Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 2 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE JUNHO
A partir de agora somente mestres com mesas ativas no fórum terão o nick laranja
para ficar mais fácil a distinção. Fiquem atentos que em breve teremos
um novo modelo de pedido de mesa!




 

    Visão (Shounen de Kitsune)

    einherji
    Mutante
    einherji
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 39

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por einherji Sab Mar 26, 2022 4:20 pm

    Visão (Shounen de Kitsune) Bwkg0AG

    Na quinta e mais distante torre de Imabari, Shounen ouviu os cascos de um Serow batendo ainda distantes - como Satoro lhe ensinou, diminuiu seus batimentos cardíacos e ouviu com clareza de onde vinham - era rápido, mas batiam em pontos precisos, um animal treinado e que conhecia o terreno, não falhava em nenhum dos passos e tomava velocidade a medida que se aproximava da torre, com mais alguns segundos conseguiu até mesmo reconhecer aquele padrão. Era o Serow de Satoro e quando estava próximo o bastante, conseguiu ver até mesmo o próprio montado. Ele tinha um sorriso no rosto, um machado médio preso em suas costas e por fim, uma caixa de metal presa a cintura. Suspirou assim que estava próximo o suficiente e desmontou do Serow com um rápido salto.

    - Haaah.

    Visivelmente cansado. Assim que saiu do Serow, apoiou a palma das mãos nos joelhos, ergueu uma delas e fez um sinal para que aguardasse um pouco. Balançou a mesma mão algumas vezes no ar e ergueu o corpo mais uma vez.

    - Certo, certo.

    Vendo-o por completo, haviam marcas em seus braços - feridas recém-abertas e suas roupas tinham rasgos e sujeira. Tirou o machado das costas e a caixa de metal que estava presa na cintura, se aproximou de Shounen com o sorriso largo, quase ameaçador.

    - Certo. Me dá o seu braço. - Falou rápido, ansioso e então se explicou melhor, logo em seguida. - Não tenho mais nada para ensinar com relação às espadas, agora é uma questão de você afinar um pouco melhor sua perícia. Mas você pode amplificar o armamento. Sei que a prótese não é tão boa nos movimentos mais finos e é por isso que compensaremos. Falei com alguns armeiros e veja só!

    O machado que estava em sua mão parecia completamente normal, mas com um movimento rápido de baixo para cima, a lâmina retraiu ao mesmo tempo, em que o cabo dobrou. Ficando exatamente do tamanho… Da prótese de Shounen. Com mais um movimento de sua mão livre, puxou o braço de Shounen e colocou o machado completamente retraído ali, bateu algumas vezes até que se encaixasse perfeitamente, foi possível sentir uma dor inicial nos nervos que finalizavam o cotovelo, onde a prótese encaixava.

    - Não, não... Ainda não está pronto.

    Ainda segurando o braço de protético de Shounen, abriu a caixa de metal e uma luz fraca irradiou de um pequeno cristal.

    - Esse caixa é um filactério. E esse cristal... Bom, esse cristal é o motivo disso. - Abriu os braços, mostrando um pouco das feridas. - Um enorme Katakiriuwa. Mas alma dele está aqui e agora... - Bateu o cristal na prótese, com força, partindo o cristal em alguns pedaços, um fio prateado percorreu a extensão do braço de Shounen e pareceu terminar no fio do machado. - Está aqui!

    Só então, Satoro parou um pouco e recostou-se na torre, tomando fôlego e respirando com mais calma.

    - Bom, veja se funciona.
    Zireael
    Cavaleiro Jedi
    Zireael
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 238
    Reputação : 8

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por Zireael Dom Mar 27, 2022 7:48 pm

    Shounen escondia-se entre alguns brotos de bambu para fazer a patrulha. Sabia que era praticamente impossível para gente de fora conseguir chegar até mesmo a primeira Torre da Escola da Raposa. Porém, era um hábito que aprendera com Satoro e guardara consigo.

    Parado entre os brotos e praticamente invisível, ele ouviu o som de cascos. Olhou na direção de que os mesmos vinham e baixou seus batimentos cardíacos para ouvir melhor. Além disso, disfarçou sua presença: algo que Satoro havia também ensinado. Era como se o rapaz não existisse.

    Ele prestou atenção nas passadas do Serow e logo reconheceu como sendo o de Satoro. Porém, não revelou-se logo. Esperou até ter certeza de que tratava-se de seu pai. Assim que o homem parou seu animal e saiu de cima do mesmo, Shounen apareceu por entre as folhagens verdes dos bambus. Ele aproximou-se lentamente e dobrou um dos joelhos na frente do homem mais velho, ajoelhando-se e abaixando a cabeça.

    - Fico feliz que tenha retornado, Papai.

    Era estranho. Shounen tinha diversos rituais para se direcionar aos outros, mas sempre chamara Satoro da forma carinhosa: Papai.

    Levantou-se e passou discretamente os olhos pelas feridas abertas de Satoro. Não comentou nada.

    Assim que cumprimentara seu pai e aproximou-se dele quando lhe foi solicitado. Deixou que o mesmo pegasse seu braço e a expressão antes neutra de Shounen deixou um relapso de curiosidade saltar aos olhos. Satoro havia-o ensinado a ser como uma folha em branco, mas diante de seu pai, Shounen deixava algumas emoções aflorarem. Seus olhos estavam arregalados quando vira o estranho machado que seu pai trouxera.

    - Diversidade, hun? – sussurrou enquanto oferecia o braço.

    Ouvia o que o pai dizia e fez uma careta de dor quando sentiu a pancada em seu cotovelo. Por fim, olhou curioso em como a arma encaixava-se perfeitamente em sua prótese. Ele mexeu os dedos e reparou que eles respondiam perfeitamente. Shounen passava os dedos da outra mão em seu braço prostético quando seu pai novamente o chamou.

    - Uma alma de um katakiriuwa? – olhou impressionado a alma brilhante. Pensou em como uma besta poderia ter uma alma tão bela.

    “ Isso explica os machucados.” Pensou.

