Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 3 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.




 

    A Cidade dos Anjos Perdidos

    Dovahkiin
    Mutante
    Dovahkiin
    Mutante

    Mensagens : 593
    Reputação : 20

    A Cidade dos Anjos Perdidos Empty A Cidade dos Anjos Perdidos

    Mensagem por Dovahkiin Qui Mar 24, 2022 8:15 pm




    “Na cidade de Los Angeles eles não jogam o lixo fora, reciclam em forma de programas de TV”.



    A Cidade dos Anjos Perdidos O-que-fazer-em-los-angeles-750x430


            Los Angeles é a cidade mais populosa do estado da Califórnia e a segunda cidade mais populosa dos Estados Unidos, depois de Nova Iorque. Com uma população superior a 3,8 milhões de habitantes, é a cidade mais populosa do oeste dos Estados Unidos. Los Angeles é também a sede do condado de Los Angeles, o mais populoso e um dos condados mais multiculturais dos Estados Unidos. Os habitantes da cidade são referidos como "Angelinos".

            Los Angeles foi fundada em 4 de setembro de 1781, em nome da Coroa de Espanha, tornou-se parte do México, em 1821, após sua independência da Espanha, mas em 1848, no final da Guerra Mexicano-Americana, Los Angeles e o resto da Califórnia foram adquiridos como parte do Tratado de Guadalupe Hidalgo, tornando-se parte dos Estados Unidos.

            Muitas vezes, conhecida por suas iniciais, "LA", e apelidada de "Cidade dos Anjos", Los Angeles é, hoje, um centro mundial de negócios, comércio internacional, entretenimento, cultura, mídia, moda e tecnologia (um prato cheio para Asmodeus, Belphegor, Mammon, Balam, Vapula e outros Lordes do Inferno).
            Los Angeles já foi classificada como a sexta cidade mais economicamente poderosa do mundo, e a terceira nos Estados Unidos, atrás apenas de Nova Iorque e Chicago, fato pelo qual é considerada um dos maiores e mais importantes centros financeiros do mundo.
            Com Hollywood, distrito da cidade, é conhecida como a "Capital Mundial do Entretenimento" e é a líder mundial na criação de filmes, produção de televisão, videogames e música gravada. A importância do setor de entretenimento para a cidade levou muitas celebridades a residir em Los Angeles e em seus subúrbios.
    A cidade de Los Angeles tem muito para mostrar: museus, restaurantes, lojas, praias, parques, vida noturna, miscigenação… Mas impossível não começar pelo o que tem de mais conhecido internacionalmente: a indústria do entretenimento.


    A Cidade dos Anjos Perdidos LA_hollywood-sign


            Começando pelo Hollywood Sign, o famoso letreiro estampado nas montanhas. A placa, construída em 1923, era uma propaganda de uma imobiliária que vendia terrenos na região. Mas foi ficando, ficando e ganhando outros significados… Hoje, representa a indústria cinematográfica. Esse é um daqueles lugares onde todos querem ir, mas quase ninguém vai. De carro, é possível chegar até um determinado local (não muito perto). O restante do caminho deve ser percorrido a pé, em trilhas que levam até o letreiro (encostar nele, nem pensar – as letras são cercadas por grades). De lá de cima, a visão da cidade linda, e também diferente: a sensação é a de estar no backstage, observando de longe o espetáculo.



            Algumas das trilhas são feitas pelo interior do Griffith Park: o maior parque urbanos dos Estados Unidos, junto às colinas, com mais de 17 km de extensão (cinco vezes o tamanho do Central Park de Nova York!). São de lá que são tiradas as fotos mais clássicas e turísticas de LA, com o Hollywood Sign ao fundo. Dentro do parque, zoológico, observatório, planetário, campos de golfe, piscina, quadras esportivas e áreas verdes infinitas (local ideal para invocar seu Superior longe de olhares enxeridos).


    A Cidade dos Anjos Perdidos Trilhas-Griffith-Park-Los-Angeles


            É também no distrito de Hollywood que está a Calçada da Fama, na Hollywood Boulevard. Você vai precisar de tempo e de paciência para encontrar a estrela do seu ídolo morto de overdose dentre mais de duas mil homenagens. Mas, o tapete vermelho oficial, onde é realizado o Oscar, é o Kodak Theatre, localizado na mesma rua e anexo ao shopping Hollywood & Highland Center. Em visitas guiadas, são contadas diversas histórias e curiosidades, envolvendo os bastidores da premiação (algumas bastante obscuras...).
            Os estúdios, localizados na cidade, abrem suas portas para mostrar ainda mais o fantasioso mundo do cinema. Os principais (como Warner, Paramount, Universal e Sony) oferecem visitas guiadas.

            E ainda há Beverly Hills. Mansões luxuosas marcam avenidas largas, cercadas de palmeiras. Pela cidade, é vendido o “mapa da casa das estrelas”, com os endereços de famosos como Madonna, Tom Cruise, Jonny Depp e Leonardo Di Caprio. Há inclusive excursões que fazem esse passeio, saindo do Chinese Theatre, onde pessoas idolatram tais estrelas como deuses modernos e venderiam suas almas para beijarem o chão que elas pisam. Ainda em BH, uma das avenidas mais sofisticadas do mundo chama a atenção: a Rodeo Drive. As mais famosas marcas do mundo têm lojas no local, como Louis Vuitton, Fendi, Cartier, Prada, Chanel… para quem puder pagar, é claro.


    A Cidade dos Anjos Perdidos Mega-mansao-the-one


            Mas as verdades da cidade de Los Angeles passam longe de celebridades e entretenimento. A cidade tem dinâmica própria, com um distrito financeiro, uma extensão praiana, um subúrbio mexicano, uma área totalmente hipster (Silver Lake, inundada por bicicletas e restaurantes de comida natural)…Tem também um mega bairro coreano. E outro chinês. E outro judeu. E até um russo!

            Com clima seco e cercada por montanhas, a Grande LA é composta por municípios como Long Beach, Santa Monica, San Gabriel, Beverly Hills e Malibu. São 120 km de extensão litorânea. A água do mar tem temperatura agradável, menos gelada do que outras regiões da Califórnia.

            Tantas pessoas juntas resultam numa enorme diversidade cultural, mas também em alguns problemas. O trânsito da cidade de Los Angeles tem sua fama. E, de fato, o sistema público de transporte, composto por linhas de ônibus e metrô, deixa a desejar. Como a cidade é bem espalhada e populosa, os veículos não chegam a todos os pontos – pelo menos não diretamente, o que faz com que o passageiro tenha de caminhar ou pegar mais de um ônibus. Por isso, grande parte dos moradores apela para os carros, o que faz com que os estacionamentos sejam caros e os congestionamentos, uma realidade. Por outro lado, as freeways ajudam: uma organizada e complexa rede de rodovias cruza a cidade, agilizando o percurso sem passar por dentro dos bairros.

