Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Malk
    Samurai Urbano
    Malk
    Samurai Urbano

    Mensagens : 130
    Reputação : 21

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Malk Qui Jun 03, 2021 11:37 pm


    “Não se transformam.” O pensamento ecoou na sua cabeça, parecia... Melhor? Não sabia direito como interpretar exatamente aquilo. Ela já pensado algumas vezes como seria não se transformar e somente a ideia soava muito estranho. Como se fosse uma parte dela que não gostava, porém, ainda era parte dela. Ouviu a explicação de Sam, mas sua atenção já estava se dispersando no ambiente. Desvio que sabotava qualquer dúvida que ela pudesse ter. Balançou a cabeça, concordando, mesmo que não tivesse ouvido tudo. Ao mesmo tempo que se concentrava em limpar os ferimentos de Chloe, não conseguia se acostumar com a sensação da tarefa. O cheiro de sangue e dos remédios estavam ampliados para ela e incomodava.

    A resposta de Chloe trouxe uma expressão confusa em Skye. Ela não sabia que os uratha tinham inimigos, não como a mulher parecia tentar descrever. Não era sobre caça? Proteção? Pensou em perguntar, mas elas não eram lobos, e trouxe a ideia de perguntar a Axel outra vez. Se pegou encarando os outros adultos andando por ali outra vez. A mudança da postura era bem diferente neles, ela conseguia notar, pelo cheiro e como eles andavam. Ouviu Sam falando com ela e a voz se perdeu com o sussurro vindo no meio daquelas pessoas. Procurar por ele foi reflexo.

    O cheiro de sangue ainda mais evidente, mais forte, piscou os olhos quando notou a mulher e se afastou de Chloe e Sam, por um passo só. O rosto perdia a cor outra vez, as mãos levemente tremulas com a descarga de energia, nervosismo, medo. Não que já não tivesse visto antes aquela violência, nos outros sobreviventes espalhados por ali. Foram as vozes que impulsionaram o sentimento, a mudança nas palavras que ela conseguia ouvir cada uma sem problema nenhum e senti-las. Então Sam se moveu em direção às duas mulheres, Skye se mexeu também, um passo para o lado para ver melhor as pessoas novas.

    Amy estava ali? Não era ela, era? Ficou encarando, tomando notas das feições por baixo da sujeira. Ela era do Povo também? O toque no ombro trazia o movimento súbito de afastamento. Skye olhou para Chloe e se afastou, Sam não estava mais ali e ela se sentiu no meio de estranhos outra vez. Por um instante, ela olhou para os lados, como se estivesse procurando por onde conseguiria sair correndo. Era o melhor momento, ninguém estava realmente prestando atenção nela. Ela correu, mas não para fugir e sim ficar perto de Axel, provavelmente o mais próximo que ela tinha de "seguro" agora. Parte dela, queria ter certeza de que aquela era mesmo Amy.
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5213
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bravos Sex Jun 04, 2021 11:26 pm





    Axel Brown

    Lobo Partido escuta o que Presas Reluzentes e Morte falam. Eles se justificam. Eles dão desculpas. Shaw fala e ele está começando a entender: eles foram arrastados para aquilo ali. Se não foram as alcatéias de Willow Crest foi outrem. - Vocês só estão contando uma parte da história. Como, er... aconteceu esse ataque? Onde e quem começou? Como, er.. chegou aqui? Como nosso cahalith chegou no cavalo branco para ajudar vocês e morreu lá? - As perguntas vão ganhando força e então ele para e olha ao redor. - Como tantos parentes foram implicados? - Seus olhos normalmente acolhedores eram agora aguçados, sem saber se era um alívio ou um problema maior que apenas Chloe e Franco tivessem sido atingidos até então. - Desculpe perguntar, mas essas respostas precisam estar na mesa se quiserem cooperação. - Ele não estava pedindo desculpas.

    Esperou as respostas.

    E então chegou mais uma notícia triste.  As Dragões de Aço chegavam com Canção no Vento. E Quebra Correntes não estava mais ali. A toque da morte se estendia no lado de Dover. Ele mal sentiu quando Skye se aproximou dele, só a viu quando estava próxima. Sua mão contornou a garota, tocando-lhe no ombro, fazendo-a ficar mais próxima. Abaixou os olhos para olhá-la. Viu como ela olhava Amy. Lobo Partido não se moveu de onde estava, mas sussurrou para a menina. - Você a conhece?





    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2221
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Sab Jun 05, 2021 5:35 am

    Silvia responde rapidamente a mensagem de Shaw. "Nicky tá parado aqui na frente e um carro da polícia tá vigiando ele. Estamos tão seguros quanto se pode ficar, o que não é tanto assim. Judas tá meio pilhado e Marco tá nervoso. Joe tá... animado, morrendo de medo, mas parece que cheirou cocaina. Vou esperar acordada."

    --

    Shaw escreveu:- Sei que tem outros ataques, não sei se vocês sabiam disso. Mas só Chloe é de Dover aqui, certo?

    "Não sei, mas deve ser. Os puros se esticaram até aqui, cada cidade que eles tomaram é mais território para manter. Eu vi rostos de Eastmound, Willow Creek e Sparhall."

    Shaw escreveu:Eu sou o alfa dela, Lobo Partido tem o território na mão. Ela estava fora, mas a gente só soube disso bem depois. Como Dover soube disso?

    "Cara, eu não sabia de nenhum outro ataque. Eu fico mal..." Ele da de ombros e não parece tão mal assim, só envergonhado. "Eu não sabia de nada, a gente tá a semanas esperando uma chance. Uma pilha de noites viradas." Ele faz uma careta. "Eu não sei como vocês souberam." Ele olha para a outra que também não parece saber.

    Nenhum dos dois alfas fica satisfeito com as palavras de Shaw e também não parecem prontos para responder suas perguntas. "Theo me avisou que eles iam atrás da Chloe." A voz de Anne ainda ardia, Aponi não tinha chegado. "Franco pegou a minha moto e eles iam visitar umas memórias do T... de Quebra Correntes." As últimas palavras parecem ser trituradas antes de sair. Ela parecia que ela não tinha a resposta.


    Axel escreveu: Como, er...aconteceu esse ataque?

    "Eu estava no carro." Ela fala como se isso respondesse tudo. A raiva clara em cada traço do rosto, enquanto o elodoth continua a perguntar. "Uivo Cortante disse o que eu devia fazer e eu fiz. Se o plano veio dela, dos Dragões de Aço, dos Seis Uivadores ou de Olho do Céu eu não sei." Os olhos da mulher fuzilando os Algozes. "Bom, eu sei. O plano saiu de um monte de ideias. Não sei dizer porque vocês estavam envolvidos ou como, mas o sequestro da... Chloe, né? Quando pegaram ela finalmente pegamos um rastro pros desgraçados e nada ia impedir a gente de correr atrás e não dava mais para esperar. Vocês entendem, né? É só olhar em volta. "

    Axel escreveu:Como tantos parentes foram implicados?

    "Eles são da ilha toda. São nossos parentes, são todos que os puros conseguiram pegar vivos e não mataram desde então." Parece que ele vai cuspir, mas ele engole. Todos estão cada vez mais irritados ali. Todos exceto Brendan. "Eu entendi Lobo Partido, o que você quer saber. Tenho certeza alguém muito mais difícil de questionar vai ter mais respostas. Respostas desagradáveis." Ele olha para Chloe e depois Anne, mas ele olha para a Rahu porque ela reage a chegada de Aponi. Brendan sempre difícil de ler.