    - As almas deles são sempre assim? – disse, enquanto acompanhava o ritual que seu pai fazia.

    A curiosidade de Shounen foi maior do que seu respeito:

    -  Papai, por que a coloca em meu braço?

    Finalmente com seu braço livre, Shounen mexeu os dedos e olhou para seu pai. Por um momento, pensou em como aquela arma funcionava. Nunca havia usado algo assim.

    O rapaz jogou o braço para trás e com o movimento, a arma liberou-se e o cabo aumentou. Shounen segurou a empunhadura e deferiu um golpe de cima para baixo.

    Ele aproveitou a força empregada e rodou em seu eixo, puxando o braço e dando outro golpe de cima para baixo.

    Ele parou e em um movimento rápido, guardou sua lâmina e a prótese encaixou-se de novo.  

    Observou seu braço e depois, olhou para seu pai. Ajoelhou-se de novo e baixou a cabeça.

    - Acho que funcionará bem, Papai. Eu agradeço.

    Permaneceu assim, esperando os comentários de seu pai.
    einherji
    Mutante
    einherji
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 39

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por einherji Seg Mar 28, 2022 11:21 pm

    O que se seguiu, além do golpe do machado, foi um pequeno feixe de luz - não exatamente, mas sentiu calor - como fogo. Um fino feixe azulado se fez presente quando ativou o machado e deixou um rastro, com esse mesmo fogo azulado. Satoro observou com cuidado e satisfeito com o resultado. Talvez pudesse fazer aquilo diretamente na arma, sem de fato prender o machado na prótese de Shounen, mas ele de fato gostava do filho adotivo e Shounen não era inocente, ele sabia que Satoro o considerava um aliado em seus futuros planos. Coçou o pouco da barba por fazer no queixo, olhou mais uma vez para o machado retraindo e sendo guardado novamente dentro da prótese.

    - Ótimo.

    Assim que ele falou, Shounen sentiu uma leve tontura. Como se algo o puxasse por de trás dos olhos.

    - Sentiu isso, huh? O que você tem agora, com a alma do katakiriuwa, trás um poderoso golpe. Mas você deve ser capaz de utilizar esse golpe talvez umas duas vezes por dia. Lembre-se disso ou vai ficar esgotado. Precisa descansar ou meditar por algum tempo, assim vai conseguir usar o poder do katakiriuwa novamente. Esse cansaço acontece por que agora vocês estão ligados.

    Parecia uma invasão de sua vontade, mas havia a melhor das intenções, não havia como desconfiar disso. Embora, no fundo de sua mente, Shounen desejasse que um pouco mais desses planos e quaisquer outras coisas que o envolvessem, tivessem um pouco mais de aviso ou que ao menos fossem conversadas. Mas, era como era e estava feito. Não imaginaria que Satoro fizesse qualquer coisa para lhe prejudicar e no pior dos casos, caso não quisesse os efeitos colateriais, bastaria não utilizar.

    - Agora... Mais importante. Falei como Asazuma. - Sua voz mudou um pouco, para Shounen, não era segredo que Satoro acreditava-se mais capaz do que Asazuma para liderar a toca da Raposa. - Temos as missões do Império. Tenho um par de Ubagabis para caçar. Você, tem uma missão um pouco diferente.

    Esticou o pergaminho para Shounen, com o selo do império já quebrado. Pelas palavras e estado do selo, Satoro já havia lido, mas entregou para que Shounen também o fizesse. Se lia:

    (Enviado via PM - Manter em segredo dos outros jogadores)

    Após a leitura, Satoro voltou os olhos para Shounen, com o mesmo sorriso de antes.

    - Isso com certeza vai nos render uma audiência com o Imperador.
    Zireael
    Cavaleiro Jedi
    Zireael
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 238
    Reputação : 8

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por Zireael Ter Mar 29, 2022 9:55 am

    Chuukiko sentiu que iria cair logo após o golpe. O rapaz firmou seus pés no chão e consequentemente, seu corpo. Engoliu em seco enquanto tentava refazer seus pensamentos.

    Chuukiko passou uma das mãos no rosto enquanto ouvia a voz de seu pai.

    -Ligados?

    Pensava no que aquilo – estar ligado a um demônio –  queria dizer ou acarretar. Chuukiko entendia que seu pai tinha motivos escusos, que tudo que fazia tinha um significado e é claro, ele mesmo não era mais uma criança. Em seu âmago, sabia que ele estava intimamente ligado às tramas de Satoro, seja como aliado ou como um instrumento.

    De qualquer forme, Chuukiko aceitava de bom grado o papel que lhe fora dado. A lealdade cega criava uma névoa que escondia detalhes daquela relação, e Chuukiko acreditava que seu pai o estimava, como ele o fazia. Conseguia sentir o carinho que Satoro tinha, mas também.... Não. O pai era absoluto, assim como sua vontade.

    Chuukiko aproximou-se, já se sentindo melhor e pegou o papel. Leu-o atentamente. Pegava atentamente os detalhes na voz de seu pai. Sabia que seu desejo era comandar a Toca da Raposa. Chuukiko estaria lá para ajuda-lo, se esta fosse sua vontade.

    Porém, agora parecia que seu pai estava mais interessado na missão que o jovem tinha. Chuukiko olhou seu pai sorrindo. Sua expressão ficou um pouco menos dura. Se era da vontade e seu pai ter essa audiência, Chuukiko faria o possível para conceder aquele desejo. Satoro sabia disso. Não era necessário verbalizar.

    O rapaz guardou o papel e cumprimentou seu pai.

    - Eu me prepararei para a missão. Não vou falhar.

    Ele ergueu os olhos para seu pai:

    - Algo que eu deva prestar atenção? Algum pormenor?