            O Staples Center, localizado no centro, é o ginásio onde são disputados os jogos dos times de basquete de Los Angeles: Lakers e Clippers. Mesmo quem é um grande fã do esporte, costuma ficar de olho no calendário e programar-se para assistir a um jogo da NBA.

            A cidade é um prato cheio para fãs de construções marcantes. O Getty Center, no topo da montanha em Brentwood, virou um requinte arquitetônico e tem galerias com obras de Van Gogh e Monet. A entrada é gratuita, mas o estacionamento é pago.

            O Wall Disney Concert Hall é a casa da Orquestra Filarmônica de Los Angeles. Vista de longe, a arquitetura, composta de paredes de aço, lembra uma enorme rosa. O prédio foi construído no centro da cidade de Los Angeles, com o intuito de revitalizar o entorno. Um projeto incrível e bem sucedido (com um dedinho de Belphegor, obviamente)!

            A fachada de um dos maiores museus de arte dos Estados Unidos é iluminada por um conjunto postes de luz. O Los Angeles County Museum (LACMA) tem obras de Picasso, Joan Miró, Rembrandt e Cézanne. Em um prédio anexo, no Broad Contemporary Art Museum, obras de Andy Worhol, Jeff Koons e Roy Lichtenstein.

            A Biblioteca Central de Los Angeles também chama a atenção de quem passa por Downtown. Aberta ao público, é um excelente lugar para relaxar nos jardins, ler ou estudar no interior (além de possuir uma Amarra ligada diretamente à Biblioteca do Destino de Zadiel, e, segundo rumores, ao Arquivo do próprio Lúcifer).

    A Cidade dos Anjos Perdidos Library-los-angeles-public


            Um pouco mais afastado do centro, está o Museu de História Natural (NHM) encanta todas as idades, com dinossauros, mamíferos, aves, esqueletos e pinturas pré-históricas.

            Não que seja necessário mencionar, mas opções de lazer e gastronomia – para todos os gostos e bolsos – não faltam. A noite ferve na cidade de Los Angeles, em quase todos os cantos (Belzebu que o diga).

            Aqui também localiza-se o campus da Universidade da California – a tradicional e famosíssima UCLA –, localizada no bairro Westwood. Os preços não são dos mais baratos por lá, mas a comodidade compensa. Conhecida como “vila dos estudantes”, essa é uma das únicas regiões da cidade de Los Angeles em que os moradores podem fazer tudo a pé.


    A Cidade dos Anjos Perdidos Los-Angeles-tourist-map



    Vida Noturna de L.A.






            Los Angeles tem uma vida noturna extremamente ativa, e muitos demônios não têm nenhum problema em tirar uma ampla vantagem dela.  Muitas gangues têm seus próprios pontos onde seus líderes se reúnem e correm livres, servindo intencionalmente ou não, a algum Lorde Demoníaco.
    Ainda assim, essa é a cidade dos sonhos para quem não quer ficar em casa durante a noite.
            Para quem quiser fazer compras em Los Angeles e não se importar com o quanto irá gastar, então a Rua Rodeo Drive é o ponto certo. Esta é a rua com a maior concentração de lojas de grife de Los Angeles.
            Porém, a ideia de ter uma “noite inesquecível” de 99% dos jovens doutrinados pela mídia moderna é em meio a muita música e badalação regada a álcool e drogas ilícitas em Hollywood. São várias baladas e todas elas sempre bastante lotadas de pessoas atraentes que vivem como se não houvesse amanhã.
            Outra alternativa do que fazer à noite em Los Angeles, principalmente para quem tem crianças pequenas, é explorar ao máximo o Downtown Disney District. Lá é possível passar o final do dia e início da noite lá em grande estilo; comendo e bebendo em seus diversos restaurantes até que seus filhos se tornem obesos e tenham problemas de colesterol, fazendo umas comprinhas fúteis nas lojas do complexo, tirando algumas fotos com o Mickey Mouse, entre outras atividades.


    A Cidade dos Anjos Perdidos Il_340x270.2103272832_9hjd

            Como pode ser visto Los Angeles é uma cidade dominada por seus próprios vícios, com uma gigantesca população nas garras da Legião. Como tal, é um dos principais campos de batalha pelas almas mortais onde muitos Sentinelas são enviados pelo bem da Sinfonia.
    Dovahkiin
    Mutante
    Dovahkiin
    Mutante

    Mensagens : 593
    Reputação : 20

    A Cidade dos Anjos Perdidos Empty Re: A Cidade dos Anjos Perdidos

    Mensagem por Dovahkiin Dom Abr 10, 2022 11:13 pm






    LOCAIS IMPORTANTES:



    Centro de Los Angeles:

    A Cidade dos Anjos Perdidos O-QUE-FAZER-EM-DOWNTOWN-LA

    O Centro de Los Angeles é o centro financeiro e também sua área mais desenvolvida, aqui se encontram os mais altos arranha céus da cidade, sendo o maior o U.S Bank Tower (domínio de Mammon), seguido pelos prédios do FBI (domínio de Moloch) e da CIA.
    Curiosamente, aqui também está a Igreja e Priorado de Nossa Senhora dos Anjos (Amarra de Miguel).



    South Los Angeles:

    A Cidade dos Anjos Perdidos Shaw-South-LA-LEAD-

    Uma área economicamente deprimida, predominantemente afro-americana da cidade, caracterizada por gangues de rua e conjuntos habitacionais de baixa renda. Acredita-se que aqui haja uma Amarra de Mephistópheles.



    East Los Angeles:

    A Cidade dos Anjos Perdidos Img_9466

    Um grande distrito com uma alta concentração de moradores latinos e uma forte presença de gangues. Embora o distrito seja basicamente industrial, tem experimentado a gentrificação nos últimos anos.



    Beverly Hills:

    A Cidade dos Anjos Perdidos 611869b446b7a


    Beverly Hills é uma área de alto padrão, é predominantemente uma área de shoppings onde vendem-se objetos de alto valor além de contar com vários apartamentos de classe média-alta.


    Hollywood:

    A Cidade dos Anjos Perdidos Hollywood-boulevard-scaled

    Hollywood é o distrito mais icônico de Los Angeles, com seus edifícios art-decó dos anos 40 de alto padrão que conseguiram trazer os moradores mais abastados da cidade e da região. A indústria cinematográfica funciona a todo vapor por aqui. Desnecessário dizer que existem diversas Amarras de Belphegor no local.