    --

    Nem Anne e nem Aponi parecem perceber ou ouvir Sam, mas a morena sente um toque no seu ombro. "É bom te ver aqui, mas isso pode demorar." Era Amy, mas Jenna estava do outro lado, elas eram parecisas debaixo de toda aquela sujeira. Qualquer um seria. "O que ela perdeu..." A voz carregada de emoção selvagem soava quase como uma acusação, mas Amy reagiu como se não fosse. "Você ainda não consegue entender." A certeza calma na voz da outra mulher tinha a autoridade de um adulto dizendo que a gravidade existe para uma criança. Como se ela preferisse dizer outra coisa, mas podia. Mesmo assim era como uma faca cortando as duas e criando uma barreira. "Não é equipada para isso..." Era quase um pedido de desculpas agora. "Ela vai ficar feliz de te ver quando voltar para o mundo." Mas ela não contradiz a outra, ela não tem palavras pra isso.

    Shaw fala e Amy o olha com dor nos olhos. "Eu sinto muito." Ela sente e não consegue esconder. A lua cheia quase segura o rosto de Shaw, mas a mão cai para o lado do corpo. "Os sem lua estão vigiando e tio Will tá com eles." Jenna usa o termo familiar e próximo sem nenhuma vergonha. "A luta foi intensa, mas acabou. Eu não ficar no seu caminho... Shaw... Eu não posso garantir que é a melhor ideia." Ela olha para Anne e depois para Shaw, mas quem fala é a outra lua cheia. "Vocês são só dois. Eles ainda são muitos." A voz dela firme e sem oferecer nenhuma esperança. "Mas muitos deles feridos." Os olhos sérios dela no alfa dos Algozes, Amy também, mas ela parecia implorar. "Nós vamos ter que seguir depois daqui, ver como estão as outras alcateias de Dover. Meu dever é com o protetorado e não com vingança." Ela claramente não queria dizer aquelas palavras. "Temos muitas perguntas Sombra Vermelha." Ele diz calmamente. Frio. Mas sem nenhum espaço para repreensão.

    Relâmpago Vermelho se adianta para se interpor entre Brendan e Amy que segura o seu braço com delicaza inesperada e mais inesperado ainda é que ela para sem nenhuma irritação aparente. Amy olha de um uratha para o outro. Primeiro Shaw, depois Brendan e então os outros e cada rosto faz ela ficar um pouco mais tranquila. Exceto Skye. Os olhos dela se arregalam e a lua cheia enche o pulmão de ar com a surpresa.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1564
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bastet Dom Jun 06, 2021 1:16 pm



    Samantha
    Doiley

    Samantha chega a chamar Anne novamente, mas é completamente ignorada. Muitas coisas passam na sua cabeça, naquele momento, nenhuma muito agradável. Não entendia o porquê da mulher que ela gostava não querer se apoiar nela num momento como aquele. Se sentia completamente impotente.

    Se esquivou da mão em seu ombro, olhando pra Amy com uma raiva que não era direcionada pra ela, apenas foi a pessoa que falou com Sam num momento que ela não sabia se tava puta por ser ignorada, triste pelo motivo do luto de Anne ou irritada consigo mesma por não ser suficiente.

    A Sangue de lobo não respondeu, apenas assentiu, olhando primeiro pra Amy e depois pra Jenna. Ficou parada ali por mais um momento, até que se levantou, se afastando de todos ali. E fez o que fazia quando queria fugir de tudo: se ocupou com trabalho.

    Olhou pra ver se Chloe e Skye estavam seguras, mas não parou nelas. Foi até a “enfermaria” improvisada, onde Elise, George, Hild, Jun e outros mais cuidavam dos casos mais graves. Começou a ajudar, seguindo as instruções da mulher mais velha.  


    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 693
    Reputação : 53

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por thendara_selune Dom Jun 06, 2021 7:28 pm

    Chloe escutava as palavras dos dois forasteiros com atenção.  Até que a voz de Anne trás mais uma peça para ser encaixada, a ruiva aperta uma mão na outra quando escuta que esse “Theo” sabia que iam atrás dela, quem mais sabia disso e porque ninguém lhe avisou nada? Aquela conversa vai jogando luz e confirmando as suspeitas que apenas ela podia tecer. Então sabiam que ela seria levada, não falaram pros Algozes simplesmente porque isso atrapalharia as coisas ou não os consideravam aptos em estar no meio do furacão. Frustrada, Chloe observou Brendan, mas depois tudo foi dor e luto para as duas lobas abraçadas ali. Ela via a dor de Sam, quando tentou tocar Skye a menina se foi como uma brisa na direção de Axel.  Após sentir o desejo de retaliação de Shaw ardendo e escutando Amy a quem não direcionou o olhar, afastou-se seguindo o exemplo de Sam. Estava impontente, se em seu antigo lar era excluída da verdade, descobriu em Dover mais uma faceta dessas criaturas dispostas a fazer qualquer coisa para vencer e isso significava usar as pessoas.  Andou sem se preocupar, tentando se afastar dos sons, dos cheiros e sensações que a cercavam. Parecia sufocar com tudo aquilo, olhou para uma árvore solitária e recostou-se nela. Não queria mais ouvir os lobos ou qualquer um ligado àquele mundo violento. Lembrou do erro na clínica, o homem sabia sobre Ian, ela recorda-se de Asia dizer que Richard esconderia os rastros dela, mas curiosamente Devon chegou até ela sem empecilho algum, quase como se tivesse recebido um convite formal enquanto Sam foi mantida na vila dos Uivadores. Ela vai juntando as coisas, cada vez mais o quadro diante dela é o pior possível e sem chance para desculpas amarradas às pressas. Quando buscou uma casa ou apartamento foi guiada por James, Chloe abriria um sorriso azedo se a dor nos lábios não fosse tão irritante. Vai colocando na balança as possibilidades, era muito mais lógico jogá-la em uma Alcateia ingênua, do que deixá-la livre ou em outra que tivesse que arcar com o passado da ruiva. Era intrusa, forasteira e para piorar tudo ligada aos inimigos, mas no meio disso também era a isca ideal para o que queria fazer. Os olhos pesam mesmo que Chloe se esforce para ficar acordada, mas acaba dormindo ali mesmo.
    Malk
    Samurai Urbano
    Malk
    Samurai Urbano

    Mensagens : 130
    Reputação : 21

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Malk Seg Jun 07, 2021 12:57 am


    Se aproximava por trás de Axel, os olhos vidrados em Amy. A voz era a mesma. O jeito de andar era o mesmo. Nem a sujeira e o sangue camuflaram o cheiro familiar, algo que ela não conhecia sobre a mulher, mas estava lá. Era como ela. E Skye não conseguia se apegar em um único sentimento para formar uma expressão no rosto. Mal estava processando as coisas àquela altura, o medo ainda estava lá presente, em algum lugar, como uma mancha insistente que não deixava as roupas. Tinha Axel para se apoiar. O mais familiar. E agora tinha um rosto que ela se lembrava no meio daqueles estranhos, o rosto de Amy, e não fazia ideia como reagir. Deveria ir até ela? Deveria falar? Talvez ela a levasse de volta para casa. Foi quando sentiu outra mão a tocar e o desconforto voltou todo outra vez. O corpo tencionou. Quase se mexeu para retomar o espaço, mas ficou ali. Para onde iria fugir?

    Ouviu a pergunta de Axel e o olhou por alguns segundos, voltando para Amy em seguida. Uma resposta silenciosa. Conhecia ela? Nem Skye sabia. Pensou que fosse apenas uma professora que a conhecia, talvez por Clara, pela mãe, ou pelos adultos que iam até a casa visitar ou a levarem para sabe-se lá onde. Amy estava ali, mas não aparentava mais nada da figura que tinha conhecido. Quando percebeu o olhar dela em cima de si, Skye sustentou a troca. Nenhuma palavra. Nenhum movimento. Somente os olhos acompanhando. Demorava para desviar, e retornar a Axel, mas o que vinha não era uma resposta para ele. – Eu quero ir pra casa. – Era direta, expressando seu incomodo em voz alta.
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5213
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bravos Ter Jun 08, 2021 9:21 pm





    Axel Brown

    As respostas são pouco satisfatórias. Havia um plano, eles seguiram o plano. O olhar aguçado de Lobo Partido pareceu só se acalmar quando Brendan falou. Pelo menos não era paranóia dele, era algo que ele estava ali para fazer. - Acho que sim, Voz do Inverno. - Largou aquilo por enquanto, pois mais um deles havia caído.