    Esperou seu pai comentar ou lhe dar permissão para partir.
    einherji
    Mutante
    einherji
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 39

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por einherji Ter Mar 29, 2022 10:13 pm

    Satoro balançou a cabeça positivamente a medida que ouvia Chuukiko confirmar e afirmar suas solicitações. Quando fez a pergunta, ele parou um pouco para pensar. Satoro geralmente tinha respostas prontas, como se tivesse tudo planejado para qualquer tipo de eventualidade. Mas diante da questão e até para estranhamento de Chuukiko, ele estava pensando no que responder. Embora estranha a atitude, não era difícil de compreender, ele pensava pois aquilo era importante. Era pelo o que tinha lutado toda a sua vida e finalmente tinha uma oportunidade de alcançar, parecia até certo ponto cego nessas convicções, mas de fato, se Chuukiko tivesse sucesso na missão e tivessem a atenção do império, talvez... Talvez ele conseguisse o que queria.

    - Não pense demais. Mas cuidado em como se porta. Quando estamos lidando com monstros, não tem problema em deixar tudo fluir - mas talvez você precise enfrentar um tipo especial de monstro, homens. E existe compaixão entre os da mesma espécie. Se precisar, se não tiver saída, mate. Mas faça de forma rápida e limpa.

    Sua preocupação vagou para talvez Chuukiko se desprender de sua serenidade e sua psiquê, abalada pelo ritual das gramíneas ser um problema durante o combate. Se outros estivessem junto, como ele imaginou que poderia ser o caso, dada as circunstâncias da missão, presenciar uma cena de descontrole poderia por tudo a perder.

    - Não hesite, mas mantenha o controle. E principalmente, se perder o controle, não hesite.

    Um conselho estranho. Mas Chuukiko podia entender a intenção de seu pai. Se algo saísse do controle, a missão era mais importante - considerando então o que ele tinha dito, o objetivo era que não houvessem testemunhas de qualquer tipo de situação desagradável.

    - Boa sorte no caminho. Quando terminar, estaremos mais próximos de liderar a toca da Raposa.

    Estamos. Falou de ambos. Talvez não fosse a ambição de Chuukiko, mas ele estava nos planos de Satoro.

    Satoro pegou um manto que estava preso em seu Serow e jogou em suas costas. O manto tinha uma pelagem vermelha, como se todo o manto fosse uma enorme cauda de raposa. De relance, Chuukiko percebeu que as feridas em seus braços, que antes abertas quando chegou, agora pareciam já cicatrizadas, mesmo que toda a conversa tenha durado poucos minutos.

    (Pode interagir o que precisar com Satoro ou com qualquer outro NPC na Toca - na próxima resposta, respondo tudo e inicio a viagem - se não houver nada na interação que impeça).
    Zireael
    Cavaleiro Jedi
    Zireael
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 238
    Reputação : 8

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por Zireael Qua Mar 30, 2022 10:35 am

    O raciocínio de Satoro não passou despercebido por Chuukiko. Era normal esperar isso da situação, mas não deixou de ser um tanto estranho para CHuukiko. Satoro parecia sempre ter todas as respostas na ponta da língua. Vê-lo assim era quase como ver uma parte mais frágil de seu pai.

    Chuukiko ouvia as instruções. Respirou um pouco mais fundo quando ouviu que poderia tirar vidas humanas em suas missões. Sabia que o dever de um Magi era salvar essas vidas, mas sua lealdade era acima. Era para com seu pai.

    A frase pareceu marcar a mente de Chuukiko.

    -Compreendo. Isso vale para qualquer um, Papai?

    Perguntou apenas para ter certeza. Satoro entendeu que ele se referia a todos os homens. Sem excluir nenhum deles. Até os importantes.

    Chuukiko assentiu com a cabeça, vendo seu pai se movimentar até o serow.

    “Estamos”. Chuukiko ficava feliz em saber que poderia ajudar seu pai naquela busca. E que o mesmo o considerava. Por fim, seus olhos acompanhavam o pai.

    O rapaz observou o grande homem pegar sua manta vermelha e cobrir-se. A figura era imponente. Chuukiko não deixava de ficar impressionado com a estatura e manejos de seu pai. Os olhos atentos passaram pelas feridas e repararam que as mesmas estavam fechadas. Esse era o poder de um Magi.


    Após a partida de seu pai, o rapaz preparou-se para a viagem: pegou algumas kunais e shurikens, além de uma corda e um manto de coloração branca. Decidiu não levar uma segunda espada, visto que possuía uma nova arma em sua prótese. Também pegou alguns poucos mantimentos para a viagem.

    No caminho para fora da Toca da Raposa, encontrou seu fiel serow pastando entre os bambus.

    - Suzushiikaze.

    Disse de forma tranquila. Assobiou baixinho e esperou o serow aproximar-se. Fez um leve afago na cabeça do animal e ajeitou os mantimentos e manta em cima do animal. Montou e partiu em sua viagem. Chuukiko optou por ir em caminhos não muito utilizados, visto a natureza da missão.





    Off: Ainda bem que o Chuukiko não é ansioso, senão nós dois estaríamos nos perguntando se a gente ia conseguir ;_; hahaha!
    einherji
    Mutante
    einherji
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 39

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por einherji Qua Mar 30, 2022 10:07 pm

    Satoro montou seu Serow e olhou uma última vez para Chuukiko.

    - Qualquer um.

    Afirmou e confirmou o que Chuukiko talvez estivesse esperando ouvir. Tomar tal decisão poderia ser difícil, mas sua lealdade em algum momento poderia ser posta a prova. Satoro partiu dali, tinha sua própria missão para completar, não das mais fáceis. Os dois Ubagabis que comentou logo no início seriam um trabalho duro, para localizar e para derrotar. Ele tinha dado muito o que pensar para Chuukiko - sobre como os planos se encaminhavam, sobre a alma aplicada em sua prótese, como aquele rastro de fogo se formava ao golpear, sobre até mesmo como era capturar uma alma. Tinha deixado o filactério com ele, talvez pudesse estudar mais a respeito disso, quando tivesse um pouco mais de tempo.

    Quando encontrou seu Serow e preparou-se para partir, os pensamentos invadiram sua cabeça. Era o que tinha para fazer durante a longa viagem. O Serow era rápido e esperto, sabia como se guiar sem muita intervenção de seu cavaleiro e por isso o trabalho da viagem não era tão cansativo, mas também não lhe tomava muita atenção, o que fazia com que a mente divagasse sobre as questões do início do dia.