    Bel Air:

    A Cidade dos Anjos Perdidos Captura-de-tela-1064-418x235

    Bel Air é um distrito extremamente rico, mansões gigantes são encontradas aqui, além de um notável clube de golfe, o Los Angeles Golf Club, que conta com áreas de recreações exclusivas.

    Westwood:

    A Cidade dos Anjos Perdidos 71a53ba8fa499c7fbca0b9773c979557

    Westwood é um dos distritos mais tranquilos de se viver, uma mistura de bairros residenciais com comerciais, este distrito conta com seus muitos teatros históricos. Apesar da aparente calmaria, Balam possui ao menos uma Amarra aqui.



    Koreatown:

    A Cidade dos Anjos Perdidos Ktown-650x434

    Localizada na parte central de Los Santos é uma área residencial de classe média que abriga diversos povos asiáticos, com predominância para os sul-coreanos.



    Santa Mônica:

    A Cidade dos Anjos Perdidos 92

    Santa Mônica é uma comunidade à beira-mar, e conhecida pelas suas belas praias e pelo seu famoso "Santa Monica Pier", um pier com um parque de diversões que atrai muitos visitantes.



    Venice:

    A Cidade dos Anjos Perdidos Beach_bikepath_in_the_Venice_Beach_park%2C_California

    Venice é um distrito à beira-mar de predominância residencial, muito conhecida pelos seus canais, pelas suas praias, e pela mundialmente famosa calçada de Verona Beach.



    Long Beach:


    A Cidade dos Anjos Perdidos Vc_spotlightlongbeach_hero_longbeach_st_rf_168810310_1280x640

    Esta região inclui uma mistura da elite privilegiada (Palos Verdes) o Porto de San Pedro (Uma comunidade que tem fortes raízes na indústria da pesca, San Pedro é totalmente industrial e abriga outro cartão postal da cidade, o estádio Los Angeles Memorial Coliseum).



    Pasadena:


    A Cidade dos Anjos Perdidos A09ebe46b26f8166a19279724d71a9a7

    Área bastante diversificada etnicamente, famosa por diversos museus, galerias e bibliotecas, mas principalmente pela ponte Colorado Street, mas conhecida como a "ponte dos suicídios", onde muitas pessoas pularam após a crise de 1929.

    San Fernando Valley:


    A Cidade dos Anjos Perdidos San-fernando-valley-picture-id1048051714?k=20&m=1048051714&s=612x612&w=0&h=ser1G9vyF-FVZeH5VBl2MhRXnXwg5KNJifCOAyBVzps=

    Abrigando as comunidades de Encino e Sherman Oaks, além de bairros hispânicos de baixa renda, é mais conhecida por ter sido uma das "sedes" onde a "Família Manson" residiu.


    Malibu:


    A Cidade dos Anjos Perdidos Photo8jpg

    Mundialmente conhecida como o lar de surfistas milionários e hippies new age.

    Aeroporto Internacional de Los Angeles:

    A Cidade dos Anjos Perdidos 50388066_ZEUyk4dTH7KYs-II9bgBCyWecPxV4_EiddLkjxl11TU

    O Porto de Los Angeles é um dos maiores e mais movimentados portos da América.



    Pacific Palisades:

    A Cidade dos Anjos Perdidos Property-406a9b278e14e1087758d071a2b0362c-121485965

    É praticamente a entrada da cidade, além de ser um distrito bem afastado do centro da cidade, aqui se localizam diversos casarões que descansam sobre a vista do mar.





    Educação:

    Los Angeles é o lar de diversas escolas e outras instituições educacionais. A mais famosa delas é a UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles), onde os alunos mais privilegiados participam de boas carreiras. Aqui há uma Amarra direto para O Arquivo de Lúcifer.

    A Cidade dos Anjos Perdidos Royce-Hall-UCLA-1024x768



    Saúde:

    L.A  possui uma grande variedade de hospitais e centros médicos. Há tanto hospitais sofisticados quanto outros mais baratos, como o SVMC (St. Vincent Medical Center), iniciado pelas Filhas da Caridade no Leste de L.A em 1856 (Amarra de Raphael) atualmente em risco de fechar por falta de doações.

    A Cidade dos Anjos Perdidos ?url=http%3A%2F%2Fcostar-brightspot.s3.amazonaws.com%2F57%2Fff%2F875ee5424984b6ed3e49da58e3d1%2Fvincenthospital


    Segurança:
    O Departamento de Polícia de Los Angeles (LAPD) é a agência policial que serve a cidade de L.A. Atualmente sofre de muitas denúncias de corrupção e racismo. Seu lema é "Para Proteger e Servir".

    A Cidade dos Anjos Perdidos Lapd-squarelogo


    Crime:

    A Cidade dos Anjos Perdidos Los-angeles-gang-photos-u1

    Los Angeles também é a fortaleza do submundo criminoso. Alguns dos bairros de L.A sofrem com altas taxas de criminalidade, especificamente na parte sul da cidade. Desde a década de 1990, L.A é afetada principalmente por tráfico de drogas entre muitas gangues da cidade. Essas drogas incluem crack, metanfetamina e maconha, bem como Krokodil.

    Além do contrabando de drogas, a cidade sofre com violência, assassinatos e brigas de gangues na parte sul da cidade.

    Além de pequenas gangues de rua, também há grupos influentes e organizados do crime na cidade. Dizem que os principais criminosos de colarinho branco são empresários, banqueiros e diretores multimilionários de Hollywood, envolvidos em seitas comandadas por Príncipes do Inferno.

    A Cidade dos Anjos Perdidos Starry-eyes-cultural-hater-2


    Não só existe alta atividade criminosa, mas também existe uma corrupção generalizada entre os funcionários municipais e até mesmo a polícia. De acordo com algumas fontes, os oficiais LAPD também são conhecidos por contratar prostitutas, o que pode explicar a alta presença de prostituição, mesmo nas partes mais abastadas da cidade.