    Amy falava com Shaw e dizia que não era o melhor caminho. Lobo Partido também queria persegui-los até desossar cada um deles. Mas havia Skye... Lobo Partido viu nos olhos dela que ela conhecia Amy. Amy lidava com crianças, então não era exatamente impossível. Agora ela descobria que a mulher era mais do que ela jamais poderia imaginar até então. - Nós temos algo importante para fazer aqui. - Ele tenta ser simpático, embora fosse difícil no momento. Eles precisariam levar Chloe dali e também Samantha. Ele se abaixa para falar com Skye novamente. - Olha, aquela é a Amy. Nós a chamamos aqui, er... de Sombra Vermelha. Sabe o que eu fiz com você? De esperar você se acalmar, er... explicar algumas coisas e tal? Ela que fez o mesmo comigo. - Esperava com isso tranquilizar a garota. Ele se levantou novamente. - Nós vamos resolver isso agora. - E se virou de volta para os demais.

    Pigarreou. - Alguém decidiu um plano à nossa revelia. Os Algozes perderam Sorriso Sangrento. Ele, er... era um Garra Sangrenta e morreu caçando sua presa. Chloe... Poderia ter nos deixado também. Nós vamos cobrar o preço. - Ele olha para Anne e Aponi. - Quebra Correntes também vai viver só nas nossas lembranças agora. Ele também caçava sua presa. Era um irmão de lua. Deveríamos cobrar seu preço também. - Ele se vira então para os urathas forasteiros, especialmente para Presa Reluzente. - Vocês chegaram aqui trazendo essas más notícias e uma história mau contada. Vocês deveriam ao menos correr conosco para retribuir a vida que Sorriso Sangrento deu.

    Não esperou propriamente uma resposta. Olhou para Amy. - Já faz tempo que nós abaixamos a cabeça às circunstâncias. Dessa vez vamos fazer do nosso jeito. Como todos fazem. - Não era uma ameaça, não era uma pedido de autorização. Era apenas um aviso. - Se você for voltar para Dover, como acredito que vai, pode levar Skye com você? Deixa ela com a Silvia. - Era uma história longa para contar. Quem olhasse veria as veias saltando em suas têmporas. Uma onda de fúria era constantemente contida para só arrebentar na hora exata.





    Faor
    Mutante
    Faor
    Mutante

    Mensagens : 703
    Reputação : 27

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Faor Qua Jun 09, 2021 8:10 am



    Cheio de dúvidas e perguntas, dele e de Axel, todos começam a falar e o cheiro não é bom. Parece que quem mais sabia só fez alguma coisa depois da merda espalhada. Brendam insinua que Chloe pode ter mais respostas. Chloe?! Shaw não esconde a raiva dele.

    O irraka segura as mãos de Amy um instante e as afasta do próprio corpo, não sei um breve carinho. Ela sabe o que ele quer. Ao mesmo tempo, a reação de Sam trás uma forte angústia. Ela e Chloe ali já tinham passado do próprio limite, o dia foi longo. E Shaw sente a responsabilidade como uma faca na garganta. Responsabilidade que também é dele com Skye, muita coisa nos ombros. A mensagem de Sílvia é um alívio simplesmente por ser uma respostas, mas não dá para sentir confiança que eles estão seguros.

    Mas quando Axel volta a falar, todos os pesos vão sendo aliviados. A conciência não muda nada, apenas a força que uma decisão tomada trás e permite que se siga em frente. As amarras, compromissos, responsabilidades, continuam lá, lâminas afiadasno pescoço, mas outra vez eles agiriam.

    Ele estava girando e olhando para todos em volta, avaliando os feridos, o lugar. Por fim para os olhos nos Lobos a Diesel. - Vocês tem meu apoio em qualquer decisão que tomarem. Agora e daqui para frente. Aponi precisa de cuidados. - A última frase sem vida, um pensamento alto. - Os feridos de Dover tem que voltar para a cidade. Dover tem a força que precisa. - Ele diz isso claramente apontando para Sombra Vermelha, indicando os Dragões.- Os Sangue de Lobo tem que ser protegidos. Os feridos aqui são nossa responsabilidade também.

    Shaw encarava os dois alfas de fora de Dover. - Tinha mais gente sua vindo para cá, não? - Ele falava para a Lua Cheia. - E eu não sei o que você tem por perto, Morte. Eu não vou cobrar ninguém aqui como meu elodoth, mas tudo o que ele falou está certo. Vermelha como Sangue já disse que dá para segurar esse lugar. Se a gente avançar, se alguém avançar, a pressão aqui diminui.

    Inquieto, esfregando o queixo, o Garra encara Axel outra vez. - Filho da puta gelado. - Ele sorria de forma meio sinistra. Shaw não esperava mais que o beta escolheria uma resposta hoje. - Se eu tiver sorte, e geralmente eu não tenho, eles não esperam uma mordida de volta. Alguém em algum lugar do lado deles vai vacilar. Vai ter uma parte fraca, um pedaço desprotegido. Se tiver, eu vou achar e vou arrancar esse pedaço. Pode ser pequeno, eu não ligo. - Alguns passos afastados para enquadrar os outros urathas ali. - Essa não é a vingança por Sorriso Sangrento e Quebra Correntes. Isso vai ser mais forte, outra hora. Agora é por mim. Por qualquer um aqui que não queira encarar um ou outro e lembrar da noite em que eles nos deixaram em pedaços e a gente escolheu interromper a reação assim. Eu não vou olhar para Chloe assim, nem para vocês. - Tendo uma direção para avançar, nenhum peso ia atrapalhar ele. - Eu sei que a maioria aqui já lutou hoje, mas o próximo movimento é diferente, não tem mais ninguém nosso para proteger lá. É colocar um pé na garganta do outro lado e mostrar que tudo tem um preço.

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2221
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Qui Jun 10, 2021 2:37 pm

    Sam se junta ao trabalho e logo está fazendo parte de uma maquina bem afinada que absorve seus esforços. Uma organização no meio do caos. Ninguém reclama quando pedem anestesia e recebem whisky ou morfina, ou no lugar de desinfetante encontram vodka. Enquanto lá dentro os urathas deixavam o clima cada vez mais pesado, do lado de fora os cuidados e a limpeza transformavam aquelas pessoas. Sam via sorrisos e choros aliviados. Via mães e filhos se abraçando apertado. Lina desenhava as pessoas em um cardeno e ela nem teve tempo de pensar em quanto isso podia ser invasivo já que espíritos andavam entre eles. Claros como o despertador as 5 da manhã. Um longo emaranhado de veias pulsantes pretas e verdes sugava todos os ferimentos que via. Um espaço vazio e fundo que fazia a cabeça doer e se esticava em pulsos erráticos fazia silenciar as pessoas que gritavam de dor. Uma estranha aranha branca com mãos no lugar das patas deixava escorrer poeira no rosto dos mais agitados dos pacientes e alguns até dormiam. Sam ficava feliz que os outros não podiam ver. "Você pode falar com eles? Você quer?" A voz era pequena e timida e absolutamente inesperada. Uma garota ruiva e franzina, adolescente. Ela tinha os olhos na mesma aberração branca que Sam. Ela sacode um punhado de pontos adesivos para Sam com uma expressão que pode ter tentado ser um sorriso. A menina logo dá de ombros e deixa Sam em paz.

    --

    Chloe quando é tirada do chão, o balanço suave a levando para um lugar quente e macio. Cansada demais para abrir os olhos ela sente o calor aconchegante a levando para o escuro do sono.