    Viu outros Magi também deixando a Toca da Raposa. Cada qual com sua devida missão. Asazuma, por sua relação próxima com o imperador, recebia mais ofícios e muitos Magi de Kitsune às vezes tinham mais de uma missão para realizar, muito provavelmente algum daqueles que Chuukiko viu partindo se encaixava nessa descrição.

    Em meio dia de cavalgada podia ver ao longe os grandiosos castelos da capital. Ainda estavam muito distantes, mas dado o tamanho, o vulto distante do maior farou da ilha lhe permitia se guiar.

    Tão logo, passou pela primeira vila. Poderia continuar seu caminho, aproveitar o resto da luz do dia, ou parar por ali por um momento.

    (Haha, eu já fico ansioso de responder os tópicos. :X)
    Zireael
    Cavaleiro Jedi
    Zireael
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 238
    Reputação : 8

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por Zireael Qui Mar 31, 2022 10:18 am

    Chuukiko abaixou levemente o rosto, como se estivesse digerindo a informação.

    - Compreendo.

    Ele observou seu pai partir. Acompanhou o mesmo até que ele se distanciasse. Chuukiko deu uma última olhada em sua prótese. Teve a impressão de ver um brilho azulado, mas acreditava ser apenas sua imaginação. Tudo acontecera muito rápido e não teve tempo ainda para realmente refletir sobre o caso.




    Shounen e Suzushiikaze seguiam seu caminho. Enquanto distanciava-se da Toca da Raposa, podia ver outros companheiros deixando a escola para suas missões. Shounen não era muito próximo dos outros alunos, preferindo treinar sozinho e mergulhar em seus próprios pensamentos. Acreditava que os outros o achavam estranho e reservado demais.

    A viagem havia sido tranquila na maioria das vezes. Shounen confiava cegamente em Suzushiikaze. O Serow albino compartilhava do temperamento tranquilo de seu dono, apesar de ser um tanto temperamental e ciumento. Com um espírito mais dirigente, ele mesmo escolhia o caminho que seguia, apesar de Shounen mantê-lo fora das estradas principais e apenas colocá-lo na direção certa (coisa que, para Shounen, o animal já sabia).

    Enquanto cavalgava, a mente de Shounen vagava nas questões apresentadas. Ele carregava o filactério consigo e pensava em como poderia cristalizar uma alma. Aliás, como poderia pegar esse poder para si. Deveria ter procurado saber antes, mas o tempo era crucial. Também pensava no que o uso daquela arma, do estranho fogo fátuo, poderia acarretar. E mais importante: na missão e em suas consequências. Enquanto sua mente divagava, os olhos viam o esplendor das construções longínquas. Logo estaria em seu destino.


    Shounen não entrou na vila. Por enquanto, tinha tudo que precisava e queria manter-se oculto dos olhares. Andava pelos caminhos evitados pelas pessoas e, quando achou um lugar que considerou tranquilo, desmontou e colocou Suzushiikaze para beber água e descansar. O próprio rapaz sentou-se e pegou a pequena caixa que seu pai lhe dera, agora examinando-a. Tentava recordar de alguma coisa sobre aquele tipo de trabalho.

    Suspirou e levantou-se, indo até um ponto alto, para estudar o caminho que seguiria até seu destino. Após fazer o mapa mental, foi até próximo de seu Serow e o acariciou antes de meditar sobre a caixa e a alma agora presa em seu braço.

    Seguiria viagem após esse descanso.






    (Já eu estou aqui pensando se serei esperta o suficiente pra completar essa missão  Visão (Shounen de Kitsune) 1f602 )
    einherji
    Mutante
    einherji
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 39

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por einherji Dom Abr 03, 2022 4:35 pm

    A decisão de não adentrar a vila e seguir direto com a viagem com certeza iria fazer com que chegasse mais rápido no destino, não parar em todo local que apareceria pela frente, sendo que já tinha tudo o que precisava era um ponto acertado do ponto de vista da velocidade com que a missão exigia.

    Após algumas horas do início de seu descanso, o silêncio foi quebrado por uma enorme carruagem sendo puxada por 20 Serows, sendo os dois primeiros, à frente, notadamente maiores do que os outros, a carruagem estava completamente fechada - não era possível ver nada do que estava ali dentro, não era possível nem mesmo sentir ou ouvir o que quer que estivesse ali dentro. Ao redor da carruagem, fazendo a segurança da mesma, vários homens e mulheres armados. Não tinham padrão com relação aos armamentos e armaduras, o que significava que não faziam parte de um exército. Uma jovem mulher carregando um martelo de guerra liderava todos eles, a frente até mesmo de todos os Serows.

    Visão (Shounen de Kitsune) NqDX0Uj

    Pareciam estar saindo da vila que Chuukiko passou anteriormente. Alguns dos camponeses que passavam pelo comboio apenas baixavam a cabeça. Os homens e mulheres armados, assim como sua líder não passavam nenhum sinal de ameaça aos camponeses - a líder, na verdade, estava sorrindo o tempo todo.

    Era, então, mais uma decisão no caminho de Chuukiko, investigar o que era aquele estranho comboio e sua carruagem, ou seguir com a missão a qual foi designado e pela qual Satoro havia lhe depositado confiança de terminar.
    Zireael
    Cavaleiro Jedi
    Zireael
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 238
    Reputação : 8

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por Zireael Seg Abr 04, 2022 9:04 pm

    Shounen tinha ambos os olhos fechados. Estava meditando próximo a seu Serow quando ouviu um som estranho. Ele imediatamente pôs-se de pé e correu para entre algumas folhagens de onde poderia ver o que tinha causado tamanho alvoroço.

    Seus passos eram leves e conforme Satoro havia ensinado, ele reprimiu sua presença a ponto de ser apenas mais uma parte do ambiente. Fez um sinal para que seu Serow não se mexesse.

    Estreitou de leve os olhos e reparou – como se fosse possível não reparar – a imensa carruagem. Seus olhos atentos passaram pelos serows que puxavam a mesma. Parou rapidamente nos dois primeiros e depois, seguiu pela fileira.

