     


    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5233
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Claude Speedy Qui Mar 10, 2022 10:38 pm

    Em um rasante rapidamente Clair conseguia chegar antes mesmo da hashteg que lançou nas redes sociais chegar a virar top trent do twitter e rapidamente foi capaz de ver a polícia ao redor do local.

    [ON] SOB OS HOLOFOTES BankRobbery2

    Os policiais estavam ali com uma barricada e pareciam recuar por alguma razão ainda não definida, provavelmente alguma exigência que tinha sido feita para fora.

    E rapidamente notou os aplausos com sua chegada ecoando de atrás de cordões de isolamento.

    Ninguém conseguia se aproximar devido aos poderes destrutivos de Colisão.
    Ela sabia que conseguiria, mas tinha consciência do quanto seu oponente era completamente inconsequente e era o único medo da Suprema naquele momento.


    Convidado
    Convidado
    avatar

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Convidado Sex Mar 11, 2022 4:37 pm

    Clair aka Suprema

     A cena era típica de filmes policiais, as viaturas em volta, curiosos próximos, imprensa, nada de novo. Eu queria entender por qual razão nenhum heróis mais próximo resolveu atender o chamado, ou ninguém estava interessado em assaltos a banco.

      De cima busquei pelo chefe da operação não deveria ser tão difícil encontrar um negociador ou um sargento dando ordens. Para não assusta-los pousei vagarosamente no meio deles e sorri amigavelmente já que não sabia que tipo de policiais eram aqueles, que gostavam da ajuda ou se odiavam ter seu trabalho atrapalhado por super heróis metidos.



    whatever
    Bom dia oficiais. Colisão causando problemas novamente não é? Qual a situação e como posso ajudar?



      Os policiais iriam dar prioridade a segurança de quem estaria dentro do banco, deixar o colisão irritado poderia ser catastrófico e não queria que anda desse errado, já  tinha coisas demais na cabeça para ter que lidar com uma missão fracassada. Ele tinha suas motivações bem definidas, ficar rico e aparentemente ele acha que roubando bancos seria a única opção.
     



    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5233
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Claude Speedy Seg Mar 14, 2022 10:30 am

    O chefe de polícia, um  se aproxima para falar com Suprema, começa a explicar a situação.  


    [ON] SOB OS HOLOFOTES 2Q==
    Comissário James Dolan: —Coalisão foi encurralado pela SWAT e aprofeitou isso para fazer reféns, pensamos que ele pretende sair dali com o dinheiro, não fez nenhuma exigência a não ser de ficarmos longe... Ele não tem como sair sem ser alvejado, temos uma ponto 50 apontada para ele, segundo um cientista das industrias de Malcom Weiss uma bala desse calibre pode passar a capacidade de controle telescinético dele. Acha que dá conta de salvar os reféns?
    Convidado
    Convidado
    avatar

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Convidado Seg Mar 14, 2022 11:11 am

    Clair aka Suprema

     Eu não conseguia entender o que eu estava sentindo naquele momento, mas ao ouvir o que o chefe de policia falava e com a tranquilidade de que mostrava era um tapa na cara de realidade de que se transformarem você em vilão e você for uma ameaça eles vão te matar.



    whatever
    Vamos nos acalmar um pouco, tá bom? Eu neutralizei ele da ultima vez e ele deveria estar preso, mas por alguma razão alguém conseguiu soltar ele ou ele fugiu, se o sistema não consegue manter gente perigosa presa, não é matando que o problema se resolve, só vai criar um mártir e gerar mais vilões. Ele precisa de orientação e uma perspectiva de vida diferente.



      Eu sabia que o comissário não me deixaria falar com o Colisão, ele iria jogar algum termo técnico e dizer que está presando pela segurança das pessoas dentro do banco. Ele provavelmente está, mas não queria outra morte nas minhas mãos então simplesmente voei calmamente até uma distancia segura do banco.



    whatever
    Ei, Coalisão, ainda insistindo nessa ideia de ficar rico do jeito fácil, cara? Você já sabe como isso vai terminar e se você escolher o jeito mais destrutivo de resolver essa situação você só vai piorar a sua. Nesse momento você só é um cara tentando roubar um banco, mas se você resolver usar seus poderes e pessoas acabarem morrendo, você se torna uma ameaça e ai eles tem permissão para matar você. Eu não quero que você morra, eu não quero que ninguém ai dentro morra e nem aqui fora. Se você se entregar sem resistência eu prometo acompanhar você e garantir a sua segurança.