    --

    Brendan sorri algo cruel e afiado quando Axel fala sobre retribuição por Sorriso Sangrento. Amy faz que sim quando ele pergunta sobre Skye. Presa Reluzente range os dentes, mas espera Shaw dizer sua parte assim como Morte que olha tudo com mais confusão que irritação. "Suas palavras são preenchidas por fúria Irraka e o Elodoth não traçou as teias mais sutis que eu já vi, mas eu estou com vocês, eles foram longe demais. Eles chegaram em Dover. Isso exige retaliação e essa retaliação é nossa para inflingir." A voz não era exaltada, era baixa e intensa, preenchida de fúria fria e tensa. Os dentes azuis no suco das folhas.

    "Não é como se eu não quisesse ir lá encher eles de ossos quebrados, mas minha lua cheia tá na lona e minha ithaeur faz parte da defesa. Eu só tenho eu mesmo e dois meia luas que eu não quero nem perto daquele monstro que arrancou a porta do meu carro e perseguiu a gente no meio do incendio. Eles podem ficar por aqui, eu quero um pedaço disso aí." Ele olha sobre os ombros quando fala, os pés sempre em movimento com a agitação quase impossivel de conter.

    "Eu sigo minha alfa e ela me deu parentes para proteger." Ela fala as palavras com claro desgosto, só não fica claro se é pelas palavras ou por quem as ouve. "Minha alcateia..." Mas ela não pode terminar de falar, é interrompida por uma mulher que parece não ter saido de lugar nenhum com William do seu lado.

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Dalia_10

    "Sua alcateia? Ou nossa?" Ela olha de um para o outro um pouco confusa, mas com animo elevado. William não sorri, troca olhares com a filha e vira para Shaw e Axel. "Ele lutou com garra." Ele se aproxima. "Vocês querem lutar e entendo." Ele não demonstra muitas emoções nesse momento, voz nivelada e calma e o sorriso costumeiro guardado. "Vocês querem respostas também." Não era uma pergunta. "Essa tem sido uma longa noite e se vocês querem atacar é melhor irem logo." Era inesperado para todos, até Sombra Vermelha parece surpresa. "Não posso obrigar ninguém a ir ou ficar, mas Garras de Ferro está tentando convencer a Legião a recuar, acho que logo eles vão ter mais do que conseguem mastigar na boca." Ele olha para uma das paredes e aponta, Shaw entende que ele mostra uma direção e não algo na parede. "Sinto muito pelo seu companheiro, nosso irmão. Nunca fica mais fácil." Um toque de frustração alcança a voz cuidadosamente neutra.

    Brendan parece mais irritado ainda e nem prestou atenção na direção que ele apontou. "Olhos do Céu..." A voz novamente fria e sem emoção. "Imagino que saiba mais sobre os acontecimentos da noite do que suficiente para apontar uma distração. Infelizmente o tempo para conversa ficou no passado e é hora de caçar." O elodoth anda para fora da casa na direção de seu carro, ele olha para trás mais de uma vez. William o ouve e balança a cabeça em positivo enquanto abaixa perto de Anne e Aponi, nenhuma das duas parece perceber a presença dele ou mesmo do que foi falado a sua volta. "Pai, eles vão querer vingança pelo que a gente fez, manda o Rich voltar." O tom de suplica era claro na voz dela. O irraka finalmente sorri. "Não é assim que se fala comigo e eu não posso dar uma ordem que vai ser ignorada, eu sou um alfa, pequena." A voz dele era carinhosa e nem um pouco ofendida.

    "Parece que eu sou a única que não sei o que tá rolando, mas eu topo voltar pra cima dos puros. Cê fica Mags." Ela faz um circulo com o indicador direito e a lua cheia parece prestes a explodir e tão vermelha. Morte solta um grunhido de aprovação e vai atrás de Brendan com uma energia nova nos passos. "Não sei que respostas vocês querem, mas eu não tenho segredos." Ela olha de Shaw para Axel e o elodoth sente como se ela fosse problema. Problema grande. "Uivo Cortante, alfa da Irmandade Ardente. Cê deve ser o Axel e você o Shaw..." Ela ia dizer mais coisas, mas Anne a interrompe se levantando e segurando Shaw pelo braço e o fixando com um olhar molhado e vermelho, mas louco de raiva. "Eu vou com vocês. Tem coisas que eu não posso fazer e você pode." Amy e Jenna aparecem ao lado de Anne como uma coisa só. "Não pode jogar isso nele. Shaw não merece mais isso." Anne olha para ela com olhos amarelos e Shaw sente as garras. "Eles mataram o Quebra Correntes! O meu Teo!" Era o único argumento que ela tinha, o único que ela precisava. Aquelas palavras transformam a atmosfera em algo silencioso e estéril. A dor e a raiva de Anne estampadas no rosto, um desafio, uma demanda por vingança.

    "Combustão também..." A voz de Aponi era rouca e fraca e dissonante, nada da beleza comovente de costume. "Mas eu ainda tenho você, isso não precisa mudar." A lua cheia parece diminuir e as emoções fogem do rosto. Ela alisa o lugar onde segurava Shaw, mas não pede desculpas. Ela parece prester a falar, mas só aperta os lábios e balança a cabeça antes de sair. No caminho ela segura Aponi pelo ombro por um instante enquanto William ajuda a mulher a levantar. "Vamos precisar de mãos delicadas e controle aqui." Ela não olha para ninguém enquanto fala ou é ajudada até um sófa onde Olhos do Céu começa a costurar sua perna.


    Amy olha para Skye ao lado de Axel. "Ele tá certo, mas não posso te levar Skye, eu vou ter que ir com eles." Ela suspira desanimada. "Aquele moço costurando a perna dela é meu pai. Ele vai pra onde meus filhos estão assim que ele puder, você ajuda a proteger eles por mim?" Um pedido, não um convite. A outra moça com ela olha Skye de cima a baixo como se visse algo divertido, uma expressão ansiosa e faminta como se a resposta de Skye valesse um almoço grátis.

    --

    Sam sente uma pressão urgente no braço. Dedos fortes a puxando da fascinante tarefa de tirar pedaços de tecido de um ferimento horrendo na perna de uma mulher toda suja onde não está ferida. "Eu quero você." As palavras faziam pouco sentido, mas pareciam mortalmente sérias vindo de Anne. O rosto meio lambuzado de choro e da sujeira que Aponi tinha trazido em si. "Quero hoje e depois. Precisava dizer isso. Precisava dizer isso agora." A certeza intensa parece dar lentamente espaço a realização do quão ridiculo ela parece. Ela limpa a garganta. "Eu... queria que você soubesse... Agora cê sabe e... eu to indo fazer algo bem burro e arriscado e assustador e acho que se eu não voltar... você sabe. Sabe, né?" A mulher respira fundo e pisca afastando mais lâgrimas.


    Faor
    Mutante
    Faor
    Mutante

    Mensagens : 703
    Reputação : 27

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Faor Qui Jun 10, 2021 3:50 pm



    - Eles foram longe demais. - A repetição das palavras do Filho do Corvo escapam num sussurro entre os dentes do irraka inflamado. Ele acena para os forasteiros mas se surpreende com Willian e a outra estranha. Segue sem alimentar as conversas mas a fúria dá lugar à confusão quando Amy fala com o pai. Tudo o que ele diz, porém, é rápido e seco. - Se puder, faça os outros saberem que a gente vai pra cima. - Era para Olhos do Céu e não tinha nenhum pedido de apoio ou coordenação. No fim, imaginou que Willian faria aquilo de toda a forma.

    Quando Uivo Cortante se apresenta ela já tinha imposto à sua Rahu que não seguisse com eles. A raiva dela era nítida e Shaw preferia a Lua Cheia com eles, mas alguém assim na defesa não era má ideia. Ele mesmo se lamentava por não ter qualquer recurso para gerenciar. Logo Anne avança para Shaw e ele não recua nem se incomoda com o nervosismo intenso dela, ao contrário. Shaw acaba olhando irado para o protesto de Amy mas Vermelha como Sangue fala primeiro. Ele quase acredita que Canção no Vento mudaria a cabeça da Lua Cheia depois de dizer que elas perderam o totem, além do alfa. "Vamos lá" o movimento da boca silenciosa dele para Anne é tudo o que ele faz.