    “Pesado.”, o rapaz pensou enquanto via os animais trabalhando. Ele tentou escutar alguma coisa que vinha daquela carroça, mas nenhum som era emitido. Que tipo de criatura precisava de tamanha escolta? Homens andavam a seu lado e pareciam ter o respeito dos aldeões. Será que eram outros Magi que terminaram de caçar algum monstro?

    Shounen pensou em retirar seu medalhão para ver se ele ressoaria, mas evitou fazê-lo. Pensou que, caso fossem Magis, o medalhão deles iria ressoar também, e discrição era necessária na missão. Tentou observar se eles possuíam algum traço que indicasse alguma escola.

    Ele olhou a mulher que carregava um martelo e fez uma nota mental: iria depois, se possível, ir atrás da caravana, discretamente. Provavelmente, o que quer que estivesse sendo transportado estava ainda vivo. Mas por que?

    Ou isso ou era algo muito valioso. Shounen arqueou uma sobrancelha enquanto os via passar. Ele prestou atenção nos traços que a carruagem deixava e no caminho que ela seguia. Após a mesma afastar-se, ele foi até Suzushiikaze e montou-o.

    Fez um leve afago no pescoço do animal e partiu para a direção sul, onde sua mensagem dizia que havia ocorrido o incidente. Novamente ia escondido, evitando pessoas e locais mais populosos. Os olhos atentos buscando alguma pista para sua missão.


    (De curiosidade: qual o material da carroça? Madeira mesmo?)
    einherji
    Mutante
    einherji
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 39

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por einherji Seg Abr 04, 2022 10:31 pm

    Novamente, Chuukiko decidiu por seguir seu caminho em direção à missão que recebera. Mas o pouco tempo que se concentrou em entender do que se tratava aquela carruagem, conseguiu algumas informações. A enorme carruagem de madeira não parava, seguia firme o comboio de homens e mulheres, assim como sua líder. Não conseguiu notar nenhum medalhão em nenhum dos presentes, da mesma forma, não sentia nada de especial em nenhum daquele bando, com exceção da líder - o medalhão ressoava, mesmo escondido, mas não era claro. Não era como se fosse um monstro, mas com certeza havia algo de mágico naquela mulher carregando o martelo de guerra.

    Por fim, um detalha importante e que talvez fosse o motivo de bloquear qualquer sentimento - seja para ouvir qualquer som vindo de dentro da carruagem ou para pressentir o que que quer que estivesse ali dentro, apesar de toda ela ser feita de madeira e pintada com a tinta escura como a noite, era toda coberta por um metal acobreado - cerrando os olhos, aquela cor não era estranha e fazia parte dos estudos dos Magi. Tratava-se de dimerítio. O metal bloqueada qualquer tipo de magia. Em tempos antigos, usavam algemas de dimerítio para controlar e aprisionar as Majutsu-shi, feiticeiras que prestavam serviço ao império, atualmente quase não se via elas. Optaram por viver isoladas do mundo. Mas o dimerítio também bloqueava as habilidades dos Magi.

    Seguindo seu caminho, nada mais cruzou seu caminho e tendo o foco que tinha, em mais algumas horas, alcançou seu objetivo - a capital.

    As cinco torres de Imabari, morada dos Magi de Kitsune e sua floresta de bambu eram grandiosas, mas era impossível comparar-se à capital do Império. Torres complementares eram colossais e as ruas largas e movimentadas fervilhavam de pessoas. Era de fato o centro das ilhas e reunia todo o tipo de pessoas. Via até mesmo pessoas bem diferentes do fenótipo comum das ilhas, homens e mulheres de cabelos claros como a neve, assim como homens e mulheres de pele escura como a terra vermelha.

    Não havia muitos detalhes de quem procurar para seguir com sua missão, mas talvez o caminho mais rápido fosse ir diretamente para o palácio e procurar alguém que pudesse lhe ajudar ali.

    (Respondi a curiosidade em on!)
    Zireael
    Cavaleiro Jedi
    Zireael
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 238
    Reputação : 8

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por Zireael Ter Abr 05, 2022 10:06 pm

    Shounen arqueou uma sobrancelha.

    “Dimerítio?....” Tirava algumas conclusões sobre o que aquela carga poderia ser. Talvez prisioneiros como Magis? Monstros? Havia muitas possibilidades. De qualquer forma, não poderia descobrir isso agora. Tinha uma missão que exigia cuidado e tempo.

    Permaneceu por um tempo observando a carroça se afastar e prestou especial atenção à líder do bando. Sentiu seu medalhão vibrar, mas não conseguiu extrair nenhuma informação disso. Fez uma nota mental de que algo naquela mulher era mágico. O martelo chamou especial atenção.

    Shounen esperou eles se afastarem e seguiu seu caminho. Suzushiikaze guiava-se sozinho até a capital.

    Tanto Serow quanto Magi ficaram boquiabertos ao verem as incríveis torres da Capital. Suzushiikaze, parecendo ler os pensamentos de seu mestre, fez uma breve pausa e ambos permaneceram alguns minutos observando as torres que cortavam o céu e a estrada que seguia para dentro da cidade, fervilhando de gente.

    Antes de seguir, Shounen desceu e fez um afago na testa do Serow.

    - Fique aqui e procure um lugar para se esconder. – disse, com um leve sorriso.

    - Eu voltarei em breve.

    Assim que se despediu do Serow, Shounen seguiu para a capital. Misturar-se não era tarefa difícil. Apesar de ser um rapaz bonito, Shounen aprendera bem a se misturar na multidão e a não chamar atenção. Seguiu o caminho até próximo do palácio, mas não foi para o portão da frente.

    O jovem Magi já visitara o palácio uma vez com seu pai e sabia de uma entrada longe dos olhos das pessoas. Afastado da entrada imponente e limpa, uma porta da criadagem, mais especificamente de açougueiros e aqueles que limpavam o local, se localizava. Era em uma parte mais baixa do palácio, próxima aonde era um riacho.