    Clima:

    De modo geral o clima de Los Angeles é de predominância ensolarada devido a sua proximidade com o deserto da Califórnia, mas mesmo assim é possível presenciar dias de chuva na cidade e nas regiões próximas. Devido a sua extensa área, Los Angeles é fortemente poluída, com uma poluição atmosférica comum durante as primeiras horas da manhã devido ao alto tráfego de carros. À noite, o céu é geralmente uma cor amarelo escuro, especialmente quando está nublado ou chovendo. Los Angeles foi nomeada "a cidade mais poluída do mundo", à frente de Pequim, capital da China.
    Dovahkiin
    Mutante
    Dovahkiin
    Mutante

    Mensagens : 593
    Reputação : 20

    A Cidade dos Anjos Perdidos Empty Re: A Cidade dos Anjos Perdidos

    Mensagem por Dovahkiin Seg Abr 11, 2022 7:48 pm

    Personagens Importantes:

    Legião:


    "They say this is the city
    The city of angels
    All I see is dead wings"

    - Destillers (City of Angels)



    A Cidade dos Anjos Perdidos I-frankenstein2 A Cidade dos Anjos Perdidos I-Frankenstein-Screenshot-05-600x374

    Nabérius/Patrick Weinberg. Balserafim Barão da Avareza (Mammon), Palavra: Agiotagem: Em vida, Patrick foi um banqueiro/empresário/investidor de extremo sucesso, mas ele queria mais, ao ponto de fazer um pacto com Mammon. Nabérius, o demônio que habita seu corpo apenas continuou suas tarefas e utiliza a riqueza adquirida para bancar a agenda demoníaca nos EUA e além. É também o principal acionista da empresa militar privada "Cérberus" que atua como os músculos de seus vários interesses corporativos e criminais. Nabérius não apenas é o líder da elite infernal da cidade, mas também um nobre menor no inferno.

    A Cidade dos Anjos Perdidos Starry-Eyes-Pic-5-800x450

    Walt George Feige (conhecido como Walt, o Terrível, para os íntimos). Balserafim Barão da Mídia (Belphegor), Palavra: Cinema: Em vida, o diretor era um devasso que se aproveitava sexualmente de jovens garotas que sonhavam em brilhar em Hollywood, oferecendo bons papéis para as que lhe proporcionassem prazeres libidinosos. Walt também era secretamente um servo de Belphegor e aceitou fornecer seu corpo como casca para o demônio que atualmente o possui, em troca de sucesso em vida. Hoje, o demônio continua abusando de jovens atrizes e possui um papel fundamental em Hollywood, usando a mídia como principal veículo de comunicação para moldar a cultura americana. Muitas décadas antes mesmo de possuir Walt, o demônio foi um dos maiores responsáveis pelo crescimento do império da mídia, ainda nas décadas de 1920 e 1930, sendo um dos Caídos mais influentes do Mundo ocidental moderno, e ao lado de Nabérius, um dos líderes da elite demoníaca de L.A. Walt também utiliza de sua posição para conduzir uma seita que prepara pessoas para servirem a hospedeiros demoníacos e fazerem pactos com entidades do inferno (semelhante ao personagem do filme Starry Eyes, de onde tirei a imagem).



    A Cidade dos Anjos Perdidos American_Psycho_-_Patrick_Bateman

    Summer Grey. Habballah Barão da Luxúria (Asmodeus), Palavra: Pornografia: Summer era filho de uma prostituta viciada em crack, cujo cafetão era extremamente abusivo para ambos (sendo que Grey guarda até hoje marcas de queimadura de cigarro em seu corpo). Sua mãe morreu de overdose em sua infância deixando-o dias abraçado em seu cadáver, experiência que o traumatizou para sempre.
    Summer foi posteriormente adotado por uma família abastada, mas na adolescência desenvolveu um comportamento errático e auto destrutivo, envolvendo-se em brigas, tornando-se alcoolatra e viciado em BDSM. Seu modo de vida abriu as portas para que Grey fosse possuído por um Haballah servo da Luxúria que levou seus estranhos gostos a níveis cada vez mais extremos.
    Hoje, Summer é um empresário de respeito durante o dia e um sádico psicopata à noite. Grey é o CEO da Purple Studios Ltd, que aparenta ser um estúdio de filmes qualquer, mas assim como o próprio Summer esconde seus segredos: o estúdio contrata adolescentes em idade escolar oferecendo dinheiro fácil por experiências consensuais, enganando-as e produzindo vídeos com as mais bizarras e perigosas parafilias (incluindo Snuff Movies) envolvendo as mesmas.


    A Cidade dos Anjos Perdidos Images?q=tbn:ANd9GcQD4R5NiArcu7bk1XaX8kkZlFnSkW3rghrwqQ&usqp=CAU

    James Edgerton, Impudita Barão da Gula (Belzebu), Palavra: Fast Food: Criador da popular franquia Burger Prince Corporation, uma das maiores cadeias de mundiais de restaurantes e fast food. Apesar de seus lanches fazerem muito mal à saúde, foi investido muito dinheiro em propaganda enganosa, táticas de venda agressiva e estudos médicos falsificados para enganar o povo. Diversos ex funcionários já tentaram processar James pelas péssimas condições de trabalho, mas muitos desistiram após serem ameaçados, comprados, e alguns até mesmo simplesmente desapareceram. Claro, o pacto com Belphegor impede que esses fatos saiam na grande mídia.


    A Cidade dos Anjos Perdidos Image

    Anthony Bell. Balserafim Capitão da Subversão (Lúcifer), palavra: Militância Estudantil: Anthony ocupa uma das funções mais perversas que um demônio poderia ocupar: a de professor universitário. Bell utiliza sua influência, lábia e conhecimentos de história, filosofia e sociologia para moldar a mentalidade das futuras gerações.


    A Cidade dos Anjos Perdidos Images?q=tbn:ANd9GcSLcsCJaeWSmYrqXOgMx_vji3pzqxyU99IWTg&usqp=CAU

    Alex Syaf. Djinn Servo da Caça (Moloch): Alex comanda a sede do FBI em L.A, e utiliza todo o seu poder para caçar dissidentes e inimigos da Legião na cidade e nos arredores.


    A Cidade dos Anjos Perdidos 1444821577_1-org

    Marc Hastings, Balserafim servo das Drogas (Mephistopheles), Palavra: Metanfetaminas: Ex-químico e professor de química do ensino médio em Albuquerque, Novo México, ele fez um pacto demoníaco a fim de prolongar sua vida e garantir o futuro de sua família. O pacto deu certo... ao menos parcialmente: seu câncer foi curado, mas atualmente seu corpo é habitado por um demônio, e ele garante dinheiro quase infinito para sua família... obtido através da fabricação e tráfico de drogas pesadas.



    A Cidade dos Anjos Perdidos 0324a21baaf5b88051aeba0c03cab01b

    Seth Judas, Calabita Servo das Facções (Malphas), Palavra: Narco-Satanismo: Seth já foi um dos homens mais procurados pelo FBI (antes de sua corrupção interna estar completa). Seth foi um assassino em série, leitor de cartas de tarot, traficante de drogas e líder de um culto narco-satanista que pratica sangrentos sacrifícios rituais.