    As palavras de Sombra Vermelha para Skye quase provocam um calafrio no irraka. Chegou perto de uma recaída, perto de deixar as dúvidas e a responsabilidade iniciarem outra batalha depois de vencidas. Ele aperta um braço de Axel e encara Skye pela segunda vez naquele lugar. - Eu sei que você não confia em mim e ninguém te disse que foi eu que pedi para te trazerem aqui. Despois de tudo o qua aconteceu hoje, eu tive medo de te deixar sozinha sem saber o que estava atacando gente como nós na nossa cidade. Até aqui você ficou segura e com aquele lá você ficará mais segura ainda. - Ele não espera uma resposta e logo encara Amy com urgência.

    Caminhando para fora, ele vê Anne próximo à Sam e Chloe dormindo, ou desmaiada. - Burro, ariscado e assustador, mas o que importa é a vontade de voltar, não é? - Ele não chega tão perto das duas mas Sam escuta sem dificuldades. Os olhos escuros do alfa predem Sam por um instante mas ele se vira e se afasta sem dizer mais nada. Dizer o que?

    Pronto para seguir os demais, ciente da direção que Willian indicou, ele fala com o Caminhante outra vez. - Estamos indo Caminhante. Eu e Lobo Partido. E aliados. Eu espero caçar ao seu lado.

    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1564
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bastet Sex Jun 11, 2021 11:45 am



    Samantha
    Doiley

    Samantha tinha um objetivo e estava focada nele. Ajudava o máximo de pessoas que podia, com todo cuidado e precisão que possuía. Ficava feliz quando via um traço de felicidade no meio de toda dor e sofrimento, mas não tinha tempo para apreciar aquilo... Mas, em algum momento, o olhar passou de um ferimento para a paisagem... E ela viu. Viu tudo aquilo. Os espíritos, as veias pulsantes se enfiando nos ferimentos... A aranha branca e bizarra. Se sentiu até tonta, nem na reunião das alcateias, após o primeiro ataque dos puros, tinha visto tão perto e tão vívidos os espíritos... Lá, ela agora entendia, ela tinha visto os totens... Ali? Que porra era aquilo? Pelo menos a aranha parecia ajudar, diminuindo a angústia dos mais feridos.

    Devia estar com tanta cara de paspalha olhando aquilo tudo que uma ruivinha veio falar com ela sobre. Sam deu um pulo com a voz perto, piscando algumas vezes e olhando pra jovem – Você vê também? – perguntou, percebendo que o olhar da jovem ia diretamente para a aranha – Como assim falar? Hey, volta aqui, como é seu nome, menina...eu... – a menina começou a se afastar, antes de Sam poder responder se queria, claro que queria! Se podia? Nem Sam sabia responder.

    Antes que pudesse ir por à prova aquela teoria, alguém pede ajuda em um ferimento terrível na perna de uma mulher... era, no mínimo, uma queimadura bem feia. Se era só isso? Ainda não dava pra saber.

    - Se vai doer? Vai... Mas vai melhorar depois... Tá bem? – falou com a mulher, procurando a aranha com o olhar, imaginando que o pozinho de pirlimpimpim dela ia ser o melhor anestésico, mas o máximo que pôde oferecer foi um gole da Vodka que estava usando pra esterilizar a pinça.

    Estava completamente alheia ao que acontecia lá dentro, tentando fazer aquela tarefa difícil de forma rápida, porém delicada. Ficou ali concentrada o suficiente pra nem ver Anne se aproximando, olhando em direção à mão que a segurou... E não resistindo ao puxão quando percebeu que era Anne. Não sabia bem o que dizer... Estava confusa,  talvez até um pouco brava... Mas a expressão se desmanchou ao ouvir as palavras da mulher. Não esperava ouvir aquilo, naquele momento.

    - Oh, Anne... – Sam a puxou mais pra perto, segurando o rosto dela entre as mãos e depositando um beijo nos lábios urgentes dela, assentindo quando ela perguntou se Sam sabia. Queria pedir pra ela ficar, mas não podia. – Volta pra mim, Anne... Pra gente – puxou a mão dela para sua barriga, fazendo leve pressão ali – Volta... Eu te quero comigo, entendeu? Não posso perder outra pessoa que eu amo... – confessou aquilo bem baixinho, ficando ainda mais vermelha quando percebeu que Shaw tava perto o suficiente pra ouvir aquilo. O Alpha, até então, não sabia quem era o “pai” da criança de Sam, mas ali ele saberia que o pai... ou mãe, no caso, era Anne.

    Limpou o rosto melado de lágrimas e sujeira de Anne, dando mais um beijo leve, olhando para Shaw em seguida e assentindo. – Não deixa as costas dela sem proteção, Shaw. – falou em tom normal, sabendo que ele ouviria.

    ---

    Pediria pra alguém terminar o curativo na mulher que cuidava anteriormente, indo até onde podia, parando sua alcateia por um momento antes de partirem. – Eu não concordo com vocês indo pra uma caçada assim, sem saber que os espera... Levando pessoas que claramente topariam qualquer coisa pra vingar um amigo perdido – falava claramente de Anne ali – Mas já que vão, quebrem a bunda daqueles filhos da puta... E tragam ele de volta. Franco deu a vida por todos aqui, principalmente pela Chloe, ele não merece repousar num território tão... tão sujo – Sam não sabia que possivelmente Franco poderia ter sido comido ou queimado no meio do incêndio. Apenas pensava que os meninos iriam precisar de um túmulo pra se despedir. – Boa sorte – falou para os dois, indo se despedir de Anne em seguida, e observando os lobos partirem. O grupo, pelo menos, era bem maior do que ela esperava... E não viu Skye no meio, o que era um alívio.

    Ergueu o olhar, procurando o caminhante, pra ver se seguia com eles... Quando Connor saiu, os meninos tinham comentado sobre a possibilidade de perder o Totem. Será que a morte de Franco traria essa ameaça de volta?

    O olhar acabou pulando do Caminhante pra aranha de novo. E, sem perceber, Sam começou a andar em direção a ela.

    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5213
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bravos Sab Jun 12, 2021 12:06 am





    Axel Brown

    Um sorriso bem forçado quando Voz do Inverno disse que seus fios não eram os mais sutis. Ele não era um Senhor da Tempestade. Ou talvez apenas não fosse experiente o bastante. Não importava mais agora. Algumas desculpas apareciam, até que chegavam dois novos atores. Olhos do Céu e a alfa da Irmandade. Ele fala umas baboseiras e Voz do Inverno não parece impressionado. Uivo Cortante se apresenta e os pressentimentos eram os piores possíveis. Ela estava claramente pressionando Presas Reluzentes. - Lobo Partido. Gosto de quem não tem segredos... - É sempre melhor quando eles são descobertos.

    Anne se levanta para ir com eles. Lobo Partido assiste a cena sorvendo nela mais motivos para seguir. Amy fala com Skye. Shaw também. Ele deixa para ser o último. Novamente ele se abaixa, até ficar na altura dela. - Eu preferiria que nada disso tivesse acontecido. Muito menos hoje. Para que eu pudesse me preocupar apenas com você. Nem tudo está sob nosso controle. Fica aqui, segue o William. Não é seguro você andar só. - Tenta fazer com que as palavras não sejam pesadas nem graves, embora fossem. Ele sorri e por um instante seus olhos são cúmplices de novo. Ele espera ela dizer algo antes de se levantar para caçar.

    * * *

    - Lembra quando dissemos que a alcatéia é como uma família? - Disse para Samantha. - Uma família não mede consequências. Quem faz isso é empresas. Não somos uma empresa. - Ele sorri embora seja evidente que era um sorriso forçado. Dali em diante ele não falaria mais até estarem caçando.