    A porta não era tão bem guardada. Por ser rumo de pessoas com profissões consideradas “desonrosas”, poucos guardas se dispunham a ficar no local. Shounen misturou-se com os empregados e assim que passou pela porta, rumou para uma pequena sala que ficava próximo dos primeiros andares. Sabia que lá um oficial responsável pelas missões estaria. Satoro o instruíra quando visitaram o palácio.

    Sem fazer barulho, o rapaz entrou na sala. Quando o homem levantou sua cabeça, viu o jovem ajoelhado em sua frente, com a cabeça abaixada.

    - Sou o Magi que veio da Escola de Kitsune.

    Respirou e falou devagar.

    - Vim pela missão.


    (Algumas observações: Shounen é bonito sim, pq de feia basta a vida
    Eu não sei se fui muito abusada em criar toda essa narrativa da entrada. Deixo nas suas mãos, narrador =))
    einherji
    Mutante
    einherji
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 39

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por einherji Qui Abr 07, 2022 7:58 pm

    Antes de tudo, o Serow de Chuukiko partiu. Tanto ele como Chuukiko tinham a certeza não declarada de que estariam juntos novamente em breve. O animal seguiu por qualquer caminho, onde ficaria longe do caminho dos outros e seguro.

    Assim que entrou no palácio e sabendo como se misturar, o caminho foi fácil. Os empregados mal lhe davam atenção, mas sentia uma presença constante em suas costas - olhos lhe observando. Podia ser a quantidade de pessoas ali, que mesmo não lhe dando a devida atenção, ainda assim eram muitas e era fácil se sentir um pouco paranóico. Mas, ao mesmo tempo, havia algo específico, um par de olhos e mil olhos ao mesmo tempo.

    Fez todo o caminho passando por corredores e salas, até chegar em seu objetivo. Um oficiado, de onde disparavam as missões. O homem assustou-se ao virar e ver Chuukiko ali, mas se recompôs rapidamente. Olhou rapidamente para Chuukiko e logo em seguida, olhou para cima. Havia uma kunoichi segurando-se em um enfeite de madeira que não deveria ser possível segurar o seu peso. A mulher meneou a cabeça positivamente para o oficiado que repetiu o gesto, como se agradecesse. Fosse ela talvez os olhos que sentiu anteriormente, mas até então, o único momento em que percebeu a kunoichi, foi quando o oficiado 'pediu' a confirmação com o olhar.

    Com um rápido olhar que Chuukiko desse na mulher, saberia que havia algo de diferente. Certamente ela tinha passado por uma mutação. Podia até mesmo ter passado pelo ritual das gramíneas. Mas não portava medalhão algum. Seus olhos amendoados e amarelos deixavam claro que passara por algum tipo procedimento mágico, fosse por um Magi ou um dos feiticeiros ocultos.

    Ela se soltou do enfeite de madeira e se colocou em um canto da sala, como se fosse um objeto adornando o local. Depois desse silêncio inicial, o oficiado finalmente se pronunciou.

    - Chuukiko de Kitsune. Levante-se.

    Ele deu a volta em uma mesa e sentou-se.

    - Obrigado por ter vindo tão rápido. Foi o primeiro que chegou.

    Separou alguns papéis e riscou alguns outros, percebeu que ao riscar - o nome dele, Chuukiko, estava escrito ali.

    - Diga...

    Fez uma pequena pausa, coçando a ponta do queixo com a pena que usara para riscar o papel.

    - O que fará com a informação dessa missão? Antes de continuar, preciso saber.
    Zireael
    Cavaleiro Jedi
    Zireael
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 238
    Reputação : 8

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por Zireael Sex Abr 08, 2022 9:43 am

    Entrar em locais fora de alcance e misturar-se era fácil para Shounen. Logo, entrar no castelo era algo simples. Bastava saber se portar e por onde entrar.

    Ele andou pelos corredores e passava pelos outros empregados. Tudo corria bem, mas.... Shounen sentia um leve arrepio na espinha. Ele sabia que algo estava observando ele. E era algo diferente dos olhos de muitas pessoas em um lugar só. Os empregados e pessoas do castelo pareciam não prestar atenção nele, e mesmo assim, o rapaz tinha a estranha sensação de algo o espreitando. Não era agradável.

    Shounen seguiu seu caminho e chegou até a sala do oficiado. Apesar de não aparentar, ficou impressionado com a presença de uma terceira pessoa na sala. Os olhos de Shounen seguiram até o teto e pousaram na figura feminina e silenciosa. O rapaz a encarou por alguns segundos, como se pensasse que tipo de criatura era aquela: seria como ele? Que tipo de magia era aquela? Era algo perigoso. E interessante. Encarou os olhos amarelados da figura e acompanhou seus movimentos até o canto onde a mesma ficou parada.

    Shounen levantou-se quando o homem deu a ordem. Permaneceu em seu lugar e agora acompanhava a movimentação do homem.

    -....Primeiro? – Shounen deixou escapar. Com a face em branco, continuou: - Vou trabalhar com outros Magis nessa missão?

    Ele olhou discretamente os papéis atrás de mais informações. Talvez mais nomes naquela lista.

    Shounen ouvia a pergunta do homem. Ficou calado por uns segundos, como se a processasse. Depois, falou em seu tom baixo habitual:

    - Pretendo usá-la para cumprir a missão. Depois disso, é como se eu nunca a tivesse tido.

    Ele olhava o homem, mas sua curiosidade desta vez foi mais forte. Olhou brevemente, de novo, para o canto onde estava a kunoichi. Não gostava daquela sensação, de ele ser o observado. Normalmente, era o contrário.
    einherji
    Mutante
    einherji
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 39

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por einherji Sex Abr 08, 2022 5:50 pm

    O oficiado ouvia Chuukiko, mas não o olhava diretamente. Parecia concentrado em seus papéis. Lia e fazia marcações. Com os breve olhares que deu na papelada, Chuukiko viu outros nomes - mas não conseguiu identificar nada específico, se quer algum nome que lhe fosse conhecido em Kitsune. Com certeza lembraria, se fosse o caso. Quando virou-se para a kunoichi, viu que ela se mantinha na mesma posição de antes - imóvel e agora, com sua cabeça baixa, como se aguardasse pela próxima ordem.