    A Cidade dos Anjos Perdidos 6f7705f72acfe88b1674ccc7f5ddb1539ac7a8b06eb46bdb899f28361de9b09e._V_SX1080_

    Joe Fleck, Shedim servo do Humor Negro (Balam): Joe teve uma infância difícil, criado por uma mãe solteira esquizofrênica e (por um breve tempo) um padrasto alcóolatra agressivo, sofrendo bullying de seus pares e carecendo do amor de seus pais, foi um indivíduo solitário e depressivo. A saída para isso foi o humor, quando ele decidiu ser um comediante amador. Porém, uma série de acontecimentos o fizeram perder completamente o controle de sua sanidade, abrindo espaço para a intrusão de um espírito maligno que se apossou de seu corpo.
    Hoje, Joe é um palhaço/comediante profissional, especialista em piadas de humor ácido (quase sempre envolvendo morte e situações desagradáveis). Secretamente, Joe tem sido o incitador de uma conspiração na cidade de L.A, incitando pessoas desempregadas, desamparadas, frustradas e esquecidas a descontarem todas as suas frustrações de forma violenta.


    A Cidade dos Anjos Perdidos 481da-16282583231174-800

    Tony "Bang Man" Philips, Calabita Servo do Roubo (Leviathan): Tony nasceu na fronteira entre Canadá e EUA, e segundo ele próprio "cresceu em cinco estados, dois países, quatorze lares diferentes, oito pais, três reformatórios, duas instituições correcionais, uma bela e danificada flor de mãe". Mesmo quando criança, ele tinha um histórico de problemas de raiva e impulsos violentos. Abandonou a escola ainda jovem, mas descobriu que tinha uma habilidade especial em voar, o que o fez se alistar na Força Aérea dos EUA (porém, obviamente foi rejeitado, sendo considerado psicologicamente instável). Depois de ser dispensado do serviço militar, Tony tornou-se um vagabundo e cometeu pequenos crimes ao longo da fronteira sem nenhum objetivo específico em mente, até juntar-se a um grupo de assaltantes de bancos, chegando a fundar sua própria "empresa": Tony Philips Enterprises, uma empresa que lida com sindicatos de tráfico de armas e drogas na fronteira com o México. Após um acidente mortal durante uma fuga, Tony fez um pacto demoníaco para salvar a própria pele. No fim, ele foi salvo, mas teve de cumprir sua parte do acordo, cedendo seu corpo e habilidades a um Impudita, que continuou a trajetória de crimes de Tony e a aperfeiçoou.


    A Cidade dos Anjos Perdidos 24865169

    Natalie Legras, Lilim serva das Facções: 1934 foi um péssimo ano para gangsters (de John Dillinger para Bonnie e Clyde), para Natalie, foi um ano e tanto. Legras aproveitou-se da Grande Depressão para influenciar famílias criminosas de Chicago, até ser morta e enviada de volta ao Inferno por décadas. Ao retornar, percebeu que o mundo havia mudado muito. Sua vida errante a levou até Los Angeles. Atualmente ela serve à elite infernal de L.A como uma assistente executiva de luxo e chantagista de figuras poderosas nas horas vagas.



    Anjos:


    "Caro Pequenino Jesus, peço-te isto, leva-me para o céu. Quereria tornar-me um anjo. E eu prometo que serei um anjo bem delicado, e farei tudo o que me mandares. Sou tão infeliz aqui.
    Sabes que o papai mandou embora a minha mãe, porque arrumou uma outra mamãe. Mamãe levou-me, mas não vivo bem com ela. Não há mais açúcar. Faz tanto frio aqui. Atualmente mamãe tem um novo papai, mas ela ainda chora muito. O novo papai é um bêbedo.
    Mamãe lamenta-se aos vizinhos, dizendo que não sabe mais o que fazer, porque assim morreremos de fome.
    Eu disse à mamãe que matarei o novo papai. Mamãe, porém, me disse que o pequenino Jesus ficaria zangado.
    No catecismo aprendi que os anjos são muito felizes, e que não obedecem senão ao Pequeno Jesus. Desejaria muito ser um anjo, porque sou tão infeliz. Eu te suplico, Pequeno Jesus, leva-me depressa contigo. Beijo-te as mãos. Jeanot".

    - Carta do menino Jeanot.




    A Cidade dos Anjos Perdidos Hqdefault

    Padre João Maria Vianney, Michaelita do caminho da Fé, Palavra: Sacerdócio: Um anjo Miguelita que protege uma Amarra no centro de L.A (o olho do furacão, cercado de demônios por todos os lados). Seu trabalho vai além de proteger a Amarra, atuando na linha de frente da guerra cultural pelo controle das almas da cidade, ensinando doutrinas piedosas aos fiéis de sua igreja e ensinando-os a reconhecer os erros do modo de vida pregado pela Legião através da mídia e instituições corruptas.



    A Cidade dos Anjos Perdidos B8f760e7cd5f6d238af32daa6ddecc025239567a

    Enfermeira Karen Temple, Raphaelita do Caminho da Proteção, Palavra: Assistência Médica: Protetora do hospital St. Vincent Medical Center. Ela procura atender a todos que precisem, independente de credo, classe social ou reputação, pois crê que todos merecem uma segunda chance. Hoje, também luta para conseguir doações para manter o centro médico de pé.


    A Cidade dos Anjos Perdidos Old-man-gray-beard-glasses-vintage-clothes-reading-book-ancient-library-using-magnifying-glass-close-up-portrait-175299193

    Doutor John Gilbert Belloc, Zadielita do Destino, Palavra: Literatura Clássica: Um idoso pequeno e magro, bastante amigável, e profundo conhecedor das obras clássicas. Bibliotecário da Biblioteca Central de Los Angeles. Parece conhecer todos os livros de como a palma da mão e possui um gosto especial em ajudar leitores perdidos.