     


    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5233
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Claude Speedy Ter Mar 15, 2022 10:52 am

    Coalisão tinha de fato algumas pessoas sobre seu controle, comandar energia cinética é algo quase como controlar a matéria em seu estado de mobilidade e talvez por isso é tão perigoso.

    Ele estava com o gerente, perto do cofre quando viu Suprema se aproximar em um tom calmo, antes que ela começasse a falar ele tinha uma expressão de ódio e frustração em seu rosto...

    E esse tipo de expressão de descontentamento essa que a super-heroína conhecia bem...

    Talvez conhecer sua própria dor, fez ela entender como ela um dia poderia também não se frustrar e descontar isso em toda parte.

    A violência do policial, a do seu oponente... tudo gerava uma certa tristeza nela...

    As palavras soavam emanando também da morte que viu na noite anterior.

    Ela não queria perder mais ninguém.

    Coalisão parece convencido, ele sente realmente as palavras com uma convicção até diferente da que ela estava acostumada em um tom decepcionado e até meio preocupado comenta de volta coisas que parecem fugir da briga tradicional que ela teve.

    —Ah, que ótimo! Esta querendo me salvar da morte? Não pode me salvar, garota. Afinal eu sou obrigado a fazer isso! Eles me quiseram de volta só para aumentar seu ibope. Acha que não consegui esconder bem o dinheiro do último assalto? Mas querem um show ainda maior, pra todos assistirem as redes sociais vidrados, por anúncios de shampoo para cabelos ruivos... E aqui esta você, com sua "gentileza"...não se pergunta o quanto realmente disso tudo é tão simples quanto você pensa?

    Ele falava ainda mantendo uma de suas manoplas sobre os reféns..

    —Quer me ajudar mesmo? Me ajuda a sair daqui que eu te conto o que realmente eles querem. Entenda! Se me levar pra cadeia eles me matam...

    Ele falava enquanto começava a suar frio. Coalisão não era conhecido por ter lá um lado social avançado e nem mesmo qualquer trejeito social...
    Suprema tinha certeza que ele estava sendo sincero e a fala dela o deixou verdadeiramente assustado e disposto a colaborar.
    Convidado
    Convidado
    avatar

    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Convidado Ter Mar 15, 2022 2:54 pm

    Clair aka Suprema

     Não consegui conter o impulso de olhar por cima do ombro em direção aos policiais, a fala dele era nervosa ele parecia estar fazendo tudo aquilo de forma desesperada. Ele não veio com um plano, isso foi tudo de improviso e acabou ficando encurralado, mas ele podia ter fugido facilmente com os poderes que tem, mas ele ficou com os reféns e por ter sido tão fácil acalmá-lo, talvez o plano dele não fosse um assalto, mas para chamar a atenção de alguém.



    whatever
    Tudo bem! Eu vou ouvir o que você tem a dizer, mas se vamos fazer isso tem que ser do jeito certo. Primeiro vamos deixar essas pessoas saírem em segurança, tudo bem?



      Eu não iria deixar uma linha de visão fácil para qualquer atirador escondido, eu não sabia onde ele estava, mas ficaria na frente do Coalisão o tempo todo, pelo menos o suficiente para me por no caminho do tiro, se fosse preciso. Foi só quando o ultimo re´fem saiu que eu continuaria a falar, era claro que tinha algo acontecendo.



    whatever
    Então você acredita que tem uma conspiração rolando...



      Para qualquer outro aquilo poderia soar como maluquice, teoria da conspiração da dark weeb ou coisa pior, mas conseguiram simplesmente fazer uma cena de crime desaparecer, nada foi noticiado nenhum vídeo foi vazado e ela estava lá. Sua carreira estava intacta e ainda não fazia ideia o que aconteceu naquela noite e as motivações do assassino. As palavras do Coalisão acabaram fazendo sentido.





    whatever
    Para que possamos sair daqui sem que todos caiam em cima, temos que fazer parecer uma luta, eu estou realmente relutante contra isso, mas vou acreditar em você por hora. O que vamos fazer é o seguinte, você vai usar seu pode em mim, mas vai destruir a parte da frente do banco para ninguém entrar, vai ser só um dano material mísero e ninguém se fere, eu vou sair com você voando daqui, ele vão pensar que eu estou tentando manter você longe da cidade pra reduzir danos. Seja quem for que possa matar você também deve acreditar nisso. Estamos de acordo?



    @Claude Speedy Se for preciso rolar mais uma persuasão só avisar.
     


    Conteúdo patrocinado


    [ON] SOB OS HOLOFOTES Empty Re: [ON] SOB OS HOLOFOTES

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Set 25, 2022 9:02 pm