    - Parece interessado em Ishi. É uma onna-musha designada para impedir que eu seja assassinado, especialmente por aqueles que não conhecem a entrada principal. Aparentemente sou importante para o império, outras como ela não são fáceis de se conseguir. Não ligue pra ela.

    Deu um breve sorriso quando citou 'especialmente por aqueles que não conhecem a entrada principal', de certo falava de Chuukiko.

    - Bem, é importante que haja discrição e que realmente siga com o que disse, que nunca tivesse tido essa informação antes. O bastardo que deve encontrar pode causar problemas, se for parar nas mãos erradas. O império mantém rédeas curtas em relação a ele e é por isso que nossa inteligência acredita que tenha sido raptado.

    Dos papéis enrolados e espalhados na mesa, ele pegou um, se levantou e entregou para Chuukiko.

    - É um mapa da região, com marcações que indicam as últimas posições de onde ele estava. Diretamente ao sul, em uma das vilas imperiais - onde inicia-se o deserto de gelo. É lá que deve iniciar sua busca. Tentamos o máximo possível, mas acho que somente as habilidades de um Magi poderão ser úteis nesse momento.

    Isso respondia ao menos uma questão, Ishi, a kunoichi, não era uma Magi e tampouco tinha passado pelo ritual das gramíneas. Caso contrário, teria as habilidades necessárias para essa busca e já servindo ao império, não teriam a necessidade de contratar um Magi de Kitsune para a tarefa. Ao menos, era o que se deixava claro com relação a tudo o que tinha coletado de informação até o momento.
    Zireael
    Cavaleiro Jedi
    Zireael
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 238
    Reputação : 8

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por Zireael Sex Abr 08, 2022 9:58 pm

    Shounen deu um leve suspiro, imperceptível, quando não conseguiu ler os nomes. Os olhos do rapaz estavam na figura que agora tinha a cabeça abaixada, escondida no canto da sala.

    -Onna-musha...? – as mulheres que eram treinadas nas artes marciais.

    Quando o homem sorriu ao falar da entrada principal, Shounen abaixou o olhar e disse em tom respeitoso:

    - Desculpe. Como discrição foi pedida, achei que seria melhor não ser percebido.

    E novamente, com uma expressão um pouco desgostosa, Shounen desviou o olhar para Ishi.

    -Mas a Onna-musha me encontrou rapidamente.

    Dessa vez, Shounen deixou sua curiosidade transparecer através da névoa que era seus sentimentos e interesses:

    - Como?


    De qualquer forma, Shounen prestava atenção nas informações que o oficiado passava.

    “Bastardo?” Não era nenhuma surpresa o imperador ter um bastardo. Shounen pensou se, talvez, a melhor opção não fosse realmente que ele morresse.

    O rapaz esperava impassível pelo oficiado. A expressão neutra e a presença que quase não era notada. Era difícil saber se Shounen era uma pessoa desinteressante ou se ele realmente sabia disfarçar não só o que sentia, mas realmente sua presença como um todo.

    Então, a Onna-Musha não conseguia rastrear ou talvez lutar contra alguma ameaça mais consistente? Mas ela soube identifica-lo assim que chegou no palácio. Como?

    Pensava nisso enquanto erguia a mão prostética na direção do oficiado e pegava o pergaminho. Pacientemente abriu-o e começou a lê-lo. Prestou atenção nas marcações e começou a traçar o caminho até o local.

    - Senhor, tenho duas perguntas.

    Ele ergueu os olhos para o oficiado, sem abaixar o papel.

    - Se me permite, qual é a aparência e o nome do rapaz?

    Shounen baixou o olhar respeitosamente:

    - Assim posso identifica-lo melhor.

    Seu tom era sempre baixo, mas firme.
    einherji
    Mutante
    einherji
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 39

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por einherji Sab Abr 09, 2022 7:12 pm

    - Como? Bem, é o trabalho dela. Eu escrevo cartas, passo informações, ouço sussurros e sei de algumas coisas, esse é o meu trabalho. Mas algumas coisas, eu não sei. E eu não sei como ela faz o que faz, assim como não sei como você faz o que faz. Eu sei o que te permite fazer isso, mas procuro não me aprofundar em detalhes que não conheço muito bem. Cada qual com sua especialidade.

    Havia uma calma no homem, não era como se o trabalho dele não fosse difícil. Devia ser, claro. Devia ser estressante também. Embora os Magi fossem bons no que faziam, não era uma taxa de 100% de sucesso e alguém devia dar as más notícias ao Imperador algumas vezes, provavelmente essa tarefa cabia a quem cuidava das missões.

    - Ah... Ótima pergunta, raposa.

    Respondeu quando questionou a respeito do nome e aparência. Havia alguns quadros do Imperador na sala onde estavam. Na maioria deles, estava sozinho - mas outros, sua família. Esposa e três filhos. Mas se tratando do que oficiado tinha dito, certamente o bastardo não estaria em nenhum daquelas quadros. Não era costuma e nem mesmo seria prudente fazer isso. Para mandar alguém procurar essa criança, ele nutria algum carinho pelo mesmo, mas colocá-lo às claras, colocaria toda a linha sucessória em cheque.

    - Veja o filho mais novo do imperador, naquele quadro. O garoto que está procurando é exatamente igual a ele, com um pequeno detalhe a mais.

    Com isso, o oficiado fez uma pinça com seus dedos e segurou a ponta da sua orelha esquerda. Era um gesto pejorativo e bem conhecido em Hagakure. Significava Aen Seidhe, ou mais comumente chamados - elfos. Eram raros em Hagakure, o povo das planícies - entraram em guerra com o Império e perderam de forma vergonhosa para seus líderes, com isso se afastaram e passaram a viver isolados das grandes cidades. Mas alguns visitavam cidades e vilarejos pelo Império e misturavam-se com os humanos, daí é que provavelmente o Imperador teve seu bastardo.