    Malk
    Samurai Urbano
    Malk
    Samurai Urbano

    Mensagens : 130
    Reputação : 21

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Malk Sab Jun 12, 2021 2:17 am


    Ela começava a ficar irritada. “Nós temos algo importante”. Já tinha entendido aquilo muito bem. Não era como se estivessem sussurrando, e ela não era estúpida. Já tinha entendido a raiva, tristeza e os poucos inflamados por vingança. Nem mesmo ouviu direito quando Axel falou à respeito de Amy, porque não queria mais ouvir. O discurso que ele fazia em seguida apenas reforçava o que ela estava vivendo ali e odiava que continuava sendo só uma criança no meio de tudo aquilo. Era parte do povo também, não era? Era lobo também, não era? E por que ela não podia decidir o que queria fazer? Todos os outros estavam decidindo e também estavam escolhendo por ela. Outra confirmação daquele sentimento que vinha com Axel falando para leva-la até Silvia. E a simples concordância de Amy com a pergunta a fazia se fechar ainda mais.

    Adultos sendo adultos. Não disse uma única palavra. Mas ouviu tudo quieta. Já que aparentemente eles estavam mais focados em se preparar contra os inimigos. Como eles tinham chamado.... Puros. Retribuir por alguém morto e proteger quem estava ali. Já tinha entendido, estava mais do que transparente para ela aquele ponto em específico. E não era importante para ela. Quase como um fantasma ali, ela ouvia qual seria o próximo passo deles. Sem esboçar nenhuma reação no rosto.

    E só deixou a conversa paralela de lado quando ouviu seu nome e encontrou Amy a observando. Estava ouvindo ela, o rosto sério, quase com raiva. Ela parecia desanimada mas não foi devagar para concordar com o plano de Axel sem perguntar o que achava. Adultos gostavam de mentir. Amy não era muito diferente deles. Tinha percebido já. Sentiu o olhar da outra mulher e lentamente seu olhar caiu sobre ela. Por que não tinha medo mais, estava irritada. E encarou de volta quase em desafio silencioso. – Eu não quero. – Respondia Amy, voltando a fita-la.

    Então Shaw resolveu falar, mais palavras que não tinham peso nenhum na boca de um estranho. “Eu que pedi pra te trazerem aqui.” Foi a frase que a fez tirar os olhos de Amy e mudar para Shaw. Era culpa dele então. Nem ouviu mais nada depois daquilo e a falta de interesse dele em ouvir uma resposta só a irritou ainda mais. Axel tinha quase a mesma fala, o mesmo desanimo, a mesma ausência de importância. Adultos apoiando adultos. Ele nem tinha terminado de falar e Skye já estava se afastando. Quase esbarrando nele. Apenas indo para fora.

    [...]

    Skye estava sentada na escadinha em frente à entrada do lugar, na visão dos outros, mas sem conversar ou se aproximar de ninguém. Pegando pedrinhas no chão apenas para voltar onde estava e ficar as jogando. Num ciclo. Notou a movimentação dos outros lobos e continuou o que estava fazendo. Não se importava mais.
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2221
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Dom Jun 13, 2021 7:06 pm

    Axel escreveu:Lobo Partido. Gosto de quem não tem segredos...

    Mesmo claramente tendo visto o elodoth antes de ele falar ela o olha como se tivesse acabado de descobrí-lo. "Cê não deve gostar de ninguém então, meu chapa. Curti a atitude." Ela fala de um jeito leve sem se esforçar para ser, ou não irônica.

    Amy parece mastigar a resposta de Skye. "Tudo bem. Se cuida então." Ela morde o lábio antes de continuar, talvez decidindo o que dizer no último segundo. "Lá fora tem gente mais rápida que você que fazer com você o que fez com aquela perna." Ela aponta com o polegar, para os tendões, veias, músculos e pele dilacerados e não espera a resposta de Skye.

    Shaw escreveu: Se puder, faça os outros saberem que a gente vai pra cima.

    Ele balança a cabeça e parece que não vai fazer mais que isso porém fala baixo, quase para si mesmo. "Eles vão saber. Todos estão prestando atenção em vocês agora." Ele puxa o fio transparentes na pele de Aponi e ela faz uma carreta de dor, mas não reclama. "Garra de Ferro vai ajudar se puder."

    --

    "Kandice moça." Ela fala sem nem olhar para trás.

    --

    Ela não sorri, não Anne. Ela fica mais e mais séria. Até as palavras sussurradas de Sam. "Eu vou lutar Sam, eu posso não voltar. Mas posso te prometer que eu quero voltar. Quero ver você velha e cinza e chata." Ela diz sem nenhum humor na voz para cegar o fio das palavras. "Eu sou a lua cheia Sam, eu não lutei hoje ainda. Sou eu que vou proteger eles." Ela fala ainda séria. Ainda sem soltar Sam.

    Shaw escreveu:Burro, ariscado e assustador, mas o que importa é a vontade de voltar, não é?

    "Tá certo, voltar é importante. Não mais do que ir." Ela finalmente relaxa a mão deixando o braço de Sam escapar.

    --

    Os urathas acabam reunidos do lado fora, no limite do que os humanos chamariam de luz. Meras formas escuras contra o céu que ainda não tinha se rendido ao amanhecer. Ainda tinham algumas horas. Shaw sentia a presença e de Axel e isso era um alento, um alento que o elodoth não tinha. Brendan esperava em dalu, mas a forma quase humana era a única concessão visível a atmosfera tensa e recheada de ansiedade. Jenna e Amy não tinham se limpado e ainda pareciam ter acabado de sair de um lugar onde ninguém ia querer entrar sem um exército, uma preocupada e cansada e a outra irrada e cansada. Uivo Cortante parecia mais bem disposta, como se eles fossem fazer uma trilha e não lutar contra Anshega. Jay tinha se juntado a eles e passava uma garrafa de água para Amy. Anne era uma clara pilha de nervos que mudava de forma lentamente canalizando a raiva como alguém que conta as respirações para reencontrar o controle. Todos tinham passado por Asia que não escondia a reprovação nos olhos, mas não disse uma palavra.

    "Então, cê tá no comando, né Shaw? Alguém quer contestar isso?" A provocação clara, tão clara quanto a diversão nos olhos e a agitação nos membros enquanto ela se alonga e aquece.

    "Eu não poderia ter nós juntado, nós movido. Não me oponho." Voz do Inverno consegue dizer as palavras sem trair nada.

    Anne nem parece ouvir. Jay olha de um pro outro procurando alguma coisa impossível de adivinhar. Jenna tensiona o corpo e se move para frente. Um passo deliberado e forte. A mão de Amy a toca na cintura. "Eu não tenho a energia para isso agora. Garra sangrenta, está de olhos abertos? Você o caminho? Claro sob a luz da lua? Pronto para por nossas vidas nele?" Amy fala olhando para Shaw sem desviar, ela não é boa com as palavras e deixa as emoções escaparem contraditórias enquanto fala. Dúvida, lealdade, raiva, dever, frustração e adimiração embaralhados de um momento pro outro. Ela quer saber as respostas, Jenna só parece querer medir Shaw e Axel através delas. Jay tinha encontrado algo em Axel e parecia disposto a continuar procurando ali.

    "Eu só quero saber pra onde a gente vai, cê quer muito do garoto baixinha." A zombaria passa direto por Amy, mas faz os ombros de Jenna relaxarem e os olhos de Jay se fixarem nela como adagas. Todos olham de um Algoz para o outro.

    --

    Sam não vê quando Skye passa e nem onde Chloe foi parar. Fica olhando do trabalho para as sombras contra o escuro ainda mais profundo da noite esperando o momento quando não vai mais vê-los ali. Porém Skye não consegue ignorar os monstros, sim monstros. Criaturas de formas impossíveis flutuando no ar em asas ou hélices fincando apêndices sujos, verde marrons em ferimentos. A aranha com mãos no lugar de pés. Skye ouve a voz deles no ar. "Dor... dor... dor... doce doce dor..." "Fracos humanos tão férteis. Um crime arrancar sementes tão lindas de um solo tão forte." "Dorme dorme garotinho... dorme fundo até o fim..." Nenhum deles se importa com Skye. Nenhum deles fala com ela.