    A Cidade dos Anjos Perdidos Il_570xN.2985288487_kzqm

    John Lawrence, Gabrielita da Guerra, Palavra: Defesa Pessoal: Desde sua época treinando nos Salões de Gabriel, o anjo que atualmente ocupa o nome de John Lawrence se mostrou um guerreiro extremamente habilidoso e agressivo. Sua filosofia era a de sempre atacar primeiro, atacar forte e sem misericórdia (pois demônios não a mereciam e tampouco teriam dos anjos). Para ele, o ataque sempre é a defesa ideal.
    A primeira vez que John Lawrence veio a L.A, foi durante os anos 80. John sempre se interessou pelos diversos tipos de artes marciais ensinadas na Terra, então decidiu criar seu próprio estilo de auto defesa, abrindo sua própria academia (Snake Fist).
    Infelizmente, a antiga Veste de John acabou sendo morta por demônios inimigos e ele voltou para o Céu, esperando amargamente por décadas até ter uma nova oportunidade de voltar ao Reino Corpóreo.
    Nos dias atuais, John se sentiu um tanto frustrado em ver como o mundo mudou tanto em tão pouco tempo: a mídia nunca foi tão abertamente um veículo de doutrinação da Legião, a religião é cada vez mais desprezada e ostracizada, os mortais vivem um modo de vida totalmente focado no materialismo e prazeres carnais, e principalmente: os adolescentes são um bando de frouxos incapazes de defenderem a si mesmos.
    John vive em um condomínio de baixa renda em uma área de criminalidade alta. Recentemente, John reabriu sua antiga academia onde diz transformar “perdedores” em "predadores". John aparenta ser um sujeito bastante antiquado que parece ter sido congelado nos anos 80 (o que não está muito longe da verdade), à procura de ensinar as vítimas de L.A a se defenderem do mau que sempre espreita em cada canto das sombras.



    A Cidade dos Anjos Perdidos Multiethnic-preschool-teacher-and-students-in-classroom-picture-id1092432244?k=20&m=1092432244&s=612x612&w=0&h=ypCQ-v2cEJGYrQ9yp0Oz8ZDzeYcvUD9emzOiqSuoxak=

    Professora Bernadette, Urielita dos Sonhos: Bernadette atua como educadora de crianças especiais de educação infantil, utilizando a criatividade e pensamento positivo para mostrar que eles são pessoas normais como quaisquer outras crianças e incentivando-os a alcançarem seus sonhos.
    Dovahkiin
    Mutante
    Dovahkiin
    Mutante

    Mensagens : 593
    Reputação : 20

    A Cidade dos Anjos Perdidos Empty Re: A Cidade dos Anjos Perdidos

    Mensagem por Dovahkiin Qui Abr 21, 2022 11:24 am

    AMARRAS:


    Los Angeles é uma cidade onde os santuários da divindade foram contaminados e demônios andam abertamente sem medo. Como tal, existem mais Amarras demoníacas em L.A que em qualquer outra grande cidade da América do Norte. As poucas Amarras angelicais ainda existentes na cidade estão em processo de destruição ou estão muito bem escondidas. Mais informações sobre Amarras na página 59 do Livro Básico.


    Enfer Fleur (Amarra de Belphegor/Mídia):

    A Cidade dos Anjos Perdidos E7c9ad3cf9ccf988fc73de82855cf7ad-kjN-U4339037457624BmB-1224x916@Corriere-Web-Roma-593x443


            Um portão de ferro forjado em hera se abre para revelar uma modesta Piazza europeia falsa, construída ao redor de uma piscina pequena e enganosamente profunda. Oito humildes apartamentos, quatro no andar de cima e quatro embaixo, ficam de frente um para o outro do outro lado do pátio. Em cada porta há uma grande aldrava de latão e um ícone de ferro forjado de uma flor flamejante.
            Os apartamentos foram projetados na década de 1930 e ainda são requintados - para citar erroneamente a lenda de Los Angeles, Raymond Chandler, Enfer Fleur era o melhor lugar do mundo e um lugar bom o suficiente para qualquer mundo. especialmente um mundo governado por demônios. Os edifícios alcançaram uma notoriedade sussurrada durante a Segunda Guerra Mundial como um lugar onde os que foram e os que nunca foram para morrer. Parte desta lenda é verdadeira. Uma vez, foi habitado inteiramente por um grupo de pessoas obscenamente sem talento que não conseguia nem trabalhar em uma cidade vazia - a maioria dos atores fisicamente aptos da América havia sido convocado. Havia quase vinte pessoas dividindo os oito apartamentos. Entre eles criaram uma grande festa incestuosa que migrou ao longo do tempo de sala em sala por todo o lugar. Uma noite estridente particular, eles se vestiram com fantasias e criaram uma festa de estúdio de fantasia onde todos eram um produtor, ou um diretor, ou uma estrela. depois de documentar cuidadosamente a celebração de seu sucesso imaginário, eles se suicidaram. Alguns escolheram a corda, alguns escolheram a pistola - alguns ajudaram outros antes de fazer em si mesmos, mas todos foram sacrificados à grande besta da mídia. Foi com a consagração desta Amarra que Belphegor consolidou o seu poder na área.
            A polícia ajudou a silenciar tudo, já que ninguém precisava ouvir uma coisa dessas em tempos de guerra. Depois da guerra, Enfer Fleur reabriu para os negócios. Fotos das "celebridades" mortas penduradas na parede do escritório do gerente, estabelecendo sua credibilidade como um lugar frequentado pelos famosos e pela elite - aos olhos dos possíveis inquilinos, pelo menos. Apenas pessoas das indústrias de publicidade, entretenimento e marketing são aceitas como inquilinos. Ao longo dos anos, inúmeras pessoas se mudaram para o Fleur e foram vítimas de seu estranho poder. O edifício suga memórias de seus habitantes, reduzindo seu mundo a um desenho em preto e branco absoluto. Grandes emoções preenchem a ausência de realidade, transformando a vida mais mundana em uma alta dramatização. os habitantes ficam presos uns aos outros das formas mais emaranhadas, gerando mais combustível para essa corrente escura. Walt usa essas ferramentas em seu esforço para esculpir a mídia do mundo. O único problema é a pressão que isso exerce sobre as pessoas que vivem em Enfer Fleur. Suas vidas desmoronam, são reconstruídas e são dilaceradas novamente, geralmente dentro de semanas, se não dias.
            Ninguém nunca viveu lá por mais de dois anos, e essas pessoas já eram loucas. Enfer Fleur sofreu no passado com os danos causados por seus hóspedes quando eles invariavelmente se quebram. Estranhamente, devido a uma propriedade rara de algumas amarras poderosas, nada deixou uma marca permanente. Por exemplo, Enfer Fleur e seus arredores imediatos provaram ser resistentes ao fogo. Os incêndios simplesmente não parecem queimar por muito tempo, ou consumir mais do que a sala em que começam. Certa vez, uma mulher enlouquecida pelas infidelidades de seu marido tentou explodir todo o prédio, junto com os moradores, e mesmo que ela estivesse parcialmente bem sucedida, levou apenas uma semana para Enter Fleur se regenerar. Outras pessoas notaram que uma fundação também não apresenta muitos problemas. O Senescal de Enfer Fleur, Walt (ver acima), mora em uma casa grande e bonita nas colinas. ele não passa muito tempo "em casa", mas quando o faz é apenas para atiçar rivalidades e caos entre os moradores.