    - Como foi criado pela mãe, o nome não está em acordo com nossa cultura. Acredito que se pronuncie, Eaman Fidháil. Novamente, deve entender que essa informação é restrita e poucas pessoas sabem da mesma.
    Zireael
    Cavaleiro Jedi
    Zireael
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 238
    Reputação : 8

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por Zireael Dom Abr 10, 2022 6:39 pm

    Shounen apenas ouvia o que o homem dizia, sem qualquer alteração na sua face. Entretanto, ele fez uma nota mental: iria perguntar a seu pai o que de fato eram as Onna-musha. O acontecimento de ter sido facilmente descoberto o incomodou. Deveria haver um jeito de contra-atacar aquele tipo de percepção, não? Seu pai saberia.

    -...

    Shounen desviou o olhar para os quadros que continham a figura do imperador e sua família. Conhecia os rostos, principalmente o do atual governante. Dessa vez, Shounen focou-se no filho mais novo e depois de guardar as características, voltou seus olhos para o Oficiado.

    “Aen Seidh”, o jovem Kitsune acompanhou o gesto do oficiado sem grandes mudanças. Sabia que meio-elfos, apesar dos povos nutrirem certo rancor e raiva um pelo outro, não eram anormais. Shounen também guardou o nome do menino.

    Por fim, ele colocou o mapa dentro de sua capa e falou novamente, com seu habitual tom:

    - O mapa marca as últimas posições. A inteligência teve alguma informação sobre quem estava com ele? Estava com a mãe antes? E o grupo que o levou? Sabem algo?

    Pensou que, se soubessem os paradeiros, era provável que estivessem seguindo-os por um tempo. Talvez soubessem com o que estavam lidando. Se chamaram um Magi, nada muito “fácil”.
    einherji
    Mutante
    einherji
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 39

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por einherji Qui Abr 14, 2022 9:17 pm

    - Bom, para todas essas perguntas é o motivo de termos contratado uma das raposas de Asazuma.

    Disse o oficiado, com um leve sorriso no rosto. Voltou a prestar atenção nos assuntos da mesa, os papéis, mapas, riscando nomes e escrevendo outros. Não parecia nada muito específico, mas assuntos gerais do império. Passando os olhos, pareciam listas de pagamentos e cobranças, também - nenhum nome conhecido, mas uma longa lista de valores para Kitsune, consideravelmente maior do que para as demais escolas. Foi o tempo que bastou, 2 ou 3 segundos, ele estirou uma das mãos e fez um movimento rápido com a mesma, empurrando a palma da mão no ar, 'enxotando' Chuukiko. Sem olhá-lo diretamente e mantendo sua concentração na sua papelada.

    - Veio tão rápido, não perca tempo.

    Após esse movimento, Ishi, a onna-musha, no canto da sala pareceu relaxar. Ajoelhou-se e sentou-se sobre os pés, mantendo-se ali - novamente - imóvel.

    O oficiado parecia que não daria mais atenção para Chuukiko. Poderia explorar a capital em buscar de informações ou partir diretamente para o sul, onde dava-se a última localização do meio-elfo.

    Haviam muitos detalhes na sala, mas algo que não passou batido foi que as plantas que decoravam o local estavam quase todas mortas, com algumas folhas caídas no chão e tinham uma coloração avermelhada, apesar do tipo específico não atingir essa cor em nenhum momento. Notou algumas assim no caminho do forte da raposa até ali, também. Tinham um cheiro adocicado, o mesmo que exala de frutas que já passaram de seu tempo. Não parecia nada muito específico, mas era o fim do inverno - a flora devia estar se recuperando.
    Zireael
    Cavaleiro Jedi
    Zireael
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 238
    Reputação : 8

    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por Zireael Sex Abr 15, 2022 2:35 pm

    Shounen pensou que aquele tipo de informação deveria vir junto com o pedido da missão, mas o Magi sequer pestanejou diante da resposta do homem. Shounen tinha os olhos nos papeis, de forma discreta. Gostava de recolher todo conhecimento que pudesse. Ele ergueu os olhos para o oficiado e quando o mesmo fez o sinal expulsando-o da sala, o rapaz fez uma leve referência e virou-se. Não sem antes perceber os modos da Onna-musha.

    Shounen pensou que ela estava pronta para defender o homem e, agora que ele iria embora, ela finalmente poderia relaxar um pouco.

    Shounen virou as costas e no movimento de virar, seus olhos se depararam com as estranhas plantas que decoravam o local. Shounen estreitou levemente os olhos e observou em volta enquanto dava passos lentos e silenciosos até a saída. Lembrava-se dessas plantas no caminho até a cidade Imperial. Tentou recordar se sentira-se estranho durante a viagem. E as flores ainda estavam morrendo.... Estranho.

    De qualquer forma, Shounen seguiu pelos corredores do palácio e seguiu para fora. Claro, queria reparar se sentiria os olhos em suas costas, como na vez que entrara no palácio.



    Não foi difícil sair do local. O rapaz passou rapidamente pelos criados e seguiu novamente pela cidade sem chamar atenção. Achava que deveria partir direto para seu destino.

    Depois de algum tempo, já fora da cidade, seguiu para longe da estrada. Shounen normalmente partiria direto para encontrar seu Serow, mas dessa vez, tomou um pouco de seu tempo para procurar mais daquela estranha planta. Seguiu um pouco na direção de que viera, para ver se a encontrava. Queria pegar um pouco para observar.

    Após a procura, o garoto cobriu sua cabeça com um dos mantos que tinha. Deu uma última olhada no mapa para memorizar para onde deveria ir. Assobiou e cobriu sua boca com um pano. Viu Suzushiikaze aproximar-se correndo. Shounen correu na direção do Serow e assim que ambos estavam próximos o suficiente, o rapaz montou no animal enquanto o mesmo ainda corria. Partiu para o sul, para o primeiro ponto em seu mapa. Começaria sua investigação.
    Conteúdo patrocinado


    Visão (Shounen de Kitsune) Empty Re: Visão (Shounen de Kitsune)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Out 01, 2022 8:46 pm