    --

    Skye anda para pegar as pedrinhas que jogou e quando se vira para voltar ele bem na frente dela. Sorriso enorme estampado no rosto. "Uma sombra me disse que você é igual a mim." Ele diz como se aparecer atrás das pessoas do nada fosse o melhor jeito de começar uma conversa. Ele dá um passo para o lado deixando o caminho livre para Skye. "Uma sombra da lua no meio do dia. Ainda chamam a gente de sem lua, né?" Ele ri como se Skye tivesse entendido a piada, mas nunca tinham chamado ela de sem lua. "Eu to bem ocupado lá dentro e se você quisesse ajudar ia ter dado um jeito." Não era uma pergunta e nem uma oferta. "Anos atrás eu mandaria uma carta, muito mais misterioso." Ele move as mãos como um mágico barato da tv. "Mas agora as pessoas preferem mensagens de telefone." Ele espera um segundo antes de continuar tirando um celular do bolso da camisa. "Pedi pro meu filho esse, ele apagou tudo. Você pode até ensinar ele a ler seus dedos." Ele estica o celular para Skye, bonito e comprido e com uma tela brilhando no escuro. Ele espera ela pegar, mas parece satisfeito de um jeito ou de outro.

    William joga uma pedrinha no escuro tentando deliberadamente imitar Skye e não gosta do resultado. O jogo dele não eram as pedrinhas. "Curioso, não é? Um monte de plástico e metais faz contas mais rápido que eu e você e lembra perfeitamente de mais coisas que a gente vai aprender na vida toda. Os desgraçadinhos já sabem até ler as nossas mãos melhor que qualquer cigana. Nu Bath Githul fica mais e mais difícil, cada ferramenta uma lâmina de dois gumes... Sih Sehe Mak Mak Ne Sih... Cê vai ter dúvidas Skye, meu número tá na parte de trás..." Ele aponta o celular no chão onde ele largou caso Skye não tenha pego. As palavras na primeira língua eram mais fáceis de entender do que inglês, ela sentia como se soubesse delas a vida toda. Como quando Axel as disse, elas estavam gravadas fundo em algum lugar de Skye que mudava em volta delas. As palavras no olho do furacão, intocadas. "Tem pizza chegando, hamburguers e cozido também. Se eles passarem por aqui, manda eles lá pros fundos por favor." Ele espera para ver se Skye vai dizer ou não alguma coisa, prestando muita atenção, mas olhando para o escuro lá fora.
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5213
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bravos Seg Jun 14, 2021 9:50 pm





    Axel Brown

    Lobo Partido sorri um sorriso travesso quando Uivo Cortante diz que ele não gosta de ninguém. Ele havia entendido o jogo dela. Ele não ia cair. Sombra Vermelha fala ainda com Skye. A garota tinha se fechado num casulo. Ela também não havia escutado ele. O uratha sente o peso de não poder agir da melhor maneira para com ela. De não ter tempo para gastar com ela. Que dia a lua havia escolhido para infantar um irraka dentro do território deles. Um pequeno estalo passou por sua mente sobre como Skye e Amy poderiam se conhecer. Mais alguma coisa para descobrir.

    Quando eles já estavam lá fora, Lobo Partido puxou Shaw pela braço. Olha ao redor para ver quem estava por perto e lhe sussurra. - Olha, a líder da Irmandade sei lá das quantas... Ela é provocadora. Ela vai querer criar uma rixa. Você viu como ela trata a beta. Não caia nos truques dela. - Os olhos do elodoth correm de um lado para o outro. - Nós vamos lá vingar, mas precisamos ser cirúrgicos. Um golpe limpo. Meus dons estão todos à sua disposição para acertar esse golpe. - Era o papel dele, mostrar onde derrubar a presa. E ele podia por os instrumentos na mão de Shaw. - Menos impedir a kuruth. Não saia do controle. - Afinal, ele já havia usado aquela bênção de Luna naquele mesmo dia.

    Largou o alfa. Agora era com ele. Ele tinha com quem contar. Enquanto se aproximava, ele mesmo passava para a forma dalu. Os demais se aproximavam. Lobo Partido não falava antes de ir para a caçada. As provocações de Uivo Cortante ficaram no ar. Voz do Inverno fez uma sugestão do que ele achava, não daquela vez. Sombra Vermelha metralha Shaw com perguntas. Mentalmente ele torcia para o irraka não hesitasse.





    Faor
    Mutante
    Faor
    Mutante

    Mensagens : 703
    Reputação : 27

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Faor Qua Jun 16, 2021 5:28 pm



    As emoções de Sam atraíram Shaw e o alfa ficou quieto, com os olhos intensos na morena. "Mas já que vão, quebrem a bunda daqueles filhos da puta..." - Isso provoca um sorriso e o irraka pisca para ela para logo depois fechar a expressão em um vazio distante quando a grávida diz o nome do escocês. Ele se afasta com essa concentração mas escuta as boas palavras de Axel. Lobo Partido não tem dúvidas que tem o apoio e até a gratidão de Shaw pela presença e postura dele ali. Nem o contato do elodoth com Skye passa desapercebido, mas sobre isso Shaw apenas deseja ter um futuro para se dedicar sobre.

    Ele acena para Willinan mas tem um gosto amargo. - Mesmo agora? Todos de olhos nos Algozes. Tomara que sobre alguém para receber tantos olhares... toda ajuda é bem vinda. - A reclamação tem um tom imaturo e não trás a intensidade ou a urgência do Garra Sangrenta naquela noite. O sentimento estava lá.

    Passar por Asia era sentir todo o peso e a consciência em um instante e Shaw afasta a imagem da loira assim que pode. Olhar para Anne era muito melhor e trazia a energia que ele queria. Axel fala com ele e logo depois ele faz uma careta para Sombra Vermelha. - Eu não vou esquecer que está caçando hoje aqui, nem que já correu essa noite. Quem quiser, amanhã pode escrever meu nome em uma bandeja de prata e cagar em cima. - Ele ainda estava em Hishu e aos poucos se esticava e focava a visão na direção que Olhos do Céu apontou antes. - Eu não ligo. Eu quero vocês comigo e não vou negar a responsabilidade, mas cada alfa aqui é capaz de mandar os seus abandonarem a caça quando acharem que devem.

    O irraka passa para Dalu lentamente e os ossos estalam e torcem provocando uma onda de dor que ele aceita bem. - Eu tenho a direção de Olhos do Céu e a percepção do Caminhante Noturno. Mas eu não quero uma luta justa, aberta. Eu quero achar um ponto fraco, rasgar e deixar sangrando para depois machucar de verdade. Hoje é para atacar como a Lua Nova.

    Malk
    Samurai Urbano
    Malk
    Samurai Urbano

    Mensagens : 130
    Reputação : 21

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Malk Qua Jun 16, 2021 11:20 pm


    Skye não deu ouvidos a Amy, agora ela estava tentando assustar ela. E não iria funcionar, nem mesmo tinha tido o mínimo trabalho de olhar na direção que a mulher apontava. A raiva era quase como uma cobertura extra para o muro que ela tinha formado ao redor de si, mantendo os adultos longe e a conversa à respeito dos planos sobre os Puros mais distante ainda. Não queria se envolver com nada daquilo. E talvez, nem mesmo dessem a escolha para ela fazer.

    E aquele lugar ficava cada vez mais estranho a cada minuto que ela continuava ali. Não sabia qual dos dois sentimentos estavam de fato comando suas ações ou mais fortes quando os monstros entraram no campo de visão. Medo ou Raiva. Ela tentou ignorar, mas não conseguia barrar as vozes das criaturas. Tinha as visto em uma das idas e vindas de buscar pedras no chão. Dessa vez, retornando com as mãos vazias para se afastar das vozes quando e as figuras, quando o homem se colocou na frente dela e o passo para trás foi involuntário. Instintivo e defensivo. Frustração veio quase junto. Detestava dividir tanto espaço com o medo e quão ele lhe deixava mais alerta do que gostaria.