    La Brea (Amarra de Saminga/Morte):

    A Cidade dos Anjos Perdidos La-brea-museum-asphalt-seep


             Há uma escuridão no sul da Califórnia. Ela se move pela terra, corrompendo com seu toque. Aquelas partes que não são completamente negras são tão brancas quanto ossos branqueados. Tem milhares de rostos, todos inexpressivos. É a morte encarnada, é um barão do inferno. Mais velho que os homens, a escuridão borbulha na noite. Sem olhos para ver ou ouvidos para ouvir, o mal ainda pode sentir o movimento do mundo ao seu redor. Desviando sua consciência para a superfície de seu lar, ele estende a mão em antecipação, pronto para receber novo tributo. Muitos anos se passaram desde sua última grande refeição. Ele ousa esperar que hoje seja diferente, ousa esperar que sua presa dê um passo longe demais.
             Glug (nome adotado pela entidade demoníaca devido ao som gorgolejante que suas vítimas proferem logo antes de morrerem), é um barão da morte. Ele reside aqui desde a Era do gelo, capturando mamutes, Smilodons e homens igualmente.
            Glug, o Senescal possui a habilidade de transformar o breu do pântano em sua "Veste" (como uma mistura de "Bolha assassina" com o Simbionte de "Venom"). Atualmente, a Amarra ganhou bastante notoriedade da mídia, chegando a se tornar uma atração turística, e Glug espera pacientemente que uma vítima desavisada se aproxime mais de seus poços de breu...


    Nico Plaza (Amarra de Asmodeus/Luxúria):


    A Cidade dos Anjos Perdidos The-Ritz-bathhouse-1976-307x289


             Los Angeles tem várias "casas de banho": locais de sexo anônimo. As casas de banho de L.A são caras para entrar, mas apenas uma leva mais do que apenas o dinheiro de uma pessoa. A Amarra da Luxúria não se importa com dinheiro - ela quer VOCÊ.
             É chamada de Pico Plaza pelos demônios da área, embora não esteja nem perto da famosa rua de mesmo nome. Em vez disso, foi nomeada em referência à fração de segundo que leva para corromper um humano depois que ele entra nas instalações. Fica no leste de Hollywood, entre uma miríade de outras fachadas de armazém indescritíveis.
             Ao contrário dos outros balneários de Los Angeles, embora a clientela seja predominantemente masculina, não é exclusivamente. A fornicação disponível dentro das muitas salas enclausuradas do armazém é considerada anônima de classe e raça, bem como de sexo. Se todos os habitantes de uma sala concordarem, luzes fracas podem ser levantadas - geralmente para encontrar um item caído ou, mais frequentemente, a saída.
             Associações podem ser adquiridas por um ano, nem mais nem menos; custam $ 3.000. antecipadamente. Para isso, as pessoas têm a garantia do ambiente mais limpo, seguro e privado disponível fora da própria casa. Os membros podem trazer um convidado. Todos os anos, dez associações são concedidas aos menos afortunados - geralmente, pessoas visadas pelos demônios para tal "presente" - para evitar uma total homogeneidade da classe alta.
             As regras são claras: nenhuma câmera ou dispositivo de gravação de qualquer tipo é permitido pela porta. A Senescal e seus dois assistentes demoníacos podem detectar automaticamente a presença de tais coisas e quebrar essas regras em motivos de expulsão. A praça está aberta durante o dia e fechada para compromissos privados tarde da noite. A Senescal da corda aluga a praça para seus clientes mais influentes, organizando soirées particulares e povoando-os com seus amantes favoritos.
             A Senescal do Pico Plaza é Donna, uma Habbalita da luxúria. Ela teve que mudar o nome oficial do Plaza três vezes, pois os líderes da cidade caíram em seus negócios imorais, reabrindo no dia seguinte como um lugar diferente com a mesma lista de membros. Cada pessoa com quem ela faz sexo anônimo no escuro com de sua Amarra regenera para ela um ponto de Essência. Seu papel na hierarquia demoníaca local é simples. Seus homens rondam o armazém tirando fotos na escuridão com filme infravermelho. As pessoas importantes que cruzam as casas de banho da área são sumariamente chantageadas por dinheiro ou favores.


    Vale da Morte (Amarra de Azazel/Guerra):

    “A barbárie é o estado natural da humanidade. A civilização não é natural. É o capricho das circunstâncias. E a barbárie deve finalmente triunfar”
    – Robert E. Howard


    A Cidade dos Anjos Perdidos Death-valley-capa


             Esta amarra de Azazel foi criada por um grupo de chineses visitando a Califórnia por volta de 400 d.C. Os aventureiros se depararam com um grupo de índios americanos, e, talvez por não entenderem o idioma uns dos outros, talvez pelas diferenças culturais/etnicas, talvez pelos chineses estarem pisando em solo sagrado ou apenas pelo fato dos Chineses desejarem levar objetos preciosos de volta ao Oriente, a faísca da guerra foi acesa. Apenas Azazel sabe quem deu o primeiro golpe, mas nem ele se importa, o que se sabe é que, melhor treinados e mais bem equipados, os chineses levaram a melhor e massacraram os nativos, profanando seus artefatos religiosos. Este foi o primeiro ato de guerra - que ocorreu entre os habitantes de diferentes continentes em incontáveis eras. Ficou sem ser descoberto por algum tempo, até que Zababa se mudou.
             Eras atrás, Zababa pertencia a um grupo de elite, tendo sido um dos poderosos diabólicos que governavam abertamente numa antiga cidade da Mesopotâmia. Os demônios foram expulsos de sua casa aproximadamente na época em que o grande rei Dario, um persa e um forasteiro, usou seu poderio militar para se tornar o único poder na Babilônia. Dario trazia a adoração monoteísta do Senhor da Sabedoria, a versão zoroastrista de Deus. Pensando que eles ainda eram adorados abertamente até que a cidade foi finalmente enterrada pelas areias do deserto séculos depois, os demônios tiveram que disfarçar sua presença após o governo de Darius.
             Depois de abandonar a Mesopotâmia, Zababa e seus aliados foram para o que mais tarde seria chamado de América Central. Eles trabalharam entre as culturas nascentes de lá, incentivando suas práticas sanguinárias. No auge de seu poder, os antigos demônios, controlavam virtualmente as maiores cidades portuárias do continente, uma extensão de 24 milhas de extensão da humanidade que controlava as rotas comerciais que iam do coração da América do Sul ao alto rio Mississippi. Mais de 150 pirâmides de pedra foram construídas ao redor da área conhecida hoje como El Pital, "santificada" pelo sangue e dedicada aos deuses pagãos sedentos pelo sangue dos humanos da América Central. Por meio dos deuses pagãos, os demônios espremeram os mercadores, incentivando o egoísmo que invariavelmente leva à guerra.
             Zab recebeu a administração de uma Amarra longe do mar, uma área quente, montanhosa e desértica, que mais tarde seria conhecida pelos colonizadores Europeus como "Vale da Morte", Amarra essa que ele mantém desde então. tendo passado quase 1.200 anos em virtual reclusão da sociedade celestial, trabalhando sua vontade entre os nativos nômades que migram para cima e para baixo nas américas, ele odeia como a civilização se estabeleceu tão fortemente em seu território. Para ele, a civilização é algo não natural, que deve ser engolida pela barbárie no caos sangrento que derrubará os pilares civilizacionais.