    As mãos se fechavam e formavam um punho cada uma. Sequer compartilhava o mesmo sorriso que ele. Skye queria procurar um canto novo para criar um casulo, e imaginava que ele iria a seguir do mesmo jeito, não suspirou, não fez nada, a frustração ainda lá. Silenciosa. Decidiu voltar onde estava jogando pedrinhas. Sentando. Agora encarando o chão para tirar os monstros do campo de visão e somente ouvir a contragosto onde o novo discurso chato iria a colocar dessa vez. Não entendia onde ele queria chegar com aquela conversa. Na verdade, não entendia metade do que aqueles adultos todos estavam falando, uma realidade que só a fazia sentir ainda mais deslocada naquele lugar. Já tinha percebido as garotas mais novas andando por ali e elas nem pareciam se importar com tudo que acontecia. Skye não podia fazer o mesmo.

    Percebeu pelo canto dos olhos o homem esticando o celular e não fez qualquer menção de pegá-lo. Não tinha um celular, nunca sua mãe a havia dado um, mas ela não confiava nele o mínimo que fosse para aceitar o aparelho. Estava ouvindo, mas fingia que não. Os pés batendo na areia com dificuldade pela altura, como uma distração. Frustrada de novo. Já tinha entendido ali que aqueles adultos gostavam de falar, talvez de ouvir eles mesmos também. E internamente, tinha sentimentos em conflitos. Um lado dela ficava confortável, outro dizia que era tudo besteira e ela podia se virar sem eles. Quase cogitou perguntar sobre o que significavam aquelas palavras novas, e deixou de lado. Ela tinha uma dúvida, bem mais clara do que a história de ser lobisomem, e nem isso ela compartilhou em voz alta. Aquele era o pai de Amy, se tinha ouvido a conversa direito e não confiava em nenhum deles.

    Quando ele parava de falar, não pegava o telefone ou dava qualquer tipo de resposta que ele estava esperando. Deu o lugar antigo como perdido como "pacífico" e não queria mais ouvir os monstros, ou adultos. Levantou num pulo, e saiu de perto da única construção, andando para o mais longe que pudesse os tirar do campo de visão. Poderia estar ouvindo eles, não se importava. Àquela altura não se importava de ficar na beirada da floresta que cercava o sítio. Olhando através do escuro e os devaneios em outro lugar.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1564
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bastet Qui Jun 17, 2021 7:58 pm



    Samantha
    Doiley

    Quando Anne afrouxa o aperto em seu braço, Sam a puxa em um abraço apertado. Não sabia mais o que dizer, queria implorar para ela ficar, mas via na expressão de Anne que realmente ir era tão ou mais importante que ficar. Apenas assentiu com a cabeça, deixando Anne ir.

    - Eu também quero que volte – disse, quando ela estava a uma distância que ela ainda podia ouvir, andando até os meninos da alcateia,  pra desejar sorte. A expressão se retraiu com a resposta de Axel, negando de leve com a cabeça. Parecia muito conveniente utilizar o termo “família” apenas quando era conveniente.

    Se afastou deles após se despedir, observando eles partirem de longe.

    ---

    Quando visse Anne sumir entre as árvores, começaria a andar em direção à aranha. Ela parecia dizer algo... Algo que Sam não entendia. Quase como uma música de ruídos desconexos e estranhos. Parou quando estava relativamente perto.

    - Você consegue me entender? – perguntou, não sabendo se sentia tola ou curiosa em fazer aquilo.


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2221
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Sex Jun 18, 2021 4:15 am

    Quando Skye pula o homem fala algum barulho sem sentido. "Dover é na direção do nascer do sol." Ela ouve a voz atrás dela e passos se afastando. Não demora nada para ficar entre as árvores. As luzes do lugar e o movimento pareciam a única coisa do mundo quando estava lá. Quando mais longe mais os barulhos do resto do mundo começam a existir. Quando mais longe, mais ela sente o corpo relaxar e a fome ineplicável acalmar o suficiente para fazer sentido, o cheiro de sangue humano longe o bastante para ela apreciar o quanto era delicioso.

    --
    A lua cheia se demora no abraço e respira fundo o cheiro de Sam. Os dedos se prendendo no cabelo e na roupa como se pudessem ficar ali para sempre.

    Anne olha para Sam e a morena sabe que ela quer falar em resposta. Parece que Anne vai voltar e abraçá-la de novo, mas a mulher fecha a boca com força e pisca um dos olhos antes de ir.

    --

    "Não sabe inglês." Era Asia. "Um espírito de sono. Fala Romani." Ela tinha uma cara de desconforto, como se ficar em pé doesse. Provavelmente doia mesmo. "Kandice perguntou de você. Ela queria sondar se você era um lobo sem ter que perguntar e mostrar que não sabia." Ela mostra os dentes e mesmo assim o sorriso da mulher era algo enfurecedoramente lindo. Lindo, caloroso e sincero. "Cê conhece ela a muito tempo?" Asia olha só para Sam quando fala, impossível saber se a expressão de preocupação é com Sam ou não no meio de todo aquele sangue. Mas as coisas estavam ficando mais calmas e silenciosas a todo instante.

    A morena vê a ruivinha, Kandice, olhando para as duas por cima do trabalho bem ao lado da senhora manca que focava no trabalho com paixão absoluta.

    --

    Skye ouve mais que vê o grupo com Axel e Amy se afastando. Uma vozinha sem corpo dentro da sua cabeça diz que agora vai ser mais fácil provar um pedaço... Só para saber o gosto. A parte que ainda faz sentido dentro dela luta contra aquilo, mas não pode negar que a boca se enche de água. Um deles pisa em um graveto e ela olha para o escuro sem ver onde eles estão indo, mas claramente andando para a parte mais escura do céu, perseguindo a noite.

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2221
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Sex Jun 18, 2021 4:36 am

    Morte não é único que ri da piada da bandeja de prata, ele e Uivo Cortante, são os únicos. Ninguém nem respira errado quando Shaw fala sobre abandonar a caçada. Mas quando ele fala da direção de Olhos do Céu Voz do Inverno cospe suas folhas como se tivessem ficado amargas em sua boca. Uivo Cortante sorri afiado e cheia de energia. Todos os dragões balançam a cabeça ao mesmo tempo e Anne nem se move até ele falar de atacar como um lua nova. "Sabe que a gente só tem dois desses aqui, né?" Ela pergunta, mas o corpo já começa a se mover na direção que ele tinha mostrado. Morte muda para a forma de lobo e passa entre eles para seguir a mesma direção.

    "Eu vou logo atrás de você Shaw." A voz dela era decida. Relâmpago Vermelho andava para perto de Anne e Jay mudava para urhan e parecia disposto a esperar ali mesmo. Brendan segue até Axel lenta e deliberadamente. "Mesmo que não faça sentido, seguir Olhos do Céu é certeza de escolher no escuro. Então preste atenção em todos os detalhes." Mas ele não discute a direção, mesmo que a lamente abertamente. "Ainda não deu errado pra mim." Ela dá de ombros chegando bem perto dos dois. "Eu sou barulhenta então vou ficar perto de vocês. Também são os barulhentos né?" Ela não espera uma resposta. "Melhor não deixar esses caras chegarem primeiro e estragarem tudo." Ela começa a andar atrás de Anne e morte.

    "Shaw, eu to logo atrás de você. Eu sou boa nesse tipo de caça, pode apostar. Mas você é a ponta e eu sigo e Inquisitor vigia a retaguarda." Ela claramente queria dizer mais. Se eram taticas, conselhos ou um pedido apaixonado para ele ficar era impossível saber. Depois disso ela veste a pele do lobo e o segue.

    Conteúdo patrocinado


    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 2 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Set 17, 2021 6:59 am