    Purple Studios (Amarra de Asmodeus/Luxúria):

    A Cidade dos Anjos Perdidos Longcross-Studios


             Tecnicamente não fazendo parte de Los Angeles, mas sim de um pequeno subúrbio ao seu arredor, ele se parece com um estúdio qualquer, atuando na área de filmes adultos. Porém, um departamento secreto dentro do estúdio (conhecido como "Purple Passion") atua longe dos bastidores, produzindo vídeos vistos apenas pela alta elite (ou intencionalmente vazados na deep web), utilizando principalmente meninas menores de idade "contratadas" nas portas de escolas para ganhar um dinheiro fácil com experiências consensuais.
             Se a pornografia vendida anteriormente em locadoras é a ponta do iceberg da indústria de filmes adultos, Purple Passion é o que se encontra abaixo do nível do mar. Muitas das meninas contratadas acabam posteriormente dadas como desaparecidas em jornais, e os únicos que sabem seu trágico destino são os produtores e seu público.
             Summer Grey (ver acima) é o criador do estúdio, mas seu Senescal é Cyrade, um Shedita que utiliza suas habilidades para encobrir os crimes praticados nas salas ocultas do estúdio.



    Brutality (Amarra de Furfur/Hardcore):







            Um clube punk criado nos anos 80, e cultivado desde então para se tornar a primeira Amarra demoníaca do mais jovem Nobre do Inferno: Furfur. Inicialmente utilizava uma faixada de local de encontro de punks pacíficos, música alta, ironia, mas nada que induza a violência ou crimes. Isso obviamente caiu por terra quando o clube passou a se popularizar e o gênero punk passou de "underground" para "mainstream".
            Espancamentos, assassinatos brutais, vítimas de overdose, brigas fatais entre diferentes grupos, incêndio e depredação tanto do patrimônio público quanto de objetos e propriedade de inocentes, gangues declarando inimizade a qualquer um que não concorde com suas ideologias (identificando a todos que não façam parte de seu "clubinho" como nazis) promovendo um eterno ciclo de ódio entre diferentes movimentos. Essa se tornou a essência dos frequentadores do clube e seus arredores.
            "A música nunca pode parar, a violência deve proliferar, o fogo da rebeldia a tudo irá queimar, anarquia Oi, yeahhhhhh..." - fazendo mão chifrada.



    Igreja Nossa Senhora dos Anjos (Amarra de Miguel):


    A Cidade dos Anjos Perdidos Ca-ourladyangels


             Dizem que se todas as igrejas existentes fossem uma Amarra celestial, os anjos poderiam vencer facilmente a guerra. Infelizmente, muito poucas igrejas realmente o são. Felizmente, a Igreja Nossa Senhora dos Anjos em L.A é uma delas.
             A Igreja Nossa Senhora dos Anjos foi fundada em 1974 por Mons. Charles P. Donahue, sacerdote da arquidiocese de Los Angeles, quando seu pároco o proibiu de oferecer a tradicional missa em latim na paróquia diocesana onde estava assistindo. Reconhecendo que o Novus Ordo Missae seria um prejuízo para o seu sacerdócio e para a salvação das almas, e percebendo o avanço da fumaça de satanás dentro da igreja desde os anos 60, com a ajuda de alguns tradicionalmente fieis de espírito, ele começou sua própria capela para permanecer fiel à Tradição Católica.
             Com o passar dos anos, a crise na Igreja continuou se aprofundando, mais e mais pessoas começaram a frequentar a capela em Arcádia, pois era a única igreja que oferecia a missa romana tradicional na área de Los Angeles. Logo ficou evidente que uma estrutura maior e mais permanente seria necessária para a paróquia em crescimento. Depois de muito trabalho da generosidade dos fiéis e do Monsenhor, uma nova igreja foi abençoada em 8 de dezembro de 1988. A igreja foi construída em estilo românico para acomodar mais de quatrocentos fiéis, com uma sala no nível inferior para atividades paroquiais e aulas de catecismo.
             Atualmente há mais de 500 paroquianos na Igreja Nossa Senhora dos Anjos. Seu Senescal é Camargo, um anjo que atua como sacerdote da igreja.


    St. Vincent Medical Center. (Amarra de Raphael):


    A Cidade dos Anjos Perdidos Ax132-1f79-9-jpg


            Um hospital no bairro Westlake, fundado pelas Filhas da Caridade em 1856. As Filhas da Caridade chegaram a Los Angeles em 6 de janeiro de 1856. Esse grupo de seis mulheres incluía três espanholas e três americanas. Seu objetivo inicial era iniciar um orfanato e uma escola para a comunidade local. Depois que os funcionários do condado reconheceram o talento de uma irmã como enfermeira, eles propuseram a ideia de abrir uma enfermaria. Isso promoveria um melhor sistema de saúde na comunidade. Como resultado de sua aceitação, a Enfermaria de Los Angeles foi criada em 21 de junho de 1869. O Centro Médico St. Vincent foi o primeiro hospital de Los Angeles.
            Visando atender a todos os necessitados, independente de renda, credo, raça, sexo e classe social, o hospital prosperou por décadas, até o avanço do laicismo na sociedade e da completa dominação dos demônios da cidade, causando diversos entraves para o hospital.
            Atualmente, o local está em processo de falência e a Amarra beira a destruição. Ainda assim, sua Senescal, Karen Temple, uma Rafaelita que atua como enfermeira, mantém seu trabalho incessantemente, enquanto busca desesperadamente por doações para manter a instituição.
    Conteúdo patrocinado


    A Cidade dos Anjos Perdidos Empty Re: A Cidade dos Anjos Perdidos

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Maio 24, 2022 7:26 pm